EUA Mercado Nissan Sedãs

Nissan fala do próximo Sentra nos EUA

Nissan fala do próximo Sentra nos EUA

A Nissan lançou o belo Altima 2019 nos EUA, mas já sabemos que o sedã grande da marca japonesa não retornará ao mercado brasileiro, conforme dito pelo presidente da filial brasileira, Marcos Silva, durante o Salão de Buenos Aires, em 2017. Mas, se o modelo não vem, ainda mais agora que ficou mais expressivo e sofisticado, outro membro da gama de sedãs da empresa virá e este em nova geração.


Falamos do Sentra, que em 2019 finalmente ganhará sua próxima geração. O sedã médio (aqui) foi muito criticado no mercado americano por seu estilo pouco atraente, ainda mais em relação aos rivais Honda Civic e Toyota Corolla. Ainda assim, o comprador desse tipo de carro nos EUA viu vantagens nele e fez com que mais de 218 mil unidades fossem emplacadas só em 2017, por exemplo. A dupla rival, no entanto, vende bem mais, alcançando acima de 377 mil e 308 mil, respectivamente.

De qualquer forma, para a Nissan, o número não é ruim, apesar do mercado de sedãs estar ruindo. Porém, de acordo com Michael Bunce, CEO da Nissan nos EUA, o mercado não ficará sem sedãs e ele acredita que a mesma onda que hoje impulsiona os crossovers e SUVs mudará novamente para os sedãs. Bunce se apoia numa pesquisa de mercado onde os clientes Millennials e Centennials não são influenciados pelo formato dos carros, mas por detalhes de estilo.

Para eles, segundo Bunce, não é a forma, mas as linhas que atraem. A pesquisa teria revelado que quando eles se identificam, compram. Para a Nissan, o levantamento ainda apontou que os sedãs são os preferidos. O motivo pode estar na maior liberdade de criação em relação aos SUVs, por exemplo.


Por conta disso, podemos esperar um Nissan Sentra 2019 mais expressivo, talvez seguindo a linha do Altima, que por sua vez foi influenciado pelo Maxima e o sedã chinês Lannia, feito para o consumidor jovem daquele país. Bunce não dá detalhes sobre esse modelo, mas avisa: “O Sentra é provavelmente o veículo onde temos mais oportunidades”. Sem se apressar em dar pistas, o executivo apenas diz: “Temos muito chão para andar até lá”.

No mercado americano, o Nissan Sentra usa um motor 1.8 de 126 cavalos na versão com câmbio CVT Xtronic e 132 cavalos com câmbio manual de seis marchas. Já na versão SR Turbo, o motor é o 1.6 DIG-T com 190 cavalos. Por aqui, o motor é o 2.0 aspirado flex de 140 cavalos com CVT Xtronic. Em 2017, ele vendeu 3.861 unidades, ficando em sexto entre os sedãs médios. No primeiro bimestre, manteve a posição com 581 emplacados.

[Fonte: Road Show]

Nissan fala do próximo Sentra nos EUA
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email