Matérias NA Motos

Moto mais rápida do mundo: veja qual é

A moto mais rápida do mundo não só é a mais veloz, como também é a mais cara, estamos falando da Dodge Tomahawk.

Com design completamente fora do comum, esse modelo ganhou destaque a partir de 2003 quando a Chrysler a apresentou ao mundo.


Moto mais rápida do mundo: veja qual é

Não era o objetivo da montadora norte americana comercializar a Tomahawk, porém, ela chamou tanto a atenção de apaixonados por duas rodas e da imprensa que a Chrysler acabou decidindo por produzi-la em série, mas em quantidade super limitada.

Ela é equipada com o enorme motor do Dodge Viper: V10 de 8.3 litros SRT10.


Com ele, a super motor pode fazer de 0 a 100 km/h em apenas 2,5 segundos e a velocidade máxima é de incríveis 680 km/h. É importante ressaltar que, devido à questões de segurança, a Dodge resolveu reduzir essa velocidade.

A quantidade de cavalos chega a impressionar também, são 512! A distribuição de peso contribui para que ela possa obter resultados interessantes em altas velocidades. A montadora resolveu dividir 51% na parte dianteira e 49% na traseira.

Moto mais rápida do mundo: veja qual é

A robustez também está nos pneus, são quatro, que para alguns pode fazer com que a Dodge Tomahawk seja considerada um carro e não uma moto.

Segundo a montadora, para que a Tomahawk pudesse atingir 100 km/h em menos de 3 segundos, a acelerasse a velocidades a partir de 470 km/h, seria necessário os quatro pneus.

O preço é extremamente alto, e por isso até 2007 apenas 9 unidades foram comercializadas.

O preço deste brinquedo na época: US$ 550 mil, mais de 2 milhões de reais. Atualmente seu valor de mercado gira em torno de 700.000 reais e não há registros de unidades da Dodge Tomahawk no Brasil.

Moto mais rápida do mundo: veja qual é

O projeto chegou a ser até miniatura da marca de carrinhos Hot Wheels.

Segundo os projetistas da Chrysler, a Dodge Tomahawk é o resultado de criatividade sem limites. Convenhamos que eles têm razão.

Outra curiosidade é que a moto é semelhante à utilizada pelo Batman (batmóvel) na última trilogia Cavaleiro das Trevas.

Outras motos mais velozes do mundo

É claro que Dodge Tomahawk não é uma moto comum e comercializada em qualquer lugar, por isso, apresentamo-lhes agora outras motocicletas mais potentes do mundo, sendo estas as “mais acessíveis”.

Falaremos a seguir de algumas das maravilhas do motociclismo mundial: Suzuki Hayabusa e MTT Turbine.

A Suzuki Hayabusa GSX-1300R é, com certeza, uma das mais famosas do mundo, até mesmo pela sua potência. O principal objetivo da GSX-1300R era ser a mais rápida do mundo, entregando ao seu proprietário uma motorização super potente e aerodinâmica bem trabalhada.

Moto mais rápida do mundo: veja qual é

A primeira versão da Hayabusa GSX-1300R tinha capacidade para alcançar 318 km/h com 194 cv de potência máxima. Com o passar dos anos a Suzuki foi aperfeiçoando, evoluindo e, consequentemente, ganhando melhorias com mais cilindrada, potências e ajustes. Conheça a histórias e todos os detalhes da lendária superesportiva: Hayabusa.

Um brinquedo de gente grande, assim é a MTT Turbine Superbike Y2K que também é conhecida como SUPERBIKE ou Y2K Turbine Superbike.

Ela ganha o título de segunda moto com tração e motor de turbina do planeta. A empresa Ted McIntyre da Marine Turbine Technologies Inc. é a responsável pela criação desta máquina.

Moto mais rápida do mundo: veja qual é

É claro que ela não veio para brincadeira, graças a motorização de turbina Rolls-Royce 250-C20, a MTT Turbine Superbike Y2K conquistou um Guinness World Records, o livro dos recordes, de moto mais potente do mundo.

Segundo a organização do Guinness, essa é a moto “mais poderosa” e “A moto mais cara em produção.”

Falando em velocidade, ela produz 320 cv de potência, proporcionando alcançar 365 km/h.

A Y2K chama atenção não só pela velocidade, mas por outras inovações e sofisticação que faz o seu dono admirá-la ainda mais, entre os seus equipamentos estão: assento para o passageiro (opcional), inteligência para detectar radares, câmera com tela LCD e muito mais.

Lançada em 2000, para ter uma Turbine Superbike Y2K é preciso desembolsar 150 mil dólares, cerca de 335 mil reais (sem impostos). Aqui, a venda também é limitada em cinco unidades por ano, apenas.

A Kawasaki também não quer perder uma fatia de bolo. A montadora japonesa apresentou a Ninja H2R no Salão Duas Rodas 2015, em São Paulo, sendo a moto mais cara do Brasil, na época R$ 350 mil.

Moto mais rápida do mundo: veja qual é

Com potência superior a de carros esportivos como Porsche Boxter e Mercedes-Benz SLK 250 Turbo, a Kawasaki Ninja H2R entrega motor com supercharger e incríveis 326 cavalos, atingindo a velocidade máxima de 357 km/h.

As vendas são hiper limitadas, em apenas uma unidade por país, ou seja, só tem uma Ninja H2R no Brasil.

O Notícias Automotivas não encontrou a disponibilidade da moto no site da Kawasaki Brasil. Uma notícia triste para os interessados é que a H2R não está homologada para andar nas ruas brasileiras.

Sempre com propostas diferenciadas ainda mais por ter uma fábrica pequena, o que faz da marca ser mais preocupada em questões técnicas e pessoais, a italiana MV Agusta, apresentou em 2007 a F4 R312, sendo considerada a moto mais rápida do mundo em série.

O 312 ganhou destaque pela velocidade máxima, que é de 312 km/h.

Moto mais rápida do mundo: veja qual é

Não podemos esquecer da lendária Ducati, pertencente ao grupo Volkswagen desde 2012 quando a Audi adquiriu a montadora de motos. A Ducati 1199 Panigale R foi lançada em 2013 e chegando no Brasil custando R$ 114.900.

A 1199 Panigale R chegou com uma proposta totalmente diferenciada porque foi criada com a ajuda de feedbacks dos engenheiros italianos e de clientes com o objetivo de realmente criar um produto diferenciado.

A superesportiva é equipada com motor de 195 cavalos a 10.750 rpm. Com ela em pista, já conseguiram passar dos 210 km/h. O modelo ainda oferece freios ABS, controle de tração, ride-by-wire, dentre outros itens eletrônicos.

BMW S1000RR com 193 cavalos, MV Agusta F4 1000 RR de 183 cv, Kawasaki Ninja ZX-11/ZZ-R1100, Ducati 1098s e Honda CBR1100XX Blackbird são algumas das outras motos mais potentes do mundo.

Moto mais rápida do mundo: veja qual é

Mais caras

Entre as mais caras, em primeiro lugar, como mencionamos anteriormente permanece a Dodge Tomahawk, Ducati 1299 Superleggera, por R$ 550.000, Kawasaki Ninja H2R, por R$ 350.000, Yamaha YZF-R1M, por R$ 169.000, Kawasaki Ninja H2 Carbon, custando R$ 164.000, Ducati 1199 Panigale R, saindo por R$ 159.900 e BMW K 1600 GTL Exclusive, por R$ 154.400.

Atualmente a Ducati 1299 Superleggera assume o posto de moto mais cara à venda no Brasil.

Apresentada no Salão de Milão 2016, por aqui é comercializada por R$ 550 mil. Com apenas 167 kg, é toda trabalhada em fibra de carbono. O motor é de 215 cavalos de potência.

Moto mais rápida do mundo: veja qual é
Nota média 4 de 4 votos

Darlan Helder

Darlan Helder

Darlan Helder, natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011. Além disso, atua com produção de conteúdo para plataformas digitais em agências de comunicação.

  • Jackson

    Hayabusa, se não me engano, são 1340cc e não 1200 como na reportagem.

    • Eng Turbo

      Era 1.299 e depois passou para 1.340

  • catucadão

    a moto da foto de capa é meio grande sabe… kkk

  • Maycon Farias

    Assustadoramente incríveis!

  • Fanjos

    Lembro quando fizeram essa moto com motor de Viper, o negocio era ogro demais, se tivesse umas luzes laterais seria a moto do Tron

  • Zé Mundico

    Apenas corrigindo lá no início: APRESENTOU-A em vez de “apresentou ela”.

  • Luis Burro

    680 era velocidade estimada?Algm conseguiu chegar à ela?
    O problema dela é q ela serve mais pra arrancada,ñ parece q seja tão facil de virar e tbm frear,q tipo de freio é este?

    • Eng Turbo

      Essa velocidade sempre foi estimada, um piloto profissional não conseguiu chegar aos 300 km/h, em ambiente controlado!! Disse que a sensação de instabilidade era muito grande e abortou o teste.

      Ja a MTT Turbine Superbike Y2K tem um caso de um americano, que levou uma multa proximo a 400 km/h, colocou em uma moldura e ficou famoso, no inicio dos anos 2000

  • Eng Turbo

    Somente alguns adendos:
    A Kawa H2 é homologada para as ruas, já a H2R é destinada somente para as pistas fechadas. Porém as peças são intercambeaveis, por isso ja tem H2 com kit da H2R aqui no Brasil, circulando nas ruas, a qual é facilmente encontrada nos fds em Serra Negra.

    A Tomahawk ainda é considerada uma moto “conceito”, existem rarissimas unidades feitas sob encomenda, porém não passa disso.
    Ja a MTT Turbine Superbike Y2K, por incrível que parece, é uma moto “normalmente” comercializada, podendo ser adquirida com uma certa facilidade e MUITO dinheiro.

    A Hayabusa tem um desbloqueador eletrônico, conhecido como X-TRE que libera toda a potencia, simulando a 4º marcha, o que elimina o limitador de velocidade, eleva o corte de giro e a faz chegar a inacreditáveis 340 km/h!!. De longe, o melhor custo beneficio.

  • Luis Burro

    O atual recorde é da hr q alcançou os 400 na turquia num viaduto ou ponte.Mas tbm é mais pra arrancada,ela ñ é tão boa em pista.
    Acho q as versões pra pista da BMW(hp4) e de algumas outras são as melhores.

    • Deadlock

      De fato, essa moto não é boa de pista, como vc vai fazer uma curva fechada com esse troço de 4 rodas? Isso aí só é feito para bater recordes em linha reta.

      • Dario José Castilho

        Ele está se referindo a Kawasaki HR2, não a Dodge Tomahawk.

  • Charles Gonçalves

    Entre todas prefiro a Mv Agusta ou Ducati

  • Alexandre Ule Ramos

    Pessoal, Porsche Boxster e não Boxter. E falar que a Panigale R “já conseguiu passar dos 210 km/h” deve ser algum erro de digitação. Ela passa facilmente de 300 km/h. Abraços

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email