Crossovers Elétricos Híbridos Nissan Salões do Automóvel Sedãs

Nissan Kicks e Sentra são confirmados em versões eletrificadas

Nissan Kicks e Sentra são confirmados em versões eletrificadas

A Nissan confirmou nos EUA que o mercado brasileiro receberá em breve duas opções eletrificadas de modelos já presentes por aqui. Marco Silva, presidente da marca japonesa por aqui, confirmou o lançamento do Kicks E-Power e do Sentra Hybrid.


Além do Nissan Leaf, que já tem pré-venda com preço sugerido de R$ 178.400, a marca nipônica aposta em mais duas opções de configurações diferentes para atrair os consumidores. O Kicks, carro mais vendido da marca, segue o monovolume Note, que estreou no Japão com a tecnologia E-Power, que converte o carro em elétrico com extensor de alcance.

Esta opção tem motor a combustão (1.2 de três cilindros a gasolina) que funciona como gerador, já que toda a propulsão do carro é feito por meio de um motor elétrico, apenas com forças nas rodas dianteiras. O sistema E-Power também apresenta baterias de lítio com recarga externa.

Nissan Kicks e Sentra são confirmados em versões eletrificadas


Como já falamos anteriormente, o motor 1.0 Flex usado hoje nos March e Versa, poderia ser opção ao 1.2 para funcionar como gerador no Kicks E-Power feito em Resende-RJ. Isso também se traduz em menor carga tributária, embora o mesmo possa ter as duas classificações por aqui: elétrico ou híbrido.

Outra novidade que Marco Silva liberou para parte da imprensa brasileira em Detroit, é a chegada do Sentra Hybrid. Como também já comentamos, a nova geração do sedã médio da Nissan chega ao mercado americano este ano e com tudo novo. O modelo já está em testes na China e outras regiões, devendo manter-se com produção em Aguascalientes, México.

Diante da presença do X-Trail Hybrid (que não virá ao Brasil, por enquanto) no Salão do Automóvel, imaginamos essa opção mecânica para o Novo Sentra, devido ao uso do motor 2.0 de 140 cavalos, o mesmo usado como flex no Brasil. Agora, essa versão híbrida do sedã, cuja mecânica ainda precisa ser confirmada, será lançada no Brasil para competir com o Corolla Hybrid.

[Fonte: UOL]

Nissan Kicks e Sentra são confirmados em versões eletrificadas
Nota média 3.5 de 4 votos

  • Ford Opala Attractive 200TSI

    Infelizmente a notícia é pouco relevante para nós brasileiros.

    • Danillo Santos

      Acho que importa sim, a eletrificação funciona como uma piscina gelada: quanto mais gente entra nela, mais as pessoas são estimuladas a entrar e mais a água esquenta. Trazer kicks elétrico e Sentra híbrido pode estimular outras montadoras a oferecer tecnologias semelhantes e ajuda o consumidor a perder o medo da tecnologia.

      • Louis

        KKK a comparação com a piscina foi engraçada ! Mas é verdade.

        • Hodney Fortuna

          O problema é que na piscina muitos entram e os problemas com urina se tornam mais comuns. E o medo disso eleva na mesma proporção! rs…

      • Kaian Reis

        kicks até pode trazer, mas o Sentra… se nem o a combustão está vendendo bem, a não ser que mudem a estratégia aqui e vendam só o híbrido.

        • Roberto

          Sentra vende quase nada. Ou traz híbrido ou para vender

          • Fabio Signori

            Longe de vender muito, mas também muito longe de vender quase nada! Esta pau a pau com o novo Jetta. Em Novembro e Dezembro de 2018 vendeu apenas 9 unidades a menos que o novo Jetta. (782 Sentra vs 791 VW Jetta)

            Se atualizar o visual do Sentra e souber posiciona-lo corretamente, com certeza o sedã médio ainda terá muita lenha para queimar – principalmente como uma possível versão eléctrica.

          • Hodney Fortuna

            A Nissan do brasil cai no mesmo erro da Ford. A diferença é que a Nissan possui produtos tão bons em termos de qualidade e durabilidade quanto os Toyotas e Hondas. Mas a Nissan do brasil peca muito no pós-vendas como a Ford.

      • Gran RS 78

        O problema nem seria o medo dessa tecnologia que veio para ficar, mas sim pelos altos preços pedidos por eles. Hj em dia são pouquíssimas pessoas que tem condição de pagar mais de 150 mil reais por um hatch elétrico.

      • Cássio

        Adorei a comparação! kkkk

    • Hodney Fortuna

      Infelizmente sim! O governo fará de tudo para proteger a Petrobrás afim de sangrar ao máximo o bolso dos que trabalham no brasil. Não acredito que o carro elétrico vá se tornar popular no brasil dentro de 10 anos. Só interessa mesmo a uma casta que detém um bom poder aquisitivo nesse lugar!

      Vocês já devem ter visto que a proposta do carro elétrico mais barato do Brasil, o Chery E-QQ só teve uma linha de informação. O preço de 51 mil reais que seria o estopim para que muitos trocassem seus modelos a combustão a noticia desse modelo caiu no ostracismo e nada mais! Enquanto isso as linhas de editoriais só falam dos modelos bem mais caros, a partir dos 150 mil como é o caso do Renault Zoe. Enquanto isso os modelos a combustão nessa porcaria de país vão elevando os preços como nunca! Mas o que importa é salvar em maior tempo possível o “orgulho brasileiro” que é o paquiderme monopolista chamada Petrobrás,

  • Cincinato

    Será que vai custar uns 190k ?

    • Allysson Santos

      O Kicks E-Power tem tudo para ser o híbrido mais barato do país, com motor e plataforma já nacionalizadas e utilizando uma bateria pequena, ele poderia ser responsável pela popularização mais acelerada da propulsão elétrica. Lembrando que ele faz médias de 36km/l na Gasolina.

      O que pode atrapalhar é o apetite e ganância da Nissan, pois eles tem um produto muito bom nas mão. Se chegar até o primeiro semestre de 2020 vai ser um destaque no mercado, se enrolar mais que isso perde o timing e mantem a tradição da Aliança Renault-Nissan de sempre ficar vendo as oportunidades passarem…

      • Jaspion

        36km/l? procede essa info? O prius é hybrid tb e não chega nem perto disso, salvo engano.

        • Good Doctor

          O funcionamento proposto é muito diferente entre ambos. O kicks na teoria é 100% elétrico, mas vai ter um motor a combustão como gerador elétrico.
          O Prius é um híbrido clássico com tração elétrica associada a tração convencional.

          O Kicks, se vier assim como proposto, não terá câmbio e nem diferencial/homocinéticas

        • Mr Tony

          Prius tem o motor principal a combustão, o elétrico só funciona em velocidades muito baixas. O E-power o motor principal é elétrico e é muito mais simples o conceito: motor gerador 1.0 ===> Baterias===> inversor===> Motor elétrico, tudo em linha. No híbrido é uma salada só, muito mais complexo, dois motores (elétrico e combustão). Sinceramente, nunca vi vantagem em híbridos. Esse sistema da Nissan é dukct!

          • Cássio

            Realmente essas tecnologias são sensacionais. Mas aí quando vc pára para pensar racionalmente e simplificadamente, conclui: “se é para simplificar, deixa um só motor então!”. rs
            Mas, tudo pela economia de combustível, né.

            • Mr Tony

              Sem dúvida! Aí é o elétrico “puro”, mas ainda temos os problemas das baterias. Mas da média de 12Km/l para 30, já considero um salto quântico!

              • Cássio

                E do jeito que está o preço da gasolina, a diferença de preço do à combustão para um elétrico acaba compensando em pouco tempo.

                • Mr Tony

                  Infelizmente nivelando pra cima… Aquela história “A gasolina tá cara e o Etanol barato? Simples, aumenta o preço do Etanol”….

        • Roberto

          Sim, procede. O Note virou o carro mais vendido do Japão por causa da tecnologia

  • sigma7777777

    Alguém sabe qual é o consumo do Sentra híbrido? Pesquisei, e nada encontrei. O X-Trail chega a fazer 19 km/l, então imagino que o sedan médio, por ser mais leve e a mesma motorização, seja melhor.

    • Gran RS 78

      O sedan provavelmente será melhor que um suv nesse quesito, pois além de ser mais leve, tem uma aerodinâmica muito melhor que eles.

  • El Gato!

    Até que ponto os elétricos e híbridos farão sucesso no país, visto que o governo fará tudo para estimular a Petrobras e o consumo de combustível?
    Haverá redução de alíquotas? Incentivos fiscais para montadoras e consumidores?
    Outros países têm obtido sucesso nessas questões?

    • Diogo Vasconcelos da Silva

      Nao…caro eletrico no Brasil eh so p dizer q tem..e para poucos comprarem…Temos a Dona petrobras sedenda por lucros milionarios e nossa energia eletrica gerada por termoseletricas…entao a intençao nao eh se popularizar

  • Edson Fernandes

    No preço certo, o Sentra pode fazer muito sucesso. Eu mesmo me interessaria muito.

    Aí eu nem ligaria de ser CVT e sem opção de trocas sequenciais fazendo um bom consumo em um médio bem equipado.

    • th!nk.t4nk

      O Sentra seria uma boa mesmo. Já o Kicks acho meio sem sentido. Ficaria caro demais (pra pouco carro).

      • Allysson Santos

        A questão do Kicks é que vai ser um SUV (carro da moda!) que faz 36km/l e com torque instantâneo. Para uso na cidade vai ser excelente.

        Plataforma e motor a combustão já estão nacionalizados, a adaptação já está “no meio do caminho”, a tecnologia já está pronta. Eles tem condição de lançar com preço acessível (para um híbrido), considero viável…

        • cepereira2006

          Sim, muito mais viável que o Sentra, os sedans estão em baixa e os SUVs em alta.

        • th!nk.t4nk

          Kicks é carro da moda? Andei no de uma prima da última vez que estive no BR, e sinceramente me pareceu um carro popular com visual mais estiloso. Assustei quando descobri o preço do carrinho. Imagina numa versão híbrida então. Só se derem junto um upgrade bem forte no modelo, aí quem sabe. Mas bem, quando se trata de Brasil, é bem verdade que tudo é possível (outro dia aqui estavam defendendo que um possível Chery QQ elétrico por 55 mil seria uma excelente compra!).

          • Allysson Santos

            Infelizmente é, a moda do SUV pegou o Brasil assim como o resto do mundo. Não gosto deles, o único que me seduz no mercado brasileiro é um PUG 3008 no mercado de seminovos, mas o Kicks conseguiu ser o SUV mais vendido em alguns meses do ano passado…

            Sedans e Hatchs médios continuam caindo e SUV continuam subindo. Torço para que a moda uma hora passe e decidam voltar aos sedans e hatchs médios.

            • Diogo Vasconcelos da Silva

              Pug 3008 dos novos é muito lindo e bem equipado…em breve chegara a versao hibrida na europa

          • Roberto

            Mas e exatamente este o problema. Ao invés de só embutirem o custo da eletrificação, coloca 150 coisas desnecessárias e aumentam muito o preço do carro.
            Para quem gasta 500 reais por mês de combustível, reduzir 250 tornaria viável uns 10k a mais pela eletrificação.
            Como no epower são removidos itens desnecessários ao elétrico, talvez haja margem para uma solução realmente popular.

            • th!nk.t4nk

              É, nesse exemplo a pessoa gastaria 3 mil reais a menos por ano. O problema é que o custo de um Kicks híbrido seria bem elevado, mesmo com os benefícios fiscais. Chuto no mínimo uns 20 mil a mais, o que daria quase 7 anos pra pessoa chegar no “zero a zero” e a partir daí começar a ter algum benefício de economia. Creio que pro BR seria melhor se lançassem um modelo maior híbrido, que assim pelo menos pode servir pra frotistas, táxis, Uber, etc. O Sentra se encaixa nisso. Já o Kicks nao tem esse perfil de carro pra rodar tanto.

              • Roberto

                Dei uma olhada no site japonês e o note epower tem o mesmo preço das versões mais caras do a combustão.
                Podemos pensar em kicks epower por 99.990…
                E 20k a mais que a versão de entrada, maa dentro do preço que muitos pagam na SL.

                • th!nk.t4nk

                  Então, mas em outros países há vários fatores que jogam os preços pra baixo. Na Ásia por exemplo eles produzem a tecnologia localmente. No Brasil seria tudo importado. Não há como fazer o mesmo preço, nunca. E sobre supostos 20 mil a mais, como disse ainda seriam 7 anos pra que a diferença se pague no caso de um cidadão que normalmente gasta 500 Reais em combustível ao mês (então ele precisaria ter o carro por uns 10 anos pelo menos, pra aproveitar a economia em 30% do tempo em que terá o carro). Mas enfim, também torço pela eletrificaçao no Brasil, nao me entenda mal. Só não acho que o Kicks seja um bom modelo pra acelerar esse processo (um veículo que é basicamente um carro popular passando fácil dos 100 mil numa versao híbrida).

      • Edson Fernandes

        Aí depende do posicionamento da Nissan. Creio que ela vendendo um hibrido ou eletrico por até R$115000 chamaria atenção. Seria para poucas vendas, mas venderia.

        Mas eu não acredito em preços nesse valor.

  • Paulo

    No Brasil em 2021, como sempre, tudo que é realmente interessante, demora para chegar por aqui.

  • Randy Marsh

    Ja vi na internet, há algum tempo,motores eletricos independentes, com geradores inclusos que ficariam nos locais da rodas e poderiam eletrificar basicamente qualquer veiculo a depender do aro.
    Alguem sabe de alguma noticia?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email