Avaliações Nissan Sedãs

Nissan Sentra ingressa na zona de conforto

novo-sentra-avaliacao-na-3-700x466 Nissan Sentra ingressa na zona de conforto

Ele já quis posar de mocinho rebelde. Na geração anterior, chegou com musiquinha dizendo que não era carro de tiozão. Resultado: já que o carro não era para eles, os “tiozões” continuaram comprando Corolla, e os “sobrinhos”, como se sabe, não compram sedãs, salvo exceções. Nesta nova geração (a sétima), o Sentra assumiu seu lado sóbrio, conservador, sem que isso seja necessariamente algo negativo. O novo modelo está suave, bem acabado, confortável e espaçoso. Normalmente, é isso o que se espera de um modelo dessa categoria. E é isso o que ele entrega. Afinal, para que se arriscar a sair da zona de conforto?



Quem gosta de um carro com as características do Corolla deve prestar atenção ao Sentra. O Nissan é confiável, seguro, tem visual imponente, leva a família com conforto, etc. Andamos na versão top de linha, SL, de R$ 71.990. Embora o visual seja completamente diferente e a plataforma seja nova, a mecânica (motor 2.0 e câmbio automático CVT, continuamente variável) foi mantida, com as devidas atualizações.

Ao volante, o que chama a atenção é a resposta sempre imediata aos comandos do acelerador. O carro é tão animado que, às vezes, é preciso até tomar cuidado, especialmente em manobras de estacionamento. Isso porque basta um leve toque no acelerador para o carro sair rápido. Desconfio que a Nissan calibrou o motor para ter esse ímpeto nas saídas de modo a compensar as respostas do câmbio CVT. Há casos de veículos meio sonolentos quando equipados com esse sistema. Não é o caso do Sentra. O sedã está sempre alegre. Mais adiante vamos falar de um efeito colateral disso. Aguenta aí.

novo-sentra-avaliacao-na-9-700x466 Nissan Sentra ingressa na zona de conforto

Visual imponente

O Sentra 2014 é imponente por fora e luxuoso por dentro. Uma espécie de mini-Altima, sedã que deve chegar no ano que vem para brigar na classe de Accord, Fusion e Camry. Em termos de estilo, o modelo agora optou por seguir uma linha mais conservadora, tradicional. Assumiu o lado “tiozão”, renegado pelo antecessor.

A linha de cintura é mais baixa, e o vinco que corta a lateral faz uma onda sobre o para-lama dianteiro. Particularmente, prefiro linhas mais retas, mas este é um típico Nissan. O chefe de estilo da marca, Shiro Nakamura, gosta de carros sóbrios. Tome como exemplo Versa, March, Livina… Até hoje, não sei como ele aprovou o Juke!

novo-sentra-avaliacao-na-5-700x466 Nissan Sentra ingressa na zona de conforto

Mas, se não é arrojado, o certo é que o Sentra é elegante, e tende a agradar o público familiar. De frente, a ampla grade que combina cromado e prata fosco é imponente. Se eu tiver de eleger um ângulo preferido, para mim é a traseira, ou a visão de ¾ de traseira, com as amplas lanternas de led invadindo as laterais. Os leds, aliás, estão também na parte inferior dos faróis.

A evolução em termos aerodinâmicos é notória. O novo modelo tem coeficiente (Cx) de 0,29, muito melhor que o modelo anterior, que tinha Cx 0,34. Isso significa que a carroceria oferece menor resistência à fluidez do ar. Como resultado, o desempenho melhora e a economia aumenta. Outro fator que colabora é a redução de peso. Mesmo tendo crescido 5 cm (4,62 m), o novo Sentra está cerca de 70 kg mais leve, por conta de utilização de aço de alta resistência em partes vitais da carroceria. Por conta disso, é possível reduzir a quantidade do material, e, como consequência, o peso. Nessa versão SV, o Sentra pesa 1.348 kg.

Conforto é com ele

Mesmo com rodas aro 17 (pneus 205/50), o Sentra mostrou muita suavidade. Tive a oportunidade de dirigir o carro na Califórnia, há cerca de três meses, e na época elogiei o trabalho da suspensão, mas com a ressalva de que lá não há buracos, e o piso é aquele tapetão. Fiquei de atualizar a informação quando andasse no Brasil, onde buraco no asfalto é questão de honra das prefeituras. Pois o Sentra voltou a agradar.

novo-sentra-avaliacao-na-23-700x466 Nissan Sentra ingressa na zona de conforto

Tratou muito bem os ocupantes, mesmo sendo maltratado pelo piso. O sedã não transfere para dentro nem solavancos nem ruídos. O Sentra utiliza sistema McPherson na frente e eixo de torção atrás. A direção elétrica também é bem leve e isola as imperfeições de solo.

O acabamento é muito bom e, mais uma vez, deixa claro que o pessoal da Nissan quis transferir para seu sedã médio parte do prestígio do Altima. Isso fica evidente na qualidade de materiais do painel e laterais. O revestimento é macio, agradável ao tato.

novo-sentra-avaliacao-na-33-700x1050 Nissan Sentra ingressa na zona de conforto

A versão SL vem bem completa. No preço de R$ 71.990, estão incluídos bancos de couro, teto solar, tela sensível ao toque com GPS, câmera de ré, etc. O modelo também está disponível nas versões S (a partir de R$ 60.990) e SV (R$ 65.990). Todos têm motor 2.0 de 140 cv. A básica é a única a oferecer câmbio manual de seis marchas. As outras duas vêm com transmissão CVT.

Desde a versão básica, o Sentra vem com chave de presença, botão de partida, faróis e lanternas com leds e volante de couro com comandos de som e Bluetooth. Fato negativo: a regulagem da coluna de direção incomodou. Isso porque, quando se solta a trava, a coluna “cai” de uma vez, tornando incômoda, pesada e ruidosa a simples tarefa de ajuste.

As duas primeiras versões vêm com duplo airbag frontal. A SL vem com seis (frontais, laterais e de cortina). O sensor de estacionamento e a câmera de ré estão presentes apenas no modelo mais caro, que têm tela maior (5,8 polegadas). No Sentra SV, ela tem 4,3”. O ar-condicionado digital com regulagens independentes é item de série nas versões top e intermediária. Para um carro tão bem equipado, achei um pouco estranho o fato de apenas o botão do vidro elétrico do motorista ter comando “um toque”. Nos demais, é preciso manter a tecla acionada para subida ou descida completa.

novo-sentra-avaliacao-na-35-700x1050 Nissan Sentra ingressa na zona de conforto

Além do acabamento refinado, espaço também é um ponto positivo do modelo, graças aos 2,7 m de entre-eixos. Passageiros do banco de trás dispõem de boa área para joelhos e cabeça. Além disso, o túnel central é baixo, melhorando o conforto para o eventual quinto ocupante.

O Sentra anterior já oferecia transmissão CVT, mas a Nissan informa que o novo câmbio Xtronic foi aprimorado, para privilegiar a economia de combustível. A montadora diz que 60% dos componentes são novos (incluindo o “coração” do sistema, as polias), e que a caixa ficou 13% mais leve. Ele recebeu nova relação de transmissão (7,3:1). Não há opção de trocas manuais. Na alavanca, pode-se bloquear o overdrive, que seria o equivalente a impedir que a última marcha fosse engrenada, em uma transmissão automática convencional. Dessa forma, ele mantém o giro um pouco mais elevado, para casos em que se precisa de um pouco mais de ânimo.

novo-sentra-avaliacao-na-37-700x466 Nissan Sentra ingressa na zona de conforto

Mas e esse consumo?

Essa transmissão continua aproveitando muito bem a energia gerada pelo motor, por não apresentar interrupções de força durante as trocas. Tudo isso contribui para a melhora no consumo. Ou deveria. Algo me diz que não resolveu, não. Fazia tempo que eu não via um ponteiro de combustível baixar com tanta velocidade – tirando as vezes em que eu estava ao volante de um V8.

Fui até conferir se o tanque não era muito pequeno. O Sentra tem reservatório de 52 litros. É menos do que os 57 l do Civic e os 60 l do Corolla. Isso explica a velocidade da queda, mas apenas em parte. O tanque deveria ser maior, sim, mas o motor também precisaria ter menos sede. O fato negativo da avaliação é que a média de consumo, com etanol, foi de 5,3 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada. Haja combustível! A Nissan, porém, informa que o Sentra estreia com nota “A” no programa de etiquetagem do Inmetro.

novo-sentra-avaliacao-na-24-700x466 Nissan Sentra ingressa na zona de conforto

O Sentra só utiliza motor 2.0 no Brasil. Nos EUA, por exemplo, o sedã vem com mecânica 1.8. Traz sistema Flex Start, de partida a frio, que elimina o tanquinho auxiliar. Mas tem algo que me intriga aí. Ele é menos potente que a concorrência (o Civic tem 155 cv, o Corolla, 153 cv, para ficar nos exemplos dos conterrâneos). Um motor como esse (comando duplo variável, 16 válvulas, etc.) deveria render mais do que esses 140 cv. Como comparação, o Civic oferece 140 cv em sua versão 1.8. O Cruze Ecotec 1.8 16V gera 144 cv, e por aí vai. Tá bom, torque é muito mais importante do que potência no dia a dia. E aí o Nissan se garante: ele tem 20 kgfm a 4.800, apenas um pouco a menos que os 20,7 kgfm do Corolla e um pouco a mais que os 19,5 kgfm do Civic.

Bom esse carro é. Agora vamos ver como ele se sai nas vendas. A corrida começou. Valendo…

Nissan Sentra – Ficha técnica

Motor: Bicombustível, dianteiro, transversal, 1.997 cm³, com quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, comando variável nas válvulas de admissão e escape e duto de admissão de dupla geometria. Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto sequencial.

Transmissão: Câmbio continuamente variável à frente (CVT) e marcha a ré. Tração dianteira. Não oferece controle de tração.

Potência máxima: 140 cv a 5.100 rpm com etanol/gasolina.

Torque máximo: 20 kgfm a 4.800 rpm etanol/gasolina.

Diâmetro e curso: 84 mm X 90,1 mm. Taxa de compressão: 9,7:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson com barra estabilizadora. Traseira com eixo de torção, barra estabilizadora e molas helicoidais.

Freios: Discos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira. Oferece ABS com EBD.

Carroceria: Sedã em monobloco com quatro portas e quatro lugares. Com 4,63 metros de comprimento, 1,76 metro de largura, 1,51 metro de altura e 2,70 metros de entre-eixos. Oferece airbags duplos de série.

Peso: 1.348 kg.

Capacidade do porta-malas: 503 litros.

Tanque de combustível: 52 litros.

Produção: Aguascalientes, México.

Itens de série:

Versão S: Câmbio manual de seis relações, chave presencial I-Key, freios ABS com EBD, airbags frontais, rodas de liga-leve de 16 polegadas, lanternas e faróis de led, ar-condicionado, direção elétrica com assistência variável, retrovisores externos com regulagem elétrica, botão de ignição Start/Stop, faróis de neblina, volante multifuncional com acabamento em couro, rádio com CD/MP3/Bluetooth e quatro alto-falantes. Preço: R$ 60.990.

Versão SV adiciona: Câmbio CVT, ar-condicionado digital duas zonas, piloto automático e sistema multimídia com tela colorida de 4,3 polegadas com rádio CD/Aux/Mp3/Ipod/Bluetooth e seis alto falantes. Preço: R$ 65.990.

Versão SL adiciona: Bancos de couro, airbags laterais e do tipo cortina, sensor crepuscular, tetol solar elétrico, retrovisores eletricamente rebatíveis, rodas de liga leve de 17 polegadas, sensor de estacionamento com câmara traseira, sistema multimídia com rádio/CD/Mp3/Aux/USB/Bluetooth e GPS integrado ao painel. Preço: R$ 71.990.

Fotos Fabio Aro

5.0

  • Tosca16

    Um carro maravilhoso mas que pelo visto tem um visual muito conservador que já falaram meio brega; não acho que tanto mas mesmo para um sedã família suas linhas deveriam ser mais atuais não também deixando a elegância por fútil esportividade que não agrada muito nesse seguimento à grande maioria.

    • Ao vivo ele é lindao.

      Como pode um sedan medio top de linha custar menos que o compacto Tracker intermediario? O Sentra que é barato, ou o Tracker que está caro? kkkkkkk. Nissan sempre com os melhores preços do nosso mercado, só falta dar um jeito no pos venda.

      • Mas ainda acho um absurdo ver gente disposta a pagar 70 mil em um sedã médio sendo que há vários sedãs grandes com 4-5 anos de uso, quase em estado de 0 km, a menos de 50 mil reais…

        • JF68

          Garimpando bem quem sabe você não acha até Mercedes classe S com uns 20 anos de uso mais em conta.
          Acho ridículo querer fazer comparação de 0Km com usado. É mais ou menos como dizer pra quem tem dinheiro pra comprar uma Ferrari que comprar uma frota com 50 Palios é mais negócio.

        • FelipeLange

          Essa é uma questão pra discutir depois.

        • Carlsson

          4 a 5 anos de uso?

          <img width="250" src="http://www.memelinks.com/era-sol-que-me-faltava.jpg"&gt;

        • kikofar

          Uai… e pagar 70 conto num hatch médio então, o Golf??? Infelizmente, tudo ficou caro demais!

        • Tobias

          com 4 ou 5 anos de uso o carro ja ficou velho….

      • thales_sr

        Achei esse Sentra bonito pra caramba, e a versão top está bem recheada e com um preço bom. Belo carro pra sair da mesmice de civic e corolla, e possivelmente ser mais confortável (o corolla, que diziam que era macio, pelo menos no 2013 tá bem durinho…)

    • Andrex2501

      Tenho curiosidade pra que alguém da imprensa teste esse carro em sua configuração básica, com câmbio manual e sem algum destes mimos pra ver como ele se sairia.

    • Andre Dias

      O carro é muito bonito pessoalmente, muito mais moderno que a geração anterior. Alguns veículos simplesmente não ficam muito bons nas fotos, esse é o caso.

      • Tosca16

        assim espero, igual é o "novo" Tiggo e Celer que pessoalmente é bem melhor.

    • PONCIO PILATOS

      GOSTEI desse carro.
      acho que falta as borboletas e troca de marchas na alavanca.
      eu compraria sem medo.

      • saosao

        Pois é, mas como nem marchas virtuais ele tem, adeus borboletas.

        Também compraria tranquilamente.

      • JF68

        Também gostei, é espaçoso, tem desempenho bom e o desenho também é interessante. Também não gostei da falta de possibilidade das trocas de marcham manuais, mas hoje é o terceiro na minha lista de preferência para trocar o meu carro até o final do ano.

    • gabriel8520

      Ele devia trazer pelo o menos 10 airbags ESP e multi link

  • Sigma7

    Ao acessar o site da Nissan verifiquei que a versão intermediária já conta com controle de cruzeiro e, se eu não me engano, antes os blogues disseram que só havia na versão topo de linha. Eu considero que está faltando apenas a oferta de bancos de couro na versão SV. Se em dezembro cair para R$ 60 mil se tornará uma ótima opção.
    Faltou o post citar que as revisões são tabeladas com preços fixos, mas agora a mão de obra está incluída no preço. Fiquei contente em verificar isso no site da Nissan, pois no caso do Sentra anterior citava o "mais x horas de mão de obra" e o cliente ficaria a mercê dos preços cobrados nas concessionárias. Mas nem tudo são flores, pelo contrário: essa tabela de revisão só é válida até março/2014 e achei isso uma sacanagem! Segue o link: http://nissan.com.br/#carros%2Fnovo-sentra%2Fserv

    • Mauricio Devojno Bruder

      De fato a inclusão das revisões com preço fixo fechado tem sido o padrão da Nissan pros novos lançamentos, uma adequação mais do que necessária aos padrões do mercado.

      Quanto ao controle de cruzeiro o anterior já tinha na versão de entrada, lamentável essa "perda".

    • Mauricio Devojno Bruder

      Quanto ao prazo das revisões eles fazem isso e depois vai revalidando novos prazos.

  • Vauxhall

    Qual é a versão que há detalhes imitando madeira no painel? Nenhuma versão possui saídas de ar para os ocupantes do banco traseiro?

    • apmneto

      Nenhuma, esse detalhe foi modificado nas versões que vieram ao Brasil por apliques imitando alumínio, muito bonitos, por sinal.

  • Fanjos

    Achei um verdadeiro crime a falta do ASR e ESP em um carro desse nível.
    Inaceitável nos dias de hoje, ainda mais quando um simples Fiat 500 de 38 mil já tem esses equipamentos.
    Economia porca para um carro que deveria ter pelo menos alguns diferenciais para se destacar na multidão dos rivais, ficou mais do mesmo, ou melhor menos do mesmo.

    • juca jones

      Fanjos, onde tem Fiat 500 por 38 mil? No site mostra 43 mil com pintura sólida.

    • leoalmeida81

      Tendo air bag e abs já basta para vender aqui. Brasileiro "esperto", nem sabe o que é ESP, infelizmente.

    • radiobrasilcombr

      Sedan médio, pelo menos na intermediária e top SERIA OBRIGATORIO … mas aqui é o Brasil… esquece

      • FelipeLange

        P*** economia porca viu. Por causa disso eu escolheria o 408, Cruze, C4 Lounge ou o Fluence.

  • portela_lucas_

    Ótimo carro, realmente lembra muito do Altima. A Renault finalmente acertou em relação ao Sentra aqui no Brasil… pq vale lembrar que ele já é disponível mundo à fora faz tempo… mas no geral, veio para cumprir muito bem a tarefa de vender mais que a geração anterior, pois o conjunto no geral agrada fortemente e se mostra um concorrente forte em relação ao Corolla, e ao Civic (que para mim perde para o novo Sentra).

    • Thiago

      Eu sei que o grupo é o mesmo amigo, mas o Sentra é um Nissan, chamar de Renault é o mesmo que chamar o clio de Nissan…

  • Maycon102

    Já vi um na rua e pouca coisa nele me chamou atenção. apesar de ser bom como a matéria diz, acho pouco provável que os atuais Corolleiros deixaram a marca para aderir o Nissan, muito menos com o novo que está chegando.

    Acho que já passou da hora de todos entenderem que no Brasil existem dois mercados de médio! Os Japoneses formam o 1º grupo, e todo o restante formam o 2º grupo. Muitos carros bons estão no segundo grupo, e infelizmente o Sentra está e estará nele. E quem definiu isso é o próprio consumidor.

    • ttdark

      Você sabe que Nissan é japonesa, né?

      • Maycon102

        Acho que deu pra vc entender o que quis dizer. :)

    • Leco222

      Não, quem definiu isso foi a própria Nissan que se retirou do primeiro escalão com seu pós venda típico do BR…

    • Andre Dias

      Há 4 mercados de médios:
      1º Compradores de sedãs médios pouco superfaturados (Fluence, Cruze, Sentra)
      2º Compradores de sedãs médios superfaturados (Civic, Corolla)
      3º Compradores de sedãs médios muito superfaturados (Elantra)
      4º Compradores de sedãs médios de marcas de luxo (BMW Série 3, Classe C, A4)

      • Diens_mg

        Ótima definição!

        1° Sensatos, pensadores
        2º Tradicionais, pouco ousados, medrosos
        3º Loucos
        4º Tem bom gosto e mais (bem mais) dinheiro disponível.

        • Rafael_rec

          O problema é que quando eu parti para ser sensato e pensador passei mais tempo com o carro parado por falta de peças e recebi o pior atendimento de pós-venda da minha vida. Hoje não tenho um carro dessa categoria, possuo um SUV e um popular, mas se fosse para voltar a essa categoria com certeza seria um Toyota ou Honda.

          • rufus, o lenhador

            exatamente Rafael_rec, Honda e Toyota não estão aonde estão de graça!
            o resto é mimimi

            • Edson Roberto

              Isso que vc disse é pura verdade. Não tem jeito, quando se dedica a algo para ganhar mercado, colhe os frutos. Sempre penso que não basta apenas ter preço, tem que ter os demais… por isso continuo querendo meu Fluence…. e na negociação.

          • ttdark

            Você deu azar cara.. Você encontra na internet essa mesma frase incontáveis vezes,substituindo a marca x pela y…

          • JF68

            Esqueci de mais um, o Focus.

        • Leandro1978

          E o que vc me diz dos que saíram do "1º grupo" para o 2º? Exemplo, pessoas que tinham 408 e foram ou voltaram para o Corolla?

      • JF68

        Pela sua classificação onde estariam Jetta, C4 Lounge, 408 e Cerato?

        • Andre Dias

          Entre 1 e 2 eu acho né?. Não citei porque as vendas são pequenas (e porque não tive tempo ou paciência, rs).

  • ViniciusSantoro

    Só uma dúvida, nos Sentras do modelo antigo só tinham o fechamento automático dos vidros como opcional, no caso deste novo Sentra também é assim?

    • MarcioGO

      Sim, é um opcional que se coloca na concessionária. Custa uns R$ 250,00. Sei disso pois já encomendei o meu SL branco, que saiu até com desconto: R$ 71.600,00 (o que foi um desconto razoável, pois o carro é lançamento e o branco é perolizado e nessa cor é mais caro que o preço de tabela – o C4 Lounge e Focus que olhei estavam com sobrepreço).

      • Sigma7

        Você sabe se havia desconto para a versão SV? Já cotou o seguro?

        • MarcioGO

          Cara, não sei se tinha desconto para a SV pois já fui "seco" na SL. Se você olhar a diferença de equipamentos e de preço, vai escolher a SL, pois a intermediária não tem 6 airbags, GPS, câmara de ré, teto, etc. O seguro fica em aprox. R$ 2.450,00 e foi um dos motivos de não ter escolhido o Elantra, que também encontrei com desconto por R$ 75 mil (sem teto mas com ESP), mas o seguro ficava em R$ 3.000,00.

          • Sigma7

            Eu só queria os bancos em couro. GPS já tenho no meu iPhone, e não faço questão de câmera de ré e teto solar. Os seis airbags seriam relevantes, mas por R$ 7 mil a mais já deixa de ser uma boa opção.

      • ViniciusSantoro

        Caramba vc o encomendou exatamente da forma que eu mais gosto, hahaha, parabéns pela compra, e obrigado pela dica.

      • Carlsson

        Opcional que coloca na concessionária?
        Vcs estão se referindo àquele módulo eletrônico que sobe os vidros quando clica na chave?

        • MarcioGO

          Sim, pelo que o vendedor me informou. É um dos "pecados" do carro, principalmente no SL. Outros que me incomodam são: apenas 1 vidro do carro é one touch (só o do motorista), falta de sensor de chuva (só tem o crepuscular), o rádio não tem streaming de áudio com o celular via bluetooth, além de não ter ESP (o que para mim não é um grande problema, pois ando pouco em rodovia e as de minha região não tem curvas fechadas, mas sei de sua importância na segurança).

          • Carlsson

            Pois é, não sei como as fábricas ainda não viram o quanto nós gostamos desse sistema que sobe os vidros na chave. A colocação do acessório na concessionária me deixa um pouco apreensivo, em razão da desmontagem de parte do interior do carro para instalação.

            • MarcioGO

              Vc deve ser "enjoado" igual eu he he… Tbm fico com um pé atrás de equipamentos instalados depois de sair da fábrica, mesmo que seja em concessionária. Mas nesse caso específico do automatizador de vidros do Sentra penso que não tem grande problemas pois é apenas um módulo. Então acho que não tem esse lance de tirar forrações, etc. Tanto que já pedi que instalem no meu assim que chegar.

              • Carlsson

                "enjoado" ou "chato", como preferir, hehehe. A vantagem da instalação na concessionária é que permanece a garantia. Abs

                • Edson Roberto

                  O lado bom é que como é um sistema elétrico, é possível evitar o acesso a partes onde deveriam ficar intactas. Mas é um absurdo mesmo.

                  Outro absurdo que não entendo é de alguns sons de fabrica não terem o streaming de bluetooth (mas terem bluetooth para telefone), custa tanto colocar algo que agrada já que há muita gente que usa o celular para isso? (meu caso)

                  • Bourgelat

                    Adquiri um sentra, e na ccs, percebi que ele tem sim esta função pelo Bluetooth através do aux.

  • apneto

    Q sede ele tem. Devia ser levado ao AA.
    Mas devia ter um teste com gasolina.

    • Dragoniten

      Pois é. Esses motores da Nissan tem taxa de compressão "baixa" (9,7:1) e teoricamente isso prejudica muito o consumo no álcool. O teste poderia ter sido realizado com gasolina também.

      • Mauricio Devojno Bruder

        O que vai fazer toda a diferença! Ninguém merece esses motores flex no álcool.

      • Rafael

        É, por que testar só no álcool um motor com essa baixa taxa de compressão?
        A compressão baixa também explica, em parte, a baixa potência quando comparada aos outros 2.0 citados na matéria.

    • Hiboria

      O interessante que comprei uma Autoesporte e lá o Sentra foi comparado com o Civic e espancou o concorrente em consumo, outras fontes (4 patas, foruns….) sempre elogiam o consumo do Sentra, achei muito estranho essa medição da Noticias, acho que valeria uma nova tentativa e também incluir com gasolina, se o motor é flex por que não testar com os dois combustíveis?

  • Gustavo73

    A versão SL só tem uma falha, a ausência do ESP. Sim ele é muito mais barato que a concorrência (principalmente em relação aos seus primos) , mas precisa conquistar um consumidor que não muda tão fácil de marca. E ai isso pode ser um empecilho. Sim o Civics não tem 6 airbags e o Corolla atual também não e ainda falta o ESP. Mas esses modelos mesmo muito mais caros tem consumidores que perdoam esse deslize. Mas só nesses dois. Logo para fazer alguém mudar de time tem que oferecer mais por menos. Será que mudaria tanto o preço oferecer o ESP e pelo menos mais 2 airbags nas versões de entrada. Essa era a hora, no momento que o Corolla está para mudar de geração e o Civic deve receber um face-lifth.
    Vale também para os outros sedans que chegaram ao mercado. Mas principalmente nas versões intermediárias faltou um pouco de recheio, e quando não faltou a Ford salgou no preço.

    • Sigma7

      Eu acho que para compensar a ausência de ASR/ESP a Nissan deveria baixar os preços, e talvez ela faça isso e dezembro ou quando lançarem o novo Corolla e Civic.

      • luis_ten

        O Civic já está nas concessionárias na versão 2014. Não existe novo.

        • Gustavo73

          Antes do meio do ano vai chegar um face lift.

          • Leandro1978

            Acho que vão esperar o lançamento do novo Corolla. Um não anda sem o outro… rs… E acredito que possam rever sua política de equipamentos (Honda e Toyota).

            • Gustavo73

              Por isso falei meio do ano. O Corolla deve chegar no primeiro trimestre. O Civic logo depois.
              Quanto aos equipamentos é o mínimo pelo preço pedido.

          • rsc_dhc

            Sim, junto com o SI 2014 q jah vem com o face lift, e o negocio de ano a Honda provavelmente, em mais um ano seguido vai fazer a palhacada de "lancar" o 14/15 antes do meio do ano!

            PS: E junto com o SI, TALVEZ eles colokem 6AB pelo menos no Top de linha (EXR)

            • Gustavo73

              Pois é, não seria a primeira vez que essa história de ano modelo aconteceria. Quanto aos equipamentos acho que seria o mínimo. Já que os preços devem aumentar ainda mais.

      • Gustavo73

        Pois é, mas se tivesse o esp. Não precisaria ter uma redução de preços. O carro parece ser bom. Esses equipamentos principalmente na versão intermediária seria um bom diferencial. Assim como no caso do Fluence a simples adoção da frente lançada lá fora ano passado. Que na verdade acho que só troca o para choque. Faria muitas pessoas olharem ele com mais simpatia.

  • Magnus Cordeiro

    Eu achei muito bonito , a qualidade da mecânica Nissan é comprovadamente confiável e por 71 mil reais a versão de topo com AB6 , EBD , teto solar e muitas outras conveniências, com certeza se tornou um excelente candidato para quem procura algo okm nesta categoria . . . .

  • tjbuenf_

    Alguém tem que avisar para o Shiro Nakamura que ele não pode pensar em carro para o gosto dele, afinal, ele não será cliente único da Nissan.
    As vezes me pego pensando no Sentra, apesar de não gostar de carro baixo, mas logo coloco na cabeça que não tenho nem 30 anos, que esse carro nada tem a ver comigo.

    • Louis

      Esse negócio de idade acho meio sem fundamento. Afinal a maioria dos Porsches, Ferraris, que vejo rodando por aqui tem um coroa careca barrigudo dirigindo…

      • tjbuenf_

        Justamente. Por isso a maioria deles ainda se acha garotões, porque o carro lhes transmite esta sensação. Querendo ou não, seu carro mostra um pouco de vc.

  • Bernardo Brasil

    Dentre os tantos itens não tem ESP? Pelas minhas viagens, já descarto.

  • Gustavo

    Um carrão deste sem ESP, TC, e outras letrinhas, não rola.
    Um excelente carro, mas poderia vir com o motor 1.8 mais econômico.

  • salvibr

    Concordo com o Gustavo73!! acredito que o consumidor dessa faixa seja dificil de mudar de carro devido ao ja consagrado pos venda honda-toyota!!

  • Leco222

    Pois é, gostaria de ver o teste com gasolina. Meu Sentra SE detesta álcool, e faz 11km/l com gasolina no trânsito caótico do RJ.
    Usei pela primeira vez álcool a uns 15 dias em viagem ao Sul (Estou no segundo Sentra) e pensei que o carro tinha entupido alguma coisa, ficou horrível, sem torque em baixas e médias rotações e fazendo 8km/l em viagem, acabou o tanque e tentei de novo, mesma coisa. Deixei queimar a cachaça e quando abasteci de novo com gasolina voltou tudo ao normal. Esse motor é nitidamente um motor a gasolina que também funciona com álcool, ao contrário da maioria que privilegia o funcionamento com álcool (O que não é errado pois metade das vendas de carros no BR é para o estado de SP, onde vale a pena)

    • Grizzi

      Quando começou a divulgação do novo SENTRA eu fiquei bem animado, ele viria com o motor 1.8 todo em alumínio e com a mesma potencia do 2.0, mas infelizmente esse motor ficou só para o mercado Americano.

      • saosao

        Não é não, o 1.8 16V tem 130cv e menos torque. O 2.0 brasileiro tem 140cv e 20kgf de torque.

        • Grizzi

          Vc tem razão !!! Tks

    • HenriqueHJ

      Reza a lenda de que a Nissan ao inves de retrabalhar todo o sistema de injeção para adapta-lo ao alcool. eles fizeram foi alargar o bico injetor e trocaram as partes contra corrosão.

      resultado: na gasolina o consumo ficou pior que na versão mono e no alcool não chega a ser tão vantajoso pelo consumo elevado com o etanol.

      o meu sentra eu estou fazendo 9,5 a 8,5 km/l no RJ. Sentra S CVT.

      • Edson Roberto

        Curioso, um amigão meu teve um Monocombustivel e agora tendo um 2011 flexivel, diz que o flexivel é muito superior. Inclusive diz fazer na gasolina 10km/l na cidade e no mono era 8km/l.

        Entretanto no alcool, parece carro V12, gasta absurdos. (obviamente é o mesmo que falam do Fluence).

      • Paulo Cavalcante Lopes

        sabemos que o consumo alto esta la no pezim pesado demais….mas troquei meu astra pelo sentra e ele ate hoje ainda nao me convenceu quanto a reducao de consumo…e olhe que estou falando do astra…que na minha mao fazia medias digamos excelentes!!! o sentra ta com media 10km cidade e 13 estrada…muito ruim!

  • Diogo Gomes

    Vou de Lounge THP

    • NissanBoy

      Se você estivesse mirando a versão SL de 72k. Realmente o C4 Lounge THP é uma excelente pedida…

      Mas se for comparar com a versão que será a mais vendida. de 66k. O Lounge THP já custa bem mais, 78k.

    • Leandro1978

      Eu vi um Lounge no final de semana passado. Não o achei bonito. Embora o acabamento e espaço interno sejam muito bons, seu visual externo não me agradou.

      • FelipeLange

        Cuidado que os haters de marcas francesas gonna hate!

      • Edson Roberto

        Curioso, não achei o visual externo agradavel, mas ainda não conheci de perto.

        Entretanto, tirando o prata, ele só fica mais aceitavel em versões com cores claras. Branco, Azul (como da foto pois é mto proxima da cor do Citroen) são as cores mais bonitas do modelo.Ainda que eu tenha visto um Vinho que me agradou tbm.

  • Diggo

    Hairton, parabéns pelo texto muito bem escrito, tanto pela qualidade da gramática quando do conteúdo. Gosto dessa qualidade da escrita, coisas que as vezes o NA peca.

    • Hairton

      Obrigado, Diggo

  • Grizzi

    Quem tem problemas de mobilidade como eu, ficou fora do mercado…. por conta de R$ 1.990,00 tirou todos os deficientes …..

    • JPaulo10

      O Sentra é mexicano. Somente carros produzidos no Mercosul podem ter desconto para PNE.
      Essa informação me foi passada pela ccs Honda e confirmada por uma ccs Nissan.

      • Grizzi

        Mas por ele estar na cota do acordo com o México, não estaria incluso também?

        • Edson Roberto

          Não infelizmente.

          Pode verificar que mesmo se vc se interessasse no intermediario, iria perceber que ele não tem a isenção.

  • LFCruz

    Dependendo do preço do seguro, é uma excelente opção

  • Anderson Menezes

    Vi esse carro de perto e achei muito bonito. Se a nissan não cometesse o crime de deixar de fora os controles de tração e estabilidade em algumas versões e alguns deslizes esse carro teria boas vendas.

  • Neanderthal_Man

    Ingressa no zona de conforto? Eu preferiria que tivesse ingressado na zona de segurança, com 6 AB e ESP desde a versão SV.

    • Ainda não li o texto, mas zona de conforto é fluence. Os bancos achei muito pouco ergonômicos, atrás os encostos de cabeça são fixos, o volante agora tem regulagem de distância, mas continuo achando dificuldade para encontrar a posição de dirigir.

  • Vinicius Ramos Prucoli

    Ficou bonito. Mas é um absurdo vir só com air bag duplo, isso é coisa de carro popular agora… Ate a
    Versão intermediaria, só AB Duplo… Até Grand siena tem opção de AB lateral por umas 45.000,00 Dilmas…

  • Vinicius Ramos Prucoli

    Ficou bonito. Mas é um absurdo vir só com air bag duplo, isso é coisa de carro popular agora… Ate a

  • Thorngeen

    No AutoShop Aricanduva a css Nissan e a da Citroen fica proximas e o novo Sentra ficou posicionado, de propósito, de frente com o novo C4 Lounge no corredor, ao vivo o Nissan é muito mais bonito e simpático aos olhos, olhei por dentro e os materiais são de boa qualidade, macios e bem encaixados, não vou dizer que será um best seller , mas tinha bastante gente entrando no carro, claro é novidade, mas tinha mais gente na Nissan do que nas outras Css.

    • José

      Não tenho nenhum dos dois, mas acho ( opinião minha ) .que o C4 Lounge parece uma geração posterior do novo Sentra, gosto muito mais da linhas do antigo Sentra.
      Esse novo Sentra , sim tem cara de tiozão .
      Fui conhecer os dois ao vivo

  • Ubaldir

    Olha, vi um na rua e o que pude concluir é: ele é um Nissan na essência. Estilo controverso, sem qualquer padronização de linhas que dê uma identidade à marca e em linha gerais bem copiadinho do Fluence, em especial na linha de cintura com um ressalto dobre a roda dianteira. Pode até agradar alguns, mas vai gerar muitas ressalvas na maioria. Não acredito que vá representar um salto em termos de participação da Nissan no mercado de médios. Deve até vender melhor que o antigo, a despeito de ter pulado para uma faixa de preços iniciais mais elevada. Mas convenhamos: vender pior que o Sentra da geração passada é uma tarefa bem difícil.

  • leoab

    tenho 29 anos e sempre gostei de carro estilo "tiozão" como, omega, azera( primeiro modelo), corolla, nunca foi fã de carro de boy, mas sei que sou a minoria entre 20 e 30 anos.

  • NissanBoy

    Fui ver o Sentra na concessionária.. O branco é sensacional.(Nunca tive essa de carro branco é táxi, que o brasileiro tinha e agora simplesmente "esqueceu"). Sempre gostei de carro branco. E no sentra foi a cor que melhor lhe caiu. Aliás o Altima branco também é a melhor cor (vi vários Altimas nos EUA).

    O painel emborrachado e o acabamento do Sentra são SENSACIONAIS. O rádio da versão SV tem uma tela 4 polegadas muito elegante e colorida. Fazendo até esquecer que a SL tem uma central multimídia.

    O espaço interno no banco de trás é incrível. Maior que o do Tiida. Tenho 1,80, Cheguei o banco todo pra trás, meus pés ficaram longe do acelerador e freio, depois fui no banco de trás e tinha espaço sobrando para as pernas. Tanto que os americanos falaram que o Sentra tem mais espaço para as pernas que o Altima.

    Só faltou ter camera de ré na versão SV também.

    • Sigma7

      Já eu achei que faltaram os bancos em couro.

      • JPaulo10

        Não serão oferecidos como acessório pelas ccs (p/versão SV)?

        • Edson Roberto

          Ah com certeza! Acredito que em um futuro lancem como foi o atual com opção de couro claro. Como boa parte das portas do Sentra (desde a versão anterior) tem porção de tecido / couro, ficava bem elegante de fato.

    • MM_

      Eu vi um e o acabamento realmente é bom. Por outro lado é feio que dói. Fazia tempo que não via um volante tão medonho, diga-se de passagem

    • Magnosam

      Já eu achei que faltaram os sensores de estacionamento em todas as versões.

  • #CJ#

    Infelizmente esse carro vem pra continuar o que a geração anterior fazia: Mais um no mercado.

  • informecar

    Andam reclamando de um carro completo (salvo a ausência de alguns itens de segurança que pra categoria são indispensáveis), muito mais barato e compram carro de 10 a 20 mil mais caros e menos equipados. Não sei o que querem.

    • Paulo Cavalcante Lopes

      disse tudo…se nao me engano ele tem as melhores notas nos teste de seguranca nos EUA…e ainda mais barato que civic, cruze e corolla os lideres do mercado!

  • sir_bino

    Motores Nissan são conhecidos pelo ótimo consumo com gasolina e mal aproveitamento do etanol. Faltou testar com 100% de gasolina e avaliar a economia.

    • zambarigood

      Meu Tiida tem um bom consumo com álcool, bebe o que anda. Inclusive, para andar na cidade prefiro o álcool pela melhor disposição, não tendo muita diferença para a gasolina, exceto pelo funcionamento de quando liga, parece um chevette a álcool. A maior diferença é na estrada, que a gasolina faz diferença.

  • flaviomm

    Tenho um há 6 anos… e tem 135 mil kms. Verdade, seja dita, fora o conjunto cvt + motor, o restante do carro é bom, mediano para os padrões daquela geração… afinal, não se pode ter tudo.

    Sobre o novo, fiz test drive… e o carro evoluiu em tudo, tudo… sem revolucionar entretanto… e apenas manteve o bom conjunto cvt + motor.

    Ocorre que o novo Corolla vem aí… e parece que vai arrebentar a boca do balão (como na geração 2003). O Civic receberá melhoramentos já introduzidos nos Eua (e que mudaram o conceito da impensa americana sobre a a tual geração).

    Agora tem Focus sedan (pregando ser o "espetacnológico" da vez).
    Tem Cruze bem vendido e bem equipado (já um pouco cansado).
    O Jetta que vende razoavelmente bem.
    Cerato e Elantra que parecem não decolar.
    O Fluence que é bom, e tem o conjunto mecânico do Sentra, e é uma revolução em relação ao Megane.

    Semana passada, dirigi no mesmo dia Sentra SL, Cerato top 1.6, Fluence top, Civic top… já dirigi Jetta 8v 6at…. falta dirigir Cruze e Elantra. Gostei mais do Fluence.

    O Sentra melhorou… mas todos melhoraram ou melhorarão. E nem falei dos franceses da PSA.

    Acho que o Sentra não terá vida fácil, de novo. Ou oferece esp, tcs… ou aumenta equipamentos das versões mais baratas… ou baixa mais preço…. ou não terá vida fácil. Não deve ultrapassar o Cruze ou o Jetta.

  • Erick Vieira

    Muito Feio , Não gostei do Desenho Do Carro , e Também achei muito caro . Estranho como as pessoas que postam comentários aqui se reagem com carros como este . A Nissam não possui concessionarias nas cidades do interior , o indice de desvalorização desses carros são altíssimos . Um carro de 70 mil com 02 air bags ? Tem muito fa boy de Nissam aqui no site . Nao compro .. Passo ! Prefiro mil vezes o Jetta , Civic , Corola , Cruze , elantra , Focus ! Nissam seria minha ultima Opçao

    • Louis

      6 (SEIS), eu disse SEIS air-bags!

    • fschulz84

      Desculpa… Mas o Sentra de 72k já vem com 6 air-bags…

      Agora criticar o Sentra e mencionar o Jetta e seu incrível motor de 25 anos atrás é no mínimo incoerente.

      Eu teria um Sentra, quase comprei um da geração antiga, não seria minha primeira opção no segmento, mas mesmo assim, o preço dentro da nossa realidade não está tão alto assim…

      • Edson Roberto

        Que se for falar de não ter coisas… o Jetta Comfortline não possui tbm ESP….. (mas tem o ASR)

  • Freaky_Boss

    Eu gosto MUITO da nissan.
    O Novo Sentra certamente é um bom carro.

    Vou entrar em um sedã médio em breve, mas segurança para mim vai ser fundamental (óbvio que estou preparando o bolso para isso), então controle de tração + estabilidade serão requisitos, ou seja, Sentra está fora da minha lista infelizmente!

    Mancada da nissan não incluir ESP / tração na versão SL pelo menos!

    • Jefferson

      Como vou tocar de carro só em 2015 ou 2016 vou esperar por mais equipamentos de segurança no Sentra. Se até lá não vier em sua versão intermediária possivelmente comprarei um cruze lt com um pouco de tristeza…

    • Freaky_Boss

      flaviomm

      o que mais me assusta é que uma marca que está atrás, buscando espaço (NISSAN), não é ousada o suficiente para oferecer conteúdo por menor preço (que concorrência).

      E não adianta falar de porta óculos, porta absorvente para mulheres, espelho não sei onde,etc. Estou falando de ESP, airbags, economia de combustível, etc.

      Olhando a versão SL do sentra, para mim ficou essa impressão, que tem muito mas faltou ESP e c. tração…. (quem paga 71k, SE PROCURAR SE INFORMAR ANTES DE COMPRAR, compra um peugeot 408 thp pelo mesmo preço, mais completo!).

      • Henrique_SSA_BA

        Pode não ser falta de informação, pode ser questão de gosto pessoal, (des)gosto com uma ou outra marca, etc, sem falar da pecha que os franceses levam. Eu compraria um francês sem problemas com a origem, mas a carroceria do pug em comento não me agrada no geral, embora a visão frontal de um prata tenha me surpreendido recentemente.

  • Fudencio

    Só eu achei horrível o volante? Esses comandos não parecem ser nada funcionais. Olha onde tem que apertar pra atender o telefone via bluetooth.

    • Educarlin

      Ainda assim é melhor do que ter que pegar o telefone para atende-lo, o que seria funcional para vc ? Que observação tosca .

    • Henrique_SSA_BA

      Horrivel não é um ponto em questão p mim no que tange a volante… Pode até ser considerado pela maioria, p mim não chama atenção nem considero horrível, mas a sensação táctil não me agradou muito na primeira impressão.

  • euzébio

    Bom carro, porém FEIOOOOO D+….

    • bobi

      eU TBM achava isso até ver pessoalmente e me surrpreendeu positivamente

  • Rodrigo

    Possuo uma Nissan Frontier 2011 e posso atestar a qualidade do veículo da Nissan mas,para por aí.
    O SAC não funciona, o preço das peças nas concessionárias é absurdo.
    Não adianta tentar qualquer reclamação sobre qualquer assunto com a Nissan pois ela simplesmente não lhe responde.
    É uma pena pois parece ser pretensão da mesma se firmar no mercado nacional mas pelo menos no meu caso considero o respeito pelo cliente fundamental.
    Não vou brigar nem xingar,vou apenas ignorar a montadora na troca da caminhonete em dezembro assim como o faz
    constantemente.
    Querer emplacar o Sentra entre o CIVIC e o COROLLA é muita pretensão para quem não respeita o consumidor principalmente numa faixa do mercado em que a maioria dos compradores estão acostumados com no mínimo respeito,atenção,etc e são atendidos em sua maioria pelas montadoras dos carros citados.

  • Brunocarro1998

    Vai continuar vendendo pouco. Não trouxe ESP e controle de tração como diferencial, anda menos e bebe mais que Focus 2.0, Civic 2.0, Elantra 2.0, ou seja, não é nenhum carro que mereça vender bem. Se juntará a C4 Lounge, 408 e Focus Sedan nas vendas.

  • FernandoVW

    É broxante não ter Controle de Tração em NENHUMA versão!

  • Carlsson

    Eu achei trágica a comparação da potência 140cv X 140cv (Sentra 2.0 x Civic 1.8), pois o Sentra tem 20 kgf.m de troque e o Civic 17. Também, para uma comparação dessas, seria necessário observar a curva de potência dos motores, pois o número final não diz quase nada.
    A despeito disso, penso que esse carro tem um excelente custo x benefício, pois custa mais de R$ 10mil a menos que os rivais em versão de topo (Civic 83mil, Jetta 84mil, Cruze 80mil, e por aí vai…)

    • YoOdEx

      É triste mesmo. EU tenho um Civic de 140 cavalos e meu pai um Sentra de 140 cavalos. EU digo que passo até vergonha perto do desempenho do NIssan. É MUITOOOOO superior. A resposta você já explicou porque.. curva de torque.

      • Carlsson

        Que excelente esse seu feedback, porque um familiar meu está justamente pensando em trocar um New Civic LXL no Novo Sentra SL, esse mesmo de 72mil reais (ele pagou 70mil no LXL (intermediário) em 2011/12, salvo equívoco).
        O que pode me dizer sobre o consumo deles, é compatível? Esse meu familiar pouco se importa com o toque esportivo do Civic, e realmente viu que o Novo Sentra será um ótimo custo x benefício, além de tê-lo achado muito bonito.

  • kikofar

    Bom carro, com algumas falhas que não podem ser perdoadas, como a falta do ESP. O consumo há de se atestar mais adiante. O preço é até atrativo frente aos líderes. Mas… para fazer frente a Civic e Corolla, a Nissan que me desculpe, mas não vai conseguir nem chegar perto, ainda mais quando teremos o novo Corolla em breve. O pós-venda diz muito para os compradores das marcas nipônicas e nesse quesito há de se melhorar e muito!

  • CanalhaRS

    Só o preço aumentou, a segurança não….

  • jao_simonetti

    Depois reclamam do consumo do Cruze e Civic 1.8!

    5.8 no etanol na cidade? Jesus! Muita coisa! Nem meu Civic LXS consegue isto! O Cruze faz 6.4km, o mesmo que o Civic. Na estrada, está na média: 11 para o Cruze e 9 para o Civic. Neste quesito, creio que o CVT faz a diferença em relação ao AT5 do Honda.

    • Educarlin

      Amigo, meu Cruze faz ridículos 5,6 com etanol na cidade, ou seja estes carros são feitos para andarem a gasolina e uma vez ou outra colocar etanol.

  • YoOdEx

    O Sentra parece ser beberrão com Alcool mesmo.. a taxa compressão dele é lá em baixo, favorecendo muito a gasolina. NO final das contas ele é um carro a gasolina que aceita alcool. Talvez com gasolina o consumo supere os rivais da mesma categoria no mesmo combustível.

  • Magnosam

    Uma pena ser tão GASTADOR, tsc

  • bobi

    Olha eu achava esse carro Horrível até ver pessoalmente, contudo ao ver pessoalmente o carro me surpreendeu muito belo, ao contrário do Elantra que parecia lindo nas fotos mas ao vivo me decepcionou.

  • Educarlin

    Também imaginava que este carro seria feio visualmente como o Versa, mas hoje me enganei completamente vendo o carro ao vivo e fazendo o test drive. Me impressionou bastante, o carro é bonito , com ótimo acabamento e espaço interno, boa dirigibilidade , excelente câmbio CVC, e particulamente achei que anda mais que meu Cruze. Será um forte candidato a troca do meu Cruze.

    • Jefferson

      Educarlin, no próximo ano vou trocar de carro e achei esse novo sentra muito bonito, em uma revisão do meu march fiquei namorando o carro, porém estou com uma dúvida cruel entre ele e o cruze lt que vem com controle de estabilidade e quatro airbags, fora as barras de proteção lateral, o sentra vem com mais mimos e mais fraco com relação a segurança. No geral acho os carros da nissan melhores construídos que os da GM principalmente a mecânica. O que você tem a dizer sobre o cruze em relação ao uso no dia a dia? se já deu dor de cabeça? a questão do espaço para viagens em família? e etc…
      É uma dúvida cruel um eu compraria com mais alegria o outro por mais segurança!

      • Educarlin

        Jefferson, realmente ficamos em dúvidas quando vamos trocar o carro, acho o meu Cruze um excelente carro, já estou há dois anos com o meu LTZ, nunca deu problema ( apenas a bateria que pifou com 1 ano e 3 meses de uso, que foi trocada na garantia ) , apenas fiquei descontente com o pós venda da GM, mas nada que desqualifique o carro. O único motivo que faz com que eu pense em troca-lo pelo Sentra é o espaço interno do Cruze, pois tenho 1,90 m e atrás não senta uma criança grande muito menos um adulto, sem contar que o porta-malas do Sentra é muito maior. Em termos de segurança a diferença do LTZ com o SV é que não tem controle de estabilidade e tração, no mais se vc precisa de espaço interno e porta malas eu iria de Sentra.

        • Jefferson

          Obrigado pela resposta!
          Abraço!

  • Emerson

    Comprei um SL prata há 3 dias e coloquei um pelicula G20 ficou muito bonito e já fiz 150 km. Claro que é pouco tempo, mas foi possível observar que o carro é muito confortável, espaçoso, silencioso, o conjunto motor+cvt tem desempenho muito bom, o acabamento também é muito bom, a direção é precisa, a ergonomia muito boa e realmente por onde passa chama muito a atenção. Já ouvi comentários de pessoas na rua perguntando se era um camry ou um sonata, pelo porte do sentra. A nissan realmente caprichou. Estou muito contente com o e que ele oferece. Pesquisei civic, focus e corolla, mas os preços são exorbitantes.

    • Henrique_SSA_BA

      Fiz um T-D básico, o meu chega em 20 dias, mas achei a direção leve demais. Concordo com suas observações.

  • zambarigood

    Duvido esse motor ter somente 140cv, porém deveria ser feito todo o trabalho do novo 1.8 americano (MRA8DE) nesse 2.0, que ficaria um motor espetacular, com torque máximo já em 3.600 RPM.

    Uma versão top com o MR16DDT também seria bem vinda assim como o 1.8 com os equipamentos da versão S por 52k, e reconfigurando o pacote das versões 2.0 com o tal controle de tração (regulável de preferência) e cortinas laterais e de joelho sem mudança de preço.

    • Henrique_SSA_BA

      A Nissan deveria ter alguém lendo os comentários. Bom feedback em estratégia.

  • Jonathen Sonen

    Para mim, carro de tiozão. Fico com o novo COROLLA.

  • DougSampaNA

    Consumo absurdo hein? Que isso? Mas pouco pior que meu New Fit 1.35 AT ( que a Honda chama de 1.4), o meu está fazendo 5,5 a 6,0 km/l na cidade com alcool. Na estrada até vai razoável com 10,5 km/l (média 110 km/l, piso 80% plano em trajeto de estrada).

  • Wilian Santos

    Taxa de compressão: 9,7:1. Por que será que bebe tanto álcool, né?

  • PSantos

    É um carrão, mas acho que a Nissan está errando na estratégia. Não adianta colocar o carro a R$10k a menos que a concorrência retirando certos equipamentos. Brasileiro é otário e adora pagar caro para ter a ilusão que é rico. Coloque o carro na faixa de preço da concorrência e recoloque os equipamentos que faltam. Pronto, aí vai ter alguma chance.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend