*Featured Ford Hatches

New Fiesta 1.5 SE 2014: leitor relata impressões após 3.000 km

New Fiesta 1.5 SE 2014: leitor relata impressões após 3.000 km

Olá amigos do NA, tentarei descrever aqui minhas impressões a respeito do meu carro, um Ford New Fiesta Hatch 1.5 SE 13/14. Antes deste eu tinha um Golf Sportline 1.6 2009, o considerava um carro excelente, por ser confortável, econômico, estável e, digamos, bonito. Porém, pesava contra ele o valor de seu seguro, de suas peças, o fato de ele não possuir abs e airbag e também de que ele estava finalmente de partida, para a chegada da nova geração.


Assim que eu soube, fui em busca de um novo carro. Minha primeira opção foi o Punto Essence 1.6, mas, quando eu estava fechando negócio, vi um New Fiesta na porta da concessionaria Ford daqui de Vitória e me apaixonei pelo modelo. Não que o modelo anterior, com frente mexicana, não fosse interessante, mas que aquela grade a lá Fusion lhe caiu de forma perfeita, isso é mais que verdade.

Quando sentei pra cotar o preço final do Fiesta, me surpreendi com seu valor. Eu, que já tinha mirado outros modelos na faixa de 45 000 reais, como Punto Essence, Fox Highline, Novo C3, Onix LTZ e HB20 1.6, me surpreendi com o valor do Fiesta 1.5 SE.

New Fiesta 1.5 SE 2014: leitor relata impressões após 3.000 km


O veículo saía por 42.500 reais à vista. Havia a versão 1.6, por 45.500 reais, uma proposta interessante porém estava com pressa em pegar o carro, e como era seu lançamento, a concessionária só tinha em estoque um modelo do motor 1.5, na cor vermelho arizona. Decidi que seria este meu próximo carro, e menos de uma semana depois já estava com o carro em mãos.

Em relação ao Golf, logo de cara senti falta no Fiesta do sensor de estacionamento, dos vidros elétricos nas portas traseiras, do apoio para o braço do motorista entre os bancos, ar digital… Mas o Fiesta compensava a falta destes itens com a presença do som My Connection, que possui entrada USB, Bluetooth (incluindo teclado numérico semelhante ao de discagem no celular, permitindo se discar o número desejado do próprio painel) e entrada auxiliar.

O Fiesta também conta com um sistema de partida inteligente, com o qual só é possível ligar o carro pisando na embreagem, e não necessita pressionar a chave até o motor ligar, sendo necessário somente um toque. A presença de airbag e abs hoje se tornaram mais que essenciais. A direção elétrica também contribui para o conforto.

New Fiesta 1.5 SE 2014: leitor relata impressões após 3.000 km

Outro ponto positivo foi o valor do seguro, que, mesmo com meu perfil de alto risco (jovem, veículo dorme na rua) o seguro oferecido pela Ford em parceria com a Mapfre saiu num preço super bacana (acreditem, 1.800 reais, valor promocional).

O carro já está nos 3000 km, e, consegui chegar a algumas conclusões.

Motor/ consumo: comparando com o meu último carro, que eu considerava um modelo econômico e, digamos, potente, o New Fiesta, mesmo com motor 1.5, possui 111 cv no etanol, ante 104 do 1.6 da VW. Além disso, o tanque do Golf comportava 55 litros, e rendia na cidade algo em torno de 550 km quando completado com gasolina, e no ar ligado. O Fiesta, por sua vez, conta com um tanque com capacidade para 49 l e, mesmo em fase de amaciamento, e com o ar ligado, rendia mesmos 550 km com um tanque cheio. São 6 l, que no final fazem a diferença. Só estive com ele uma vez na estrada, e tive boas impressões quanto o rendimento de seu motor.

Acabamento: o Golf, mesmo com seu design atrasado, oferecia um acabamento sem rebarbas, bom de se tocar, e bem suave. No Fiesta, o acabamento me pareceu mais rígido, porém bem encaixado e com texturas que não irritam o tato.

Suspensão: o Fiesta bate seco nos buracos existentes nesse nosso Brasil. Parece até que soltou alguma coisa… Mas não.

New Fiesta 1.5 SE 2014: leitor relata impressões após 3.000 km

New Fiesta 1.5 SE 2014: leitor relata impressões após 3.000 km

Design: pra mim, com certeza o ponto mais forte do carro. De longe, não existe carro de valor semelhante com um design tão arrojado, um painel tão surpreendente. O HB20 até chega perto, mas ainda assim, considero o Fiesta muito mais interessante, neste quesito.

Espaço interno/ porta-malas: como nos veículos da categoria, o Fiesta não é exemplo de veículo espaçoso e porta malas generoso, mas, como na maioria das vezes utilizo o carro sozinho, isto não me fez a diferença no final das contas.

Preços: o preço de compra me pareceu interessante, isto porque o comprei em seu lançamento, e mesmo assim não houve ágio. O preço do seguro e as revisões com preço fixo também são interessantes.

New Fiesta 1.5 SE 2014: leitor relata impressões após 3.000 km

New Fiesta 1.5 SE 2014: leitor relata impressões após 3.000 km

Estabilidade: não sei se foi impressão minha, por ter saído de um carro que é exemplo de estabilidade, mas senti o Fiesta rolar um pouco demais nas curvas mais acentuadas, talvez devido às rodas serem aro 15.

Conclusão: estou satisfeito com o carro. Pelo valor dele, acredito que ele venha a oferecer um motor eficiente, econômico, uma certa quantidade de tecnologia, além de um design incrível.

Por Diogo Pedroni

New Fiesta 1.5 SE 2014: leitor relata impressões após 3.000 km
Nota média 4 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email