Lançamentos Nissan Sedãs

Nissan Versa SL Direct estreia para PcD por R$ 53.237

Nissan Versa SL Direct estreia para PcD por R$ 53.237

Embora todas as versões da sua linha atual tenham preços inferiores a R$ 70 mil (o que já garante a isenção de IPI e de ICMS), o Nissan Versa acaba de estrear uma configuração exclusiva para PcD (pessoas com deficiência). Batizado de Versa SL Direct 1.6, o novo modelo tem preço inicial de R$ 68.840 com pintura sólida na tabela, mas pode ser adquirido por R$ 53.237 com as isenções legais de impostos.


O novo Nissan Versa SL Direct 1.6 é parte do programa “Nissan Mobilidade para Todos”, que segundo a fabricante japonesa tem como objetivo “facilitar o acesso e disponibilidade de veículos zero-quilômetro a pessoas com deficiência”.

Ele sai de fábrica com equipamentos como direção elétrica progressiva, freios ABS com controle eletrônico de frenagem (EBD) e assistência de frenagem (BA), vidros elétricos nas quatro portas com função um toque para descida no lado do motorista, banco traseiro rebatível, banco do motorista “Comfort Seat” com regulagem de altura e volante multifuncional com regulagem de altura e revestimento em couro.

Nissan Versa SL Direct estreia para PcD por R$ 53.237


Há ainda bancos em couro, ar-condicionado automático digital, faróis de neblina, retrovisores externos elétricos com luzes indicadoras de direção, travas elétricas, rodas de liga-leve de 16 polegadas, central multimídia Nissan Multi-App com navegador GPS integrado, Android Auto e Apple CarPlay, computador de bordo, maçanetas externas cromadas, entre outros.

O motor é o conhecido 1.6 16V flex de quatro cilindros, que desenvolve até 111 cavalos de potência e 15,1 kgfm de torque com etanol ou gasolina, acoplado ao câmbio automático Xtronic do tipo CVT (continuamente variável).

Ou seja, o novo Nissan Versa SL Direct 1.6 CVT é idêntico ao SL ofertado aos consumidores comuns. Todavia, o diferencial fica por conta da opção da pintura metálica que eleva o preço para R$ 69.990, ou R$ 54.126 com os descontos. No caso do Versa SL convencional, a pintura metálica aumenta o preço para R$ 71.140, ultrapassando o teto para a isenção de impostos.

Nissan Versa SL Direct estreia para PcD por R$ 53.237
Nota média 5 de 3 votos

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.

  • M7

    Nada de novo, trocou 6 por meia duzia!!!

    • Edson Fernandes

      Deu a opção para os compradores escolherem a cor. Ao contrário de outras marcas que deixam no preço de R$69900 em uma unica cor. (ou fazem gambiarra de cobrarem a cor por fora)

  • Donald Acap Acap

    Na atual condição e conjuntura do mercado PCD, sou mais o versa que o city, carro porco que nem calota tem de série!

    • Phantasma

      Os City/Fit vem sem calota para obrigar o cliente a comprar um pacote de uns 5 mil reais da css, com rádio/MM e rodas.

    • Edson Fernandes

      É… na verdade o que pega no Versa é ser barulhento de motor. Tirando isso, talvez não seja o carro mais estavel do mercado, mas é um player de boa opção. (ao menos eu tbm o escolheria em relação ao City)

  • Phantasma

    Esse tbm já caminha para horas extras no mercado…

    • Edson Fernandes

      Bota hora extra! ele e o March!

      Além disso, a Nissan poderia ter equipado ele melhor (já que o Micra dessa geração tinha mtos itens na europa)

  • Vitor

    (…)R$ 54.126 com os descontos. Desconto é diferente de isenção. É um direito.

    • Lucas

      Direito so pra os cadeirantes mesmo, pro resto é farra pcd, até não condutor entra no meio. Fazer o que se é o famoso jeitinho brasileiro mesmo que ter tirar vantagem em tudo.

      • Edson Fernandes

        Pera….

        Vc tem um familiar seu que tem alguma deficiencia, o cara que dirige que não possui, é espertinho? Vou pensar nisso qdo vejo minha esposa com problemas nos joelhos e costas (e possui deficiencia)

        • Sergio Quintela

          o problema é que a maioria paga muito imposto, e fica com inveja de quem paga menos, mesmo que seja PcD. mas claro, uma questao nao está ligada a outra. o ideal seria todos pagarem menos impostos.

          • Edson Fernandes

            Sem dúvida.

            Mas vou dar um exemplo especifico para entender o porque um PCD tem desconto. Tenho uma amiga de prédio que está numa situação pior que o da minha esposa, ela tem um problema (no qual eu esqueci o nome da doença) que faz os musculos perderem as forças com o tempo. Atualmente ela só consegue mexer do quadril para cima. As mãos com certa dificuldade, para sorrir também, enfim… uma situação onde ela usa cadeira elétrica porque a comum ela não tem condição de empurrar.

            Esse tipo de cadeira te trás mais uma dificuldade: Andar em calçadas. Simplesmente devido aos desniveis, o risco de queda é enorme e ir ao trabalho é super dificil.

            Imagina carregar essa cadeira de rodas no onibus (em que muitos estão com o elevador quebrado). Então durante anos a mãe andava em um Corsa (sedan mas o dela era antes do “classic”) que tinha que movimentar ela. Só que ela arrumou emprego e a mãe já trabalha.

            Então ela comprou um HB20S para essa finalidade. Adaptou para sua necessidade e para o trabalho usa o carro. Percebe a dificuldade? Qdo ela precisa sair do carro, ela é carregada, pois ela não consegue sair por conta. Então qdo alguem me fala sobre as injustiças “para PCD”, me incomoda, pois mta gente fica bem limitada qto ao uso.

            Minha esposa que a cada dia fica com o joelho ruim, sente dores fortissimas para ir trabalhar de onibus. Mas está trabalhando com suplementos para evitar uma futura cirurgia, alem de tratamentos. Mas isso já trás algumas dificuldades. Uma delas é simplesmente não conseguir caminhar por mto tempo. Pode parecer bobo, mas ela não poderá conhecer mtas cachoeiras por conta disso. No dia a dia, isso trás mais cansaço para ela, que ao sentir dor no joelho, começa a compensar com movimentos diferentes sendo que ela tem hernia de disco e aí já viu a junção dos problemas né? Enfim… eu não quero, mas sei que poderá acontecer a necessidade dela usar um carro para se locomover. Mas só dando esses exemplos, pois o gasto com remédios e cuidados (preciso de um convenio melhor, para atender ela nos lugares em que tem qualidade e ter até certa vantagem na quantidade de locais para atendimento) e vc vai colocando na ponta do lapis o qto uma pessoa gasta por mês e percebe que em algum ponto, ela precisa ser ajudada.

            Como eu ajudo obviamente financeiramente, porque é absurdo que amanha eu possa estar dirigindo um carro PCD que é para uso dela no dia a dia? Entende ?

            Tem muita gente que não enxerga o lado do PCD e pq as vezes ele tem alguem que dirija e “usufrui” do carro.

  • Paulino Lino

    Esse aí é tão feio que a gente não sabe se ele está indo ou se está vindo! Curuiz

    • Edson Fernandes

      E a frauda “cheia” ? rs

  • Dod

    Que carrinho mais intragável.

  • Henrique Gouveia

    Ficará mais fácil identificar pelo modelo do carro se e PCD ou não.

    • Lucas

      fica não, se bem que corolla e esses suvs compactos que vejo na rua, são quase 90% versão pcd

  • Lucas086

    70 mil em versa ou em um cronos?! Lembrando que nem chave canivete o versa tem

    • Samluzbh

      Se precisar de espaço, Versa, chave canivete não faz falta!

  • Guilherme Batista

    Aluguei um esses dias e me surpreendi.
    Mais uma vez digo que a gente tem mesmo é que experimentar e parar de julgar os carros sem testar.
    O motor 1.6 desenvolve surpreendentemente bem, achei bem melhor que os VW e Hyundai que já aluguei anteriormente.

    O carro também é muito estável e confortável na estrada, estabilidade essa que só vi em carros de categoria superior.
    O tamanho do carro também é excepcional, parece estar num sedan médio, pare se ter noção, com o banco regulado para mim que tenho 1,83 de altura, coube uma pessoa atrás com as pernas cruzadas e ainda sobrou mais que um palmo entre o joelho e o banco. O porta-malas também é cavernoso.

    O que aluguei era manual e, apesar de ter a alavanca de câmbio igual da renault, o acerto é bem diferente, as marchas são com engates bem mais precisos e tem acerto curto.
    As arrancas e retomadas eram boas e me passou bastante segurança em todas as ultrapassagens, até mesmo em subidas. Isso em um carro com 4 pessoas + malas.
    A média na cidade no etanol ficou próxima a 8,5 Km/l e na estrada cerca de 13.9 km/l, médias boas.

    Pra não falar que tudo foi uma maravilha, o carro tem alguns pequenos defeitos, como a falta de porta objetos (tem muito porta-copos, mas falta espaço pra celular e carteira por exemplo), tem vários botões que não são retroiluminados e falta limpador intermitente.

    Mas de ponto negativo grande mesmo, só me incomodou o barulho do motor que invade demais a cabine e o giro alto acima de 100 km/h, fica parecendo que o carro precisa de uma marcha a mais.

    No geral gostei do carro e hoje considero um custo x beneficio melhor que os concorrentes como prisma, voyage, siena e etc..
    A aparência não é das melhores, mas sem dúvida é um carro que atende bem demais uma familia.

    • Edson Fernandes

      Vem cá…. e aqueles nichos abaixo do porta luvas?

      Digo mais… tem também um nicho que cabe exatamente a carteira, do lado do freio de mão. Se ver novamnete, dá uma conferida.

      • Guilherme Batista

        O abaixo do porta luvas é bom pro passageiro, pro motorista fica bem longe. E tem o fato de ser de um plástico liso em que nada para quieto, tudo fica escorregando nas curvas.

        Do lado do freio de mão tem sim um nincho pra uma carteira, mas só serve pra quem usa carteiras mais grossas que se prendem na lateral.

        Eu que tenho uma carteira pequena e fina, não cabe lá. Acabei usando o nincho da porta.

        O que falta mesmo é um lugar abaixo do console central como a maioria dos carros tem. Eles também poderiam seguir o padrão da ford em que os porta copos próximo ao freio de mão, são rebaixados e contidos dentro de um retângulo, podendo ser usado tanto como porta-copos ou porta objetos comum. Além de serem emborrachados para os objetos não escorregarem

        • Edson Fernandes

          Poxa nem fala. Eu tbm gosto dessa solução e sinto falta tbm no Fluence que tem exatamente o mesmo mal.

    • Samluzbh

      Fiz um test drive na Unique CVT, achei disposto o motor e realmente barulhento.

  • Kang Otro ✓

    Um dos poucos carros que valem o preço no Brasil(para PCD e venda direta apenas). Tenho um Unique 18 preto e nunca tive um carro tão bom.

    • Edson Fernandes

      Pena que o Unique não é mais vendido. Pois o interior dele tem algmas diferenças bacanas em relação ao SL.

      • Kang Otro ✓

        Sim, não sabia que tinham parado de vender. Comprei início desse ano por sorte então.

  • e3965

    Fim da farra pcd já, desconto só para amputados e cadeirantes pra ontem.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email