Avaliações Honda Sedãs

No “precoce” Honda Civic 2014, motor 2.0 e câmbio de seis marchas na versão 1.8 são as novidades

novo-civic-2014-2-620x465 No “precoce” Honda Civic 2014, motor 2.0 e câmbio de seis marchas na versão 1.8 são as novidades

O Civic é a “cara” da Honda no Brasil, desde que a fabricante japonesa decidiu entrar no mercado brasileiro de automóveis. Além disso, o modelo sempre esteve posicionado como um dos sedãs médios de maior sucesso por aqui. Os bons números, no entanto, não bastam.



O carro precisa apresentar novidades constantemente para manter-se competitivo, principalmente com a crescente concorrência do segmento. Por isso, a marca decidiu aumentar a gama de motores do modelo e se apressou para já lançar a linha 2014, com a introdução de um motor 2.0 e a atualização da versão 1.8, que passa a contar com câmbio manual de seis velocidades.

Por fora, o Civic não apresenta novidades. Há novos faróis de neblina, mas disponíveis apenas nas versões LXR e EXR. A diferença está mesmo sob o capô. O motor 2.0, capaz de gerar 155 cv, também é exclusivo das variantes intermediária e topo. Em ambas, a transmissão é uma automática de cinco velocidades. Outra mudança sutil é a ausência do subtanque de combustível do motor, que era usado para partidas a frio.

novo-civic-2014-1-620x437 No “precoce” Honda Civic 2014, motor 2.0 e câmbio de seis marchas na versão 1.8 são as novidades

A fabricante introduziu um sistema que dispensa a necessidade do tanque extra. O mecanismo, chamado pelo marketing da empresa de Flex One, é acionado pelo botão que destrava as portas e aquece previamente o combustível através de um conjunto de resistências.

Na versão de entrada, LXS, que mantém o motor 1.8, o velho “tanquinho” da partida a frio continua. Nesta configuração, porém, a transmissão manual de seis velocidades garante, segundo a fabricante, maior economia de combustível. De acordo com os engenheiros da Honda, as relações da quarta e da quinta marchas foram encurtadas. A sexta cumpre o papel de manter o sedã em velocidade de cruzeiro, o que permite que o Civic rode com o giro mais baixo. O propulsor entrega ao sedã 140 cv de potência às 6.500 rpm.

O interior do Civic 2014 é praticamente o mesmo da versão anterior. Na de entrada, a única novidade é o forro na tampa do porta-malas. Todas as opções contam com o botão Econ, que programa o carro para uma condução mais econômica. O sistema Bluetooth também está disponível desde a versão de entrada, assim como os comandos no volante para a central inteligente i-Mid, que inclui o sistema de entretenimento e o computador de bordo.

novo-civic-2014-3-620x441 No “precoce” Honda Civic 2014, motor 2.0 e câmbio de seis marchas na versão 1.8 são as novidades

Nas LXR e EXR, há também borboletas para troca manual de marchas. No que diz respeito à segurança, todas as versões do sedã contam com airbags frontais – na topo há também a bolsa lateral –, freios a disco nas quatro rodas, ABS e EBD.

Não é difícil entender o objetivo da Honda com a renovação da oferta. Os principais rivais – Toyota Corolla, que lidera as vendas entre os sedãs médios, e Chevrolet Cruze, o terceiro colocado – já contam com motores 2.0. No entanto, o Civic 2014 é o mais potente entre os rivais.

Perde apenas para as versões esportivas. Embora a marca japonesa jure que a intenção é reduzir o consumo, a movimentação da concorrência mostra que o sedã da Honda precisa mostrar serviço para continuar entre os “best sellers”.

novo-civic-2014-4-620x421 No “precoce” Honda Civic 2014, motor 2.0 e câmbio de seis marchas na versão 1.8 são as novidades

Primeiras impressões – Sob medida

Campinas/São Paulo – Ao chegar perto do Honda Civic 2014 é difícil se desfazer da certeza de que nada mudou. O design é absolutamente o mesmo. A impressão de estar diante de um carro conhecido é inevitável. No entanto, há o lado positivo.

O conforto continua o mesmo. O sedã tem bastante espaço para o motorista e o passageiro. No banco traseiro também não há apertos. Logo ajusta-se o volante – em altura e profundidade –, gira-se a chave e o Civic apresenta sua boa dirigibilidade.

novo-civic-2014-5-620x458 No “precoce” Honda Civic 2014, motor 2.0 e câmbio de seis marchas na versão 1.8 são as novidades

O motor 2.0 move o carro com boa desenvoltura. O Civic não demora para ganhar agilidade. Antes dos 2.500 giros, boa dose de força já está disponível. O problema está nas respostas da transmissão automática, que não são das mais rápidas.

Além disso, deixa o carro um pouco “bobo” nas trocas. Mas as borboletas atrás do volante permitem que as mudanças de marchas fiquem mais intensas, o que deixa o sedã um pouco mais animado. E, se por acaso, no auge da “animação”, for preciso frear repentinamente, o ABS e o EBD entram em ação e não há desvios na trajetória.

A Honda também fez um bom trabalho no acabamento interno do Civic 2014. Os couros usados nos assentos aparentam boa qualidade e deixam a vida a bordo mais confortável. Também há porta-objetos espaçosos no console central e nas portas.

novo-civic-2014-6-620x465 No “precoce” Honda Civic 2014, motor 2.0 e câmbio de seis marchas na versão 1.8 são as novidades

As partes acabadas em plástico apresentam boa textura e agradam aos olhos. De dentro do sedã ouve-se pouco do barulho externo. O isolamento acústico é eficiente e o ruído do motor invade o habitáculo apenas em tocadas mais agressivas, após os 4.500 giros.

A versão 1.8 também recebeu novidades mecânicas. E, mesmo com 15 cv a menos, o sedã mostra-se mais “esperto” que o 2.0 em algumas situações, principalmente nas saídas mais rápidas, devido ao câmbio com relações mais curtas. Na sexta marcha, o carro roda com maior suavidade, o que proporciona mais conforto ao motorista.

novo-civic-2014-7-620x465 No “precoce” Honda Civic 2014, motor 2.0 e câmbio de seis marchas na versão 1.8 são as novidades

 

novo-civic-2014-8-620x465 No “precoce” Honda Civic 2014, motor 2.0 e câmbio de seis marchas na versão 1.8 são as novidades

Ficha Técnica – Honda Civic 2014 LXR 2.0

Motor: Etanol e gasolina, dianteiro, transversal, 1.997 cm³, quatro cilindros em linha, comando simples no cabeçote, quatro válvulas por cilindro e comando variável de válvulas. Injeção multiponto sequencial.

Transmissão: Câmbio automático com cinco velocidades à frente e uma a ré. Tração dianteira.

Potência máxima: 155 cv e 150 cv a 6.500 mil rpm.

Torque máximo: 19,5 kgfm a 4.800 e 19,3 kgfm a 4.700 rpm.

Diâmetro e curso: 81 mm X 96,9 mm. Taxa de compressão: 10,6:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson. Traseira independente do tipo multilink. Oferece controle eletrônico de estabilidade na versão EXS.

Pneus: 205/55 R16.

Freios: Discos ventilados na frente e atrás. Oferece ABS com EBD.

Carroceria: Sedã em monobloco com quarto portas e cinco lugares. Com 4,52 metros de comprimento, 1,75 m de largura, 1,45 m de altura e 2,67 m de distância entre-eixos. Tem airbags frontais de série.

Peso: 1.230 kg.

Capacidade do porta-malas: 449 litros.

Tanque de combustível: 57 litros.

Produção: Sumaré, São Paulo.

Lançamento: 2013.

Itens de série: Câmara de ré, ar-condicionado digital, banco do motorista com regulagem de altura, sistema de entretenimento com tela de 5 polegadas, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, cruise control, bancos em couro, rádio/CD/MP3 com quatro alto-falantes, trio elétrico, airbags frontais e ABS com EBD.

Preço: R$ 74.290.

Por Auto Press

5.0

  • yuri calmon

    Será o novo líder da categoria !!!!!B)

    • alexhmoraes

      Duvido, todo ano o Corolla é líder!

      • comminga

        Com certeza, ainda mais com o novo que vem por ai.

    • Geanmatheus

      Pode ser que sim, mas Temos também que levar em consideração Mit Lancer com seu motor de 160 cv e Jetta TSI de 200 cv (mais caro).

    • granrs78

      Dificil, hein?!

    • dudupruvinelli

      Enlouqueceu…

    • PONCIO PILATOS

      engraçado, tem mais cv e menos torque que o vovorolla?

    • gui_wd

      Para isso apelaram para aquele 2.0 em negrito vermelho com letreiros de Monza 90 em um carro moderno? Que parece uma tatuagem na bunda do carro?
      E como será o modelo novo que ouvi na prórpia CC da honda seria lançado em março, Civic 2015?

      • Carlos_brown

        Pensei a mesma coisa do letreiro 2.0, só que anos 80 mesmo.

    • fabio_augusto

      Pode até ser líder, mas a alegria da Honda vai durar pouco. Mais ou menos daqui um ano a Toyota vai lançar o novo Corolla Furia…

  • rcm88

    Só 155 cv? Quanto será que faz de 0-100 km/h?

    Pensei que teria desempenho parecido com o SI…

    • Armstrong

      Nunca!

      O SI 2.0 16v antigo tem 192cv e 19.2kgfm de torque.

      O Novo SI (que tem previsão de chegada ao Brasil em 2014, segundo outro blog), tem 2.4 16v com 201cv e 23,5kgfm.

    • danieldourado_2

      Ta louco? O motor do SI é muito forte pra categoria que o Civic concorre.

      • andy_irons

        claro que não é um motor ruim, mas não achei tão forte não. Desse jeito o SI não será tão ágil como o 208 gti, com 28kgfm e 200cv , num carro muito mais leve e barato e motor 1.6 turbo mais econômico.

        • danieldourado_2

          Não achou tão forte? Pra mim ele é extremamente forte… Lembre-se que não é turbo, você tem que andar com ele em altas rotações… E Q Q o 208 GTI tem a ver com o Civic, ou a categoria do Civic?

          • andy_irons

            com 2.0 o tsi tira 200 cavalos e acho que 28kgfm de torque. lancer evo com 2.0 tira 295cv e 37kgfm de torque… e o ponto que eu comentei pois achei o principal, 208 popular, categoria inferior e consegue andar mais, na vdd os motores turbos de menos cilindradas tem melhor aproveitamento do que um motor 2.4, ae você fala que acha esse motor muito forte, ok, essa é a sua opinião, a minha é outra. abraço

            • rsc_dhc

              naum compare motores turbos com aspirados…qual vc acha mais facil de gerar..200cv num 2.0 com sobrealimentacaum..ou num 2.4 sem nada???…e a questao do SI tmb naum eh soh andar…carro esportivo naum eh feito de retas….procure saber o q q um Typer R de "apenas" 230cv faz numa pista!!!

              • andy_irons

                Esquece a questão turbo e aspirada. O cliente vai querer mais potência com menor consumo e preço, pelo menos os mais espertos. a tendencia agora é downsizing. até os populares no futuro vão ser 3 cilindros com injeção direta e turbo, anota ae. Não to falando que você não pode ser feliz com seu marea 2.4 ou seu civic moderno, esportivo top de linha e caro com motor 2.4, vendo o 1.6 crescer no retrovisor.

                • rsc_dhc

                  bom se eskecer essa questao nao tem discussao….sobrealimentacao…ta no nome…eh OBVIO q vc extrai mais potencia…mesma coisa cara q toma bomba pra malhar..nao sem compara ao q nao toma!!…..4cil aspro sempre vai perde de 4cil turbo, supercharger ou nitro….assim com os V6…V8 Bitrubos e por ai vai…naum existe carro aspirado com a anda mais q um turbo (obvio comparando carros ou motores de mesmo parametro!!)

                  • andy_irons

                    Todo carro tem potência e força, independente de ser turbo ou aspirado. Eu nunca disse: "Esse motor é turbo é bom ou esse motor é aspirado é fraco." o que eu disse, "não achei tão forte" exatamente pq seus concorrentes tem motores mais fortes e potentes (independente da questão turbo e aspirada). Olhe o comentário do colega que começou a questão, e tenta associar ao que estou dizendo: "Ta louco? O motor do SI é muito forte pra categoria que o Civic concorre." (concorrêntes da categoria, nacionais e internacionais: Jetta TSI, 308 GTI, Impreza STI, Lancer EVO, Focus ST)

                    • rsc_dhc

                      sim..eu entendi o q vc quis dizer…mas q EU quis dizer…eh q 200cv num 4cil aspro..naum eh poco naum!!…Obvio…da pra se conseguir mais…sim..a Rev It Up nesse bloco 2.4 tiro 390cv sem sobrealimentacao!!…mas carro original naum tem….agora…mais esportividade pelo mesmo preco…com certeza…soh q dai sobrealimentado..como todos os exemplos q vc citou!…q fique registrado aki q naum so fan de Honda…mas sim fan desse motor..na verdade do K20….por exemplo..jah dirigir o TSI e o SI…e diversao e esportividade mesmo…o SI eh bem mais legal!!!

                    • andy_irons

                      ok, entendo seu ponto de vista também.

  • AndredeAzambuja

    Eu sou apaixonado por esse painel do Civic. É uma pena o carro ser tão safado em termos de equipamentos pelo preço…

    • thiagolamim

      Sempre esquecem do esp..
      Bluetooth..
      triste.

      • Edson Roberto

        Air bag de cortina….

        • cavevolution

          esqueceram isso mesmo…

        • Pedro_Rocha

          Se" esqueceram" até da forração do porta-malas… =D

    • codmanBR

      Onde está o ar digital dual zone, rodas aro 17", controle de tração, contro de estabilidade, GPS, 6 airbags(sendo 2 tipo cortina). Estou falando da versão LXR de 74.000,00, os concorrentes neste preço oferecem estes itens.

  • Arthur_SS

    "Não é difícil entender o objetivo da Honda com a renovação da oferta. Os principais rivais – Toyota Corolla, que lidera as vendas entre os sedãs médios, e Chevrolet Cruze, o terceiro colocado – já contam com motores 2.0. "

    Até onde eu sei o Cruze é só 1.8 não é?

    • zeuslinux

      Sim, só o Corolla tem motor 2.0. O Cruze não, com certeza.

    • anderson_sp

      Sim, se fosse referente somente ao Corolla sim, mas o Cruze usa o 1.8 Ecotec, precisa ser revisto o trecho.

    • bedotRJ

      Por sinal, o Cruze é agora o único que tem APENAS a opção 1.8. Todos os demais, Corolla, Civic, Jetta, Fluence, Pallas, 408 e Sentra, começam com 2.0 ou oferecem a opção.

      • fkas

        O elantra também. Só sobrou mesmo o Cruze.

        • Gustavo73

          O Elantra ainda é 1.8, prometeram um modelo com 2.0 flex igual ao IX35 mais ainda não chegou

          • Eugenio C.

            E ainda houve 7 leitores que curtiram a afirmação de que o Elantra é 2.0…

      • granrs78

        O Novo Sentra terá motor 1.8 e não mais o 2.0 do atual.

        • Filipe_GTS

          Li por aí que terá os dois!

      • vfreire85

        a chevrolet poderia oferecer o ecotec 1.6 turbo, que já existe em alguns mercados e desenvolve 180 cv.

        • ahsoliveira

          ela queria oferecer o Ecotec 1.4 Turbo, praticamente a mesma potencia desse 1.8, só que o torque é entregue mais sedo e é mais econômico, MAS ela fez pesquisa popular para os consumidores que mais entendem de carro no mundo ai eles optarem pelo 1.8!

          • MecanicoDigital

            Na verdade, na pesquisa os consumidores preferiam o 2.0 Flexpower, mas como a GM não tinha interesse em continuar oferecendo este motor, acabou escolhendo a segunda opção mais bem cotada.

            • ahsoliveira

              não a pesquisa que na época eu respondi! eles mandaram para o meu e-mail alguns meses antes do Cruze começar a ser vendido aqui!

    • Vitão

      Pois eh, eu tbm fiquei na dúvida sobre o Cruze, tanto eh q até pesquisei novamente no site da Chevrolet….. E realmente eh 1.8 Ecotec…..

      Essa Auto Press vou te falar……

  • comminga

    Caro d+++++ nossa!

  • _Adriano__

    Fala serio 74 k num civic? civic 2009 hj nao custa 40 mil, desculpa ai mas se for pra pegar pego o antigo que tbm é mais bonito.

    daqui 2 anos ele custara 100 mil desse jeito, aff

    • Arthur_SS

      verdade…tava olhando um punto t jet 2010….quando vou ver, achei até alguns civic 2010 pelo mesmo preço…faixa dos 40 a 42 mil..

    • MecanicoDigital

      Sem contar que é um carro super apertado para os passageiros de trás. Faz uns 15 dias eu peguei um Civic taxi lá em Aracaju, e achei percurso meio desconfortável e apertado.
      O que conta como ponto positivo é o baixo nível de ruído a bordo, o acabamento que, se é simples, pelo menos é bem montado, e só. Tentei lembrar de mais alguma coisa, mas foram estes os pontos que mais me chamaram a atenção.

  • MarcosObs

    Sempre falava sobre motor fraco no civic. Todo mundo vinha com história de tendência, downsizing etc e tals. Quero ver o que vão dizer agora que a própria Honda colocou o dois zero. Mas concordo, priorizaram demais o conforto e suavidade, ainda falta "pegada" aos Civics comuns, saudades do Si. E quanto ao preço ? Dizer que está caro (em se tratando de Honda no Brasil) é chover no molhado. Lembrar que já tivemos V6 com 8 AB / LEDs/ xenon / Infinity / couro e madeira naturais – com o perdão dos ecologistas, cortina solar, teto etc etc vendido por este preço até meados de 2011 no caso do Azera.

    • thales_sr

      O motor 1.8 do Civic não era fraco… Só com giro baixo que o motor é um pouco sonolento, mas com câmbio automático essa deficiência é amenizada pelo câmbio. Achei desnecessário esse motor maior, tanto no Civic quanto no Corolla.

    • rafaleal007

      Amigo eu não sei oque vão dizer mas oque não precisa ser dito para a honda resolver é um carro deste valor ter apenas 2 AIRBAGS em um carro de 74 mil reais, é uma vergonha pelo menos o corolla tem 4 airbags desde a versão intermediaria.

      • Gustavo73

        Não que seja grande vantagem, Cruze e Jetta tb tem 4 airbags desde a versão de entrada e o Fluence tem 6…

  • bedotRJ

    Um grande carro, sem sombra de dúvida. Pena que seu preço seja ainda maior.

    Quem realmente entende e gosta de carros, dificilmente compraria um Civic LXR podendo levar um 408 THP pelo mesmo preço.

    • MM_

      Quem realmente conhece o pós vendas da Peugeot, levaria qualquer coisa menos o 408 THP, goste e entenda de carros ou não.

      Eu sou um deles.

      • alexhmoraes

        Concordo…. Comprar Peugeot é tudo lindo, quando as merdas das máquinas de vidro param de funcionar na chuva e voce chega na CSS ai sim quero ver se era tudo lindo…. Peugeot…. nunca maissssssssssssssssssssssssssssss

      • bedotRJ

        É como eu falei: quem entende e gosta de carros não costuma dar ao pós-venda o maior dos pesos em uma avaliação de compra. Verá outras coisas como desempenho, conforto, tecnologia, prazer ao dirigir etc. Mesmo porque qualquer carro novo, em condições normais, só vai visitar a concessionária uma vez por ano, prá fazer a revisão. No resto do ano, no dia-a-dia, o carro estará no uso. É nessa condição que o 408 THP me parece um carro mais esmerado e tecnológico do que o Civic LXR.

        Sinceramente, prá ter o que o Civic LXR oferece e até um pouco mais, basta levar um Fluence Dynamique com câmbio CVT por R$ 15mil a menos. O Civic não tem absolutamente nenhum diferencial que justifique essa diferença de preço.

        • granrs78

          Nossa, quanto que vc roda com o seu carro, pois acho que pelo menos umas duas vezes ou mais , as pessoas vão fazer as revisões programadas dos seus carros, pelo menos quando eles estão na garantia.

          • bedotRJ

            Eu rodo pouquinho, meu carro tá com 31 mil km rodados, vai completar 5 anos comigo em fevereiro. No meu cálculo, imaginei uma média de 12 mil km por ano, o que daria 3 visitas à concessionária no período de garantia do carro.

            Veja bem, eu não tô comparando Honda com Peugeot nem os respectivos pós-vendas. Eu tô comparando dois carros que têm preços similares, o Civic LXR, um modelo comum da linha Civic, e o 408 THP, o modelo top da Peugeot, com motor turbo esportivo e diversos equipamentos interessantes. Me parece que já há no preço do Civic em senhor valor embutido em função da fama de confiabilidade que a marca carrega. Como eu não confio tão mais assim na marca e não parto do pressuposto de que um carro novo dará problema, enxergo o conjunto do 408 como superior. E creio que a maioria das pessoas que realmente gosta de carros entenderia da mesma forma (quando falo dessa maioria, obviamente não estou considerando-a como sendo a maioria de pessoas que compra carros – esta claramente prefere ficar com o Honda).

            • granrs78

              Eu tbm pegaria um 408 THP ao invés do Civic, sem sombra de dúvidas, mesmo tendo que cair nas concessionarias Peugeot, que ao meu ver a única vantagem do Civic perante o 408 THP é sua concessionaria mais bem preparada.

            • Edson Roberto

              No meu caso, eu acho que dá para se avaliar outros diversos modelos no lugar do CIvic.

              Para quem quiser não pagar R$70000 no CIvic, há Fluence, Civic, 408, entre alguns outros. Quando se começa a falar em faixas acima desse mesmo valor, começamos a ver os modelos de topo dessas marcas o que dificulta ainda mais entender e querer o CIvic. Eu não compraria.

              Quem não quiser optar pela Peugeot, pode ter Cruze, Jetta, Fluence… todos mais completos que o Civic. É impressionante como a marca é resistente (assim como a PSA) em manter esse cambio no modelo. Está na hora de mudar e esse pesosal está dormindo no ponto. Pelo menos para mim, não acho que a mudança de motor seja o melhor dos mundos. E já havia dito antes, deveriam ter deixado a versão 1.8 LXL de entrada ou abaixo da LXR 2.0. Matar essa versão é burrice, como a propria Toyota fez com o XEi 1.8 que era o mais procurado dos modelos.

              • Pedro_Rocha

                Tenho Corolla (GLI) e sou membro do Corolla Clube; o pessoal que comprou com motor 2.0 percebeu um nítido aumento no consumo, sendo que no desempenho nem tanto.

                Lembro-me que isso também acontecia com as Saveiros 1.6 e 1.8, estas últimas eram discriminadas (e desapareceram do mercado) por beberem mais e renderem quase a mesma coisa que as de motor menor.

            • Leandro1978

              Bem, eu gosto de carros e ficaria com o Civic…rs… Embora, pelo preço cobrado, procuraria um Jetta TSI usado. Dois diferenciais do Civic em relação ao THP: câmera de ré e suspensão traseira multilink (de torção no 408). Mas deixo claro que isso não seria significativo numa opção por um ou outro, até porque ficaria com um terceiro.

              E acho que não tem essa de que, "quem gosta de carro" optaria por um ou outro. As pessoas devem optar pelos modelos que melhor lhe agradem e que cumpram as suas necessidades. Como diz o colega Thales_sr aqui mesmo, nenhum estaria errado em sua escolha.

              • Gustavo73

                Verdade, mas não se esqueça que o THP tem Xenon, e mais 2 airbags frente o Civic…

                • granrs78

                  O 408 tem 4 air bags a mais que o Civic, rodas 17, controle de tração e estabilidade, retrovisores rebatidos eletricamente, teto solar e se eu for colocar tudo o que o 408 THP tem a mais que o Civic ficaria aqui até amanhã, rsrs.

                  • Gustavo73

                    Estava comparando o THP com o EXS…rsrsrs e não carros do mesmo valor…kkkk

                    • granrs78

                      Aí piorou mais ainda para o Civic, pois comparar com o modelo EXS ele ainda fica devendo em equipamentos e o preço aumenta mais ainda.

                    • Gustavo73

                      Exato. Oque me faz questionar se esta diferença de preço e menos equipamentos realmente vale a pena frente um talvez maior valor de revenda( que não sei se se mantem a diferença proporcional de valores) e se não já não valeria a pena. E ao provável mas não certo melhor atendimento nas css

        • MM_

          Eu adoro carros, mas me recuso a comprar (outro) carro de uma marca que as concessionárias da maior cidade do país não aceitam carros em suas respectivas oficinas por estarem lotadas.

          Qualquer Peugeot tem custo benefício melhor do que qualquer Honda pq vc tem o valor referente ao pós vendas ruim descontado do valor do carro.

          • Armstrong

            De acordo. Carro frances, por definição (Aqui no Brasil), é mais barato que os outros, sejam alemães ou japoneses.

            Eles ainda precisam conquistar mercado e confiança do consumidor para se popularizar, coisa que os japoneses fizeram no passado (e continuam fazendo lá fora).

            Não é a toa que os franceses tem um CxB melhor. E mesmo assim vendem menos. Isso só demonstra que o brasileiro ainda não confia totalmente na marca e ainda valoriza os atributos dos outros (como pós-venda, confiabilidade, durabilidade, mesmo que não seja totalmente verídico).

  • O_Corsario

    Ué, não iam mudar a traseira com aquelas lanternas tosquinhas?
    De resto, será que a diferença do 1.8 pro 2.0 é tanta assim para justificar uma outra versão?

    • granrs78

      Provavelmente o face lift que o modelo americano recebeu para esse ano, o vendido no Brasil terá no ano que vem como modelo 2015.

      • Jymonotaka

        E se for o caso que o granrs falou, não vale a pena comprar esse modelo, pois ele é visto como mais feio que o anterior e já vai sair de linha.

      • dorovanius

        Também acho que vão fazer isso, pois terão que ter algo para fazer quando chegar o novo Corolla 2014/15.

    • Leandro1978

      Não são lanternas, são simples adereços que aumentam o preço do conserto em caso de colisão.

      Olha, pela diferença de preços, acho que a LXL 1.8 poderia ter sido mantida, com uma redução dos valores da LXS, mantendo 4 versões, mais ou menos como a Toyota faz com o Corolla.

      • Pedro_Rocha

        Dizem as más línguas que a vergonhosa versão XLI vai ser extinta em 2014. Vamos ver.

  • AugustoSeide

    Podem falar que esse carro pouco mudou, mas, junto com o Chevy Cruze, ele é um dos sedãs médios mais belos.

    • Leandro1978

      Os três mais, em termos de design: Civic, Jetta e Cruze.

      • AugustoSeide

        Verdade, o Jetta tbém integra essa equipe.

        Nosso mercado de sedãs médios está bem servido, com modelos modernos e bonitos. Mas quando se fala de hachts médios, a história muda, os modelos estão – em sua maioria – defasados. Uma injustiça com os que preferem ou só podem pagar por um hacht.

  • willyaugusto

    Agora o problema desse civic é saber quanto tempo ele ainda vai ficar no mercado, porque o americano já foi revisto. Aposto que logo em janeiro 2014 vão lançar um 2015 também pra poder fazer a renovação visual, ou então um "2014/2014-2"

    • dorovanius

      Terão que ter algo para fazer quando chegar o novo Corolla 2014/15.

    • Leandro1978

      Acho que aqui ele fica mais tempo, acredito que seja como na versão anterior e fique até 2015 sem mudanças, quando então receba o facelift de meia vida. Se não me engano, o Civic americano era bem mais simples que o nosso (faróis dianteiros mono-parábolas, entre outros), inclusive no acabamento, daí as críticas, embora vendesse bem.

  • erickluuh

    Ai o Reestilizado chega ano que vem como 2016 U_U

    • msbiel13

      2015 não ??

      • ahsoliveira

        do jeito que as coisas vão…

      • erickluuh

        Depende, 01/13 já é considerado 2014, se lançarem no segundo semestre já vem 2015 logo, rs

  • Fluence nele !

    • Armstrong

      pqp. de novo essa p0rr@.

      Chavões dos comentaristas que já caiu nas gargalhadas no mundo real: "Fluence neles!", "Sentra neles!", "500 neles!".

      Antigamente era "Azera neles!", "Fiesta rocam neles!", e por aí vai. Até já ví "RAM neles!" kkk

      • Leandro1978

        Agora, pergunta se esses caras possuem Flunece, Sentra, etc…rs…

        • Nao leandro nao possuo um Fluence nem sentra, tenho uma Tucson e um Clio,so digo ''Fluence nele'' pois na MINHA opinião é umcarro melhor que o Civic e armstrong pelo oque eu saiba nao desrespeitei ninguem, então eu posto oque eu quiser :)

          • Leandro1978

            Ué, então por que "Fluence nele"? O Tucson não tem preços próximos?

            • Leandro, Tucson nao é da categoria do Civic, Civic é um sedan médio, Tucson é um SUV, comparar os dois nao tem lógica :)

              • Leandro1978

                Então, o engraçado é que não é raro ter uma avaliação ou alguém falar que comprou determinado carro, que as pessoas vêm falar que "o melhor" é "este" ou "aquele", sem, necessariamente, serem da mesma categoria. Na avaliação que um colega fez da sua Idea, teve gente falando que o melhor seria um hatch médio ou sedan…

  • Marciomaster

    Curioso, 1.8 mecanico 6 marchas andando mais que o 2.0 automatico de 5, sendo 1.8 mais prazeroso ao dirigir, mais economico e ambos com a traseira feia.

  • Armando_Perez

    Gente que palhaçada é essa?
    EM JANEIRO DE 2013 já lançam 2014?
    tá certo que a justificativa dela é manter atualizado perante a concorrência.. mas porque não lançou no final do ano passado?
    Claro a Lei deixa lançar já em janeiro né.. ela não vai ser burra..
    quando é que vai ter algum deputado ou senador que crie vergonha na cara e altere essa legislação?
    Para mim que compra só semi-novos é uma boa.. mas por favor né..

    • thiagolamim

      Dizem que existe um projeto de lei que só deixa lanchar 4 meses antes do proximo ano…
      duvido que vai sair do papel.

    • dorovanius

      No Brasil, Lei é uma coisa e uma Lei ser cumprida é outra coisa completamente diferente.

      • Pedro_Rocha

        Infelizmente, vimos isso na prática na tragédia ocorrida em Santa Maria/RS.

    • Cruz

      Ia comentar isso… palhaçada pura.

      Era pra acabar com essa pilantragem engana-trouxa de "modelo ano-seguinte"… é ano 2013 e pronto!

  • rvieria

    Olha, pelo menos, PELO MENOS, tomaram vergonha na cara e colocaram um Bluetooth em todas as versões… É um daqueles itens que, depois dos 55 mil (em termos brasileiros de mercado) é injustificável o carro NÃO ter.

    • granrs78

      Para mim o injustificavel ao meu ver em um carro de mais de 65 mil é ter somente 2 air bags e ter o controle de tração e estabilidade somente no modelo de 80 mil reais. Acho um tremendo tapa na cara dos consumidores brasileiros que pagam uma fábula em um modelo de entrada nos EUA e ainda assim o modelo vendido por aqui vem bem capado perante a concorrencia.

  • jeff_klein

    A Honda faz os brasileiros de trouxas. Cadê as melhorias feitas no modelo americano? Cadê a traseira menos feia e a melhoria nos materiais do interior?
    Pouco carro para muito dinheiro, infelizmente vai vender bem e nenhuma melhoria será feita.

  • arthurorlandi

    Como ninguém responde as perguntas lá nas partes das respostas vou fazer aqui. Qual carro comprar? Civic, Fluence ou Cruze (Só pode ser 0 km )? E Por que? E nos Cross. Fiquei entre ASX e CR-V . Alguma opção melhor? Obrigado desde já.

    • thales_sr

      Ué, anda e escolhe… Tem quem ame o civic, o fluence e o cruze… E nenhum deles está errado em suas escolhas.

      • Leandro1978

        Exatamente o que penso, não há compra certa ou errada, as pessoas devem escolher o modelo que melhor as agrade e que cumpra as suas necessidades. Essa de ficar falando que esse ou aquele é a compra "certa" ou "errada", é como conversa de bêbado de botequim, não leva a nada e nenhum tem razão (ou ambos a tem).

    • dorovanius

      CRV vc não achará para vender, apenas a partir de março parece. Se puder esperar eu acho a CRV melhor opção de todas as que vc colocou. A ASX acho bonita, mas nunca dirigi, não sei te informar.
      Entre o Civic, Fluence e o Cruze eu escolheria o Fluence pois não é top em nada, mas é mediano na maioria das características e é o mais confortável dos 3. Dentre os sedans médios hoje ainda compraria o Corolla semi novo com 1-2 anos. Pois já desvalorizou um pouco e é bem confortável, coisa que é minha prioridade hoje. Estou fugindo do desconforto de nossas ruas…

      • Gustavo73

        Só não concordo com a história do Fluence não ser Top em nada. Ele é Top em equipamentos, e o mais barato. Todas as versões do Fluence vem com 6 airbags e ar digital-dualzone. A partir da Dynamic CVT vem com ESP e a Top tem Xenon coisa que nenhum dos outros dois tem. Partindo de 56 mil a versão mecânica, isto é de 5 a 9 mil mais barto que o Cruze e Civic de entrada…

    • MM_

      Dirija os 3 e compre o que mais lhe agradar.

    • Adriano_Silva

      1º Fluence, devido ao custo beneficio, espaço interno, conforto, tecnologia e acabamento.
      2º ASX, ao testar os dois carros observa-se a superioridade do ASX em relação ao japonês, mas recomento, teste bem os carros antes de comprar.

    • ahsoliveira

      Dos sedãs só pelo gosto mesmo, ambos tem bons atributos e alguns por menores aqui e ali, teste, veja qual e a melhor pós-venda na sua região pese tudo e decida ! entre os cross faça a mesma coisa, porém, obviamente se quiser espaço vá de CR-V, dinâmica ASX, o 4×4 do CR-V é real time, do ASX é sob demanda, mas não faz feio e o motor 4B11 MIVEC é mesmo que equipa o Lancer inclusive as versões esportivas a longo prazo dá e se o dinheiro for suficiente dá para colocar o kit turbo original de fábrica nele, hehehehe!

    • Dragoniten

      Fluence é o que mais tem motor, tanto em performance quanto economia, e é extremamente bem equipado com 6 airbags na versão de entrada.
      Cruze você consegue bons descontos, porém dizem que faltou um pouco de motor pro carro.
      Civic é como o Cruze, falta um pouco de motor no 1.8, mas o 2.0 deve suprir essa deficiência, porém.
      O Fluence também é o que tem maior porta-malas com 530l contra 450l do Cruze e do Civic.

      No quesito performance e CxB, o Fluence fica na frente, mas você tem que fazer um test-drive dos três pra escolher bem :)

      • thales_sr

        Não falta motor nem no cruze e menos ainda no civic 1.8…

        • Dragoniten

          Então sobra no Fluence? rs.
          É que eu acho inadmissível pagar 70 mil num carro que demora mais de 10,5s pra fazer 0-100.

          • thales_sr

            O Civic (auto) faz em 10,5, o Fluence faz em 9,8… Aí ele virou um foguete e o Civic uma lesma?

            • Dragoniten

              Não, mas além de mais rápido, o Fluence também é mais econômico, especialmente na versão CVT. Podemos concluir então que o conjunto mecânico do Fluence é bem mais eficiente :) Não esquecendo que o motor e câmbio são Nissan, então é uma briga praticamente entre japoneses, rs.

              • thales_sr

                Marginalmente mais rápido, uma diferença que não se sente, no dia a dia. Já a economia, essa eu concordo, o Fluence parece ser mais eficiente. Mas não conheço tantos donos de Fluence assim, para poder comparar mais diretamente o consumo.

          • carrosempre

            O Cruze tudo bem, agora o Civic 1.8 é rigorosamente empatado com o Fluence no desempenho. 0 a 100 o Civic ganha, retomada 60-100km/h eles empatam, e as demais, a diferença não chega a 0,5s. Já o Civic 2.0 abre mais vantagem ao Fluence, devido ao motor maior e o peso menor.

            • Dragoniten

              Pois é. Mesmo pesando 1370kg, contra 1240kg do Civic, consegue ser tão rápido quanto.
              Não entendi exatamente se sua comparação foi do Fluence CVT com o Civic AT, mas se for, o carro pesa mais e consegue o mesmo desempenho do 1.8, porém o CVT é absurdamente econômico, principalmente na estrada.

              O problema do Civic é o preço abusivo pelo o que o carro oferece. quase 84 mil reais na versão top que tem apenas 4 airbags, faltando AB de cortina pra quem está atrás.
              Quando você tem filhos que provavelmente vão sentar atrás, isso faz diferença, pelo menos faria pra mim, se já tivesse chegado nessa idade, rs.
              http://www.carrosnaweb.com.br/resultcompara.asp?f

              Concordo quanto ao Fluence GT não ser automático, assim como há alguns equipamentos que um tem e o outro não, mas se tratando de performance, o Fluence GT deixa o Civic no chinelo, custando uma boa quantia menos, e mesmo assim você não tem que se preocupar tanto no final do tanque com consumo, pois o Fluence GT é (teoricamente) um pouco mais econômico na estrada, porém bebe um pouquinho mais na cidade.

              É questão de analisar e ver o que vale mais a pena, mas eu sinceramente não acho que o Civic valha todos esses 84 mil reais. Ainda mais se o Altima da Nissan chegar nos seus 85 mil, aí o estrago está feito, rs.

              • carrosempre

                Na verdade, o Civic 1.8 já empata com o Fluence 2.0, o Civic 2.0 tem ainda mais vantagem. E também é bem mais econômico, seja na cidade, ou na estrada. O valor do Civic de 83mil, apesar de dever vários itens ao Renault, traz central multimídia com GPS, câmera de ré, alguns itens também interessantes. E também em desempenho, o Civic abre uma vantagem razoável. Também devemos lembrar, que o Honda tem um conjunto mecânico imbatível, a suspensão traseira multilink tem um excelente compromisso curvas-buracos. O Fluence GT é manual e turbo, quando chegar o Civic Si, poderemos compará-los. Eu também penso no pós-venda, e apesar da Renault ter melhorado bastante, no caso de carros de maior valor, tem vários problemas. Tanto na internet, quanto pessoalmente, é possível encontrar pessoas insatisfeitas com o Fluence (não pelo carro, mas pela Renault). O pós-venda da Honda é um bom diferencial. Já andei nos dois, e como carro, achei o Civic superior, mas em custo/benefício, o Fluence é imbatível. A pessoa decidirá o que quer. Eu levaria o Honda, sem dúvida.

    • Filipe_GTS

      O Civic é caro, mas é garantia de satisfação. O Fluence deprecia muito e muito rápido e não tem um bom visual no interior (na minha opinião). O Cruze eu não conheço bem, mas geralmente não gosto de carros da GM. O que eu gosto no Cruze é o visual, as rodas 17", exceto os faróis dianteiros que não devem iluminar bem com luz alta acionada. Também ouço dizer que o Cruze bebe mais que a concorrência. Voto no Civic. Os SUV's não tenho o que comentar, pois não os conheço. Mas Honda tem bastante qualidade e geralmente quem tem CR-V gosta, apesar de ser pesado pro motor.

      • thales_sr

        Cruze não deve iluminar bem na luz alta, de onde você tirou isso? Beberrão ele é sim.

        • Filipe_GTS

          Eu acho isso. Acho por causa das lampadas H4 que ele ostenta dentro dos seus farois de parábola simples. Aí qdo aciona-se a luz alta, desliga o foco da baixa. Nos dulpa parábola, como um simples Gol Trend, isso não acontece, ficam os dois focos acesos, alto e baixo. Pra mim isso faz uma diferença enorme, gosto de viajar a noite. E não uso luzes de neblina sem neblina (prática terrível)

          • thales_sr

            Você nunca andou em carro com lâmpada H4? Desculpa, mas já vi comentários seus muito mais coerentes, esse ficou parecendo que você leu ficha técnica, já viu alguém falando mal do farol monoparábola do Cruze, juntou as duas coisas e resolveu trollar o GM.

            O farol alto ilumina a partir de uns 10 metros a frente do carro. A 100 km/h, 10 metros passam em menos de 1 segundo. Se algo aparecer nessa região, ou você já viu antes, ou você não terá tempo de resposta, mesmo que tivesse toda a iluminação do mundo. Já tive carro com monoparábola, tenho um com parábola dupla, e não vejo nenhuma grande vantagem.

            O farol de neblina é pior ainda que o farol baixo, o facho dele é muito curto (pois a função dele não é iluminar longe mesmo), e não serviria para "suplantar" o farol baixo, mesmo que quisesse. Depois faça o teste e veja por conta própria.

            • Filipe_GTS

              Claro que eu já andei pra dizer isso! Tive um Uno 2006 e um Celta 2009, ambos péssimos de iluminação. Já dirigi um Ecosport, pior ainda, pois os faróis ficam em posição elevada e com a luz baixa, na terra (que é inclusive a proposta do carro) não se enxergam bem as pedras/buracos logo a frente do parachoque.
              Também tive bastante experiência com uma Strada Working, como esta:
              <img width="350" src="http://allthecars.files.wordpress.com/2009/09/fiat-strada-working-2010-01.jpg"&gt;
              Esses farois são horríveis na iluminação, quando com luz alta, logo na frente do carro. São bem ruins mesmo pra estradas esburacadas, por exemplo. Eu não compraria em nenhuma hipótese um carro zero com esses faróis.

              • thales_sr

                Eu tive um Celta por 5 anos, meu irmão teve um Ecosport (primeira versão) por 4 anos, todos usam faróis mono parábola, e atualmente tenho um Polo, dupla parábola. Sinceramente? Pra estrada não faz diferença. Tendo faróis bem regulados, é o que importa. O farol alto do Ecosport, por sinal, tem um facho bastante amplo, ilumina bem longe mesmo.

                Repetindo, pedra logo a frente do parachoque, ou você já viu antes (a pedra não brotou do nada), ou já não há o que fazer. 100 km/h dá cerca de 28 m/s, se você avistar um obstáculo a 15 metros não tem nada a ser feito, você vai acertar ele. E não vale botar a culpa no farol.

                • Filipe_GTS

                  Pois é são pontos de vista diferentes. Eu acho ruim de verdade, e muitos jornalistas especializados consideram faróis de dupla parábola como item de segurança. O povo aqui costuma pensar que só airbag salva vidas, mas observar um buraco em cima da hora, à noite, pode ser igualmente essencial.
                  Além do mais, calcular quilômetros por hora para metros por segundo eu aprendi no ensino médio, ainda mais quando o número é tão simples como "100". E outra, ninguém aqui pensa que pedra nasce do chão. É quando a discussão parte para dados independentes do contexto que começa a ficar chato e irritante…

                  • thales_sr

                    "Jornalistas especializados", tem diploma pra isso? Ou é só ser contratado por uma Autoesporte ou 4Rodas e você se torna "especializado"?
                    Porque um "jornalista especializado" falou que se passar de 4000 rpm danifica o motor… Meu carro deve estar todo destruído, então.

                    No segundo parágrafo, você falou "bla bla bla", e não disse nada, me desculpe… Ficou resmungando da conversão de unidades, e não argumentou nada sobre o que eu falei. Pra mim, isso soa como falta de argumentos.

                    • Filipe_GTS

                      O meu único argumento é que faróis de dupla parábola iluminam melhor e são mais seguros à noite, sendo que o Cruze, um carro de mais de R$ 60mil, peca nesse sentido, nada mais. A GM nunca terá o meu dinheiro em troca desse produto por conta dessa falha que considero grave.
                      E acho que estamos tumultuando os comentários, daqui a pouco a moderação incomoda, pra manter a ordem… E com razão.

                    • thales_sr

                      O dupla parábola PODE iluminar melhor, mas a diferença é praticamente nula. O fato de ter o farol baixo aceso acrescenta pouco ou nada para a visão numa estrada. Se você tem dificuldade de enxergar com um farol monoparábola, é porque tá olhando demais ficha técnica ou tem problemas de vista. Também não compraria o Cruze, mas os faróis não fazem parte da lista de motivos pelos quais eu não levaria ele pra casa.

                    • Filipe_GTS

                      A diferença não é nula nem de longe… Vc está quase me convencendo que tem 17 anos e nunca dirigiu os dois tipos!

                    • thales_sr

                      Tem problema não, pode achar, se isso te faz mais feliz. A diferença é pequena, e em velocidade, não faz diferença alguma, digo e repito. Se a 100 km/h você está olhando para 10m a frente do seu carro, você não sabe dirigir.

                    • Filipe_GTS

                      Pelo jeito vc nunca andou em estrada de chão… Tem algo que vc vê de longe e precisa continuar olhando pra saber se precisa desviar, se´e uma pedra grande, buraco, etc… É triste discutir com piá de prédio mesmo

  • PKuster

    Esse Civic é um exemplo de como piorar um produto: seu desenho exterior é uma involução do modelo anterior – ficou muito comum, parecendo um "City crescido" e seu painel é terrivelmente feio e pesado, com dois andares e misturando elementos curvos e quadrados, além de desalinhados. O novo Corolla que vem por aí, vai botá-lo no bolso.

    • AF1979

      Lembremos que o desenho anterior deixava o para-brisa muito distante do motorista e as colunas A com posicionamento que gerava uma belo ponto cego que não era atenuado pelas janelinhas triangulares. Logo, o desenho mais conservador acabou por retornar mais praticidade ao motorista, uma vez que também é acompanhado de colunas mais finas.
      Em relação ao painel de dois andares, um problema do anterior era que, dependendo da regulagem que se dava na coluna de direção, a parte superior do volante cobria o velocímetro. Na nona geração fizeram uma mudancinha de posicionamento para que isso seja evitado (ainda pode ocorrer, mas fica mais difícil).

      Em relação ao Corolla, temos de lembrar que o conceito Furia não deve ser levado a ferro e fogo, pois fotos disfarçadas da nova geração do médio da Toyota tudo indicam que ele nada mais será do que um Auris com traseira de tipo sedã, o que significa que boa parte dos exageros do conceito ficarão para trás. O Auris em si é bem legal, ainda que fique mais bonito como hatch ou perua do que como sedã, ao menos pelo que dá para entender do desenho. De qualquer maneira, não vai passar a sensação de "sucessor espiritual do Del Rey" que as gerações que conhecemos costumam passar.

      • PKuster

        Observações bem pertinentes. Embora as colunas tenham ficado mais finas, a distância para o pára-brisas ainda continua grande e o desenho do painel como um todo, seguramente piorou – foi outro item mexido recentemente na versão americana. Com relação ao novo Corolla, por mais que ele fique distante do conceito Furia, não precisará de muito para superar o "design" nada atrativo do novo Civic – a reação do mercado americano enfatiza isto, além da mexida no pára-choques dianteiro e lanternas traseiras, feitas antes na sua versão brasileira. Certamente um "novo novo Civic" não demorará a chegar.

  • rogeriulima

    Esse valor de 74 mil estaria aceitavel pra versão top. Pra intermediária com 2 airbags…
    Alguém aí tem noticias do novo Focus?

    • Gustavo73

      Nada definitivo, só que chegaria ainda este ano…

  • XandeeM

    Um carro que custa o olhos da cara e a depender da versão vem apenas com airbag duplo.Ja encontrei EXS 2012 por 68k…

  • Louis

    Gosto é gosto, mas eu adoro o desenho do Civic, tanto externo quanto interno.

  • Felipe_fs

    horrível esse adesivo 2.0!!

    • bbrasil2

      kkk, parece q compraram naquelas lojas de peças de esquina, rsrsrs…

      • FernandoVW

        verdade! E era de outro carro, de outra marca, que não tinha nada a ver! Nem a cor! :P

  • kaxinha70

    acho que ele quis dizer que os dois sao mais potentes da categoria e nao o civic ,

    • Geanmatheus

      isso mesmo

  • bbrasil2

    Ô volante feio, não me acostumo…

  • dudupruvinelli

    Eu quero é o civic americano! Muito melhor!

    • Leandro1978

      Realmente. Mais simples, pior acabamento… Por que você acha que fizeram um facelift com apenas um ano de lançamento?

  • Filipe_GTS

    O motor 1.8L de 140cv acoplado ao câmbio manual de 5 marchas e ótimo.
    Esse câmbio manual de 6 marchas para o 1.8 é puro marketing.
    Na estrada, atrás de um caminhão, a 80km/h, reduzindo-se para 3ª marcha, recebe-se uma boa resposta do motor para ultrapassar com segurança.

  • Fabinho3

    Esse logo 2.0 na traseira me fez lembrar os Monza…

  • edy_caceres

    Pra mim um excelente carro , o motor 2.0 acredito ser mais que bem vindo.

  • geoshina

    O carro sempre foi bom. O preço é que não.

  • Felix_S

    Coitado de quem comprou o Civic 2013! Mas esse deve durar pouco também…

  • harfangdneiges

    Pra mim, a maior cagada que fizeram neste carro, desde a versão anterior, foi terem diminuído o porta-trecos no console central:
    – Antes, havia uma tampa no primeiro porta-treco (o que era bom pra até guardar sua carteira, enfim, ocultar seus pertences). Agora está lá, só aquele buracão.

    – O outro porta-trecos ainda mantem uma tampa deslizante. O problema é que antes, o freio de mão era ao lado da marcha e o porta-trecos era muito espaçoso. Agora, o freio de mão fica antes da marcha, o que encurtou a largura e o espaço ficou comprometido. Pra mim, foi um balde de água fria quando vi.

    De resto, o único ponto de novidade é o câmbio de 6 marchas.

    No mais, não me arrependo de ter comprado a versão anterior (pelo contrário)… até porque estava mais barato com o IPI.

    Agora, por que mudar isto, HONDA!?

    <img src="http://image.spreadshirt.com/image-server/v1/designs/11968157,width=178,height=178/But-why-meme.png"&gt;

    • AF1979

      Em relação ao freio de mão do Civic de nona geração, realmente foi uma mudança bem besta. Poderiam ter feito como o do Focus Mk3, que se inspirou no do Civic ao montar a alavanca ao lado da alavanca de marchas, mas fizeram um desenho sem o pivotamento esquisito da oitava geração do Civic (aquele um que alguns reclamavam de bater o joelho direito):

      <img width="700" src="http://www.ford.com/resources/ford/focus/2013//gallery/photos/fcs13_pg_015_int_full.jpg"&gt;

  • thales_sr

    Eu hein… Dá uma lida com atenção…

  • fredcdb

    O fato é que o Civic sempre foi caracterizado por estar SEMPRE na mesma geração no exterior e no Brasil (não considero diferenças aceitáveis de poucos meses pra chegar aqui).

    Agora tem um Civic americano com uma traseira MUITO MAIS BONITA.

    • Gustavo73

      Verdade, mas não se esqueça que sempre menos equipado tb…

  • fip_mengo

    Que adesivo estranho esse 2.0Flexone, viu!!

    • PONCIO PILATOS

      engraçado, tb achei… tipo um "gato" de última hora né? tou até duvidando se esse motor é realmente 2.0 mesmo…

  • ericmon

    mal paguei o IPVA 2013 e já tem modelo 2014!
    e o palhaço, somos nozes!

  • FernandoVW

    Se era pra ser 2014, podiam ter colocado a traseira do 2013 americano né? http://2.bp.blogspot.com/-3gZzhMEspQU/ULepR3r6WUI
    Tô até vendo, meio do ano, Honda Civic 2014.2… só que não :P

  • fpfor

    Não tem jeito. Nessa categoria o mais bonito é o Lancer mesmo.

    E esse botão Econ é a coisa mais ridícula que já vi. Acione ela e ande com Civic com desempenho de Fit.

  • Gustavo73

    mas será que vale a diferença de 8 /10 mil reais? e serem menos equipados…

    • thales_sr

      Se o Civic continuar rodando perfeito e o Peugeot te levar para a concessionária, pra ser mal atendido a cada 2 meses? Sei não, acho que valeria.

      Imagino que tenha um pouco de mito aí nessa coisa, mas todo mundo que eu conheço que tem Corolla e Civic só elogia a robustez dos carros, que "nunca quebram", e o serviço das concessionárias, que é só deixar o carro lá e buscar no fim do dia com tudo pronto.

      • Gustavo73

        Olha Tales já tive alguns carros zero, e todos só foram para a css nas revisões. E nunca tive problemas. Sempre bem atendido e serviços bem feitos. Então para mim isto é padrão e não exceção. Nunca tive Honda nem Toyota ou Peugeot. Mas tenho uns 7 amigos que tiveram Peugeot e nunca reclamaram do atendimento ou do carro. E se o mercado pensa assim e paga mais(bem mais) por uma "possível" tranquilidade e ainda recebe menos. Então devemos parar de reclamar dos preços dos carros…

        • thales_sr

          Não que se deva achar bom o preço que está aí, mas o fato do Civic e Corolla serem mais caros que os outros são basicamente à maior procura deles, por causa dessa fama. Não conheço tantos donos de Peugeot para garantir que a má-fama deles tem muito fundamento, mas a boa fama dos Honda e Toyota, essa eu tenho exemplos de sobra.

          • Gustavo73

            Os últimos recalls de airbag e acelerador da Toyota e de interruptores que pegam fogo da Honda. para mim mostra que ela não difere muito das outras.
            Na Europa a VW é mais cara que as demais, seguida da Opel sem contar as verdadeiras Premium claro. Mas a diferença de preço não chega nem perto da diferença aqui. E os carros são tão equipados quanto seus concorrentes…

            • thales_sr

              Recall de acelerador… No qual a Toyota foi inocentada pelo NHTSA? E que foi causado por tapetes "aftermarket"? Bom, acho que isso é culpa dela.. Er… acho que não.

              Toda máquina está sujeita a defeitos, porém algumas conseguem manter esses problemas num patamar menor que as outras.
              Leia: http://quatrorodas.abril.com.br/galerias/especiai

              • Gustavo73

                Não sabia que ela tinha sido inocentada. mas este não foi o único.
                http://g1.globo.com/carros/noticia/2012/10/toyota
                http://money.cnn.com/2012/11/14/autos/toyota-reca

                Não tenho nada contra ou a favor de nenhuma fabricante, mas como vc mesmo disse toda a máquina pode dar defeitos. A Toyota tem tido muitos problemas atualmente, isto é fato… Não vejo o mesmo com as tão criticadas francesas.

                • thales_sr

                  A toyota fez recall para instalar aquele sistema que vai ser obrigatório nos carros novos, nos EUA, simplesmente para limpar a imagem dela, mas não por obrigatoriedade da justiça, pois como eu disse, ela foi INOCENTADA das acusações sobre aquele caso do acelerador.

                  Não vi esses "muitos problemas" que você citou, mas já que você disse que é fato, acho que você pode provar e me mostrar que estou enganado.

                  • Gustavo73

                    Thales não vou mais discutir sobre a Toyota com vc. Vc tem todo direito de ser fâ da marca. Mas em 4 anos fora o recall dos tapetes. A Toyota sofreu mais 3 grandes recalls. O do Airbag, o ultimo e os dois que estão nos links acima um deles envolvendo mais de 7 milhoes de carros. Isso não torna ela uma má fabricante. Mas sim mancha a imagem de inquebrável Claro que por ser a maior fabricante mundial ela acaba mais sujeita a problemas.
                    "Reuters
                    TÓQUIO – O presidente da Toyota Motor, Akio Toyoda, pediu desculpas nesta sexta-feira pelo megarecall convocado pela montadora que ofuscou a reputação da maior montadora de veículos do mundo e prometeu reforçar o controle da qualidade, criando uma força-tarefa global especial de qualidade."
                    "O presidente da Toyota, Akio Toyoda, disse que a montadora ainda está decidindo o que fazer para corrigir problemas de frenagem com o popular modelo híbrido Prius. A montadora reconheceu que o novo Prius que foi colocado à venda maio de 2009 tem problemas nos freios."

                    • thales_sr

                      Isso, sou fã de toyota, aqui na minha garagem só entra toyota. Teve Toyota Celta, Toyota Polo, Toyota Ecosport, Toyota Ranger… Sou fã da marca.

                      Que eu saiba, ela não fabrica airbags, da mesma forma que gm não fabrica rodas e honda não fabrica amortecedores. Todas essas três marcas tiveram problemas com fornecedores, algo que já aconteceu não só a elas, como a muitas outras marcas. Se você deixar de comprar carros de uma marca porque ela teve problemas, você vai andar a pé. E descalço, pois fabricantes de tênis também já fizeram lotes defeituosos.

  • Readgis

    Honda Civic 2014.

    Tão rápido, que ultrapassou até 2013!

  • MENTIROSO

    Anda muito!??? Com míseros 17kgfm de torque na versão 1.8!? kkkkk

    • thales_sr

      Não, com 140 cv na versão 1.8, pesando cerca de 1250 kg.

    • Filipe_GTS

      Não seja piá de prédio, esses números de torque, por si só, não dizem nada…
      Tem uma infinidade de outras variáveis que interferem no desempenho.

      • MENTIROSO

        Verdade, esse número vergonhoso de torque não diz nada, 1kgfm a mais que um motor 1.6 não é nada mesmo.
        Deve andar muitooo com 4 adultos no carro e carregado de bagagem no parta-malas.

        • Filipe_GTS

          Se socar marcha pra baixo sem "medo de estragar o motor" anda! Aliás, o motor dele até gosta disso!

        • thales_sr

          30 cv a mais que um 1.6 é bastante coisa. Acho que você nunca dirigiu um Civic (ao menos, não adequadamente) pra falar sobre o desempenho dele. Revista e blog são bons meios pra se informar, mas para ter convicção no que fala, é bom testar o produto.

          • MENTIROSO

            30cv!? O motor do 308 1.6 tem 122cv, são 18cv de diferença. E pode ter o tanto de cv que for, se não tiver torque decente não anda.

            • thales_sr

              Velho, desculpa a sinceridade, mas você não sabe do que tá falando…

              • MENTIROSO

                Thales, faça um simples comparativo:
                Passat TSI 211cv 28,5kgfm x A4 Ambition 211cv 35kgfm
                Veja quem anda mais e depois me fala se o torque não faz diferença?
                Me desculpem os fanboys da Honda, mas o que disse e repito é que, o torque desse Civic 1.8 é MEDÍOCRE.

                • thales_sr

                  Você comparou dois carros com potências máximas iguais, e que só muda o torque máximo. Isso é uma coisa.
                  Agora, compare Civic 1.8 x Jetta 2.0, veja velocidade máxima e aceleração 0-100, e diga que o civic é manco por causa do torque máximo.

        • carrosempre

          Em retomadas, ele é mais rápido que Cruze, Jetta 2.0, Focus Sedan 2.0, 408, empata com o Fluence, Corolla 2.0 e Elantra. Nenhum sedan médio se destaca pelo desempenho, são todos bem próximos.

  • Mah_Zinha

    Quando a gente vê os caras valorizando a retirada do "tanquinho", que aposto que nem metade sabia que existia, é porque não mudou nada mesmo.
    Está vendendo muito menos que o velho Corolla e não acredito que isso mude.
    O carro até que é decente, mas se não melhorarem o preço e o atendimento nas revendas, vão ficar para sempre vivendo de ilusões e tentando massagear o ego dos proprietários com frases de efeito, tão úteis quanto uma lâmpada queimada.

    • João

      O Civic já passou o Corolla em vendas agora em 2013.

  • Diggo

    Esse carro é muito bonito, pena ser tão caro… só precisava ter umas cores mais sortidas.

  • isaacfederal

    Só acho que deveria haver uma lei que acabasse com essa coisa de ano fabricação / ano modelo. Deveria haver somente ANO MODELO, independente do ano de fabricação. Isso acabaria com esse lance de desvalorizar carros fabricados num ano e ano modelo de outro. Afinal um carro 12/13 não é igual a um 13/13?

    • Gustavo73

      Mas isso não acontece só aqui. Veja o caso do Corvette 2014, e não é o único exemplo nos EUA…

  • carrosempre

    Se o Civic 1.8 Manual, coloca os concorrentes no bolso (tenho dados com relação a isso), um 2.0 Manual abriria ainda mais. Mesmo assim, o 2.0 Automático faz 0 a 100 em 9,9s, ou seja, o sedan mais rápido da categoria tirando os modelos turbo. Na versão 2014, eles finalmente colocaram revestimento na tampa e nas alças do porta-malas, a versão intermediária ganhou farol de neblina. No mais, na minha opinião continua sendo a melhor escolha da categoria. OBS: A suspensão multi-link também é um belo diferencial, o conjunto é o melhor.

  • oleodecart

    Tenho um civic 2013 EXS.Me senti traído pela Honda,que já não é mais a mesma.Começou com essa história de lançar carros modelo do ano seguinte em janeiro com o FIT. Já decidi,gosto muito da Honda mas estou com um carro defasado com muito pouco tempo de uso.Parabéns para a Honda e até nunca mais.

  • oleodecart

    Ia me esquecendo de dar um aviso aos navegantes. Se você trocar o logo EXS po EXR e colocar 2.0 one , o seu carro fica modelo 2014,porque o resto é tudo igual. Já vi os dois.

  • João

    O Cruze não é 2.0, é apenas 1.8 e esse motor é bem áspero, por sinal. Fiz o test drive no Cruze e não gostei.

  • Luiz Beja Moreira

    Sugestão: Porque não dar uma conferida também no Fluence Previlege: motor 2,0 16V, com bloco de alumínio mais leve (mesmo torque do civic 2.0 ), cambio CVT automático sequencial de 6 marchas, design moderno, 6 air-bags, ABS, EBD, Controle de tração, AFU, ar cond. dual zone, espaço interno, mala, roda 17', GPS, etc…opcionais xênon e teto elétrico, bons valores de aceleração e de retomada, e também o preço, que é menor do que o dos concorrentes TOPs. .Falam da economia do civic e do corola 1,8, mas o menos vendido Renault/Nissan, com pouco mais de uma ano de uso, vem registrando médias de 14/15 km/l gas. na estrada e 8,5 km/l no trânsito urbano. Certamente que é uma boa opção para àqueles que gostam de carro e que procuram uma alternativa aos mais vendidos no País dentre os sedans médios.
    Luiz Beja Moreira – Professor UFRRJ

  • Claudio Russo

    pessoal, parem de criticar o Civic, um carro consagrado, comprei o primeiro em 2001 e não quero saber de outro carro, nunca quebrou nada, é econômico, manutenção barata, e se voces acham caro… ontem fui ver o Elantra, custa 85 mil e o grupo CAOA não está nem aí com seus clientes, só querem vender

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend