Antigos Clássicos Cupês Esportivos Ford

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme “60 Segundos”

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

Conhece o Mustang Eleanor? Incorporando um personagem de 1974, um Ford Mustang comum se passava por um Shelby extensamente modificado e pertencente a uma coleção. Para o ladrão Memphis, ele era a jóia da coroa.


Ele não existia até aparecer na telona em 2000 e foi a criação da empresa americana Cinema Vehicles Services, que é especializada na construção ou personalização de carros usados em produções cinematográficas nos EUA.

O Mustang Eleanor passou da ficção, onde era o 50º a ser roubado apenas em uma noite pelo ladrão de carros Memphis para a realidade, já que seu visual foi intensamente copiado conforme o que se viu na telona.

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

Rapidamente, o famoso Eleanor virou mais um personagem de customização na história do Mustang, só que este veio de Hollywood. Baseado num fastback de 1967, ele se passava por um Shelby GT 500.

Da ficção para a realidade, o Mustang Eleanor ganhou fama que o materializou em diversos países, inclusive no Brasil. Um dos carros usados na produção chegou a ser leiloado por US$ 1 milhão.

Usado por Nicholas Cage e Angeline Jolie, o bólido personalizado teve ao todo 12 reproduções que foram usadas nas filmagens e parte delas (cinco) foi destruída nas gravações.

Mustang Eleanor

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

O Mustang Eleanor é originalmente um fastback de 1967 que foi convertido em Shelby Mustang GT 500 da época, mas com elementos estéticos personalizados pelo dono do carro, um personagem desconhecido dentro da trama.

O design do Eleanor foi criado por Chip Foose com base em desenhos do ilustrador Steve Stanford. O carro criado pela Cinema Vehicles Services acabou se tornando um cult entre os customizadores por conta de sua fama devido ao filme.

Algo bem diferente do que aconteceu com o primeiro filme “Gone in 60 Seconds” de 1974, onde o carro era um Ford Mustang Sportsroof sem modificações estéticas.

No caso do Eleanor, chama atenção que se trata de um visual totalmente exclusivo, o que chamou a atenção do público, já que os demais carros roubados por Randall “Memphis” Raines eram modelos originais, exceto a “Grace”, que era uma limusine Rolls-Royce.

Mustang Eleanor – Customização

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

O Mustang Eleanor difere de um Mustang Fastback de 1967 devido às preparações para ser um Shelby Mustang GT 500 e para se tornar o personagem, o que lhe adiciona uma segunda personalização sobre a primeira.

No filme, o carro é de fato um GT 500, mas fiéis ao trabalho de Foose, Stanford e CVS, os proprietários das réplicas utilizam geralmente o Mustang Fastback de 1967 ou próximo disso.

A customização original, que segue sendo feita nas réplicas, adiciona uma frente de fibra de vidro ao clássico pony car americano.

Ela cria um conjunto sem emendas com dois faróis circulares principais e mais dois auxiliares, posicionados ao lado. Estes são menores e ficam próximos da grade com frisos horizontais e sem emblemas, tendo ainda a parte inferior curvada.

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

Nessa parte, o Mustang Eleanor diferente bastante do GT 500 original de 1967, não tendo nenhuma relação de estilo, exceto dos diminutos faróis secundários, que no muscle car da época ficavam no corpo da grade e eram do mesmo tamanho dos originais do carro.

O para-choque também é exclusivo e feito de fibra de vidro, tendo visual bastante limpo com spoilers na parte inferior e grade central com bordas inferiores curvadas e sem a parte superior, fusionada com a moldura da grelha acima.

Esse protetor do Eleanor tem ainda dois pequenos faróis auxiliares ou de neblina, além de dois grandes faróis circulares montados em frente à grade inferior. Eles são uma alusão à continuidade de estilo do Shelby GT 500 original.

Os para-lamas laterais são originais do Mustang 67 e no Eleanor, ostentam o badge do Shelby Mustang GT 500 com a famosa cobra. Essa é outra referência do carro fictício no filme, pois, o veículo eram personalizado na produção.

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

O Mustang Eleanor adiciona também saias laterais com escapes cromados integrados, devido à modificação feita na personalização do escapamento do GT 500 fictício. As entradas de ar laterais inferiores são suavizadas na customização.

As entradas de ar superiores são fechadas na parte traseira, diferente do GT 500, enquanto maçanetas cromadas pronunciadas e as longas portas com quebra-ventos e suas molduras cromadas são originais do modelo. Os retrovisores, porém, são redondos e criados na personalização do Eleanor.

Diferente do Shelby Mustang GT 500 1967, o capô do Eleanor tem um grande ressalto, mas sem aberturas para entrada ou saída de ar.

Essa é uma das marcas do carro, que manteve o restante do desenho da tampa, inclusive com os cabos de aço para evitar a abertura do mesmo em condução.

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

Na traseira, o Mustang Eleanor ganhou um bocal para abastecimento não original do modelo, que possui um belo acabamento e é um dos itens imprescindíveis na personalização. Ela fica do lado esquerdo do carro.

As lanternas traseiras horizontais originais foram mantidas, mas devido a mudança do bocal, um badge foi adicionado entre elas no lugar do bocal original.

O para-choque laminado do GT 500 é pintado no Eleanor e as luzes de ré permaneceram no mesmo lugar, assim como a placa. A parte inferior da carroceria, nesse caso, não ostenta os escapes e nem os cortes para o mesmo.

A carroceria do Mustang Eleanor chama atenção ainda pela cor Dupont Pepper Grey de 1967, original do carro personalizado.

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

Ela possui duas faixas pretas centralizadas que percorrem toda a carroceria por cima, indo desde entre as grades, passando pelo capô, teto, porta-malas e parte traseira.

Com suspensão rebaixada, o Mustang Eleanor possui rodas esportivas de aro 17 polegadas em liga leve de cor cinza, bem como protetor de cubo com três alertas cromadas. Os pneus geralmente são largos e de perfil baixo.

Por dentro, o acabamento do Mustang Eleanor é totalmente personalizado, mantendo originais o vinil das portas com detalhes metálicos, incluindo o painel, deixando todo o restante em cor preta.

No painel do Eleanor, o conta-giros não é original, sendo montado sobre o relógio analógico do Mustang de 1967 e inutilizando o que vinha de fábrica, posicionado no corpo metálico do conjunto frontal.

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

Velocímetro, nível de combustível e temperatura da água são originais. Os demais itens do painel são originais, mas como se trata de uma personalização sobre o GT 500, os itens precisam ser os mesmos do Shelby e não do Fastback, incluindo o badge no lado do passageiro.

O volante em madeira tem raios de aço inox sem aberturas circulares como no GT 500, sendo estas retangulares. O aro central é personalizado. Os pedais são de aço inox e feitos para a customização.

Os bancos em vinil personalizados são os mesmos do GT 500, sem apoios de cabeça e com cintos subabdominais maiores. Entre os assentos, o extintor de incêndio e um botão de acionamento do óxido nitroso. Este ficava em um enorme cilindro no porta-malas.

No Mustang Eleanor, havia um botão vermelho na alavanca de câmbio (no pomo) chamado “Go Baby Go”, que também faz parte da personalização, embora nem todos os carros customizados por terceiros possuem tal item.

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

O restante do carro é original com elementos do GT 500, mas a personalização pode terminar por aí, exceto se o proprietário realmente quiser ser fiel ao carro do filme (e não exatamente ao Shelby).

Nas filmagens, o Mustang Eleanor usa um motor V8 5.7 preparado para alcançar 400 cavalos. O propulsor tem filtro de ar circular aberto e cabos de velas vermelhos, além de outros itens personalizados.

Nas customizações geralmente são aplicados outros motores, como o Big Block 427 “Cammer” ou outro de tamanho igual ou maior, mas o motor original do Fastback também pode ser usado, geralmente com preparação.

Algumas réplicas vão de 300 cavalos a 800 cavalos, dependendo apenas do quanto será gasto na preparação. A transmissão manual é de quatro marchas, mantendo-se inalterados eixo cardã e diferencial traseiro.

O Filme

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

O filme “60 Segundos” de 2000 é um remake de produção similar de 1974, estrelado por Nicolas Cage e Angelina Jolie. Na produção, ele interpreta o personal Randall “Memphis” Raines, um conhecido e famoso ladrão de carros.

Com seu irmão é sequestrado pela gangue em que atuava, após falhar no roubo de um Porsche 996 e ameaçam joga-lo num triturador de carros. Memphis, para salvar seu irmão, aceita a tarefa de roubar 50 carros em 72 horas (confira aqui quais eram esses carros e seus nomes).

Essa era a quantidade de carros que a gangue tinha de roubar para um “cliente”. Então, Memphis reúne uma equipe de ladrões para realizar a proeza, roubando todos os carros, deixando o Mustang Eleanor por último.

O nome Eleanor foi dado ao Mustang porque todos os carros tinham nomes de mulheres, exatamente para que a comunicação entre a quadrilha não fosse desvendada pela polícia.

Mustang Eleanor: tudo sobre o famoso esportivo do filme "60 Segundos"

O Mustang Eleanor era o prêmio máximo para fechar o negócio e Memphis salvar seu irmão. Ele contou com ajuda de Sara “Sway” Wayland (Angelina Jolie) parta conseguir a façanha.

No final, o Eleanor é recusado pela gangue por estar quebrado e ter chegado 12 minutos atrasado. O carro é destruído na prensa e Memphis consegue escapar de ser morto, matando no final o seu algoz.

No fim do filme, seu irmão lhe presenteia – por ter salvo sua vida – com um Shelby Mustang GT 500 velho e enferrujado, que quebra antes dele dar sua primeira volta. Existe a promessa de restauração do mesmo.

Na vida real, um dos carros usados no filme foi restaurado e leiloado.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

    Quem somos

    O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

    Notícias por email