Hatches Mercado Nissan SUVs

Nissan March terá geração de baixo custo e X-Trail retorna ao mercado brasileiro

nissan-march-2018-12 Nissan March terá geração de baixo custo e X-Trail retorna ao mercado brasileiro

A Nissan confirmou que haverá um novo March para o mercado brasileiro, segundo o site UOL. No entanto, este não será o modelo europeu, considerado caro demais para a realidade do país e sim uma nova geração de baixo custo, pensada para mercados como o BRICS e países emergentes.



No entanto, o alcance global desse sucessor do March não será assim tão amplo. Segundo Jose Luis Valls, presidente-executivo da Nissan para América Latina, o modelo vendido atualmente na Europa é “muito europeu e caro”. Assim, a ideia é desenvolver um produto local, assim como foi a criação do Kicks, que surgiu como alternativa ao fracasso da tentativa de trazer o Juke ao mercado brasileiro.

A Nissan não dá pistas de como ele será, mas diz que “precisamos desenvolver algo para a região latino-americana e fazer a nova geração com algo específico, dentro do gosto latino-americano”, completa Valls. Então, a ideia poderia ser um modelo inspirado no Kicks, cujas linhas estão em sintonia com o mercado local e também mundial.

Nesse caso, o uso da plataforma V da Nissan é imprescindível, podendo assim criar um hatch compacto de maior volume de espaço interno e porta-malas. Este, por sua vez, segundo o site, até mesmo poderia não ter mais o nome March, mas uma designação regional, já que o intuito é exporta-lo para a América Latina.

Com a unificação dos segmentos de entrada e premium, no caso dos compactos, este novo hatch da Nissan poderia seguir os passos de Volkswagen Polo e Fiat Argo, assumindo um tamanho na casa dos 4 metros ou pouco mais, bem com entre-eixos maior que o atual do March. Dotado de acabamento similar em design ao Kicks, ele poderia se posicionar como um competidor mais direto nesse segmento, que também terá em breve o Toyota Yaris.

nissan-xtrail-xcape-2 Nissan March terá geração de baixo custo e X-Trail retorna ao mercado brasileiro

Além disso, a Nissan também trará o X-Trail, o SUV de porte médio que já foi vendido aqui, mas há muito tempo é cogitado pelo mercado. Com o crescimento das vendas de SUVs e crossovers, nada mais natural do que trazer o modelo, já bem difundido no mercado mundial. A empresa ainda não deu data sobre sua chegada.

Atualmente o Nissan X-Trail é produzido pela montadora em duas plantas nos EUA e mais o Japão, além de Rússia, Indonésia, Tailândia, Taiwan, China e Malásia. Sua importação traria algum custo, mas como atuaria numa faixa de preço bem acima dos R$ 100 mil, parte dos custos seria amortizada pelo alto valor agregado. O modelo dispõe de motores 2.5 de 170 cv, que poderia vir como flex.

[Fonte: UOL]

  • Jaspion

    X trail? Estão com medo de trazer o Qashqai e matar o Kicks….

    • Não, pois o Nissan Qashqai é outra categoria, a mesma do X-Trail, logo, seria mais caro.

      • Jaspion

        podem ser de segmentos diferentes, mas são de tamanhos e porte parecidos. teriam q ter preços proximos e isso dificulta toda a equação. Nosso mercado e nosso consumidor (médio) não é tão maduro pra entrar num showroom da Nissan, olhar os dois carros e entender a diferença de um pro outro e pq a marca cobra a mais por um ou pelo outro.

        • Martini Stripes

          Ja acho que daria sim, vide Renegade e Compass.
          O Qashqai é maior, motores mais potentes, acho que seria mais interessante ao X Trail

        • Se o povo entende bem a diferença entre Compass e Renegade, não veria nenhuma dificuldade neste caso Nissan, pois são equivalentes aos dois citados.

    • Hodney Fortuna

      O Qashqai é bem maior! Tipo uma Captiva!

  • Lucas de Lucca

    Todo dia um novo 7×1.

  • Franco da Silva
    • Filipe

      É uma vergonha mesmo! Mas fazer o quê!? Se nem para reclamar de ser assaltado todos os dias por esses políticos que aí estão, nós fazemos, o que dizer de reclamar das porcarias sobre 4 rodas vendidas aqui!

  • vicegag

    “que surgiu como alternativa ao fracasso da tentativa de trazer o Juke ao mercado brasileiro.”
    Exposto deste jeito, parece que tentaram vender e não foi bem aceito.

    • EDU

      Na verdade nao foi bem isso que foi falado . Olhe na reportagem da Uol carros

    • O Juke foi rejeitado em clínicas com consumidores e vende pouco nos países Latam em que é disponibilizado.

  • Marcelo Cordeiro

    Pode ficar com sua “versão para America Latina”, Nissan. Continuará vendendo apenas Kicks com acabamento simplório a absurdos R$ 100.000,00!!!!!!!!!!!

    • Roberto

      Bem ou mal, eles vendiam em média 2 mil unidades por mês a 90k cada… então eles acertaram no produto.
      A Honda vende o WR-V a 80k e tem vendido 1500 por mês… Um FIT altinho…

      • Maycon Farias

        Eu acho que os dois não são concorrentes.

        • Roberto

          O Kicks S CVT tem o mesmo preço do WR-V CVT e atendem ao mesmo público (SUV compacto automatico)
          Mas nem fava falando disto, esta exemplificando a reclamação do cara do Kicks custar 100 mil, sendo que o mercado aceita WR-V a 80…

          • Raul Pereira

            Num mercado onde up! custa 60 mangos, tá dentro do desvio padrão

          • Gran RS 78

            Verdade, sem contar que o HRV é muito mais caro e oferece menos itens que o Kicks.

        • what_the_hell??

          Tb acho, mas vá dizer isso à Honda… :))))
          WR-V, pra mim, é o fundo do poço do mercado automobilístico!!!

          Pegaram o Fit, um dos carros de pior custoXbenefício do país, e subiram a suspensão pra cobrar mais caro ainda!

          Não estou falando q os dois carros sejam ruins, só acho q os preços de ambos são ABSURDOS mesmo considerando nossa já ridícula faixa de preços.

      • Marcelo Cordeiro

        Honda não é parâmetro, né? WR-V é uma aberração. Entendo que gosto é pessoal, mas o mau gosto no referido modelo é manifesto. Pior, paga-se absurdamente caro por um carro feio, com poucos itens tecnológicos e que nem SUV é, pois trata-se de mero crossover.

        • Antonio Henriques

          Não à toa vende-se muito mais HR-V, pelo menos é o que vejo aqui no Rio. As pessoas estão preferindo pagar um pouco a mais e levar o HR que é muito mais em tudo que um WR-V.

          WR-V na minha concepção é pra ficar lá atrás, brigando com Kwid completo. Caro demais!

          • Marcelo Cordeiro

            Rapaz, eu estou trocando de carro, portanto fazendo muitos teste drives. Fui na Honda e a vendedora queria me empurrar um HR-V de entrada. É simplesmente sofrível. O rádio chega choca de tão vagabundo e com preço alto. Eu nunca simpatizei com SUV’s, pois acho que se paga muito caro para comprar um veículo que não tem nada de especial, geralmente com acabamento similar a carros de entrada e bem mais caro para manter. Daí acabei batendo o martelo pelo novo Polo 200Tsi, pois apesar do acabamento simples, tenho tecnologia embarcada de primeira, desempenho excepcional, economia e manutenção com valores muito melhores do que qualquer SUV. Não compro carro à metro!!!!

        • Raul Pereira

          E olha que crossover já forçar bem a barra

      • Mr. Pennybags

        Não concordo que acertaram no produto. Acho que acertaram foi no cliente que topa pagar uma fortuna por isso!

        • Vinícius

          Não é por nada, mas de uma pesquisada nos comparativos entre Kicks e seus concorrentes. Todos que eu vi, o Kicks ganhou, então acredito que o veículo tenha valor sim. Exceto pela ausência de um motor mais potente, venceu todos os comparativos como a melhor compra.

          • Edson Fernandes

            Isso não quer dizer que isso significa uma boa compra. Quer dizer, eu acho incrivel o poder de sedução que carro alto dá ao brasileiro. De repente é como se quem não tinha dinheiro passou a ter e comprar tais carros. Os carros são mais caros que médios, menos equipados e sempre inferiores. Mas estão lá no topo de vendas para preferencia de escolha.

            • Vinícius

              Sim, eu concordo contigo. O problema está no segmento e não no Kicks em si. Os SUVs são veículos que oferecem pouco pelo que cobram. E isso não se limita aos compactos… Vejo o Compass por exemplo e acho ele bastante simples pelo valor que é cobrado.

          • REDDINGTON

            Pela proposta de SUV o espaço interno é um lixo como Renegade e Ecosport…

      • Vinícius

        Acertaram sim. O Kicks vende pq é sim uma ótima opção para quem busca um SUV compacto. É só pesquisar um pouco os concorrentes e ler os comparativos. Acabamento simplório não é exclusividade do Kicks, é só dar uma olhada no HRV por exemplo, muito menos ser caro, ai teríamos que mudar de País rs

        • Mario

          Na verdade, os que criticam todos os SUVs são aqueles que não tem um SUV para ‘torcer’, ou seja, gostam da montadora que não tem um SUV neste segmento para vender. Eco, HR-V, Duster, Renegade, Kicks, Tracker, sempre tem um defeito, seja pelo motor antigo, falta de tela de 200″, falta de controle de estabilidade, falta do motor tsi 1.0, etc. Quando a tal montadora lançar o dito cujo, será o melhor SUV do universo.

      • Hoje vendem cerca de 3.000 do Kicks.

        • Roberto

          Isto, mas vendiam até 2k quando só tinha o SL de 89999.
          E o preço nem é tão fora do mercado assim… HRV, Duster 2.0, captur, Creta, Renegade, Ecosport, Tracker… Todos os automáticos ficam na faixa dos 80 a 85k… E o kicks sl tinha tudo que se podia imaginar, inclusive a câmera 360, que nenhum tem até hoje.

          Isto só mostra que, quando o produto é bom (atende a necessidade do mercado), vende bem.

    • Filipe

      Bem, caro é (assim como tidos is veículos vendidos aqui). Mas daí a dizer que o kicks tem acabamento simplório, aí não dá!

      • Marcelo Cordeiro

        Não é? Caramba, fico imaginando um CEO da Nissan lendo isso e pensando: “Podemos baratear ainda mais os custos de produção e aumentar os lucros”. Assim, amigo, o Kicks tem acabamento simplório sim! Ele tem plástico rígido com exceção da espuma injetada que adorna a versão mais cara, plástico rígido por todo lado, ausência de tecidos nas portas, saídas de ar e motor 1.6 do March.Tudo isso por R$ 100.000,00!!!

  • Ricardo Santos

    JA-BU-TI-CA-BA

  • EDU

    Pelo que li nao e certeza que venha a Xtrail

  • Frederico Soares

    “Atualmente o Nissan X-Trail é produzido pela montadora em duas plantas nos EUA e mais o Japão, além de Rússia, Indonésia, Tailândia, Taiwan, China e Malásia.”

    Belo texto !

  • Robinho

    Esse MArch é lindo mas…não é para o nosso bico…como sempre…

    • Fanjos

      Isso porque não é nada demais, só um subcompacto metido a besta e nem isso é carro para HuEzeiro

  • Maycon Farias

    Nissan isso é algo totalmente previsível. Estamos acostumados com carros do jeitinho brasileiro. O novo march só iria chegar caro porque normalmente as empresas querem uma margem gigante. Mas enfim. Boa sorte no pseudo March Novo.

    • Mario

      Além da ‘margem gigante’, tem os ‘impostos gigantes’ e a ‘pobreza gigante’ também.

      • Fanjos

        Triple Combo!

  • Gu92

    O March europeu não vem porque é muito seguro para o mercado brasileiro, então a Nissan vai preparar uma jabuticaba do jeito que o brasileiro gosta, insegura, cara, com design chamativo e telinha no painel!!

    • Roberto

      Bom, o MArch e o Versa feitos aqui ganharam 4 estrelas, apenas os mexicanos (que deveriam ser iguais) é que tiveram problemas no teste de dezembro/16…

      • Gu92

        No novo protocolo do LatinNcap eu duvido muito que o March brasileiro tire mais do que 2 estrelas sem ter nem air bags laterais, assim como o Ford Ka que tirou 4 estrelas no primeiro teste e agora no novo zerou!!

        • Edson Fernandes

          Certamente vai zerar….

    • zekinha71

      O Polo veio, logo o March europeu pode vir sim

      • Luciano RC

        Seria um excelente concorrente… até por que todos estão defasados. A Ford só vai tapear o Fiesta, a Chevrolet não tem carro pra brigar e a PSA está deixando o C3/208 abandonado.

    • invalid_pilot

      E com o motorzaço 1,6 de 116 poneis malditos

      • André Volpato

        O motor é bom, mas pra entrar na briga de verdade a Nissan teria que trazer um turbo.

        • invalid_pilot

          Bom, mas velho perante a nova safra, verdade é essa.

    • BMWM

      Até na Europa ele chegou caro.

  • Hoffmann

    Não esperaria nada de diferente da “pior das japonesas” no Brasil. E eu que ainda achava que nada mais trágico que o March atual poderia sair da planta de Resende/RJ…pensei em algo derivado dos Datsun indianos mas do jeito que a Nissan brasileira é não me surpreenderia se viesse algo baseado na plataforma do Tsuru.

    • Edson Fernandes

      Na verdade é bem capaz de vir algo oriundo de Datsun mesmo. Porque na boa… se esse MArch é caro mas vem custando preço de Polo, então não sei o que pode ser para eles carro emergente.

      Mas daí penso que o March já é isso… desanimador viu.

    • T1000

      Eu queria saber como vão conseguir um March de mais baixo custo ainda.
      Roda com 3 furos?
      Retrovisor passageiro opcional?

  • REDDINGTON

    “caro demais para a realidade do país” traduzindo= traremos com 2 air bags, abs e só, assim ele fica barato pra produzir, cobramos caro, os otários compram e todos vivem felizes para sempre. The End!!!

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      Traduzindo, somos miseráveis

    • Edson Fernandes

      Agora tem uma certa moda de tocar no assunto segurança. Então colocarão na versão de topo ESP, pronto… carro mais seguro possível! (O KA pode ser exemplo disso)

      • REDDINGTON

        O que vc chama de certa moda eu chamo de evolução Edson. Carros mais modernos e seguros, o povo brasileiro devagar está mudando a maneira de comprar carro. Está longe do ideal? SIM mas quando analisamos que até 2013 tínhamos a Kombi…Espero que essa “certa moda” cresça cada dia mais, e que tenhamos carros nos padrões de segurança europeu, americano/canadense

        • Raul Pereira

          Acho que ele falou moda no sentido mercadológico usado pelas montadoras. Claro que todos achamos que quanto mais itens de segurança melhor. Mas por conta de algumas pessoas terem aprendido agora a sigla ESP, fica ‘exclusivo’ ter um, aí o departamento de mkt das montadoras põe na versão top pro comprador falar pro vizinho ‘essa é aquela top que vem com ESP’ agora que a telinha saiu da categoria de exclusivo

          • REDDINGTON

            Se for isso eu entendi errado então, e confesso que realmente não entendi bem o comentário do Edson, pensei que poderia ser isso ou ele estar criticando, o que também é direito de todos aqui no NA. Fiquei em dúvida mesmo.

            • Raul Pereira

              Mas seu comentário anterior também não deixa de dizer várias verdades.
              Que bom que as montadoras passaram a colocar mais itens por aqui

        • Edson Fernandes

          Reddington, você não entendeu. Essa “moda” é bonita na conversa, na pratica demonstra que compramos carro errados. E porque moramos no Brasil e independente de eu ter um determinado carro, somos do mesmo mercado e eu penso num compacto como segundo carro.

          Mas prevejo que ainda não conseguirei comprar um compacto seguro como espero.

          Agora voltando ao mercado, o que dita é dinheiro. E vc pode até ver uma segurança ativa, mas terá muita coisa do carro em segurança passiva que é ruim. Estamos vendo isso com o Ka, um carro que em teoria teria tudo para ir razoalmente bem em crash test e zerou. Então ele é um dos que possui ESP como opcional na versão de topo e que além de ser um item que o brasileiro não considera, a segurança passiva é terrivelmente ruim. Ou seja… na pratica a moda não segue a pratica.

          • REDDINGTON

            Agora eu entendi e assino embaixo 👍🏻

  • Vinícius

    Pq não trazem esse March europeu para concorrer com o Polo? Na minha opinião ele dá de 10 x 0 esteticamente falando e nitidamente ele é bem superior e é maior que o March vendido aqui. Esse papo da Nissan é o mesmo da Renault em relação ao Clio Europeu, preferem produzir esses carros de entrada “vendidos” aqui, em aspas já que não vendem quase nada.

    • Edson Fernandes

      É por isso que vemos esse posicionamento esquisito da Nissan.

      Sentra não vende bem, Altima não vendeu bem, March e Versa não vendem o que deveria e se sustentam apenas com o kicks. E ainda… tem um chão de espaço para muitos produtos. Aí o cara me diz que o March novo não tem entrada no mercado brasileiro mas quer fazer um a preço de Polo porém não sendo o Europeu? Só uma coisa Nissan: A VW deu uma depenada no Polo mas trouxe e ainda garantiu que é seguro e pode ter coisas sim modernas nele.

      Isso é uma bela desculpa que pode apenas manchar a imagem da marca.

      • Raul Pereira

        Concordo, critico muito a VW, mas fizeram um bom trabalho com o Polo. Inclusive por lançarem ao mesmo tempo do mercado europeu. A Nissan quer trazer um carro desse lá pro ano que vem e olhe lá. Já vai ser um projeto nascido defasado

        • what_the_hell??

          Tb meti o pau na VW nos últimos anos por ter toda a tecnologia e não trazer nada pro BR. Tinha esse ótimo motor TSi 1.0 e só colocava no Up??? Pq não colocava no Fox, no Gol… E com câmbio AT????

          Mas ultimamente ela PARECE estar mudando. As configurações e preços do Polo até que estão decentes!
          A verdade é que essa evolução só vem depois de uma grande queda nas vendas! Talvez se o Gol ainda fosse líder se tivesse recebido um pouco de atenção da VW, como adoção de motores mais decentes!

          • Raul Pereira

            Exato, eles tiveram que quebrar muito a cara pra ter essa ‘boa vontade’ kkk
            Tiveram que largar aquela ideia de que carro é só a confiança no motor da VW e colocar mais tecnologia e tudo

        • Edson Fernandes

          Defasado e só Deus sabe o que ele será. Se for mais um facelift no March atual, ele vai perder muitas vendas.

      • Matthew

        Sei lá, cara. O único sedã médio que vende bem na bananânia é o Corolla, que já é praticamente um carro de luxo pra realidade miserável do país. Médio-grande como o Altima só Azera e o Fusion tiveram vendas significativas no boom do mercado. Camry, Accord e Passat sempre vendeu pouco por aqui. March e Versa já estão na mesma geração há muitos anos, sem grandes alterações, além de estarem inseridos no segmento mais disputado do mercado, onde o tamanho da rede de concessionários torna-se algo importante. Então não acho surpresa alguma eles desenvolveram uma solução local. O mercado brasileiro está reduzido à carros compactos, mesmo entre os tão balados SUVs. Na outra matéria sobre o Toyota CH-R o executivo alegou se tratar de um modelo de porte médio que o nosso mercado não comporta. Piada.

    • André Volpato

      A Nissan se perdeu quando resolveu virar a montadora de um motor só, eliminando Tiida e Livina. Ficaram só com os carros de entrada e o Kicks, não tem mais um meio termo.
      Aí quando surge a oportunidade no mercado de médios (vide Argo e Polo) os caras acham ruim trazer um modelo europeu pra concorrer. Vão morrer com esse motor e com essa estratégia. Já tive dois, agora Nissan nunca mais.

  • Zé Mundico

    O maior problema da Nissan no Brasil é a Renault.
    Ela tem carros bons lá fora, mas se trouxer para cá vai bater cabeça com a Renault.

    • Mario

      Tem isso também. Mas de alguma forma, elas estão concorrendo aqui, com o Sandero/Duster e March/Kicks. Mas acho que isso pesa, com certeza.

      • Edson Fernandes

        Bem, aí vai do planejamento conseguir deixar duas marcas disputando nichos um pouco diferentes para não canibalizar uma a outra. A Citroen sofre muito com isso devido a Peugeot hoje ter carros mais atuais no mercado.

    • what_the_hell??

      mas parece ser justamente o contrário, já que a Renault não tem nenhum player nesse segmento “compacto premium”.
      Deveria sim trazer esse Micra com o motor do Kicks pra atuar em segmento acima do Sandero, e não depenar o carro pra poder trazer uma jabuticaba!

  • Hernan Carlos Granda

    “precisamos desenvolver algo para a região latino-americana e fazer a nova geração com algo específico, dentro do gosto latino-americano”,o seja uma porcaria com plasticos reciclados de garrafas de coca cola no acabamento interno e com motores desfasados

    • SK15

      […]e mega caros, 3x mais caro (no minimo) que o primo rico europeu e com 3x menos segurança.

  • Yargo Martins

    Alguém avisa lá que carro barato não precisa ser carro feio!

    • Mario

      Concordo. Está aí o Kwid e o Ka para confirmar. Pior que tem umas montadoras, que fazem feio e caro! Por exemplo, o up!.

      • Edson Fernandes

        Mas tem feito carros seguros.

        Esses dois aí citados sabemos que não será bom nesse aspecto.

      • Hernan Carlos Granda

        voce acho bonitos Kwid e Ka? sao horrorosos os dois

        • Fabio Gambela

          A Grande maioria devem acha-los ao menos bonitinhos, eu acho bom o design dos 2.

          • Hernan Carlos Granda

            desing é subjetivo, acho que Ka e uma porcaria comparado com Fiesta e Kwid é uma porcaria comparado com Clio

  • dor53

    japonesa de araque

  • Duh

    É só trazer só a casca como todas as outras fazem, ainda não perde tempo e dinheiro criando um novo visual pra cá.

  • Leonardo M. G.

    Vai vir o Versa Note, então?

  • Mario

    A Nissan tem muito para crescer no Br. O que mata seus produtos populares, é o design. Com o Kicks foram muito bem, é só continuar a evolução. O March venderia muito mais se fosse mais ‘ajeitadinho’. Pega a plataforma do Sandero, dá um banho de loja, vai vender igual a pão quente. Ah, em tempo, não esqueçam os 4 airbags e isofix, para não zerar no LatinNcap.

    • zekinha71

      Tem que zerar o LatinNcap senão não vende.

  • Diego G. de Lima

    Falou, falou e não disse nada. Eu trabalho com datas Nissan.

  • Fanjos

    Baixo custo para empresa…só relembrando, para os bananeiros muita prosperidade!

  • tech76

    O que está escrito: “precisamos desenvolver algo para a região latino-americana e fazer a
    nova geração com algo específico, dentro do gosto latino-americano”.
    O que eu leio: “a vida dos latino-americanos vale menos do que a dos europeus, por isso não levaremos esse carro moderno para lá, ao invés disso vamos colocar mais um lixo no mercado para fazer companhia os lixos mais vendidos do Brasil, Onix e Ka, e as pessoas irão comprar de qualquer jeito”

    • awatenor

      BOA!

    • ViniciusVS

      “O que está escrito: “precisamos desenvolver algo para a região latino-americana e fazer a
      nova geração com algo específico, dentro do gosto latino-americano”.
      O que eu leio: “a vida dos latino-americanos vale menos do que a dos europeus, por isso não levaremos esse carro moderno para lá”

      Na Verdade o latino-americano é o “pobre metido a rico”. Ele vive em um lugar com a economia ferrada, não tem renda e EXIGE carros de primeiro mundo a preço de banana.

      O dia que aqui for um País de primeiro mundo e o Brasileiro tiver renda, as montadoras sem dúvidas vão fazer carros melhores, agora na atual situação onde o Brasileiro só consome SUV e popular de entrada, não faz o menor sentido investir em Hatch moderno para criar raiz em Showroom.

      Montadora não é caridade ela precisa vender, se Brasileiro compra ( só pode pagar por) carro popular de entrada então é isso que ela vai vender. Classe média quer SUV e não Hatch/Sedan compacto. Quando fazem algo que presta como no caso do FIT com 6AB, ESP, TC, DRL, LED, ar digital e outras coisas o povo reclama que é caro e que não vale, então não adianta reclamar quando uma montadora joga a verdade no ventilador, falando na cara que o March Europeu é muito para o Brasil.

  • zekinha71

    Requisito mínimo pra bombar o novo modelo, zero estrela, material bem vagabundo.
    Senão trás o europeu mesmo pra vender pouco.

  • Debraido

    Leio o texto e entendo que será a mesma solução que o grupo arrumou com a Captur, por fora o mesmo carro, porem com base (mais barata) e dimensões diferentes.

    • Vitor C

      Pelo texto eu e tendi que nem o desenho será igual, Já que será baseado no kicks.

  • Benny Blanco

    Se a VW trouxe o Polo, mesmo com acabamento inferior não há desculpa para essas montadoras venderem produtos capados. Tenham ciência disto na hora de comprar.

  • Vitor C

    Sinceramente a nissan poderia ter uma estratégia mais próxima da honda (modelos atualizados em dia com o primeiro mundo) e deixar para a Renault o papel de baixo custo, que ela já faz muito bem por sinal.
    Por serem do mesmo grupo poderiam ter esse equilíbrio por aqui.

    • No_Name

      Pois é, boa lógica essa sua. Mas o libanês dirigente das duas é tão sem vergonha com os países menos desenvolvidos que prefere deixar as duas marcas vendo lixo e ainda pretende colocar outra no páreo (Datsun).

  • Raul Pereira

    Baixo custo? Estava vendo uma review britânica e o cara avaliando em vídeo mostra (e realmente), é um carro normal, sem nada de mais em acabamento e tudo. Não tem nada mais que os itens de seguranças do que seria um kit dignidade dos anos 2010.
    Se quiser concorrer com o Polo e Fit, terá que vir maior apenas, mas se quiserem tirar os itens de segurança porque ‘fica caro’ vai ser um fiasco nacional. Vão continuar com aquele March feio toda a vida que vai continuar sem vender. Aliás, o mínimo era esse carro ter vindo junto com o modelo europeu pra cá.

  • No_Name

    Esse March da Europa é só um carro com design ajeitadinho, boa segurança e mais nada. A mídia de lá o achou nada demais. E estranho essa notícia porque parece, segundo outras notícias, que a Nissan tem intenções de produzi-lo no México e até na Índia para distribuir na Ásia.

  • Paulo Monteiro

    Nissan Br, faz a reestilização do versa e traz os novos motores 0.9 turbo e 1.2 turbo que já taria de bom tamanho…

  • Marcelo Nascimento

    “precisamos desenvolver algo para a região latino-americana e fazer a
    nova geração com algo específico, dentro do gosto latino-americano”

    E quem disse pra ele que nós não gostamos do Micra europeu?????

  • SK15

    Mais lixo mega, hyper, blaster super faturado pro BR, só isso …

  • Alexandre Volpi

    Nessas horas fico muito triste em ser brasileiro. Ontem após aquela sessão comprada, hoje vendo que cada vez mais montadoras deixam tudo de bom longe… parece que sempre seremos terceiro mundo, pelo jeito.

    Mas sobre a notícia, a nissan podia jogar esse design na plataforma atual, ao menos. Um march de custo mais baixo que o local, só se for na plataforma do Kwid.

    Vou é pegar meu canudo e adeus, Brasil!

  • RTEC30

    Uai, o nosso March não é de baixo custo?

  • awatenor

    GOSTO LATINO AMERICANO…SEI… = ARREMEDO EM CIMA DO QUE JÁ EXISTE (EX.: FINHETI ALGO, NIÇÃ QUICK, RENÔ CAPITU, ETC…). APARÊNCIA DO EUROPEU, MAS ESTRUTURA DE FAQUIR…ADORO O BRÉÇIL…

  • Diego

    Hatch compactos agora são hatch premuins ,daqui a pouco os premiuns serão os médio e por aí vai… em relação a X-trail, acho que tá demorando muito essa demanda de SUV aqui no Brasil , é o mercado em alta em todo canto do mundo e só agora que chega os modelos da chevrolet , pegeout além dos da toyota… mercado pobre, caro e ainda de péssima qualidade. Brasileiro tá ferrado em relação ao mercado automotivo.

    • Matthew

      Rapaz, já é assim. Hoje qualquer carro de porte médio na bananânia já é carro de luxo. Corolla, Civic, o novo Equinox… tanto que os caras nem se dão mais ao trabalho de importar sedãs médio-grandes como Accord, Camary, Passat. Vem uns lotes a cada 3 anos e olhe lá.

  • Rogério R.

    A Renault está produzindo a plataforma CMF em São José dos Pinhais para o Kwid e com certeza ela dará novos frutos. Sinceramente achei essa história muito estranha.

  • JCosta

    Ráááá… Braçil!!!! Pra entrar aqui, só se for zero estrela.

  • edgar__rj

    Nissan, deixe o papel de gato por lebre para a Renault… Traga o novo March/Micra, e não faça como o “Captur” da Renault…

    • invalid_pilot

      É tudo do mesmo grupo, mesma filosofia de empresa.

  • PedroGolzinho

    Resumindo: vão trazer um carro mais inseguro, do jeito que o brasileiro gosta.

  • Filipe

    Acho engraçado quando os executivos das montadoras soltam pérolas como ” …desenvolver um produto ao gosto e com a cara dos latino-americanos…”.

    Ou seja, para esses caras, nós, latinos não gostamos de carros vendidos NIS EUA e europa não. Gostamos das maravilhas tecnológicas desenvolvidas por eles para nós, seres de terceira classe.

  • Marcelo Faria

    Pensada para mercados como o BRICS e países emergentes, ou seja nota ZERO no Latin N’cap…

  • Marcus Vinicius

    Pena a nissan não fabricar o X-Trail no méxico serviria bem à toda a America Latina !

  • REDDINGTON

    Melhor os air bags do que nada certo?? Ou vc acha justo voltarmos pra época da kombi, bateu morreu??? Se vc leu meu comentário deixei claro que estamos longe do ideal, sem dúvidas.

  • André Pira

    Baixo custo e alto preço, como sempre!😒

  • Gambixx

    x trail será um novo Altima? trazem um, dois lotes e depois deixam os clientes com um mico na mão?

  • Pedro Fontes

    Me senti ofendido lendo essa matéria… Esse país n tem jeito mesmo.

  • Jad Bal Ja

    Oh choradeira! Aceitem os fatos! Nós não produzimos igual países desenvolvidos, portanto não temos carros de países desenvolvidos! Simples assim.

  • silvio silva


    uma nova geração de baixo custo, pensada para mercados como o BRICS e países emergentes”. Ja ouvi isso em algum lugar antes… e não gostei do resultado….

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend