Nissan Versa SL Direct estreia para PcD por R$ 53.237

Nissan Versa 1.6 SL Direct PcD

Embora todas as versões da sua linha atual tenham preços inferiores a R$ 70 mil (o que já garante a isenção de IPI e de ICMS), o Nissan Versa acaba de estrear uma configuração exclusiva para PcD (pessoas com deficiência). Batizado de Versa SL Direct 1.6, o novo modelo tem preço inicial de R$ 68.840 com pintura sólida na tabela, mas pode ser adquirido por R$ 53.237 com as isenções legais de impostos.


O novo Nissan Versa SL Direct 1.6 é parte do programa “Nissan Mobilidade para Todos”, que segundo a fabricante japonesa tem como objetivo “facilitar o acesso e disponibilidade de veículos zero-quilômetro a pessoas com deficiência”.

Ele sai de fábrica com equipamentos como direção elétrica progressiva, freios ABS com controle eletrônico de frenagem (EBD) e assistência de frenagem (BA), vidros elétricos nas quatro portas com função um toque para descida no lado do motorista, banco traseiro rebatível, banco do motorista “Comfort Seat” com regulagem de altura e volante multifuncional com regulagem de altura e revestimento em couro.

nissan march versa 2019 1

Há ainda bancos em couro, ar-condicionado automático digital, faróis de neblina, retrovisores externos elétricos com luzes indicadoras de direção, travas elétricas, rodas de liga-leve de 16 polegadas, central multimídia Nissan Multi-App com navegador GPS integrado, Android Auto e Apple CarPlay, computador de bordo, maçanetas externas cromadas, entre outros.

O motor é o conhecido 1.6 16V flex de quatro cilindros, que desenvolve até 111 cavalos de potência e 15,1 kgfm de torque com etanol ou gasolina, acoplado ao câmbio automático Xtronic do tipo CVT (continuamente variável).

Ou seja, o novo Nissan Versa SL Direct 1.6 CVT é idêntico ao SL ofertado aos consumidores comuns. Todavia, o diferencial fica por conta da opção da pintura metálica que eleva o preço para R$ 69.990, ou R$ 54.126 com os descontos. No caso do Versa SL convencional, a pintura metálica aumenta o preço para R$ 71.140, ultrapassando o teto para a isenção de impostos.

Autor: Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.