Citroen Hatches Segredos-Flagras

Novo C3 tem patente registrada no Brasil, mas seu lugar será do SC21

Novo C3 tem patente registrada no Brasil, mas seu lugar será do SC21

O Novo Citroën C3 com visual atualizado foi registrado no Brasil, onde uma imagem do veículo foi depositada pela PSA na revista do INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial).


Além da imagem acima, itens que compõem a frente também foram registrados, como os faróis triplos de LED, para-choque (a parte na cor do carro), grade superior, duplo chevron e moldura do Airbump.

Apesar do registro, o Novo C3 europeu não será servido no Brasil. Seu tempo passou, visto que ainda é feito sobre a plataforma PF1, a mesma do modelo nacional, assim como do Aircross e C4 Cactus.

Novo C3 tem patente registrada no Brasil, mas seu lugar será do SC21

Tal como o C3 Aircross europeu, este hatch compacto nasceu pouco antes da introdução da plataforma modular CMP, ficando assim estranhamente datado devido à arquitetura global.

Em seu lugar, a Citroën prepara um novo hatch que é conhecido como projeto SC21 e que terá a companhia do SC24, o sucessor do Aircross, que deve aparecer também na Índia com menos de 4,00 metros.

Eles empregarão uma versão mais simples da CMP para reduzir custos de produção e tornar a dupla mais barata. Recentemente, a PSA confirmou um investimento para Porto Real, de modo a produzir essa plataforma na fábrica fluminense.

Novo C3 tem patente registrada no Brasil, mas seu lugar será do SC21

Ainda que a plataforma seja nova, o próximo C3 deverá incorporar muitos elementos estéticos referentes ao produto atual, embora o crossover não deva seguir o caminho do Aircross, que é uma versão aventureira da antiga minivan C3 Picasso.

A cara deste será mais de SUV compacto, coisa que brasileiros e indianos realmente querem. Também com variantes elétricas, possivelmente com baterias de 37 kWh e autonomia de até 250 km no ciclo WLTP, os SC21 e SC24 também serão feitos na Europa.

Por lá, seus preços ficarão abaixo de Peugeot 208 e Opel Corsa, exatamente para serem acessíveis. Isso ainda ganha o reforço da saída do Citroën C1, devendo assim portar motores 1.0 12V de 65 cavalos e 1.2 12V com 82 cavalos. Aqui, o motor 1.2 e o 1.6 serão a bola da vez…

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

            Quem somos

            O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

            Notícias por email