*Featured Chery Crossovers Lançamentos SUVs

Novo Chery Tiggo agora com câmbio automático – confira impressões ao dirigir

novo-chery-tiggo-2015-automatico-15-700x466 Novo Chery Tiggo agora com câmbio automático - confira impressões ao dirigir

Atendendo pedidos dos consumidores e do mercado brasileiro, a Chery lançou o Novo Tiggo agora equipado com câmbio automático. Desde o lançamento, em 2009, o Chery Tiggo tem como marca o pioneirismo entre os veículos de origem chinesa no Brasil.



A novidade do modelo é a transmissão automática QR425AHA, desenvolvida pela Chery em conjunto com a divisão de motores ACTECO. É um sistema de quatro velocidades com opção de trocas manuais e modo anti-patinação. O câmbio automático do Novo Tiggo é simples e fácil de operar.

Operação do câmbio automático

Após dar a partida no motor, basta mover a alavanca para a posição D (Drive) e acelerar suavemente para o veículo se movimentar. Nesta posição, as marchas são trocadas automaticamente, da primeira à quarta e vice-versa, de acordo com a aceleração e frenagem do veículo impostas pelo motorista.

Para dar marcha-à-ré, basta mover a alavanca do câmbio para a posição R (Reverse), com o veículo totalmente parado. Tanto em D quanto em R, a partida do motor é bloqueada por motivo de segurança. Ao estacionar, é recomendável posicionar a alavanca do câmbio em P (Park). Esta posição possui um sistema de travamento mecânico nas rodas motrizes, o que aumenta a segurança por meio da imobilização efetiva do veículo.

novo-chery-tiggo-2015-automatico-3-700x463 Novo Chery Tiggo agora com câmbio automático - confira impressões ao dirigir

Já a posição N (Neutral) libera as engrenagens do sistema para movimentação do veículo com o motor desligado. Por motivos de segurança, não é recomendado manter a alavanca em N com o motor ligado, pois há risco de acidentes. Tanto em P quanto em N é possível dar a partida do motor.

Acionar o modo manual do Novo Tiggo AT também é muito simples. Com a alavanca na posição D, empurre-a para a direita. Neste momento, o visor no painel de instrumentos indica a marcha que está engatada e, para cambiar, basta dar toques curtos na alavanca para cima (aumentar a marcha) e para baixo (reduzir).

“O objetivo do modo manual é permitir que o motorista tenha maior controle sobre o desempenho do carro e dar a ele uma sensação mais parecida com a de dirigir um veículo de transmissão manual, porém mantendo o conforto da transmissão automática”, afirma Maurício Buzetto, gerente de Pós Vendas da Chery Brasil, ao lembrar que esse modo poder ser usado em descidas, pois ao reduzir as marchas manualmente se obtém melhor resultado do freio motor.

Modo anti-patinação

O modo anti-patinação, é um recurso do câmbio automático do Novo Tiggo é o que deve ser utilizado para arrancar com o veículo em pisos de baixa aderência. Para acionar o sistema, é preciso posicionar a alavanca em D (Drive) e apertar o botão com o símbolo de um floco de neve. Nesta condição o veículo sempre entrará em movimento em 2ª marcha, para evitar que as rodas patinem. A palavra WIN aparecerá no painel, indicando que o sistema está ativo.

Juntamente com o câmbio automático, o Novo Tiggo AT vem equipado com sistema de piloto automático, com comandos no volante. O piloto automático permite ao motorista manter o veículo em velocidade constante mesmo sem pisar no pedal de acelerador.

novo-chery-tiggo-2015-automatico-9-700x466 Novo Chery Tiggo agora com câmbio automático - confira impressões ao dirigir

Dimensões, capacidades e motorização

As dimensões do Novo Tiggo AT são de 4.390 mm de comprimento e 2.510 mm de entre-eixos e possui espaço interno generoso e acomoda até cinco pessoas com conforto. O porta-malas tem fácil acesso, devido ao para-choque traseiro alinhado à carroceria, e tem capacidade para 435 litros (494 litros, sem a cobertura de separação do compartimento, 818 litros, com bancos rebatidos). Já o tanque de combustível tem capacidade para 55 litros.

Com ângulo de ataque e saída de 28° e 29°, respectivamente, e distância do solo de 182mm, o Novo Tiggo tem posição de dirigir agradável e ótima visibilidade. Assim como o modelo manual, lançado no mercado no segundo semestre de 2013, o Novo Tiggo AT conta com tração dianteira, motor 2.0 16V ACTECO a gasolina, que desenvolve potência máxima de 138 cv a 5.750 rpm e torque máximo de 18,2 kgfm a 4.300 rpm, o que permite atingir velocidade máxima de 170 km/h.

Veja também nossas impressões do Novo Tiggo, quando ele chegou ao Brasil em junho de 2013

A suspensão é independente nas quatro rodas, sendo do tipo McPherson na dianteira e Multilink na traseira, ambas com molas helicoidais, amortecedores de dupla ação e barra estabilizadora. As rodas são de liga leve, de 16 polegadas, calçadas com pneus 235/60 R16. Os freios contam com sistema antitravamento das rodas (ABS) e distribuição de frenagem (EBD), discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira. O Novo Tiggo AT é 25 kg mais pesado do que a versão manual, com 1.400 kg.

novo-chery-tiggo-2015-automatico-10-700x466 Novo Chery Tiggo agora com câmbio automático - confira impressões ao dirigir

Visual do modelo

Por fora, apresenta capô mais curto e para-choque ampliado, que se funde à carroceria com linhas harmônicas e contornando o conjunto ótico. Os novos faróis, alongados e com iluminação mais eficiente, remetem a um diamante lapidado e trazem luzes diurnas de LED, tendência mundial.

Além disso, a carroceria recebeu componentes pretos alternados com cromados, a grade frontal ficou mais estreita, com detalhe prata ao redor do logo Chery, e a entrada de ar está mais ampla. As luzes auxiliares agora são arredondadas, também com molduras escuras, e as portas passaram a contar com frisos de proteção na cor do carro em toda sua extensão.

A traseira segue a mesma linha das demais alterações e mantém o conceito. São inéditas as lanternas, com lente do tipo cristal e iluminação por LEDs, a capa do estepe, que ganhou uma parte preta e a inscrição “Chery”, e os refletores nas extremidades do para-choque, em formato retangular.Com aspecto mais dinâmico, as rodas de liga leve aro 16” possuem sete raios e são calçadas com pneus 235/60R16.

novo-chery-tiggo-2015-automatico-4-700x1050 Novo Chery Tiggo agora com câmbio automático - confira impressões ao dirigir

O interior conta com novo painel, console central, volante, manopla de câmbio, bancos e revestimento. Entre as tecnologias de destaque estão as novas luzes diurnas com LED, display com bússola, altitude e pressão atmosférica no espelho retrovisor, sensor de ré com display de distância e controle de áudio no volante e piloto automático – exclusivo para a versão AT.

O pacote de conveniência e conforto ainda abrange abertura interna da tampa de combustível, air-bag, ajuste elétrico de altura dos faróis, apoio de braço central com porta-objetos, ar-condicionado, CD player com entrada USB, direção hidráulica e regulagem de altura no volante.

É importante destacar o pioneirismo da Chery no mercado brasileiro: além de o Novo Tiggo AT ser o primeiro carro com transmissão automática de uma montadora de origem chinesa no País, a companhia também lidera a construção de uma fábrica de veículos em solo nacional. Localizada em Jacareí, no interior de São Paulo, a planta fabril tem investimento total de US$ 530 milhões, que inclui uma fábrica de motores, e terá capacidade de produzir 150 mil veículos anualmente. O Novo Tiggo AT é importado do Uruguai e tem preço sugerido de R$ 57.990.

Impressões ao dirigir

Durante o curto test-drive promovido a imprensa – apenas 21 km de percurso – o Novo Chery Tiggo AT perdeu um pouco do desempenho em relação ao seu irmão mais velho equipado com câmbio mecânico. O SUV chinês tem acelerações e retomadas lentas, seja em uso urbano, seja em trechos de subida com curvas. Mesmo as trocas de marcha feitas em modo manual são um tanto demoradas.

Outro fator que chamou a atenção foi o consumo elevado. O ponteiro que marca combustível baixou rapidamente. Obviamente que o ar-condicionado estava ligado na potência máxima e o trecho era de muitas subidas e descidas, além de urbano. Tal fato pode ter causado consumo elevado.

Segundo a Chery, o desenvolvimento e homologação do carro automático para o Brasil incluiu a adequação dos componentes ao combustível vendido aqui e também ajuste na curva de torque do motor, mas as relações de marcha são as mesmas do carro para os chineses.

A marca ainda garante que o Novo Tiggo AT atinge velocidade máxima de 170 km, faz 8 km/l na cidade e 10,6 km/l na estrada. As suspensões são macias, mas não molengas como ocorre muitas vezes com modelos concebidos ou montados na China, o que torna seu rodar macio.

Por Joka Finardi

4.0

  • expresso222

    Para ficar completo, falta ainda teto solar e central multimídia, como o rival X60.

    • yuri calmon

      Melhor Custo X Benefício do segmento !!!

      • Rafael_rec

        Eu diria custo X maleficio. Comprar um desses é assumir um casamento eterno com essa carroça.

        • yuri calmon

          Casamento eterno?
          Quando você não quiser mais tem quem queira:
          – Toda oferta gera uma demanda própria ( Lei de Say) portanto sempre haverá um equilíbrio metafísico entre vendedores e compradores.
          No caso do Tiggo certamente terá uma desvalorização maior em termos percentuais que seus concorrentes diretos. Mas se você fizer as contas direitinho verá que um produto que sofre uma maior desvalorização em termos precentuais , mas que tem um preço de aquisição bem menor acaba compensando no final e ainda mais considerando que durante o tempo que você ficar com ele taxas de seguro, IPVA e etec.. serão bem menores!!!

        • Verdade verdadeira de verdade! custo X maleficio.

        • Junoba

          Porque carroça? Você tem esse carro pra falar mal dele? Enquanto um cara compra um voyage 1.6 ele poderia estar comprando esse Tiggo ( manual ) que é muito maior , tem 5 anos de garantia e um motor 2.0.

          • Rafael_rec

            Eu também teria ido de Voyage tranquilo. Primeiro que essa fábrica não me passa confiança alguma, as poucas lojas que existiam fecharam, a suspensão dos carros da Chery é descartável (basta procurar os relatos na internet para comprovar), o acabamento é sofrível, e pra terminar não existem peças de reposição na rede autorizada (se é que ela ainda existe).

      • herbert_mcp1

        dando uma volta nas lojas de seminovos encontrei vários ano 2011 sendo vendidos a 24mil reais, o carro não tem valor de revenda, quem compra um 0km esta enterrando dinheiro.

      • CanalhaRS

        Aham, vai lá então, paga 58 mil no chinesinho, com um pós venda porco e escasso e conta a vantagem para nós…..

      • douglas36

        mas tem que ser muito macho par te coragem de comprar um chines automatico.

    • Leandro1978

      Estas "sopas de letrinha" podem gerar confusão em uma leitura menos atenta, ia perguntar o porquê de vc achar que o Tiggo compete com um Volvo (XC60)…kkk…

      • expresso222

        Desconfio de que esta coincidência seja proposital, para justamente levar-nos a este tipo de confusão. kkkkk!!

      • Edson Roberto

        O legal é a enfase no modo "anti patinação". No final das contas; É um cambio desatualizado com um motor nada ideal para o modelo.

        • thales_sr

          O texto ficou legal mesmo, um desavisado que ler vai pensar "que legal, esse câmbio tem um monte de recursos!", esse modo anti-patinação existia nos câmbios automáticos da década de 90, antes de existir o controle de tração. Depois do TCS, boa parte dos câmbios aboliram essa função.

  • Eduvinhas

    Aceleraçoes e retomadas lentas . kkkkk Ahhh nao sei mas eu que rodo 90% na cidade pra mim conforto vale mais que aceleracoes e retomadas. Ahh moro em sp entao aqui e anda e para sempre.

  • _William

    Não acho esse carro tão bonito quanto dizem, ao vivo deve passar uma impressão melhor talvez.
    Quanto ao câmbio automático de 4 marchas nenhuma surpresa, estranho seria se dissessem que ele era esperto, com trocas rápidas….e pra piorar o consumo está pior. Eu sinceramente não teria coragem de gastar R$58k nesse carro, os chineses já chegaram há um certo tempo, não conseguiram a confiança do consumidor até agora, e não parecem estar se esforçando muito pra conseguir e devido a todos os fatores que envolve um carro chinês, montado num GALPÃO no Uruguai, estão cobrando demais. Seria muito bom se as chinesas (e isso vale pra todas) saíssem um pouco de sua zona de conforto, AB2, ABS, um som Xing Ling, ar, vidro e travas elétricas e etc, o Kit China que é padrão, pois hoje em dia tais equipamentos não são mais novidade pra ninguém, poderiam se adiantar as demais, e começar a usar a "sopa de letras" em segurança, uns 7 AB pelo menos, teto solar, central multimídia, acabamento melhor e baixar o preço praticado atualmente, além de investir mais em seu pós venda, disponibilidade de peças e etc…. pois sinceramente, acho que é um dos únicos jeitos de COMEÇAR a ganhar confiança de verdade perante o consumidor.

    • Sr_Andante

      Se você mudar a palavra "chinesas" para 4G vale a mesma coisa, com a diferença que elas já "tem a confiança" ?? dos brasileiros.

      • Leandro1978

        Só que as "4G" estão no país há, pelo menos, 4 décadas. Enquanto que as chinesas chegaram "ontem". As "4G" não têm uma fatia significativa do mercado à toa. Desta forma, estas marcas mais novas devem, de uma forma ou outra (menor preço, mais equipamentos, etc) conquistar o consumidor e isso leva tempo. Mesmo as japonesas, quando chegaram, eram vistas com desconfiança, hoje vemos Corolla (Toyota) e Civic (Honda) liderarem o segmento que atua e cobrando mais por menos. As coreanas também passaram pelo mesmo processo e acredito que o mesmo ocorra com as chinesas. Mas isso leva tempo. Entendam que não estou falando de qualidade ou se umas são melhores que as outras, apenas de confiança do consumidor.

        • _William

          Exato!

  • cleber_vargas

    Eu passo!
    Mas torço para que as pessoas comprem, só assim eles irão melhorar…

  • henriique12

    Melhor modelo da Chery, pelo menos é o que mais vejo nas ruas!

    • cleber_vargas

      Seguindo a lógica o Gol é o melhor carro do brasil.

      • ronaldo

        gol=carroça.

  • diogo_rs6

    "Operação do câmbio automático
    Após dar a partida no motor, basta mover a alavanca para a posição D (Drive) e acelerar suavemente para o veículo se movimentar. Nesta posição, as marchas são trocadas automaticamente, da primeira à quarta e vice-versa, de acordo com a aceleração e frenagem do veículo impostas pelo motorista.

    Para dar marcha-à-ré, basta mover a alavanca do câmbio para a posição R (Reverse), com o veículo totalmente parado. Tanto em D quanto em R, a partida do motor é bloqueada por motivo de segurança. Ao estacionar, é recomendável posicionar a alavanca do câmbio em P (Park). Esta posição possui um sistema de travamento mecânico nas rodas motrizes, o que aumenta a segurança por meio da imobilização efetiva do veículo.

    Já a posição N (Neutral) libera as engrenagens do sistema para movimentação do veículo com o motor desligado. Por motivos de segurança, não é recomendado manter a alavanca em N com o motor ligado, pois há risco de acidentes. Tanto em P quanto em N é possível dar a partida do motor.

    Acionar o modo manual do Novo Tiggo AT também é muito simples. Com a alavanca na posição D, empurre-a para a direita. Neste momento, o visor no painel de instrumentos indica a marcha que está engatada e, para cambiar, basta dar toques curtos na alavanca para cima (aumentar a marcha) e para baixo (reduzir).

    “O objetivo do modo manual é permitir que o motorista tenha maior controle sobre o desempenho do carro e dar a ele uma sensação mais parecida com a de dirigir um veículo de transmissão manual, porém mantendo o conforto da transmissão automática”, afirma Maurício Buzetto, gerente de Pós Vendas da Chery Brasil, ao lembrar que esse modo poder ser usado em descidas, pois ao reduzir as marchas manualmente se obtém melhor resultado do freio motor."

    Um comentário sobre este trecho da operação do câmbio automático:

    UAAAAAUUUUUUU, que revolucionário!!!!!!!!!!!!!!!!! (sqn)

    Na boa, no estágio onde estão as transmissões automáticas e automatizadas, escrever a operação de um câmbio automático padrão fica até parecendo piada. Encheção de linguiça desnecessária para uma transmissão convencional (até demais)

    • jackson_sch

      Concordo contigo, não entendi porque quem escreveu a matéria mencionou como usar um câmbio automático, acho que faltou o que escrever. Outra que achei estranho "……..o brake light nas extremidades do para-choque", nada a ver, pois o brake light deve estar o mais alto possível para que os motoristas mais distantes vejam as luzes do freio quando acionadas. Pelas fotos podemos ver que o brake light está no aerofólio. Aquelas luzes no para-choque devem ser as lanternas de neblina.E para finalizar "……..Por motivos de segurança, não é recomendado manter a alavanca em N com o motor ligado, pois há risco de acidentes", essa eu realmente não entendi!. Quem souber explicar eu agradeço kkkkkkkkkkkkkkk.

      • Edson Roberto

        Eu acredito que na possibilidade de o carro voltar para trás e causar um acidente nesse aspecto (quando estiver em um aclive).

    • Sr_Andante

      Para quem pretende comprar seu primeiro automático (que pode ser o caso de muitos dos clientes dos chineses) vale muito a pena a descrição. Mesmo que se ache fácil no yt.

      • Rafael_rec

        Se for pra ter um primeiro automático eu não pensaria duas vezes em levar um Onix ou Fiesta Powershift escola de samba.

        • thales_sr

          Mas e "comofas" pra levar um "SUV automático" sem gastar muito? TCHARAM!!!! Chery Tiggo! rsrs

          Agora, cornetadas a parte, o desenho exterior desse carro é bem agradável, e com a oferta do câmbio AT eu tendo a ver esse carro com um bom futuro de vendas à frente.

    • cignusrj

      Por incrível que pareça tem gente que não nasce sabendo as coisas, tem que aprender.
      E mais incrível ainda é que tem gente que não sabe usar um carro que tenha um câmbio automático.
      Por fim, o inaceitável é gente criticando uma matéria que é feita para que todos possam entende-la, mesmo aqueles que não nascem sabendo.

      • diogo_rs6

        Só que neste caso existe (muito) material que explica os princípios de funcionamento de uma transmissão automática bem como de se utilizar – ainda mais nos dias de hoje onde tem bastante coisa para se pesquisar. Isto não é função de Press Release de automóvel.

        Isto não é matéria para todos. Isto é matéria para "dummies", porque quem tem familiaridade e conhecimento com este tipo de coisa só vai perder tempo sem agregar nada

  • fabioalisson

    58 mil reais num chinês beira a loucura. Nem cogito.

  • junior silva

    O começo dessa máteria ficou meio sem pé e cabeça, parecia uma aula de aprendizagem de cambio automatico, ensinando o que todos já sabem. viajou! mas tudo bem, valeu a intenção.

  • junior silva

    Ainda confio mais no tiggo do que no x60.

  • ediomardiego

    Me corrijam se eu estiver enganado,mas esse cambio não é aquele aisin-warner usado desde o vectra B,corolla brad-pit e marea?o modo de funcionamento é identico,se for é um bom cambio apesar de ultrapassado.

    • Matheus_Ulisses_P

      Não amigo, esse é da Acteco, a divisão de powertrain da Chery. Isso é tudo que eu sei.

    • _William

      Off – Porque aquele modelo de Corolla recebeu esse apelido "Corolla Brad-pitt" ? até hoje não sei…rs

      • onlycr

        Quando o modelo foi lançado, o Brad Pitt era o garoto-propaganda.

  • Magno

    Infelizmente a Chery já está se comportando como as montadoras mais antigas aqui do Brasil. Sendo assim, vai ficar difícil para a chinesa ser um diferencial de compra diante das montadoras mais tradicionais.

  • FelipeLange

    Por que não trazer um câmbio de 6 velocidades? Como é que vai vender assim?

    Com esse baixo torque para um 2.0 e esse alto peso, como é que vai carregar o monstro?

    • thales_sr

      É baixo torque pra um 2.0, mas ainda assim é uma força mais que razoável pra levar 1400 kg pela cidade.
      Lembra que o Tucson tinha um 2.0 com AT4 e vendeu pra caramba? E nem adianta dizer "ahh mas é um Hyundai" pois o Tucson foi justamente o carro da Hyundai que começou a vender mais por aqui. Antes era Accent, Excel, que ninguém lembra que existiu…

  • CleidsonTV

    Vc reclamam, reclamam. Nunca estão satisfeitos. Até ontem Toyota, Peugeot e Citroen fabricavam seus sedãs com câmbio AT de 4 marchas…

    • Tosca16

      né, e pelo preço que a Chery traz mesmo sendo chinesa é a melhor em custo-benefício

      • FelipeLange

        Sei lá, um câmbio de 6 marchas, seria um diferencial.

        • thales_sr

          O preço também é um diferencial. Pelos 58k desse carro você mal mal leva um Ecosport 1.6 básico manual. Não estou entrando no mérito da qualidade do carro etc etc, mas muita gente que vai comprar carro não entende PN, vai só ver "Tem esse 2.0 automático COMPLETO, e o Ford 1.6 manual básico…".

          • FiuzaLima

            Cara, não gosto do EcoSport (nem de nenhum desses pseudo aventureiros), acho-o caro, mal montado, apertado, beberrão, não enfrenta estradas de terra melhor que um Ka e tem o pneu reserva pendurado na tampa do porta malas, mas o que o Tiggo tem a mais que um EcoSport básico? As rodas de liga leve, maior espaço e o motor 2.0, pelo que sei. Muita gente não liga pra rodas deliga leve, dependendo do seu uso, mais espaço não se torna critério decisivo de compra (vide as vendas do New Fiesta), o EcoSport 1.6 nunca teve seu desempenho criticado, muito pelo contrário, falam que até embala bem o carro.
            EU não compraria nenhum dos dois, mas o Tiggo não seria nem opção.

    • Teodoro

      E todo mundo reclamava também, cara. Pelo menos eu. Quando o mundo tá subindo o número de marchas, com pelo menos 6, lançarem um carro com 4 é piada. Ou as próprias montadoras que você citou, com seus câmbios uma vez ultrapassados frente à um de seis marchas da Renault, que nem é uma das grandes.

  • GUiGoBH

    A cada dia que passo fico mais impressionado com a piora da qualidade dos comentários aqui do site. Aquele que acredito que seja o maior site de automóveis do Brasil cresceu demais e fico muito feliz por isso. O ruim que a qualidade dos comentários caíram demais. Antigamente gostava muito dos comentários que de forma geral levantavam discussões ótimas e tirava muitas duvidas que eu tinha, hoje estou vendo muitos mas muitos comentários de pessoas que so ficam defendendo marca e brigões . Quando envolvem chineses então, aparecem aos montes com comentários totalmente sem embasamento .
    Podia começar a rolar uma filtragem dos comentários viu

    • lucianorj

      Sem o sistema de pontuação ficou muito cansativo ler os comentários, já que não dá para separar o joio do trigo.

      • E com o sistema de pontuação ganhava mais destaque quem era mais engraçadinho e usava mais memes. Não, obrigado.

    • Teodoro

      Acho exagerados demais também alguns comentários do site, falando que odeiam sem embasamento nenhum. Porém, na minha humilde opinião, eu estou rindo da Chery por lançar um câmbio AT4, quando o mundo tá pelo menos no AT6 e CVT. Mas claro que não falo "58k num chinês? nunca!". Acredito que se lançarem um carro realmente bom, porque não? Estou rindo da cara das pessoas que vão comprar um Corolla pela marca, e eu com o meu Fluence pagando 20k 30k a menos e tendo muito mais equipamento de série. A Renault realmente lançou um carro bom, mas pq não é das 4 grandes, não tem confiança.

      • thales_sr

        Comprou um Fluente? "Ahh mas o corolla desvaloriza menos…" percentualmente… Na hora da venda, a "alta desvalorização" do fluence significou 15k a menos de depreciação (comprou por 60k, vendeu por 45k), já o corolla que "não desvaloriza" perdeu os mesmos 15k (80k para 65k), sendo que você ainda ficou com 20k no bolso. Compra RACIONAL de carro, acho que no máximo uns 20% das pessoas fazem.

    • _William

      Concordo, porém, nessa matéria até agora, só vi uns 4 comentários no máximo que poderiam ser classificados como ruins e etc.
      A nova "onda" pelo jeito é reclamar dos demais usuários, esse é a segunda matéria que entro hoje, e é a segunda que tem alguém reclamando de terceiros. Até entendo o que você disse e em grande parte até concordo, mas acredito que se você também gosta de comentários mais sensatos e de discussões sérias sobre o assunto, você não deve só reclamar, deve abrir essas discussões, propor suas dúvidas para alguém responder e assim tornar o campo dos comentários do jeito que você gosta e ignorar os comentários que julga ruins, é o jeito mais eficaz.
      Sobre a moderação dos comentários, elas já existem, mas se a pessoa não quebra nenhuma regra imposta pelo NA, o comentário é postado, por mais que você julgue ruim o site não pode censurar o direito das pessoas se expressarem, afinal, por mais ruins que sejam, não estão quebrando nenhuma regra do site.

      • É bem por aí. A moderação só pode ser exercida quando a pessoa viola alguma regra do site. Não podemos ficar como juízes escolhendo o que passa e o que não passa, apenas para termos um "nível melhor" de discussão.

      • GUiGoBH

        Concordo William, mas é que ta ficando cansativo, de que adianta você postar um comentário pra sendo que são essas pessoas que vão responder? As vezes os primeiros comentários são de alguém defendendo alguma marca, ou alguma coisa ruim, totalmente sem sentido e se transforma em uma briga imensa de pessoas discutindo bobagem, as vezes tem que passar por uns 50 a 70 comentários para encontrar algo interessante, fica cansativo demais. Sei que não estão infringindo regras, a minha critica não é ao site, mas as pessoas que estão com uma falta assustadora de bom senso.

    • Gostaria que vc passasse um dia, apenas um dia, nada mais, tentando filtrar em torno de 400 comentários diários, e escolhendo o que vc ia deixar passar e o que não, sendo que no painel de moderação não mostra em que contexto a pessoa está comentando aquilo, mostra apenas o comentário dela.

      Aí depois ia ter de lidar com a avalanche de emails questionando:

      1) "porque meu comentário não foi aprovado?"
      2) "censura no NA, isso é um absurdo!!!"
      3) palavrões que não dá pra reproduzir aqui.

      Ainda por cima essa filtragem iria fazer com que a conversação não fluísse nos comentários, pois nenhum comentário entraria sem o moderador aprovar. Como fica um comentário feito às 3 da manhã? Você não ia poder nem dormir.

      Boa sorte :)

      • Landrutt

        Eber, por que não volta ao sistema antigo onde só quem é cadastrado no Intense Debate poderia comentar? Isso não facilitaria as coisas? Acho que sim, já que você só teria que moderar os comentários dos usuários que possuem pontuação mais baixa e o resto entraria automaticamente, sendo moderados apenas quando fossem relatados.

        • Tosca16

          boa ideia…

      • GUiGoBH

        Eber, foi só uma sugestão, eu não sei como é a estrutura desse site e em momento algum eu disse que a filtragem deveria ser feita por pessoas, uma já existem ferramentas que fazem isso automaticamente .

  • malatha

    Tanta demora para lançar um câmbio automático e apresentam um 4 marchas?? BROCHOU geral!

  • Anderson_sp

    Nada de relevante, um motor fraco e um câmbio ultrablastermodafocapassado.

  • Tosca16

    Eu acho um carro ótimo, mesmo com todos os contra para um uso urbano esse automático está ótimo. Um carro mais alto, bom espaço , porta malas aceitável … agora eu ainda prefiro o modelo manual tanto pelo preço como também consumo .

    • Teodoro

      Meu cunhado tem um, e achei o carro ótimo. Bem comparado com a maciez de rodagem do meu Fluence. Forte também, o manual.

      • Tosca16

        é, eu sempre gostei do Tiggo mesmo o 1° alá caminhonete anos 90 com acabamento espartano mas que não demonstrava ser fraco , parecia carro de trabalho mesmo que nunca fosse a proposta ; esse tem um acabamento bom,seguindo a proposta de carro família e tal já que SUV virou isso no Brasil desde que já não temos peruas .

      • O amigo do meu vizinho que é primo da tia da minha ex-cunhada, que casou com o sobrinho de… ah, agora esqueci, deixa prá lá. Vamos ao comentário do infeliz que também comprou: "Rapaz, que carrinho ruim!".

  • marcelotavaresA

    teste 21 km ..

  • Junior

    Loucura, não é pagar R$58.000,00 em um carro chinês.
    Loucura, é pagar R$58.000,00 em qualquer veículo.
    Muitos aqui, não tem um teto pra chamar de seu mas tem um carro… kkkk

    • tjbuenf_

      Pois é. Me fez lembrar um indivíduo há um tempo aqui se vangloriando por poder andar de Corolla mas que morava de aluguel perto do trabalho enquanto seus colegas compraram apto longe do trabalho e andavam de popular.

      • thales_sr

        Na boa, alugou ap pra morar perto do trabalho? Ponto pra ele. Tempo é dinheiro…

        • tjbuenf_

          Morar perto do trabalho é bem vindo, porém, poder comprar a sua própria quando achar necessário, é melhor ainda.

    • Nsr

      Quem já tem casa própria não precisa ficar nessa choradeira, discurso de baixa renda.

  • Silvio

    Um absurdo 6k de diferença de preço! a chery mais uma vez sendo ambiciosa de + p/depois ter que leiloar seus veiculos p/limpar os patios das cs. O justo seria no mximo 3k de diferença.

    • Tosca16

      não acho tão caro se for ver que ambas são a mesma versão em acabamento e acessórios, tipo vc ver outros que tem várias versões e aê vc compara uma com e sem mas sem olhar se é a versão intermediária com intermediária, top com top … Para a mesma versão, acabamento e demais acho normal essa diferença , menos que isso seria muito pouco o quê daria uma impressão de concorrência interna ou que o manual estava muito caro .

  • Heisenberg

    A rival X60 é praticamente o mesmo carro. Bem que a Lifan deveria colocar esse câmbio no X60.

    • Tosca16

      sei não, o motor do Tiggo é acredite bem mais "esperto" que o 1.8 do Lifan imagina esse câmbio que rouba torque no X60 ? Não dá, no mínimo um motor melhor ou um câmbio mais moderno .

  • Kaian Reis

    Fico meio com a "pulga atras da orelha" sobre os carros chineses, mas, e inegável que o Tiggo e o melhor custo x benefício da categoria, eu particulamente acho o designer dele bonito, mas, se fosse pra comprar um carro chinês eu escolheria um da JAC motors

  • Valdek Waslan

    Bom, o antigo FOCUS (o que saiu de linha e entrou esse novo e que na minha opinião era muito mais bonito que esse) tinha também um cambio automático de 4 marchas e um motor 2.0 se não me falhe a memória. Bom o fato é que andei num FOCUS e não senti deficienca na aceleração e retomada. Agora, penso que X60 e Tiggo são bem mais pesados que o FOCUS e portanto, eu optaria pela versão com cambio manual.

  • TENSO 8km/l com gasolina… Eu venderia o carro em dois dias, rodo muito, Deeeus me livre.

    • Louis

      Também achei bem alto o consumo, 10 km/l na estrada com gasolina…Consumo de Captiva V6.

      • thales_sr

        Opa, a Captiva 4cc faz 10 na estrada também. E segundo meu colega (que tem uma), 10 km/l é se não acelerar muito hein…

        • Louis

          Meu vizinho tem uma 4cc, a dele faz 11 na estrada.

    • Bruno Alves

      Realmente 8 km/l é bem alto para um carro desses. Eu faço 10 km/l na cidade com a minha Santa Fé 2.4 automática de 6 marchas. E olha que o meu carro é maior, mais pesado e tem 42 cv a mais que o Tiggo.

      • expresso222

        E também 50k a mais de preço!

  • dsgdude

    Nao estou acreditando nesse texto que explica como se usa um cambio automático e para que servem as letras…

    • cignusrj

      Por incrível que pareça tem gente q não nasce sabendo as coisas, tem que aprender. E mais incrível ainda é que tem gente que não sabe usar um carro que tenha um câmbio automático.
      Por fim o inaceitável é gente criticando uma matéria que é feita p/ q todos possam entende-la, mesmo aqueles que não nascem sabendo.

  • ex vendedor

    se tem vendedor chato tem cliente chato tb

  • Nsr

    Um lixo. Carroça chinesa, nem de graça.

  • ProfPR

    Sobre o carro, os números falam por si. Bem ou mal, a Chery está se mexendo e o mercado vai dizer se foi uma tentativa acertada ou não.

    Sobre o tutorial sobre câmbio AT numa reportagem de avaliação de um novo modelo, acho que o Éber vai avaliar e com base na receptividade vai concluir se foi válido ou não.

  • Valdek Waslan

    Meu Deus, quanta gente tosca…
    Para essas pessoas, uma matéria decente seria como?
    TITULO DA MATÉRIA
    Novo Chery Tiggo agora com câmbio automático – confira impressões ao dirigir
    CORPO DA MATÉRIA
    Ligamos o carro, aceleramos e ele andou. O cambio funcionou e a impressão foi razoável.
    Fim da matéria
    .
    QUAL O PROBLEMA DE SE ESCREVER COMO SE USA O CAMBIO?
    QUEM DISSE QUE TODO MUNDO SABE USAR O CAMBIO?
    QUEM DISSE QUE TODO MUNDO NASCEU SABENDO?
    .
    Garanto que a maioria dos que criticaram
    desaprendeu por exemplo
    a usar a seta e as regras para uso da buzina!

  • Magnao Cordeiro

    Os chineses estão evoluindo a passos largos e um dia chegarão a um nível de qualidade invejável . Só espero que durante este processo eles não peguem os maus costumes das montadoras instaladas aqui no Brasil .

  • Luis Rocha

    Lembrem-se que a Chery está montando fabrica no Brasil, demonstrandoque veio para ficar. Alem disso, foi a primeira a lancar carro flex e, agora, automatico. Para aqueles que criticam o cambio de 4 marchas, e explicacaoda Chery é um razão da confiabilidade, simplicidade na manutenção e custo. Creio ser válido pela proposta do carro.

    • MagnusCordeiro

      Eu estava pensando nisso . A Chery está montando uma fábrica por aqui e o fechamento das autorizadas com certeza está diretamente ligado a isso . Assim como aconteceu com a Harley Davidson , Ducati e Triumph quando retiraram a representação do grupo IZZO e assumiram as operações no Brasil , fecharam todas as CSS e reabriram da forma que deveria ser , com um novo padrão .

      Quanto ao câmbio , não sei porque essa sede de marchas , ainda mais em um carro com característica off-road , 4 é mais que suficiente pra um carro destes . . . . . já tive vários carros AT4 e nunca senti falta de marcha!!!(Omega Australiano , Volvo , Honda , BMW , MB).

  • Valdek Waslan

    Para quem acha Liffan X60 e Chery Tiggo um lixo,
    acabo de ler aqui mesmo no NA os preços da linha Land Rover e vocês podem já encomendar o seu.
    Os preço variam de
    R$ 165.100,00
    a
    R$ 651.500,00
    Fiquem a vontade para encomendar o seu.

    • MagnusCordeiro

      Isso aí , não precisa ficar reclamando , é só comprar uma das opções melhores que o mercado oferece!!!

  • HumbertoRR

    É bom ver a evolução destes carros. Ainda não compraria, mas a melhora em cada geração é perceptível.

    • Tosca16

      mas o pessoal vem com N preconceitos e nem olha a realidade, o Tiggo atual não é ruim e os dados da Chery são bastante modestos até questionáveis em alguns casos como velocidade máxima , consumo , 0 à 100; muitas revistas, testes drives e etc falam que a Tiggo anda melhor que na ficha técnica .

  • shdn2010

    O carro em si até pode surpreender alguém, mas a marca em não me passa confiança e muito menos vontade de gastar dinheiro com ela. Se com as grandes já temos dores de cabeça com alguns detalhes imagine essa novata.

  • MagnusCordeiro

    Acho engraçado uma turma aqui do NA que vive reclamando de tudo . . . . . eles querem um SUV com espaço interno de uma Escalade , com a tecnologia de um Tesla , a economia de um BMW Diesel de ultima geração , potência de lamborghini aventador , dirigibilidade de uma MP4 12C , Torque de uma Dodge ran v10 turbo diesel , manutenção de VW AP , pós venda de Rolls Royce e tudo isso por apenas 39,900 e e nada mais!!!!shaushaushashuauahshsuaa . . . .

    Cada uma . . . . isso é triste , só mostra a falta de maturidade do consumidor brasileiro!

  • vcampolina

    Gostei da placa: FKU. Para um bom entendedor, três letras bastam.
    Hahaahah…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend