Ford Sedãs

New Fiesta Sedan Titanium: impressões após 4 meses

New Fiesta Sedan Titanium: impressões após 4 meses

Comprar um carro é sempre um momento fascinante, todo mundo que compra passa por uma grande expectativa seja no 0km ou no velhinho companheiro. Expectativa maior pra uns e menor para outros, mas para as pessoas apaixonadas por carros como eu a expectativa é enorme.


Então no intuito de ajudar as pessoas que também estão alimentando suas expectativas deixo meu relato para quem sabe poder ajudar alguém.

Sou médico, tenho 30 anos de idade e 12 anos de CNH, sou de família de motoristas natos e amo dirigir. Ando em média 450 km por semana quase sempre a trabalho. Meu primeiro carro foi um Fiat Palio 2000/2001 1.0 Fire EX, era um usado pelado que meu pai me deu no ultimo ano de faculdade muito conservado aos seus 90.000 km que fiquei com ele até os 150.000 km com uma manutenção impecável e rigorosa que eu mantive.

Embalado por uma boa impressão do meu primeiro carrinho em janeiro de 2012 resolvi trocar para o recém lançado Novo Palio 1.0, mas dessa vez comprei completo com quase tudo que tinha direito (faltou-lhe apenas pintura metálica e rodas de liga leve).


Porém dessa vez houve uma pequena frustração. Pegue o mesmo motor 1.0 Fire do ano 2000, adicione a ele uma caixa mais longa e uns 200kg a mais de peso e terá a impressão de estar dirigindo uma “pata choca”.

Concordei que cometi o erro de comprar o carro sem fazer o test drive, ainda assim engoli ele amargamente por quase 80.000 km com o mesmo sabor que experimenta quem quer assinar apenas um plano de internet e te empurram goela abaixo um plano de telefone fixo que você nunca vai usar.

Após 35 meses, e muitos fios de cabelo a menos, com o Palio 1.0 estava chegando a hora de trocar. Pelo tanto que viajo fazia questão de um carro seguro, queria o conforto de um câmbio automático e precisava de um carro de manutenção barata e com consumo que não assustasse quem acabou de sair do 1.0.

Minha primeira opção era o Corolla, preenchia os critérios de boa revenda, 5 estrelas no LatinNCAP, um excelente cambio CVT e muito confortável, porém a negociação na Toyota para o novo Corolla é muito tensa, tratam ele como a cereja do bolo, nem 1 real de desconto e desvalorização total do meu usado que na tabela FIPE estava avaliado em R$ 27.000 e na avaliação de três Toyotas a melhor valor que escutei foi R$ 19.500.

A partir desse momento a minha prioridade passou a ser também a avaliação do meu usado, olhei Civic (avaliação ruim do meu usado), Golf (manutenção cara e não é flex), Sentra (revenda duvidosa para carro muito rodado e não dispunha do que poderia diferenciá-lo que é o ESP), Cruze (todas avaliações dizem que ele é muito beberrão).

Foi então que numa concessionária Ford aqui de Belo Horizonte que surgiu uma luz no fim do túnel, havia em estoque a pronta entrega um New Fiesta Sedan Titanium Cinza Moscou 2014/2015 cujo preço de tabela era R$ 67.760 e que com muito choro caiu para redondos R$ 61.000.

O meu usado foi avaliado em R$ 24.000 o que achei justo. Fiz o test drive, não era o carro grande que eu queria mas gostei, fechei negócio e em 2 dias já estava com o carro novo na minha garagem. Hoje, 4 meses depois, já está com 9.800 km.

New Fiesta Sedan Titanium: impressões após 4 meses

O New Fiesta: Resumidamente ele tem motor 1.6 de 130 cv, cambio automático de dupla embreagem e 6 marchas, controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, ar condicionado digital, 7 airbags, bancos em couro, sensor de chuva, sensor crepuscular, retrovisor eletrocrômico, piloto automático e etc.

Nenhum carro é tão completo pelo preço dele. Motor e caixa se encaixam como uma luva, faz parecer que se está dirigindo um pequeno foguete de bolso, sem dó de apertar o acelerador deixa a maioria dos 1.8 para trás e provavelmente muitos 2.0 nem tão antigos.

O câmbio é um automatizado, às vezes pode te decepcionar e não passar a marcha que você gostaria, mas no geral em 97% do tempo faz as trocas melhores do que eu faria e com muita suavidade.

O consumo depende muito da forma de guiar e da estrada, mas de maneira geral dirigindo entre 80-100 km/h em asfalto livre dá para se conseguir algo entre 15-16 km/l na gasolina e algo entre 12,5-14,0 km/l no etanol, no trânsito urbano ele é um pouco sedento e faz médias por volta dos 7,5 km/l gasolina e 6,1 km/l no etanol (porém se você gosta de dirigir nervoso e quer escutar o gostoso ronco do seu motor e ficar sempre forçando ele a trocar marchas em altos giros como se estivesse jogando Need for Speed não espere um consumo melhor que 9 km/l na estrada).

A direção elétrica possui uma suavidade incrível. Dirigir um carro com tantos sensores e facilidades torna a condução muito mais gostosa e segura.

New Fiesta Sedan Titanium: impressões após 4 meses

Agora falar dos contras: Quem vê por fora pode não acreditar mas o New Fiesta Sedan é mais apertado que o Novo Palio. Tenho 1,76m e para caber no carro preciso arredar o banco completamente para trás e ainda assim sinto que precisava de mais um pouco.

O passageiro de trás fica absurdamente apertado. Outro ponto negativo que notei é que o carro possui um curso de amortecedor e suspensão muito curtos fazendo dele um carro muito estável, porém muito duro e baixo, qualquer quebra-molas é quase um precipício, andar em ruas de pedras é extremamente desconfortável com o carro chacoalhando de lado.

Um defeito que notei desde o primeiro dia que peguei o carro é um insuportável cheiro de combustível quando mando completar o tanque, achei que era um fato isolado, porém em fóruns vejo outros clientes reclamando do mesmo problema.

Inclusive nos Estados Unidos existe um chamado de Recall para todos New Fiesta produzidos entre 2013 a 25 de outubro de 2014 na Planta de Cuautitlan no México (meu caso) para substituição do tanque de combustível, já liguei para a Ford do Brasil e aqui eles negam haver qualquer problema, vamos ver o que vai ser dito na revisão sobre o mal cheiro.

Por falar em revisão, esta semana fui agendar a revisão e me informaram que os Fiesta modelo 2015 tiveram alteração no plano de manutenção e agora a primeira revisão irá ocorrer com 6 meses ou 5.000 km.

Questionei que no manual de instruções e no ato da venda fui informado que deveria ser com 10.000 km ou 6 meses e a resposta dada é que alguns modelos saíram com manual desatualizado e que EU DEVERIA ter visto no site da Ford a correção. Se assim for vamos mais uma vez para o juizado especial.

De maneira geral estou muito satisfeito com o meu atual carrinho. A frente global da Ford lhe caiu muito bem, não é muito vistoso para quem o vê de costas pois aquele formato de “V” invertido lhe faz parecer um carro muito pequeno.

Na minha opinião o maior encanto está atrás do volante, é pisando e executando ele que você sente a sua essência. O carro é muito esperto e entrega o mínimo de itens de conforto e segurança que qualquer carro hoje em dia deveria ter. A pouco tempo atrás dirigia um 1.0 e hoje não vejo mais sentido em dirigir um carro manual e fraco. Espero ter ajudado vocês.

Por Leandro Nogueira

New Fiesta Sedan Titanium: impressões após 4 meses
Nota média 4 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email