Finanças Governamental/Legal Montadoras/Fábricas

Montadoras terão de gastar R$ 5 bilhões ao ano com pesquisa a partir de 2022

bmw-fábrica-serie-1

Mais informações sobre o Rota 2030 estão surgindo. Agora, de acordo com o site Valor Econômico, o texto final do novo regime automotivo dá mais clareza sobre as regras no que se refere ao investimento anual de R$ 5 bilhões em pesquisa e desenvolvimento por parte das montadoras. Segundo o texto, os fabricantes agora serão obrigados a aplicar esse montante anualmente para poder ter acesso aos incentivos fiscais no valor de R$ 1,5 bilhão.


Este é o limite definido pelo governo federal, mas diante da situação financeira de algumas empresas, foi acordado que as montadoras não serão obrigadas a acumular o valor nos primeiros três anos. Assim, somente a partir de 2022, o setor terá de aplicar R$ 5 bilhões a cada ano para ter acesso a R$ 1,5 bilhão em créditos. Falando neles, o Rota 2030 prevê que os bônus sejam resgatados em até 15 anos, mas de acordo com a lei, tais benefícios fiscais só podem ser usados num período de até cinco anos. O montante representa 1,2% da receita operacional das montadoras instaladas no Brasil, mas o percentual deve ficar entre 0,7% e 0,9% a partir de 2019.

Nesse caso, haverá negociações a cada período de cinco anos para confirmar a extensão dos benefícios para o próximo quinquênio. O problema para as montadoras é que isso se dará nos próximos dois governos, com novos membros nas equipes técnicas de cada gestão, que poderão ou não concordar na extensão do prazo para abatimento dos créditos em IR e CSLL. Outro ponto é que o Rota 2030 não deve começar em 2018. Com a nova informação, fala-se que as regras começarão em janeiro de 2019.

vw-anchieta-mqb-3-1024x683


O motivo é que o governo não tem previsão orçamentária para que conceder os benefícios este ano. Para fazer isso, acrescentar um montante em incentivos fiscais para o setor automotivo para o período entre junho e dezembro, seria necessário enviar o pedido de acréscimo no orçamento para votação em plenário da câmara, pois só assim pode ser aprovado, mas no momento isso é considerado um esforço desnecessário e desgastante para o governo Temer.

Ainda existem muitos pontos no Rota 2030 que são desconhecidos ou apenas se sabe de detalhes por meio de fontes do governo, que falam em anonimato. Carros elétricos e híbridos, forma de cálculo de alíquota de IPI, meta de redução de emissão, estão entre alguns pontos em que se tem informações ainda não oficiais. Nos próximos dias, ainda outro ponto não esclarecido, o presidente Temer deve anunciar o programa.

As montadoras têm pressa nisso, mas não mais por conta dos benefícios fiscais que pleiteiam no momento. O motivo é que o tempo está passando e as matrizes querem definir os investimentos que as filiais brasileiras poderão faze-lo. Se demorar demais, elas cortarão as verbas, transferindo para operações em outros mercados.

[Fonte: Valor]

 

COMPARTILHAR:
  • Ecce homo

    Tem aquele caso lendário da fábrica da FCA .
    Foi dito no dia do lançamento que o governo estava entrando com 80% do investimento e o Marchionne com 20% .
    Além disso, o empréstimo do BNDES era com juros de 4% a.a. e prazo de 120 meses.

    Em resumo, essas montadoras com bons contatos políticos (Fiat, VW, etc) deitam e rolam. É uma farra, um baita cartel .

  • Ecce homo

    A melhor parte desse Rota 2030 é concretizar os impostos para as montadoras com base nas emissões .
    Certamente haverá um incentivo para motores modernos, profusão dos híbridos e uma melhora nessa questão energética, talvez finalmente favorecendo o uso do etanol para o Brasil fora de SP .

  • Luis Burro

    Pra q?Além de ñ desenvolverem nd utilizável vão repassar tdo pro consumidor bancar!

  • Luis Burro

    Até parece q a verba utilizada serve pra alguma coisa além do desperdício com propaganda!
    Até os erros de engenharia e recalls são difícil de reconhecer pra ñ ter q gastar.

  • Queria saber como é a tributação, regalias, créditos e caralh0 a 4 nos respectivos países de Origem de cada montadora.
    O governo brasileiro (Leia-se Políticos ladrões) inventam muita coisa para arrecadar mais.

  • Dante Alighieri

    “Se demorar demais, elas cortarão as verbas, transferindo para operações em outros mercados.” POR FAVOR FAÇAM ISSO.

    Já está cansativo ter que toda hora ouvir a choradeira das montadoras e do governo. A única parte que sempre sofre é o consumidor/pagador de impostos, de resto, todo mundo sai ganhando o seu.

    Se vale a pena produzir aqui, produz e já era, chega de benefícios, isenções, ajuda de custo. Se não vale a pena, que importem tudo da China se for o caso. O Brasil que decida se tornar competitivo reduzindo impostos (reduzindo e não dando benefícios pra algumas empresas/setores), diminuindo a burocracia e ampliando a infraestrutura.

    Chega de política econômica esquerdista, por favor!

    • LKenappe

      Nunca entendi eu ter que incentivar uma empresa a pesquisar pra ela gerar lucro pra ela mesmo. Esses 1,5 bilhão para cada montadora, investido em programas de renovação de frota chuto que seria uns 50% mais efetivo que essa “pesquisa”.

      • Ainnem Agon

        Isso é verdade. E o pior de tudo é que tais “pesquisas” só servem pra analisar os carros novos da matriz e baratea-los aqui (como Audi A3, Polo, etc…)

    • Ecce homo

      Reduzir impostos + ampliar a infraestrutura
      kkkk
      facinho..

  • No_Name

    Se em 2022 o dólar estiver R$ 5 (pois hoje já está próximo de R$ 4), cinco bilhões de reais não é nada para as fabricantes kkkkk, serão poucos milhões de dólares para cada uma…

  • Erivelton Freitas

    Por um lado, é bom saber que anualmente terão R$ 5 Bilhões gastos no que, teoricamente, seria em pesquisa e desenvolvimento. A gente lê isso e já pensa que o Brasil será a casa de inovações automotivas extraordinárias, só que não! Por outro, duvido muito que tragam ou desenvolvam algo realmente novo, muito possivelmente, só passarão a desenvolver aqui produtos que já haviam sido criados em outros países, e que chegarão para os nossos modelos tropicalizados, e só. Sendo desse modo, acho meio inútil esse tipo de situação.

  • Uau!

    Lembra daquele esquema?
    Onde vc roubou o seu Jão e me deu uma parte?
    Então… acredita que ele tá vindo aqui me oferecendo mais grana?

    Como o seu Jão é burro cara!

  • yurieu

    O quê acontece no Brasil? Não vão ter onde gastar todo este dinheiro, vão acabar pagando estagiário de universidade para passear na Alemanha e chamar de intercâmbio.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email