EUA Mercado Nissan Sedãs

Nissan Sentra deve ganhar novo motor no mercado americano

nissan sentra 2016 reestilizado 7

A Nissan North American teria dito ao site Wards Auto que o sedã Sentra terá em breve um novo motor. Michael Bunce, Vice-Presidente de Planejamento de Produto, não deu detalhes sobre qual seria esse propulsor.

No entanto, as suspeitas recaem sobre o propulsor 1.6 DIG-T, que entrega 163 cv ou mais, sendo uma opção melhor em relação ao fraco 1.8 de 131 cv, usado atualmente no mercado americano. O objetivo do Sentra remotorizado é enfrentar o Novo Civic.

[Fonte: Wards Auto]





  • Lucas de Lucca

    Esse 1.8 como opção única é complicado mesmo. O 1.6T além de mais potente, provavelmente será até mais econômico.
    Podiam aproveitar e trazer pro Brasil também, como opção ao já cansado 2.0 que temos aqui.

    • oscar.fr

      Não sei o que tem de cansado o motor 2.0 mania que as pessoas pegaram de chamar de desatualizado tudo. O 2.0 associado ao câmbio CVT da Nissan Renault é um dos melhores do segmento. Evidentemente perde apenas para o THP 1.6 e TSI, mas estes equipam carros bem mais caros que Sentra e Fluence 2.0 CVT.

      • Peninha

        Nao é, e este foi um dos motivos que me fez desistir da compra de um Sentra. Todos os usuários reportam um alto consumo (7kml na cidade) e ele veio ainda do Sentra antigo. Com o novo Jetta 1.4TSi, Cruze 1.4 e Civic turbo, suas limitações vão ficar ainda mais evidentes.

        • Lucas de Lucca

          Pois é…

        • oscar.fr

          Não estou aqui para proteger o motor Renault-Nissan, mas é preciso relembrar que devemos comparar o comparável. Os preços do Jetta TSI são bem superiores ao Fluence e Sentra 2.0 e Civic e Cruze turbo ainda não são realidade no mercado nacional. Vamos aguardar os preços, pois eles prometem ser bem elevados, o Civic, principalmente, é aguardado acima de R$ 100 mil. Por enquanto temos apenas Peugeot 408 THP, Citroën C4 Lounge THP e VW Jetta TSI, todos acima do preço do Sentra e Fluence, os PSA um pouco mais acessíveis que o VW evidentemente.

          • Peninha

            Certo, mas a tendencia parece ser clara: motores turbos vao tomar o mercado, e a Nissan nao é líder como a Toyota e a Honda para se dar ao luxo de ficar com esse motor velho por muito mais tempo.

            • oscar.fr

              Infelizmente, o grupo Nissan-Renault não é conhecido por ser ágil em suas tomadas de decisão em nosso mercado, bem pelo contrário. Olha quanto tempo Kicks e Captura estão demorando para chegar. Por isso eu duvido que turbo chegue tão cedo em Sentra e Fluence, apesar desta tendência que de fato existe, de cada vez mais termos motores turbina dos para maior eficiência energética.

      • sandroma

        A Nissan é uma ótima marca, mas é meio lerda aqui no Brasil… Tenho um Sentra S CVT 2012 (excelente carro), e quando comprei o motor era mais forte que Civic/Corolla que ainda tinham o motor 1.8. Os motores dos líderes já foram atualizados para 2.0 e agora já na estão na beira de trazerem os motores turbo. Enquanto isso a Nissan continua com o mesmo motor até hoje, com diminutas alterações…

        Está igual o cambio automático para Versa/March… todo mundo tem pedido por ele há anos… e até agora NADA! Era para o ano passado… agora dizem que será este ano, vamos ver!

    • Deadlock

      Trazer esse motor 1.6T logo vai ser uma necessidade. Jetta, Civic e Cruze contarão com o motor turbo, a não ser que a Nissan queira perder ainda mais mercado.

    • Minerius Valioso

      Não entendi o que a Nissan fez por lá, em ter reduzido a cilindrada do modelo de 2,0-litros para 1,8-litro, com a mudança de geração.

      • Lucas de Lucca

        Talvez o objetivo tenha sido economia de combustível.

      • A lei americana tem impostos maiores para os 2,0 litros.

  • Eduardo Brito

    Sera que esse 1.6 chega aqui?

    • Debraido

      Inclusive pagaria menos imposto.

      • Gustavo73

        Paga não. O IPI por cilindrada vai até 1.0 depois acima de 1.0 até 2.0. E se o motor não for flex paga mais 1% de IPI.

        • Debraido

          ta certo.

        • João Cagnoni

          O que adiantaria? Eles nunca repassam a redução do IPI.

          • Gavlan The BeerMaster

            Não é nem questão de repasse, o empresário está mesmo de olho na redução de custos, se tem menos imposto sobre o motor a margem de lucro seria maior, tornando viável economicamente a importação do motor.

    • Pedro Henrique

      chegar ele chega, a pergunta real é, quando? e por quanto?

  • mauricio

    se trazer esse sentra aspirado pra ca vai ficar muito atras dos concorrentes que sao a maioria turbo

    • Clovislauro

      Por enquanto, só o Jetta 2016 é turbo, pelo que entendi, os futuros Cruze e Civic serão turbo só nas versões mais caras, Corolla ainda vai demorar, Fluence e Focus idem. Então, o Sentra um dia terá motor turbo, mas ainda não no próximo ano, ainda mais sabendo que a Nissan do Brasil não se caracteriza por rapidez em lançamentos, os SUVs, por exemplo, continuamos não tendo nenhum.

      • oscar.fr

        408 e C4 Lounge também são turbo, o Peugeot, aliás, tendo sido talvez o primeiro turbo do segmento. E pelo que tenho visto, são as versões que mais vendem destes carros. Uma vez que Fluence e Sentra compartilham o 2.0 é se se esperar que compartilhem o novo motor turbo.

        • Clovislauro

          Nooossa, é mesmo, esqueci dessa bela dupla francesesa, já estou fazendo o que critico nos outros.

  • Baralho

    Tenho dito a muito tempo a necessidade da Nissan aprimorar o grau de tecnologia embarcada em seus veículos, seus motores atuais são bons, mas não se destacam perante a concorrência, já deveriam ter colocado esta opção de motorização a disposição no mínimo a dois anos atrás, agora a Honda vai trazer um baita motor, a GM também não vai ficar atrás e a Nissan se não abrir os olhos perderá com facilidade o destaque que tem na categoria. #nissan-abre-o-olho. rsrsrsrsrs

  • shdn2010

    Li em algum lugar que de todos os cambio cvt no mercado o do sentra era o pior, será que ganhara alguma atualizacao com este novo motor?

    • O pior é o do Lancer. o do Sentra é bom, bastante econômico, mas por não emular marcha, muita gente reclama, sendo que até o do Fluence, que é uma versão anterior ao X-Tronic, emula marchas.

  • jaspion

    Motor da Renault?

    • Se for, será motor Renault-Nissan, pois o grupo tinha como pauta para 2017, somente desenvolver motores em conjunto, para serem utilizados em todas as montadoras do grupo, em suas respectivas faixas.

  • Freaky Boss

    vai virar turbo. Aliás, gostemos ou não, a onda turbo veio forte. De cima (carros de luxo) para baixo (carros classe média, compactos, etc), como ocorre com as inovações nessa indústria, mas veio.
    Sentra já deveria ter emplacado esse 1.6 turbo do qashqai europeu no Sentra. Aqui na banânia inclusive.

  • Paulo Andre Zardo

    Vai virar um espetáculo, tive dois do modelo antigo, rodaram 130 mil KM sem estragar nada, troquei por um C4 Lounge pela motorizacao e ESP.

  • Gabriel F. de Mattos

    Bem provável que venha, contudo não para equipar o Sentra e sim o Kicks. Claro que se as coisas andarem bem, como certamente o ponto fraco dos sedans 2.0 e 1.8 ser o consumo, com a entrada de sedans turbo como o C4 e o 407 com câmbios automáticos o pessoal já viu ser esse o caminho para desempenho com economia. Assim que as ortodoxas japonesas adotarem esta tendência a mudança será “em lote”.

    Acho que o motor desta mudança no perfil de consumo automotivo será o Cruze e o Jeta turbo a preço de aspirado…. as montadoras devem estar atentas, pois o perfil de consumo tem levado ex-donos de sedans para os SUVs e Ex donos de Haches para Sedans e neste último o apelo esportivo conta muito por serem pais de famílias jovens e solteiros com gosto por automobilismo as novas consumidoras de Sedans tem sido mulheres que levam filhos para escola e gostam da estrada.

    Apesar da demanda por SUVs estar em ascensão o elevado consumo urbano e o custo de itens como pneus e seguro tem sido os argumentos contra, outro fator que incomoda donos de SUVs é a falta de porta-malas ser um “mal da categoria”. Os sedans não tem este contra e seu seguro vem caindo, outro fato é que por atender um perfil menos passional o sedan tenta ser mais requintado e confortável, com materiais melhores e construção acústica e dinâmica mais equilibrado, já os SUVs tendem a esbanjar de itens perfumaria como paralamos, estribos, porta-trecos e adornos que encarecem o projeto, assim os materias são depreciados e a estrutura é “simplificada” para o preço ser atraente, contudo invariavelmente sua construção final é pior que a de um sedan de mesmo preço.

  • Filipo

    Excelente! O Sentra com 163 cv e 24,4 kgfm deve ficar maravilhoso. Era só o que faltava para o carro, um motor potente, já que torque nunca foi problema, com seus 20 kgfm no Brasil.
    Será concorrente do Jetta TSi 150, C4 Lounge THP e Civic 1.5T.

  • Gran RS 78

    Acho que no Brasil ele continuará com o motor 2.0 mesmo.

    • Só se a Nissan quiser marcar bobeira. Acho que não vão mais ser burros, com o lançamento do Kicks, a filosofia da Nissan para o Brasil deve mudar.

      • Gran RS 78

        Tomara que sim, pois a Nissan tem ótimos carros e ainda insiste em não trazer para o Brasil vários modelos como Suvs médios e a nova geração da Frontier.

  • Notívago

    Será vacilo da Nissan não trazer esse motor pra cá. Quem não se atualiza, fica pra trás e papa mosca.



Send this to friend