Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

A Montana 2008 chegou ao mercado com uma nova versão, a Conquest com motor 1.4 econo.flex, que assumiu o lugar da versão de acesso da picape leve da GM, que usava motor 1.8 e saíra de linha em 2007.


A mudança fez com que a GM elevasse ainda mais as vendas da Montana, que na versão 1.4, vendia em média 3,5 mil unidades por mês, sendo que mais de 3,1 mil eram com esse motor e o restante com o 1.8 da Sport.

Estilosa, era a picape mais bonita do Brasil à época e até virou referência, com a Peugeot seguindo seu estilo posteriormente com a Peugeot Hoggar e a Renault desistindo de uma picape do Logan, por não poder concorrer com ela.

Verdadeiramente as rivais eram Fiat Strada, Volkswagen Saveiro e Ford Courier. A Montana 2008 tinha motor 1.4 de até 105 cavalos na Conquest e 1.8 com até 114 cavalos na Sport, além de ser oferecida numa versão furgão, chamada Combo.

O modelo tinha transmissão manual de cinco marchas, visto que nenhuma picape da época dispunha ainda de transmissão automática, diferente da Chevy 500, que ofereceu o dispositivo nos anos 80.

Montana 2008 – detalhes

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

Na versão Conquest, o pacote era bem básico, com opção apenas de direção hidráulica e ar-condicionado. Vidros e travas eram manuais, assim como retrovisores. Também só havia rodas de aço aro 14 com calotas e caçamba sem capota.

Nem sistema de áudio e muito menos dispositivos de segurança, como airbag duplo ou ABS eram oferecidos. Ainda assim tinha faróis de neblina. Já a Sport vinha mais recheada e apresentava vidros elétricos, travas elétricas e retrovisores iguais.

Além disso, seu visual tinha para-choques na cor do carro, rodas de liga leve aro 15, capota marítima, sistema de som embutido com CD player e MP3, painel completo e até opção de airbag duplo e freios com ABS.

Leia também sobre a Montana 2010.

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

A Montana 2008 tinha uma caçamba grande com 1.143 litros e capacidade para 735 kg, suficientes para suas pretensões. Outro ponto é que usava eixo de torção na traseira, assim como a Saveiro, sendo um sistema menos robusto para picapes.

Na Strada, por exemplo, era feixe de molas semi-elípticas. Na frente, McPherson como era padrão. A picape da GM apresentava linhas fluidas e as portas eram dos Corsa e Corsa Sedan, visto que o hatch duas portas não foi vendido no Brasil.

Pequenas vigias nas laterais davam amplitude (falsa) à cabine, assim como os para-lamas traseiros abaulados por vincos pronunciados, mas com degraus que permitiam acesso à caçamba pelos lados e davam um charme a mais ao modelo.

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

Na Montana, a frente contava com faróis curvados e de lentes duplas, incorporando piscas e lanternas. O conjunto ótico tinha ainda máscara negra. Ao centro, grade retangular com filete cromado e logotipo da Chevrolet inspirado na Opel.

O para-choque envolvente tem grade inferior ampla e moldura superior em preto, que se conectava com as extremidades, onde ficavam os faróis de neblina. Havia ainda pequenas entradas de ar falsas para os freios.

Nas laterais, as saias de rodas eram marcadas com molduras na cor do carro, tendo ainda saias na base da carroceria na versão Sport, que também trazia o nome nas portas, assim como a Conquest. Retrovisores e maçanetas eram pintadas.

Com vinco pronunciado que nascia nas portas dianteiras, a Montana 2008 criava um ressalto envolvente no eixo traseiro, tendo ainda degraus laterais para acesso à caçamba. Na cabine, pequenas vigias nas colunas B.

No teto, rack com brake light e antena pronunciada, enquanto o vidro traseiro era corrediço e tinha desembaçador. Barras de proteção pretas também estavam presentes. A capota marítima era presa nos ganchos para carga na caçamba.

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

Atrás, as lanternas eram arredondadas e se conectavam ao para-choque com molduras pretas, que contornavam a tampa do compartimento de carga, este protegido por plástico reforçado. O para-choque tinha aplique cinza e placa.

Na tampa, maçaneta preta e ressalto inferior que harmonizava com o para-choque avolumado. Por dentro, a Montana 2008 tem interior mais simples na Conquest e mais bem acabado na Sport.

Esta trazia padronagem com textturas e cor vermelha para bancos e portas, tendo ainda como diferencial o cluster de fundo branco, com conta-giros, velocímetro, nível de combustível e temperatura da água.

Ao centro, um computador de bordo básico, herança da Opel, era posicionado acima do console central, com acabamento prateado e vinha com difusores de ar, além de sistema de som integrado com CD player, MP3 e auxiliar.

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

Os comandos do ar-condicionado ficavam abaixo. Já o volante, quanto com airbag, tinha um visual mais sofisticado e trazia botões de buzina. O sistema de som vinha com dois alto-falantes e dois tweeters, nas colunas A.

Vidros e retrovisores externos com controles elétricos, com o travamento central também elétrico com chave dotada de telecomando. A alavanca de câmbio tinha pomo prateado e capa em napa, além de freio de estacionamento manual.

Os cintos de segurança eram de três pontos com pré-tensionadores e regulagem de altura. Atrás dos bancos, com encostos reclináveis, havia um espaço para pequenos objetos.

Montana 2008 – versões

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

  • Chevrolet Montana Conquest 1.4 Flex manual
  • Chevrolet Montana Sport 1.8 Flex manual

https://www.youtube.com/watch?v=HL4cNX7oubg

Equipamentos

Chevrolet Montana Conquest 1.4 Flex manual – Motor 1.4 e câmbio manual de cinco marchas, mais para-choques pretos, faróis de neblina, retrovisores e maçanetas pretos, rack de teto, antena, degraus nas laterais da caçamba, rodas de aço aro 14 polegadas, pneus 175/70 R14, calotas integrais, inscrição Conquest, saias de rodas com molduras pretas, capota marítima, brake light, faróis duplos, vidros verdes, para-brisa degradê, desembaçador traseiro, volante espumado, conta-giros, preparação para som com dois alto-falantes, bancos em tecido personalizado, banco do motorista com ajuste em altura, vidros manuais, travas manuais, retrovisores externos com controle interno, retrovisor interno dia e noite, ventilador, ar quente, fonte 12V, porta-copos, porta-objetos, luz interna, para-sol com espelho no lado do passageiro, cintos de segurança de 3 pontos, bancos reclináveis, portas com revestimento em tecido, ganchos para amarração de carga, caçamba com proteção plástica, tampa do compartimento de carga com fechadura independente, luz da caçamba, entre outros.

Opcionais: ar-condicionado e direção hidráulica.

Chevrolet Montana Sport 1.8 Flex manual – Itens acima, mais para-choques na cor do carro, maçanetas e retrovisores na cor do carro, saias laterais, rodas de liga leve aro 15 polegadas, pneus 185/60 R15, capota marítima, vidro traseiro corrediço, alarme, vidros elétricos, travamento central elétrico, retrovisores externos com controle elétrico, bancos com padronagem diferenciada, banco do motorista com ajuste em altura, coluna de direção com ajuste em altura, sistema de som Positron com CD/MP3 e auxiliar, cluster personalizado, tecido das portas padronizado, computador de bordo, entre outros.

Opcionais: freios com ABS e EDB, mais airbag duplo com cintos de segurança pré-tensionados.

Preços

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

  • Chevrolet Montana Conquest 1.4 Flex manual – R$ 29.755
  • Chevrolet Montana Sport 1.8 Flex manual – R$ 38.787

Montana 2008 – motor

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

A Montana 2008 era equipada com dois motores da Família I da General Motors, que surgiu em 1982 com a Família II, que chegou até nós através do Chevrolet Monza em tamanhos 1.6 e 1.8, mais tarde passando para 2.0, 2.2 e 2.4 litros.

Essa gama de motores apareceu como uma opção de tamanho menor para caber um dos modelos pequenos da Opel, como o Corsa da primeira geração ou Corsa A.

Como no Brasil a GM tinha o Chevette, uma geração mais antiga do Kadett, o Corsa A não veio. Somente em 1994, quando o modelo se tornou um produto global da montadora, é que ele trouxe o Família I.

Tendo as mesmas características técnicas do Família II, o irmão menor tem bloco de ferro fundido, cabeçote de alumínio e comando único roletado, sendo este o 1.4 Econo.Flex. Ele tem duas válvulas por cilindro e bom torque em baixa.

Na história do Família I, existiram 1.0 16V e 1.6 16V nos anos 90, que equiparam a linha Corsa, inclusive sua versão perua. Estes entregaram 70 e 106 cavalos, respectivamente. Mas, na época, não existia um 1.4 litro.

Isto só se deu bem depois da chegada do Celta, entregando então 85 cavalos. A GM fez melhoramentos contínuos no propulsor, que passou a ser chamado VHC e VHC-E, ganhando então a designação econo.flex, adicionando performance.

Comando roletado, coletor de admissão de plástico e com variação, injeção multiponto recalibrada e velas com bobinas individuais, entre outros. Tendo 1.389 cm³, o 1.4 econo.flex tinha 12,4:1 de taxa de compressão.

Dessa forma, ele entregava 99 cavalos com gasolina e 105 cavalos no etanol, ambos a 6.000 rpm. Já os torques eram de 13,2 kgfm no primeiro e 13,4 kgfm no segundo, ambos a 2.800 rpm.

Como era um motor 1.4 8V, tinha bom torque em baixa. Já a Montana 2008 em sua versão Sport, o propulsor era o GM Família I 1.8 8V. Muito semelhante em aspecto ao irmão menor, este surgiu de uma variante europeia.

Aquele era um 1.8 16V menor, mas que tinha os mesmos 1.796 cm³ do Família II, apesar da proposta. Trata-se de um motor que aqui teve o cabeçote trocado pelo de oito válvulas e comando simples.

Tal como o econo.flex, o 1.8 FlexPower tem correia dentada e bom torque em baixa, mesmo com taxa de compressão de 9,6:1. Com componentes semelhantes aos do 1.4, esse último estava em sua segunda versão por aqui.

Ele entregava 112 cavalos no derivado de petróleo e 114 cavalos no combustível vegetal, ambos a 5.600 rpm. Os torques eram de 16,4 kgfm no primeiro e 17,7 kgfm no segundo, ambos a 2.800 rpm.

Assim como o 1.4, o 1.8 também com transmissão manual de cinco marchas F15-5 com close ratio e trava de ré, tendo engates macios, precisos e rápidos. A Montana 2008 nunca teve transmissão automática.

Desempenho

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

  • Chevrolet Montana 1.4 Flex manual – 12,3 segundos e 175 km/h
  • Chevrolet Montana 1.8 Flex manual – 11,0 segundos e 181 km/h

Consumo

  • Chevrolet Montana 1.4 Flex manual – 6,5/7,8 km/l e 9,6/11,1 km/l
  • Chevrolet Montana 1.8 Flex manual – 7,0/10,0 km/l e 9,2/14,0 km/l

Montana 2008 – manutenção e revisão

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

A rede Chevrolet tem revisões para a Montana 2008 com intervalos a cada 10.000 km ou 12 meses, o que ocorrer primeiro. Para a picape leve da General Motors, o serviço consistia em inspeção de freios, direção e suspensão.

Também era incluído motor e transmissão, bem como sistemas eletrônicos. Além disso, as trocas ocorriam para óleo do motor, filtro de óleo, bujão do cárter, fluido de freio, velas, filtro de ar, filtro de combustível e filtro de ar-condicionado.

A direção hidráulica com seu fluido também podia ser feito, assim como líquido de refrigeração e outros componentes comuns do serviço, como palhetas do limpador. Havia ainda serviços como alinhamento e balanceamento, fora cambagem.

Também tinha troca de itens de desgaste natural à parte, como pastilhas de freio, lonas de freio, discos de freio, pivôs de direção, buchas de balanças, coxins de motor e câmbio, buchas de barra estabilizadora, pneus, batentes das torres, etc.

Amortecedores, molas, rodas, rodízio de pneus, entre outros. Na rede Chevrolet, há também funilaria, pintura, lavagem geral, limpeza interna, limpeza do ar-condicionado, tratamento de couro, instalação de acessórios, recall, entre outros.

Montana 2008 – ficha técnica

Montana 2008: motor, consumo, preços, ficha técnica, versões

A Chevrolet Montana 2008 ainda fazia parte da evolução da marca americana no Brasil sob influência direta da alemã Adam Opel AG, que hoje é a Opel Automobili GmbH sob a Stellantis. A plataforma era conhecida como GM4300.

Ela é a terceira geração do Corsa ou Corsa C, sendo ela um derivado direto do modelo alemão, mas de desenvolvimento brasileiro. A Montana sucedeu a antiga Corsa Pickup, que era a segunda geração sobre a base GM4200.

Era um projeto moderno e contemplava airbag duplo e freios ABS, assim como tecnologias mais modernas, como um computador de bordo da Opel e carroceria mais aerodinâmica, assim como chassi-suspensão mais equilibrados.

Com 4,43 m de comprimento, 1,71 m de largura e 2,71 m de entre-eixos, a Montana 2008 tinha montagem moderna e capacidade de carga de 735 kg, além de caçamba com 1.143 litros.

Ela foi sucedida pela geração seguinte, que usava a base GM4200 anterior e com carroceria derivada do Agile, sendo ambos herdeiros de Celta e Prisma (de primeira geração). Mais simples, a picape seguinte durou dez anos sem mudanças.

A Montana seguinte gerou até crise interna na GM com o pedido de demissão de Denise Johnson, que teria se recusado a lançar a segunda geração do modelo. Agora, a GM anuncia a terceira geração, mas como uma picape média monobloco.

Motor1.41.8
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm313891796
Válvulas88
Taxa de compressão12,4:110,5:1
Injeção eletrônicaIndiretaIndireta
Potência máxima99/105 cv a 6.000 rpm (gasolina/etanol)112/114 cv a 5.600 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo13,2/13,4 kgfm a 2.800 rpm (gasolina/etanol)16,4/17,7 kgfm a 2.800 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchasManual de 5 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteira
Direção
TipoHidráulicaHidráulica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPherson
TraseiraEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasLiga leve aro 16 polegadasLiga leve aro 16 polegadas
Pneus175/70 R14185/60 R15
Dimensões
Comprimento (mm)4.4434.443
Largura (mm)1.7101.710
Altura (mm)1.4561.456
Entre eixos (mm)2.7142.714
Capacidades
Caçamba (L)1.1431.143
Tanque de combustível (L)5252
Carga (Kg)735730
Peso em ordem de marcha (Kg)1.1201.116
Coeficiente aerodinâmico (cx)NDND

Montana 2008 – fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.