MT-09: preço, consumo, velocidade máxima, motor

mt 09 7

Yamaha MT-09 2022


A Yamaha MT-09 é uma naked esportiva de alto desempenho que a marca japonesa emplaca como seu principal modelo sem carenagem no Brasil, tendo assim preço sugerido de R$ 57.890.

Equipada com um potente tricilíndrico de quatro tempos e refrigeração líquida, a MT-09 tem um visual agressivo e moderno, com a recente atualização de meia vida, que tornou a moto mais expressiva.

Maior das MT vendidas no Brasil, a Yamaha MT-09 faz parte da família Master of Torque, que tem ainda os modelos MT-03 e MT-07, sendo que apenas a segunda ainda não passou por mudanças.

Rápida e ágil, a MT 09 tem como concorrentes a japonesa Kawasaki Z900 e a inglesa Triumph Speed Triple.

A Yamaha decidiu não enfrentar a Honda e apostou em segmentos alternativos, como de 900 cilindradas, onde a rival japonesa não tem produtos no Brasil.

MT-09 – projeto

mt 09 8

MT 09

Assim, a Yamaha evita um fogo direto, visto que a Honda nem tem alternativa nesse caso, o mesmo em relação à Suzuki.

Como novidade, a MT-09 recebeu novos faróis full LED rebaixados, que criaram uma “testa” descoberta sobre os projetos óticos, mantendo o estranho cluster digital colocado à direita no frontal.

Antes, o farol grande o encobria parcialmente, disfarçando esse detalhe interessante da MT-09, porém, com a mudança nos faróis, o painel lateral ficou bem perceptível.

Essa posição diferenciada torna a Yamaha MT-09 ainda mais exclusiva no mercado de motos no Brasil, mas ela tem outras coisas, como motor de alto torque, para-lama traseiro em duas partes e escape estilizado.

Seu motor de três cilindros tem 115 cavalos a 10.000 rpm e 8,92 kgfm a 8.500 rpm, garantindo assim uma arrancada verdadeiramente forte, graças ao torque gerado em baixas rotações.

mt 09 9

MT 09

Para permitir maior desempenho, a MT-09 tem ainda o sistema Quick Shift com mudanças de marcha sem uso da embreagem, tornando a pilotagem ainda mais esportiva.

A MT-09 tem também embreagem deslizante, que evita o travamento da roda traseira em reduções bruscas de velocidade e marcha.

Também dispõe de controle de tração, tornando as arrancadas mais eficientes e garantindo maior segurança durante a condução.

Com gestão eletrônica do motor, a MT-09 tem ainda discos de freio de 298 mm na frente e 245 mm atrás, ambos com sistema ABS.

Também acelerador eletrônico, assim como transmissão cíclica de seis marchas,permitindo assim explorar ao máximo o desempenho da naked da Yamaha.

mt 09 10

Oferecida nas cores Racing Blue, Storm Fluo e Metal Black, a MT-09 é uma motocicleta com visual bem chamativo, ainda mais com a mescla de cores oferecida pela Yamaha.

O modelo atual tem linhas também que expressam velocidade, como o design do tanque e a saída lateral do escapamento.

Com a rabeta cortada, a MT-09 deixa a roda traseira mais isolada, protegida apenas por um para-lama em duas partes.

MT-09 – detalhes

mt 09 3

A Yamaha MT-09 tem um visual bem agressivo com faróis duplos de LED com dois projetores em cada lente retangular. Existem ainda duas luzes diurnas em LED na mesma máscara, que ainda tem dois pequenos spoilers.

Sem carenagem na parte superior dos faróis, a MT-09 tem ainda suporte para o cluster digital, que fica deslocado para a direita. O pequeno display conta com tacômetro, velocímetro digital, nível de combustível e hodômetros, entre outros.

O guidão cônico fica numa mesa de alumínio, tendo comandos de faróis, piscas, buzina, corta-corrente, partida elétrica, retrovisores, manetes de alumínio e manoplas ergonômicas.

Já o tanque tem formato aerodinâmico com 14 litros, sendo 3 litros na reserva. Ele tem tampa aeronáutica e aletas laterais com entradas de ar, avançando sobre a frente.

Com apliques nas laterais do tanque, a MT-09 tem ainda uma parte do quadro treliçado com suporte encoberto por molduras protetoras, que criam um visual diferenciado sobre o motor.

O banco duplo é integrado ao visual da rabeta, tendo lanterna dupla em LED, com piscas comuns nas laterais.

Tendo tubos de aço do quadro aparentes na rabeta, enquanto a suspensão traseira com braços curvados e para-lama em duas peças.

A balança tem disco de freio ventilado de 245 mm com pinça de freio de pistão único, além de sistema ABS.

No lado esquerdo da balança há um elemento vazado com a corrente passando pelo meio do braço da suspensão, com suporte único para o para-lama que sustenta a placa, assim como iluminação e refletores.

Com suporte de alumínio para as pedaleiras do piloto, a MT-09 tem suporte de aço para os pedais do garupa.

O motor de três cilindros tem acabamento preto e tampa do virabrequim em tom tungstênio.

A roda traseira tem aro 17 polegadas, a liga leve é calçada com pneu 180/55 R17 da Dunlop. Na frente, a roda tem aro 17 polegadas com pneu 120/70 R17.

Os discos de freio de 298 mm dianteiros têm pinças de freio de duplo pistão com ABS. O para-lama dianteiro tem visual aerodinâmico.

Já a suspensão dianteira tem bengalas invertidas, enquanto o radiador próximo, tem molduras nas laterais.

O escape 3×1 tem acabamento em alumínio com ponteira única cortada lateralmente.

MT-09 – versões e cores

mt 09 2

  • Yamaha MT-09 Racing Blue
  • Yamaha MT-09 Metal Black
  • Yamaha MT-09 Storm Fluo

Equipamentos

mt 09 5

Yamaha MT-09 Racing Blue – Motor de três cilindros, câmbio de seis marchas, rodas de liga leve aro 17 polegadas, discos de freio de 245 mm atrás e 298 mm na frente, sistema ABS, pneus 120/70 R17 na frente e 180/55 R17 atrás.

Piscas com lâmpadas, faróis duplos de LED, luzes diurnas em LED, banco duplo, suspensão dianteira invertida, suspensão traseira monoamortecida, pedais alumínios, guidão cônico, retrovisores, cluster digital e tanque com bocal aeronáutico.

Escape três em um com acabamento em alumínio e pintura azul Racing Blue.

Yamaha MT-09 Metal Black – Itens acima, mais pintura Metal Black.

Yamaha MT-09 Storm Fluo – Itens da Racing Blue com pintura cinza-fosco.

Preços

Quanto custa uma MT-09?

  • Yamaha MT-09 Racing Blue – R$ 57.890
  • Yamaha MT-09 Metal Black – R$ 57.890
  • Yamaha MT-09 Storm Fluo – R$ 57.890

Os preços da Yamaha MT-09 estão dentro do esperado para o segmento, com pouca diferença para suas principais rivais, a Kawasaki Z900 e a Triumph Speed Triple.

Nessa faixa, a Honda não atende e por isso não tem um concorrente direto em valor, sendo a CB 1000 R a mais próxima.

Ficando mais distante dos modelos MT-07 e MT-03, a Yamaha MT-09 tem um bom apelo como topo de linha das nakeds da marca japonesa.

Seu preço é com frete incluso e a garantia do produto é de três anos, com assistência 24 horas em todo o país, além de revisão com preços tabelados no território nacional.

MT-09 – motor

mt 09 4

O motor da MT-09 é um três cilindros em linha com carcaça e cabeçote em alumínio, tendo duplo comando de válvulas com quatro delas por cilindro, além de 847 cm³.

O diâmetro x curso é de 78,0 mm x 59,1 mm, tendo ainda compressão de 11,5:1, entregando 115 cavalos a 10.000 rpm e 8,9 kgfm a 8.500 rpm.

Tem injeção eletrônica abastecida com gasolina, tendo ainda refrigeração líquida com radiador elevado.

O câmbio tem seis marchas e embreagem multidisco em banho de óleo com sistema deslizante.

O dispositivo impede o travamento da roda traseira em reduções fortes.

Com tecnologia que permite alto torque em baixa rotação, a MT-09 tem uma programação específica e sistema antivibração.

Desempenho e consumo

mt 09 1

A Yamaha MT-09 tem uma boa performance, indo de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos e com velocidade máxima de 260 km/h.

O consumo de 14 km/l na cidade e 23 km/l na estrada, tendo consumo médio de 18,5 km/l.

Com tanque de 14 litros, a MT-09 tem autonomia de 196 km na cidade e 322 km na estrada.

Tendo bom torque em rotações baixas, a MT-09 é uma motocicleta com boas respostas ao acelerador, permitindo assim uma tocada bem mais agressiva.

MT-09 – história

mt 09 11

A MT-09 é uma naked que também é conhecida como Yamaha Tracer 900 nos EUA. Lançada originalmente em 2014, como parte da linha MT, a esportiva de três cilindros surgiu como uma resposta da marca japonesa ao segmento.

Sem inovar durante anos, a Yamaha foi criticada pela falta de avanço no segmento de 900 cilindradas e a MT-09 surgiu como sua proposta para algo diferenciado no mercado.

A Yamaha considerou motores de dois, três ou quatro cilindros, inclusive em V para a nova moto, mas a marca queria bom torque e baixo peso.

Nessa missão, a única alternativa era um três cilindros em linha que, apesar de sua característica irregular de funcionamento, entrega bom torque em baixa rotação.

Para os novos engenheiros da Yamaha, um motor tricilíndrico era algo inédito, visto que a última do tipo na marca saiu de linha em 1981 e era a XS 850, com quatro tempos.

Assim, em 2014, nasceu a Yamaha MT-09 como parte da família Master of Torque, substituindo a Yamaha FZ8 ou mais conhecida como Fazer 8, que tinha quatro cilindros e 800 cilindradas.

Foi essa busca por inovação que fez a MT-09 acabar no Brasil com suas irmãs, visto que a Yamaha também mudou seu curso aqui, com produtos de maior valor agregado.

Sem bater de frente com a Honda, a Yamaha abriu um novo caminho com motos realmente apreciáveis, ainda que a MT-09 não escape de concorrentes, tal como as irmãs MT-07 e MT-03.

Assim, normalmente, ela tem que enfrentar modelos como Kawasaki Z900 e a Triumph Speed Triple 765, que a Yamaha classificou como streetfighter, enquanto a MT-09 seria uma roadster motard…

MT-09 – concorrentes

Kawasaki Z900

z900

A Kawasaki Z900 é a naked da rival da MT-09 e com preço sugerido de R$ 56.490 sem frete, tendo como destaque o visual bem expressivo, com faróis duplos de LED numa máscara grande.

Com tanque elevado de 17 litros, a Z900 chama atenção por suas linhas arrojadas e carenagens laterais avançadas, harmonizando com a máscara do conjunto ótico.

A Z900 tem banco em dois níveis com desenho aerodinâmico e formato estilizado, enquanto os três cilindros possuem canos de escape que se fundem num belo silencioso volumoso.

Com rabeta alta, a Z900 tem suporte para o para-lama traseiro avançado e rodas esportivas aro 17 polegadas, que apresentam discos de freio de 250 mm na traseira e duplo de 300 mm na frente, com ABS.

Disponível nas combinações de cores Candy Lime Green/Metallic Spark Black, Pearl Robotic White/Metallic Spark Black e Metallic Matte Twilight Blue/Metallic Spark Black, a Z900 tem outros destaques.

Entre eles o cluster digital, assim como embreagem assistida e deslizante, controle de tração, seleção do modo de potência, modos de pilotagem, conectividade com smartphone e lanterna em LED.

Seu motor é um quatro cilindros em linha de 948 cm³ e refrigeração líquida, tendo 125 cavalos a 9.500 rpm e 10,1 kgfm a 7.700 rpm, portanto, tem mais força que a MT-09.

Pesando 212 kg, a Kawasaki Z900 vai de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos com velocidade máxima de 260 km/h.

Trata-se de uma imponente rival da Yamaha MT-09, um produto que coloca uma pressão sobre a naked desta matéria.

Triumph Speed Triple

speed triple

A invocada streetfighter da marca inglesa é outra rival da MT-09, sendo oferecida com preço sugerido de R$ 59.990. A Triumph Speed Triple é um modelo muito famoso no segmento de esportivas premium.

Com motor de três cilindros também, a Speed Triple chama atenção por seus faróis de LED de desenho aguçado e instigante, que dão uma identidade forte ao produto.

Tendo um tanque elevado de 17,4 litros, a Speed Triple tem um quadro de duplo berço semi-tubular com carenagens laterais separadas do tanque, que reforçam seu visual arrojado.

O banco é feito apenas para uma pessoa, mas existe uma extensão sobre a rabeta em formato aerodinâmico, que dá mais esportividade ao produto.

Spoiler inferior e um escape curto, com desenho quase integrado ao conjunto, dão um ar mais sofisticado, assim como a balança da suspensão traseira, curvada.

Equipada com rodas aro 17 polegadas em liga leve, a Speed Triple tem pneus 120/70 R17 na frente e 180/55 R17 atrás, tendo ainda suspensão com amortecedor traseiro Öhlins.

Ela tem ainda pinças de freio da Brembo com sistema ABS, além de modos de tração e opções de estilo de pilotagem.

A Speed Triple tem ainda sistema de indução de ar forçada na injeção eletrônica, bem como embreagem deslizante na transmissão de seis marchas.

Com 166 kg de peso, a naked da Triumph tem suspensão dianteira invertida, completando um conjunto bem equilibrado.

Seu motor tricilíndrico de 4 tempos e refrigeração líquida, entrega 123 cavalos a 11.750 rpm e 8,2 kgfm a 9.350 rpm.

Ela vai de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos, mas a velocidade final não é divulgada pelo fabricante.

MT-09 – fotos

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.