Mercado Montadoras/Fábricas Tecnologia

Motor 1.0 Turbo retorna a partir de 2015

ford-ecoboost-1.0-700x427 Motor 1.0 Turbo retorna a partir de 2015

O motor 1.0 Turbo vai voltar ao cenário nacional após pouco mais de uma década de ausência. Três fabricantes deverão ser atendidos pelos fornecedores de turbinas, injetores, coletores e outros componentes que fazem parte do conjunto propulsor deste tipo.



Com o advento do motor turbo flex, a partir de 2015, Fiat, Ford e Volkswagen começarão a equipar alguns de seus carros com propulsores de três cilindros 1.0 com turbocompressor e injeção direta de combustível, segundo o site Automotive Business.

A Fiat está desenvolvendo um propulsor de três cilindros que poderá ter turbo. Os motores E.torQ, por exemplo, já nasceram com a opção de turbo, mas a ênfase inicial será no 1.0. Isso porque o IPI que incide sobre o veículo 1.0 é quase a metade daquele de um motor 1.6 ou 1.8, por exemplo. O bloco será fabricado pela Teksid, divisão de fundição do grupo italiano.

opel-adam-10-turbo-2-700x470 Motor 1.0 Turbo retorna a partir de 2015

A Ford começará a ensaiar a chegada do 1.0 EcoBoost, provavelmente flex. O propulsor pode alcançar até 130 cv, substituindo assim o atual Sigma 1.6 Ti-VCT. Rumores dizem que o EcoSport poderá estrear o propulsor.

Por fim, a Volkswagen deverá lançar seu 1.0 TSI baseado no 1.0 EA211. Ele poderá entregar até 120 cv e a produção deverá começar já no segundo semestre de 2015. A ênfase não será sobrealimentar o up!, mas os modelos maiores e mais caros. Gol, Voyage, Saveiro, Fox e até mesmo o Novo Golf, poderão ser beneficiados.

As propostas de motor 1.0 Turbo deverão começar a surgir de fato em 2016, quando as montadoras serão obrigadas a divulgar seus resultados de economia, pois o prazo final é 2017. A tendência de uso de motor 1.0 turbinado deverá ser inicialmente os modelos mais caros, que poderão absorver o custo maior da tecnologia, embora em troca recolherão a menor alíquota de IPI.

honda-vtec-turbo-1-1-700x443 Motor 1.0 Turbo retorna a partir de 2015

1.0 Turbo de 140 cv

Outros fabricantes também dispõe de motores ou propostas para 1.0 Turbo. Um deles é a Honda. A marca nipônica está desenvolvendo uma família de motores turbinados, sendo um 1.0 de 140 cv, um 1.5 com 200 cv e um poderoso 2.0 de 300 cv, este último reservado para o Civic Type R. O 1.0 terá 15% mais potência e será 20% mais eficiente que o 1.5 i-VTEC atual. Ele vai trabalhar com câmbio de dupla embreagem com 8 marchas.

A PSA possui o Pure Tech 1.2 e o 1.2 THP, ambos de três cilindros, mas uma adaptação do segundo para 1.0, poderá beneficiar os produtos da Peugeot-Citroën. A Chery também quer apostar em motor 1.0 Turbo, assim como a Hyundai-Kia já mostrou um 1.0 T-GDi na Coréia do Sul.

A Renault-Nissan dispõe do 0.9 TCe na Europa, mas um desenvolvimento local poderia criar um 1.0 TCe para os dois fabricantes. A GM não fala nada, mas lá fora a Opel já usa um Ecotec 1.0 Turbo de 115 cv, que bem poderia ser usado aqui no lugar dos vetustos 1.4 e 1.8.

[Fonte: Automotive Business]

COMPARTILHAR:
  • André M

    O motor vai ser 1.0, mas com certeza o preço vai continuar de carro médio.

    • Marcos Vinicius Bittencourt

      Mas é lógico!
      Se você fez uma leitura atenta, percebeu que esses motores apenas irão substituir os 1.5 e 1.6, sendo que serão mais potentes e mais econômicos.
      Carro médio = preço de carro médio.

      • André M

        O meu questionamento é que o imposto que incide sobre esse motor é a METADE do que incide sobre o 1.6. O justo seria esse desconto ser repassado ao consumidor, mas obviamente a montadora vai embolsar mais esse lucro. Se duvidar vai cobrar mais caro até que o 1.6. E não acho que o custo de produzir um motor 1.0 turbo seja tão maior que produzir um 1.6.

        • Zergling

          Claro que produzir un motor turbo sai mais caro que um aspirado, caso contrário não teria motivo nenhum para termos carros aspirados.

          • Edson Fernandes

            Eu já tenho uma opinião diferente. Eu já acho que as montadoras não ofertam no mercado ainda os motores turbo pela pouca demanda de peças e pela possibilidade de alto indice de problemas.

            • Daniel

              É só lembrar do famoso 1.0 Turbo 16V da VW… na pratica, o 1.6 8v fazia a mesma coisa… só foi vantagem pra VW manter o 1.0 em linha enquanto a diferença de imposto era grande… depois que a diferença de imposto diminuiu, morreram o 1.0T e o 1.0SC da Ford, mais caros de produzir que os simples 1.6 8v.

              Alias, o que não tem diferença de custo de produção é de um 1.0 pra um 1.4, 1.6 ou 1.8 usando o mesmo bloco, só muda tamanho de peças

            • ObservadorCWB

              É por aí mesmo. Nestes casos citados as montadoras estão de olho no lucro maior. O preço de fabricação do produto cai, mas o preço final ao consumidor fica igual…ops….aumenta.

            • Sidnei Wenzel

              Não , Edson, antes não era ofertado porque não havia turbo flex, este desenvolvimento é atual.

              • Edson Fernandes

                Sidnei
                Ele não era ofertado antes pq o custo era alto. Devido aos testes e desenvolvimento desses motores a carros mais caros,foi possível criar uma zona de conforto no que se tratamos de custos e por ter uma fábrica de motores que receber a os turbos no Brasil.

                Por conta disso sabemos que irá acontecer. Mas parte disso vem de motoresponder que precisam de um maior cuidado poisdevdo ao mal cuidado, estar sujeito a problemas as sérios de desgaste.

      • fellipealo

        Se o cambio for tão bom quanto o DSG do Golf que consegue reduzir a rotação ao nível de um carro 1.8 CVV. Então com certeza 1.0 turbo será uma boa pedida.

        Meu sonho era que os 1.0 e 1.4 fossem todos turbo. Sonho meu.

        • Edson Fernandes

          Orra… seria meu sonho tbm. Se meu C3 fosse 1.4 turbo (na minha opinião se fosse o 1.2 THP…. com cambio automatico já me sentiria satisfeito) seria minha realização.

    • Rodrigo Pasini

      O preço vai aumentar, afinal as montadoras não vão simplesmente embarcar mais tecnologia se for para cobrar o mesmo.

    • Roger Rosato

      Ao menos o consumo será menor

      • João Cagnoni

        Vamos esperar pra ver. O Fiesta supercharger tinha consumo de V6. Eu sei que não é exatamente um turbo, mas sua promessa era o menor consumo, que não passou de uma mentira.

        • Roger Rosato

          Já temos motores turbo no mercado que apresentam consumos muito bons. O Golf 1.4 TSi tem consumo digno de 1.0. Com o BMW 320i é o mesmo caso.

          • Igor Serra

            Axo q depende mt mais do pé do cidadão… Não tem lógica ser mais economico soh por ter o turbo… se entra mais ar, tem q ter mais gas tb. Agora se um carro eh mais potente, as relaçoes sao mais longas e se pisa menos… ai sim diminui o consumo.

            • Roger Rosato

              Não é o turbo que faz o motor ser mais econômico, mas sim o tamanho reduzido do motor. Motores menores têm menor deslocamento, menor fricção e menor peso. Tudo isso contribui para uma eficiência superior, mesmo contanto com potência igual a de um motor maior.
              Em motores turbo a injeção de combustível é direta, a queima é mais eficiente e o monitoramento eletrônico mais preciso permite uma curva de torque que priorize as baixas rotações.
              Tudo isso que disse colabora para o melhor consumo e desempenho igual/superior a motores aspirados maiores.

    • RFGV

      Sim, pois não é um 1.0 aspirado de Celta e outras carroças, são motores 1.0 com tecnologia em cima, com muito estudo e muita engenharia para fazer esse downsizing dar certo. Os cara fazem um motor menor, mais potente que os 1.6/1.8, gastando menos, com mais torque e mais potencia…Obvio que vai ser um motor mais caro.

    • Andrex2501

      Esse motor 1.0T no Golf seria ótima opção, pois além de ter as mesmas especificações de torque e potência, reduziria drasticamente o consumo do atual APzão 2.0

  • Tosca16

    Quero ver o QQ, sendo um carro barato e com este tipo de motorização no que irá dá … espero que venham, mas vamos ver se teremos preços condizentes aos modelos .

    • fftllaser

      Hoje temos carros menos pelados e um pouco mais seguros por conta dos carros chineses aqui no Brasil. Ela vai ajudar na renovação dos motores no Brasil, mais ai só vamos trocar de motor quando o mundo inteiro estiver usando motores de hidrogênio (elétrico é pra bobo que acredita em conto de fadas)

    • 4lex5andro

      poderia ser pensado tambem nas montadoras a opçao de motores sobre-alimentados com compressores, como era o fiesta supercharger da ford ..

      tem montagem e custo menores que os similares turbo , e cairiam bem no segmento de hatches subcompactos ..

      • Thales Sobral

        O compressor “rouba” potência do motor. Quer dizer, ele precisa de energia pra girar, e essa energia vem do eixo do virabrequim. Por isso que não deu certo o 1.0 supercharger: Tinha força de 1.6, mas o consumo também era alto.

        • Diogo Vasconcelos da Silva

          Concerteza os motores turbo são mais eficientes do que os motores com compressor…mas não se engane o turbo também rouba potência do motor. Mas o a equação potencia fornecida/potencia rouba é sempre vantajosa

        • Edson Fernandes

          Tinha força de até 1.8 para a epoca que foi lançado, mas para isso, precisava atingir regimes médios de rotação…

          Antes disso era um 1.0 bem fraco. Se vc teve oportunidade de andar na Ecosport, vc iria ver o que é ter que andar em regimes onde o habitaculo só tinha ruido (porque o revestimento acustico era horrivel).

          Não era interessante rodar com o carro com essa motorização.

    • fejunk

      os chineses deviam buscar parceria com uma montadora de prestígio européia por exemplo, eu imagino se houvesse uma fusão de alguma montadora européia com um gigante da China, os primeiros entrando com todo know-all e eles entrando com dinheiro e a capacidade de reduzir custos que nenhuma outro país do mundo têm, o estado chines anda por cima anda botando dinheiro pesado para impulsionar o crescimento dessas suas montadoras nacionais, acho que seria algo ótimo para nós consumidores, abriria uma nova fronteira e acho que seria possível ver uma queda nos preços até mesmo aqui no Brasil, o que hoje parece inimáginavel. Os chinezes são fortes no mercado interno e alguns países emergentes da ásia, mas para avançar realmente em países onde a população não olha para produto made in china com bons olhos como o nosso caso seria preciso pegar emprestado o credibilidade de marcas de renome, cortar etapas, como fez a Lenovo no mercado de computadores,

  • Tiago Souza

    Sem contar o preço do seguro, nego vai achar que tem um carro esportivo na mão e não um carro mais eficiente…e as seguradoras vão empurrar ainda mais a faca nos segurados…

    • ViniciusVS

      Mãe Dináh, é você ?

    • João Cagnoni

      As seguradoras sabem que motor turbo não é mais sinônimo de correr. Fazem isso para se aproveitarem.

  • Leandro1978

    Qual modelo a Honda equiparia com o seu 1.0, o Fit? A GM se dizia satisfeita com o seu 1.0…

    • Gustavo73

      Com 140 cv, dependendo do torque em teoria os derivados do Fit – City e o Vezel. Mas na verdade em teoria até o Civic poderia receber. Esse papo de estar satisfeito é só para boi dormir. Será que agora algumas pessoas vão parar de implicar com os “motores de dentista”. Já que suas fabricantes preferidas também terão o seu. Chuto o próximo tabu sera os câmbios de dupla-embreagem.

    • Edson Fernandes

      Só espero que esse 1.0 turbo não seja como os motores giradores da Honda: Ele gira bem mas para ter força, tem que atingir altos regimes.

      Mas se ele em outros mercados é para substituir o 1.5… nada mais natural que fosse os carros citados pelo Gustavo.

    • João Cagnoni

      Se seguirem o raciocínio do Fit 1.5, prevejo 140cv @8000rpm e 20% da força em rotações normais

  • Leoncio

    Falando em 1.0 . E os corajosos que compraram a antiga EcoSport com motor 1.0 (turbocharger) Será que aquilo saia do lugar?

    • Marcio Santos

      Sim, saia do lugar, o problema era o consumo igual ao de 1.6, não havia vantagem, além disso não era um turbo tão eficiente quanto estes atuais que praticamente não tem turbo lag.
      O ecoboost 1.0 vem ganhando todo ano como melhor motor do ano na categoria, atualmente é o melhor 1.0 turbo.

      • Rafael Lisboa

        A EcoSport não usava turbocompressor (turbina acionada pelos gases de escape), mas sim um compressor mecânico acionado por correia. Este é menos eficiente pois usa parte da força do motor para comprimir o ar, enquanto uma turbina é acionada pelos gases já expelidos, porém funciona em toda faixa de rotação não tendo assim o lag de uma turbina.

        • Marcio Santos

          Verdade, era o turbocharger, mas realmente não era eficiente, ele andava um pouco menos do que o 1.6 e gastava mais, não fazia sentido.

          • Túlio Leal

            O nome era supercharger.

          • Rafael Lisboa

            Turbo vem de turbina, não havia turbina na Eco. O Túlio Leal te diz o nome.

      • Igor Serra

        Corria como 1.6, consumia como 1.6, custava como 1.6 e era mais caro de manter. Kd a vantagem? Por isso não de certo.

  • FocusMan

    Esse tipo de motor n é adequado para nosso pais…

    • Fernando Dantas

      Por quais motivos ?

      • Márcio Sousa Rocha

        Porque brasileiro tem que se f****
        Pode um negócio desse?

        • th!nk.t4nk

          Deve ser lá da turma dos que votaram pro Cruze não receber motor turbo. Brasileiro gosta é de motor ultrapassado, infelizmente.

          • Edson Fernandes

            Não, não… ele tem um Focus 2.0 da geração Atual.

    • Thales Sobral

      Como não? Veja que ele vai até beber caipirinha… Mais adaptado, impossível!

    • Wanderson Perin

      No passado, Uno Turbo e Tempra Turbo sofreram com a falta de preparo dos mecânicos, e também com a falta de cultura do Brasileiro de realizar as revisões e manutenções preventivas no tempo certo. Mas acredito que hoje em dia a mentalidade dos consumidores mudou um pouco pra melhor.

  • Fanjos

    Espero que com a popularização dos turbos as malditas seguradoras acabem com o raciocínio de que carro turbo = carro de playboy que vai dar pt no carro em 2 meses no máximo!
    É incrível como seguradora tem um pensamento pré histórico

    • Michel

      Mas aí não é birra com carros turbo, é birra com carros específicos que sào objetos de desejo de gente sem juízo nenhum.

      • Fanjos

        Que nada, hoje em dia até uma carro de família vem com motor turbo, como o 3008 por exemplo e tem um seguro caro mesmo assim, é turbo? Não importa se é uma mini van de mamãe, pq na cabeça deles é carro de boy

        • Verdade, vou falar com o corretor, mas na simulação de sites para seguro, um Pug 308 THP deu quase 5mil de seguro…

          • Fanjos

            Para seguradoras downsizing é alguma coisa de comer.

            • Difícil viu Fanjos. Quando comprei meu Polo em 2010, fechei com a HDI por parcos 3,8k. Outras nem quiseram cotar…

              Vou ter que pensar bem agora, pois no meu leque e opções x preço x equipamentos x desempenho, ficou um oásis com o 308THP.

            • DevXav

              De fato, comer o cu dos segurados.. :(

        • Túlio Leal

          Tenho um 3008 e nunca paguei nem 2000 mil de seguro.

          • Fanjos

            Mora em São Paulo?

            • Túlio Leal

              Brasilia. Talvez em sp fosse mais caro, mas o que posso informar eh que mesmo por aqui foi um bom preco, ou seja, nao acho que o THP tenha sido importante na composicao do preco.

          • Rubem

            minha mãe fugiu de um 3008 por um motivo:4 mil no seguro de um 3008, nisso na corretora que conseguiu esse precinho mais camarada e ela sendo mulher. Ela mora no Rio. Dependendo de onde vc more, é mais vantajoso ou não ter um carro de um determinado modelo.

        • Michel

          Olha, só pra dar um exemplo, o valor do seguro de um C30 2.0 (Duratec, 145cv) e de um T5 (2.5 5cil, 230cv, Turbo) é praticamente o mesmo.

        • Thales Sobral

          Ué, meu colega pagou pouco mais de 2000 no 3008 dele…

          • Fanjos

            Então já passa o contato desse corretor porque meu amigo paga quase 5k
            assim já passo para ele.

            • Thales Sobral

              Vou perguntar a ele. Mas seguro não é algo padronizado.. Então pode ser que não ajude.

    • Marcos Vinicius Bittencourt

      O pessoal tem falado que o seguro do Golf TSI tem ficado na média para o segmento. Provavelmente deve ocorrer o mesmo com o 308 thp.

      • Thales Sobral

        É por aí. 308 THP, no meu perfil, ficou 4000. O Golf TSi DSG ficou 3000… DS3 (Esse sim um esportivo), 1800. As vezes a coisa é meio doida.

    • james-Tiberius

      Pago 1900 pelo seguro de um 3008 pelo BB Seguros e 2100 pelo de um Fusion Ecoboost pela Azul seguros. É só procurar a melhor seguradora.

    • Preetinho

      não vejo como pensamento pré histórico. Vejo como uma oportunidade de tirar mais dinheiro do consumidor dando a desculpa do turbo!

    • Igor Serra

      Num eh birra n. Elas soh aproveitam pra ganhar mais msm.

    • Wanderson Perin

      Neste caso sim, mas veja o caso dos Camaros em que quase a metade comercializada no país já sofreram sinistros. Claro que estamos falando de carros diferentes. Creio que essa transição será algo natural, afinal serão motores para um outro mercado, familias, pessoas que usam pra trabalho etc…etc…

  • koenigseggccrturbo .

    e se a GM já usa a um tempo lá ,por que não veio para o Brasil….sempre a pior tecnologia ,estamos anos luz dos outros países….

    • th!nk.t4nk

      A GM é um caso à parte. Ninguém desdenha mais o nosso mercado do que eles. Deveríamos é dar o troco.

  • Marcelo Henrique

    A GMB até hoje não vendeu por aqui um carro a gasolina com sobrealimentação. Excesso de zelo ou falta de coragem?

    • Gustavo73

      Falta de investimento

    • fftllaser

      Porque depois dos anos 90 ela virou uma marca vagabunda, esse índio que preside a GMB deveria ser mandado de volta para seu país e voltar a dançar para a chuva.

  • Cléber_V

    Nessas horas até penso que nosso país pode melhorar…
    Mas, só acredito vendo!

    • fftllaser

      Que nada, com a adição do turbo só carros vão ficar mais caros. Vão sempre inventar coisas. Se muda para achar um local bom.

  • GPE

    Vai ser só um pouquinho tenso a VW fazer os consumidores comprarem um 1.0 turbo.

    • Lucas de Lucca

      Acho que não… Os 1.4 TSi estão aí pra provar isso. Fora que as pessoas de hoje são melhores informadas graças a internet… Acredito que a resistência será dos mais idosos mesmo.

      • GPE

        O público de um eventual Gol turbo que pode custar entre 34 a 36mil é bem diferente do comprador de Golf. Não se esqueça que boa parte das pessoas sequer sabem o que é freio ABS. Imagina botar na cabeça do povão que um motor turbo é econômico e confiável. Não adianta pensar que todo mundo é informado feito a gente que comenta aqui no site.

        • Lucas de Lucca

          Isso é verdade. Mas se compararmos a época do lançamento daquele primeiro 1.0 T da VW com hoje, apesar de ainda existir o preconceito e a falta de informação, as pessoas já estão começando a pensar diferente e procurando se informar melhor.

          • GPE

            Claro. São épocas bem distintas. Acho que teremos um esclarecimento e aceitação do turbo p grande público dentro de 1 ano e meio/ 2 anos. O Golf já ta ajudando bastante. O Brasil precisa de outros carros mais baratos q tenham tal tecnologia pra que várias pessoas conheçam na prática os benefícios

            • Edson Fernandes

              Na boa? Eu to pouco me lixando para esse povo.

              Se eu puder comprar um carro 1.0 turbo com cambio DSG ou automatico… é o que importa.

              A introdução tem que ser por quem conhece. Se depender d enosso mercado, ficariamos até hoje com carros carburados. E infelizmente é uma realidade.

            • Alessandro Lagoeiro

              Sabe qual a questão, GPE? Você não houve falar “Golf Turbo”. As marcas simplesmente não precisam colocar toda especificação do carro no adesivo atrás, algo como “2.0 16V DOHC 4C-Com-Bloco-De-Alumínio-E-Corrente-No-Lugar-Da-Correia”, como era naquela época. Hoje Punto, 308, Bravo e Golf em momento algum lembram na sua descrição que tem turbo. Isso pode ajudar a acabar com o preconceito.

              • GPE

                Não tinha pensando nesse ponto

    • Wagner Oliveira

      Acho que não vai ser tão difícil para o consumidor aceitar os 1.0 turbo. Mesmo no caso da VW com o fracasso do 1.0 turbo no gol e parati g3.
      Temos hoje no mercado uma boa quantidade de carros turbo 1.4, 1.6, 1.8 e 2.0 da VW, Peugeot, Renault, Citroen… e que no caso dos 1.4 e 1.6 são mais eficientes que os 2.0 sem o turbo compressor, tanto em potência como em consumo.

      • GPE

        Olha a resposta acima :)

      • Alessandro Lagoeiro

        Não se esqueça da Ford e Fiat!

  • Alexandre Maciel

    Custo da tecnologia? As montadoras, certamente, já a detém. Repassar custos de P&D para o consumidor nesta altura do campeonato é simplesmente ridículo.

    Cobrem pelo custo extra de peças do motor mas não venham com esse papo de custo de tecnologia.

    • Danillo

      Infelizmente essa é uma realidade porque as montadoras terão que adaptar para o cenário brasileiro… o Turbo Flex e as que não utilizam motores 1.0 (1.2 no caso da PSA) que o transformem.

  • DevXav

    Agora sim poderei pensar na possibilidade de pegar um carro 1.0..
    Turbo e cambio decente automático (potência razoável e economia).

    Sem turbo e sem opção automática, sem chance, carro fica manco, beberrão e horrível de se dirigir.

    • DiegueteCG

      Ecoboost + Powershift, Tsi + DSG (ou pelo menos um i-motion melhor), só vejo vantagem! Cada dia mais perto de um Fiesta 1.0T com powershift

  • jose oliveira

    Kkkkkkkkk
    motor 1.0turbo isso e piada , vai ser caro e beberrão!
    nosso governo insentiva as fabricas a fazer carros beberrões e assim quem ganha com isso?

    • Rafael Meyrelles

      an?

    • th!nk.t4nk

      Parabéns, você levou o troféu de comentário mais desatualizado :)

      • Alessandro Lagoeiro

        Mas vamos falar a verdade: Foi coerente com o português apresentado!

  • Antonio De Julio

    Esse site tá muito chique… ” no lugar dos vetustos 1.4 e 1.8″

    • Minerius Valioso

      Procurei até no dicionário. NA agora está aumentando o vocabulário dos leitores.

  • jpm

    E a Honda novamente supera o medíocre!

  • GUGASP

    Os motores 1.4 8v da GM brasileira são de dar vergonha. Coisa velha limitada.

    • Lucas de Lucca

      Os VW VHT, Ford Rocam, Fiat Fire… tudo projeto de dar vergonha de ainda ser vendido em pleno 2014.

      • GUGASP

        É verdade, se bem que o RoCam 1.6 não era tão ruim assim.

        • th!nk.t4nk

          Era beberrão para os padrões atuais. Felizmente a Ford teve vergonha na cara e o substituiu por uma unidade moderna. Resta os concorrentes fazerem o mesmo.

    • Wagner Oliveira

      Fiat também com aquele motor 1.4 que parece 1.2 e tem desempenho de 1.0 kkk

      • GUGASP

        Fiat não produz nada que preste aqui no Brasil.

        • Tosca16

          quando trouxe os bons motores que equipavam o Tempra o pessoal achou ruim e detonaram o carro, então se o brasileiro gosta dos lixo que fiquem com os lixo então; a FIAT é líder vendendo o que tem de pior, para quê mudar ?

          • GUGASP

            Bons motores que equipavam o Tempra? Que ano você nasceu? Porque eu nasci em 1978, dois tios meus tiveram Tempra (meu pai não gostou e continuava com o Santana GLS da época) e lhe digo, motor de Tempra e barulho de porta de Saveiro ninguém conseguia dar jeito!!!

            • th!nk.t4nk

              O povo não fazia manutenção, e quando tentava fazer, os mecânicos não sabiam mexer. Motor 16v, muita eletrônica, o carro era um mistério na época e a falta de conhecimento era absoluta. O motor em si não era ruim não, por incrível que pareça, e o carro era referência em desempenho e conforto.

              • Alessandro Lagoeiro

                Além de ser o mais rápido do Brasil, e sobrealimentado.

      • Bruno Tenório Souza

        E consumo de 1.6

  • Guilherme Rezende

    Acho que esse negócio de 1.0 turbo não vai dar certo aqui,porque o brasileiro tem uma mente muito ultrapassada que acha que apenas carro 2.0 é que preferem,preferem 2.0 com 120cv do que 1.4 com 140cv.

  • Demori

    Só espero que esses motores 1.0 turbo venham pro br….

  • Minerius Valioso

    Muito interessante. Finalmente uma boa notícia.

  • Tessio R R Bonafin

    Dirigi na Alemanha um Focus 1.0 Ecoboost de 105 cavalos. Desempenho excelente, torque melhor do que o 1.6 sigma, apesar de menos cavalos. E o consumo então, 15km/l de média, isso dirigindo a 160 por hora nas Autobahns. A pergunta é: depois de todo o investimento realizado pela Ford e VW para a fabricação dos motores 1.6 mais atuais, valerá a pena descartar esses motores por outro investimento nos 1.0 turbinados? Ainda mais em um mercado tradicionalista como o brasileiro. Muitos não confiam na durabilidade de motores turbinados. Abraços.

    • th!nk.t4nk

      Isso vai acontecer bem aos poucos. Tudo vai depender do avanço do nosso mercado, mas se as vendas continuarem estagnadas logicamente que esse motor vai pro espaço.

    • Thales Sobral

      Tessio, o lance é que a legislação tá exigindo. Se o fabricante não mudar, vai pagar mais IPI. O mercado consumidor vai ter de mudar a cabeça na marra.

  • Filipe Machado

    Agora só precisa avisar o consumidor e as seguradoras que carro 1.0 Turbo NÃO é esportivo !

    Nem o T-Jet é esportivo, mas aqui foi vendido como tal

    • Alessandro Lagoeiro

      Mas no caso do TJet, o próprio fabricante o colocou como esportivo. Diferente de Ford, PSA e VW.

  • Ficaria interessante…

    Fiesta 1.0 Ecoboost com Powershift?
    ou Polo (com nome de fox talvez na próxima geração) com o 1.0Tsi e DSG…

  • shdn2010

    Motores turbos não são ruins, são ótimos é muito gostoso de se guiar. O principal problema é que algumas pessoas esquecem de prestar a devida manutenção, muito andam com o carro e esquece de verificar óleo, ai aparece problemas e dizem que o turbo estraga o carro.

    • andre oliveira

      É aquela velha história de brasileiro gostar de ter carro não de manter, seja por falta de condições ou desleixo mesmo.

  • Mr. Car

    Com um 1.0 TSi, eu pensava sério em pagar R$ 41.000,00 em um Red up!

    • Gustavo73

      Com mais 2 Airbags e esp já seria um começo.

  • Magno

    Fico pensando aqui; Quase todo mundo gostaria de ter carro possante, não importando se com turbo ou sem, mas a realidade é que, com esses congestionamentos constantes nas grandes cidades, fica cada cada vez mais complicado desenvolver velocidade, mesmo dentro dos limites permitido.
    Nas rodovias também, pelo menos nas principais, já está acontecendo o mesmo. Além evidentemente do excesso de automóveis ou da escassez de rodovias, já que a construção de novas estradas não vem acompanhando o crescimento da frota de veículos.

    E, tem também a questão das limitações de velocidade, que em algumas situações são extremamente absurdas, pois ainda levam em consideração regras de sinalização das décadas de 60 e 70.

    • Minerius Valioso

      Desculpe cara, mas isso me soa como “conservadorismo automobilístico”. Talvez um argumento para continuarmos no atraso.

      Você prefere que o nosso mercado permaneça com motores de mais de 10 anos de idade, e para piorar com mijolina e sistema “frex”?

      Se quis dizer outra coisa, peço desculpas pelo transtorno.

      • Magno

        Na realidade se voçe procurar entender meu comentário verá que; na verdade estou fazendo uma crítica à situação atual do nosso trânsito cada vez pior e, o pouco que os nossos políticos tem feito para melhorar essa condição. E também em relação ao aspecto das leis arcaicas que regem o nosso código de trânsito que precisam se adequarem urgentemente à realidade dos nossos dias..

    • Thales Sobral

      Cada qual no seu lugar. Motor menor, possivelmente mais leve, diminuir o tamanho do cofre do motor (diminuir o comprimento do carro?), melhor eficiência energética (menos consumo, menos poluição)… O trânsito tá uma m****? Com certeza. Mas estagnar a tecnologia não é uma solução.

      • Minerius Valioso

        Então peço desculpas, Magno. Neste caso, concordo.

  • Eduardo Sad

    e a GM não fala nada….

  • Anderson SP®

    Sinceramente, tem coisa aí que pode ser repensada e ser colocada com menos “otimismo”, isso que no caso da VW ela acabou de lançar o 1.6 16v de 120cv que mal é disponibilizado na sua linha e logo um 1.0T com potência semelhante não faria sentido algum a curto prazo, e esse seria o motor a ser substituído em uma hipótese e não o 2.0 que dizem que será o 1.4TSi a cargo de substituí-lo, então, por parte da VW não vejo isso a curto prazo, já a Ford com os Sigma com pouco tempo de mercado (2010), substituí-lo pelo Ecoboost 1.0 também a curto prazo também seria estranho, visto que veículos como a Ecosport não recebeu nem a versão Ti-VCT (Comando Duplo) que equipa o Fiesta/Focus e a nível Brasil é um motor ainda moderno, tanto é que a Ford o exporta pra Alemanha, tem um pouco de lenha pra queimar, a Fiat com este tal 3c é uma incógnita, já foi prometido versões MultiAir, E.Torq Turbo e até agora nada, não espero muito dela assim como a GM com seu recauchutado E.F.I que ao passar de 10 anos se tornou SPE/4 a pouco tempo.

    Se fosse chutar pra estes motores virem, seria de 2016/2017 pra cima, estamos na metade de 2014 e não ouvimos nada de testes com qualquer motor turbinado, e estamos engatinhando ainda pela extinção dos motores 8v, relutando a adotar injeção direta e a adoção em “massa” do Turbo acho que é algo que vai demorar ainda.

    • Thales Sobral

      Injeção direta não é relutância. Gasolina com 500 ppm de enxofre é veneno pra injeção direta. Agora temos gasolina com 50 ppm ou menos. Voltemos a falar em injeção direta em mais carros. Mas vejamos, que nem lá fora ela é tão massificada assim: Os modelos mais barato (e de maior venda) ainda usam injeção no coletor.

      • Anderson SP®

        A Ford disponibilizou o Focus GDi com injeção direta antes mesmo da gasolina baixar a qtd de enxofre dela que só entrou em vigor em Jan de 2014 e a mesma usa a versão do 1.0 3c lá fora com injeção direta ao invés da injeção indireta usada aqui, portanto atualizar motores até certo ponto aos mesmos usados lá fora nunca foi prioridade das montadoras daqui.

        • Thales Sobral

          E a VW tem carros com DI há mais tempo, no clube do jetta você vê uns donos de TSi reclamando de ter de usar podium pra não terem problemas com sujeira nos bicos.

    • Tessio R R Bonafin

      Caro, meu comentário acima faz as mesmas considerações. Concordo plenamente, não faz muito sentido. Chutaria pra lá de 2018 esses motores, e olhe lá! Abraço

    • Gustavo73

      Segundo outro site. O 1.0 tsi será apresentado no Salão de São Paulo. E chegaria no Taigun também apresentado no Salão ano que vem. Creio que os 1.0 tsi e economista chegaram primeiro nos modelos mais caros.

  • andre oliveira

    Re-li a matéria até achar uma referência a GM. Incrível como a GM mesmo tendo a linha mais antiga de motores não mostra sequer sinais de uma mudança.Ou será que eles estão se debruçando tentando “turbinar” o velho “monzatech”.

  • WagnerSCS

    Se há uns dez anos atrás me falassem que em 2015 teríamos um motor 1.0 de 140 cv no Brasil, eu riria na cara da pessoa.
    Está mais do que na hora de investirem na tecnologia de motores aqui no país. Como muito provavelmente a tecnologia flex vai permanecer entre nós por muito e muito tempo, justo seria adequarem os novos motores a essa realidade.
    Depois, só o que vai faltar é a melhora na qualidade do combustível. Vamos ver…

    • Magno

      Em relação ao combustível parece que já houve uma sensível melhora, pois reduziram drásticamente o teor de enxofre e o grau de pureza da nossa gasolina está a cerca de “10 ppm”, EU DUVIDO MUITO! mas….é o que eu li por aí.

      Até sugiro ao NA verificar se tem algum laudo a este respeito e publicar aqui no site, pois
      pra mim isso é um assunto bem relevante,já que pagamos muito caro pelo nosso combustível, e merecemos ter o mesmo nível de qualidade dos países desenvolvidos.

  • Gran RS 78

    Já tive um Gol 1.0 16v turbo 2001 e realmente o desempenho era muito superior a modelo 1.6, 1.8 e até 2.0. Foi uma pena a VW ter abandonado aquele pequeno notável, que era um foguetinho. O único problema era o consumo absurdo de óleo, pois abaixava um 1 litro a cada 500km rodados.

  • Bruno Tenório Souza

    ahhhhh… O maravilhoso ronco do novo Honda Civic Type R: http://youtu.be/eFE3jcdfvbI

  • Camillo Celio

    ja foi provado que carro turbo nao é bem aceito por aqui…voltem ao inicio dos anos 2000…com o gol e parati 1.0 turbo…aí depois veio a ford com o supercharger que micou tambem,e ambos se tornaram algo que ninguem queria comprar depois de poucos anos de uso. esse carros 1.0 turbo que virao em breve, serao bem aceitos quando novos,0km…mas depois de um certo tempo de uso para revenda serao um verdadeiro abacaxi que ninguem vai querer.

    • Alessandro Lagoeiro

      “Já foi provado pelo Maverick que as pessoas não aceitam motores 6 cilindros”
      “Já foi provado pelo Tempra que as pessoas não aceitam motores 16V”
      “Já foi provado pelo Clio que brasileiro não compra carro francês”
      “Já foi provado pelo Gol que depois do Fusca a VW jamais terá o carro mais vendido do país”
      “Já foi provado pelo 147 que a Fiat jamais será líder de vendas do país”
      “Já foi provado pelo Vectra que o médio mais vendido do país sempre será Chevrolet”

      Sério que você pega um cenário de 15 anos atrás para sustentar seu argumento? Sabia que hoje já são vendidos motores turbo por PSA, Fiat, Ford e VW?

  • Boris

    Tomara que a galera que aderir ao 1.0T nao economize no óleo.
    E um militec vai bem também!

  • Leandro Mosqueira

    Cade os G3 turbo rodando nunca mais vi.

  • Poperon

    Eita, o que vai ter de carro fazendo o barulhinho da válvula de prioridade, não vai estar nos gibis!

    vrummm, tssss, vrummmmmm, tsssss, vrum, tss tss

  • Mauricio Scherer

    E o 3C da FIAT começa a fazer try-out de produção em Outubro. Cogita-se chamá-lo de E-torq EVO.

  • Freaky Boss

    Na minha visão a entrada de motores turbo vai ser ótima. Rendimento dos motores fica melhor e a questão da durabilidade para mim já está resolvida. Basta ver a europa.

  • Ricardo

    Massa! Lembro bem do golzinho 1.0T, chegava a 170 km/h com uma facilidade incrível, parecia carro de Rally!

  • Sérgio Niski Junior

    E o torque como fica com esses motores 1.0 turbinados alguém sabe me dizer ?

    • Myph13 .

      De 15 a 17kgfm.

      • Sérgio Niski Junior

        Bom, se além da potência o torque fica parecido com o de motores 1.6 ta valendo =D

  • João Cagnoni

    Novo Gol 2015 1.0 Turbo. Seu por nada menos de R$ 60.000,00

    • cabra macho do renegade

      acho uns 100 mil se bobear

  • cabra macho do renegade

    o bom é que terá 1.0 que não chora na subida

  • Baetatrip

    Pois e…. Lendo a materia e discussão sobre 1.0T…
    1. Turbo so e excelente em viagem… Da mais seguranca para ultrapassar…
    2. Turbo na cidade? Não acho bom… Pois vai beber mais…. (Pois não habitua bem na cidade… SOMENTE em estradas)
    Lembro do lancamento do Gol/Parati 1.0T de 112cv…. Sao belissimos motores… Pena que so durou 2 anos… Pois o brasileiro e tao relaxado que bate motor em baixa km…. Nem troca óleo….. Revisoes? Tudo tapeado…!
    Pois eu tenho o meu 2.0 TSI (TIG)…. E esta com quase 100.000km… 80% somente em estrada…. Tenho ele ha quase 4 anos (desde 0km)… Motor nunca deu defeito… Turbina impecável!
    Sempre troco cada 10kkm na CSS…ISSO e revisão honestamente na PROPRIA VW!
    Conhecem o carro…… Nunca deixei o carro na oficina….. Não confio MESMO!
    Pois sempre estou viajando…. Sempre procuro BR que TENHA PODIUM (Se não oferece… Procuro redor do destino + próximo)… Etc…
    Sou um cara que utilizo estrada de terra….Com bastante freqüência e o carro NUNCA me da problema…
    De olhada foto abaixo…. Lugar REMOTO de oficina… (CSS + proximo esta a 100km)
    E fui para la e problemas? NUNCA! (Sul de MG)
    Sendo 90% da estrada da região e terra boa… larga… batida… bemmmm melhor que qualquer estrada que o pais tem….!
    Se chover? Nao tem problema…. Nem tenho do de botar… 4×4 oferece alem de seguranca na estrada…. Terra também!
    So nao oferece PODIUM…. Coloco comum que não tem problema….!
    Sou um brasileiro que faz todas revisões e não uso o carro como status que roda na cidade…. Vou para lugares desconhecidos…. Pego mau caminho que chego la…. 4×4 e feito para me dar prazer de ir cada lugares inesquecíveis… Turbo tambem (Oferece torque baixo… Bom para estrada de terra…!)

  • Igor Serra

    Me pergunto a durabilidade de um motor desses… 140cv eh bastante coisa pra arrancar de um 1.0…

  • Igor Serra

    Ker apostar quanto como vão aumentar imposto pra carros turbo??
    http://d24w6bsrhbeh9d.cloudfront.net/photo/aG95QeK_700b.jpg

  • Alcyr Gean Guedes Vaz

    Creio que o 1.0 e flex da FORD deverá romper a barreira dos 140cv, nada atoa que a base dele não é totalmente alumínio, tem ferro também. Não é somente para minimizar custos de produção, mas para poder atingir maior resistência. É esperar para ver, apesar da espera torrar a paciência.

  • Sidney Pellegrini

    “A tendência de uso de motor 1.0 turbinado deverá ser inicialmente os modelos mais caros, que poderão absorver o custo maior da tecnologia, embora em troca recolherão a menor alíquota de IPI”. Ou seja, você vai pagar tão caro quanto paga hoje pelos motores 2.0. E quem vai ser o maluco de comprar um carro turbo usado com 40 mil km quando você quiser revender?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email