Governamental/Legal Manutenção Mercado Segurança

Novas regras para blindagem passam a valer no Brasil

blindagem Novas regras para blindagem passam a valer no Brasil

No último dia 5 de agosto (sábado), passaram a valer novas regras para a blindagem de automóveis no Brasil. O país é considerado o líder mundial em frota de carros blindados na comparação com o tamanho da população. Agora, esse importante mercado, que não sofreu abalos com a crise, tem novas regras para compra, venda e manutenção.



A partir de agora, a portaria nº 55 do Exército Brasileiro determina que os proprietários de carros novos blindados, seja pessoa física ou jurídica, precisa entrar com o pedido do certificado de registro da blindagem, que antes era exigida apenas da empresa que realizava o serviço. O documento tem validade de três anos e será exigido apenas para os novos donos, sendo os que já possuem veículos blindados, isentos da obrigatoriedade.

No entanto, as mudanças na proteção veicular não param por aí. A portaria 55 também faz novas exigências quanto à blindagem dos automóveis. Agora, por exemplo, o teto solar não poderá ser mais aberto. O Exército determinou que no lugar do vidro móvel seja instalado um fixo com o mesmo nível de proteção dos demais.

Outra mudança é em relação à manutenção. Não mais será possível fazer a reautoclavagem e nem a recuperação de vidros com bolhas ou delaminados. Nestes casos, torna-se obrigatório a substituição da peça. Todas as peças danificadas terão de ser substituídas e inutilizadas, mesmo que haja possibilidade de conserto. Já o nível de proteção balística não sofre alterações. Segundo especialistas, o mais recomendado é o Nível III-A, certificado pelo Exército.

Além disso, as blindadoras precisam emitir um Termo de Responsabilidade com firma reconhecida e toda a descrição do serviço realizado e produto contratado pelo cliente. De acordo com as empresas do setor, as novas regras do Exército darão mais segurança aos clientes que procuram proteção adicional a bordo dos automóveis, dando mais garantias quanto ao serviço realizado, materiais e técnicas utilizadas.

Especialistas, no entanto, dizem que as novas regras aumentarão os custos de aquisição e manutenção dos carros blindados. Mas, os clientes terão mais qualidade e segurança nos serviços, garantindo assim mais proteção. Atualmente, nem todas as empresas do setor atuam como deveriam.

Assim, as mudanças trarão maior fiscalização ao setor. O custo com a documentação também aumentará, bem como o prazo para liberação do registro. De qualquer forma, as empresas dizem que o prazo não será tão extenso, visto que há prazo delimitado para a realização do serviço de blindagem.

[Fonte: O Dia/Bem Paraná]

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend