Crossovers Eventos Nissan

Nissan Kicks 2018 para PcD será mostrado na Reatech

nissan-kicks-pcd-2018 Nissan Kicks 2018 para PcD será mostrado na Reatech

A Reatech (Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade), que acontece entre os dias 1º e 4 de junho na capital de São Paulo, será palco de apresentação para o inédito Nissan Kicks para pessoas com deficiência (PcD). A nova versão é uma das principais novidades da linha 2018 do crossover, que agora é produzido na planta de Resende, no Rio de Janeiro.



O novo Nissan Kicks em sua versão para PcD, conforme informou o site Tracionando, será oferecido por R$ 68.490. A nova configuração trará o motor 1.6 litro flex, que desenvolve até 114 cavalos de potência e 15,5 kgfm de torque, associado ao câmbio automático Xtronic CVT.

Entre os equipamentos de série, haverá airbags frontais, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, Isofix, alarme perimétrico, ar-condicionado, trio elétrico, volante com ajuste de altura e profundidade, bancos dianteiros com tecnologia Zero Gravity, banco do motorista com ajuste de altura, banco traseiro bipartido e rebatível, computador de bordo, direção elétrica, sistema de som com Bluetooth e entradas auxiliar e USB, rack de teto, entre outros.

A Nissan deve anunciar a chegada do novo Kicks 2018 ao mercado nas próximas semanas.

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

  • Marco Antônio

    O manual será 5 marchas?

    • Tosca16

      Creio que só automático.

    • Debraido

      A função do PCD é ser automático.

  • Raul Pereira

    parece bem equipadinho pra mim. A Nissan atualmente está sendo a marca mais confiável pra mim desde o segmento popular. Só precisavam trazer o March novo pra cá, aí eu comprava sem pensar duas vezes (claro, depois de ver NCAP e INMETRO)

  • Bruno Alves

    Esse nicho PCD simplesmente explodiu ultimamente, por um lado é muito bom, mas se tratando de Brasil sempre é de se desconfiar. Deve ter gente conseguindo isenção não tendo nenhum tipo de deficiência…

    • ViniciusVS

      Deve? só não pega desconto PCD quem não quer. tem uma empresa ai gastando rios de dinheiro com propagandas falando que 80% da população tem direito etc…

      Aproveita enquanto a casa não cai, Quando o Governo fizer o pente fino a teta vai secar.

      • Debraido

        Realmente, minha mãe é. Depois de um câncer perdeu a parte linfática do braço direito e quase toda a força do mesmo. Acho que as regras deveriam ser mais rígidas. Eu por exemplo, com duas hernias de disco, estou apto ao programa. O que acho um absurdo.
        E se tratando de Brasil, é capaz que tomem uma medida drástica e as pessoas que realmente precisam saiam prejudicadas.

    • Henrique

      Bruno, concordo com você que, neste momento, quando as vendas estão fracas, as montadoras encontraram um “nicho” de mercado a ser explorado; sem a necessidade de “fazer política em Brasília” para conseguir a diminuição do IPI, como existiu há um tempo atrás. Lembra-se? Afinal, já existe uma lei que faz isto.
      Quanto aos público alvo deste produto, só digo que é um benefício bem burocrático e demorado para se obter, além de exigir uma série de exames médicos, exames e provas de CNH, e muita paciência para esperar a emissão das cartas de isenções. E nada disto sai de graça.
      Agora, se houvessem menos e menores impostos, este tipo de isenção não seria necessário, pois os preço dos automóveis no Brasil não seriam tão proibitivos, como o são atualmente.
      Grato pelo diálogo.

      • Roberto

        Exatamente. Existe uma industria de PCD porque existem dificuldades geradas pelo estado. Reduz o preço para todo mundo e pronto…

    • Vinicius

      Olha, creio que a explosão seja por mais pessoas tendo informação. O processo de obtenção, pelo contrário, foi bastante dificultado nos últimos anos. A RFB hoje não aceita mais apenas o laudo do Detran, o requerente tem que apresentar laudo assinado por dois médicos do SUS e chancelado pelo responsável da unidade de saúde. Alguns estados, por exemplo o RS, tem negado a renovação de quem já tinha o benefício anteriormente (embora eu creio que essa seja uma restrição orçamentária).

  • TijucaBH

    Desde que comecei a interessar mais sobre carros que o limite para oncarro PDC é de 70 mil reais. Na época, esse valor dava pra comprar um corolla XEi, e só nao compra o Altis porque ele custava 72 mil. Hoje por conta do dolar, inflação e perda de escala produtiva da nossa industria, os carros subira MUITO de preço, porem o governo, assim como faz com a tabela do imposto de renda, nao atualizou esse valor de 70 mil. O que as montadoras fizeram? Criaram uma versão especifica tabelada em 69990 reais para o atender o publico PDC. Resolvida a questao! SQN!!! Governo de MG espertamente soltou um decreto no final de abril/17 dizendo que a isenção do ICMS só é valida para os carros ate 70 mil porém para as versoes que estejam disponiveis para qualquer cliente, portanto em MG essas versões mais simples que são exclusivamente pars o publico pdc, nao podem ser vendidas. A propósito governador de MG voces já devem imaginar de que partido é….

    • Rafael Del

      jaja a moda pega!!!!

    • Brasil_MG

      Única coisa que esse ordinário fez aqui em Minas foi aumentar impostos e ferrar os mineiros…
      (Inclusive está em curso uma votação para novo aumento do ICMS no etanol, e reajuste na alíquota do IPVA de caminhonetes CD)

      • TijucaBH

        Acabei de ler isso no jornal Estado de Minas. Eles arrombam os cofres publicos e agora precisam aumentar os impostos pra nao quebrar o Estado. ABSURDO!

    • Vinicius

      Falou-se muito em aumentar esse teto, porém acho que não traria vantagem alguma para o consumidor PCD. Imagine, hoje a Toyota cobra 69990 pelo Corolla GLI. Caso subissem o teto para 80 mil, o carro custaria 80 mil amanhã.

      • TijucaBH

        O problema é que as versões que as montadoras criaram especificamente para o publico pdc acaba sendo mais pelada do que as versões comuns. Olhando pela descrição dos carros muitas vezes nak se percebe muito, mas basta comparar o mesmo veículo em versões diferentes pra perceber. Outra vantagem de se aumentar o teto é poder comprar outros carros que hoje nao existem versão abaixo de 70 mil, como Cruze, Jetta, Focus, etc. Sem contar que se subirem o valor pra 90 mil por exemplo, pode ser que uma Audi por exemplo crie um A3 PDC.

        • Vattt

          Mas se compra um Corolla (com 7 aribags e ESP), Fluence, C4 Louge, os itens retirados foram apenas de perfumaria e conforto, mas a concorrência tá cuidando de melhorar isso e o preço sempre o mesmo!!!!

        • Vinicius

          Conhecendo as montadoras, acho difícil isso acontecer. A Toyota certamente ganha menos nesse carro tabelado a 70 mil, as diferenças pra um GLi Upper são som, comandos no volante, rodas e couro, e o carro custa 92 mil. Mas entendo seu ponto, eu não compraria uma versão capada exclusiva PCD.

          Focus, Jetta e Civic não tem versões abaixo de 80 mil.

          Para carros acima de 70 mil, ainda há a opção da isenção de IPI, que é bastante vantajosa no caso dos carros a diesel (alíquota de 25%).

  • NaoFaloComBandeirantes

    Essas rodas são bem bonitas mesmo.

    • Vattt

      Calotas!!!! kkkkk acredite!!!

      • NaoFaloComBandeirantes

        Sério? Foi a primeira coisa que olhei e achei bonitassas.
        Nissan aprendeu desenhar carro bonito pra valer.

  • Ailton Maschio Gomes

    Na minha opinião é ilegal a montadora definir como versão para pcd. Teria que ser obrigada a vender para todos essa versão (lógico que sem as isenções de impostos). A Toyota jura que vende para qualquer um o corolla para pcd. Liguei na concessionária e falam em 7 meses para entrega quando não para pcd, mas pelo menos vendem.

    • Vinicius

      O prazo que eles pedem para entrega pcd é por aí mesmo.

      • TijucaBH

        Nao é nao… Minha tia comprou um e em 3 meses ela recebeu o carro. Essa historia de 7 meses é pro cliente comum nao comprar.

        • Vinicius

          Qual seu estado? Na PB uma conhecida pediu em novembro e recebeu em maio. Nos fóruns que acompanho, seis meses na Toyota tem sido um prazo comum.

          • TijucaBH

            MG. Ela contratou um despachante que conseguiu toda documentação e depois disso pronto, pouci mais de 90 dias depois ela estava com o carro, teve até isenção de IPVA.

      • Vattt

        Peugeot 2008 e Nissan Kicks dão 30 dias!!!! Já a Hyundai passa dos 90 fácil, depende muito do estado em que o carro é fabricado e desde o inicil de abril acabaram-se umas concessões que não sei bem o que é, dai alguns estados estão dificultando as vendas PCD.

        • Vinicius

          Justo, falei especificamente da Toyota. Tenho um amigo que recebeu um Renegade em 45 dias. Quando compramos Renault e Honda, também foi rápido.

    • TijucaBH

      Foi exatamente o que o governo de MG fez no final de abril, veja o meu comentário nesse tópico.
      Concordaria com voce se o governo atualizasse a tabela do valor do carro. Esses 70 mil deve ter quase 10 anos que nao sobe…

  • nightwishjp

    O PUG 308 THP é a melhor opção pra PCD atualmente. Imbatível em custo benefício.

    • Vinicius

      Era, vai passar a vir com os mesmos equipamentos do 408.

      • sepchampions

        Aí é melhor comprar o Corolla.

      • nightwishjp

        A partir de quando? Entrei no site e vi na ficha que se mantém esse número enorme de itens. Se ele realmente passar a vir com os equipamentos do 408, ele perde muito o argumento para além do motor.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend