Elétricos Europa Tecnologia

Microturbina como extensor de alcance para elétricos é apresentada na Inglaterra

delta-mitre

A empresa britânica Delta Motorsport anunciou o lançamento de uma microturbina como extensor de alcance para carros elétricos. Chamado Mitre, o dispositivo deve ampliar a eficiência energética.

Em torno de 40% menor e 50% mais leve que um motor a pistão, a Mitre entrega 23 ou 47 cv, apresentando eficiência térmica de 30%, podendo chegar a 35%, dependendo do combustível usado. Sua montagem é mais fácil e pode utilizar uma gama variada de combustíveis.

O poder da microturbina em carros elétricos foi demonstrada pela chinesa TechRules em Genebra, quando seu bólido conceitual apareceu com um extensor de alcance semelhante para abastecer as baterias de lítio de 20 kWh.

Com seis motores elétricos totalizando 1.030 cv, o superesportivo alcança 350 km/h e tem autonomia impressionante de 2.000 km. A própria Delta Motorsport tem um protótipo elétrico de testes com a Mitre. O equipamento foi desenvolvido em parceria com a Morgan e Ariel.

 





  • Louis

    É um motor a combustão para carregamento de baterias ? Não entendi o funcionamento.

    • leandro

      É o que parece ser. A idéia deve ser vc usar o elétrico no dia a dia, porém se for esticar uma viagem quando a bateria estiver acabando esse gerador começaria a atuar.
      Novidade nenhuma não fosse o fato de apresentar eficiência térmica de 30-35%

    • RKK

      Também não.

    • th!nk.t4nk

      É exatamente isso. Uma turbina que queima o combustível (líquido ou gasoso) diretamente, gerando energia cinética. Por sua vez, seu eixo alimenta um gerador. Por que nao usam isso extensivamente em carros híbridos, como motor estacionário? Custos. Falei sobre isso mais abaixo. Mas enfim, parece ser o futuro, pelo menos até que alguém resolva o combo [bateria barata] + [energia limpa acessível].

  • Jad Bal Ja

    Tbm não entendi o uso desse treco ai não…

    • Gustavo73

      Um motor estacionário que irá recarregar as baterias que alimentam os motores elétricos. Um gerador.

      • Deadlock

        E resolve o calcanhar de aquiles dos elétricos, a sua autonomia.

        • Gustavo73

          Não sei se podemos classificar como elétrico ou híbrido, mas não importa na prática. Se for funcional está ótimo.

          • Deadlock

            Híbrido, mas diminui em muito o poder do petróleo.

            • Gustavo73

              Sem duvida. Se juntar com aquele motor elétrico da outra matéria…

      • DougSampaNA

        Foi o que entendi tambem.

  • tiago

    É um motor que vai transformar combustíveis fósseis em eletricidade que carrega as baterias. Excelente idéia, se o combustível for GNV ou etanol, melhor ainda.

  • Ricardo Rangel Lirio

    Acho que esse é o caminho. Só os custos barrariam tal modelo de gerador para elétricos.

  • Draga

    Muito interessante, tinha um protótipo esportivo da jaguar q usava está Ideia, que a grande vantagem eh o rendimento de cerca de 80 % – ciclo da turbina a gás, brayton – esse redimento aí tah pior do q motores a combustão interna mais modernos… Um problema tb eh a poluição do ar e sonora q as turbinas causam, mas se ainda aproveitar o calor da exaustão p gerar mais energia a eficiência será ainda maior!!

    • Matheus Fontana

      Turbinas são legais por queimar qq combustível, poucas peças móveis, grande durabilidade, ocupam pouco espaço, mas vc tocou nos pontos críticos mesmo, calor, barulho, eficiência ”baixa”… Tudo isso morre quando criarem uma nova geração de baterias com o dobro da capacidade e a metade do tamanho. Vai viabilizar até avião elétrico. O salto que tivemos ao abandonar as antigas baterias pelas Li-po é o que deve acontecer para viabilizar de vez os elétricos

    • Angelo_RSF

      Draga…Só observe que estes 80% de rendimento do protótipo da Jaguar deve se referir ao a 80% do rendimento teórico ideal de um Ciclo de Carnot ou coisa assim.

      Os motores a combustão de melhor rendimento térmico mal chegam a 40% em termos absolutos,,,

      Aparentemente este rendimento exposto pela turbina da matéria deve ser em termos absolutos (sobre um ideal de 100%) pois de fosse em termos relativos (35% sobre o ciclo de Carnot) seria ruim demais para investirem na solução

  • Luis Burro

    A energia gerada por um dínamo ou pelo alternador atrelado ao virabrequim não é suficiente pra carregar as baterias?Alem disto,já q existem dois eixos não dá pra acoplar diversos dínamos neles pra aproveitar a energia cinetica em elétrica?

    • Lucas g.

      Teriamos energia infinita se isso funcionasse kkkk

      • Luis Burro

        Não,mas evitaria o desperdício de movimento sem produção energética.

  • YellowFace

    com preço petroleo baixo sei não

  • Gusbar Kuati

    É uma mini-turbina de avião, não é turbo. Esse troço dá pra girar a 100 mil RPM, gerando muita energia elétrica, e o melhor, qquer líquido q pegue fogo pode ser usado como combustível, sendo verdadeiramente flex.
    Esse é o futuro, carros elétricos com turbinas que queimam qquer coisa para gerar eletricidade e carregar as baterias.

    • DougSampaNA

      Então, imagina centenas de milhares destes acionados numa mesma faixa de horario numa cidade em quantos (poucos ou muitos) graus a temperatura do local pode subir..

      Resolvem de um lado (maravilha) e do outro ainda engatinham..

    • th!nk.t4nk

      Nao é bem como uma turbina de aviao. É uma turbina de geraçao de energia, que queima o combustível diretamente na turbina (ao invés de ser movida pela passagem de um fluido). Nao precisa queimar combustível líquido nao. Aliás, esse tipo de turbina geralmente queima gás. A rotação por sua vez alimenta um gerador. É simplesmente o motor estacionário mais eficiente pra combustíveis fósseis, mas o problema é ser cara (pra girar tanto ela usa materiais caros e de fabricaçao mais complexa).

  • DougSampaNA

    Vixi , o pessoal das petrolíferas vão comprar esta empresa e destruí-la..

  • Sassá

    Curioso é que locomotivas diesel usam o conceito motor como gerador e tração elétrica faz muiiito tempo. Me pergunto se a mesma solução não poderia ser utilizada em caminhões.

    • Angelo_RSF

      Talvez uma questão seja de espaço físico no chassis.



Send this to friend