Nissan March 2013: fotos, detalhes, motor, consumo, desempenho

Nissan March 2013: fotos, detalhes, motor, consumo, desempenho

O Nissan March 2013 foi o segundo ano/modelo do hatch importado do México, que depois foi feito em Resende, Vale do Paraíba fluminense. O compacto deixou de ser produzido em 2020, mas será substituído pelo crossover Magnite.


Lançado no final de 2011, o March passou a integrar o portfólio da marca com o Nissan Versa, sendo um dos três modelos que a montadora japonesa produziu na fábrica brasileira, sendo o Nissan Kicks o terceiro.

Disponível nas versões 1.0, 1.0 S, 1.6 S, 1.6 SV e 1.6 SR, o Nissan March 2013 era construído sobre a plataforma V e com produção global, sendo feito ainda no México, Tailândia, China, Taiwan, Índia e Indonésia.

Iniciou as vendas no Brasil usando os motores D4D e HR16DE, sendo que o primeiro era o do Renault Clio e já com muitas décadas de estrada, enquanto o segundo era mais moderno e ainda usado no V-Drive e Kicks.

O primeiro motor era 1.0 litro, enquanto o segundo era 1.6 litro. O March dispunha de transmissão manual de cinco marchas e ainda não havia recebido transmissão CVT, o que ocorreria somente na linha 2016.

O hatch compacto da Nissan tinha uma arquitetura leve, mas com boa proteção contra impactos, tendo a bordo airbag duplo, barras de proteção nas portas, carroceria deformável, volante e pedais colapsáveis, cintos pré-tensionados, etc.

Além disso, vinha com freios ABS com EDB, que se tornaram obrigatórios por lei em 2014. Com direção elétrica, o Nissan March 2013 racionalizava o uso da energia e assim oferecia uma condução agradável.

Razoavelmente equipado, o Nissan March trazia ainda ar condicionado, rodas de liga leve, vidros elétricos nas quatro portas, travas elétricas, retrovisores elétricos, sistema de áudio com comandos no volante, entre outros.

Não era um modelo do segmento premium dos compactos, mas era aceitável em proposta. Além disso, por ser leve, também era econômico, pelo menos na gasolina. Apesar de antiquado, o velho D4D ainda correspondia.

Contudo, a Nissan o substituiu pelo mais moderno HR10 em 2014, sendo esse motor feito em alumínio e com três cilindros, sustentando 12 válvulas e 77 cavalos contra os 74 cavalos oferecidos pelo Renault.

O ganho foi ótimo, pois, ele ficou mais econômico no etanol e muito mais na gasolina,  além de ágil com mais força em baixa. Já o 1.6 continuou sempre o mesmo até o fim da produção do March no Brasil.

A Nissan nunca ousou ampliar a gama de motores, mas o CVT X-Tronic foi um ganho importante em economia e conforto, o que contribuiu muito para a imagem do produto.

Também ficou interessante na atualização visual que lhe foi auferida nos anos posteriores, dando ao compacto um visual mais atraente e jovial. Entretanto, suas formas originais, inspiradas na geração anterior do Micra, não agradaram todos.

O Micra já fora um hatch de aspecto comportado na primeira geração, mas a Nissan, de olho nos consumidores europeus e japoneses, introduziu uma segunda geração com linhas de aspecto retrô, o que limitou o carro a estas regiões.

Assim, o modelo de terceira geração herdou as formas boleadas, mas com uma visão mais global e de baixo custo, por isso, acabou sendo produzido em diversos países.

Com a quarta geração sendo feita com base no Renault Clio europeu, sua produção ficou cara e o projeto passou a não ser contemplado para o mundo todo. Além disso, as vendas de crossovers e SUVs já afetam os hatches de entrada.

Assim, em vez de substituir a plataforma, como a Nissan já fizera com outros modelos, eliminou a versão emergente do Novo March. No México, o modelo antigo ganhou uma atualização visual com base no estilo do Novo Micra.

Ele deverá ser reproduzido no Sudeste Asiático e possivelmente na China, mas ficará fora de lugares como Índia e Brasil, onde o crossover Magnite tem um potencial de vendas muito superior.

Com o mercado global desenhando cada vez mais crossovers e SUVs no lugar de hatches e sedãs compactos, a tendência é que o Micra seja substituído pelo Magnite ou um novo crossover elétrico nos próximos anos.

No Brasil, o lugar do Mach está garantido para o Magnite, que será feito com o Kicks. Não vamos esperar um sedã após o V-Drive e a Nissan terá de trabalhar bem com os dois compactos altinhos, sendo um deles, híbrido.

No caso do March, seu futuro global dependerá dos mercados que ainda resistem aos SUVs, sendo um bom carro que, infelizmente, saiu de linha por aqui.

Nissan March 2013 – detalhes

Nissan March 2013: fotos, detalhes, motor, consumo, desempenho

O Nissan March 2013 tinha um visual amigável com linhas arredondadas. Com uma cara simpática, a ideia de estilo era aproximar o produto dos consumidores jovens, embora no Brasil fossem as famílias pequenas o alvo do modelo.

O compacto tem frente com faróis amendoados, que incorporavam lanternas e piscas, além de uma grade arredondada com um friso cromado e o logotipo da Nissan próximo do capô, que era rebaixado em relação ao conjunto ótico.

Já o para-choque era envolvente e na cor da carroceria, tendo batentes na mesma cor e faróis de neblina circulares. Uma grade inferior tinha contornos arredondados, harmonizando-se com o resto do conjunto.

Nas laterais, as maçanetas podiam ser na cor do carro, dependendo da versão, assim como os retrovisores. Com teto curvado, as janelas também acompanhavam o estilo. Com os vidros curvados atrás, o March tinha colunas C grossas.

A traseira era truncada e tinha tampa do bagageiro bem mais alta que o teto, criando assim um design incomum, inclusive com formas semicirculares na chapa do teto. No topo dessa tampa havia uma luz auxiliar de freio.

Tendo uma vigia ampla, a visão traseira não era comprometida pelas demais formas da carroceria, enquanto as lanternas traseiras verticais e sobressaltadas remetiam à geração anterior, o Nissan Micra britânico, feito em Sunderland.

O para-choque também tinha batentes na cor do carro e sustentava a placa. O Nissan March 2013 podia ter rodas de aço com calotas e aro 14 polegadas, tendo pneus 165/70 R14 ou liga leve aro 15 polegadas com 175/60 R15.

Dentro, o painel era envolvente e tinha formas arredondadas, que eram harmônicas em relação ao design exterior, diferente do mesmo em relação ao Versa, por exemplo.

O painel tinha cluster analógico com mostradores de iluminação branca, com velocímetro grande e conta-giros menor, além de luzes-espia e um display digital de cor laranja com nível de combustível e até computador de bordo.

Preto, o painel tinha ainda difusores de ar circulares, além de um rádio 2din com display digital, tendo CD player, USB, auxiliar e Bluetooth, o que adicionava ao volante de três raios comandos de mídia e telefonia.

O ar condicionado manual tinha três botões dispostos em triângulo e mais abaixo, ficavam uma fonte de 12V, estranhamente deslocada para o passageiro e porta-copos duplo.

As portas de acabamento em plástico duro e preto, tinha maçanetas ovalizadas sem pintura ou cromadas. O apoio de braço era reto e tinha comandos dos vidros elétricos. O Nissan March 2013 tinha ainda retrovisores com ajustes elétricos.

Tendo também travamento elétrico e telecomando na chave, o March tinha vidros elétricos também nas portas traseiras, bem como banco do motorista com ajuste em altural, tal como a coluna de direção, que tinha assistência elétrica.

No teto, alças de mão e retrovisor interno dia e noite. Os para-sois tinham espelhos e havia luzes de leitura simples. O banco traseiro era inteiriço ou bipartido, enquanto os cintos de segurança de 3 pontos eram apenas laterais.

Com 265 litros, o porta-malas podia ter o espaço ampliado com o rebatimento do banco traseiro, tendo ele ainda luz interna e forração em carpete no assoalho, onde se ocultava o estepe fino.

O March tinha ainda porta-luvas com bom espaço e revestimento claro nas colunas e teto, além de padronagem personalizada dos assentos. A versão SR tinha adesivos decorativos, kit aerodinâmico, rodas escurecidas e escape cromado

Nissan March 2013 – versões

Nissan March 2013: fotos, detalhes, motor, consumo, desempenho

  • Nissan March 1.0 MT
  • Nissan March S 1.0 MT
  • Nissan March S 1.6 MT
  • Nissan March SV 1.6 MT
  • Nissan March SR 1.6 MT

Equipamentos

Nissan March 2013: fotos, detalhes, motor, consumo, desempenho

Nissan March 1.0 MT – Motor 1.0, mais airbag duplo, cintos de segurança dianteiros com pré-tensionadores, ventilador com ar quente, computador de bordo, rodas de aço aro 14 polegadas, pneus 165/70 R14, para-sois com espelhos, bancos do motorista com ajuste em altura, bancos em tecido, retrovisor interno dia e noite, fonte 12V, bancos com apoios de cabeça, banco traseiro rebatível, lavador e limpador do vidro traseiro, cintos de 3 pontos nas laterais, preparação para som com quatro alto-falantes e antena, vidros manuais, retrovisores com ajustes manuais e travas manuais.

Opcionais: ar condicionado, direção elétrica progressiva, limpador, lavador e desembaçador traseiro temporizado, volante com regulagem de altura, calotas integrais, rodas de liga-leve aro 15 polegadas, pneus 175/60 R15 e regulagem interna dos espelhos retrovisores.

Nissan March S 1.0 MT – Itens acima, mais ar condicionado, direção elétrica progressiva, vidros dianteiros e traseiros elétricos, retrovisores externos com regulagem elétrica, maçanetas na cor da carroceria, rodas com calotas integrais, abertura e fechamento das portas e porta-malas por controle remoto, desembaçador do vidro traseiro com temporizador, volante de três raios com regulagem de altura, limpador traseiro com controle intermitente, alças de teto para o passageiro, porta malas com iluminação, retrovisores externos na cor da carroceria, travas elétricas das portas e porta-malas, limpador de pára-brisa com 9 velocidades com controle intermitente, revestimento das portas dianteiras em tecido e travamento automático das portas com o veículo em movimento.

Opcionais: rodas de liga-leve aro 15 polegadas e pneus 175/60 R15.

Nissan March S 1.6 MT – Itens do S 1.0 MT, mais motor 1.6 litro.

Opcionais: rodas de liga-leve aro 15 polegadas e pneus 175/60 R15.

Nissan March SV 1.6 MT – Itens do S 1.6 MT, mais acionamento do alarme perimétrico por controle remoto, rodas de liga-leve aro 15 polegadas, pneus 175/60 R15 e rádio CD Player com função MP3 e entrada auxiliar.

Nissan March SR 1.6 MT – Itens acima, mais ponteira de escapamento cromada, rodas de liga-leve aro 15 polegadas em cor titanium, retrovisores externos personalizados para versão SR, adesivos específicos para versão SR e aerokit com saias laterais, espóilers dianteiro, traseiro e aerofólio.

Preços

Nissan March 2013: fotos, detalhes, motor, consumo, desempenho

  • Nissan March 1.0 MT – R$ 21.997
  • Nissan March S 1.0 MT – R$ 23.973
  • Nissan March S 1.6 MT – R$ 25.142
  • Nissan March SV 1.6 MT – R$ 26.351
  • Nissan March SR 1.6 MT – R$ 26.451

Tabela Fipe – Janeiro de 2021.

Nissan March 2013 – motor

Nissan March 2013: fotos, detalhes, motor, consumo, desempenho

O Nissan March 2013 tinha dois motores e um deles era Renault. Tratava-se do D4D, um propulsor que chegou ao Brasil a bordo do Clio, mas ainda com cabeçote de oito válvulas, que já não existia nessa época.

Com bloco de ferro fundido e quatro cilindros em linha, o D4D tinha cabeçote de alumínio com 16 válvulas, sendo quatro por cilindro. O comando de acionamento era único, girado por correia dentada, montada dentro de uma capa metálica.

No topo da engrenagem de acionamento, ficava a bomba d’água, enquanto as válvulas eram acionadas por balancins. Não havia variação de abertura e fechamento. Com injeção eletrônica multiponto sequencial, tinha tecnologia flex.

Esta era dotada de reservatório para gasolina no cofre do motor, visto haver injeção de partida a frio, que funcionava sob baixas temperaturas e com etanol no tanque de combustível.

Com 998 cm3, o D4D tinha taxa de compressão na Nissan de 10:1, entregando assim 74 cavalos a 5.850 rpm, além de bons 10,0 kgfm a 4.350 rpm. Não eram números espetaculares, mas serviam bem ao propósito do Nissan March 2013.

O câmbio, porém, era herdado da Renault e não tinha bons engates, sendo um pouco impreciso. Com cinco marchas, era a opção que havia para o March. O segundo motor era da própria Nissan, sendo esse o HR16DE.

Trata-se de um “cavalo-de-batalha” da marca japonesa, sendo usado em todo o mundo nos mais diferentes produtos da aliança Renault-Nissan, inclusive na russa Lada.

Com bloco em alumínio e cabeçote no mesmo material, o HR16DE é dos anos 2000 e muito moderno, tendo duplo comando de válvulas com variação de abertura e fechamento na admissão. Acionados por corrente, também tem 16V.

Usando injeção eletrônica, este propulsor mantém o sistema antigo de tecnologia flex, necessitando assim de tanquinho para a gasolina. Com bobinas individuais, diferente do D4D, o HR16DE até possui variantes com turbo e injeção direta.

Com 1.598 cm3, o HR16DE tinha taxa de compressão de 10,7:1. Ele entregava 111 cavalos a 5.600 rpm e 15,1 kgfm a 4.000 rpm, números inferiores, por exemplo, ao do Kicks e até mesmo os usados por Renault (H4M) e Lada.

Tendo bom torque em baixa rotação, devido à variação de válvulas, o HR16DE é um 1.6 bem-comportado e econômico, ainda hoje é usado tanto pelo Kicks quanto pelo Novo Versa, importado do México. Também está a bordo do V-Drive.

O câmbio manual de cinco marchas da Nissan era bem mais confortável e com engates precisos, tendo ainda embreagem de acionamento hidráulico, como no outro. Ele recebeu a companhia do CVT X-Tronic alguns anos depois.

Este chegou a oferecer paddle shifts e simulação de seis marchas para tornar seu desempenho melhor. Foi o melhor conjunto que o March teve em sua vida no Brasil, a qual teve ainda o motor HR10, um 1.0 de três cilindros com 77 cavalos.

Desempenho

Nissan March 2013: fotos, detalhes, motor, consumo, desempenho

  • Nissan March 1.0 MT – 13,8 segundos e 167 km/h
  • Nissan March 1.6 MT – 9,5 segundos e 191 km/h

Consumo

Nissan March 2013: fotos, detalhes, motor, consumo, desempenho

  • Nissan March 1.0 MT – 8,4/12,3 km/l e 9,7/14,5 km/l
  • Nissan March 1.6 MT – 8,2/12,0 km/l e 9,5/14,0 km/l

Nissan March 2013 – manutenção e revisão

Nissan March 2013: fotos, detalhes, motor, consumo, desempenho

O plano de manutenção da Nissan inclui revisões a cada 10.000 km ou 12 meses para o Nissan March 2013. Apesar de ser um carro com sete anos agora, ele está incluído no programa de revisões da marca e com preços atualizados.

Asim, basta acessar o site da Nissan, em serviços, para verificar os preços de todas as revisões até 60.000 km, o que dá na versão 1.0 litro, R$ 3.378,00. Se for com motor 1.6 litro, o valor é de R$ 3.444,00.

O plano de revisão inclui troca de óleo do motor, filtro de óleo do motor, filtro de combustível, filtro de ar do motor, filtro de ar da cabine, velas, fluido de freio, fluido de refrigeração, correia dentada, correia em V, entre outros.

Na rede Nissan, são feitas ainda inspeções de suspensão, freios, direção, parte elétrica, itens de segurança, motor, câmbio e outras partes do veículo. As concessionárias podem efetuar a troca de discos, pastilhas, pivôs, batentes, buchas, etc.

Também podem fazer troca de pneus, rodízio de rodas, alinhamento e balanceamento, cambagem, troca de amortecedores e molas, lonas de freio, bem como itens da cesta básica de peças, como troca de faróis, lanternas e para-choques.

As lojas da Nissan possuem ainda áreas de pintura e funilaria, bem como também espaço para lavagem e higienização, tal como instalação de acessórios e opcionais, permitindo a personalização pessoal do veículo da marca nipônica.

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 km60.000 kmTotal
1.0R$ 421,00R$ 705,00R$ 421,00R$ 705,00R$ 421,00R$ 705,00R$ 3.378,00
1.6R$ 426,00R$ 722,00R$ 426,00R$ 722,00R$ 426,00R$ 722,00R$ 3.444,00

Nissan March 2013 – ficha técnica

Nissan March 2013: fotos, detalhes, motor, consumo, desempenho

Motor1.01.6
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm39981598
Válvulas1616
Taxa de compressão10:110,7:1
Injeção eletrônicaIndireta FlexIndireta Flex
Potência máxima74 cv a 5.850 rpm (gasolina/etanol)111 cv a 5.600 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo10,0 kgfm a 4.350 rpm (gasolina/etanol)15,1 kgfm a 4.000 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchasManual de 5 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteira
Direção
TipoElétricaElétrica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPherson
TraseiraEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasAço, aro 14 polegadasLiga leve, aro 15 polegadas
Pneus165/70 R14175/60 R15
Dimensões
Comprimento (mm)3.7803.780
Largura (mm)1.6651.665
Altura (mm)1.5281.528
Entre eixos (mm)2.4502.450
Capacidades
Porta-malas (L)265265
Tanque de combustível (L)4141
Carga (Kg)NDND
Peso em ordem de marcha (Kg)925964
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,330,33

Nissan March 2013 – fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.