*Destaque Esportivos Hatches Lançamentos MINI

MINI John Cooper Works 2019 chega às revendas por R$ 180 mil

MINI John Cooper Works 2019 chega às revendas por R$ 180 mil

Semanas após o lançamento das versões “civis” do MINI Cooper 2019, agora é a vez da nova linha do MINI John Cooper Works fazer a sua estreia na rede de concessionárias. Dotado de um conjunto mecânico mais apimentado e adereços exclusivos no visual e no interior, o hatch compacto esportivo está disponível com preço de R$ 179.990. Trata-se da mesma cifra praticada pela linha anterior do modelo.


Entre as principais novidades, há os faróis dianteiros em LED adaptativo e as lanternas traseiras com tema em alusão à bandeira britânica. Há também o assistente de mobilidade pessoal MINI Connected, que inclui recursos como informações do trânsito em tempo real, portal de notícias atualizadas, serviço de concierge pessoal e Apple CarPlay.

“O novo MINI JCW representa a essência do DNA “go-kart feeling” da MINI. Com sua dinâmica aprimorada, estilo inconfundível e nova transmissão, a nova geração do modelo deve atender às mais altas expectativas dos fãs da marca”, afirma Julian Mallea, diretor da MINI Brasil.

O novo MINI John Cooper Works 2019 está disponível com um motor 2.0 litros TwinPower Turbo de quatro cilindros a gasolina. Ele consegue desenvolver 231 cavalos de potência, entre 5.200 e 6.200 rpm, e 32,6 kgfm de torque, disponível entre 1.250 e 4.800 giros. Ele está associado ao câmbio automático Steptronic de seis marchas com Launch Control e tração dianteira.


MINI John Cooper Works 2019 chega às revendas por R$ 180 mil

De acordo com dados da marca, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 6,1 segundos e atinge velocidade máxima de 246 km/h.

Entre os equipamentos de série, há ar-condicionado digital automático de duas zonas, bancos dianteiros esportivos com ajuste de altura, controle de cruzeiro com função freio, faróis de LED adaptativos, teto forrado em Anthracite, sistema de entretenimento com tela de 8,8 polegadas, HD de 20 GB, Apple CarPlay e navegador, retrovisor interno eletrocrômico, sensor de estacionamento traseiro, sensores de luz e chuva, sistema de som Harman Kardon, teto solar panorâmico, volante multifuncional JCW em couro com paddle shifts, rodas de 17 polegadas pretas, entre outros.

Como opcional, há o pacote Parking, que agrega o sistema Parking Assistant e sensor de estacionamento dianteiro, além das rodas de 18 polegadas em dois tons com pneus run flat.

O hatch esportivo pode ser adquirido na cor standard Cinza Moonwalk, nas special Azul Lapisluxury e Verde Rebel, nas classic Branco Pepper, Preto Midnight, Verde British Racing, Vermelho Chili, Azul Starlight e Cinza Emerald, ou nas modern Cinza Melting, Cinza Thunder e Prata Claro, com teto na cor preta (para a carroceria vermelha) ou vermelha.

MINI John Cooper Works 2019 chega às revendas por R$ 180 mil
Nota média 4.5 de 2 votos

  • F30FLORIPA

    Mesmo preço de um Golf GTi completão, só que o Mini JCW além de ser bem mais exclusivo, pesa 100 kg a menos e é ótimo em curvas.

    • El Gato Negro

      Sério que o GTi está chegando em 180 mil? Meu Deus… achei que estava na casa dos 140… 150 no máximo.

      • Edson Fernandes

        Vc encontra a versão Exclusive por R$150000. Se vc quiser a versão com pacote premium + pacote sport, aí pula esse tudo mesmo.

        Algo bem raro hoje de acontecer é encontrar um Golf premium sem bancos em couro.

        • Fanjos

          Estavam fazendo promoção do GTI basicão com os bancos de tecido (eu acho lindão), por 110k.
          Carro por carro, ele continua sendo um GTI mesmo basico

          • Edson Fernandes

            Bem… a ideia foi mostrar os preços das versões em compatibilidade com os itens existentes no Mini. Por isso citei as duas.

          • André Luis Versiani

            Banco Xadrez dos GTI é lindo demais, os Europeus também curtem muito.

      • Maycon Farias

        Também fiquei chocado.

    • Fabrício Sanches

      O alemão Golf não é bom em curvas?!

      • F30FLORIPA

        Pode até ser “bom”, mas é pior do que Civic e Mini.

    • Thiago

      Sem falar que nas retas anda mais também.

  • Emanuel

    Nunca andei em um… Dá pra usar no dia-a-dia essa geração ou ainda é tão duro quanto antes?

    • F30FLORIPA

      A geração anterior (R56) era bem dura, mas nessa atual (F56) ficou bem melhor, tanto que a nova geração do BMW série 1 usará a mesma plataforma e motorização.

      • Emanuel

        Queria experimentar. Não tá pro meu bolso mas eu acho um carro muito interessante

    • El Gato Negro

      Ele não é duro, amigo. Nossas ruas é que não são próprias para esse carro…

      • Emanuel

        Mas se eu for comprar vai ser andar nas nossas ruas. Se é importado oficialmente precisa estar adaptado, ou você discorda?

        • Gustavo_1996

          Tenho um Mini Cooper S da nova geração (F56) uso pro dia a dia e acho bem tranquilo… Ele fica mais duro no modo Sport por conta da suspensão adaptativa, mas nada intolerável, se usar no Mid (normal) ou Green é praticamente igual a uma 120i, A3.

          • Emanuel

            Entendi. O A3 eu conheço e não é nada de outro mundo. Os Mini são lindos na minha opinião, gostaria de ter um quem sabe futuramente

          • A título de Curiosidade e o seguro, ta girando em quanto? Sei que varia de pessoa pra pessoa.

      • el punidor

        Em avaliações sérias feitas por sites e revistas nos Estados Unidos e Inglaterra, os JCW sempre são considerados muito duros.

        • Allysson Santos

          E exatamente por esta característica, junto com toda a dinâmica que ela trás, que se tem a experiência “go-kart felling”. Quem quer um JCW já tem que saber dos ônus e bônus que isso trás…

          • el punidor

            É verdade, mas o duro é que a maioria dos nossos pisos são irregulares .

        • th!nk.t4nk

          O problema nao tá no carro nao. O asfalto do UK e dos EUA deixam um bocado de desejar, tem que levar isso em consideraçao. Mas em grande parte da Europa o asfalto é excelente e a firmeza da suspensao não incomoda. Enfim, tudo depende de onde você pretende rodar. No Brasil eu nao teria coragem de pegar um John Cooper ou AMG pra ficar confinado a meia dúzia de estradas decentes no país, e ficar sofrendo no resto. Mas cada um, cada um.

    • Elinho Casagrande

      Eu tive um S do anterior e usava no dia a dia sem problemas. Essa geração é menos dura em relação a outra, então teria sem medo. Entre ele e um GTi no mesmo preço, Mini, sem dúvidas. É muito mais luxuoso e exclusivo e, além disso, anda e curva mais.

  • André A

    Já dirigi um JCW da geração anterior e é uma delícia de carro, porém não vale R$ 180.000. Fora que o seguro de um carro desse deve ser proibitivo, só pra quem pode mesmo…

  • T1000

    Só sendo político corrupto para conseguir comprar um carro desses

    • Já sabe…metade ou mais desse valor é tributo e vai pro bolso de algum rsrsrs

  • Claudio Fiorini

    Nossa !!!!! Que barato !!!! Vou comprar 3.

  • ‘Eduardo Oliveira

    180K, tá caríssimo!

    • Elinho Casagrande

      Se levar em consideração que ela custa U$ 33K na configuração mais barata, não está, não! E não é a que vem pro Brasil. A que vem pra cá custa a partir de U$ 40.000,00, mesmo preço de um Mustang GT. O Mustang é vendido aqui por R$ 300.000,00. Então…

  • gordao00

    “estilo inconfundível” é meio controverso, afinal é possível ser confundido com um Lifan e vice-versa.

    Brincadeiras a parte, puta carrinho que eu gostaria de ter. Mesmo se fosse não fosse um JCW, estaria bem satisfeito.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email