México Mercado Montadoras/Fábricas Nissan Sedãs

Nissan Tiida finalmente dará adeus no México

Nissan-Tiida-Sedan Nissan Tiida finalmente dará adeus no México

Apesar de já estar fora do mercado brasileiro há alguns anos, o Nissan Tiida continua a ser feito no México, mas somente até junho de 2018, quando a montadora japonesa promete finalmente encerrar a produção do médio, que começou a ser feito no país em 2006, nas versão sedã e hatch, ambos vendidos aqui no Brasil.



O hatchback foi produzido em Aguascalientes – enquanto o sedã era feito no CIVAC – de 2006 até 2012. No entanto, o Tiida Sedan começou a emergir como um sucessor naturalmente para o longevo e perigoso Tsuru, que zerou completamente no Latin NCAP. Atualmente, já foram vendidas mais de 290 mil unidades da dupla só no México, sendo 16 mil do hatch e 279 mil do sedã, que atualmente é a única opção por lá.

Este, por sua vez, protagonizou um dos casos mais estranhos e infelizes do mercado brasileiro, ao ser apresentado para o público no Salão do Automóvel de 2008 como um modelo da Dodge, o Trazo C. Completamente em crise, a Chrysler estava desesperada para reverter seus enormes prejuízos nos EUA e em outras regiões, por isso fez uma parceria com a Nissan para vender o Tiida Sedan como um produto seu no mercado brasileiro. Deu tudo errado.

nissan-tiida-s-at-2007 Nissan Tiida finalmente dará adeus no México

Com o fim de linha no México, a Nissan manterá a produção da picape NP300 (Frontier) em duas gerações, bem como da van NV200 e do sedã Versa, todos feitos em Morelos (CIVAC). Já os demais produtos da marca, continuam sendo fabricados em Aguascalientes. Exportado para mais de 100 países, o Nissan Tiida no total teve mais de 1,2 milhão de unidades produzidas no México, sendo 981 mil enviadas para fora.

Lançado originalmente no Japão, em 2004, o modelo ganhou produção em diversas partes do mundo, entre elas China, Angola, Taiwan, Tailândia e Malásia, mas a planta latina conseguiu destaque na exportação do produto. Aqui no Brasil, o Tiida chegou a ser vendido com motor 1.8 Flex nas duas versões de carroceria e tinha opção de câmbio automático.

De porte médio, o Nissan Tiida evoluiu para uma nova geração na China em 2011, enquanto o restante do mundo ainda comprava o modelo de 2004. Apenas em 2013 esse novo modelo passou a ser feito em Taiwan e na Tailândia, passando depois da China para o Japão, visto que a terceira geração surgiu em 2015, através da joint-venture da Nissan com a Guangzhou Auto, já com a base modular CMF. O atual modelo é feito na Rússia e ressurgiu na Europa como Pulsar, sendo fabricado na Espanha. E você, tem saudades do Tiida?

[Fonte: Bólido]

COMPARTILHAR:
  • Rodrigo

    Feio, mas um ótimo sedan.

    • João Cagnoni

      O Sedan é mais feio que o Hatch, normalmente acontece o oposto.

      • Esquilo Tranquilo

        E, salvo engano, o sedan era vendido por um valor menor que o hatch kkk

        • Fabio Alm

          Sim, lembro que o sedan era 44.500 e o ht a partir de 50.000

          • Jurandir Filho

            O primeiro cruze também era assim, o hatch era mais caro no lançamento

            • Dick Buck

              Durante a primeira geração, o Sandero também era mais caro que o Logan.

      • Dimitri Diegoli

        Geralmente eles ‘desenvolvem’ primeiro o sedan para depois fazer as mudanças para o hatch. Nessa caso parece que desenvolveram o hatch e ai não tinha o que fazer para lançar o sedan e saiu essa coisa medonha. kkkk

        • João Cagnoni

          É um bom carro, talvez eu teria por outros motivos. Mas que é feio, isso é… hahaha

          • Luciano RC

            Sempre achei esse carro horrível e sem sal. Hoje não deve valer nada no mercado de usados. É sem sal, completamente apagado.

        • PedroGolzinho

          Mas foi isso mesmo que aconteceu. O Tiida existe no Japão desde 2004, já o Sedan foi aparecer em 2008 nos EUA (trazido do México) só pra então chegar aqui quase dois anos depois. Mesma coisa com Clio e Clio Sedan (carro horroroso, mas tive um Privilége e não tenho do que reclamar no carro) esse último foi desenvolvido aqui.

          • tpbastos

            Poderiam ter sempre utilizado o Symbol.

      • Rafael Lima

        Os modelos Hatch lá fora são mais caros pelos reforços estruturais na tampa do porta malas e por terem um perfil mais “esportivo”

  • REDDINGTON

    O hatch passava, mas o sedã foi um dos carros mais feios que vi na vida. Dá medo.

    • Esquilo Tranquilo

      Ouvi dizer que a manutenção do sedan é um absurdo…

      • Edson Fernandes

        Não…. o problema são peças de acabamento. Mas tirando isso, é tranquilo de manter. O problema desse carro apesar de não parecer, é que ele é muito baixo. Raspa com muita facilidade em lombadas e valetas. E uma leva de um determinado ano (acho que 2010) era problematica na coluna de direção.

        • Luciano RC

          Acho os dois horríveis. Feios, sem nada de atrativo perante a concorrência.

        • Esquilo Tranquilo

          Isto mesmo, me refiro exatamente a partes de acabamento e esses defeitos de alguns lotes. Sem contar que vendeu muito pouco.

        • Guilherme

          Eu tive u hatch. Construção muito boa, dava para sentir que as peças eram duráveis. Não era dos melhores acabamentos, mas vendi o meu sem dificuldades e não tinha nada batendo. Quando as peças, tive que trocar um para choques, nem a oficina acreditou, até ligou pata outra css para confirmar, mas era mais barato que do Gol, Palio e outros. Metade do valor. No mais nunca deu um problema.

          • Guilherme

            Além do espaço interno muito bom e bancos que eram poltronas e os de trás reclinavam. Ótimo câmbio.

    • francis

      O 307 sofria do mesmo mal……..

  • Wagner Lopes

    Feio, sem dúvida mas, em qualidade de construção e segurança, está muito acima de carrocinhas como classic, prisma, voyage dentre outras além de ótimo preço nos usados.

    • Louis

      Comparar com Classic é covardia também, tem que comparar com Astra, Focus, Golf da época…O Tiida tem um acabamento simples mas de qualidade, é um carro bem robusto, e seu motor 1.8 anda forte.

      • Wagner Lopes

        OK. Você comparou categoria e eu fui pelo valor médio no mercado de usados.

        • Aristeu Junior

          só prova o quanto o brasileiro é ignorante na hora de comprar um carro, seja ele usado ou 0km.
          prefere pagar mais e levar menos por um carrinho mequetrefe como o classic do que um carro melhor no caso o tiida.
          “ah, mas o classic tem peça em qualquer lugar…”
          “o classic é melhor de revender…”
          “o classic desvaloriza menos….”

  • Victor Freire

    ele tava substituindo o jurássico nissan tsuru em posicionamento no mercado mexicano, não?

    • ViniciusVS

      Nissan Tsuru já é muito melhor que um Classic…

      Se é pra andar de jurássico inseguro o Tsuru pelo menos era um Sentra dos anos 90 simplificado enquanto o Classic era um Corsa sedan dos anos 90 também simplificado…

      Se é difícil comparar o Classic com o Tsuru, com o Tiida então é covardia kkkk

      • Diego Amaral

        Olha o crash test de um e depois do outro e me fala. Os dois são lixos, mas o tsuro consegue ser pior.

        • ViniciusVS

          Os dois são defasados na prática equivalentes em segurança… O Tsuru pelo menos tem conforto.

    • joao vicente da costa

      Acho que hoje o modelo que, na prática, substitui o Nissan Tsuru no México é o Nissan Versa (sendo, inclusive, o automóvel mais vendido daquele país – posto ocupado durante diversos anos pelo próprio Nissan Tsuru).

  • Fernando Rodrigues

    Tivemos um Tiida 6MT até uns 3 meses atrás durante 5 anos. Nunca nos deu problema e olha que minha irmã não era exemplo em matéria de revisões. Gostava muito de dirigir ele na estrada, o motor 1.8 junto com a caixa de 6 marchas manual casava perfeitamente com ele. Se a nissan tivesse colocado esse motor em pelo menos alguma versão do kicks me animaria em comprar. Temos também também um march 1.6 e, pelo menos aqui em Aracaju, nunca tivemos problemas com a Nissan.

  • Pedro Cunha

    Sempre gostei dessa dupla e o fracasso deles no brasil é a prova que o brasileiro compra carro pelos olhos(pelos próprios e pelos do vizinho).

    • Freaky Boss

      é isso mesmo, penso o mesmo que vc.

    • Luciano RC

      Eles nunca tiveram nada acima da concorrência. São carros sem sal, de uma marca que tinha problemas de pós-vendas e revenda péssima. Não tinha atrativo nenhum.

  • Freaky Boss

    tive um tiida hatch desses mexicanos . Carro excelente. Robusto demais. Vendi o carro para familiar e então tenho notícias dele até hoje. Nunca teve manutenção alguma além de trocar óleo, e o motor 1.8 da nissan é muito forte. Pena que saiu de linha por aqui.

  • Daniel

    Um carro honesto.

  • A Nissan do México pelo jeito tem mania de manter uns carros antigos em catálogo por bastante tempo. Mas ainda assim o Tiida teve menos tempo de vida que o mito Tsuru.

    • André Luis Versiani

      Acho que mexicano que é muito conservador, até poucos anos vendia os Fuscas kkkkkkkkkkkkkk

    • Alvaro

      Bom ponto. Porém não ficamos muito atrás, teriamos Uno Mille, Gol G4, Kombi…. até hoje, se não fosse a obrigatoriedade de air-bag e ABS. Única diferença na preferência dos mercados, tenho a impressão pessoal de que os brasileiros são mais “exigentes” no quesito estético. O Tsuru e o Tiida praticamente tiveram pouca mudança estética e continou sendo bem aceito com o único chamariz do custo/benefício. Enquanto brasileiro continuou aceitando carros como Mille e Classic em prol do bom custo/benefício e somado ao visual “atualizado” (leia-se remendado).

    • Hoffmann

      A Nissan lá é considerada “marca nacional”, como a Chevrolet ou VW aqui. E a visão de alguns mexicanos sobre ela é igual a que alguns brasileiros ainda tem sobre Chevrolet ou Volks, tem gente que acha que só carro de alguma dessas duas marcas presta…quem nunca viu algum senhor de idade que só compra Volkswagen há 20, 30 anos? Acontece o mesmo com a japonesa no México. Isso acaba dando respaldo para fazer o que quiser pois qualquer velharia pode ser vendida e o consumidor aceita com um sorriso no rosto, o péssimo Tsuru é exemplo disso.

  • zekinha71

    Sempre que vejo um Tiida hatch vem na cabeça um dos primeiros episódios do Heros o japinha gritando: Nissan Versaaaaaa!!!!!!!

  • Mr. On The Road 77

    O que muitos nem desconfiam é que esse carro usa a mesma plataforma do Logan/Sandero…

    • Jose Roberto Junior

      Ele usava a plataforma do Clio III europeu, a livina que usava a plataforma Dacia.

  • Tiago Murta

    Tenho um sedan.. Beleza não é um de seus maiores atributos, mas o bom acabamento, a qualidade na construção, a robustez da mecânica, a economia de combustível e o espaço interno digno de limousine fazem dele um carro sem igual!

    • Gabriel M. Vieira

      Agora fala que vc tem um C4 Lounge, seu tratante hahahahaha

  • José Vitor Andrade

    Gostava muito do Tiida, mas acredito que vão ressuscitar a marca Tiida e Tiida Sedan no Brasil com os novos Micra e Lannia, para não matar os atuais March e Versa.

  • Johnny Herrera

    Na categoria aqui no Brasil só perdeu no teste da 4 rodas pro Focus 2.0. Ótimo carro. Nissan é uma marca nível Toyota e Honda

  • Marcio Lenz

    A frente até que é bonita, mas essa traseira é horrível.

  • Luccas Villela

    Foi um ótimo carro. Com o precinho que tinha então, era sensacional.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email