EUA Hyundai Sedãs

Mulher alcança 1.600.000 km rodados com seu Hyundai Elantra em 5 anos

Mulher alcança 1.600.000 km rodados com seu Hyundai Elantra em 5 anos

Imagine rodar, não 100.000, nem 200.000 quilômetros por ano, e sim 320.000 quilômetros a cada 12 meses. Uma distância maior do que de São Paulo até Florianópolis todo dia. E não estamos falando de fazer isso apenas em um ano, mas por cinco anos seguidos.


Foi essa incrível façanha que Farrah Haines, de Olathe, Kansas, EUA, conseguiu alcançar.

Ela rodou nada menos que 14 vezes mais do que a média dos motoristas americanos, em um Hyundai Elantra 2013, com o conjunto mecânico todo original. Se trata de uma média de mais de 870 quilômetros por dia, se ela rodasse todo santo dia.


Mulher alcança 1.600.000 km rodados com seu Hyundai Elantra em 5 anos

Farrah conta que descobriu há muito tempo atrás que dirigir é uma paixão para ela, então tratou de tornar essa paixão em um trabalho por tempo integral. Se tornou uma motorista de entregas de peças automotivas que atua em uma região bem ampla no estado de Kansas, que fica no centro dos EUA.

É claro que a Hyundai aproveitou a oportunidade para checar a história do Elantra em questão, para ver se era realmente verdadeira. Foram checados os registros das duas empresas que empregam Farrah Haines, também os registros Carfax (um serviço de histórico completo de veículos), bem como o Elantra em si, que foi analisado de ponta a ponta.

Mulher alcança 1.600.000 km rodados com seu Hyundai Elantra em 5 anos

Como a história se mostrou 100% sólida, a Hyundai passou a fazer um pomposo marketing para o Elantra em cima da história de Farrah, o que realmente mostra que o sedã médio (para nós) tem um motor muito durável.

Como o hodômetro do Elantra alcançaria 999.999 milhas e então voltaria a zero, a Hyundai fez uma modificação no painel do carro dela, fixando um número 1 ao lado do contador, para indicar que agora o sedã faz parte do seleto “1 Million Mile Club”.

Mulher alcança 1.600.000 km rodados com seu Hyundai Elantra em 5 anos

E o prêmio de verdade veio depois, a proprietária do Elantra ganhou um outro Elantra, modelo 2019, vermelho!

E qual é o segredo para ter um carro que dure tanto assim? Farrah explica: O principal é dar prioridade máxima à manutenção periódica e assim ter um carro de qualidade. E ela realmente faz isso, pois troca o óleo do motor a cada duas semanas.

Infelizmente, o lado triste da história é como as pessoas hoje em dia tem que se sacrificar para conseguir pagar as contas, o que nos lembra dos muitos e muitos motoristas do Uber que mal conseguem ter algum lucro no final do mês, especialmente em cidades do interior, onde as corridas chegam a custar míseros 5 reais.

Mulher alcança 1.600.000 km rodados com seu Hyundai Elantra em 5 anos
Nota média 3.9 de 12 votos

  • Raimundo A.

    Trocar o óleo a cada duas semanas????? Nem dono de super esportivo com óleos caríssimos devem fazer isso, quanto mais uma dona de Elantra. Há algo errado no texto.

    Outra, não tirando o mérito da construção do veículo, ajuda bastante na conservação do veículo morar em locais onde é uma raridade gasolina ruim, com etanol para ferrar com componentes ainda que exista nos EUA em alguns locais, pavimento excelente e mais plano, etc.

    Aqui, não é difícil os veículos serem testados todos os dias, pois são verdadeiras provas passar por vias esburacas, poeira, anda e pare constante, manutenções mal feitas e caras, etc.

    • Zé Mundico

      Trocava a cada duas semanas pois rodava uma média de 850 km POR DIA!!!

    • Roberto

      Só fazer as contas. 900km por dia dá 12 mil km. Não sei qual o plano de revisão lá nos EUA, mas a Ford pedia troca de óleo a cada 5 mil, a Hyundai pede a cada 10 mil.

      • RodrigoABC

        5mil só se for em regime severo. Tenho a versão americana do manual do meu carro (fiesta) e diz 10mil milhas.

        • No Brasil a ford recomenda 5 mil.

          • vitimsl

            Como disse o amigo acima, apenas em uso severo, condições que estão descritas no manual. Em uso normal, as trocas devem ser feitas a cada 10 mil. Isso para veículos de passeio mais recentes da marca.

            • Pode ser, mas o que o vendedor da ford me disse era 5.000, como acabei não comprando, o vendedor provavelmente estava passando informação errada, estranhei bastante inclusive, hoje em dia é meio padrão 10k.

              • Roberto

                Era 5000 ou 6 meses, independente do tipo de uso.
                Provavelmente a FORD reviu este item por causa da concorrência.
                Na FIAT há pouco tempo era a cada 15 mil, com 7500 devido ao uso severo.
                Algumas marcas aqui no Brasil pedem a cada 12 mil.

                • RodrigoABC

                  Cara, no New Fiesta (2013) e no Focus (2015) são 10mil km, uso normal.

          • Desde 2013 é 10 mil km ou um ano!

    • SDS SP

      Segundo a matéria, ela roda quase 900 km por dia. Então faz total sentido a troca do lubrificante a cada duas semanas.

    • Luis Carlos K.

      Você saber fazer conta?

    • LKenappe

      Leu o texto todo, não se atentou a detalhes básicos. Parabéns!

    • Fábio Paranaíba

      Faça a conta
      14 dias x 800 km/ dia

    • Dario Lemos

      Se fosse um Toyota você não desconfiaria, não é ? Além do mais, a montadora, a motorista e o onde ela mora não tem culpa alguma se lá a gasolina é de boa qualidade e as estradas são bem pavimentadas.

      • Ernesto

        Tem gente que gosta de botar a Toyota no meio da conversa em tudo quanto é matéria, né?
        Quanto ódio o seu pela Toyota, hein?

    • Fábio A.

      Basta fazer as contas.. Faz todo sentido trocar o óleo a cada duas semandas rodando desta forma.

  • Zé Mundico

    Além do mais, a tia deve rodar quase que exclusivamente em rodovias, onde o motor sofre menos desgaste em relação ao infernal trânsito urbano, que exige mais dos sistemas automotivos.
    Juntando a boa qualidade das estradas, um bom combustível e uma manutenção preventiva decente, o carrinho tem tudo para durar isso.
    Eu mesmo já trabalhei viajando com uma Bonanza a álcool, uma Belina Del Rey a álcool e uma Ranger a gasolina e nunca deixei a manutenção sair do padrão. Posso dizer que tive pouquíssimos problemas com quebra ou defeitos, o que me economizou muita grana.

    • 1 Raul

      E pensar que meu c4 lounge não aguentou 70.000km… 🤦‍♂️

      • Marciofilho Santos

        foi longe com seu frances kkkk

      • Aleferreira1000

        Françeses eu to é fora! Não compro de jeito nenhum.

        • Judson Müller

          to no meu quarto francês, faço uber e zero problemas, franceses do dentro!

          • Luciano

            Outro dia viajei em um C4 Hatch do Uber com mais de 500 mil km e o carro estava em ótimo estado. Fiquei impressionado. Segundo o motorista o carro foi comprado novo por seu pai, que lhe passou já com mais de 400 mil km, e nunca deu grandes problemas. Carro bem cuidado dura “pra sempre”.

            • Judson Müller

              Qual o Problema da PSA, os antigos como 206/207 C3 307 e C4 sofriam com as ruas do Brasil e com a temperatura (no caso do AL4) do país, por que que se vê falar tão mal deles, porque se vende pouco, você sempre vai ver mais pessoas falando mal do que bem (os próprios comentários dessa matéria, custa acreditar que um elantra durou isso, ai o pessoal inventa mil teorias), e como vende pouco, todo mundo acha que nenhum carro da PSA presta, mas a verdade é que todos os carros de todas as montadoras estragam, a diferença esta entre vender 1000 C4 e 10 estragarem e sair falando que não presta ao mesmo tempo que se vende 100,000 Corola e 100 estragarem. O impactado negativo de uma notícia de que 10 carros estragaram em relação a 1000 carros vendidos é muito maior do que o impacto de que 100 carros estragaram em 100,000 vendidos.

              Eu já tive um 206, 307 sedan, 207 quicksilver e agora um 207 passion, o segredo pra comprar peugeot é procedência, conhecer o carro e fazer a manutenção, não tive nenhum problema com os mesmo, gosto muito do carro, completo e ótimo para dirigir.

              • Fabio Signori

                É aquele negócio de cada um proteger o seu, que nem o colega aqui de baixo, “Renault do dentro, PSA tô fora”…aposto que é dono de um Renault.
                O pessoal compra um carro, casa com ele (a nossa economia só nos permite isso) é vira fanboy xingando todo mundo que não gosta da sua marca (Vide os fãs de VW que são alienados).
                Marca só deveria opinar quem já teve! 85% de quem fala mal da PSA nem sequer teve um, ouve de amigo de amigo e não entende NADA de carro!
                Já dirigi o 308 por um tempo, mas nunca fui dono de um Peugeot. No entanto não saio contestando a qualidade da marca. Quando eu tiver um e rodar pelo menos 10.000km, eu vou ter direito de dizer se é “presta ou nao”.
                Na realidade achei o carro super amigavel ao pé.
                A ignorância do brasileiro é mesmo uma praga…nao é a toa que existe tanto Corinthians e flamenguista, o pessoal só sabe seguir a mídia. “Vamos xingar a PSA porque todo mundo xinga”
                “Vamos torcer para o Corinthians porque todo mundo torce”
                E por aí vai…

                • Pedro Cunha

                  Trabalho com revenda de usados / seminovos e posso afirmar com conhecimento de causa que os PSA são os melhores entre os usados(considerando carros prontos para venda, excluindo veículos em condição de repasse, com manutenção negligenciada e em má conservação), apresentam melhor satisfação entre os proprietários(normalmente trocam um PSA por outro mais novo / mais completo ou por modelo de categoria diferente/superior, como ex. saem de um sedã para uma picape diesel 4×4). São modelos que dificilmente pedem garantia em trem-de-força ou suspensão(!!!). Pasmem que os modelos que mais costumam voltar por defeitos de motor e suspensão são os VW, nem mesmo fiat´s e ford´s dão tanta dor de cabeça pra nós lojistas.

                  • Ernesto

                    Qual região que você mora?

          • JOSE DO EGITO

            RENAULT to dentro !! PSA to fora!!!

        • Luciano

          Preconceito bobo, com todo respeito.

  • Alvarenga

    A tecnologia de oleos e motores evoluiu muito tambem. 30 anos atras quem conseguisse virar 300 mil ja era heroi.

    • Ronaldo Santos

      Antes carro com 50 mil quilômetros nos anos 80 já era condenado !

      • Marcelo Alves

        Isso explica porque vejo tanta gente na internet preocupados se o motor do carro deles com mais de 100 mil km tem que usar um óleo mais grosso, coisa que sempre achei meio nada a ver (a não ser que o carro esteja fumando E também baixando muito óleo).

        • Gabriel Molina Pinheiro

          Não faz sentido nenhum usar óleo mais grosso. As galerias de óleo não serão dilatadas ou gastas com tempo de uso, terão sempre o mesmo tamanho. Usar óleo mais grosso só vai prejudicar o motor, pois vai demorar mais pro óleo circular pelo motor. Se tá fumando o certo é verificar se tem algum retentor estourado ou se o motor foi pro saco mesmo.

  • Roberto

    Fui ver a média de velocidade lá e num trajeto de 1000km, a média é de 114km/h
    Exequível em 8 a 9 horas diárias de trabalho.

  • No_Name

    Não é o tanto que um carro é usado que o deteriora e sim o quanto (tempo). O tempo é implacável com tudo, até com nós humanos, obviamente.

    • Louis

      Certamente. Um carro com 15 anos de uso e 100 mil km tende a dar muito mais problema que um carro com 3 anos com a mesma km.

    • Davi Millan

      Excelente comentário! É isso mesmo.

  • Leonardo

    Interessante a história, mas me surpreendo com a vida que essa moça tem. Trabalhar 7 dias por semana todos os dias da sua vida. Simplesmente você vive para trabalhar e não trabalha pra viver. Muito triste sua vida ser reduzida a isso…

    • Mas creio eu que o carro tenha dois motoristas, não acho possível alguém dirigir essa kilometragem sete dias por semana e sem férias por cinco anos consecutivos. Provavelmente duas ou três vezes por semana uma segunda pessoa fazia a rota. Também confesso que não entendi o fato de ter um sedan para transportar peças automotivas, visto que cada peça possui uma embalagem de tamanho diferente o que deve ser difícil de acomodar no carro.

      • Leonardo

        No segundo video fala que ela entrega peças automotivas 7 dias por semana, dia e noite.
        Mas também não sei até onde o comercial é real.

        • th!nk.t4nk

          Cara, morei nos EUA por 2 anos, e te digo que isso é real. O povo lá realmente se mata de trabalhar, de forma geral. Vi muita gente sobrevivendo a essa vida na base do energético todo dia. É uma completa insanidade. Por essa e por outras que hoje já nao me vejo mais voltando a pegar uma posiçao por lá. Nao tem dinheiro que pague essa situaçao, é uma rotina que te consome totalmente.

          • CharlesAle

            E olha que tem muitos sonhando em viver lá, sendo que mal trabalham por aqui! rsrs..

            • SDS SP

              Trabalham muito e são mais produtivos do que nós brasileiros.

            • Aleferreira1000

              Bem isso mesmo, kkkk

            • leitor

              Uma questão é que para lavar carros por lá se ganha bem mais que lavar carros aqui. Até mais que certos empregos com formação. Por R$10,00 é uma coisa, por US$10.00 é bem mais. É só não depender de serviços por lá. Porque os produtos são bem mais baratos e de melhor qualidade, além de muito mais segurança e pouco desemprego. US$2mil que é um salário baixo por lá dá pra muito mais que aqui.

          • Leonardo

            Tenho amigos que moram nos eua e essa é realmente a realidade de lá. Você é o sei trabalho. Isto te define.
            Acho assustador… prefiro ter menos coisas e mais vida mesmo. O tempo corre e a gente envelhece rápido de mais para ter uma vida dessa.

          • Esse é o chamado capitalismo selvagem kkkk. Mas pessoalmente também prefiro o padrão europeu de trabalho.

          • Alexandro Vieira Lopes

            em nyc as pessoas andam tao rapido q até tropeçam, e fazem café da manha no metrô!!!

      • HENRY ME

        Pois é. Acharia mais viável uma pickup ou furgão. Achei estranho àquela grade na frente do carro

        • Aleferreira1000

          Eu também, parece os ford focus sedan da polícia militar aqui de Goiânia.

    • afonso200

      bravo, americano trabalha pra caramba SIM….. nao tem ministerio do trabalho e tudo mais, aqui trabalho e tenho as coisas. Lincoln Mark V 1978 com teto solar (sunroof) para os domingos, e dia a dia Honda Accord 4 cilindros e um Hyundai Accent ambos 2013

      • Leonardo

        Bom, também trabalho e tenho coisas aqui.
        Só acho que esse ritmo de trabalho dessa moça é surreal e indignificante para a própria condição do ser humano. Acho que ninguém merece uma vida dessa.

    • Edinaldo_Tapica

      No caso dela é uma clara obsessão. Vejo traços de autismo ou de Asperger

      • Marcelo Ecosta

        Nada a ver. Não diga um absurdo desses. São muitas pessoas nos EUA que trabalham em ritmo intenso. Autismo não tem nada a ver com isso.

        • Edinaldo_Tapica

          Leia a matéria. A própria motorista disse que descobriu uma “paixão” que era dirigir. Jovem, tenha certeza, se só ela fez a média de 800km por dia, 99% de certeza que isso é uma obsessão. Até porque é uma questão lógica, se você gosta de dirigir não faz isso num Elantra, vira caminhoneiro. E estamos falando de um país de oportunidades, não uma China por exemplo, que foca seu mercado em produção e manufatura. Absurdo é você achar isto normal, inclusive pros padrões norte-americanos, até porque lá você recebe bem, em teoria ela seria uma milionária pelo tempo de serviço.

    • Edinaldo_Tapica

      No caso dela é uma clara obsessão. Vejo traços de Sindrome de Asperger

    • Marcelo Ecosta

      A maioria da população vive dessa forma – e nem compra carro.

    • SDS SP

      Nós estamos mal acostumados rs…
      Aqui existe uma porção de feriados e pontos facultativos e ainda reclamamos…

      • Dario Lemos

        Brasileiro adora um feriado e quer ganhar, de preferência, sem trabalhar. Quando sai uma reportagem sobre alguém que trabalha muito até começa a desconfiar da mesma.

        • Leonardo

          Brasileiros e 99% da população mundial.

      • Leonardo

        Concordo. Devemos agradecer mais pelo que temos, por mais que o Brasil ainda tenha uma infinidade de problemas. Talvez o segredo seja mirar nos exemplos certos. Mire nos escandinavos, não nos americanos hehe

      • leitor

        Seria bom fazer como os EUA, tirar esse monte de feriado, um monte de direito trabalhista como férias remuneradas e décimo terceiro salário, mas também ter um salário médio de US$ 3.000.00 equivalendo a uns R$11.200,00 por mês e muita oferta de emprego. Só perder as vantagens sem ganhar nenhuma é como ficar só com a casca e o caroço da fruta pra comer.

        • SDS SP

          Tirar um pouco da interferência estatal já seria um avanço e tanto. No Brasil, temos uma força de trabalho de 120 milhões de pessoas e somente cerca de 1/4 disso é coberta pela tal CLT. Tem algo muito errado.

  • Luis Burro

    Míseros motoristas do Uber,estes caras chegam a ganhar 500/dia!Claro q depende de muitas variáveis mas isto é possível,além do mais eles podem estar vinculados à outras plataformas e podem escolher seu horário.
    Qndo eu trabalhava meu salário por h acho q dava uns 7 pila,e eles ganham por corrida e fazendo umas 20 por dia já dá 3 mil/mês.

    • Zé Mundico

      É muito difícil um motorista do Uber fazer 3 mil por mês, a não ser que trabalhe apenas a noite, durma umas 6 horas por dia e passe o resto da tarde e noite trabalhando. E é muito difícil alguém fazer 20 corridas por dia.
      Quem dirige Uber só ganha para escapar e passar mal, e tirando o combustível, manutenção e desgaste do carro, o dinheiro que sobra só dá mesmo para se enganar.

      • Rafael Rodrigo

        Trabalho com aplicativos, e olhando o lado normal da coisa, da pra tirar R$ 200 por dia, no meu caso, trabalho de segunda a sexta, as vezes sábado quando tem algum incentivo e respeito o horaria de 12 ás 18. Com essa crise que estamos, tirando o gasto que tenho, acho que ganho até bem. Tirando concurso e empreendimentos, onde ganharia mais? Obs: gasto em media R$ 800@1000 de gasolina por mês!

        • Matthew

          Ninguém inclui na conta a depreciação do veículo que aumenta exponencialmente quando usado como Uber. Não é absurdo rodar 60 mil quilômetros por ano trabalhando com transporte de aplicativo de segunda a sexta. Ao fim de 4 anos o veículo terá quase 250 mil quilômetros. Se é que ainda vai prestar pra andar, vai ter um valor bem abaixo da tabela na hora de revender. Lembrando que a maioria das viagens são em perímetro urbano, na nossa maravilhosa pavimentação. Se botar o carro pra moer full time, todo mês é necessário fazer alguma manutenção under car.

          • Rafael Rodrigo

            Sei que tem gente que roda até mais do que isso no ano, mas a minha experiência e que nos 30 meses que estou rodando, acumulei um total de 60k +/- até agora, moro em BH e no início não sabia administrar muito bem o tanto que rodava com o tanto q gastava, hoje priorizo o lucro em cima do gasto, meu carro hoje tem 105k estou pra trocar em 2019, ainda estudando qual pegar, sobre desvalorização, não tenho visto muita diferença, comprei por 30k e estou achando entre 26@28 particular. Obs: Fox Prime 2012.

            • Matthew

              60 mil bruto ou líquido? De qualquer forma, isso dá 2 mil reais por mês. Pra vc pegar um carro novo equivalente ao Fox vai gastar 50% desses 60 mil na troca. A meu ver o certo mesmo pra Uber é alugar o carro, pq aí a depreciação torna-se explícita e você a transfere pra locadora do carro. No seu caso vc optou por vender o carro enquanto ele ainda está numa quilometragem aceitável pra um carro 2012. Eu tava supondo que o carro seria utilizado como Uber desde a retirada na loja e seria usado por pelo menos 4 anos pra amortizar o investimento. Não é uma conta trivial saber o momento ideal de passar pra frente um carro que roda 60 mil kms por ano.

              • Rafael Rodrigo

                Desculpe, fiz me entender errado, me referia a 60km! Rodei 60 mil kms +/- nesses 30 meses!

                • Matthew

                  Atá

          • SDS SP

            Uber é só uma atividade quebra galho para épocas difíceis, como as de agora.
            Não dá para viver disso para sempre.

            • CharlesAle

              Meu ex-patrão tem um négócio onde faz manutenção em frota de locação. Em várias clientes do estado de SP e até em outros estados. Rodou em média 150 mil km por ano em seu Focus Titanium PS..2016..Hoje, da última vez que conversamos há alguns meses, estava com um outro Focus TI 2018 com 70 mil rodados!!

              • SDS SP

                Rodou bastante. Carro médio é uma outra história.
                Mesmo o PS tendo sua reputação manchada.

        • Bruno Lipe

          Então se considerarmos um ganho de 200 por dia x 21 dias do mês = R$ 4200,00 – 1000,00 de combustível – 500,00 de manutenção = 2700,00. Considerando imprevistos, riscos, seguro, etc., é uma margem apertada, me parece.

          • Rafael Rodrigo

            Sério, não gasto 500 mês nunca com manutenção, troco óleo a cada 4a5 meses +/- troquei o jogo de pneu quando peguei o carro e agora depois de 30 meses troquei de novo, revisão normal, velas a cada 30k com cabos, filtros junto com trocas de óleo, no caso ar, combustível e óleo, isso 2 ou três vezes ao ano, acho q gasto uns 1000 por ano de peças básicas, freio troquei o jogo 1 vez até agora, embreagem original até hj. Carro com cuidado certo dura bem, suspensão ok até hj TB, levei pra análise e está ok…

            • Edinaldo_Tapica

              O cara viajou total. Pagar o preço de uma prestação por mês em manutenção? hahahaha Nunca conheci ninguém que gastasse metade disso em um automóvel. Em tempo gasto uns 500 por ano, meu carro um Sentra 2008. Nunca apresentou problema algum. Detalhe, tenho ele desde zero km

          • Edinaldo_Tapica

            500 de manutenção por mês? Este gasto se faz de seis em seis meses em condições normais. Não sei que tanto de manutenção é essa, nem esse valor. Uma troca de óleo, e filtros consigo fazer na minha cidade por menos de R$200.

        • Vai experimentar trabalhar em cidade pequena onde as corridas são tudo 5, 6 reais. Não tira nem a metade disso.

          • Rafael Rodrigo

            Concordo, Trabalho em BH, mas por algum motivo meu aplicativo funcionou em Governador Valadares, experimentei rodar lá. O valor minimo da corrida que se ganha lá e de R$ 3,50! Cara, como alguém vive com isso? Mesmo a cidade sendo plana e tal, não compensa com gasolina a R$ 4,80 que vi na época… Uber e em capital, e como o colega @zmundico:disqus disse, é um quebra galho!

      • Tem situação em que o mesmo carro serve dois motoristas, um de dia e outro de noite e as vezes um terceiro para fim de semana. Sei que táxi isso ocorre com mais frequência, visto que alguns custos são fixos independente da kilometragem rodada, como seguro por exemplo. Lógico que o lucro é dividido nesses casos. O próprio caso da reportagem creio que tenha tido dois motoristas para dias de folga e férias de um.

        • Creio que a Hyundai não se arriscaria a falar que a mulher rodou 1 milhão de milhas se esse número tivesse sido dividido com outra pessoa. O marketing negativo em potencial não valheria a pena.

          • Edinaldo_Tapica

            Negativo porque? A engenharia do carro é a mesma. Ela ta interessada na km e não na quantidade de condutores.

            • No caso se fosse descoberto que a km não era só de uma pessoa… ficaria como uma propaganda mentirosa neste aspecto.

      • Edinaldo_Tapica

        Conheço vários ubers que fazem esta média. João Pessoa, cidade mediana. 20 corridas por dia ou até mais.

      • Luis Burro

        Sim com ctza é puxado,mas vi um cara no you tube q fez isto ganhando 700 num dia no total (claro q tem o desconto do combustível mas msmo assim vai dar por volta de 500).

        • Zé Mundico

          Dá não, rapaz…ele pode ter feito 700 contos em UM DIA, o que já acho meio exagerado. Mas não faz isso TODO DIA……Tem muito exagero nisso….rsrsrs

        • luisburro already read

    • Aí temos dois fatores. Um é que motorista de Uber em cidade grande até que ganha mais… só que vai ver o custo de vida de se morar em SP, é compatível. Se ganha mais, mas gasta mais.

      E o outro fator é quanto Uber ganhava no começo, lá pra 2013 ou 2014, se não me engano.. e o que ganham hoje. Caiu muito.

      Especialmente no interior, não é viável. Vi motorista na minha própria família tirar apenas 200 reais livres em uma semana de trabalho. É praticamente um escravo, sem pagamento.

      • SDS SP

        Uber só vale a pena em grandes centros urbanos e ainda sim, como algo temporário. Não dá nem para cogitar viver disso para sempre.

      • Retrato do Papai

        aqui no RJ a maioria dos carros que rodam no uber são uma porqueira danada… carros sem seguro, suspensão batendo, motor já nas últimas, interior desmontando… simplesmente porque é inviável manter o carro em dia pra fazer corridinhas de 10~20 reais… como você mesmo disse chega a ser mais barato que passagem de ônibus, então mesmo que não se precise do conforto e da comodidade, vale a pena pelo custo… eu venho reparando nisso a um tempo já, não utilizo uber com frequência mas conheço quem usa, e quando falam o preço das corridas eu fico impressionado como que o cara tem coragem de botar o carro na rua pra receber uma merreca, é algo inviável no longo prazo… sem contar que sendo aqui no RJ o cara ainda tem uma chance gigantesca de ser roubado ou até pior… as poucas pessoas que conheço que “vivem” de uber montaram uma carteira de clientes e fazem corridas por fora…

      • Luis Burro

        Depende muito da situação msmo,mas tbm a pessoa ñ pode ficar parada esperando cair do céu,e com tanto centro grande pra q ir se enfiar bem no interior?

        • Quem mora no interior não está ali por “foi se enfiar”. A população do Brasil é mais de 3/4 localizada nas cidades do interior. Fora que a qualidade de vida é muito melhor, quem deixa uma capital só volta se não tiver jeito mesmo.

  • alemigav

    Pensa fazer isso nas ruas maravilhosas do Huezil.

    • Fanjos

      Nenhum carro chega a 300 mil inteiro, vai estar batendo tudo

  • Tosca16

    Gasolina de verdade, manutenção em dia e uma proprietária que cuida; tá aí o resultado.

    • Marcelo Martins

      E piso de tapete !!!

  • sigma7777777

    E o veículo deve ser confortável, porque para rodar 870 km por dia… haja coluna!

  • Danilo

    O segredo é rodar quase que exclusivamente em rodovias e com pouca carga. Tive um stilo 1.8 8v que comprei com 120 mil km e o vendi com
    220 mil km e só fazia trajeto de rodovias e a 100 km/h de média, o carro praticamente não desgastou nesses 100 mil km rosados, não abaixava nada de óleo nas trocas de óleo a cada 8 mil km, e óleo semi sintético ainda. Carro que roda assim capaz de estragar menos que carro que só roda fim de semana, eu acho.

    • Kevyn

      Esse 1.8 8v é da GM, bom motor!

      • Danilo

        Todos os stilos 1.8 são motores gm, tanto 8 quanto 16v. Más eu fiquei impressionado com o carro não alterar em nada o comportamento do motor de 100 pra 200 mil km, ele não baixava nada de óleo. Impressionante. Tenho uma strada 2015 com 40 mil km rodados que baixa 1 litro de óleo a cada 10 mil km, o stilo não baixava nem meio litro com os mesmos 10 mil km e isso com 200 mil km rodados e o motor não fazia nenhum ruido estranho. Pra mim isso é incrível.

  • kirig

    Haja saco para fazer isso!

  • T1000

    Na empresa onde trabalhei tinha uns golzinho mil com 450mil km, rodavam quase que exclusivamente em rodovias.

  • Luciano

    Estranha essa história. Andar quase 900 km por dia todos os dias? Durante 5 anos? Fala sério. O carro em si certamente é capaz de rodar mas pra uma pessoa só é difícil de acreditar. Ainda mais que ela trabalha fazendo entregas, então deve rodar muito em perímetros urbanos, rodando em baixa velocidade, parando para entregar e pegar as encomendas etc. Duvido que esse carro tenha sido dirigido por uma só pessoa.

    • UPTSI

      Nossa fera, você é bem ruim de interpretação.

      • Luciano

        Não sou não meu amigo. Sei bem o que é dirigir 900 km em um único dia. É cansativo mesmo guiando em boas rodovias. Fazer isso diariamente durante 5 anos direto é quase inacreditavel. Ainda mais que pelo trabalho da moça ela não roda só em rodovia.

        • É quase certo que tinha um segundo motorista para folgas e férias, fora que aos domingos que não deva ter entregas. E provavelmente entregava muitas poucas peças por viagem, visto que um sedan não é muito adequado para isso. Em si o frete saia mais caro que o valor das peças provavelmente. E sim, a história deve ter alguns pormenores omitidos na reportagem.

  • Rbs

    Essa mulher não tem tempo para trocar o óleo?

    • Mr Tony

      Melhor resposta! E quem fazia a manutenção nela? kkkkkkkkkk

    • Louis

      kkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Leonardo de Matos

    Está Claro que nossos veículos podem rodar tranquilamente 300.000 km ou até mais desde que com manutenção e cuidados. Hoje em dia, muita gente já quer trocar de carro quando atingem 60.000 km; toda troca resulta em perda de dinheiro, vale a reflexão para não ter aquele comichão de trocar de carro sem necessidade.

  • Baetatrip

    Bela coragem para rodar 1.6 MI km!
    Carro bem inteiro p/ 5 anos!
    Muié extrema cuidadosa!

  • David Diniz

    Rapz e eu achando que eu rodei 1000km em um ônix alugado(tirado com 7km dia 04/12/2018 da agencia e fez seus 1000km em 19/12/2018) era muito HAHAHAHA.

  • Bruno Lipe

    É incrível como o Elantra 2019 é feio!

    • Edinaldo_Tapica

      Horrível mesmo. Nem parece a mesma empresa que fez o Sonata da geração anterior…

  • afonso200

    nos EUA tudo bem,,,,, se aqui gasto 30reais em 1litro de 5w30 Shell… e 150reais para 5litros no meu Azera V6…. nos EUA, com 30 dolares voce compra 5 litros. …. se o filtro de oleo do elantra custa 94reais na CCS CAOA. nos EUA o memso filtro original custa 8,45 dolares. ai sim da pra manter 7mil milhas a cada 2 semanas (troca de oleo americana se faz com 7mil milhas)…. os pneus dela devem durar pelo menos 120mil km cada jogo, e deve fazer balanceamento e geometria a cada 1 mes

  • Louis

    O segredo é esse quebra-mato que protege o motor.

  • Gabriel

    Caramba, o Elantra deve ser bem robusto durável e confiável, um Corolla coreano.

  • Ricardo Vieira Coelho

    Pena de motorista de uber? Estão nessa porque querem,não são obrigados a nada, passam o dia fazendo loucuras ao volante, bando de incompetentes que não conseguiram se recolocar no mercado de trabalho, sustentados por parte hipócrita da população, que só pensa em levar vantagem em tudo….., deveriam estar preocupados com os taxistas honestos(ainda existem alguns) até porque a escória do táxi acabou migrando para a legião de malditos do uber e afins.

    • Thiago

      Deixa eu adivinhar: você ou alguém bem próximo seu é / era taxista, não é? Seu comentário transborda de corporativismo. Tanto ódio no coração direcionado aos motoristas de aplicativo faz mal…

      • Ricardo Vieira Coelho

        Deixa eu adivinhar: você ou alguém bem próximo de você faz parte da legião de malditos,desempregados ou hipócritas.Tanta dissimulação e falta de vergonha na cara, além de fazer mal ao coração , faz mal maior a alma , pois denota imensa falta de caráter e deixa bem claro o espírito de derrotado, de incapaz….

        • Thiago

          Kkkkkkkk, parece que alguém acusou o golpe… Acredite no que quiser, rapaz, só posso te dizer que você passa longe. Vai destilar seu ódio da vida em outras paragens. Seu festival de impropérios, dirigidos aos motoristas de aplicativo e agora a mim, não me atingem. Em tempo: não sou motorista de aplicativo, mas tenho simpatia por qualquer um que luta para pagar as contas honestamente O que não é seu caso, tamanho ódio que faz questão de salivar. Bem, o bom julgador por si se julga…

        • Thiago

          Kkkkkkkk, parece que alguém acusou o golpe… Acredite no que quiser, rapaz, só posso te dizer que você passa longe. Vai destilar seu ódio da vida em outras paragens. Seu festival de impropérios, dirigidos aos motoristas de aplicativo e agora a mim, não me atingem. Em tempo: não sou motorista de aplicativo, mas tenho simpatia por qualquer um que luta para pagar as contas honestamente O que não é seu caso, caro taxista do Rio, tamanho ódio que faz questão de salivar. Bem, o bom julgador por si se julga…

  • zekinha71

    Aqui nunca que um carro chegaria nessa kilometragem, quando chega nos 50K vão lá e reduzem, chegar nos 100 K então o carro já está próximo de explodir.
    Já fui em várias lojas de usados e dá pra contar nos dedos os carros que vi que passaram dos 50K, agora carros abaixo dos “20K” é o que mais tem, independente do ano do carro, são as famosas raridades.

  • fsjal

    Que cidade do interior é essa que uma corrida de uber custa 5 reais? Pq eu moro no interior e pra eu pegar um uber de casa pro trabalho, que dá 4km não sai por menos de 10 reais. o governo tanto quis que colocou tanta regulamentação no aplicativo que acabou com o custo x benefício.

    agora, se não está bom pro coitado do motorista do uber (que aliás, eu nunca ouvi UM reclamar) é só ele se descadastrar do app.

  • Victor Carvalho

    Já fui banido do NA por falar mal de Hyundai… Agora vejo uma notícia dessas… rsrss

    Interessante… ^_^

  • João Ricardo da Silva

    Existem vários casos de carros que já passaram de 1.000.000 de km rodados, principalmente nos EUA. Lembro de uma vez um homem que já tinha rodado 1.630.000 km com uma F250. Acho que o que mais rodou foi um volvo 1966 com mais de 4.800.000 de km. Teve um Lincoln Town Car 1983 que chegou aos 2.100.000 km. Teve um Porsche 911 que o dono rodou 1.160.000 km com ele. Teve um caso que eu vi de um senhor de 62 anos que era caminhoneiro e já tinha rodado mais de 1.000.000km num Ford Cargo 2422 trucado sem nenhuma retífica. Em 2013 um português tinha ultrapassado a marca de 1.000.000 de km rodados em um Focus SW 1.8 TDCi 2001.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email