Etc

Michelin lança pneu que promete mais segurança

Michelin lança pneu que promete mais segurança

Quando alguém lhe fala sobre pneus, o que primeiro vem à sua cabeça? O medo de ter o componente furado em um local ermo e escuro? O susto com o preço na hora da troca? Você o enxerga como um componente fundamental para garantir a segurança do veículo? Ou tudo isso junto?


Segundo o gerente de marketing da Michelin para a América do Sul, Anoildo Mattos, estudos apontam que 94% das pessoas dizem se preocupam com a segurança. Ao mesmo tempo, 89% têm o foco no custo-benefício e 85% no prazer na condução do veículo.

Afinal, a segurança viária é um dos maiores desafios para a sociedade. Dados do Observatório Nacional de Segurança Viária mostram que, ao contrário do que muitos imaginam, 81% dos acidentes ocorrem em vias que têm boas condições; 60% acontecem durante o dia; 67% em pistas secas e 66% dos acidentes que acontecem em piso molhado são em retas.

Relatório da Organização Panamericana de Saúde divulgado neste ano aponta que, se comparado à América do Norte, o número de acidentes fatais de trânsito na América do Sul é quatro vezes maior. O Brasil ocupa a terceira posição no ranking mundial de países com acidentes fatais de trânsito.

Os números são alarmantes: são 4,5 acidentes fatais por hora, 110 por dia, totalizando 40 mil por ano. Analisando as ocorrências e causas dos acidentes pode-se verificar que 50% deles estão relacionados à frenagem e aderência.

Michelin lança pneu que promete mais segurança

Novo produto

Sabendo que o desempenho dos pneus pode minimizar ou até mesmo evitar acidentes, a Michelin investe 600 milhões de euros por ano para desenvolver novas tecnologias para seus produtos.

Em evento acompanhado pelo Notícias Automotivas, realizado em Los Cardales, cidade próxima a Buenos Aires, na Argentina, a fabricante apresentou o Primacy 3, que chegará ao mercado latino-americano em maio em aros de 16, 17 e 18 polegadas e com até 29 referências, sendo 10 delas produzidas no Brasil, na unidade de Itatiaia (RJ).

O produto atenderá tanto ao mercado de equipamento original quanto o de reposição. Entre os veículos que equipará de fábrica estão o Peugeot 308, o Citroën C4 e o Ford Focus.

A principal dimensão do pneu, que corresponderá a 30% do mix de vendas, será a 205/55R16 e custará R$ 397 em São Paulo. Segundo Marco Moretta, diretor comercial da Michelin, o produto será, em média, 5% mais caro que seus principais concorrentes, que são o Bridgestone Turanza ER30, Goodyear Eagle Excellence e Pirelli Cinturato P7.

“No entanto, o Primacy 3 oferece 2% de economia de combustível. Em 50 mil quilômetros rodados isso significa o valor de um pneu novo”, calcula.

Michelin lança pneu que promete mais segurança

Testes

De acordo com testes realizados pelo instituto alemão TÜV SÜD Automotive, o Primacy 3 obteve os melhores resultados do mercado em comparação com a média dos concorrentes de marcas premium.

Segundo o instituto, ele freia até 3 metros antes em piso seco, até 4 metros antes em pista molhada e possui melhor aderência em curvas sobre o piso molhado, oferecendo maior controle da trajetória do veículo.

Guiamos um Peugeot 308 na pista de um kartódromo na Argentina, que tinha alguns trechos em curva com pista molhada. Em três voltas na pista, o modelo equipado com os pneus da Michelin realmente teve maior aderência nas curvas com o asfalto molhado e o carro praticamente não saiu de traseira.

Nas três voltas seguintes, com outro 308 equipado com os pneus da Bridgestone, o carro saiu de traseira durante as curvas em pista molhada e foi mais difícil retomar a trajetória.

Depois, pilotos demonstraram a frenagem no asfalto seco e no molhado e os pneus da Michelin novamente tiveram melhor desempenho. Os testes do instituto alemão comprovaram que , quando o veículo equipado com o Primacy 3 para após a frenagem, os carros com os outros pneus ainda estão com velocidade residual de cerca de 30 km/h.

Michelin lança pneu que promete mais segurança

Novas tecnologias

O componente possui duas novas tecnologias, segundo a fabricante: Stabiligrip, que aumenta a área de contato com o solo molhado, maximizando a aderência, e Flexmax, para solo seco, uma combinação entre o novo composto de borracha, muito mais flexível, que se adapta às menores irregularidades do piso, e os blocos de borracha com corte em chanfro a 45 graus, que maximizam a área de contato, proporcionando maior aderência.

Em caso de frenagem, o pneu recebe uma forte pressão, o que causa deformação nos blocos de borracha. O uso de um reforço entre os blocos, com a tecnologia Stabiligrip, garante menor deformação e maior área de contato com o solo, maximizando a aderência do pneu.

Testes de aderência

Comparado com pneus comprados no mercado brasileiro das marcas Pirelli, Goodyear e Bridgestone, na dimensão 205/55 R16 91V, o pneu da Michelin apresentou os resultados abaixo.

1) Frenagem em solo seco:

Michelin lança pneu que promete mais segurança

Em uma pista seca (onde acontecem quase 70% dos acidentes de trânsito), é medida a distância que o carro percorre até parar a partir de uma velocidade inicial de 100 km/h. O pneu Primacy 3 consegue frear até 3 metros antes da média dos concorrentes.

2) Frenagem em solo molhado:

Michelin lança pneu que promete mais segurança

Em uma pista molhada, é medida a distância que o carro percorre até atingir 20 km/h, a partir de uma velocidade inicial de 80 km/h. O pneu Michelin consegue frear até 4 metros antes da média dos concorrentes.

Os testes comparativos usaram pneus com a dimensão 205/55 R16 91V das marcas Goodyear, Pirelli e Bridgestone.

3) Maior aderência em curvas em piso molhado:

O instituto TÜV SÜD Automotive comprovou que, com o pneu Primacy 3, o carro possui maior aderência em curvas em piso molhado, proporcionando ao condutor um controle da trajetória 12% superior à média dos concorrentes.

Testes de durabilidade e economia de combustível

1) Durabilidade

O instituto alemão DEKRA acompanhou e validou os testes de durabilidade com o pneu na dimensão 205/55 R16 91V e os concorrentes Pirelli, Goodyear e Bridgestone. Após serem percorridos mais de 21.000 quilômetros, foi constatado que o novo pneu apresenta uma estimativa de durabilidade 16% maior que os demais.

2) Resistência à rodagem

Por meio do teste ISO 28580, o TÜV SÜD Automotive comprovou que o pneu oferece 10% menos resistência à rodagem que a média dos concorrentes, o que se traduz numa economia de 2% no consumo do combustível do veículo e, consequentemente, na redução nas emissões de CO2 no meio ambiente.

Michelin lança pneu que promete mais segurança

Institutos de certificação

TÜV SÜD Automotive – Com sede em Munique, na Alemanha e fundado em 1866, tem mais de 16 mil funcionários em parcerias com clientes de todo o mundo. Prestam serviços de auditoria e inspeção, consultoria, teste e certificação de produto.

DEKRA – Fornecedor internacional de serviços para o setor automobilístico, fundado há 84 anos, em Stuttgart, na Alemanha. Atualmente, a companhia possui 25 mil colaboradores nos mais de 50 países em que atua.

Em 2009, registrou faturamento de 1,8 bilhão de euros. No Brasil, a DEKRA vem trabalhando desde 1995.

Michelin lança pneu que promete mais segurança

Eber do Carmo

Eber do Carmo

Formado em marketing, tem mais de 13 anos de experiência escrevendo sobre o mercado automotivo no Notícias Automotivas, desde que fundou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio. Também teve por três anos uma empresa de criação de sites e catálogos eletrônicos.

  • Jânio de Oliveira

    Em minha cidade como tem muito buraco usar pneus runflat é inconcebível (BMW X1 – 2015, pneus originais 225/45/18 run flat), resolvi trocar pelo Primacy 3 (245/45/18), melhorou consideravelmente o conforto e a sensação de segurança! Estou muito satisfeito com opção que fiz.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email