EUA Hyundai Mercado

Nova estratégia da Hyundai nos EUA é chamada de “agressão controlada”

2017 Elantra Sport

Recentemente falamos de 28 empresas americanas que se juntaram para pedir um administrador federal, a fim de supervisionar o fundo de US$ 2 bilhões da Volkswagen para os carros elétricos, temendo que a montadora alemã manipule o mercado.

Se esse temor de uma possível retaliação germânica no mercado de elétricos parece crível para muita gente, o que dizer de “agressão controlada”? Pois é, esse é o nome que a Hyundai deu à sua nova estratégia comercial nos EUA.

Mas, apesar do nome, a Hyundai revela que a ação não tem nada a ver com possíveis preços abaixo do mercado ou algum tipo de manipulação. O que a marca sul-coreana quer é entregar uma nova experiência de condução para o cliente, tais como melhor capacidade de manobra, condução mais segura em mau tempo ou gelo, por exemplo.

Com estas características, a Hyundai quer entregar produtos que também ofereçam performance e agilidade no dia a dia, caso o condutor decida ser um pouco mais agressivo no acelerador. A estratégia é uma busca por melhor qualidade, requinte e prazer ao dirigir. O ajuste dos modelos vendidos nos EUA estará mais de acordo com as características do consumidor local.

hyundai-elantra-2014-8

Mais marchas

Para atrair mais clientes, a Hyundai pretende mudar não só as características de condução de seus carros para os EUA, mas também adicionais mais marchas às transmissões oferecidas por lá. Atualmente a marca dispõe de caixa automática de seis marchas e automatizada de dupla embreagem com sete velocidades.

Como já se sabe, a empresa desenvolve uma transmissão com 10 marchas, mas a proposta para os EUA varia entre oito e nove marchas. A busca por melhor condução também deve ser refletida na eficiência energética, algo que a Hyundai precisa melhorar, ainda mais depois de já ter sido penalizada por inconformidades no consumo.

Mas, no novo plano, a ênfase principal será deixar o giro do motor mais baixo, gerando assim menor ruído interno e mais conforto ao dirigir na estrada. A Hyundai já aumentou a oferta de motores equipados com injeção direta de combustível e turbo em seu lineup americano, garantindo assim a resposta necessária quando se conduz em baixa rotação.

A estratégia da Hyundai é bem parecida com a da Volkswagen. Sabe-se que a montadora alemã ampliou as respostas do acelerador em seus carros americanos, diferentemente dos equivalentes europeus, que são mais suaves nesse quesito. Isso se deve ao modo de condução identificado em análises dos clientes nos EUA.

Até mesmo a temperatura do ar-condicionado é alterada para que gele mais do que o indicado no display. Motores maiores em média, câmbio automático no lugar do DSG e até mesmo a nomenclatura são bem distintas daqueles presentes no velho continente.

[Fonte: Auto News]





  • delvane sousa

    Lá o mercado é maduro. Não é como aqui onde as pessoas compram pé de boi achando que ta levando produto premium pra casa.

    • Pipo pipo

      Aqui o pessoal acreditou na propaganda da marca que ela é premium, lá eles sabem que é uma marca mixuruca perto das marcas próprias e premium de verdade. Pra vender só oferecendo muito mais por muito menos.

      • Rmx

        Se fosse só a huinday e a Toybosta e a Hondela ! Com seus super premiuns a preço de ouro.

    • Leandro

      Fui metralhado quando eu falei em uma matéria aqui do Genesis G80, que os americanos não se contentam com qualquer coisa…..

      • Ainnem Agon

        Manda

  • vicegag

    Caramba, dinheiro chama dinheiro, os caras já têm o melhor pelo mais baixo preço, e cada vez mais os fabricantes tentam trazer mais satisfação para aqueles consumidores, dá vontade de chorar a diferença de tratamento aqui e lá.

    • Marcos Souza

      É que lá às empresas conseguem vender em um mês o que vendem no Brasil em um ano…

  • Héber Cristiano

    Mercado aberto, economia liberal é outra coisa!

    • Pacheco

      Faz todo mundo se mexer. Lá não tem essa de cartel e mercado fechado que faz a industria trabalhar acomodada.

    • Ernesto

      E outro dia comentei que precisávamos de livre mercado e um coitado disse que eu era louco. O infeliz falou que precisamos de mais Estado, acredita?

      • Héber Cristiano

        Quero vê o Estado que ele tanto quer e deseja, começar a interferir nas propriedades dele!

  • T1000

    o Brasil está atrasado uns 50 anos dos EUA e uns 100 anos do Japão.

  • Bruno Silva

    Isso é uma filosofia para os EUA, mas creio ser uma visão nova do grupo em geral, basta ver os lançamentos recentes. Investiram muito no design, mas deixavam a desejar em outras áreas, agora estão melhorando acabamento, dirigibilidade, espaço etc. Por isso que eu gosto dos carros premium da VW, em especial novo Passat, é um dos menores nas medidas, mas o espaço é excelente, acabamento nível premium, equipamentos, tecnologia etc, o próprio visual sóbrio me agrada.

  • Lee

    Uma pena é que a controladora dos carros Hyundai aqui no Brasil é aquele grupo CAOA…

    Atolados na Justiça até o pescoço por sonegação e até mesmo caixa dois de campanha, enganam os consumidores na maior cara de pau (vide caso Veloster), praticam propaganda enganosa e abusiva…

    Enfim, não merecem o dinheiro do povo. Mas os carros, isoladamente considerados, e a marca Hyundai têm meu respeito

  • Marco Antônio

    daqui uns dias serão 128 marchas.

  • cabra macho do renegade

    a hyundai poderia fazer o mesmo na banania

  • Marcos Souza

    O carro da matéria parece que colocaram o símbolo da Hyundai num focus…olha a grade identica!

    • SAVEIRO CD

      E mesmo cara ta igualzinho !!!!!!

      • Pacheco

        O Elantra ficou com a cada dele mesmo.

  • Moisés Nunes

    Aqui devem estar estudando a volta de carros com câmbio de 4 marchas….

    • Pacheco

      A Toyota fez isso… kkkkkk

  • DougSampaNA

    Tenho tido dificuldades de achar os dados do câmbio automático 6 marchas do hb20, alguém já conseguiu achar as relações de marchas desse câmbio, parece que a Hyundai esconde isso.. Estranho.

    • Edson Fernandes

      Não sei te dizer sobre essa informação. Mas te digo uma coisa: O carro ficou BEM mais forte e o cambio casa muito bem com o motor. É impressionante como ele anda forte saindo da inercia… fiquei impressionado com isso.

      Na cidade porém, é habitual ele andar em terceira marcha, pois ela já anda por volta dos 2000rpm.

  • Rubem

    Mentira controlada. depois de levar alguns processos na casa do tio San.



Send this to friend