*Destaque *Featured Crossovers Lançamentos Nissan

Nissan Kicks ganha versão SV Limited por R$ 84.900

nissan-kicks-sv-limited-1 Nissan Kicks ganha versão SV Limited por R$ 84.900

Uma das atrações da Nissan no Salão do Automóvel de São Paulo, que aconteceu entre os dias 10 e 20 de novembro, o novo Kicks SV Limited acaba de fazer sua estreia na rede de concessionárias da montadora japonesa. Trata-se de uma nova versão de entrada para a linha do crossover compacto, que tem preço sugerido de R$ 84.900.



Para efeito de comparação, o Nissan Kicks SV Limited é pouco mais de R$ 5 mil mais em conta que a configuração topo de linha SL. Devido a isso, a nova variante abre mão de alguns equipamentos e detalhes estéticos.

Nissan Kicks SV Limited – visual e interior

A respeito do visual, o novo Kicks SV Limited segue a mesma linha do Kicks SL. O modelo exibe como destaque os faróis angulosos na dianteira da carroceria, com luzes diurnas de LED na parte superior, formando conjunto com a grade “V-Motion”, com uma espécie de “V” em cromado, além de para-choque com detalhes em preto na parte de baixo.

Já nas laterais, o carro conta com rodas de liga-leve de 17 polegadas com acabamento diamantado, moldura plástica nas caixas de roda, detalhes em plástico na parte inferior das portas, rack de teto e conjunto de janelas interligado ao para-brisa e ao vidro traseiro através de um acabamento em preto fosco.

E por falar na traseira, o Nissan Kicks ostenta um formato mais pronunciado, marcado pelas lanternas com recorte diferenciado, invadindo as laterais e a tampa do porta-malas, esta com o suporte de placa ao centro. Já o para-choque é predominantemente em plástico preto, com um detalhe central na cor da carroceria.

“O Nissan Kicks é um crossover compacto que concentra o melhor da nossa tradição. Oferece os melhores design e conforto e inovações tecnológicas da categoria, demonstrando o compromisso da Nissan com a ‘Mobilidade Inteligente’. É um carro para enfrentar o trânsito da cidade de forma confiante”, afirma Keno Kato, vice-presidente global de planejamento de produto da Nissan Motor Company.

O interior, por sua vez, apresenta as maiores diferenças entre as duas versões. O Kicks SV Limited deixou de lado alguns itens de acabamento, como o revestimento em couro na porção central do painel, nas portas e nos bancos. Ao invés disso, há acabamento em tecido nos bancos (com desenho quadriculado e costuras na cor branca) e nas portas, enquanto o painel ganhou um detalhe em plástico texturizado na cor cinza. Há também acabamento em preto piano na moldura das saídas de ar e no console central.

Nos demais destaques, há painel de instrumentos com tela digital com mais de 12 funções do computador de bordo (como relógio, temperatura do motor e externa, controle dinâmico de chassi, histórico de consumo de combustível, computador de viagem com duas opções, informação de áudio, configurações do veículo, consumo de combustível, conta-giros digital, configuração de GPS (turn-by-turn), bússola, entre outros), que pode ser controlada através de botões no volante.

Nas medidas, são 4.295 mm de comprimento, 1.760 mm de largura e 1.590 mm de altura, com distância entre-eixos de 2.620 mm. Já o peso da versão SV Limited é de 1.133 kg.

nissan-kicks-sv-limited-1 Nissan Kicks ganha versão SV Limited por R$ 84.900

Nissan Kicks SV Limited – equipamentos

O novo Kicks SV Limited é equipado de série com airbags duplos frontais, freios ABS com EBD, controle eletrônico de tração, controle eletrônico de estabilidade, controle dinâmico de freio-motor (Active Engine Brake), controle dinâmico em curvas (Active Trace Control), estabilizador ativo de carroceria (Active Ride Control), assistente de partida em rampas (HSA), faróis dianteiros com assinatura em LED, ar-condicionado automático digital, bancos dianteiros com tecnologia Zero Gravity e chave inteligente presencial (I-Key).

Há ainda painel de instrumentos com tela de sete polegadas em alta definição e mais de 12 funções, sistema multimídia NissanConnect com tela sensível ao toque de sete polegadas e navegador GPS, sistema de som com Bluetooth, entradas USB e para iPod e quatro alto-falantes e rodas de liga-leve de 17 polegadas com pneus 205/55 R17.

Nos demais itens, há apoio de cabeça e cinto de três pontos para todos os ocupantes, banco do motorista com ajuste de altura, banco traseiro bipartido (60/40) e dobrável, comando elétrico de abertura do porta-malas, volante com comandos de áudio, regulagem de altura e de profundidade e acabamento em couro, direção elétrica com assistência variável, vidros elétricos com função “one touch” e antiesmagamento, manopla de câmbio revestida em couro, retrovisores externos com ajuste elétrico e LED indicador de direção, alarme perimétrico, faróis de neblina, Isofix e Latch para fixação de cadeirinhas infantis, sensor de estacionamento traseiro, entre outros.

A variante topo de linha SL se diferencia por oferecer acionamento do alarme através de controle remoto, bancos traseiros com tecnologia Zero Gravity, tapetes dianteiros, traseiros e do porta-malas de carpete, retrovisores externos em Preto Premium para a versão com teto colorido, airbags laterais e de cortina, câmera 360º com imagem integrada ao display do sistema multimídia, detector de objetos em movimento (MOD), faróis com acendimento automático e sistema de som com quatro alto-falantes e dois tweeters.

Além disso, o SV Limited dispõe de acabamento interno apenas em tecido preto, enquanto o SL oferece as opções couro preto, couro Sand (bege) e couro Machiatto (marrom).

nissan-kicks-sv-limited-1 Nissan Kicks ganha versão SV Limited por R$ 84.900

Nissan Kicks SV Limited – motorização

Nas duas versões, o Nissan Kicks oferece um motor 1.6 litro CVVTCS (Continuously Variable Valve Timing Control System/Sistema de Variação Contínua da Fase de Abertura das Válvulas) flex de quatro cilindros, com bloco de alumínio, comando de válvulas continuamente variável, comando por corrente e sistema FlexStart (dispensa o tanquinho de gasolina para partidas a frio), que consegue entregar 114 cavalos de potência, a 5.600 rpm, e 15,5 kgfm de torque, a 4.000 rpm, com ambos os combustíveis.

Junto a este motor está a transmissão automática Xtronic do tipo CVT com função “Sport”, que é mais leve e produz menos atritos na comparação com a geração anterior, utilizada em outros modelos da marca. A redução veio também da diminuição do diâmetro das polias, da adoção de uma bomba de óleo mais compacta, que necessita de baixa viscosidade para lubrificação, e da redução das perdas de lubrificante e de pressão.

O modelo consegue acelerar de 0 a 100 km/h em cerca de 12 segundos e atinge velocidade máxima de 175 km/h. Já o consumo é de 8,1 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada com etanol e 11,4 km/l e 13,7 km/l, respectivamente, com gasolina, com nota “A” na comparação relativa na categoria e “B” na comparação absoluta geral, com selo Conpet de eficiência energética nos testes do Inmetro.

Nissan Kicks SV Limited – preços

Confira abaixo os preços da linha Nissan Kicks:

Nissan Kicks SV Limited: R$ 84.900
Nissan Kicks SV Limited com pintura metálica ou perolizada: R$ 86.250
Nissan Kicks SL: R$ 89.990
Nissan Kicks SL com pintura metálica ou perolizada: R$ 91.340
Nissan Kicks SL com pintura metálica teto laranja: R$ 93.840

As duas versões estão disponíveis na cor sólida Preto Premium (com opção de acabamento interno em couro Sand), nas metálicas Prata Classic, Cinza Grafite (opção de couro Macchiato) e Cinza Rust (opção de couro Sand) e na perolizada Branco Diamond (opção de couro Macchiato). A variante SL oferece ainda a opção de cor Cinza Grafite com teto Sunge Orange.

Nas concessionárias, a Nissan oferece sua linha de acessórios para o Kicks, que inclui tapete-bandeja de porta-malas, aerofólio, moldura do para-choque traseiro, spoiler traseiro, ponteira de escapamento, protetor de cárter, box organizador para porta-malas, trava de rodas antifurto, frisos laterais, barras transversais, spoiler lateral, spoiler traseiro, calhas de chuva e molduras de para-choque dianteiro.

Revisões Kicks
10.000 Km20.000 Km30.000 Km40.000 Km50.000 Km60.000 Km
R$ 419,00R$ 579,00R$ 419,00R$ 579,00R$ 419,00R$ 579,00
Mão de Obra inclusa nos preços

nissan-kicks-sv-limited-1 Nissan Kicks ganha versão SV Limited por R$ 84.900

Nissan Kicks SV Limited – mercado

Desde seu lançamento no mercado brasileiro, no início de agosto, o Nissan Kicks já conseguiu registrar boas vendas. Entre agosto e outubro, foram 6.387 unidades vendidas. Quanto ao mês de outubro, o utilitário-esportivo compacto emplacou 1.446 unidades, ficando atrás apenas do Jeep Renegade (4.804), Honda HR-V (3.758 unidades), Ford EcoSport (2.781) e Renault Duster (1.968) e a frente do Peugeot 2008 (876), Chevrolet Tracker (376) e Lifan X60 (179).

Com a chegada da nova versão, é provável que o Kicks consiga aumentar ainda mais seu volume de vendas no território nacional. A versão nacional do carro, que inclusive já está tendo suas primeiras unidades montadas na planta de Resende (RJ), deverá chegar com novas configurações, como a S e a SV, provavelmente com preço abaixo dos R$ 80 mil no caso da variante mais básica.

Nissan Kicks SV Limited – ficha técnica

Nissan Kicks
Carroceria
ArquiteturaSUV, 4 portas, 5 lugares
Motor
Tipo1.6 l, 16 válvulas, CVVTCS, bicombustível, 4 cilindros
Cilindrada1.598 cm³
Potência114 cv @ 5.600 rpm (etanol/gasolina)
Torque15,5 kgfm @ 4.000 rpm (etanol/gasolina)
Taxa de compressão10,7 +/- 0,2
Sistema de injeçãoDigital/multiponto/semissequencial/indireto
TraçãoDianteira
Transmissão
TipoXTRONIC CVT com função “Sport”
Relação de marchasMáx.: 4.006
Mín.: 0,458
Diferencial3.921
Suspensão
Suspensão dianteiraIndependente tipo McPherson com barra estabilizadora
Suspensão traseiraEixo de torção
Freios
TipoSistema ABS de 4 canais e 4 sensores com controle eletrônico de distribuição de força (EBD), discos ventilados dianteiros e tambores traseiros
Rodas e pneus
RodasLiga leve de 17”
Pneus205/55 R17
Dimensões
Comprimento4.295 mm
Largura1.760 mm
Altura1.590 mm
Distância entre-eixos2.620 mm
Ângulo de ataque20º
Ângulo de saída28º
Altura livre do solo200 mm
Peso em ordem de marcha1.133 kg (SV Limited) e 1.142 kg (SL)
Capacidades
Porta-malas432 litros
Tanque de combustível41 litros
Direção
TipoElétrica com assistência variável
Informações adicionais
Intervalos de revisão10 mil km/12 meses
Garantia3 anos, sem limite de quilometragem

COMPARTILHAR:
  • Gustavo73

    Oitenta e cinco mil reais em um altinho compacto automático com 2 ab! Cadê o Fanjos para comemorar! Tá muito caro, mas aí se olha para HRV LX por quase 87 e o Renegade Sport por quase 86 ou a Ecosport Freestyle PS por 84 e vemos que é isso que o mercado quer.

    • fschulz84

      Pois é… É isso que o mercado quer e paga por este segmento… Quero mais que suba para 200k! E sei que o Fanjos aguarda ansiosamente por este momento hehe

      • Fanjos

        Eu quero 100 mil HuEais no mais básico de todos, tipo o Mobi com direção queixo duro e vidro a manivela, mas a meta esta aberta, então se dobrar a meta antes de atingir a meta, melhor ainda!

        • Compro Vidro de Perfume Vaziou

          Tem um de 100 mil ai com 2 balões de ar, mas é categoria acima .. Compass

          • Fanjos

            Sim sim, mas pelo menos ele oferece como opcional, no qual eu não cogitaria comprar sem. O problema é a marca que não tem e não oferece nem como opcional, ai sim é um lixo

    • Fanjos

      pagar 85 mil dinheiros em um March de tamanco é uma maravilha!

      • Gustavo73

        Fit, Fiesta e “em breve” do Gol(MQB). Uma maravilha! Um china por “só” 70 na “plomoção”! Carros que deveriam ser mais baratos e equipados.

        • Fanjos

          “Callo chines é muito bom neh…mas no galantia, sem galantia, testa na hola, tloca na hola neh, espelhinho é mais 20 leau”

          • Flavio de Castro

            ah para.. tem um tal de “novo” tracks com tamborzão e sem esc..etc.. por 82k e vc não reclama!” pô..seja imparcial :)

      • Darlon Anacleto

        Sim, preço de sedan com painel emborrachado. O que importa mesmo é estar na moda, o resto é bobagem.

        • Gustavo73

          O painel softtouch é o de menos. O powertrain superior e não raro lista de equipamentos mais recheada.

          • Gustavo73

            O Civic IX tem painel em plástico rígido, mas suas características construtivas mostram sem sombra de dúvida a qualidade do projeto. O Astra europeu não tem painel softtouch mas novamente as características e equipamentos mostram a qualidade. O Softtouch é a cereja do bolo mas não determina pelo menos na minha opinião se um projeto tem qualidades ou não principalmente em um compacto. Se eu tiver que optar um powertrain moderno e um painel macio prefiro o primeiro.

      • Brasil_MG

        Estou sonhando com a Renalt Capitú de R$ 100.000,00

    • Martini Stripes

      Não é muito bem o que o mercado quer, é com ele é.
      Médios sempre foram caros no Brasil. Carro sempre foi caro, mas agora as cifras cresceram por causa da inflação e estamos assustados. Logo acostumamos com os novos valores.
      85k era 60k em janeiro/2012. Agente só não se tocou disso.

      • Martini Stripes

        Mas falando do carro, continuar sem controle de velocidade é de cair o c* da bun%ä.

      • Gustavo73

        Mas esses não são médios são compactos.

        • Martini Stripes

          SUV compacto sempre teve preço de médio. Em todo lugar, foi uma ideia fantástica deixar o carro parecer maior e cobrar mais por isso. É marketing e design, olhe o Fit e o HRV um ao lado do outro e se surpreenda com a altura. E a Ecosport nunca teve preço de Fiesta não.

      • Mr. On The Road 77

        O problema é que quem tem menos de 25~30 anos não sabia o que era inflação.
        Agora sabem…

      • Christian Balzano

        Mas o sedans médio pelo menos tinham bons motores naquela época, 140cv/144cv no geral, entre 1.8 e 2.0. Hoje esse valor são para os motores 1.6 de 114cv com míseros 15kgfm de torque, a evolução ficou na perfumaria.

        • Martini Stripes

          Se for comparar friamente teve muito carro que ficou até mais barato. E SUV compacto sempre teve preço de médio.

      • José Antonio

        Concordo, é verdade, sempre lembro disso… mas que pagar 85K e não ter 4AB e Cruise Control é duro…. Couro, alarme, tapetes, banco Zero Gravity… ok é perfumaria….

      • Martini Stripes

        As vc deve estar falando de fiesta e fit por exemplo, estes não são populares por aqui, infelizmente, são compactos “premium”

      • Martini Stripes

        Mas concordo no ponto em que os carros não ficaram tão caros quanto a maioria pensa. Galera esquece da inflação

    • radioactive

      de todos esses Suvs de shopping, o kicks é o que faz menos sentido pra mim. eu teria hr-v, ecosport, renegade, mas o kicks jamais, esse preço é fora da nossa realidade, que já é fora da realidade. e o carro não tem nada que chame atenção, pelo contrário

      • Gustavo73

        Não entendi. O Kicks tem tamanho de HRV, altura do solo de Ecosport os maiores nessa características desempenho na média na categoria. Pelas suas características é igual aos seus concorrentes. E tão caro quanto.

        • radioactive

          o carro simplesmente não me atrai. seja pelo design esquisito, seja pelo motor 1.6 numa faixa onde há concorrentes 1.8, 2.0 e 1.4 turbo, seja pela lista de equipamentos mediana. prefiro qualquer um desses concorrentes, que têm uma proposta mais bem definida. a impressão é que o kicks atira pra todos os lados e não acerta nenhum

          • Gustavo73

            Respeito sua opinião quanto ao desenho. Mas as características e proposta é exatamente a mesma da concorrência um carro “mais alto” que dá a impressão de poder passar por “tudo” apesar das rodasde perfil relativamente baixo e propostas puramente urbana. Como disse o desempenho está na faixa (e duvido que seja uma preocupação dos consumidores da categoria) anda ligeiramente a baixo do HRV 1.8 e ligeiramente acima fo Renegade 1.8. Tem preço na faixa da Ecosport 1.6 e nao vejo grande deficiencia na lista de equipamentos. A sua sensaçao sobre o Kicks é a mesma que tenho sobre todos nessa categoria.

            • radioactive

              sim, mas observe. o renegade tem uma proposta mais fora de estrada, mesmo o flex, não só pelo visual abrutalhado, mas pelos reforços estruturais que possui. o hr-v foca no espaço interno (consumidor familiar) e “confiabilidade” da marca. ecosport tem custo benefício, com mais itens de série e preço abaixo da média. o duster foca no preço, espaço e consumidor frotista/governos. tracker 1.4T foca no desempenho. qual o foco do kicks? qual o seu destaque, seu diferencial? não vejo nenhum, e é isso que estou dizendo.

              • Gustavo73

                Não vejo a Ecosport com esse custo benefício frente ao Kicks é só ver os preços 85 mil na Kicks e 84 na ECO mas a Kicks tem mais equipamentos . O Renegade flex é mais baixo, o desenho engana mas ele vai aonde vão os outros. O diesel mais alto e com tração nas 4 aí sim faz a diferença. Vejo o Kicks exatamente no mesmo ponto do HRV só que custando bem menos a versão de 90mil oferece mais que o HRV de 105. A Nissan poderia ter se esforçado um pouco mais para chegar com mais força, alguns detalhes como o piloto automático não poderiam ter ficado de fora. Essa versão de 85 poderia ter mantido algo a mais frente a SL. São detalhes que podem fazer a diferença. A GM focou praticamente no powertrain na Tracker não sei se será o bastante. Como ficarão ela e a Kicks vai depender da atuação de cada marca em atrair quem hoje olha o HRV e Renegade. A Ecosport veremos com a chegada do facelift o novo motor e preço e lista de equipamentos.

                • radioactive

                  eco intermediária custa 84 sim, mas tem versões bem equipadas partindo de 71 mil, ou 77 mil se considerarmos só as versões AT. renegade flex pode ser baixo, mas os reforços estruturais de off road estão lá, por isso ele pesa 300 kg a mais que os outros. o hr-v tem mais motor e mais espaço, fora o peso da marca. a gm também tem peso da marca e o 1.4T deve atrair consumidores. eu vou esperar o próximo mês, mas aparentemente as vendas mornas do kicks provam o que eu estou dizendo.

                  • rogeriuslima

                    Vendas mornas? Ele vendeu mês passado quase 1500 unidades da versão top de linha que custa 90 mil.
                    Fora isso nessa categoria ele está muito bem posicionado, o motor casou muito bem com a plataforma leve e o cambio cvt, a lista de equipamentos só ficou devendo o bendito cruise control até key less, sensor de ponto cego, multiplos airbags e cameras 360 graus possui, beleza é subjetivo…

                  • Gustavo73

                    O Renegade pesa mais que os outros porque os reforços estruturais feitos nele voltados para aumentar a segurança e rigidez torcional não estão relacionados diretamente a capacidade off-road. Essa é dada pela sua suspensão altura ângulos de entrada e saída e etc. E não são 300 kg a mais o Renegade Sport at pesa 1393 Kg A HrV LX Cvt Pesa 1271 Kg, lembrando que a Suspensao independente do RENEGADE pesa Mais Q a por eixo de torcao do HrV.

                    • radioactive

                      os reforços estruturais em renegade e toro foram feitos para aumentar a resistência do monobloco em condições off road. isso explica o peso excessivo, digno de carros com chassis, 100 kg a mais que um hr-v e quase 300 kg a mais que um kicks.

                    • Gustavo73

                      O 500X usa a mesma plataforma e tem o mesmo peso. Não tem relação alguma com o off-road. Tem carros maiores com resistência torcional maiores e mais leves. A plataforma não é nova, então para atenderem as normas de segurança os reforços são necessários (lembra do 500 mexicano mais pesado que o polones). Mas o uso de materiais mais novos e leves teria um custo maior. Veja que as plataformas novas à uma redução de peso. O Kicks pesa uns 200kg a menos que o Renegade, mas não sabemos qual é a sua segurança. O novo Cruze é 150 kgmais leve que o antigo, e seguindo a evolução natural ele de ser mais seguro e com regidez torcional maior.

              • Martini Stripes

                O kicks é o mais confortável de todos, é o que dizem. Tem espaço melhor que Renegade e Eco e pior que HRV, e tem muitos itens de serie, apesar de nao ter controle de velocidade.

        • Christian Balzano

          HR-V apesar de antiquado tem mais motor que esses outros

          • Gustavo73

            Diferença na faixa do segundo e meio em relação ao Kicks em aceleração e retomadas e na faixa dos 3 segundos frente ao Renegade. Mas sinceramente não vejo o consumidor médio dessa categoria preocupado com o desempenho.
            Hoje a referência é a 2008 1.6THP e a Tracker com o 1.4 T, a segunda leva a vantagem de ter o câmbio automático. Incompreensível é a GM não colocar o esp em nenhuma versão e os airbags a mais serem um pacote em cima da LTZ.

    • Danilo

      Esse mercado ta tenso!!! Vou vender meu Sandero, terminar minha casa e ficar só com o Sandero da noiva mesmo. Trocar de carro? Sabe Deus quando.

      • Gustavo73

        Sem dúvida investir na casa é a melhor escolha.

    • Jorge Menezes

      Agora, tem o novo Tracker 1.4 turbo, custando a partir de R$79.900,00.

    • Jorge Menezes

      Agora tem o novo Tracker 1.4 turbo, custando a partir de R$79.900,00.

  • Fanjos

    Opa!! Agora vou boletar 4!

    • oscar.fr

      Uma pena ele não ter chegado a tempo da Black Friday. Vou esperar a do ano que vem para comprar essa mesma versão por já R$105 mil. Aí sim vai ter custo-benefício.

  • tiago

    Acho interessante o peso desse Nissan, garante uma boa economia de combustível.

  • Alexandre Maciel

    “airbags laterais e de cortina, câmera 360º com imagem integrada ao display do sistema multimídia, detector de objetos em movimento (MOD), faróis com acendimento automático e sistema de som com quatro alto-falantes e dois tweeters…”

    Esse é o tipo da economia sem futuro.

  • Dezen Seide

    Povo reclama demais
    Claro q vale esse Kicks
    Tem couro no painel..
    Olha q luxo
    To até pensando em esperar mais aumentos pra trocar meu consórcio de um apartamento de 150 mil pelo Kicks em 2017
    Isso sim é um bom negócio
    Quero dar bastante dinheiro pra Nissan, afinal eles são legais trazendo essa limusine pro povo indígena

    • Fanjos

      Positivem esse bom senhor!

  • Filipo

    Como um carro desses pode ter apenas 41L de tanque de combustível? Que ridículo!
    Ou seja, para a cidade, ok, mas para estrada, é tenso.
    Sei que é a mesma plataforma do March, mas a dona Nissan deveria ter arrumado um jeito de aumentar este tanque, nem que ficasse nos 45L. Para mim, 50L seria o ideal!
    Outra coisa me chamou a atenção: quase 300 kg de diferença entre as duas versões! Como? A mecânica é a mesma e a SL não tem equipamentos que pesem tanto a mais. Há um erro ai!

    • GPE

      Deve ser 30kg, pois o Kicks SL pesa menos de 1200kg

    • ViniciusVS

      Acho relativo, se o carro tem boa autonomia não vejo nada tão absurdo em ter 9L a menos na capacidade total do tanque.

      Tenho um carro mais antigo que o tanque tem capacidade para 72L, porém na época que esse carro foi lançado não existiam postos de combustível 24h nem na cidade, muito menos em rodovias.

      Motor 1.6, carro leve e cambio CVT sabendo usar na rodovia acho muito provável que a média ficará boa e na prática não vai fazer tanta diferença assim esses 9L a menos. Tudo é questão de se programar antes de fazer a viagem pois do contrário pode dar pane seca em carros com tanque maior também.

      • Filipo

        Na minha opinião, acho isso um ponto negativo. Sim, por ser leve e o motor econômico, ainda consegue ter boa autonomia. Mas ela (autonomia) poderia ser melhor se o tanque não fosse tão pequeno, dando maior conforto ao motorista e a seus ocupantes, por ter que parar menos vezes durante uma viagem. Programando, na vida, geralmente tudo fica tranquilo. Mas nem todos são assim ou não têm tempo. Um carro tem que ser desenvolvido pensando em vários aspectos e em vários tipos de pessoas. Além disso, apesar de existirem postos 24h, não confiamos em todos (seja pela bandeira, aspecto ou até pelo horário avançado da madrugada) e deixamos de parar no posto X ou Y.
        Até para o March, um compacto, não seria razoável um tanque de 41L. Seria uma limitação da plataforma? Seus concorrentes têm em média 50L.

        • ViniciusVS

          Em uma viagem ou você confia ou você confia.

          Em um lugar estranho ou cidades pequenas sem muita opção não tem escolha.

      • Opala Diplomata 92 tem tanque de 91 litros, Dodge Charger passou a 107 litros a partir de 79, Touareg cabe 100 litros, etc… mas até carros pequenos costumavam ter tanque grande mesmo, um exemplo é o Escort MK4 que tem tanque de 65 litros.

        Temos uma matéria que mostra a capacidade de alguns tanques:

        https://www.noticiasautomotivas.com.br/tanque-de-combustivel-quantos-litros-cabem-nos-modelos-nacionais/

        • ViniciusVS

          Os carros mais antigos tinham tanque de combustível maior, de fato é interessante mas é aquilo… eu não vejo ninguém reclamando que os carros atuais tem 45 ~ 50L em vez de 80 como nos modelos antigos…

          Reclamar por 4L a menos eu acho um exagero, se der pane seca em um carro com 41L muito provavelmente em um carro com 45L chegará no posto também na reserva…

          Para um SUV compacto de uso urbano onde o principal é a versatilidade em relação ao tamanho externo, altura do solo para passar melhor em buracos e porta malas alto para levar tralha do dia a dia 41L está ótimo…

          Quem viaja muito e distancias longas o ideal é pegar um carro mais compatível com rodovia que ficando “em casa” tem o Sentra 2.0 com melhor dinâmica e torque…

          Acho 40 ~45L o ideal para um tanque, basta entender a função de cada veículo.

  • Louis

    Caro? É, mas hoje não se compra coisa muito melhor por esse preço, AT.

    • GABRIELCSFLORIPA

      Tracker 1.4T por 5 mil a menos.

      • Louis

        Sem ESP….

        • GABRIELCSFLORIPA

          Corolla tb não tem e é líder absoluto!

  • GABRIELCSFLORIPA

    Ainda está mais caro que o Tracker LT que vem como motor 1.4T.

  • FFSB

    “Quanto ao mês de outubro, o utilitário-esportivo compacto emplacou 1.446 unidades, ficando atrás apenas do Jeep Renegade (4.804), Honda HR-V (3.758 unidades), Ford EcoSport (2.781) e Renault Duster (1.968) e a frente do Peugeot 2008 (876), Chevrolet Tracker (376) e Lifan X60 (179).”

    Ou seja, ficou atrás de todos os (sérios) concorrentes diretos. Afinal, ganhar em vendas do Peugeot 2008, Tracker (antigo) e Lifan X60 não é um grande mérito. Tem de REDUZIR o PREÇO, Nissan!

    • GPE

      Eco e Duster tem versões pra frotista e custam bem abaixo de 90mil para o público em geral. Logo, imagino que nas vendas p pessoa física o Kicks esteja em 3, na frente de eco e Duster nas versões AT

    • José Antonio

      Eles estão vendendo mais ou menos o que previram vender… baixar o preço para que?

    • rogeriuslima

      Cara 1446 unidades de uma única versão que custa mais de 90 mil é muita coisa, veja quantas versões possuem todos os outros concorrentes.

    • Ernesto

      Por acaso você sabe que esse Kicks ainda é o importado? E que a Nissan iniciará as vendas do nacional somente em 2017?

  • GPE

    Só pelos airbags e pelo bancos em couro perdidos , já nao vale a economia.
    Tinha que ser, pelo menos, 7500 a menos

    • Filipo

      Esse carro nada mais é que um March com suspensão elevada e acabamento de melhor qualidade, só que com outra roupagem.
      Não valeria nem R$ 70.000,00!

  • zekinha71

    Ontem eu vi passar um com o teto vermelho.

  • Leonel

    Tiram equipamentos “caros” e reduzem míseros R$5 mil. É zombar dos brasileiros mesmo…

    • invalid_pilot

      Pra ver que os equipamentos caros não sao tao caros assim kkk

  • Thiago Nagel Oliveira

    1142 Kg o SL e não 1422!

  • Licergico

    essa versão de 65k esta boa…

  • marcosCAR

    O Kicks abaixo de 70.000 seria o queridinho do Brasil fácil, fácil… Atributos ele tem: altinho, encorpadinho e com telinha… Porém sendo caro do jeito que é? Pode esquecer! E o sucesso inicial e esperado, já se transformou em fumaça.

  • João Cagnoni

    Se custasse 20k com esse motor 1.6 pra mim ainda tava caro, mas 85 é de doer. Se tem quem compre, então a Nissan só está fazendo o seu papel.

  • Anderson Trajano

    Acho que essa discussão de carro barato/caro não nos leva a lugar nenhum. Todos são muitos caros
    (ainda mais nessa vategoria) e a situação não deve mudar, pelo menos no cruto prazo.

    Na verdade o Kicks não inova em muita coisa e esse é o seu principal problema. Foi como o colega colocou, a Nissan atirou para todos os lados e não acertou em nenhum. Não faz a diferença em nada. Economia talvez ele seja um pouco melhor, mas isso não é levado tão sério pelos consumidores de SUV, tanto que o Renegade Sport vende bem.

    Ainda por cima ele chegou no momento onde as referências do mercado já estão consolidadas, e para tirar compradores de HRV, Renegade, Eco e Duster só abaixando o preço, coisa que a Nissan não fez até agora.

    Talvez seja a questão das cotas … Talvez quando ele for nacionalizado tenha um preço mais competitivo, fora os bônus de fabrica.

    • Ernesto

      Tem que pensar também que a Nissan tem limitação de venda desse carro pois ele é importado. Provavelmente com o inicio das vendas do Kicks produzido no Rio de Janeiro ele aumente sua vendas com maior oferta de veículos e versões.

  • Gran RS 78

    A Nissan está maluca com esse preço da versão intermediária? O Kicks teria que ter preço na casa dos 75 mil reais para essa versão que estaria de bom tamanho. Pela diferença de 5 mil reais é melhor levar a versão SL completa, se bem que pelo jeito, essa versão top irá aumentar de preço para justificar a nova versão intermediaria só pode ser isso.

  • Bruno Alessandri

    Esse carro está fora de preço. O mais completo já se encontra fácil por R$ 82.900,00. Esse vai ser vendido por uns 77, no máximo.

  • Elfo Safadão.

    Por que baixar o preço?
    Mesmo que seja uma versão menos equipada não deveria custar tão barato, deveria primeiro aumentar o preço da topo de linha e depois colocar essa versão no mercado custando um 3 mil a menos do que o preço anterior da versão topo de linha…
    A Nissan não sabe como funciona o mercado Brasileiro…

  • RKK

    Pelo que perdeu (revestimento em couro na porção central do painel, nas portas e nos bancos, acionamento do alarme através de controle remoto, bancos traseiros com tecnologia Zero Gravity, tapetes dianteiros, traseiros e do porta-malas de carpete, retrovisores externos em Preto Premium para a versão com teto colorido, airbags laterais e de cortina, câmera 360º com imagem integrada ao display do sistema multimídia, detector de objetos em movimento (MOD), faróis com acendimento automático e sistema de som com quatro alto-falantes e dois tweeters) deveria ter um abatimento maior no preço desta nova versão.

    • Luano Tanaka

      Acredito que seja pra justificar um possível aumento da versão SL.

  • Freaky Boss

    Gosto desse kicks. Seria minha opção de compra nesse segmento de SUVzinhos.
    Na versão SL: Câmera 360, segurança completa (6 a bags, esp) , um ótimo consumo, bom acabamento, baixo custo de manutenção , etc.
    Quem disse que ele não tem atrativos?

  • Mayck Colares

    Perdeu muitos equipamentos pra uma redução pequena de preços, não vale a pena. Fora que em um site famoso de classificados há vários modelos 0km sendo vendidos por 82000 a versão sl!

    • Ernesto

      Então logicamente essa versão SV nestas mesmas lojas terá o preço menor que esses 82K da versão SL, oras!

  • Ronaldo M

    Mesmo se todas as revisões até os 100 mil Km fossem de graça ainda sairia CARÍSSIMO..

  • Eduardo Cabral

    WTF?!?! Consumo desse carro ta melhor que minha caixinha de fósforo da fiat.
    Na boa, nada me tira da cabeça que esse carro é um march em idade adulta mas com roupa de criança. -.-

  • BTRJ

    Um carro sem apoio de braço central e cruise control não pode ser considerado nesse segmento….Ademais, a traseira pra ficar estranha precisa melhorar.

  • Mambo Ted

    2 em papel de presente .

  • Baralho

    Se este carro viesse com um motor com injeção direta, com uns dez cavalos a mais, um torque um pouco maior em uma rotação mais baixa e tão econômico como é atualmente e pelo menos cinco mil mais barato em sua versão top-top(80 k) já que é vendido por mais ou menos 85k à vista, mesmo sem o descansa braços central e o piloto automático, seria disparado o melhor veiculo da categoria, por enquanto é o melhor por apenas um nariz.

  • Fernando

    Reportagem tendenciosa ao destacar o que a SL vem a mais ao invés de dizerem o que nao vem nessa SV.
    Quando lançarao a versao SL Special Super com apoio para o braço e piloto automatico?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email