Fiat Hatches Matérias NA Populares

Mobi 2018: versões, preços, conteúdo, motores, cores, etc

Mobi 2018: versões, preços, conteúdo, motores, cores, etc

O Fiat Mobi 2018 é um hatch subcompacto que atua no segmento de entrada da marca italiana no Brasil, tendo nesse ano/modelo recebido a inédita opção de câmbio automatizado no motor 1.0.


Com vocação urbana, o pequenino da Fiat tinha dois motores disponíveis e cinco versões oferecidas no mercado nacional na linha 2018. Projetado no país, o produto tomou o lugar que um dia foi do clássico Fiat Uno Mille.

Tendo dimensões bem reduzidas, ele é um veículo apto para encontrar espaço em vagas apertadas, assim como é bastante ágil no trânsito urbano, sendo também versátil no dia a dia.

Desenvolvido pelo centro de pesquisa e desenvolvimento da Fiat em Betim-MG, o Fiat Mobi foi projetado numa época em que o mercado pedia por carros baratos e acessíveis, o que levou também ao surgimento do Renault Kwid.

Contudo, com a crise econômica, as vendas despencaram e o modelo chegou na pior hora, tendo sido obrigado a vender com descontos, de acordo com rumores do mercado.

Dotado de mecânica simples, o Mobi 2018 surgiu com toda a pompa e circunstância no mercado em 2016, tendo a promoção de diversas celebridades e influenciadores digitais.

Equipado posteriormente com o motor Firefly, que ficou junto com o mais antigo Fire, o hatch tinha até opção aventura na forma da versão Way, além de uma opção bem capada para reduzir preço, sem nem mesmo A/C ou direção hidráulica.

Outra proposta do modelo é a conectividade usando o smartphone, com integração desse ao painel como se fosse uma pequena multimídia, apesar do subcompacto dispor desse último recurso como opcional também.

Medindo apenas 3,566 m de comprimento e somente 2,305 m de entre eixos, o Mobi 2018 é um dos menores carros do mercado nacional, tendo um porta-malas bem pequeno e espaço reduzido para cinco.

Utilizando uma plataforma que mescla elementos de outros modelos da Fiat, o hatch foi desenvolvido para manter as características básicas dos produtos da marca.

Nesse caso, transmissão manual e embreagem extremamente macias e comportamento dinâmico muito parecido com os demais da Fiat, são encontrados no popular, assim como acabamento espartano, embora com linhas expressivas.

Uma das novidades da linha 2018 foi a introdução do já citado câmbio automatizado, que é chamado GSR-Comfort, uma versão atualizada do malfadado Dualogic.

Com esse dispositivo, o Mobi 2018 se igualou ao rival Volkswagen up! I-Motion, que trazia tecnologia semelhante. Outro ponto é que o GSR-Comfort alterava o funcionamento do motor no modo Sport, algo realmente raro em carros compactos.

Controlado por botões, o automatizado dispunha até de paddle shifts num carro extremamente simples e barato, o que também chama atenção no mercado.

Mobi 2018 – detalhes

Mobi 2018: versões, preços, conteúdo, motores, cores, etc

O Fiat Mobi 2018 manteve o mesmo visual desde o lançamento, sendo um projeto pensado para uso nas cidades, tendo dimensões reduzidas, quatro portas e bagageiro para levar sacolas.

Diferente de modelos como VW up e Renault Kwid, nessa ordem, o popular da Fiat não parece nascido do zero, mas um carro que tem aparência adaptada, dado seu capô longo e cabine curta, recuada.

Um exemplo disso são as colunas A, que nem chegam perto do eixo dianteiro. Para ser visto, o modelo apresenta faróis enormes para seu porte e dotados de máscara negra, sendo bem puxados e incorporando os repetidores de direção.

A grade estilizada ajuda no reforço da frente, que tem uma proposta mais consistente, robusta. O para-choque também é pronunciado, dotado de molduras laterais pretas que dão um leve toque esportivo ao subcompacto.

Com grade inferior em estilo colmeia, o Mobi tem ainda acabamento preto logo abaixo. O capô é envolvente e dá mais volume ao pequeno, tendo este vincos em baixo relevo.

Outro vinco no para-lama dianteiro marca um abaulamento suave das saias de rodas dianteiras, enquanto outro reforço a base da carroceria e as saias de rodas traseiras.

Tendo uma linha de cintura estranhamente alta, o pequeno da Fiat tem área envidraçada pequena, destoando da proposta urbana, que sempre pede boa visibilidade, especialmente na hora de manobrar.

Dependendo da versão, as maçanetas e os retrovisores são pintados na cor da carroceria. Para o porte do Mobi 2018, os espelhos externos possuem bom tamanho e podem ter repetidores de direção.

Na traseira, o hatch funde as grandes lanternas ovalizadas de lentes claras com uma tampa do bagageiro toda de vidro temperado, cuja parte superior é transparente.

Em acabamento preto, ela chama atenção no conjunto, podendo dispor de lavador e limpador, bem como desembaçador. Parte das colunas C tem revestimento em preto brilhante para combinar com essa porta.

Já o para-choque é bem alto e sempre pintado na cor do carro, como o dianteiro. As rodas são geralmente de aço com aros 13 ou 14 polegadas, mas com opção de liga leve no segundo caso.

Os pneus são 165/70 R13 ou 175/65 R14, tendo ainda o Mobi 2018, opção de faróis de neblina. Na versão Way, o visual muda bastante em relação às demais versões.

Nessa versão aventureira, o pequenino tem para-choque dianteiro exclusivo com grade inferior emoldurada, bem como nos contornos pretos envolvendo os faróis de neblina circulares.

As saias de rodas e base da carroceria possuíam molduras pretas para reforçar a proposta, que ainda contemplava suspensão alguns milímetros mais alta e rodas de liga leve aro 14 polegadas.

Os retrovisores eram na cor do carro, mas as maçanetas vinham na cor preta. No teto, barras longitudinais, além da antena, presente nas demais versões, quando possível.

Na traseira, a tampa preta vinha com uma faixa escrito Way estilizada, além de protetor e grade na parte inferior do para-choque. Com esse visual, o Mobi parecia um pequeno crossover.

Por dentro, o interior é bem simples e apertado, mas a Fiat imprimiu a marca visual do produto, assim como fez no Uno, presente em quase todos os plásticos duros usados nos revestimentos internos.

Embora não represente um luxo, passa a ideia de que houve alguma atenção nos detalhes, mesmo que não seja montagem boa ou materiais de melhor qualidade.

O painel tem formas e detalhes arredondados, como um quadrado bem suavizado, visto até nos alto-falantes e desenho geral das portas. Observando muito de perto ao vivo, é possível ver os detalhes estilísticos citados acima.

Mesclando elementos de outros produtos da Fiat, o Mobi tem cluster bem compacto com um velocímetro dotado de computador de bordo na parte interna, quando disponível.

Nos lados, pequenos mostradores incorporam conta-giros e nível de combustível. O conjunto frontal tem ainda difusores de ar circulares nas extremidades e verticais junto à parte central.

Nesta, dependendo da versão, pode vir um suporte para smartphone com fonte USB para carregamento, onde o aparelho móvel recebe um aplicativo chamado Fiat Live On, que o transforma em um dispositivo de mídia automotivo.

Integrado via Bluetooth, o dispositivo operar apps como Google Maps, Spotify e EcoDrive através da tela do aparelho ou mesmo pelo volante. Outra opção é o rádio Connect, também com Bluetooth e USB, integrado totalmente ao painel.

O ar condicionado fica mais abaixo e é manual, enquanto o volante é bem grande e pode ter comandos de computador de bordo, mídia e telefonia, além de paddle shifts na versão GSR. Tem acabamento em preto brilhante.

A alavanca de câmbio tem pomo quadrado e boa posição, enquanto o porta-luvas tem volume adequado. Na versão GSR, as mudanças são feitas por meio de botões, incluindo um para operação manual e outro para Sport.

As demais posições são D (Drive), R (Ré) e N (Neutro). O freio de estacionamento é manual e os bancos possuem acabamento em tecido com padronagem de acordo com a versão. Os dianteiros têm apoio de cabeça inteiriço.

O banco do motorista pode ter ajuste em altura, assim como os cintos de segurança. Vidros elétricos só existem nas portas dianteiras, que ainda agregam os ajustes dos espelhos externos nas colunas A ou elétricos no apoio de braço.

Atrás, os vidros são manuais, mas o Mobi 2018 pode dispor de travamento central elétrico. Os cintos de segurança de 3 pontos eram apenas para os passageiros externos, pois o quinto era apenas subabdominal.

O banco traseiro tinha apenas dois apoios de cabeça e podia ser bipartido, ampliando o diminuto porta-malas de apenas 215 litros. Este podia ser aberto por dentro, assim como o bocal do tanque. Há uma cordinha no bagageiro caso este falhe.

Já o acesso ao bagageiro é fácil pela tampa de vidro, que é bem leve. Dentro, apesar do pouco espaço, ainda cabe um estepe de uso temporário. O Cargo Box é uma caixa opcional que separa os itens no espaço e vem com tampa.

Mobi 2018 – versões

Mobi 2018: versões, preços, conteúdo, motores, cores, etc

  • Fiat Mobi Easy
  • Fiat Mobi Like
  • Fiat Mobi Way
  • Fiat Mobi Drive
  • Fiat Mobi Drive GSR

Equipamentos

Fiat Mobi Easy – Motor Fire Evo 1.0 e câmbio manual de cinco marchas, cluster com display de 3,5 polegadas, brake light, luzes de emergência em frenagem, rodas de aço aro 13 polegadas, pneus 165/60 R13, para-choques na cor do carro, bancos em tecido, entre outros.

Opcionais: 

Ar quente

Kit Funcional – vidros elétricos dianteiros, travas elétricas nas portas, desembaçador, pré-disposição para rádio e limpador e lavador do vidro traseiro.

Fiat Mobi Like – Itens acima, mais ar-condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, vidros elétricos dianteiros, trava elétrica nas portas, volante com regulagem de altura, maçanetas e retrovisores na cor do veículo, entre outros.

Opcionais:

Kit Connect – rádio Connect com Bluetooth, volante multifuncional, desembaçador do vidro traseiro e limpador e lavador vidro traseiro.

Kit Live On – itens do Connect, mais sistema Fiat Live On e display em TFT.

Fiat Mobi Way – Itens do Like, mais para-choques exclusivos, barras no teto, retrovisores pretos, suspensão elevada e protetores externos, entre outros.

Opcionais:

Kit Connect – rádio Connect com Bluetooth, volante multifuncional, desembaçador do vidro traseiro e limpador e lavador vidro traseiro.

Kit Live On – itens do Connect, mais sistema Fiat Live On e display em TFT.

Fiat Mobi Drive – Motor Firefly 1.0 e câmbio manual de cinco marchas, itens do Like, mais grade dianteira preta, direção elétrica, acabamento diferenciado, entre outros.

Opcionais:

Kit Connect – rádio Connect com Bluetooth, volante multifuncional, desembaçador do vidro traseiro e limpador e lavador vidro traseiro.

Kit Live On – itens do Connect, mais sistema Fiat Live On e display em TFT.

Kit Tech – sensor de estacionamento traseiro, chave com telecomando, banco do motorista com regulagem de altura, abertura interna do porta-malas e tanque de combustível, faróis de neblina, bancos extra série, rodas de liga leve aro 14, alarme, retrovisor elétrico com Tilt Down, Cargo Box, cintos dianteiros com regulagem de altura e soleira personalizada nas portas dianteiras.

Fiat Mobi Drive GSR – Itens do Drive, mais câmbio automatizado por botão, volante com paddle shifts e modo Sport.

Kit Connect – rádio Connect com Bluetooth, volante multifuncional, desembaçador do vidro traseiro e limpador e lavador vidro traseiro.

Kit Live On – itens do Connect, mais sistema Fiat Live On e display em TFT.

Kit Tech – sensor de estacionamento traseiro, chave com telecomando, banco do motorista com regulagem de altura, abertura interna do porta-malas e tanque de combustível, faróis de neblina, bancos extra série, rodas de liga leve aro 14, alarme, retrovisor elétrico com Tilt Down, Cargo Box, cintos dianteiros com regulagem de altura e soleira personalizada nas portas dianteiras.

Preços

Mobi 2018: versões, preços, conteúdo, motores, cores, etc

  • Fiat Mobi Easy – R$ 33.700
  • Fiat Mobi Like – R$ 39.190
  • Fiat Mobi Way – R$ 40.650
  • Fiat Mobi Drive – R$ 40.650
  • Fiat Mobi Drive GSR – R$ 44.780

Mobi 2018 – motor

Para seu uso urbano, a Fiat selecionou dois motores para o Mobi 2018. Um deles é o antigo Fire de quatro cilindros, enquanto o novo é o Firefly de três cilindros, disponível na versão Drive.

O Fire é um motor bem antigo na Fiat, sendo usado na Itália desde os anos 80, mas que aqui substituiu um velho Fiasa apenas em 2001, tendo quatro cilindros com cabeçote de duas válvulas por cilindro e comando único.

Com taxa de compressão de 12,1:1, o 1.0 Fire possui 999 cm3 e emprega injeção multiponto com tecnologia flex, permitindo assim entregar 73 cavalos na gasolina e 75 cavalos no etanol, ambos a 6.250 rpm.

No torque, o velho motor da Fiat atinge sua força aos 3.850 rpm com 9,5 kgfm no derivado de petróleo e 9,9 kgfm no combustível vegetal. Trata-se de um motor que a marca italiana confia muito e que permanecerá ainda um bom tempo.

Para o Mobi Drive, a Fiat selecionou o mais moderno Firefly, que pertence à família GSE (Global Small Engine), construído em alumínio com comando de válvulas simples no cabeçote, mas acionado por corrente em vez de correia.

Com duas válvulas por cilindro, ele tem apenas seis para seus três cilindros, que possuem um volume de 999 cm3. Tendo taxa de compressão maior (13,2:1) que o Fire, o Firefly tem muito mais torque e em rotação mais baixa.

No Mobi 2018, o Firefly 1.0 tem injeção eletrônica sequencial flex e entrega 72 cavalos na gasolina e 77 cavalos no álcool, obtidos aos mesmos 6.250 rpm. Já o torque é de 10,4 kgfm na gasolina e 10,9 kgfm no etanol, ambos a 3.250 rpm.

A transmissão é manual de cinco marchas, mas apenas o Drive dispõe do automatizado GSR-Comfort como opção, tendo este um sistema para trocas automáticas e acionamento robotizado da embreagem.

Nessa tecnologia, evoluído do conhecido Dualogic, o GSR-Comfort dispõe das funções Creeping e Auto-up Shift Abort. A primeira, permite ao câmbio deixar o carro engatado e levemente acelerado, para move-lo como num automático.

Isso é bom para o anda-e-para do trânsito e pequenos aclives, além de ajudar em manobras de rua. Já o segundo aborta uma troca de marcha na redução, a fim de prover rotação mais alta para uma retomada, dando mais agilidade.

O modo Sport altera a programação do motor, fazendo-o responder mais rapidamente às trocas de marchas e realçando a proposta dessa função. A performance assim é superior ao modo Drive não só pelas trocas mais longas.

Desempenho

Mobi 2018: versões, preços, conteúdo, motores, cores, etc

O Mobi 2018 vai de 0 a 100 km/h e atinge velocidade final de:

  • Fiat Mobi 1.0 Fire – 13,8 segundos e 154 km/h
  • Fiat Mobi 1.0 Firefly – 12,0 segundos e 164 km/h
  • Fiat Mobi 1.0 Firefly GSR – 13,9 segundos e 164 km/h

Consumo

O consumo do Fiat Mobi 2018 é medido em cidade/estrada com etanol e gasolina:

  • Fiat Mobi 1.0 Fire – 8,4/9,2 km/l e 11,9/13,3 km/l
  • Fiat Mobi 1.0 Firefly – 9,6/11,3 km/l e 13,7/16,1 km/l
  • Fiat Mobi 1.0 Firefly GSR – 9,8/11,1 km/l e 14,0/15,9 km/l

Mobi 2018 – manutenção e revisões

Mobi 2018: versões, preços, conteúdo, motores, cores, etc

As revisões do Fiat Mobi 2018 são feitas a cada 10.000 km ou 12 meses, o que vier primeiro, tendo um custo bastante elevado com motor Fire e mais aceitável no Firefly. Os preços abaixo são atualizados em abril de 2020:

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 km60.000 kmTotal
1.0 Fire EvoR$ 232,00R$ 484,00R$ 808,00R$ 640,00R$ 528,00R$ 1.576,00R$ 4.268,00
1.0 FireflyR$ 252,00R$ 488,00R$ 440,00R$ 932,00R$ 452,00R$ 720,00R$ 3.284,00

Mobi 2018 – ficha técnica

Mobi 2018: versões, preços, conteúdo, motores, cores, etc

Como um subcompacto, o Mobi 2018 é um carro essencialmente urbano e para deslocamentos breves, dado seu limitado conforto.

Motor1.0 Fire Evo1.0 Firefly
Tipo
Número de cilindros4 em linha3 em linha
Cilindrada em cm3999999
Válvulas86
Taxa de compressão12,1:113,2:1
Injeção eletrônicaIndireta FlexIndireta Flex
Potência máxima73/75 cv a 6.250 rpm (gasolina/etanol)72/77 cv a 6.250 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo9,5/9,9 kgfm a 3.850 rpm (gasolina/etanol)10,4/10,9 kgfm a 3.250 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchasManual de 5 marchas ou automatizado de 5 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteira
Direção
TipoMecânica ou HidráulicaElétrica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPherson
TraseiraEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasAço, aro 13 ou 14 polegadasLiga leve, aro 14 polegadas
Pneus165/70 R13 ou 175/65 R14175/65 R14
Dimensões
Comprimento (mm)3.5663.566
Largura (mm)1.6331.633
Altura (mm)1.5021.502
Entre eixos (mm)2.3052.305
Capacidades
Porta-malas (L)215215
Tanque de combustível (L)4747
Carga (Kg)400400
Peso em ordem de marcha (Kg)933945
Coeficiente aerodinâmico (cx)NDND

Mobi 2018 – fotos

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email