Chevrolet Crossovers Fiat Kia Peugeot

No andar de cima – comparativo 3008 x Sportage x Captiva x Freemont

comparativo-crossovers-620x392 No andar de cima - comparativo 3008 x Sportage x Captiva x Freemont

O leitor Bruno Manoel apresenta mais um comparativo. Ele andou em quatro modelos do segmento de crossover/minivan e publica aqui suas impressões, bem como uma avaliação de qual é o melhor nesta faixa de preço. Lembramos que se trata de uma opinião pessoal do leitor, e pedimos por conta disso respeito à opinião dele nos comentários.



SUV, crossover ou minivan? Qual a diferença? Bom, a resposta pode ser mais longa que o esperado, mas o que fazem juntos em um só comparativo? Todos atuam na mesma faixa de preço, a dos 90 mil, e não é difícil ver pessoas decidindo entre eles.

O Freemont é uma espécie de crossover, mais parecido com uma minivan. O 3008, apesar de lembrar uma esteticamente, as semelhanças param por aí. Sportage e Captiva são legítimos SUVs, até oferecem tração 4X4, mas foram feitos para a cidade. Com preços parecidos e propostas distintas, esse é nosso comparativo de hoje.

4° Kia Sportage P.576 – R$94.520

kia-sportage-laranja-620x379 No andar de cima - comparativo 3008 x Sportage x Captiva x Freemont

A Kia teve o ano de 2012 para se esquecer. O aumento do IPI gerou consequências nos preços e nas vendas. E o Sportage ficou em último lugar justamente pelo preço nada convidativo. Pelos quase 90 mil cobrados, LED no farol, airbag duplo, ABS, ar-condicionado manual, direção elétrica, acendimento automático dos faróis, sensor de estacionamento e rádio com MP3 não são nenhum diferencial, principalmente perante a concorrência.

Beleza é um dos maiores destaques do carro, Peter Schreyer fez um belo trabalho. O inteiror tem um design atraente, mas os materiais não são os esperados para um carro tão caro, os plásticos rígidos (semelhante a modelos populares) sequer são emborrachados e o tecido utilizado no banco é simplório. Na hora de andar porém, o Kia volta a se destacar e apesar de ser mais lento que o 3008, cumpre seu papel com eficiência.

Com 178 cavalos com etanol, o motor 2.0 em conjunto com a transmissão automática de 6 marchas, oferece boas retomadas. A suspensão mais rígida passa segurança nas curvas, embora falte um pouco de compromisso ao passar nos buracos. No banco de trás, os passageiros contam com uma boa altura para entrar no veículo, também em função do design das portas ser retilínio.

Se você quiser comprar um Sportage, evite se possível as versões mais básicas, com poucos itens, elas assustam quem está interessado no coreano. Pelo preço cobrado (ainda sem frete incluso), não trazendo nem ESP e tambor nos freios traseiros, o Kia Sportage merecia mais que a última colocação do comparativo.

3° Fiat Freemont Precision – R$91.780

fiat-freemont-branco-620x387 No andar de cima - comparativo 3008 x Sportage x Captiva x Freemont

A verdade é que nunca um Fiat acima de 90 mil tenha vendido tão bem. E com méritos, a segunda melhor lista de itens de série é do Freemont, com tantos itens e um preço convidativo compõe a fórmula do bom custo/benefício, e deu certo.

ESP, controle de tração, anticapotamento, controle de trailer, 6 airbags, ABS + EBD + BAS, abertura e partida com chave presencial, bancos em couro com ajustes elétricos (motorista) e aquecimento (motorista e passageiro), ar-digital TRI-ZONE, piloto automático, central multimídia com touth-screen, retrovisor interno eletrocrômico, sensor de monitoramento dos pneus, interior com iluminação noturna, sensor de estacionamento traseiro, retrovisores externos com antiembaçamento e rebatíveis eletricamente, etc.

E o interior também impressiona com uso de bons materiais e arremates perfeitos. O grande problema enfrentado pelo Fiat é na hora de andar, haja paciência. Além de fraco e pesado, o Freemont conta com um antiquado câmbio de 4 marchas, que são indecisos. É bom pensar mil vezes antes de ultrapassar aquele caminhão em uma serra.

Voltado para o lado familiar, é o único que leva até sete pessoas e isso exigiu medidas maiores, é o maior do comparativo em todas as dimensões. Também gera consequências no porta-malas, de apenas 145 litros, bem que os bancos adcionais poderiam ser opcionais. A Fiat vem aumentando o preço do Freemont gradativamente, a versão testada já custou em torno de 86 mil reais e isso pode afetar as vendas em um segmento tão concorrido.

2° Chevrolet Captiva Ecotec – R$89.990

chevrolet-captiva-marrom No andar de cima - comparativo 3008 x Sportage x Captiva x Freemont

A Chevrolet Captiva chegou no Brasil em 2008, e logo virou febre entre os consumidores. E até hoje ela não faz feio perante novos rivais. O trunfo do SUV americano desde o começo de suas vendas, é a extensa lista de itens de série a um preço bem convidativo. Só ela e o 3008 trazem acionamento do freio estacionamento elétrico, e para ligar o motor e ar-condicionado, basta um simples toque na chave.

Em meio a tantos itens, senti falta do controle indivual da temperatura do ar-condicionado digital, e de uma central multimídia. Já que estamos falando de interior, a Captiva também agrada, o acabamento é muito bem feito e as três saídas de ar circulares no centro do painel são bem distribuídas. Em espaço também vai bem, só perde para o Freemont, que é bem maior.

Na hora de andar, a Captiva também não decepciona, o motor é o maior em cavalos e segundo maior em torque, que acoplado a uma boa transmissão de 6 marchas garante um rodar satisfatório. A suspensão é a mais equilibrada do comparativo, e passa segurança nas curvas. O grande vilão do Chevrolet no entanto, é a própria idade, o modelo já pode começar a se despedir do mercado.

Interessante é que consegue ir bem em todos os aspectos, mas não se destaca em nada. É uma excelente escolha, mas não melhor que o primeiro colocado.

1° Peugeot 3008 Griffe – R$91.490

peugeot-3008-azul-620x326 No andar de cima - comparativo 3008 x Sportage x Captiva x Freemont

O mal desempenho nas vendas do Peugeot 3008 assustam os consumidores. Raro de se ver, o crossover francês consegue reunir várias qualidades em um só carro e surpreende a quem faz o test-drive. O visual controverso é fácil de ser acostumar, e com o tempo até simpático o carro fica. Entrando no carro, o bom acabamento e a sensação de solidez é excelente, em especial pela cabine com uma espécie de cockpit de carros esportivos.

O head up display (informações projetadas em uma pequena tela na linha do volante) também é um dos destaques do modelo, assim como o teto panorâmico. O único opcional disponível para essa versão é o WIP NAV – GPS, o GPS com tela de 7” rebatível eletricamente. Agora, se na parte dianteira vai bem, os passageiros atrás contam com pouco espaço (entre-eixos de 2,61m) e além de limitado, a saída do ar-condicionado não conta com regulagem individual.

Até aí o Peugeot não se destacava muito perante os rivais, mas o grande trunfo está na motorização. O THP 1.6 de 165 cavalos e 24,5 mkgf aliado a rápida transmissão de 6 velocidades formam de longe o melhor conjunto do comparativo. E o Peugeot é o mais leve do comparativo, com 1.480kg ele deixa a obesa Captiva (1.706kg) e Freemont (1.755kg) para traz, o único que tem peso semelhante é o Sportage, 1.493kg. No geral, a marca francesa ainda sofre preconceito pelo seu pós-venda ruim e fama de manutenção cara, é o menos vendido daqui.

Resumo: O Peugeot 3008 consegue reunir desempenho e equipamentos a um preço convidativo. Ainda que o seu espaço não seja bom, é uma excelente escolha. A Captiva é o carro mais equilibrado de todos, escolha racional para quem quer um pouco mais de espaço.

Freemont tem um excelente custo/benefício, espaço interno sem igual, acabamento primoroso, pena que seu motor aliado a uma antiga transmissão de 4 marchas sejam insuficientes para o peso do carro. Sportage é o mais simples de todos, falta equipamentos e até tem uma boa mecânica, mas seu design não foi suficiente para justificar um preço tão alto.

Notas-SUVs No andar de cima - comparativo 3008 x Sportage x Captiva x Freemont

Tabela-SUVs No andar de cima - comparativo 3008 x Sportage x Captiva x Freemont

Obs: ASX não participou devido a suas versões terem preços muitos distintos. A Hyundai não pratica uma política clara de preços, impossibilitando o ix35 ter itens como custo/benefício avaliados. CR-V não tinha disponível para testar e está temporariamente fora linha.

Por Bruno Manoel

  • fabiohai

    Boa avaliação acredito que eu faço parte do time dos racionais, pois diante das opções iria de Captiva. Até porque suas linhas ainda me agradam.

    • souzabsb

      A captiva também tem um bom custo benefício, mas acho que a versão Allure do 3008 é imbatível. Estão pedindo 79 dilmas aqui em Brasília numa 0km, e ela já é bem completa.

      • frangocomkiabo

        motor do frances melhor….problema pos venda

    • frangocomkiabo

      carro brasil caro de mais…fazer oq tem que adapitar…pagar 70 conto em carro…foda!!!

    • Matheus_P

      Soh uma coisa: nao tem nenhum SUV de verdade no comparativo…

      • Rodrigo

        Exatamente.

    • granrs78

      Sou suspeito pois possuo uma Captiva V6, mas o carro é maravilhoso e até seu design ainda me agrada e passa a sensação de modernidade. Mas para mim o maior atrativo do Captiva é o motor, em especial o V6 que anda muito, o ronco é bem instigante e o consumo é parecido com a maioria de seus concorrentes com motor 4 cilindros, isso sem mencionar o acabamento emborrachado e é repleta de itens de segurança e conforto. Eu recomendo a compra.

      • Edson Roberto

        Vc comenta do consumo mas não fala quanto faz? rs

        Poxa, comenta ae…rs

        Além disso, onde vc mora? Isso é bom para se ter uma ideia de consumo pelo lugar onde mora.

        Abraços!

        • granrs78

          Desculpa Edson, vamos lá ela está fazendo média de 6,5 a 7 Km/l rodando quase 90% em cidade e alternando com o ar ligado e desligado, pois onde eu moro o clima é bem ameno. Moro em Serra Negra, interior de SP e pelo próprio nome da cidade diz tudo, é só serra e morro, então exige muito do motor do carro. A vantagem de ter um carro 6 cilindros é que o consumo é igual a de qualquer concorrente com motor 4 cilindros, pois vc não precisa forçar para o carro responder, então o consumo acaba sendo melhor. Na estrada, lugar que a Captiva mais mostra o seu diferencial, consido médias de 9 a 10Km, sempre com o ar ligado em rodovias boas como Bandeirantes ou Anhanguera, e vou te falar, é um tesão andar com ela em pista, pois vc nem sente. Espero ter ajudado. Um grande abs!

          • Edson Roberto

            Uma duvida… qual o tipo de gasolina que vc coloca nela?

            PS: Achei otimo o consumo. Confesso que vejo todo santo dia uma sendo vendida por cerca de R$60000 2008/2009 na cor azul… fico babando. Vontade as vezes me dá e muito de fazer loucuras…

            Eita racionalidade que não me deixa…rs

            Abraços!

            • granrs78

              Coloco gasolina aditivada, geralmente Ipiranga. Quanto ao modelo, realmente é show de bola, acho que pelo preço e itens de série não é loucura, pode ser considerado até racionalidade, tendo em vista os preços absurdos que pagamos em modelos piores. Se for AWD é melhor ainda, pois vc faz curvas que parece que está sobre trilhos e em nenhum momento ela faz menção em desgarrar ou inclinar a carroceria. Um grande abraço!

    • NIVA

      Cade o Suzuki Grand Vitara que é o verdadeiro SUV ( não apenas carros da moda …. ) ?

  • William_R

    A Peugeot tem ótimos carros, a exemplo do 408 .. Uma das escolhas mais obvias entre sedãs médios.. Mas suas vendas decepcionam.. Será pq??????? Qual o problema com a Peugeot??? Outro carro bom é o hatch 308… Tão bom quanto I30… Mas tem gente q prefere pagar 75 k no Hyundai..

    • dudupruvinelli

      Pois é…o fluence também é outro baita carro! E é o único que vem com 6 airbags de série.

      • Mr. Potato

        Francês. O brasileiro é um dos povos mais conservadores do mundo pra carro. São cheios de preconceitos e adoram repeti-los aos amigos como se fossem fatos científicos. Resumindo, não compram carros, compram marcas.

        • Lucas

          Não é preconceito.
          Tenho um peugeot e digo que o pós venda é péssimo
          Sempre gostei da peugeot, desde o lançamento do 206, mas mudei de opinião em 2012, quando comprei meu primeiro peugeot 0km
          É comprar e rezar pra não precisar da peugeot pra nada, porque se precisar…. Boa sorte

          • Daniel

            boa tarde lucas, tenho um 408 tirado zero em fevereiro de 2012, e até agora nao tenho nada em que reclamar, atendimento sempre maravilhoso, sou prontamente atendido sempre que preciso, ja acionei a garantia 3 vezes, uma por amortecedores vazando e outra por volante descascando, e uma pelo apoio de braço do banco do carona que quebrou a trava, e rapidamente resolveram meu problema, com a troca sem custos dos itens defeituosos. acho que o que acontece muito, é a concessionaria em si nao prestar um serviço de qualidade e a má fama acabar recaindo sobre a marca. para constar, tirei o carro e faço todos os serviços na peugeot monet de campo grande- ms

            • fredcdb

              Esse é o problema dos franceses. Um carro com menos de 1 ano já teve a garantia acionada 4 vezes, considerando que os problemas, com o tempo, aumentam em progressão geométrica… O padrão de um Civic ou Corolla é só visitar a concessionária nas revisões. E lembro do teste de longa duração na 4Rodas do 3008, em que cheguei a ficar com vergonha alheia da concessionária que sequer sabiam como alinhar o carro.

              • Edson Roberto

                Então devemos dizer que a BMW é ruim?

                Com 2 semanas de uso, foi dado problema na coluna de direção do 320i do meu cunhado. Conclusão: Deveria ter sido feita a troca. Ele ficou 2 meses sem o carro. Logo em seguida, ele percebeu barulhos vindo da suspensão, conclusão: Trocaram bandejas… só que o carro depois de 2 meses deu um problema novamente na coluna direção, nova troca.

                Então vamos agora dizer que esse problema é de alemães?

            • Lucas

              Boa tarde Daniel! Gostaria de ter sido atendido como você foi. Mas também acho que você nem devia ter precisado desses serviços em primeiro lugar, por estar comprando um sedan médio que custa de 57-78mil
              Eu adoraria trocar meu carro por outro peugeot, na verdade, meu sonho seria um 308thp
              Até que precisei da peugeot:
              -três vezes pra arrumar uma maçaneta (que até hoje tem problema)
              -outras três vezes por causa do motor que grila (sem solução apresentada por eles)
              -uma vez porque o carro não dava partida (resolveram mas não me explicaram o problema, só falaram que 'resetaram' o carro). Sendo que este ultimo aconteceu 360 dias depois da compra (5 dias antes do fim da garantia).

              A peugeot tem carros com design atraente, itens de série interessantes, e preços competitivos. Mas enquanto ela não mostrar um tratamento realmente diferencial pelo cliente ela não vai vender como os carros dela merecem.

              • _oliveira

                Mas o que exatamente foi péssimo no atendimento dos problemas que você teve?

                Obs: Carro grilar não é exclusividade Peugeot.. Carro flex é assim. Possivelmente vai resolver quando abastecer com álcool.

        • granrs78

          Acho que não é preconceito, vide a Renault que está se dando bem em nosso mercado. Ao meu ver as baixas vendas da Peugeot e Citroen é por culpa delas mesmas, pois domoraram muito para atualizar seus produtos e ainda por cima sofrem com o pós venda muito ruim.

        • Celso Fernandes

          Compram pós-venda. Dirijam um 3008 e depois me falem. Espetáculo!.

      • Analfa

        Good point.

        Mas melhor 6AB (que só irão te ajudar após acidente) ou TC + 4AB do Cruze que deve ajudar a evitar a batida?

        • Edson Roberto

          A pergunta recai sobre N fatores na compra de um carro. E, no caso do Cruze, de fato a segurança pode ser levada a principio, mas considerando a maioria das vendas que eram do Civic e Corolla, o que justiifcar para esses que são menos completos que Cruze eFluence?

    • Felipe_Henrique

      É a má fama que infelizmente as "francesas" tem no Brasil.
      Brasileiro tem memória curta? Não pra isso!

      • thales_sr

        Mas é fácil, as francesas sempre nos relembram dessa "sarna"… Tenta dar um Peugeot na troca por outro e veja o preço que vão te oferecer!!!

        • Felipe_Henrique

          O problema não é o preço que vão me oferecer… Se uma das francesas tivesse entrado no nosso mercado junto com as "4 maiores de sempre", certamente o Peugeot a ser trocado por um outro carro iria valer mais. É muito mais cultural (ou de falta de cultura) do que mercadológica.

          • fabio_augusto

            Concordo com vc! Tanto que na Argentina as franceses fazem sucesso e os japoneses são pouco lembrados. É só olhar o ranking de vendas deles. Ou seja, os franceses se estabeleceram na Argentina a muito tempo e viraram parte da cultura deles, assim como as 4 grandes viraram aqui…

      • Pedro_Rocha

        Porque brasileiro gosta de levar vantagem em tudo e quando se ferra fica com o olho aberto.

        "Cachorro mordido por cobra tem medo até de linguiça" (ditado popular)

        • Edson Roberto

          Engraçado…. mas veja no google o quanto são donos de Gol e já disseram isso:
          "Ah o Gol é robusto. O carro já quebrou o pino que trava as portas, maçanetas, sofreu com entrada de sujeira com ele fechado, falhou ao ligar o carro e com o motor quente fazia barulhos, mas nunca me deixou na mão. Por isso eu falo Gol é Gol".

          Ainda que esse seja ficticio, não é dificil ver pessoas comentando dessa maneira. A pergunta que eu faço para alguém relacionado a um Peugeot 206, vc já viu certamente algum desses com o mesmo tipo de problema citado no que disse certo?

          Se vc falar isso como noticia do NA, pode ter certeza 8 de 10 pessoas vão falar que é culpa por ser frances. E o pior… o carro é produzido aqui.

          • Pedro_Rocha

            Há também o efeito manada, mais visível no mercado de motos: se não for Honda, fez mal negócio, é mico, quebra etc.. Então, se também não for o carro da moda já começou em "desvantagem".

    • REUSAN

      Mas o q vale eh a modinha! Tá na moda vamo comprar , ai vem a máxima ,se tem quem paga 75 mil no i30 , até a Peugeot vai praticar esse preços na sua gama !

    • RafaAllegretti

      Brasileiro gosta é de gol bola… Eu tenho um Air Cross e adoro meu carro, e todo mundo quando olha me pergunta "você comprou essa porcaria francesa????" Como se conhecessem meu carro melhor do que eu.

    • frangocomkiabo

      nun dá 75k…foda..meu amigo falou o seguinte….em março pego o no i30 eu falei com ele 128 cv foda….aonde vc vai andar mais q issso….kara…kaptiva e fusion cortava a 180 eu quero saber q eu posso andar mais…nem preciso andar… mais quando precisar eu posso!!!

    • doctor_house

      Bons todos são, mas cada um tem suas particularidades. A Hyundai tem os problemas "made in CAOA", mas mesmo assim, nessa faixa de preço, ainda ia de ix35 ou Freemont. Não acho o 3008, nem a Captiva bonitos. Não gosto do interior da Sportage, e o ASX é muito pequeno. É questão de opinião, como colocaram no começo da matéria.

      • Edson Roberto

        Vc nao gostou do interior do Sportage, mas gosta do interior do IX35????

  • yuri calmon

    A Freemont é fraca, a Peugeot é estranha, a Captiva está cansada assim fica fácil para a Sportage !!!!B)

    • thales_sr

      Fica tão fácil que vende pouco… rs

      • Rafael_rec

        A escolha é fácil, também iria de Sportage. O problema é que a kia não facilita as coisas com o alto preço do modelo. Mas isso não culpa só da coreana, o pessoal de Brasília tem a sua parte de culpa também. Então sendo racional eu iria de Captiva, se bem que quando fui comprar um carro nessa categoria levei o Grand Vitara.

        • msouza91

          eu não tenho culpa nenhuma no preço da Sportage, nem gosto muito dos carros da Kia… uhasuhuhauhasuhsahu

    • Pedro_Rocha

      Ar-condicionado manual num carro de 90 pilas? Particularmente, acho isso desabonador.

      • granrs78

        Para mim o principal é ter muitos air bags e controle de tração e estabilidade, que se pudesse escolher entre um modelo com ar analogico mas com esses itens nem me importaria.

        • Edson Roberto

          Fala isso para meu cunhado que tinha uma Captiva e depois foi para um 320i com menos itens…. e pergunte para ele qual foi o melhor carro que ele teve…

  • thales_sr

    O que me impressionou nesses carros é que são praticamente uns "mastodontes" do lado de fora, mas dentro tem praticamente o mesmo espaço do meu hatch compacto, com 4m de comprimento. Além de terem praticamente o mesmo desempenho, só que bebendo o dobro do combustível.
    Poderia trocar o 3008 por um 408 THP pra mim?

    • Felix_S

      Compartilho da mesma opinião. Ano passado cheguei a pensar na Captiva, mas não é nada racional um veículo de 1700 kg não ser espaçoso. O 3008 chega a ser apertado no banco de trás… Mas tenho a curiosidade em saber se um SUV desses é de fato mais robusto que um sedã.

      • Louis

        Mas a proposta destes carros é andar onde um sedan sofreria, como estradas de terras. As vezes sinto falta de um SUV até na cidade, porque onde moro há muitas lombadas fora dos padrões, fora a buraqueira.

        • thales_sr

          Se pararmos com a maluquice de roda cada vez maior, os carros "pequenos" podem ter o conforto que a gente quer. À medida que os "SUV" (não são — são crossovers) também aderem à moda (roda aro 18 já ficou comum nesse segmento), vão ficando duros e desconfortáveis também.

          • Sias

            E não tem coisa mais sem sentido que SUV com pneu de perfil baixo….

            • Louis

              Vejo frequentemente Hilux com rodões cromados, creio que tenham umas 20", coisa mais bizarra. Além de fugir da proposta do carro, fica ridículo esteticamente, provando que bom gosto não se compra com dinheiro. E também já vi pickups médias rebaixadas, atestado de burrice.

              • Sias

                S10 rebaixada…já vi várias…muito ridículo.

                • thales_sr

                  Esses dias eu vi um Uno Way rebaixado. Por que alguém em sã consciência compra a versão "levantada" do carro e corta as molas? kkkkkkkkkk

                  • Pedro_Rocha

                    Desse ser o mesmo cara que comprou um Duster 4×4 e rebaixou, conforme um relato que li aqui no NA.

                  • Edson Roberto

                    Na verdade o cara compra por causa do visual.

                    Rebaixamento é algo que me revolta. Eu penso no tanto em que engenheiros estudaram o carro em sua originalidade para vir um zé ruela e meter "suspensão de rosca ajustavel", passa na vistoria do seguro.

                    Pior que isso, é a "alegria" de alguns colegas meus em rebaixar o carro a ponto de consegui-lo sair faiscas da parte inferior. E ainda com o adesivo incentivando essa pratica. PS: Mal saiam do bairro onde moravam com esses carros porque se fossem parados era patio direto.

                    • Sias

                      Este é um ponto que nenhum deles leva em consideração: o carro foi projetado por quem entende, e eles pegam e alteram tudo.

              • Matheus_P

                Hilux eh SUV feito em chassi, os outros todos sao crossovers derivados de monobloco.
                Provavelmente a hilux aguentaria mais os rodoes…

            • Cezar

              Sias
              Talvez vc esteja confundido, como muitos o fazem. Suv com Off road. Pelo simples fato de ter a suspensão elevada.
              Atente a sigla SUV no qual o "S" representa Sport, ou seja, o pneu de perfil mais baixo se adéqua ao uso desses carros(SUV)
              Acredite … quem compra um SUV utiliza ele muito mais On road do que Off road. Fazendo Jus à utilização de pneus com perfil assim.

              • Sias

                Não fiz confusão nenhuma, alias quem faz confusão é quem acha que o "sport" da sigla SUV significa carro esportivo. Pneu para offroad é muito diferente de onroad, mas é na banda de rodagem. Eu tenho um SUV e sei bem do que estou falando. Isto é mania de playboy de querer andar em carro grande, com rodão e pneu tipo "fita isolante", copiando rapper americano.

                • Cezar

                  Sias
                  A sigla SUV da abreviatura: sport utility vehicle
                  Possui sport e não é a toa. Só vc no mundo acha que com o "S" do sport as pessoas imaginam estar comprando um veiculo esportivo. Duvido que outra pessoa pensar assim.
                  SUV com rodas de diâmetro maior ou pneu de perfil baixo, tem tudo a ver com esse tipo de veiculo: SUV
                  Vc pode deixar o conjunto original de fábrica, que acredite muitas vezes e na maioria das vezes por custo($) colocam rodas "básica" que atendam o mínimo do esperado no quesito, estabilidade lateral, frenagem, etc..Mas muitas pessoas que compram esse veículos , como comprar qualquer outro tipo de veiculo pode incrementar estabilidade , desempenho, etc…Com rodas maiores e pneus de perfil mais baixo. Não vejo nenhuma "malandragem" ou que seja nisso. Imagina se vc ver então uma Land rover evoque com rodas 20 de fábrica(nesse caso a fabrica preferiu não reduzir custos com esse modelo) No mais é pura inveja de sua parte eu acho.

                  • Sias

                    O que significa SUV eu sei….e a anos….

                    Evoque é um SUV?……Já me disse tudo. Olha o que o Matheus escreveu aí em baixo. Se tu quer procurar motivos pra fazer isto, tudo bem, mas não distorce as coisas. Eu disse que tu estava confundindo o S com veiculo esportivo. E esta conversa de "inveja"…..que argumento ridiculo, não baixa o nivel da discussão.

                    • Cezar

                      O argumento “inveja” é o único que consigo achar para algo que se coloca no carro e além de ganhar em estética(na maioria dos casos, salvo raras exceções ) melhora muito todo comportamento dinâmico do carro, para o sentido esportivo, e pq não dizer de segurança. Esse seu preconceito é ridículo, e sem nexo..Cabe ao dono do carro deixar ou fazer ele como lhe convém ou como ele ache conveniente, dentro das normas legais. Mas deixe de ser pré conceituoso pq nem todas as pessoas que colocam rodas maiores nesses carros, são Playboys ou Rapper. Isso é um preconceito ridículo seu. Sobre a classificação do evoque, saiba que procurando no Google, desde sites , blogs, etc.. e muitos”especializados” em assuntos automotivos divergem sobre e classificação, chamando-a desde SuV a crossover.então, não me constrange nenhum pouco ter me equivocado quanto a isso. Ridículo é rotular pessoas, gostos ou conveniências.

                    • Sias

                      Deixa pra lá…..se o teu único argumento é este….Tu já mostrou que não sabe do que está falando mesmo. Ridiculo…muito ridiculo mesmo….

                    • Cezar

                      E se o teus argumentos são esses:
                      "alias quem faz confusão é quem acha que o "sport" da sigla SUV significa carro esportivo"
                      "Isto é mania de playboy de querer andar em carro grande, com rodão e pneu tipo "fita isolante", copiando rapper americano. "

                      Realmente é ridículo, sem nexo e preconceituoso. Muito ridículo mesmo. Sem mais.

                    • Sias

                      Eu devo ter para-raio pra xarope…..não é possível…. Vai ler o que tu escreveu e para de murrinhar.

                      Tu deve achar que assim é o certo:
                      <img src="http://dubvirtual.com.br/wp-content/uploads/2010/11/L200-dub-e-rebaixada.jpg"&gt;

                      Aumentou um monte a "establidade"…a "segurança"… Uma L200 inútil. Tu deve andar assim e ficou mordido…

                    • Edson Roberto

                      Sias, só explicando para quem quiser ler….

                      SPORT que vem da sigla SUV é PARA ESSE TIPO DE VEICULO ser usado para trabalho PESADO. Eles não tem o intuito de serem confortaveis e sim robustos. Então um VEICULO UTILITARIO ESPORTIVO serve para encarar TERRA com ATRIBUTOS que FOGEM ao uso de pneus finos e rodões que como da foto iriam ser "esportivos ao extremo" ao colocar em terra. Inclusive a "altura de rodagem" ficou "perfeita". Para rodar na lama seria uma belezura.

                    • Sias

                      Valeu Edson. Esta aí se encontra um quebra molas, fica que nem uma gangorra.

                    • Pedro_Rocha

                      O rível!!!

                      =D

              • Matheus_P

                Suv de verdade eh feito sob chassi, e nao monobloco como todos esses.

        • Felix_S

          Não fiz uma afirmação. Eu disse que tenho curiosidade em saber. Será que esses SUVs como a Captiva são de fato mais robustas? Não tenho dúvidas que uma Ranger aguenta o tranco… mas uma vez peguei carona numa IX35 e ela não me pareceu nada robusta. (seca e acabamento barulhento)

      • Dupas

        A Captiva é um tanto apertada no banco de trás mesmo… Tivemos uma em casa e com meu pai (que tem 1,90m de altura) no banco do motorista, eu que não tenho nem 1,70m ia raspando os joelhos no banco, quando sentava atrás.

        • granrs78

          Possuo uma e para mim o espaço é excelente, e olha que possuo 1,89 e as pessoas que sentaram no banco traseiro nunca reclamaram de aperto.

      • Matheus_P

        Nenhum deles eh SUV amigo. Todos tem plataforma monobloco.
        Aih vc ve a diferenca de resistencia de uma ranger (feita sob chassi/longarinas) pra uma captiva 4×4.

      • granrs78

        Amigo, a Captiva é sim bem espaçosa, inclusive mais que Sportage, ASX e IX35.

    • zeuslinux

      Realmente não são escolhas racionais pelo ponto de vista do espaço, com exceção do Freemont de 7 lugares (a justificativa já seria levar 7 pessoas). Eu já tive vários hatches e também gosto muito deste formato de carroceria. Gosto muito mais do que sedãs.

      Espaço é muito relativo, porque até um Gol ou Uno leva 5 pessoas, mas sem conforto.

      Mas vou dizer o que me fez a optar por um crossover em relação aos hatches:
      – maior altura do solo (bom para evitar saídas de garagem, quebra-molas e pequenas enchentes);
      – posição de dirigir mais alta, com maior visibilidade;
      – sensação de amplidão vertical (pode não ser racional mas a altura interna maior dá a impressão de um maior espaço interno do que um hatch ou sedã de mesmo comprimento);
      – aparência de maior robustez;
      – disponibilidade de motores maiores (em média), do nível de sedãs grandes, aliado a uma boa dose de tecnologia (hatches e sedãs médios ou grandes com o mesmo grau de tecnologia não são muito mais baratos que SUVs do mesmo porte e, no caso de sedãs médios, a motorização sempre é menor);

      Eu nem tenho filhos (só um casal) e portanto racionalmente nem precisava de um carro tão grande, mas de vez em quando passeio com o resto da família e ninguém mais dirige ou tem carro (porque não querem). De vez em quando levo uma ou outra tralha grande e preciso deitar os bancos.

      Enfim, saí de um Corolla para uma Captiva e antes tinha um Astra hatch. O formato que menos gosto é de sedãs e sedãs grandes (tipo Fusion) eu descarto por causa de tamanho de garagem e vagas no trabalho. Já estou no meu limite máximo de tamanho de carro.

      • thales_sr

        Na verdade, Gol e Uno levam 4 pessoas, assim como a maior parte dos carros. O quinto passageiro tem que ser a sogra, porque o meio do banco de trás da maioria esmagadora dos carros só poderia ser mais desconfortável se colocassem espinhos ali. Quando o carro tem encosto de braço traseiro então, lascou tudo.

        Quando a pessoa tem a necessidade de carregar mais do que 3 passageiros, é compreensível o carro maior e menos eficiente. Mas no resto, acho bastante questionável. Pelo que vejo nas ruas, parece que muita gente compra carro grande pra ganhar junto um "passaporte pra fazer barbeiragem".

        • Edson Roberto

          Mas há alguns que compram esses carros como foi o caso do meu cunhado que pagou um valor na Captiva 4 cilindros dele para ter um conforto que em epoca nenhum sedan médio tinha. Inclusive nos itens de segurança e itens de série que a Captiva possui.

          • thales_sr

            Cara, difícil falar que 80 mil não comprava nenhum sedan confortável hein?

            • Edson Roberto

              Bem…. vamos voltar na epoca de compra dele…

              Antes de ter a nova leva de mercado atual…. Tinhamos como opção mais segura o Pallas. Sim o Pallas! O unico que em epoca tinha 6 air bags, ESP e Xenon como opcional. O Corolla vinha em seguida com seus 4 air bags (e Vectra também) e o Civic só na versão SI com VSA. Os itens de conforto, novamente se encontravam na PSA com ar bizone. Só que, comparando qualidade de mateiral de acabamento, certos caprichos que a Captiva possui, nenhum deles possuia.

              Foi o motivo pelo qual meu cunhado optou por essa. E é por isso que eu disse em epoca. Eu também sou adepto a ter um sedan médio, gostaria muito mais de hatches médios atualizados, mas por enquanto eu acho que o sedan é mais do que o suficiente para minha pessoa. E um Fluence comum por exemplo, atenderia todas as mnhas necessidades. O que eu quis dizer era uma opção em epoca valida devido aos itens no qual o meu cunhado deu de argumento para a compra da Captiva no lugar do seu Honda Civic (que na verdade ficou para a minha irmã).

    • CharlesAle

      É por isso que falo,as peruas tem de voltar,pois as SUVs são caras de comprar e manter,são gastonas de combustíveis,e não tem esse espaço todo,a Ford está dando bobeira em não,lanças a Focus SW,com certeza iria ser a opção de muitos,sem contar a estabilidade e comportamento dinâmico das peruas sem bem melhor…

      • thales_sr

        Uma vez viajei com minha família, num Ecosport, e meu sogro numa Palio Weekend. O Ecosport passava vergonha no tamanho da mala… Apesar de parecer maior que a Weekend.

        • Sias

          O porta malas da Eco é vergonhosamente pequeno, tem hatch compacto com mais espaço que ela.

    • granrs78

      Onde que um hacth médio tem o mesmo espaço que um Freemont ou Captiva? Esses modelos citados são muito mais espaçosos que qualquer hacth médio.

      • thales_sr

        São espaçosíssimos, quase uns ônibus… rs
        Na boa, entrei na Captiva, carro confortável (não faz mais que a obrigação… 90 mil reais não é pouco dinheiro…), mas espaçoso, é não. O Focus é tão espaçoso quanto. E pesando meia tonelada a menos.
        Freemont é um pouco maior, consegue realmente levar 5 pessoas. Se essa é a necessidade, então vai fundo.

        • granrs78

          Thales, como proprietário de uma Captiva posso dizer para vc que o carro é muito espaçoso sim, bem mais que um Focus. Os bancos da Captiva são bem maiores pois são voltados para o público americano, bem diferentes do Focus que são curtos, talvez seja por isso que vc teve a impressão de ser mais espaçoso, mas esses bancos não apoiam bem a parte inferior da coxa e em viagens longas, cansa mais. Antes da Captiva eu tinha um Ecosport e antes do Ecosport tinha um Civic 2009 que é bem espaçoso, mas mesmo assim fica devendo em relação ao Captiva. O Freemont é muito maior que a Captiva ou qualquer outro modelo desse segmento, esse sim parece um ônibus por dentro e tbm por fora, rsrs.

          • Sias

            O que eu achei é que ela (Captiva) tem pouco porta-malas.

            Falando em ônibus…a Gran C4 Picasso é que parece um….muito grande.

  • msouza91

    Eu iria de Freemont, mas só se eu fosse comprar depois do segundo semestre, explico, ela vai ter Cambio de 6 marchas, e deve ganhar alguns pocotos virando flex (notícias vinculadas em outro site), então acho que o desempenho deve ser bem melhor

    • thales_sr

      BEM melhor? Vai ganhar uns 10 cv e olhe lá… Pra ficar bem melhor, só se turbinar esse motor pra empurrar uma jamanta desse tamanho.

      • msouza91

        o desempenho vai ser sensivelmente melhor sim, não graças apenas a potência extra, que não deve ser muita coisa, mas por causa do câmbio de 6 marchas, acredite, um câmbio bem escalonado faz milagres

        • Mr. Potato

          O pessoal se esquece que os concorrentes também não andam tão bem assim não.

          • Alxalm

            Concordo ! Existem alguns pré-conceitos que eu não consigo entender … só porque o cambio é de 4 marchas não quer dizer que é ruim. O escalonamento é excelente, o cambio sequencial é rapido, e o motor Dual VVT explora bem as marchas longas do carro. Eu não compro um carro desses pensando em esportividade, até porque o ponto forte dela é estrada e conforto de rodagem com muita segurança. Antes de comprar andei na Sportage, Captiva e CRV. A Captiva mostrou um conjunto mecanico excelente mas Sportage e CRV andam muito próximas da Freemont mas sem o conforto, isolamento e o acabamento primoroso da Freemont. Não adianta .. ela ficou rotulada como "lerda", mas sinceramente … eu não compraria uma Dodge Journey com o 3.6 V6. Gosto do conjunto do Freemont, quem quiser esportividade tem hatches e sedans com propostas para isso.

            • Oba_

              Concordo que o interior da Freemont é primoroso mesmo, acabamento de primeira tanto em materiais como construção, alem de ser muito bonito.

        • abussade

          Não é bem assim…
          Lógico que o câmbio 4 marchas (no caso da Freemont escalonadas em alta rotação) limita mais a resposta do motor.
          Mas o motor é fraco para aquela barca.
          Quer um exemplo|: a Santa Fé 2.4 tem 6 marchas e é um mico! Pesadona tb e o motor não dá conta! É verdade que a dirigibilidade melhora um pouco, mas continua lerdo e inseguro para dirigir; carregada então nem se fala.

        • Oba_

          Não faz milagre definitivamente, o Cerato é a maior prova que mais marchas não melhora desempenho, no teste da QR de janeiro de 2011 (entre no site da QR e depois no acervo digital e comprove com os próprios olhos) os números foram exatamente iguais em desempenho e piorou em consumo de cidade e estrada.

          • carrosempre

            O Cerato é exceção. O Novo Civic 1.8 ganhou câmbio manual de 6 marchas na linha 2014, e melhorou bem as retomadas, e diminui em 0,6s. Não que seja muito, mas passou a ser o mais rápido entre os rivais. O Fiat Freemont ainda tem o problema de ser pesado, que atrapalha retomadas; Não é em vão, que na linha 2014 vai ganhar o câmbio de 6 marchas e motor Flex (aumenta potência e espero que o consumo não).

            • Oba_

              Cambio manual é uma coisa, automático é outra, não tem nada a ver no sentido de no manual cada um troca as marchas da forma como acha conveniente, num automático dois motoristas dirigindo exatamente o mesmo percurso um atrás do outro com a mesma pressão no acelerador as trocas serão executadas sempre na mesmo rotação exatamente ao mesmo tempo, acho que como não é leigo no assunto entendeu o que quis dizer.
              Se conseguir provar através de teste de qualquer revista de qualquer pais que trocando de cambio com mais marchas o carro acelera melhor assim como o consumo por gentileza compartilhe conosco, o Cerato é a maior prova que maior numero de marchas não interfere no desempenho e consumo apenas melhora o comportamento do carro, pra quem não acredita o teste do Freemont caso realmente venha com cambio de 6 velocidade se testado na gasolina comprovará o que aconteceu com o Kia.

      • Sias

        Eu não contaria a Freemont por causa do motor/câmbio…é muito pouco pro tamanho dela.

    • eduardo82br

      Vai ficar é pior. Hoje o motor já bebe demais devido ao peso do veículo. Quando o motor virar flex, vai beber mais que o Adriano em baile funk.

      • msouza91

        um dos motivos pra ela beber tanto assim é o cambio, que por ter só 4 marchas, sempre joga o giro pra cima, não quero parecer fanboy, mas eu acredito sim que o motor dá conta do carro e o que barra um desempenho melhor é o câmbio

    • JPaulo10

      MSousa, você sabe se a Freemont tem o mesmo calcanhar-de-aquiles da Journey? São os freios, segundo americanos, problema congênito desse crossover. Aqui tem gente reclamando de subsituição de pastilhas e discos a cada 20 mil km a custo altíssimo.
      Dodge Journey é considerada mico. Será que a Freemont segue o mesmo caminho?

      • msouza91

        sim, tem o mesmo problema, os discos parece que empenam e gastam bem mais a pastilha, além de trepidar o pedal, dando a impressão que é o ABS em ação. Tem um amigo que tem uma Precision, e trocaram os 4 discos, as 4 pastilhas e 2 pinças na revisão de 10 mil, tudo dentro da garantia… Parece que a Fiat anda trocando o conjunto dentro da garantia, o problema é conhecido e parece que foi sanado na 12/13. Se tiver interesse em comprar uma espera um pouco deve estar pra lançar a 13/14, com câmbio de 6 marchas e motor flex, aparentemente também com retoques visuais…

    • Oba_

      Na verdade o cambio com mais marchas não vai fazer diferença nenhuma em desempenho e talvez até no consumo, o Cerato é a maior prova que apenas cambio não faz milagre algum, acredito que o maior beneficio será no uso diário pois o giro não precisara subir tanto para que a marcha seguinte entre tornando a condução bem mais agradável.
      Esta no acervo digital da QR de janeiro de 2011 comparativo do Cerato 4 e 6 AT entra lá e comprove com os próprios olhos.
      Rodando com etanol e com 10 cv a mais acredito que os números melhores um pouco mas nada muito significante. Duvido que o tempo de 0 a 100km/h melhore mais do que 0.5 segundo.

  • _Rafael

    Por que a PSA Peugeot-Citroen não teve o mesmo sucesso que a Renault? Deveriam melhorar o pós-venda. O Captiva é o melhor, tem de tudo um pouco, SPORTAGE é caro e vem pouca coisa.

  • Edu_Airtrek

    Belo comparativo. Pena não ter ASX, CR-V e ix35 para termos uma observação melhor.

    • zeuslinux

      A ix35 tem praticamente o mesmo comportamento e problemas que o Sportage, até porque compartilham o motor e a plataforma, além de terem preços (ruins) semelhantes.

      A CR-V até hoje não teve seu fornecimento regularizado e é uma raridade encontrá-las nas concessionárias, ainda mais para fazer test drive. O motor é o mais fraco de todos e só deve ter o comportamento dinâmico pouco melhor que o Freemont por ser mais leve. Se a CR-V tivesse o motor 2.4 usado nos EUA e não tivesse um ágio absurdo, poderia ser uma opção interessante considerando o padrão Honda de carros com interior simples e poucos acessórios nas versões de entrada.

      A ASX eu fiz um test drive e não gostei nada do desempenho. O interior é no padrão japonês (simples mas bem acabado), mas o espaço interior é o menor das SUVs, menor até do que da Tiguan.

      A Tiguan seria uma boa opção se não fosse o preço alto cobrado.

      • JPaulo10

        CR-V ainda tem problemas de cotas de importação?

  • dudupruvinelli

    3008 é o melhor!

  • zeuslinux

    Eu tenho uma Captiva e não cogitei comprar um Peugeot 3008 porque o carro, sinceramente, parece não ser uma SUV. Está mais para uma perua ou um hatch grande. É um carro mais baixo e de outro formato. Além disso, não está barato também e creio que a desvalorização seja maior por causa da má fama da Peugeot e pelo fato do carro ser o mais "sui generis" dos quatro. Deve andar um pouco mais que os concorrentes sim, mas quem procura um SUV está interessado muito mais no espaço e na forma do que na motorização e acho que isso explica o mau desempenho das vendas do 3008.

    O motor THP é bom, mas se fosse levar um carro da Peugeot hoje com esse motor eu levaria o 308 THP e não este 3008.

    A Captiva é um carro moderno, que mesmo com motor 2.4 anda muito bem em estradas e bem razoavelmente em cidades (diria que equivale a um sedã 1.8) e consome o que se espera de um carro deste peso. Tem alguns pecados sim, como o diâmetro de giro grande (12 m), mas compensa na abundância de equipamentos de segurança e na modernidade e boa potência do motor (com injeção direta) e do câmbio, além de mimos como bancos de couro de boa aparência, computador de bordo com medidor de pressão dos pneus e até bússola. O ar-condicionado poderia ser digital mas ele já é pelo menos automático, ou seja, o display é mais uma questão de estética e modernidade do que de necessidade.

    A Freemont eu creio que seja uma melhor opção para quem precisa de levar muita gente e/ou de muito espaço. Descartei porque acho grande demais e não preciso levar 7 pessoas.

    • thales_sr

      Também levaria o 308 THP ao invés do 3008. Qual o consumo da sua Captiva?

      • zeuslinux

        Entre 6,5 a 7 km/l em trânsito pesado (Rio de janeiro), com ar-condicionado ligado, e entre 9 a 11 andando em estradas boas (a variação é mais em relação a subidas de serra e "pé-pesado" nas acelerações), também com ar ligado e vidros fechados.

        • Sias

          Tinhamos que ter mais opções à Diesel….Minha Sorento faz 8km/l nestas mesmas condições na cidade e 13km/l na estrada, sempre com o ar ligado. Deste jeito só troco ela por outra Diesel.

          • zeuslinux

            Realmente carros a Diesel são melhores nesse sentido, mas uma Sorento já seria muito grande e mais cara também. Acho que a única alternativa de mesmo porte da Captiva com motor a diesel é a SSangyoung Korando, mas não me arriscaria a comprar.

            O consumo de combustível não é muito minha prioridade porque rodo pouco, mas se houvesse mais alternativas viáveis para mim a diesel eu cogitaria comprar também.

            • msouza91

              na Europa tem Freemont 2.0 Multijet, se eu não me engano, com tração 4×4, poderiam trazer pra cá, ia fazer sucesso, o torque de mais de 35kgfm deve deixar ela bem esperta

              • bourgelat

                A FIAT estar vacilando em não trazê-la.

                • zeuslinux

                  A Fiat vacila em não vender a Freemont com o motor da Journey. Até hoje não consigo compreender porque a Journey ainda é vendida com esse nome e com a marca Chrisler no Brasil. É o mesmo carro vendido com motorizações e acabamentos diferentes.

                  Se fosse vendido com a marca Fiat, só serviria para dar mais credibilidade a quem compra pela rede maior de concessionárias e também melhoraria a imagem da Fiat, que só tem boa fama para carros populares.

    • Louis

      Eu considero a Captiva um dos carros com desenho mais bem acertado dos últimos tempos, é um carro belo sem ser extravagante, e o interior caramelo é lindo.

      • zeuslinux

        O interior das atuais é todo preto, a pedido dos próprios consumidores brasileiros.

        • Matheus_P

          Infelizmente. Sou muito mais o caramelo!

    • radiobrasilcombr

      Qual a utilidade da bússola no Captiva?

      • Pedro_Rocha

        Se localizar em Cachoeiro de Itapemirim/ES, onde o GPS te manda para lugares errados. =D

  • edy_caceres

    Eu iria de Freemont.

  • Rodrigoww

    Freemont nao anda horrores, mas faz 0-100 em 13s que é bastante razoável pro tamanho do carro e pro preço cobrado.. Sportage anda mais??? OK, mas custa caro pro tamanho do carro e não pega 7 pessoas, não é tão espaçoso.. Tem de botar tudo isso na balança antes de crucificar o Freemont só por causa do desempenho.. Antes que alguém fale.. O Dodge journey, nos EUA, também oferece uma versão com esse motor 2.4 e cambio de 4 marchas. Se lá que é um mercado sério, com consumidores exigentes existe essa versão, quem é o brasileiro, comprador mais irracional do mundo, para reclamar do Freemont?

    • Sias

      Então podemos usar o mesmo raciocínio para o novo i30 e seu motor 1.6 (não é questão de preço). Um carro do tamanho da Freemont, carregada, na estrada deve ser uma maravilha….

      • Rodrigoww

        Não podemos usar esse raciocínio para o i30, pois ele além de lento, é caro. O freemont pode ser lento, mas tem preço excelente comparando com os concorrentes do mercado e tamanho de sobra, bem como espaço interno. Ele tem algo a oferecer.. O i30 é uma compra irracional por completo.

        • Sias

          Disse pra não levar o preço em conta. Com base no teu argumento o problema do i30 é o preço, não motorização. Certamente o Freemont é pior que o i30 no desempenho, já que além de maior, pode carregar mais peso. O Freemont é tão irracional quanto o i30.

    • JPaulo10

      Journey tem problema sério de freios.

    • Alxalm

      Concordo Rodrigo. Gosto muito do conjunto do Freemont e não acho o carro lento não. Eu tenho um City 5 marchas AT mas o motor não ajuda. O importante não é o numero de marchas mas como motor e cambio "conversam". O carro é bem maior num dá pra querer que ande igual a carros menores e mais leves. O Freemont tem características que poucos conhecem. O capô é de alumínio, a forração anti-ruído inclui os paralamas dianteiros com espuma internamente. Os pneus são os excelentes Yokohama, a central multimidia é muito eficiente e intuitiva. É o que eu costumo dizer quem compara leva Freemont, se fizer o test-drive num dá para olhar para os demais concorrentes.

    • Matheusbio

      Fiat Fanboy detected!!!

  • pumagtb

    Entre esses aí iria de captiva, devido o conjunto e o pós venda melhor. O pessoal coloca rodão nesses carros (principalmente pick ups) justamente para melhorar a estabilidade e falo uma coisa faz muita diferença em uma curva, acho que no maximo aro 20 é aceitavel fora disso é exagero a não ser que seja de fabrica.

    • Matheus B.

      Realmente melhora a estabilidade, se a suspensão for bem trabalhada, mas piora em conforto e fica complicada a questão de nossas estradas (crateras). E o preço de rodas aro 20" para mais é bem salgado. Agora se você quer ter conforto com estabilidade em uma pick-up, e não se preocupar em enfrentar trechos de buraqueiras, não tem melhor escolha do que mandar colocar um saco de couro com areia no final da caçamba (próximo a tampa) que vai preso ao chassi (encontrado em empresas de acessórios para camionetes). Não se perde em espaço, já que é fino e estreito. Coloquei em minha S10 cabine dupla que comprei em 2008 e a diferença foi gritante. No inicio, tinha medo de entrar nas curvas a 80 km/h por que ela se torcia toda. E minha família reclamava do pula-pula na parte de trás. Além disso qualquer arrancada cantava pneu. Instalei esse saco de couro preto (por fora não se percebe nada) e minha camionete ficou super confortável, mais que sedãs como o astra que eu tinha, já que os buracos ficaram imperceptíveis, Nas curvas, enfrentava-ás a 110-120 km/h e a camionete parecia um sedã. Nada de se torcer. O consumo em nada praticamente alterou, e nem as arrancadas. Um investimento muito bom para a segurança, já que não são raros os casos de capotamentos de pick-ups, e para se viajar com conforto. isso a um preço super leve, algo em torno de 100 reais.

  • apneto

    iria de Captiva, mas pq não olhar a korando

    • Rafael_rec

      Eu não compraria um carro ssyangyong (é assim que escreve???) pelo simples fato de passar todos dias pela concessionária da marca no caminho para o trabalho e não ver nenhum carro da mesma para vender. Eles vendem S10, corvette???, tratores, carrinhos elétricos de golfe, quadriciclos e etc, só não vendem ssyangyong. A única vez que vi um Korando em exposição faz mais ou menos 1 ano. Enfim, a loja está mais para importador de carros que para revendedora da marca com nome difícil.

      • Pedro_Rocha

        Pelo menos tem uma ccs perto.

  • Adriano_Silva

    Mesmo gostando e MUITO da 3008 ainda acredito que a escolha mais racional é a Fiat Freemont.

  • Matheus B.

    Ótimo Comparativo! Certamente eu iria de Captiva, mas não a 2.4 e sim a V6! Além de ser bem mais bonita com os detalhes e rodas cromadas por fora, ainda entrega um ótimo motor v6 3.0 de 268 cv. Meu amigo comprou uma v6 em 2012, logo que lançou o teto solar, na cor branca, e lhe custou apenas 12 mil a mais (por um motorzão, mais itens e ser mais bonita) que a Ecotec 2.4. Que SUV lindo! Deixa até os modelos mais moderninhos acanhados perto dela. E não bebe muito não. Consegue fazer 6,5 km/l na cidade. Vejo tantos flex 2.0 aí fazendo no máximo 7,5. E a captiva 2.4 não faz mais que 7 km/l na cidade, já que é pesada forçando mais o motor. Além disso, na estrada a Captiva faz curvas excelentes, não sei como alguns reclamam. Viajei com ela e a 120 km/h parece estar apenas a 80. E em ultrapassagens não fica aquela sensação de incerteza com o carro carregado, será que vai dar tempo? já que é só pisar que responde na hora. Também não sou a favor desses motorzões para andar em alta velocidade, mas sim para andar com segurança, poder fazer uma ultrapassagem tranquila. E de resto grandes pontos positivos, muito conforto, equipamentos uteis, mimos, só falta mesmo vir com a central multimídia de série . Seguro barato, aqui em SC, chega a 2500 reais apenas. Concorrentes de igual para igual só com preços bem superiores, como outlander V6 (130 mil reais).

    • granrs78

      Matheu, sou um feliz proprietario de uma Captiva V6 2011 e realmente estou adorando o modelo que é super completa, bem acabada e anda muito sem sacrificar muito o consumo. Faço suas palavras as minhas. Abs.

  • msouza91

    Captiva e Sportage tem esse volume todo de porta malas por contarem com medição até o teto, o Freemont tem só esse volume pequeno pois é o valor que cabe por trás da terceira fileira, até a altura do encosto do assento, se rebaixar o banco e colocar até o teto cabe bem mais

    • DigoSSA

      Pois é, é um absurdo dizer que o porta malas do Freemont tem apenas 145 litros. Uma medição totalmente tendenciosa. Como dito no próprio texto ele é o único que oferece uma terceira fileira de bancos e estes ficam escamotiados perfeitamente no porto malas, inclusive mantendo-o plano.

  • Eu como sou jovem iria de Sportage :).

    Freemont: Carro para quem ter uma familia grande.
    Sportage: Carro de Playboy ou mulher que quer andar em um Branco com seus Led's
    Captiva: Bom carro vale oque se paga , carro de caras em crise dos 40.
    3008: Meio estranho, EU nao compraria principalmente pelo design, mas bom equipamentos.

    • zeuslinux

      Devo estar na crise dos 40 então :-) Quem sabe nos 50 eu troque por um Evoque , aos 60 por um Porsche Cayenne e aos 70 por um Bentley :-)

      Aos 20 eu tinha é um Chevette velho e olha lá. O meu sonho era comprar um Golzinho quadrado e consegui algum tempo depois.

      A Sportage é realmente um carro muito bonito… por fora, porque por dentro não tem nada demais e perde em acabamento para Freemont, Captiva e 3008. Além disso, para comprar uma com bancos de couro e câmbio AT, o preço chega bem perto dos 100 mil, o que acaba com qualquer custo-benefício. Na época em que comprei o meu carro, a Sportage iria custar uns 12 mil reais a mais e com menos acessórios ainda por cima. Não valia mesmo a pena.

      • msouza91

        por esse pensamento dele, eu devo ter uma idade mental muito adiantada e já estar em uma crise violenta, com 20 anos eu tinha um Fluence, os carros antes dele, Civic, Accord e Megane Grand Tour… acho que estou começando a entender minha calvice…

        • Edson Roberto

          Cacilda!!!!! com 20 anos???????

          E eu aqui, me planejando para um futuro um pouco distante pensar em algo assim…rs

          • msouza91

            21 pra falar a verdade, mas não se engane, o primeiro foi um Accord 95 em 2010, troquei por um Civic 2004 em 2011, e depois pela Megane 2012, mas tive que financiar uma parte em 36x, consegui quitar ela só porque dei PT e peguei o money do Seguro, só pude comprar o Fluence pois dei a "cagada" de abrir uma empresa e a mesma prosperar rápido, hoje eu tenho um SX4, mas pq minha fiz troca com minha esposa e ela levou o Fluence e pagou parte do SX4

      • Pedro_Rocha

        Aos 20 eu ia de Mercedes com motorista todo dia para a faculdade. O Merça era um 1318 preparado pela Marcopolo, salvo engano.

    • Edson Roberto

      Que bom que a Captiva é para com Crise… pois a V6 AWD dá um banho em desempenho em todos eles. E considerando esportividade, é a mais esportiva de todos… mas cada um diz coisa que não deveria….

      E quando um Sportage de playboy ficar bem lá para trás no retrovisor, lembre-se disso.

    • granrs78

      Nossa, eu tenho 34 anos e tenho uma Captiva, puxa vida estou na crise dos 40 anos bem antes da hora!! Cada comentário rsrs…

  • godsmackssa

    Não se esqueçam que foi a Peugeot que quebrou a hegemonia da Audi nos Rallys. Que já teve Jean Todd "Presidente da FIA" como lider dessa equipe. Quem fala que os carros da Peugeot não presta é pq nunca tiveram um. Viver da experiência alheia é pura ignorância.

    • Sias

      Não foi a Citroën com o Sebastian Loeb?

      • godsmackssa

        Não. Foi o Peugeot 205 T16 pilotado por Ari Vatanen e Timo Salonen.

  • tiagocbl

    Caros Colegas, sei que foge do assunto da discussão e que ja estamos cansados de comentar dos preços, mas examinemos o preço desses "SUVS" em outros países:

    CAPTIVA

    CHILE:
    Site: http://www.chevrolet.cl/vehiculos/modelos-showroo
    CAPTIVA LT 2.4L 6AT – $ 13.690.000 – CONVERTENDO PARA REAIS => R$ 57.067,93

    CAPTIVA LT FULL 2.4L 6AT AWD – $ 15.590.000 – CONVERTENDO PARA REAIS => R$ 64.988,24
    (Detalhe: AWD e lá no chile ja houve um facelift…)

    MÉXICO ("mesmo modelo" que é vendido aqui):
    Site – http://www.chevrolet.com.mx/captivasport2013.html
    CAPTIVA 2.4 com preço iniciando a – $332,500 (peso mexicano) – CONVERTENDO PARA REAIS: R$ 51.413,40

    EUA
    Site – http://www.chevrolet.com/equinox-crossover-suv.ht
    Equinox (a que mais se assemelha à nossa Captiva, mas tem um extre eixos bem maior. Aliás, é um carro bem melhor…)

    Equinox 2013 – $ 24.155,00 – CONVERTENDO PARA REAIS – R$ 47.662,64

    PEUGEOT 3008
    CHILE
    Site – http://www.peugeot.cl/configurador/3008/crossover
    Pequeno detalhe: A motorização do 3008 no Chile é a DIESEL, com consumo misto informado pelo site de 19KM/L!!

    3008 a Diesel (não encontrei à Gasolina) – $ 12.420,000 – CONVERTENDO PARA REAIS – R$ 51.773,83

    KIA SPORTAGE
    CHILE
    Site – http://www.kia.cl/sportage/home.html
    Sportage Manual LX 2.0 – $ 10.790,000 – CONVERTENDEO PARA REAIS – R$ 44.979,03

    Sportage EX Full Automatica 4×4 – $ 15.590,000 – CONVERTENDO PARA REAIS – R$ 64.988,24

    Sinceramente? perdi a graça de continuar…. quem está no andar de cima são as montadoras, realmente fazendo jus ao nome, MONTADAS emcima da gente. nós? nós estamos no subsolo… passivamente e sem ter muito o que fazer.

    • Rafael_rec

      Infelizmente não podemos tomar somente o preço para fazer essa comparação, temos levar em conta a carga tributária aplicada nos países para fazer uma comparação mas correta.

      Apenas para exemplificar o que estou dizendo, em dezembro estava procurando modelo popular para trocar o meu Clio que usava na cidade. Bisbilhotando por dentro dos carros em uma concessionária da Chevrolet encontrei a nota fiscal de uma Captiva AWD jogada no banco do passageiro, sem os impostos o valor do veículo era de módicos R$ 68.000 arredondando. Então o maior problema dos altos preços do carros, ou melhor, de tudo no Brasil está relacionado a alta carga de impostos em tudo aquilo que compramos.

      • tiagocbl

        concordo, a carga tributária é muito elevada, há muitos impostos incidindo. mas se vc fizer o calculo da proporcionalidade dos outros países, como ja foi feito aqui em outras reportagens, chegará à conclusão de que além da pesada carga tributária incide o famigerado "custo/lucro brasil", onde as montadoras praticam margens de lucros altíssimas, financiadas por nós próprios.

        • Pedro_Rocha

          Aí a questão vai de novo para o Governo com o alto custo do capital (taxa de juros), já que se for para ter lucro líquido menor que 10% é melhor o acionista vender as ações e colocar o dinheiro em um fundo qualquer que renda pouca coisa menos mas com segurança.

          • tiagocbl

            po cara ainda continuo com o raciocínio de que o preço é resultado da alta carga de impostos + alta margem de lucro das montadoras + mercado oferta/procura (esse aqui influenciando diretamente na margem de lucro das montadoras).
            Naturalmente nenhuma montadora é "filantrópica", o fundamento do negócio é ganhar dinheiro e dar lucro pras suas matrizes, mas tudo no brasil é exorbitantemente caro. E isso vai desde uma simples bala ou chiclete que se compra até um carro, ou seja, bens de consumo duráveis e nao duraveis, necessarios e superfluos (esses é que sao caros mesmo).

            A questão é: o amigo citou q se for pra ter lucro liquido menor q 10% é melhor colocar o dinheiro em um fundo qualquer. olha, vou te dizer, se vc me disser 1 fundo sequer, com alguma garantia, q renda perto de 10% ao mes, o que daria 120% do seu capital incial de lucro em 1 ano, ou até metade disso, 5% ao mês, vc me avisa q eu vendo tudo o que eu tenho e aplico nesse fundo na hora.

            O preço desses carros já é o preço final, com lucro, frete e impostos inclusos, como o amigo msouza91 citou. então a margem de lucro das montadoras é muito mais do que 10%, muito mesmo…

    • msouza91

      Amigo, pior é a Freemont, uma Journey equivalente na gringa custa menos de $26.000, pouco mais de R$51.000, uma Journey V6 AWD com tudo que se tem direito sai por menos de $33.000 ou R$ R$65.000, o negócio é que não é tão simples assim, pois os carros quando montamos nos sites de lá, já incluem imposto e frete, então na prática, sairia mais barato

  • Nasckar

    Compraria qualquer um desses modelos citados se custassem até 70 mil, preço justo para esses carros, aqui no Brasil, é claro!

    • Dr.Danilo

      Exatamente o valor pago por portadores de deficiência sem a incidência do IPI no caso da Freemont,pra ser exato R$69,465,00.

  • hugogyn94

    Tem certeza Fiat Freemont so tem apenas 145 L de porta-mala ? achei muito poko pra um SUV desse.

    • msouza91

      tem, acontece que essa medição é o espaço entre a terceira fileira de banco e a porta, indo somente até o nível do assento

    • Absinthe666

      Acho que foi considerado com a terceira fileira de bancos levantada

    • Rodrigoww

      Ou seja, se baixar a terceira fileira dos bancos(que quase ninguém sentará lá), tem-se o maior porta-malas da categoria. :D

    • cris

      Não, não tem só 145 lts de mala, a não ser que vc suba os bancos traseiros, carregando 7 pessoas. no geral ele tem uma mala 565 ltrs

  • MateusPicapeiro

    Carro grande assim tem que ser turbo ( minha preferencia) ou v6.. esses motores 2.4, 2.0 aspirados pra carros desse tipo de carroceria não me convencem não. São sempre fracos pro porte do carro e beberrões.

    • zeuslinux

      Depende do que você achar fraco.

      Eu tenho uma Captiva 2.4 2012, que tem 185 cv e 22 kg de torque e, embora não seja um carro igual a um V6, também não é nada fraco não. Ele chega a mais de 160, 170 km/h fácil e deve fazer de 0 a 100 em 10 a 11 segundos. Diria que em um desempenho similar a um sedã médo 1.8 dos mais modernos (tipo Civic e Cruze) ou um 2.0 tipo o do C4, 308, etc.

      Posso dizer que na estrada não fico atrás de nenhum sedã médio. Na cidade, a inércia é um pouco maior nas arrancadas de sinal mas também consegue ser bem mais ágil do que qualquer carro 1.6 para baixo, mesmo que muito mais leves e com câmbio manual.

      Eu saí de um Corolla 2.0, de 153 cv no álcool (se não me engano), e antes dele de um dos primeiros Astras 2.0 de 116 cv na gasolina. O Corolla 2.0 tem uma aceleração maior numa arrancada mas nas estradas tem um comportamento meio ruim nas retomadas por causa do câmbio AT de 4 marchas. O Astra, mesmo tendo menor potência, ainda parecia andar mais do que o Corolla por causa do câmbio manual e mais esperteza na cidade.

      Na época fiquei muito na dúvida se comprava a Captiva V6, mas já estava no limite de meu orçamento e achei que o 2.4 já estava bom para o que eu queria (um carro familiar com motorização adequada, não um esportivo). Por um lado até foi bom, já que tenho o pé pesado e com um V6 iria ficar tentado a andar ainda mais rápido. A versão V6 4×4 pesa quase uns 100 kg a mais também, o que ajuda a aumentar o consumo na cidade. Mas sem dúvida vale muito mais a pena pagar 100 mil numa Captiva V6 do que numa CR-V ou SUV coreana pelada e com motor 2.0.

      • MateusPicapeiro

        Racionalmente falando, a Captiva 2.4 é a melhor escolha, o freemont acho feio, o 3008 ouvi queixas de muitos donos sobre peças demorando de chegar da França, fora que nao confio em carro frances, sempre dando manutenção na parte eletrica, quando nao é isso, é na suspensão fragil, barulho interno etc.
        Porem voltando a Captiva, pesa muito o que eu falei sobre potencia x consumo. A captiva bebe demais. É um tipico carro beberrão. Um motor 1.6 sobrealimentado tipo o do 3008 nessa nova tendencia downsizing faria da Captiva o melhor custo benefício disparado.

        O astra certamente anda mais que um corolla at na estrada, esses astrinhas 2.0 eram os reis das BR.

        ''Mas sem dúvida vale muito mais a pena pagar 100 mil numa Captiva V6 do que numa CR-V ou SUV coreana pelada e com motor 2.0.'''

        pode ter certeza disso amigo!

  • Antonio De Julio

    Pelo preço, ítens de série, motor e câmbio e porta-malas, Captiva na cabeça! Nem acho ela tão "antiquada" assim

    Mas já que estamos falando de carros altos para encarar uma buraqueira, uma Duster, se tivesse um acabamento decente e um motor do Fluence, seria uma compra mais que perfeira pra mim.

  • ChalMust

    Nao iria com nenhuma destas 4.
    Pagaria R$ 75k lágrimas numa Suzuki Gran Vitara ….excelente C/B.
    Valeu.

    • Rodrigo

      Ótima escolha.

    • lachard

      Tai, esse sim é um SUV de verdade, longarinas sob monobloco, 4×4 permanente, bloqueio central e caixa reduzida. Motor podia ter uns 20 pocotós a mais mas se quiseres sair do asfalto, vai sem medo. Acabamento bom, excelente espaço interno, porta malas muito versátil e se tiver dificuldade de vender no futuro, fica com ele e prepara pra trilhas, vai se divertir a beça. O 4×2 tem tração traseira, faz diferença.

    • granrs78

      Ótimo carro, mais acho que ele é muito capado em relação aos seus concorrentes e o cambio automatico de apenas 4 marchas não ajuda muito. Acho que esse modelo só é válido para quem tem pretenções em fazer algum tipo de offroad, pois se for para andar no asfalto, existem opções melhores que o Gran Vitara.

  • Absinthe666

    Ja andei em uma freemont e nossa o carro tem um ótimo acabamento, interior todo em couro, segurança primordial com vários air-bags e eletrônica, espaço ótimo para todos, AC para todas as fileiras, só peca pela mecânica meio ultrapassada, mas ainda sim eu ficaria com ele sem dúvidas, o pai do meu colega que tem ela toda semana anda vários KM de estradas e o motor da conta do recado, poderia ser melhor, claro só falta mesmo um câmbio de 6 marchas e quem sabe um motor 2.0 turbo nela

    • Sias

      Um cambio melhor já seria muito bom. Tem informação sobre o consumo?

      • Absinthe666

        eu dei uma volta rápida meio escondido hehe não atentei para consumo
        mas considerando o motor e o peso deve ficar na média da concorrência 7~8km/l na cidade, dependendo de onde a pessoa morar

  • Bruno

    tenho um 3008 e o único problema do carro é a concessionária!!! Tem alguns sortudos no Brasil, que são atendidos por boas concessionárias, a questão é de sorte.

    • rgrau

      Eu sou bem atendido na Monet em Campo Gende/MS. Tem um perdido bem babaca, mas o resto é muito bom.

  • samuka

    Eu iria de Captiva, sempre gostei dela e nessa versão V6 deve ser muito boa.

  • JoaoPauloGT

    O Peugeot 3008 é melhor, o problema é na hora da revenda, geralmente os donos perdem metade do valor em 2 anos.
    Espero que isso mude no futuro próximo.

    • carrosempre

      Engraçado que o 3008 não chega ser pior que o Captiva. O Chevrolet é facilmente encontrado na faixa dos 45 – 60mil. O Peugeot 3008 fica nas faixa dos 70mil.

      • JoaoPauloGT

        Falo por experiência de um amigo, fui vender o 3008 com ele e as concessionárias ofereciam de 35-45mil no carro, ano 2010/2011.
        Não isento os outros do problema, mas, esses carros geralmente tem uma grande desvalorização mesmo.

      • Matheus B.

        A questão é que o 3008 foi lançado somente em 2011, e a captiva em 2008. Então as captivas que você encontra por 50-60 mil são 2008-2009 no máximo. As 2011 você não encontra por menos de 75-80 mil reais.

        • Matheus B.

          3008 Modelo 2011*

        • JoaoPauloGT

          Pois é, mas, depois de muito andar em concessionárias independentes, conseguimos vender por 59mil.
          Em todas as outras o valor oferecido foi abaixo de 50mil, o engraçado é que quando tem algum a venda na concessionária, está por mais de 60mil.

    • godsmackssa

      Esse negócio de perder metade do valor depende de quem é dono e vai vender o carro. Como resolver? Simples… Basta vender pelo preço que você considera justo. Quem faz o mercado somos nós. E não o governo com suas FIPEs…

    • rgrau

      Estou a procura desse 3008 por 45 mil!!!! O mais barato que eu encontro é 2010/2011 por R$ 64.000,00.
      Esse carro vende pouco porque a PUG só importa 250 por mês. Aqui tem fila de espera. O carro faz 9 km/l na cidade e não é flex.
      Loja não paga bem em nenhum carro…

      • JoaoPauloGT

        Claro, não falei do preço de venda das concessionárias e sim do que ofereceram pelo carro.
        Todos os que vi a venda estavam acima de 60mil.
        O máximo que pegamos nele foi 59mil em uma concessionária independente.

  • Marcelo

    eu compraria o fiat fremmont

  • fredcdb

    O Freemont é um carro mal resolvido. Muito grande para a cidade, e na estrada, em que seu espaço e conforto poderiam se destacar ele tem um desempenho pífio, não conseguindo acompanhar nem os populares com motor maior que 1.0…

    • Leandro

      Nunca dirigiu uma Freemont na estrada, pelo visto.

  • Luiz Victor

    Achei o comparativo muito pobre. O KIA não é um carro pobre por dentro. Muito pelo contrário. a CAPTIVA sim que é um carro pobre. A Freemont tem ótimo custo beneficio. O porta-malas caso queira apenas 5 lugares, fica gigante!
    O Motor 3008 é o melhor. As pessoas simplesmente tem um preconceito burro. É um motor BMW ora bolas.

    • carrosempre

      Você já entrou em um Sportage? Eu me decepcionei, não tem nenhum emborrachado (aumenta o nível de sofisticação), a Captiva tem um painel simples, mas bem acabado. Concordo com o leitor em relação ao acabamento dos veículos.

      • Pedro_Rocha

        Eu me decepcionei com um Cadenza, que não tinha central multimídia de fábrica!

    • Matheus B.

      A Kia cobra em torno de 90 mil reais num SUV com cambio manual, apenas airbag duplo, nem sequer freio a disco nas rodas traseiras tem, bancos de tecido de péssima qualidade, e cadê o controle de estabilidade, controle de tração, 6 airbags, ar condicionado automático, acionamento do motor e do ar condicionado à distância, cambio automático de 6 marchas, aquecimento nos bancos dianteiros, banco do motorista elétrico, apoios de cabeças ativos (evitam o efeito chicote), bancos de couro, sensor de pressão dos pneus, retrovisor eletrocrômico, espelhos externos com aquecimento, acabamento primoroso com detalhes cromados e materiais de boa qualidade. Isso TUDO é de SÉRIE na CAPTIVA! Uma sportage ou IX35 que não possuem metade desses itens numa versão mais "completinha" custam nada menos que algo em torno dos 110 mil reais! Para se ter noção, preço maior que de uma captiva V6 com 268 cv, com teto solar e tração 4×4, rodas e detalhes cromados, câmera de ré. A unica coisa que a Captiva Ecotec teria que ter para melhorar o visual externo era os para-choques na cor do carro, como ocorre com a V6. Mas isso é simples de resolver e não gasta muito. Diferentemente de uma sportage e ix35. E não pense que sou algum vendedor ou defensor da marca, apenas penso e analiso a realidade antes de sair espalhando boatos! Att

    • granrs78

      Vc já entrou em uma Captiva para falar isso? O painel dela é emborrachado junto com as laterais de portas, fora os bancos de couro que são muito bem feitos e são bem largos, padrão americano. Não concordo com vc não.

  • Matheus Souza

    Apesar da Captiva tar cansadinha prefiro ela….

  • yago_natan

    ''A verdade é que nunca um Fiat acima de 90 mil tenha vendido tão bem''. Não conheço nenhum outro Fiat acima de 90 mil, e o Freemont nem é um Fiat legítimo. Estou gostando muito dessas avaliações, espero que tenha mais.

    • carrosempre

      O Stilo Abarth partia de 93 e chegava a 123mil com todos os opcionais.

    • rgrau

      O Bravo completíssimo chega pertinho desse absurdo…

      • msouza91

        o BravoT-Jet completissimo chega a "apenas" 83 mil

        • rgrau

          Pertinho…

  • Marcelo

    Gosto do ASX, mas quando comparei com um carro da mesma marca, ficou difícil… Fui de Outlander. É grande mas bem mais leve que Freemont e Captiva (1540 kg), como deve mudar no modelo 2014 está com bons descontos e já vem bem equipada.
    E lembrem-se: ali embaixo é um Lancer! Como o teto de alumínio ajuda a baixar o centro de gravidade, oferece uma dirigibilidade próxima a um hatch médio (sai de um Bravo). O motor 2.0 é pouco para o porte do carro, mas o cambio CVT ajuda a conter o consumo na cidade e a não esgoelar os 160 pocotós na estrada. Pena a Mit ter tirado o 2.4 em favor do 2.0 – só aqui é assim, por causa do menor imposto.

  • Feu

    Sou muito feliz com a outlander 2.0… Ela pesa menos q a captiva e tem mto mais opcionais…fora q faco 8-9km/l sem qquer problema,

    • Marcelo

      8-9 km/l na cidade? Estou com o carro ha 1 mes e meio, consigo 7 km/l na cidade (meio transito, meio via expressa) e 10,5 km/l na estrada, mantendo um ritmo puxado (120 km/h) e com vários aclives (Dutra, Rio-SP). Meu Bravo fazia 7,5 e 12,5, respectivamente, mas tive um Punto antes com motor 1.8 GM que bebia quase igual ao Outlander… acho que estou no lucro.

    • granrs78

      O que a Outlander tem que a Captiva não tem para vc falar que ela tem mais itens que a Captiva? Fora o acabamento do Outlander que é todo em plástico, coisa que não combina com o valor do modelo.

  • canino_preto

    Kia Sportage…some o frete e a Kia cobra quase 100K num enorme carro popular. Entrei numa e o acabamento é podre. O consolo é que parece ser consenso que ela é muito bonita.

  • Tony

    Nessa faixa iria de Grand Vitara Limited edition.
    O câmbio é 4 marchas, mas você leva um SUV de verdade, com 4×4, reduzida, etc…
    Eu penso assim, se for pra comprar um veículo desses, compre logo o com tração completa.
    Caso contrário vá de sedan médio mesmo.

    • lachard

      OK, to nessa.

  • Dragoniten

    Algumas coisas que eu discordo nessa avaliação:

    Estilo – É algo muito pessoal, eu sinceramente acho a atual Sportage mais feia que a anterior, e nem de longe daria um 9,5 pra ela. Considero a Captiva, apesar de mais velha, ainda muito bonita, com certeza mais bonita que o Sportage atual. O 3008 ganhou "apenas" 8 pontos em estilo, mas acho ele lindo. Frente muito bem acertada, traseira também.

    Porta-malas – Desculpe-me autor Bruno Manoel, mas foi um erro absurda e gigantemente grotesco ter considerado a capacidade de porta-malas de apenas 145l, que obviamente o senhor tem bom senso de saber que essa é capacidade é menor que os 180l de porta-malas de um Fiat 500, e isso na verdade é com a terceira fila de bancos levantados. A Freemont tem 145l com 7 lugares, 580l com a terceira fileira rebatida, e bons 2300l com todos os bancos traseiros rebatidos.
    Foi algo que me tirou completamente a atenção do resto da comparação, porque isso é erro de amador que só lê as especificações técnicas de um carro, coisa que eu imagino que o senhor não seja.

    Abs.

    • Sias

      Isto é um problema pra quem tem um carro de 7 lugares. Pra que tantos lugares se não tem como levar a bagagem de todos? Acho que tem que colocar a capacidade do porta malas com a fileira no lugar e rebatida.

      • Dragoniten

        Bom, eu acho que não necessariamente porque o carro tem 7 lugares que o cara vai usar ele pra viajar com 7 pessoas dentro, mas concordo quem falta espaço. Só que como era uma COMPARAÇÃO, eles deviam colocar iguais alguns aspectos, como por exemplo, a litragem do porta-malas, que devia ser considerada com somente 5 lugares, caso contrário, dar algum ponto de vantagem adicional pelo fato da Freemont poder carregar 2 passageiros a mais.

        Um compacto popular tem 5 lugares, mas tem porta-malas pra no máximo 3, e geralmente a bagagem fica no banco central junto com os passageiros. Fiz uma viagem agora no carnaval com o Fiesta Street do meu irmão, e foi bem assim :|

        • Sias

          Por causa deste problema de espaço é que nunca tive vontade de ter um hatch, e muito menos um compacto. Eu até queria um de 7 lugares, não me importaria em andar com um reboque quando necessário.

          • Dragoniten

            Entendo… Eu não tenho "idade" ainda pra ser um sedã, rs, no sentido de que mal viajo pra lá e pra cá, uso o carro mais na cidade mesmo, e como estaciono muito no centro, o hatch se mostra mais prático :)

            Minha mãe tem um Fit, que considero um carro muito prático. Os bancos traseiros rebatem totalmente, deixando-os na mesma altura do porta-malas. Pra quando precisamos carregar muitas coisas pra lá e pra cá, é muito bom. E o porta-malas em si não é grande (360l) mas garante um bom espaço de bagagem.

  • Dr.Master

    SUV so a Captiva e a Sportage.
    Freemont e 3008 sao crossover.

    Captiva: compra racional, quem nao quer se incomodar.
    Sportage: Bonitinho que que incomoda, rede pessima.

    Freemont: so se for pra trocar pela Van e nao puder pagar pelo Jorney.
    3008: carro de Mae – 100% Mama-Movel.

    Se for pra comprar um SUV va de Evoque.
    Se for pra comprar Crossover va de X1

    • Rodrigo

      Todos são crossovers aí do comparativo, assim como o Evoque.

      Há uma breve explicação aqui: https://www.noticiasautomotivas.com.br/suv-ou-cros

      Abraços.

    • lachard

      Captiva e Sportage são crossovers também (RR Evoque ilclusive), nessa lista não tem nenhum SUV

  • Eddie

    Sou proprietário de um 3008 e avaliei todos estes carros. Discordo do autor quando afirma que a Captiva seria a "escolha racional para quem quer um pouco mais de espaço". O espaço para o passageiro traseiro da Captiva é não é bom – considero equivalente ao 3008. O porta mala é menor do que o 3008 – este dado de 821 L é irreal, assim como o dado do Sportage é irreal, abra o porta malas dos carros e confira. Captiva tem um interior muito feio, defasado, não compraria. Carro para quem quer mais espaço é a CRV ou Fremont. Para quem não precisa de tanto espaço é 3008 na cabeça. Design é uma questão pessoal.

  • Freaky_Boss

    Concordo com a avaliação.

    O 3008 é o melhor, principalmente pelo motor/câmbio e seu baixo peso, o que reflete em menor consumo e melhor dirigibilidade.

    A peugeot está acostumada com pós venda de público de 207, 206, etc. Vai ter que melhorar para conquistar a venda de carros caros (408, 3008, etc), mas o produto em si com esse motor 1.6 thp é fantástico.

    Quanto à ser "fora de estrada", nenhum dos 4 é. Quem quiser um SUV que aguenta forte o tranco na estrada de terra, compra uma hilux SW4.(e haja $$$)

    • Pedro_Rocha

      E se for para ser off-road pesado, que vá de Marruá.

    • zeuslinux

      Fora de estrada pesado mesmo (cheio de atoleiros, travessias de rios) nem SUV de verdade aguenta. Só jipes, e com aquele cabo na frente para tirar do atoleiro !

  • zeuslinux

    Eu acho que todos os SUVs com motores 2.0 à venda no Brasil estão com motores subdimensionados propositalmente por causa da diferença de imposto.

    São carros que foram projetados para rodar com motores 2.4 ou 2.5 4 cilindros e/ou motores V6 e são vendidos assim lá fora. A CR-V é um exemplo claro disso. Não comprara de jeito nenhum essa CR-V com motor 2.0, assim como não compraria os coreanos ix35 e Sportage, porque nos EUA são oferecidos também com motores 2.4:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Hyundai_Tucson#Engin

    Os impostos aqui inviabilizam essas SUVs de entrada com motores decentes e as exceções são a Captiva e a Freemont (e a Toyota RAV-4, que anda sumida e que tinha um preço absurdo mas deve voltar em breve bem melhor). A 3008 eu nem considero uma SUV pelo formato da carroceria. Está mais para uma perua grande com suspensão levantada, me desculpem. Pode até ser boa e moderna mas eu não a colocaria na mesma categoria dos outros carros que citei.

    • Sias

      Também não vejo um SUV no 3008.

    • Cristiano_RJ

      "Eu acho que todos os SUVs com motores 2.0 à venda no Brasil estão com motores subdimensionados propositalmente por causa da diferença de imposto. São carros que foram projetados para rodar com motores 2.4 ou 2.5 4 cilindros e/ou motores V6 e são vendidos assim lá fora."

      Cara, disse tudo! Aliás, fora a questão do PÉSSIMO custo-benefício que assola este segmento, muito em função de "estar na moda" aqui em nosso país, essa questão da motorização subdimensionada é um dos principais motivos de eu ainda não ter me interessado em me aventurar com uma dessas, apesar das insistentes investidas de minha esposa :o ). Uma das excessões é o Tiguan, que me atrai, mas não me anima quando vejo o preço após colocar uns opcionais "obrigatórios"…

      • Matheus B

        Também concordo, os modelos ix35 e sportage até podem ser bonitinhos, mas péssimos no custo-benefício. A tiguan é bonita, tem motor 2.0 turbo, mas começar em 110 mil é sacanagem né! Eu se fosse você experimentaria a Captiva V6 que tem 268 cv, cheia de equipamentos e ainda com câmera, teto solar e 4×4, por cerca de 100-105 mil, já que assim como eu você pensa que um SUV desse tamanho não pode ter motores fraquinhos, que acabam sendo beberrões e não respondem bem ao pedal.
        A captiva v6 2012 do meu amigo, para você ter noção, chega a fazer 6,5 km/l na cidade e 11 na estrada, sempre com o ar ligado. Para ele foi uma surpresa já que seu civic 1.8 flex 2008 fazia 7, no máximo 7,5. E a diferença da v6 na hora de acelerar é imensa, você cola o corpo no banco. Além disso, na cor branca e com teto solar como a dele ficou muito linda, até mais que os asiáticos, por ter personalidade própria e não parecida com vários outros carros. Basta colocar a central multimídia específica do modelo (com as mesmas cores originais do painel) e ser feliz, o resto é tudo de série. ;D

      • granrs78

        Vá de Captiva V6 que vc não vai se arrepender, e ainda custa o mesmo que modelos 4 cilindros com metade dos itens disponiveis no modelo da GM.

  • Pedro_Rocha

    Qualquer carro de mercado mais exclusivo (90K para cima) vai desvalorizar bem.

  • Danillo

    O Freemont é um belo carro, ótimo custo x benefício e tem um motor 2.4 de boa potencia e torque. Mas o que estraga tudo isso é o jurássico cambio de 4 marchas. Isso acaba com todo o brilho do carro. Se tivesse um cambio de 6 marchas bem escalonado, melhoraria a sua posição nesse comparativo.

  • angrymasterleaguenerd

    Quando a Fiat vai parar de tentar vender a Freemont como SUV?

  • Pedro_Lourenco

    O Sportage e Captiva são legítimos SUV´s? ai ai ai

    • Rodrigo

      Crossovers….

    • lachard

      Nessa faixa de preço (90K) só tem o Grand Vitara de SUV

  • Fungo

    Pessoal, sempre fui frequentador assíduo deste e de outros sites automotivos e hoje vim pedir uma força para vocês.

    Montei um site de vendas de suplementos alimentares, então quem puder entrar no site para conferir as promoções e curtir a página do facebook, ficarei muito agradecido.

    Site
    http://www.primesuplementos.com.br/

    Facebook
    https://www.facebook.com/PrimesuplementosBrasil?f

    Abraço

  • Rodrigo

    Só acho que houve um equívoco quanto a abordagem.
    Todos deste comparativo são crossovers em sua essência.
    https://www.noticiasautomotivas.com.br/suv-ou-cros

  • Ricardo

    Tenho uma Captiva 2.4 ano 2010 e não me arrependo da compra que fiz. Na época me falaram horrores do pós venda da GM e no meu caso aqui no Rio usei o serviço de 2 concessionárias na Barra da Tijuca e sempre fui muito bem atendido inclusive acompanhando a manutenção o tempo todo.
    Quanto ao carro não acho que já esteja com o aspecto cansado, pelo contrário ainda tem um design atual e um belo pacote de opcionais.
    Meu carro está com 40000 KM e o painel continua firme sem nenhum barulho daqueles que nos levam a loucura.
    Com certeza vou aguardar o lançamento de uma nova versão para fazer a troca do mesmo por um com o câmbio automático de 6 marchas, pois este ainda usa a versão de 4 marchas. Este seria o único senão mas que não compromete o conjunto.

    • zeuslinux

      O pessoal diz que está com visual "cansado" porque adora uma frescura cheia de luzinhas no painel. Aposto que se tivesse aquele LCD MyLink, que nem GPS tem, o pessoal ia achar o máximo. Se colocassem aquele painel de moto do Cobalt então ia ser um carro high tech.

      O pessoal acha que carro moderno tem que ter painel "Jaspion", tipo os da Hyundai e do novo Ecosport. Ter 6 ABS, bancos de couro e elétricos de série, controle de estabilidade, medidor de pressão nos pneus, câmbio AT de 6 marchas com controle manual (mesmo que seja na alavanca) e motor 2.4 com injeção direta ou V6 (enquanto os concorrentes têm motor 2.0 só para pagar menos imposto e lucrar mais) não conta quase nada para eles.

      • radiobrasilcombr

        Pros que reclamam que o Captiva não tem "telona lcd" no painel, por menos de 1500 é possivel comprar uma bela central multimídia.
        Agora… tente instalar um ESP e 6 airbags no Sportage rsss Nem em sonho!

    • radiobrasilcombr

      Tenho um Captiva 2.4 Ecotec 2010, com 36 mil km. Eu não tenho do que reclamar do mesmo. E recomendo. E um amigo que comprou após minha recomendação está "babando" pelo carro.

  • WolfpackVF1

    O melhor do seguimento é o Honda CR-V de longe. Uma pena a Honda não tê-lo para venda pela política de cotas de veículos importados do México. O Suzuki Vitara, assim como o Kia Sportage, Chevrolet Captiva, são os que apresentam os maiores indices de consumo segundo p INMETRO. Estão fora do jogo.

    • lachard

      dessa turma ai (incluindo o CRV) todos tem consumo ruim se comparados a sedans e SW de mesmo tamanho, não tem muita diferença entre eles não. Salvo as variações de peso do pé, ficam entre 6-8 na cidade e 9-11 na estrada, é o preço que se paga pelos 1500Kg.

      • rgrau

        O 3008 faz 9 na cidade e mais de 12 na estrada.

    • zeuslinux

      Melhor de muito longe mesmo, porque se você chegar perto e comparar de verdade, incluindo com test drive, só vai comprar se for fan boy da marca.

      A CR-V atual está muito cara, usa um motor subdimensionado (nos EUA usa motor 2.4, assim como a Toyota RAV4), o interior é super pelado nas duas versões mais baratas e a versão mais cara passa bem dos 100 mil (incluindo o ágio). Nos EUA pode ser uma boa compra mas no Brasil não é.

      • radiobrasilcombr

        Concordo.

  • WolfpackVF1

    A FIAT matou os Journey com Este Freemont. Imagine quem comprou o caro carro da Chrysler ser confundido com um proprietário da FIAT. É de chorar não? Só por isso não vale a pena nenhum e nem outro.

  • c061338

    Não dá para por o 3008 nesse comparativo. Esse carro no máximo se compara a um Sandero Stepway. Não tem nada de alto, nada de grande, nada de off road, é uma geladeira retrô com defeito.

    • Marcus

      Amigo, tenho um e posso afirmar que ele eh muito superior. Carrão, confortável, cheio de tecnologia e com um belo motor.
      Belíssima geladeira, que ocupa bem qualquer garagem e atende bem a uma família com duas crianças.

    • Cristiano_RJ

      Sandero Stepway? O 3008? É sério isso aí que você postou?:o

      • Sias

        Aí ele se puxou….demais….Não é um SUV, mas está anos luz de ser sequer semelhante ao Sandero.

        • c061338

          foi uma comparação romantica meu caro, mas serviu ao propósito inicial.

    • rgrau

      Com certeza nunca nem abriu a porta…

      • c061338

        já abri sim, precisei abrir algumas vezes para me conformar com a decepção. Enquanto pelo preço voce poderia comprar carros muito mais amplos e robustos, o 3008 te entrega um carro apertado, baixo, que de SUV tenha talvez só o preço. Desculpa se ouvir críticas do seu carro magoa, por isso há muito tempo eu não compro mais bibelôs.

    • godsmackssa

      ¿Por qué no te callas? By Juan Carlos

      • c061338

        e por que voce não vai praquele lugar

    • thiagoroots

      Tipica resposta de comprador de uno, gol, prisma e etc … por isso a peugeot nao emplaca no Brasil, consumidor brasileito entende muito pouco de carro !!!

      • c061338

        qual o seu carro amigo? ah, e voce entende muito de carro quando defende um peugeot, parabéns.. kkkk

        • thiagoroots

          206 amigo, nao né nenhum bmw , mas na categoria nao tem igual. E é o melhor que posso comprar no momento. Assim como o 3008 que na categoria é o melhor… Só pq é peugeot vc vai criticar …. nao gostar da marca é uma coisa , mas o carro e muito bem feito.

  • Arte

    Andei nos quatro tambem, e particularmente iria de Freemont…pelo seu espaço grande, bom acabamento, conforto, suspensao mais confortavel dos quatro, mais equipamentos de serie de todos.

  • Edson

    Esse tal de Bruno Manoel é muito estranho… Agora SEGURANÇA tem PESO 3??? Na avaliação entre Cruze/Civic/Corolla tinha peso 1… Eu se fosse ele revia a avalição dos Sedans e colocava Segurança com peso 3… aí o Cruze ia ganhar!!!

    Esse cara encaminha a avaliação para o carro que ele gosta!

  • Dirceu

    Mas um comparativo que no meu ponto de vista só mostra quão esses "comparadores" são despreparados para fazer este tipo de análise, primeiro pq fora o preço, são carros para pessoas diferentes com propostas diferentes, sim com uma interseção entre os usos, outo ponto que não vejo muito cabimento é a tal da "performace", não que isso não seja importante, mas para mim, neste tipo de segmento, carro familiar, este itém não é mais importante do que segurança e espaço, sem falar na possibiidade de 7 lugares, muitos dizem que isso não vale nada, mas para qeum tem crianças e amigos das crianças sabe que os 2 lugares a mais quebrão um galhão… pois bem, sei qeu o motor da Freemont poderia ser melhor, assim como o espaço do 3008 tb, como o consumo da Captiva e o acabamento da Sportage, acredito que cada um tem que ver o que realmente é prioridade em suas necessidades…

    • Matheus B

      Certamente o ponto essencial do segmento não é o desempenho, mas quem não quer um carro familiar que anda bem?!? Além disso, ter fôlego sobrando em ultrapassagens é um item muito importante para a segurança, assim como 6 airbags, controle de tração e estabilidade, abs, etc. Além de que assim não fica o medo de estar com o carro em 5 pessoas e com porta-malas cheio e ir ultrapassar em uma serra e simplesmente o carro não embalar. Normalmente esses SUVs de motores mais fracos acabam reduzindo as marchas e deixando o giro lá no alto para conseguir ganhar velocidade e com demora, e a economia vai por água abaixo. Por isso, para mim não há opção mais racional do que a Captiva V6, cheia de segurança e outros itens como 4×4 e teto-solar, além de possuir um motorzão (que acaba bebendo praticamente o mesmo que esse 2.0 e 2.4) que força bem menos e anda mais.
      Agora se precisasse de 7 lugares, a melhor opção com certeza é uma Veracruz. Há diversos modelos seminovos 2010-2011 com baixíssima km e em perfeito estado nessa faixa de 90-100 mil reais, e que ainda contam com garantia de fábrica, sendo o mesmo o modelo 0km . Possui 10 airbags, motor 3.8 de 270cv, espaço de sobra para 7 adultos com bancos reclináveis e ar condicionado individuais, teto-solar, além de ser linda e de um segmento bem superior e mais luxuoso.

      Obs: o consumo da Captiva não é tão alto assim quanto o povão diz por aí, por que muitos desses modelos 2.0 flex não chegam a fazer mais que 0.5km/l que uma captiva 2.4. Mas ainda assim minha preferência é pelo V6, que me impressionou ao fazer 6,5 km/l na cidade. Os 2.0 flex fazem em geral 7,5. Só que a diferença são de quase 100 cv.

  • Flavio peres

    O comparativo do porta-malas está errado, pois se rebater a terceira fileira de bancos da Freemont, o porta-malas dela vai a 580l então ela terminaria o comparativo em primeiro ou segundo.

  • rafaelvenom

    Interessante todo mundo reclamar, mas agora todo mundo é RICO… Pois:

    Caro 1.0 é uma porcaria para a maioria, mas quem nunca teve um que atire a primeira pedra (comprei um UNO MILLE 0km que fazia 12km/l, ñ era flex e eu não pisava;
    Estou lendo várias matérias sobre os SUV ou CROSSOVERS, e a grande MAIORIA se pudesse compraria sem pensar 2 vezes um captiva v6 3.6 https://www.noticiasautomotivas.com.br/novo-suzuki… ; https://www.noticiasautomotivas.com.br/no-andar-de… ;
    Ou então aquela velha história " eu compraria um SUV de verdade, 4×4 "- mas todo mundo esquece: carro 4×4 também tem o consumo MAIOR – mas na realidade, quantos realmente precisam de um 4×4? O 4×4 dá uma boa estabilidade na cidade com chuva, mas se você andar devagar, não há necessidade.

    Na boa, se aqui tivesse essa opção, e eu gostasse do fusion, compraria sem pensar 2 vezes o 1.0 ecoboost https://www.noticiasautomotivas.com.br/novo-fusion

    Uma lógica simples, clara e eficiente: motor com litragem maior consome mais, não tem história. Como o Éber mesmo postou, o hb20 1.6 possui um comportamento melhor – mas o consumo pior – que o ônix 1.4.

    Mas voltando ao Captiva: entre comprar um 2.4 ou v6 3.6, se eu pudesse compraria o 3008, afinal comportamento muito bom na cidade – torque em baixas rotações – e motor 1.6 – qual outro crossover automático faz a média de 8,8km/l inmetro na cidade?

    E outra coisa: se fosse o BMW X6 ou o futuro X4 TODOS iriam preferir, afinal é um BMW https://www.noticiasautomotivas.com.br/bmw-confirm… mas nenhum deles se parace com um SUV. Isso está parecendo preconceito da marca e a questão de "beleza".

    • Matheus B

      Cara, me desculpe mas nesse ponto tenho que discordar. Carro 1.0, por exemplo, pode consumir menos em determinadas situações e não sempre. Tinha o mesmo pensamento referente a isso, mas a algum tempo mudei de opinião. Isso ocorreu quando eu e minha família fomos para a praia a algum tempo, com meu polo sedan 1.6 a gasolina. Estavamos em 5, com mais o porta-malas cheio. Junto conosco viajava a família de meu cunhado, num siena 1.0 flex, e estavam em 4 e porta-malas cheio. O polo mesmo nessa situação era ágil, bastava pisar que levantava na hora (considero seu acerto mecânico perfeito, bom de dirigir). Tinha que quase sempre esperar pelo siena aparecer no retrovisor. Viajamos em torno de 600 km, na faixa de 90-130 km/h (quando não haviam caminhões atrapalhando), sempre com o ar ligado nos dois carros. Quando chegamos ao destino, um pediu para outro em relação ao consumo. O meu polo fez 14,9 km/l, o que suprendeu meu cunhado, dizendo que seu siena fez apenas 12,8 km/l (utilizando somente gasolina). Aí se resume a história de que motor menor se for usado mais arrochado sua economia vai por água a baixo, além de ser lento.
      Ele pode ser mais econômico com uma pessoa a bordo e vazio na cidade, mas basta forçar o motor que acaba gastando o mesmo.

      OBS: descarto o 3008 por que o carro não me agrada mesmo, parece uma minivan, carro mais para mulheres. Não tem aquele "ar" de camionete. Além disso, é menor, e suas vendas vão de mau a pior. Isso sem falar na manutenção e peças caríssimas da Peugeot, e a enorme desvalorização. Por esses e outros motivos não acho que apenas ele ser um pouquinho melhor no consumo vai ser um motivo para comprá-lo. Dessa forma pense: o que pode ser economia no posto de combustível, pode ser dor de cabeça e maior perda de dinheiro na hora de vendê-lo!

      • Sias

        O Polo é bem econômico mesmo. O meu fazia por volta de 15km/l andando entre 80~100km/h

  • Marciomaster

    3008 só tem bom motor, o carro é feio e o tamanho é de uma nova categoria, esta mais para o tamanho da meriva que da captiva. Mas o comparativo foi justo e bem feito.

    • carfanbra

      so tem bom motor, itens de seguranca, acabamento refinado, versatilidade, conforto ou seja TUDO.

      legal é ix35 e sportage com simples airbag duplo, nenhum mimo e painel de plastico tosco a la VW gol.

  • aguimar

    gente aqui no paraguay o santa fe mecanico 0 km custa 33 MIL DOLAR motor 2.2 turbo diesel…..aqui e a melor escolha no me ver

  • granrs78

    Antes de comprar a Captiva fui ver um 3008 usado, e acho que pelo menos no estado de Sp o 3008 dasvaloriza mais, pois fui ver um 3008 2011 na versão de entrada e estava sendo pedido 68 mil. Uma Captiva no mesmo ano vc acha no minímo por 74 mil. Isso sem contar que o preço do 3008 Okm é mais alto que a da Captiva.

    • Celso Fernandes

      Aí que está a vantagem. Comprar um 3008, ano 2011 ou 2012, é muito melhor que pagar os 91K. Em São Paulo você encontra o modelo entre 63 e 71K. Acho bem razoável pelo que o carro oferece. Vejam esta avaliação: http://www.youtube.com/watch?v=-S5-61p0

  • Ivan

    Não existe mais modelo da Sportage com freio a tambor, em todas as versões tem disco ventilado a frente e disco sólido atrás.

  • Henrique Passos godarth

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!! Nunca q um 3008 é melhor q freemont e q uma sportage. Um SUV serve tbm pra off road, e tbm tinham d ver qantos cv tm cada um dles. A sportage é mto rapida, tm 178 cv, eu ñ sei qantos do freemont mas é bm melhor q um 3008. O certo seria 1º- Sportage ou Captiva, 2°- Sportage ou capitiva, 3º -freemont e 4º o 3008.!!
    Esse site é manipulado, e não é verdade!!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend