*Destaque Crossovers Nissan Preços

Nissan Kicks nacional chega aos concessionários com preços a partir de R$ 70.500

nissan-kicks-nacional Nissan Kicks nacional chega aos concessionários com preços a partir de R$ 70.500

O Nissan Kicks nacional já está disponível nas concessionárias da marca japonesa. O crossover compacto – finalmente feito em Resende/RJ – chega nas versões S, SV e SL, além de uma opção PCD com preço sugerido de R$ 68.490. Para os demais clientes, os preços partem de R$ 70.500. Mais adiante, uma versão S CVT Xtronic será lançada.



Equipado com motor 1.6 16V Flex com 114 cv e 15,5 kgfm, ambos com gasolina ou etanol, o Nissan Kicks mede 4,29 m de comprimento e 2,59 m de entre-eixos, entregando 432 litros no porta-malas e um bom espaço interno. Além do câmbio CVT Xtronic, agora o modelo vem com opção manual de cinco marchas na versão S. Sexto no acumulado do ano com 10.759 unidades, o modelo foi o sétimo em seu segmento no mês de maio.

Nissan Kicks – Preços e conteúdo das versões

Nissan Kicks S – R$ 70.500 e vem de série com airbags duplos frontais; ar-condicionado; bancos dianteiros com tecnologia Zero Gravity®; acabamento de tecido nos bancos; fixadores traseiros para cadeiras de crianças (ISOFIX); freios ABS com EBD e assistência de frenagem (BA); rádio com entrada para MP3 player, conector USB e Bluetooth™; rodas de aço 16″ com calota; sistema de partida a frio FLEX START®; travamento central automático das portas e vidros dianteiros e traseiros elétricos.

Opcional: Mais R$ 1.200 pelo “Pack Safety” com controle de tração e estabilidade (VDC), além do sistema inteligente de partida em rampa (HSA).

Nissan Kicks SV Xtronic – R$ 85.600 e acrescenta os itens acima, mais câmera de ré; chave inteligente presencial (I-Key); sistema eletrônico de ignição (Push Start) sem o uso da chave; faróis de neblina; para-choques frontais e traseiros na cor do veículo; retrovisores externos com regulagem elétrica e indicador de direção de LED; rodas de liga leve aro 17; sensor de estacionamento; sistema de navegação integrado ao painel e tela sensível ao toque colorida de 7 polegadas integrada ao rádio e controle de tração e estabilidade (VDC) com sistema inteligente de partida em rampa (HSA).

Opcional: Mais R$ 3.000 pelo “Pack Plus”, que inclui acabamento de couro nos bancos com airbags laterais e de cortina.

Nissan Kicks SL Xtronic – R$ 94.900 e tem como novidade maçanetas cromadas, sistema multimídia Nissan “Multi-App”, retrovisores com rebatimento elétrico automático e novas combinações de 2-Tone. Essa versão mantém acabamento de couro nos bancos, acendimento inteligente dos faróis, airbags laterais e de cortina, ar-condicionado automático digital, câmera 360º, detector de objetos em movimento (MOD) e controle Dinâmico de Chassis e painel em TFT.

Opcional: Mais R$ 2.400 pelo “Pack Tech”, que inclui alerta de colisão e assistente inteligente de frenagem, bem como faróis dianteiros com assinatura de LED.

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

  • Leonel

    A versão entre a S e SV, com câmbio CVT, vai vender bem, se souberem posicionar com boa lista de equipamentos e preço. No mais, o topo de linha desse carro consegue quebrar a barreira dos R$100 mil, completamente surreal para um “SUV” com esse fraquíssimo (ok, econômico) motor 1.6…

    • Rbs

      Depois do fraquíssimo, os sistemas de proteção do Leonel, ABS EBD ESP entraram em ação e assim surgiu o resultado (ok, econômico motor 1.6)

      • Igor Lima

        Manco do jeito que é nem precisava dessa proteção toda kakakakakaka…

        • XandeeM

          O carro não é manco,pesa menos de 1200kg.O Focus 1.6 pesa bem mais e não vejo todo esse alvoroço.
          .

          • Igor Lima

            Se vc prestar atenção, entenderá q foi apenas uma piada, reforçada com gargalhadas no final… Relaxa !

          • Flight_Falcon

            Acho que a briga aqui é por causa dos 100 mil…

            E o Focus tem 135 cv, o que ajuda um pouco.

            Não defendo nenhum. Eles são caros mesmo.

            • Gustavo73

              O Renegade flex chega aos 114 mil e tem desempenho pior. Todos são caros sem dúvida. Mas o pessoal olha os números do motor mas esqueceu as diferença de peso o Kicks é o mais leve.

              • Vinícius

                Sim, o pessoal adora queimar os carros que possuem motor um pouco menos potentes. Coloca 15 cvs e 250 kgs a mais que aí o carro vira um superesportivo.

            • Anderson Trajano

              Só um complemento …. A 10 meses atrás comprei um Focus SE Plus 1.6 manual e realmente os 135 CV ajudam o carro, principalmente se for no etanol. Nessa versão o carro vem com 4 airbags, bancos em couro, sensor crepuscular, sensor de chuva, sensor de ré, retrovisor eletrocrômico, rodas aro 17, ar digital dual zone e o principal, a plataforma de um hatch médio. Preço: R$ 67.000,00. Na época, não conseguia comprar nem um Duster básico(que era o mais barato), só para termos uma noção de como esses SUV’s compactos estão inflacionados.

              • EJ

                Parabéns por demonstrar que ainda há inteligência no consumidor brasileiro. Quer se entupir de SUV, entupa,mas analise os preços, equipamentos e se precisa de fato do.formato da carroceria,ou se é somente pra impressionar o vizinho ou colega de trabalho.

              • Luís R

                Disse tudo…

              • radioactive

                Duster era pra custar preço de Fiesta, como acontece na Europa. É um carro ultra-ordinário, barato, simplório. Os outros tem preço alto, custo-benefício ruim, mas são todos muito superiores ao Renault e não custam tão mais caro que ele.

                • Anderson Trajano

                  Tive a oportunidade de guiar um Duster 1.6 comprado por um amigo a mais ou menos 1 ano. Na boa, não sei como tem gente que consegue gostarelogiar. Respeito o gosto de todos, mas carro para mim precisa ter o mínimo de conforto. A direção (hidráulica) é bem pesada, os bancos rasos e estreitos, a suspensão bem dura, apesar de ser robusta. Na hora de manobrar não tem sequer um sensor de ré e acelerando quase não se houve nada dentro do carro, tamanha a barulheira do motor e dos grilos. Tudo faz barulho, as portas, a tampa traseira, os bancos, etc. Para mim não há robustez que me convença a pagar 70k num carro desses.

                  • radioactive

                    Parece coisa de hater falar assim, mas eu vou abrir exceção, pois é exatamente isso que eu penso: o Duster é uma porcaria de carro e só tem tamanho. Isso justificaria o 1.6 por 5 mil a mais que um Sandero 1.6 e olhe lá, e o 2.0 automático (beberrão e lento) por mais 5 ou 6 mil. Nem um centavo a mais. Como meio de transporte espaçoso seria extremamente válido em substituição a um sedan compacto, mas definitivamente, é um carro ridículo para custar quase 90 paus. Inclusive, o Captur é tão ridículo quanto, só é mais bonito, mais equipado e mais caro. Renault pra mim, cada vez mais, é carro pra frotista comprar aos montes, com descontão, pra deixar na mão de funcionário para destruir em 4 ou 5 anos de uso. Ou pra locadora. Consumidor comum merece “mais carro” pelo dinheiro gasto. Vale para todos os “Renault” (entre aspas mesmo) vendidos atualmente no Brasil.

            • Leonel

              São e minha crítica é justamente essa, o carro passar dos R$100 mil com esse motor.
              Se fosse exclusivamente nos de entrada e oferecesse um melhor no topo de linha, seria aceitável, mas na faixa dos R$100 é muito pouco…e considero uma pena, porque tem bom nível de tecnologia a bordo.

        • Junior

          Esse pessoal que compra carro para desfilar na rua, não entendo, Brasileiro é o povo mais estranho desse planeta, pagar isso tudo nesse carro com motor arcaico e manco…

        • Wellington Myph13

          Manco é o Renegade né. O Kicks anda junto com o HRV, só perdendo um pouco em retomada.
          Concordo que deviam oferecer a 1.8, mas longe de ser manco.
          Pecado mesmo desse carro é o tanque pequeno de 41L.
          Com 1.8 e tanque de uns 50L e nessa faixa de preço, ele seria campeão…

          • Gustavo73

            Pois é o pessoal falando do Kicks por ser 1.6 e ter só 114cv. Mas o desempenho dele​ é melhor que o do Renegade.

            • Wellington Myph13

              Eles deviam ter calibrado pra uns 130cv mesmo que perdesse em consumo. Vc não vê ninguém reclamando de HB20 e Creta com consumo alto, e o 1.6 dele é gastão, todos que conheço que tem um fala.

              • Gustavo73

                Só para falar que tem 130 cv? O pessoal esquece a questão do peso por exemplo. O Renegade Limited (flex) pesa 220 kg a mais o HR-V 120kg, e o Creta uns 180kg. Isso faz diferença. Em um comparativo entre o HR-V, Kicks e o Renegade o Kicks teve aceleração e retomadas na média 1,5 seg atrás do HRV e 1,5 seg a frente do Renegade. E lembrando que desempenho não o norte da categoria. Senão a Tracker era referência.

                • Wellington Myph13

                  Sim, porque assim eles pensam 10x antes de falar, nossa esse carrão todo só com 114cv?!… Nós aqui no blog sabemos melhor, mas na ponta de venda, pros leigos, que nem olham crash test vide venda do Onix, falar que tem 130cv o cara já fala que dá conta fácil…

                  • Gustavo73

                    O Kicks deveria ter o 2.0 do Sentra ao menos na versão Top? Sim, pelo valor que alcança além de outros equipamentos. Mas o desempenho não está aquém na categoria​. Que inclusive nunca foi o objetivo na categoria.

                    • Wellington Myph13

                      Pra isso acho que ficava caro.
                      Uma planejada no 1.8 que tinha no Tiida, uns 135cv e economia na casa do 1.6, ajudava bastante e de quebra poderia vir no Sentra em versão de entrada, substituir o 1.6 na Unique do Versa e voltar uma SR no March… Teria bom uso…
                      Sei que desempenho não é o foco desse tipo de carro, mas ele já parte pra um familiar na cabeça do público alvo. Tenho vários conhecidos que acham que Ecosport e Renegade tem mais espaço que um versa por exemplo… Acham que tem quase o que o médio tem…

                    • Gustavo73

                      Um médio da década de 90 provavelmente. O Renegade tem 2,57 de entre-eixos a Eco 2,52, menos que o Sandero com 2,59. Golf tem 2,63. Na largura as coisas são mais parelhas, mas não esqueçam das coberturas dos paralamas no Argo elas acrescentam 3 cm. Golf e Renegade na faixa de 1,79 e a EcoSport 1,73. Já o HR-V e Kicks são quase idênticos em medidas ao Golf com a vantagem da mala maior. Nada contra quem gosta do estilo dos altinhos, minha reclamação vem do cxb. Mas se querem mala, uma Variant tem uns 180l a mais. Enfim voltando aos altinhos, se fossem mais equipados e menos caros seria melhor.

                    • Wellington Myph13

                      Fiesta parte de 54k e Ecosport de 68k. Tinha que ser 10k de diferença aí pra “valer” o projeto diferenciado. Um sedan fica nos 5k de diferença e o SUV ganha alguns detalhes extras.

                    • Gustavo73

                      Sessenta e oito nada setenta e dois mil. A de sessenta e oito é para venda direta. O pior é que um hatch tem custo maior de produção​por conta da tampa traseira, reforços para lidar com a abertura dela, e os custos maiores dos amortecedores da tampa por exemplo. Mas é isso por 64 já estaria de bom tamanho.

                    • Gustavo73

                      Sobre o 1.8 poderia ser se mais modelos (você falou do Sentra) usassem o mesmo motor.

                    • Wellington Myph13

                      Sentra S 1.8
                      Versa Unique 1.8
                      March SR 1.8
                      Fora todas as versões do Kicks.
                      Levando em conta que o Kicks já vende mais que todos os outros modelos, o Sentra podia melhorar nas vendas e Unique e SR só pra somar no lineup mesmo, já devem dar conta da produção do 1.8, além da Renault poder usar também…

                    • Edson Fernandes

                      Se tivesse um March 1.8 eles teriam que adequar o projeto. Pois o 1.6 já anda muito, imagino ele com o motor 1.8.

                    • Wellington Myph13

                      Nem tanto… Uma suspensão mais durinha, um banco que abrace melhor e uns adesivos pra grudar ele no chão já resolvem, kkkk

                    • Edson Fernandes

                      Po, mas o March não precisa de mais motor. Pra mim precisa de mais itens de segurança e tecnologicos. (controlador de velocidade é algo muito ignorante que a Nissan renega nos seus produtos).

                    • Wellington Myph13

                      Mas pra reviver uma versão SR precisaria.
                      E sim, ainda não entendo porque a Nissan não oferece Piloto automático… O Kicks recebeu ESP sendo fabricado aqui, imagino que logo estendem aos demais.

                    • DougSampaNA

                      No mínimo aquele 1.8 de 130 cvs do irmão americano Sentra.

              • DougSampaNA

                Meu HB20 1.6 é gastão, mas anda demais..mesmo sendo AT4, vai entender..

            • Leonel

              O conjunto flex do Renegade é uma vergonha…

              • Gustavo73

                O Renegade é pesado, e o at rouba mais potência que o CVT do HRV e Kicks. São mais de 1300 kg na versão básica. Não tem mágica mesmo com os ajustes que a Fiat fez no e-torq. O Creta também é pesado, mas o 1.6 da mais conta e nas versões top ele usa o 2.0 no nível do 2.0 do Compass. Parte do peso do Renegade vem da suspensão Multlink, só aí são uns 50kg a mais. A Tracker também é pesada, mas o 1.4T dá conta com folga. A verdade é que o Renegade deveria usar o 2.0 Tiguershark ao menos nas versões mais caras. O Kicks é leve o SL mais pesado pesa 1140 kg, junto com o CVT que rouba menos do motor. Ele dá conta. Deveria ser melhor? Sim mas cansei de ver o pessoal falando que não quer andar correndo quando fazia comparações com os hatch médios então…

            • EJ

              Está realmente convencido de que quem compra Renegade 1.8 está se preocupando com performance? Onix é o mais vendido do BR e nunca foi o mais rápido ou veloz da categoria,e previamente,o Gol também não era. Palio Fire que sempre ficava em segundo muito menos.

              • Gustavo73

                Acho que você não entendeu o ponto. O mesmo”mercado” que compra o Renegade sem se preocupar com a performance do veículo, reclama do Kicks pois esse não teria desempenho satisfatório. O que é incoerente já que o Kicks tem desempenho superior ao Renegade.

          • Igor Lima

            sim poderia ser destaque com o 1.8 e acaba sendo só mais um… Pois o Renagade tem a opção diesel, o Eco o 2.0, o HRV é 1.8 com boa potência, Tracker 1.5 turbo… Q alternativa vc tem com o kicks?

    • DougSampaNA

      Argumento tipico de quem não fez test drive no carro, e antes que fale, fraquíssimo passou longe; eu testei TODOS ESTES SUVEZINHOS abaixo de 100mil de Dez/16 a Fev/17. Ele é leve e rapido o suficiente pra deixar Rene, 2008, Aircross pra trás. Então pra quem está no meio do pelotão o carro anda suficientemente bem. Vamos ser honestos nos nossos pareceres né?

      • Leonel

        2008 1.6 aspirado, né? A versão topo de linha tem o THP, que preciso nem comentar né? A questão é que esse carro custa R$100 mil com um motor longe de ser adequado a faixa de preço, simples assim. Com esse valor, tu compra o Cruze LTZ…enfim, minha crítica é o fato dele não disponibilizar uma motorização mais adequada para a faixa de preço. E não é por nada, vai viajar com esse Kicks e faça uma ultrapassagem de um caminhão e me diz depois a distância que tu precisou para ter confiança para isso…sem falar na retomada. Enfim, fui honesto e apenas explanei meu ponto de vista.

    • Gabriel F.

      O motor 1.6L é de ótima dimensão para o carro que é bem leve e dinâmico.
      Bem melhor de guiar do que a concorrência!
      Não se atenha aos números, dirija os carros!

  • Renato L

    Parei de ler no “rodas de aço 16 com calota” rs

    • Filipe Melo

      Tenso, né? O cara paga R$70.000,00 e não vem uma roda decente.

      • Ducar Carros

        Sinceramente, não ligo de ser calota se o preço for razoavelmente mais em conta (e aro 16 até prefiro, se o estepe for normal).

        E tem vantagens: se der uma batida forte, é só desamassar a roda; se arranhar, é só trocar a calota, que é baratinha.

        • Edinaldo_Tapica

          Eu prefiro chegar em casa, do que depois de um buraco ter que parar alguns metros após o mesmo pra trocar pneu. Já aconteceu muito com um Fiesta que eu tive, dá logo uma aflição. Hoje tenho um Novo Palio com rodas aro 17, duas vezes tive problemas com empeno, dois buracos violentos, isso porque as minhas rodas são meio safadinhas (WSW, nacional). Mesmo assim em ambos os casos deu pra chegar em casa tranquilamente, e o pneu só foi baixar mesmo no outro dia. Eu sinceramente não compro mais carro com calotas, quebram muito fácil e originais custam uns 50 reais. Em cinco anos, só dois empenos, que com a máquina apropriada resolveram com justamente 50 reais cada…

    • radioactive

      A Nissan tem um problema seríssimo: quer se nivelar com Honda e Toyota, mas só no preço e pobreza de equipamentos.

  • Filipo

    Nossa, um Kicks S! Do jeito que as versões ‘S’ da Nissan são capadas e mal acabadas, um Kicks (que é feito sobre a plataforma do March) na versão S, não será muito mais que um March S com suspensão elevada. Não muito diferente do que acontece com Fiesta e Ecosport.
    Quase R$ 71.000,00 num March com suspensão elevada é caro demais!

  • Nikolas

    A Nissan brasileira não merece ser levada a sério mesmo, piada.

  • Lucho

    Rodas de aço com calotas? Hã? Como é que é?

    • radioactive

      Depois que o HR-V LX manual perdeu o calotão aro 17″ e ganhou rodas de liga leve, a Nissan quis ocupar logo esse nicho especial, dos carros que tem equipamentos de popular 1.0 e preço de compacto Top de linha. Uma piada.

      • PAULO PAIVA

        Concordo plenamente! Pra completar a Nissan economizou até na pintura dos para-choques. Até subcompacto vem com os para-choques pintados. Ridículo!

  • oloko

    ”para-choques frontais e traseiros na cor do veículo” Quer dizer então que a versão de entrada S que custa 70 mil reais não vem com os parachoques pintados na cor do veículo?

    • Raul Pereira

      Provavelemnte vai ser igual `a primeira versão de entrada da Duster lá trás, custava 50k (acho) e não tinha para choque

      • oloko

        Calotas até vai, ridículo também em um carro desse preço mas digamos que passa, agora para-choque sem pintura não dá, absurdo

        • Raul Pereira

          Absurdo é, mas se não estou enganado as primeiras gerações da Duster aqui tinham a versão de entrada assim. Ou seja, além de absurdo é retrocesso, igual quando os primeiros hodômetros do Fit atual vinham na cor ÂMBAR!!!!

          • Edinaldo_Tapica

            Não vejo problema na cor… Opção de design, mesmo sabendo que nos anos 90 era quase tudo âmbar ou verde

            • Raul Pereira

              pra painel eu realmente acho brochante, os caras tem tecnologia pra fazer um negócio bonitinho hoje, emboras que pra mim deveria ser uma tela com informações digitais e customizável, quem quisesse teria hodômetro com mostrador digital ou de ponteiro

        • Marcelo Nascimento

          Depende. Seu eu tivesse um carro desse pra andar na terra, eventualmente esfregando o para choque no barranco e passando em buraqueira, o para choque preto e roda de aço seriam ideais… Com o Duster até que combina, até peço preço. Mas no Kicks não dá nem roda de aço…

          • oloko

            Cara a sua lógica é correta, mas só para esse caso também, e convenhamos que hj em dia não é tão caro pintar para-choque, mas entendo o que você quer dizer. Não que justifique os 70 mil num carro com para-choque mostrando o plástico…

    • rkimwb

      E agora ao que parece nenhuma versão vem de série com a assinatura de LED na frente (não que faça alguma diferença, já que nem mesmo é DRL, mas é mais um deslize, já não bastasse a ausência de piloto automático e apoio de braço para o motorista agora estão tirando itens e colocando como opcionais).

    • Edinaldo_Tapica

      Me perguntei a mesma coisa! Kkkkkkkkkkk viva os anos 90!

  • Fábio Henrique

    Estava achando esse gap entre a S e a SV CTV mto grande, porém qd vi o quanto o S é capado vi que deve ter um motivo para tal. Geralmente quem paga 70 mil em um carro não quer algo tão basico.

  • João R

    A Nissan é bem inteligente na hora de colocar essa versão de entrada (com controle de estabilidade) para matar os carrinhos tipo Ecosport, Spin-off, Duster e tal fora de cogitação. Para ser um 1.6 atualizado… e tratando-se do mercado-Brasil… diria até que “”acertado””. Já as versões acima na beira dos 90-100… teimando nesse motor-zinho… NAO SE JUSTIFICAM nem a pau!

    Enfim… A arte de teimar em vender coca-cola gelada no mato!!!! Algúm día o consumidor entenderá que a coca-cola engorda para caramba, não faz bem ao bolso… e resolverá migrar para uma outra maneira mais consciente de “torrar dinheiro”!!

  • Raul Pereira

    Sinceramente, por 15k de desconto faço o seguinte:
    compro a S de 70k, com safety pack, saio da css (for uma boa que não quer extorquir dinheiro faço lá mesmo) troco as rodas pelas de liga originais e os para choques. Resolvido o problema, economizo 10k e não afeta originalidade nem garantia do carro. Além do IPVA ser mais baratinho

    • PH Sacchi

      Pelo que vi das imagens, a diferença de pintura nos para choques será apenas na parte inferior ,logo nem isso precisa mexer concordo c/ vc essa será a versão com o preço menos absurdo faria o mesmo trocaria as rodas pela de liga se brincar com o mesmo aro 16 já que os pneus são de perfil mais alto e mais adequados para a proposta do carro

      • Raul Pereira

        Sim, não afeta originalidade e economiza uma baita grana. Então, acho que essa foto não é desse modelo, pois tem as rodas de liga nela, etnão na dúvida estou chutando pra baixo hehe

  • saulo

    Pra brasileiro todo SUV compacto é sempre um carro inferior mais alto, neguin falando que o Kicks e um March mais alto, ae falam que HR-V é Fit mais alto, Duster é Sandero mais alto e por ae vai….só tem reclamão mesmo nunca nada esta bom

    • José Eduardo D’Acampora Guazzi

      Não está bom mesmo, o defeito não é ser um carro inferior mais alto, mas sim ser um carro inferior 2x mais caro só por ser mais alto e invadir faixa de carros mais equipados, tecnológicos e maiores, como os sedãs médios.

      • saulo

        É muito simples, é só nao comprar, nao possuo nenhum desses “Altinhos” mas alguma coisa de bom eles devem ter alem de serem mais altos só

    • Gustavo73

      Mas é isso que eles são. Compactos em sua versão altinha. E custam muito e oferecem pouco. Ou você acha que um Renegade por 80 mil pelado tá bom?

      • Wellington Myph13

        Renegade ainda tem plataforma decente e aguenta o tranco em um trilha, mas em questão de espaço, não é muito melhor que um Hatch de entrada, nem de porta malas.

      • dogmarley

        o renegade deriva de algum compacto ?

        • Gustavo73

          Sim. A Jeep não tem hatch ou sedan, mas o Renegade usa uma variação (para o uso de tração integral e suspensão traseira independente) da plataforma do Punto/Corsa europeus. Que ele divide com o 500L/X.

        • Leo

          Parece que da plataforma do Fiat 500L italiano.

      • saulo

        Nao me referi a preço em nenhum momento, mesmo pq se fosse falar de preço tanto o “altinho qto o baixinho” nao valem nem a metade do que pedem, so acho que esses carro em sua maioria (HR-V, Renegade, Kicker, etc) sao mais do que simples carros inferiores mais altos.

        • Gustavo73

          São inferiores quando falamos em preços eles batem de frente com carros médios. Esses pelos mesmos valores tem powertrain e equipamentos superiores. Se os preços fossem mais próximos dos compactos ou tivessem powertrain e esquipamentos no nível dos médios as coisas poderiam ser diferentes.

  • Lucas086

    Uma versão Cvt por uns 75 mil ia matar a pau, lembrando que 70 mil vc já encontra concorrência com tsc e esp, tipo renegade, ecosport…

    • Gustavo73

      Renegade só acima de 80 mil (tabela) EcoSport de 72 mil para os consumidores comuns.

    • Wellington Myph13

      A versão pra PCD tem ESP e custa 69k igual Renegade e Creta.
      Engraçado que o Creta de entrada manual e AT não tem esp e começa em 73k a manual. Mas pra PCD, mesmo automático eles bancam e baixam o preço. Acho sacanagem…
      O Kicks com ESP vai sair 72k, 1k mais barato que o Creta que não tem e nem de opcional. Tem que partir pra próxima versão que custa 80k.
      Pecado msm é não ter liga leve 16″ pelo menos junto com o opcional de ESP.
      Outro pecado é a falta da luz diurna em LED e piloto automático, pelo menos a partir da SV.

  • Gustavo73

    1200 reais pelo ESP/TC?!

    • Wellington Myph13

      Se tivesse um jogo de rodas de liga 16″ junto valiam mais. Dava pra colocar até 1500.
      Mas mesmo custando 1.2k, somado aos 70k fica 72k, ainda 1k mais barato que o Creta. Só fica devendo a roda de liga leve…

    • radioactive

      Caro. Na VW, o Fox Highline tinha pacote com ESP e TC por R$ 1200, mas vinha com alguma coisa a mais (não lembro). A Nissan quer acompanhar Honda e Toyota nos preços, sem ter produto e pós-venda pra isso.

      • Gustavo73

        No Fox era ainda pior. O controle de tração no Highline era de série, o esp e hill holder junto faróis auxiliares com função de iluminação em curvas por incríveis 1500 reais. Os preços da Nissan estão abaixo, o HR-V básico manual parte de 80 mil o CVT LX tem preço do Kicks SV mais equipado.as a questão é que sempre falta um detalhe ou outro ( piloto automático ou apoio de braço) coisa boba. Mas o Kicks tem vendido bem. Vamos ver com a nova versão, mas olha outra falha o S CVT só virá mais para a frente. Até a fábrica pegar ritmo porque não focar a produção nas versões de entrada e deixar a SV e SL vindo do México? Detalhes, detalhes…

        • radioactive

          Era 1200 reais, não?

          Quanto à Nissan, é sempre assim. Lança um carro ok, até atrativo, mas sempre faltam coisas básicas e até cruciais. Foi assim com o Livina, sem regulagem de altura dos cintos, sem regulagens de volante e sem volante multifuncional do início ao fim de produção, foi assim com o Tiida, sem computador de bordo do início ao fim de produção, é assim com March e Versa, com bancos horrorosos nas versões de entrada faz uns 5 ou 6 anos e ausência de CVT nas versões S para baixar o valor de acesso e dar custo-benefício ao bom CVT, e a história se repete agora com o Kicks sem apoio de braço, sem piloto automático, sem versão S CVT e com calotas na versão de entrada. Parece a Peugeot, sempre dando motivos para as pessoas ficarem irritadas com a marca e não comprarem. Não adianta comparar Nissan com Honda e Toyota, pois as duas estão em outro nível em vários aspectos práticos (e tem fama também).

          • Gustavo73

            Apesar dos diversos anúncios de alteração na tabela da VW no Gol e Fox. Incluindo aí mudança de versões e equipamentos mas a verdade é que no site nada​ mudou. Lá está no pacote segurança II por 1.533 reais.

            • radioactive

              Verdade. Lamentável.

          • Gustavo73

            Falando sobre a Nissan e como ela sempre dá umas “vaciladas” . Quem soube mudar a percepção do mercado foi a Hyundai, basicamente com o I30 e o Azera lá em 2010, a Hyundai nem ofereceu tão mais, mas o nescessário. Desde então o mercado a vê de forma diferente. Outras tiveram essa possibilidade e não souberam aproveitar. Peugeot com o 208/2008, a Nissan com o Sentra e agora o Kicks e a VW com o Golf (os erros dos aumentos e a retirada de equipamentos e mudanças na suspensão e no DSG). Agora a VW tem uma nova chance com o Polo. Veremos o que irá fazer.

  • TijucaBH

    Estranho, parece que a versão de entrada nao tem nem parachoques na cor do carro…. Pelo menos é isso que dá a entender quando se compara com o conteúdo da versão intermediária.

    • Leo

      Correto. São pretos.

  • Marcio Mendes

    Calotas caras essas… Passo!

  • Freaky Boss

    Traz logo o Quashqai e o X TRAIL Nissan . Acorde do seu sono profundo! Olhe o que o Compass está vendendo!!

    • Gustavo73

      Aí teria que ser produzido aqui.

      • Freaky Boss

        ou trazer do méxico (XTRAIL é feito lá, não?).
        Mas no médio prazo, porque não produzir o quashqai aqui?

        • Gustavo73

          Que eu saiba não é feito no México. Produzir aqui requer investimentos que não são baixos. A FCA produz 3 veículos sobre a “mesma” base e que ainda duvidem motores e câmbios isso ajuda a dividir os custos.

  • Milton Vital

    Kicks S + 1700 pack safety + 5000 CVT + 3000 rodas de liga, vai sair na casa dos 80k, melhor que WR-V, Duster, Ecosport, 2008, acho que essa versão vai vender muito!

    • Gustavo73

      2008 70 mil reais. 4 airbags, rodas de liga leve, ar-condicionado dualzone, CMM.

      • Edson Fernandes

        E terá logo logo um cambio AT6.

  • Mr. On The Road 77

    A versão S não tem retrovisores elétricos???

  • Brasil_MG

    Pessoal tá reclamando mas o HR-V pé de boi custa R$ 80.000

    • AT9

      Eu prefiro um Kicks de 70, do que um Eco ou Duster do mesmo preço

      • Gustavo73

        Prefiro o 2008 pelos mesmos 70, mas bem mais equipado.

  • Pipo pipo

    E as rodas de aço voltaram kkkkk.
    Pelo menos a manutenção é bem mais barata quando se cai em algum buraco mais agressivo.

  • Lagarto Véio

    Rapaiz fica tentando a comprar essa versão SL Xtronic de 95 conto só pelas maçanetas cromadas. Isso aí é diferencial. Com certeza vale a cada centavo.

  • carloscomp

    Assim como quando a Tracker receber o controle de estabilidade/tração, também o Kicks quando receber piloto automático e apoio de braço entrará para a minha lista de possíveis compras para substituir o meu Cruze.

  • GABRIELCSFLORIPA

    Não entendi esse opcional “faróis dianteiros com assinatura de LED”, pois que eu saiba isso já é de série.

    • Gustavo73

      Era no SL e SV…

  • Nabil

    Cadê o piloto automático??!

  • marcosCAR

    Com promoções, por exemplo; 67.900,00 ninguém segura o modelo…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend