Carros Conceito Elétricos SUVs

Nimbus: Conceito brasileiro é aventureiro e ecológico

[tps_header]

nimbus-conceito-4

Um conceito muito interessante foi desenvolvido pelo designer brasileiro Eduardo Galvani. Chamado Nimbus, o veículo é um utilitário ecológico que poderia enfrentar muitas estradas e caminhos do Brasil “não-pavimentado” ou mesmo pelo mundo afora.

nimbus-conceito-1

O Nimbus é um monovolume com formato bulboso e grande área envidraçada, que possui motor elétrico de 180 cv instalado na traseira e carroceria feita em fibra de carbono, alumínio e titânio. Com tração nas quatro rodas, o conceito (ainda na forma 3D) apresenta também modos de condução, piloto automático, seis airbags, sistema antifurto e dispositivo para autolimpeza exterior.

nimbus-conceito-2

Se fosse construído, o Nimbus pesaria em torno de 1.620 kg e seu consumo energético é equivalente a 77 km/litro. Por fora, o veículo dispõe de escada na parte traseira, bagageiro fechado no teto e mais um aberto, suspensão independente em cada roda, pneus off-road, estepe externo, faróis auxiliares, entre outros. No interior cabem cinco pessoas e o painel é equipado com dois displays digitais com várias funções.

nimbus-conceito-9

Há conexões Bluetooth, WiFi e USB (4 entradas), ar condicionado, medidor de pressão dos pneus, direção hidráulica, frigobar, internet, navegador GPS, entre outros. O Nimbus mede 4,20 m de comprimento, 2,10 de largura e 2,60 de altura. A autonomia das baterias varia de 260 a 320 km, podendo ir de 0 a 100 km/h em 13 segundos e atingir máxima de 130 ou 160 km/h. O porta-malas interno tem 470 litros, enquanto os exteriores abrigam 200 e 300 litros.

[Fonte: Hemisfério Criativo]

Galeria de fotos do Nimbus e-car Concept:

[/tps_header]

nimbus-conceito-1





  • mpol

    Achei perfeito para o Brasil, parece carrinho lunar, deve suportar as crateras daqui.

  • Pablo Silveira

    Parece uma kombi futurista kkkkkk

    • Júlio César Camazano

      pensei a mesma coisa! uma mistura de kombi com Jetsons! só que na versão adventure… rs

    • Pacheco

      Eu achei q era uma kombi anfibio. Kkkkk

    • Natanael Gomes Lima

      “Nimbus” do Latin, significa Kombi kkkkkkk

  • Matheus Ulisses P.

    Fantástico! Adorei. Diferente de tudo!

  • Luis_Zo

    Eduardo Galvani, não desista do seu sonho….

    Mas atenha-se as leis de Newton:

    1620kg (pesado!), pneus off road (alta resistencia ao rolamento), aerodinâmica de um paraquedas…

    Vai ser muito dificil (pra não ser quase impossivel) entregar 0 a 100 em 13s + 160km/h de máxima + 260km de autonomía… longe de ser equivalente a 77km/l.

    • Edson Fernandes

      Com 180cv de um motor elétrico? Tudo bem que a autonomia eu não sei, mas geralmente o torque dos motores elétricos é plano o que faz ter força….

      Os pares internacionais são bem menos potentes (e pouco mais leves) e fazem por volta disso, imagina nesse?

      • Luis_Zo

        Diferença dos Pares Internacionais x Nimbus

        1. Baixo peso x Alto peso
        2. Pneus de baixo atrito ao rolamento (verdes) x pneus de altíssimo atrito ao rolamento (off-road)
        3. Aerodinâmica excelente x Paraquedas ambulante

        Vamos lá. Começamos errado falando em potência, coisa que brasileiro adora. Para um veículo elétrico (alias, para qualquer um) o que conta é torque disponivel em quais faixas de rotação. A caracteristica desse motor elétrico é torque plano em baixas rotações e uma perda subita de torque em altas.

        Pode ser que a performance até seja entregue, ou seja, os 160km/h de final e 0-100 em 13s, mesmo com uma aerodinamica sofrivel e até o fato de ser tração nas 4 atrapalhar o 0 a 100.

        Mas fato é que essa autonomia é extremamente exagerada para os padrões tecnologicos de hoje. De hoje! Um carro “normal” hoje em dia ja presa por baixo peso, baixo atrito de rolamento e baixa aerodinâmica e isso é levado ao extremo em qualquer eletrizado devido justamente a precisar melhorar a autonomia.

        Temos ainda mais dois fatores: essa area envidraçada gigante exigirá um AC potente, o que matará bons km dessa autonomia quando ligado (é um carro pro Brasil certo, o AC estará sim ligado!)

        E aqui tambem tem um erro conceitual: Não vejo nenhuma estrutura de reforço para aguentar o peso do teto (quem dirá carregado!). As colunas ou serão feitas de materiais altamente resistentes (e caros) ou então deverão ser reforçadas e aumentarão ainda mais o peso do carro. Lembra, só air-bag não garante segurança, precisa de estrutura reforçada. E quero ver por air-bags de cortina ai…

        O meu ponto é o seguinte, para mim design é aliar arte com funcionalidade (Steve Jobs é o exemplo mais visivel). Vejo aqui um exercicio de arte somente, sem compromisso com a realidade. O que seria o extremo oposto da engenharia, compromisso com funcionalidade, sem levar em consideração o que as pessoas querem, os seus desejos (a arte!).

        E tudo que é levado ao extremo perde credibilidade por si só, como por exemplo a divulgação de numeros sem um pouco mais de criterio.

        Veja bem, não estou criticando só por ser chato. Se o designer quiser contar comigo pra rever esses numeros e chegar a algo mais factivel, posso usar minhas experiencia em aerodinamica computacional e networking, estou a disposição pra trabalhar melhor esse valores…

        • Edson Fernandes

          Eu concordo com o que vc disse. E também entendo que o conceito não deve ser tão ficticio como esse.

          Mas quando falei de potencia, falei pensando justamente no torque que deve entregar. Nesse aspecto até me lembro de motores a Diesel que entregam pouca potencia relativa, mas muito torque. Só que sempre são divulgados a potencia. (ou na maioria das vezes)

          Sobre todos os aspectos técnicos, creio que do conceito, ele sofreria muitas mudanças se um dia chegar no mercado. Para mim, o carro foi pensado para ser um elétrico off road e só. E nesse aspecto foi pensado para ter essa area visivel, ainda que todos os faotres de segurança e outros de aerodinamica sejam contrários a ele.

          Agora, como focou o peso, como fator relevante, perceba que o proprio Leaf mesmo sendo oque é, pensado para aerodinamica e tudo mais, pesa por volta dos 1500kg que também não é pouco com um motor de 109cv com 0-100 em 11,5 segundos.

          Veja, eu entendo os aspectos técnicos, mas não achei que o motor com tal potencia (porque como disse, não cita o torque) interessante.

          • Luis_Zo

            Poisé, se considerarmos ele como só off-road eletrico, ai sim que não alcança mesmo a autonomia estimada… e nem por isso a aerodinamica deve ser desconsiderada.

            O peso elevado é justamente pelas baterias, chutaria que respondem até por uns 50% do total.

            No fator 0-100 realmente, acredito que os 180cv poderiam entregar os 13s (ainda mais com o seu exemplo do Leaf pra sustentar).

            A velocidade final é que ainda fico em duvida, pois ai sim a aerodinamica influencia (e muito!). Classico caso do Veyron que teve que ir de 1000 pra 1200cv só pra aumentar alguns poucos km/h de final…

            Enfim, pra não ser vira-lata: acho que esse conceito, principalmente por ser de um Brazuca, deveria ser acreditado, refinado e levado pra frente… capacidade a gente tem pra isso, o que a gente não aprendeu é juntar as pessoas certas. Nos ainda achamos que conseguimos resolver tudo sozinhos, ou então queremos fazer tudo sozinhos pra levar a “fama” (e ai nada sai do chão ou se sai não fica bom)…

  • Renan Kuhn

    Pelo menos tem uma Heineken no console :D

  • Marllon Duarte

    Lembra um submarino!

  • Júlio Câmara

    O bom do design é isso: podemos nos abstrair da engenharia e sermos livres para idealizar soluções para o futuro, até mesmo com números e especificações – mesmo que atualmente difíceis de viabilizar. Parabéns ao designer.

    • Fabio Marquez

      A área envidraçada enorme é pedir para não passar em um crash test, mas gostei da ideia conceito.

  • TorinoG7

    Show de bola! Tem um visual um tanto ”exótico”, mas gostei bastante do carro. Seria muito bom se este projeto se tornasse realidade.

  • Aida Vilarinho

    Fiquei encantada com esse conceito!
    É um daqueles casos em que o resultado é diferente e estranho mas ao mesmo tempo agradável e atraente!

  • Jackson Sousa Leite

    pra quem não sabe Nimbus foi um modelo de ônibus brasileiro fabricado pela furcare depois com o sucesso desse modela a propria encarroçadora passou a se chamar Nimbus anos depois sendo adquirida pela Marcopolo então acho que podem até mudar o nome do projeto pois a Marcopolo detem direitos sobre a marca

  • Rick D Dois

    com essa grande area envidracada, e ruim andar ,por ex no off road ( estrada de cascalho por ex) atras de algum caminhao….haja parabrisa inteiro.E melhor um DEFENDER nesta horas.

  • Sam86

    Submarino sobre rodas. XD

    O que tem de estranho por fora tem de aconchegante e confortável por dentro, ao menos é que parece.

  • Magnum Jonathan Queiroz

    a volkswagen vai comprar esse projeto e chamar de crosskombi kkkkkkkkkk

    • Marllon Duarte

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • BlueGopher

    Lá pelos anos 1930 a forma arredondada estava no auge, há diversos protótipos parecidos.
    Exemplo: O MarsExpress da Pan American Petroleum Corporation

    http://cr4.globalspec.com/PostImages/201102/MarsExpress_02_1000-700x409_6CDA461D-CBC6-2D25-8A12119BA837649D.jpg

  • 912mig

    Ridiculo, parece um baiacu inchado!

    • GPE

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Jonas Sales

      kkkkkkkkkkk… Parece mesmo…..

  • Thiagusss

    mto interessante o conceito. Ressalva apenas quanto ao desempenho, será que realmente é capaz de tudo isso, levando em consideração peso/potência/aerodinâmica?

    palmas para a heineken…rsss

  • Marcos Vinicius Bittencourt

    Se é para ser aventureiro, fica uma dúvida: Como se comportam os motores elétricos em casos de ter que atravessar rios/enchentes? Os motores elétricos são blindados ?

  • Lucas Nunes

    Vi que ninguém falou, mas vocês perceberam a quantidade de equipamentos do carro? Ninguém se perguntou quanto ao preço não é? O conceito ta bem completo, e se um motor a combustão de 180 cv ja é caro, imagina um 180 cv elétrico?

  • DGA

    Se capotar de lado no começo de uma longa descida vai parar somente no término da mesma.

  • pedro rt

    achei parecido com aquelas picapes dodge pos-guerra dos anos 40 com o unimog o design dele

  • Peraldiano

    Cá prá nós,isso está parecendo mais um supositório projetado pela Citroen….

  • Gabriel Tadeu

    Parece uma garrafa pet

  • CorsarioViajante

    Curti a heineken no console central! rs
    Falando sério, muito legal o carro, dá vontade mesmo de sair com ele.
    O difícil é saber se está indo ou voltando… rs

  • Marcelo Tavares

    esse carro ja começa se Produzido em marte .ainda esse ano!!!

  • Pomarola

    Engraçado que para um conceito virtual sabem até a fração “quebrada” (os 20kg extras aí na conta) dos 1620kg, a autonomia da bateria, o tempo de 0 a 100km/h e a velocidade final. Bobas são as montadoras que fazem testes com conceitos reais. Aliás, a Caoa deve ter feito as contas assim para anunciar a potência e o consumo do Lerdoster…

    Sem contar que parece um bondinho com rodas ou uma cápsula de Advil gigante.



Send this to friend