*Destaque *Featured Chevrolet Hatches Lançamentos Salões do Automóvel

Novo Chevrolet Cruze Sport6 2017 estreia com apelo mais esportivo

novo-chevrolet-cruze-sport6-2017-salao-2-1024x682 Novo Chevrolet Cruze Sport6 2017 estreia com apelo mais esportivo

O Novo Chevrolet Cruze Sport6 2017 estreia no Brasil e se junta ao seu irmão sedã, mas com um apelo um pouco mais esportivo. Segundo a GM, o modelo é o hatch médio “mais surpreendente do mercado”. Ele tem todas as novidades tecnológicas de seu irmão e alia a isso um visual mais esportivo, já que os compradores deste segmento valorizam essas características.



Por conta disso, o sobrenome Sport6 foi mantido nesta segunda geração. O Novo Chevrolet Cruze Sport6 2017 ganhou opção de teto solar elétrico, novos serviços OnStar, rodas exclusivas além de acerto específico para a suspensão e para a direção elétrica.

No design, ele conta com parachoques inspirados na versão RS norte-americana. O Novo Cruze hatch 2017 ficou menor, mas com distância entre-eixos maior, trazendo novas proporções. Na longa lista de equipamentos de conforto e segurança o Novo Cruze hatch 2017 tem sistema de estacionamento semiautomático e assistente de permanência na faixa, que é capaz de detectar uma saída involuntária da pista e realizar automaticamente pequenas correções na trajetória do veículo.

novo-chevrolet-cruze-sport6-2017-salao-2-1024x682 Novo Chevrolet Cruze Sport6 2017 estreia com apelo mais esportivo

O conjunto mecânico é o mesmo da versão sedã, com motor 1.4 Turbo Flex de até 153 cavalos de potência. Na conectividade, multimídia MyLink com Android Auto e Apple CarPlay, tela de alta definição capacitiva, navegador e comando de voz.

A versão do OnStar usada no Cruze 2017, além dos serviços de emergência, segurança, proteção patrimonial, concierge e navegação, recebe o Diagnóstico Avançado, que informa se existem problemas no carro, nas seguintes áreas: motor, transmissão, airbag, controle de tração, freios ABS, emissões, OnStar e pressão dos pneus.

novo-chevrolet-cruze-sport6-2017-salao-2-1024x682 Novo Chevrolet Cruze Sport6 2017 estreia com apelo mais esportivo

O Novo Cruze Sport6 chega em duas configurações de acabamento: LT (luxo) e LTZ (alto luxo). São oito opções de cores: Branco Abalone, Vermelho Edible Berries, Cinza Satin Steel, Preto Ouro Negro, Branco Summit, Prata Switchblade e as inéditas Vermelho Glory e Azul Petróleo.

O modelo está previsto para chegar às concessionárias Chevrolet no fim de novembro.

COMPARTILHAR:
  • MMM

    Enfim um azul.

    • Daniel

      Mas aí vc chega na concessionária e o vendedor: olha, esse preço só consigo no preto e no branco que é o q eu tenho aqui no estoque… só 1 min, deixa eu consultar de novo no sistema…… é… se vc quiser o azul é outra negociação, sem contar uma espera de 827 dias pra chegar esse carro.

      • Douglas

        Aconteceu isso quando fui ver o 208 GT vermelho, a vendedora disse que teria que pedir o carro que iria demorar muito para chegar e o preço seria outro já com os aumentos que estariam por vir.
        Na Renault a mesma coisa, o Sandero RS vermelho teria que ser pedido e demoraria a chegar, mas se quisesse eles tinham o prata na concessionária e negociavam.
        Esta difícil eu trocar o meu carro, pelo visto vou ficar um bom tempo com ele ainda.

      • leomix leo

        E custa 3 mil a mais.

  • Assim como na verão anterior, tem o visual mais marcante que o do sedã. Pena que o porta-malas perdeu muito volume. Na geração passada dava pra levar um hatch com o volume de bagagem praticamente igual ao do sedã.

    • MaCaRyS

      Engano seu Ubaldir, o Hatch tem 524 litros de porta-malas, é 84 litros maior que o do sedã! ou teve alterações de tamanho do modelo norte americano?

      • Esse novo, segundo a 4Rodas, tem porta-malas de 330 litros. Ficou bem menor que o do sedã.

        • MaCaRyS

          Putz que diferença! a versão norte americana é bem maior então, eita HUEzil

          • PedroHC

            Não é maior não! O que causa essa diferença enorme é que os americanos medem o tamanho do porta malas do assoalho até o teto, enquanto aqui no Brasil é do assoalho até o começo do vidro.

            • Leandro

              Resolvido o mistério. Sabia que 524 ele não tinha. isso não é hatch, é quase uma perua, rsrs

              • PedroHC

                Sem falar que o único jeito de aumentar o porta malas de 330 pra 524 litros é tirando os bancos de trás hahahaha

              • Lucas Lira

                Pois é, chega me assustei aqui! rsrs…

          • Mas não seria porque foram usados métricas diferentes para medir o volume do porta malas?

            • MaCaRyS

              André o NA não permite que eu coloque o link de outro blog aqui, então essa informação veio de outro blog automotivo brasileiro com vídeo em português da versão americana, veja se consegue acessar procure por;
              car(ponto)blog(ponto)br /chevrolet-cruze-sport6-2017

              Lá está bem explicadinho e diz que essa era a maior carta na manga do Cruze Sport 6, o porta malas até maior que de alguns SUVs.

            • Cristiano_RJ

              Sim.

          • Cristiano_RJ

            As carrocerias são iguais. Não é possível que os porta malas sejam diferentes. É uma questão de critério de medição.

        • Ander33x

          Porque essa diferença grande Ubaldir? ele vai usar ou tá usando “quinta roda”?

          Se for mesmo isso, sei lá mas eu seria capaz até de trocar a quinta roda por um estepe temporário.

          • Leandro

            Eu acredito que esse anúncio estava errado, nunca vi um hath com 524 litros de porta malas. Algúem pode me citar um?

            • Ander33x

              Será que eles somam o porta-malas sem a tampa?

              …tipo do piso até o teto sem rebater os bancos, será isso?

              • Leandro

                O PedroHC já matou, nos Eua contam o porta-malas até o teto, sem a tampa. abçs

            • MaCaRyS

              Postado abaixo

          • MaCaRyS

            Como a NA não está liberando minha postagem procure por; car(ponto)blog(ponto)br /chevrolet-cruze-sport6-2017

            …Chevrolet quando resolveu desenvolver a versão hatch do Cruze, estabeleceu que um dos aspectos de destaque do novo carro seria sua capacidade de porta-malas, que seria superior a todos os concorrentes de mercado, e até que SUV´s compactos…

            Avaliação da versão americana com vídeo! Aprecie com moderação.

            • Wallace Andrade

              Amigo, é como o pessoal já explicou aí em cima mesmo. No mercado americano a capacidade volumétrica é considerada do assoalho até o teto. Além disso, ter um porta malas maior que SUVs compactos não é nada difícil, vide o porta-malas da finada Pajero TR4 ou do Renegade, por exemplo. Outra coisa que se deve considerar é o fator marketing, quando a GM diz que é o maior porta-malas da categoria ele pode ser apenas um litro maior e já será merecedor do título, tá claro? Abs

              • MaCaRyS

                Só estou repassando informações que estão em outro blog e em vídeo divulgado por este no youtube, segue mais um trecho da matéria;

                “De fato, o Cruze Sport6 2017 mantém a sólida dinâmica de rodagem, o
                nível de tecnologia e de conforto ao rodar do sedã, mas oferece um
                compartimento de carga com 524 litros, 84 litros a mais que os 440
                litros do sedã, e quase 200 litros acima dos oferecidos pelos
                concorrentes: VW Golf (338 litros) e Ford Focus (316 litros). Quando se rebate os bancos, a capacidade volumétrica é de 1336 litros, ficando 80 litros abaixo dos 1416 litros oferecidos pelo Golf nas mesmas
                condições” (Car Blog) Tá claro? Abs

          • Rapaz, nem sei. Não vi nada na reportagem da 4Rodas falando sobre diferença do porta-malas em relação à versão americana. A roda reserva eu vi que é só de emergência. Mas o volume é mesmo de 330 litros, segundo a revista. Não seriam 583 litros utilizando o volume acima do tampão?

            • Cristiano_RJ

              Não tem diferença. As carrocerias são iguais. Essa número de 524 litros está completamente inconsistente. Para mim está claro que esse critério de medição é com o porta malas cheio até o teto; quiçá sem o estepe. No site da Chevrolet o valor divulgado é de 290 litros. Achei pequeno. Gosto muito de me basear nas medições da Auto Esporte, que utiliza o critério das caixas de isopor com tamanhos padronizados. Às vezes os resultados são bem discrepantes com aqueles divulgados pelas marcas. Para mais ou para menos.

      • Leandro

        Esse anúncio estava errado, o hatch não tem 524 litros não. Não tem como.

      • Cristiano_RJ

        524 litros de porta malas, um hatch? Nunca ouvi falar nisso. O Cruze anterior tinha um porta malas enorme e era de 402 litros. Uma referência no segmento. O deste com certeza é menor Esse número que você está falando ou está errado ou é até o teto ou é sem o estepe. No Carros na Web o valor informado é de 290 litros.

  • carnero

    Top!

  • Bruno Wendel Marcolino

    Esse ficou show. Sem dúvidas mais bonito que o sedã, que já é bonito alias.

    Esse motor é show de bola, queria ver o Onix numa versão SS com esse motor hehe

    • Cristiano_RJ

      Também achei mais bonito que o sedan. Só não entendo porque o sedan foi elogiado com relação ao custo-benefício e este o pessoal queria que viesse custando R$ 20 mil a menos. Afinal, trata-se do mesmo modelos, só que com configurações de carroceria diferentes: três volumes em uma e dois volumes na outra.

  • Fanjos

    Torcer para que nem na versão LTZ ele não tenha aquele interior cinza bizarro do sedan,aquela cor dos anos 90.
    Quer colocar um bege claro, ou interior claro como branco, sei lá, até vai, mas aquele cinza da nojo, parece carro chinês de 29 k
    Outra coisa, seria bom trocar aquele tipo de banco, são muito feios para o que se propõe, no sedan até passa mas no hatch tinha que ser algo mais parecido com que era o Golf Highline no lançamento ou mesmo o Civic atual, não combina vc dar uma “proposta esportiva” usando bancos do tipo “poltrona de tiozinho”

    Dúvida: a versão hatch vai ficar com a suspensão traseira Z link ou foi capado até em uma simples suspensão com eixo melhorado?

    • Renato

      Pois é… Saudade do tempo em que se comprava um Chevrolet e era possível escolher a cor do painel: cinza, preto, azul, bege, e até vermelho.

      • Fanjos

        Pois é, custa tanto assim dar umas duas ou 3 opções?

        • Leandro

          No começo o Henry Ford dizia ” você pode ter qualquer cor de carro, desde que seja preto”. No Brasil seguem esta máxima ao pé da letra. Nos EUA você vê Focus com interior caramelo, aqui só tem preto. Maldita maioria.

    • Ander33x

      Fanjos pelas fotos ali já da pra ver que será o horroroso cinza claro mesmo.

      E broxante esse interior nesse tom.
      Tá loco ein dona GM!

    • Henrique de Campos

      Fanjos, flagrei 2 num posto da Imigrantes. Um LT com interior preto e um LTZ com interior cinza, idêntico ao do sedan.
      Um vendedor confirmou nesse fim de semana” acabamento em preto, só o LT.

      • Fanjos

        Vixiiiii….. então já era a versão LTZ, porque esse cinza ficou Ohhhhh…. Uma B*#$%!

    • predadordemarea .

      Gosto é algo interessante.
      Eu não troco o interior cinza por um preto nem a pal.
      Mas concordo que deveriam ter mais opções de cores para quem não gosta do cinza, na versão LTZ.

      • Fanjos

        Fora a cor preta, eu gosto branca ou dependendo do carro a cor creme,até um cinza bem escuro passa.
        Essa cor cinza me lembrou um Corolla importado que um amigo tinha de 1994 ou 95 não lembro , aquele que tinha os faróis redondos, tinha exatamente a mesma cor.

  • dallebu

    Pra mim o maior problema da nova geração do cruze é a qualidade de montagem do acabamento, que seria ruim até num Onix. De resto o carro é muito bom, é bonito, seguro, anda muito bem e gasta pouco.

    • Cristiano_RJ

      Para mim o maior problema é a impossibilidade de desativar o start-stop. A ausência de repetidores de seta no retrovisores também faz falta, assim como o ajuste de altura dos cintos de segurança. Em menor escala, a falta dos paddle shifts.

  • Alexandre

    Vi uma mula há algumas semanas, ficou bem bonito… Resta saber se conseguirá competir com o “meliorrrr do munnnnndo”.

    • Diogo Augusto

      Mas o ronquinho de carro esportivo o Veloster tem!!

  • Rafael Ultramar

    e o precinho ja tem?

  • carloscomp

    Tenho um Sport6 comprado 0km, modelo anterior, e o carro é um tanque, em 37.000Km só foi na GM a 3X para as revisões programadas. Único contra pra mim é o seu angulo de entrada/altura do solo, pois a parte inferior do para-choque tá bem surrada…

    Até o consumo que a galera reclama, eu consigo médias entre 8,5 e 9,2km/l desde o início na cidade de Teresina-PI, a cidade mais quente do Brasil. Na estrada porém, não passo de 10,5km/l, sempre na gasolina.

    • Matafuego

      Cara, com 37000 km o carro está novo ainda.

      • carloscomp

        Tive um Focus antes, comprado usado na própria Ford, e em 5.000Km fui na concessionária para resolver problemas umas 10X, até que desisti e troquei no Cruze. E não era o Powershift ainda.

        • Matafuego

          Sim, mas via de regra, com 37000km um carro não deveria apresentar defeitos graves.

          • Gustavo73

            Pois é o meu carro com quase 60 mil km está tranquilo. Exceção é se tivesse problemas com essa quilometragem.

            • everton nogueira

              Tenho um 2012 com 91 mil km comprado zero e digo que continua muito bom por sinal zero de problemas

              • Gustavo73

                O pessoal (não necessariamente quem começou a discussão) tem que parar de achar que carro com 50 mil km já tá velho.

          • Vini

            isso aí. a regra eh que nenhum carro apresente problemas com 40 mil km…

          • carloscomp

            Mas o Focus apresentou com 50.000km, falo das minhas experiências. O Cruze me deu tranquilidade que eu precisava.

            • Matafuego

              Com 50000km é esperado que os primeiros itens de desgaste comum comecem a ser substituídos: pneus, freios, amortecedores (dependendo do solo lunar da cidade), velas, correia dentada, etc. Ficaria surpreso se bomba d’agua, embreagem e trambulador (por exemplo) dessem problema com essa quilometragem.

              • Leandro

                Querem comprar o carro e trocar só o óleo (quando trocam) e colocar gasolina. Dependendo do uso e das condições das vias, com 50 mil vai ter muuuiiita coisa pra fazer no carro.

          • Daniel

            Sim, depende muito do carro e da categoria dele… tive um Fiesta rocam 1.6 2007, comprado zero, que com 30 mil km rodados em 4 anos, parecia que ia desmontar inteiro, parecia que o carro se afrouxou inteiro nesse período… isso sem contar outros problemas mecânicos

          • Henrique de Campos

            Fala isso pra Ford. Trocar 3 x aquela bosta de Powershift em menos de 10k.

        • Bruno

          Tive um Lounge que com 11.000 fundiu o motor, THP

          • mauricio

            colocou agua em vez de etanol/gasolina?

            • Bruno

              Nada. Trocaram na garantia, teve dois casos aqui na região

        • Andre Resende

          eu tive o cruze sedan ltz 13/13 até 90.000km e NUNCA deu manutenção, única coisa que eu troquei fora as revisões foram discos de freio e suspensão pois minha cidade o asfalto é ridiculo, agora estou com o cruze 16/17 ltz, melhoraram quase tudo que eu não gostava nele, ta um espetáculo o carro, corre quase igual a c200 do meu irmao de 184cv

      • Alessandro

        Pela sua lógica meu antigo Palio com 130 mil km e meu antigo fox com 120 mil km sem nunca ter trocado nada além dos itens de desgates era um tanque também… 37 mil km o carro nem amaciou direito ainda heuhuaeahu

      • Danilo

        O carro é um “tanque”! Kkkkkkkkkk

    • Henrique de Campos

      Carlos, tenho um LTZ Sport6 2015. Peguei 0km em março/15. Acabei de fazer a revisão de 40k. Realmente o carro é um tanque, defeito zero. Tem acabamento na média, um motor que anda bem porém sem nenhuma pegada esportiva, consumo dentro do esperado, confortável, equipadíssimo, confiável. Possui um ótimo câmbio automático, ao contrário desses automatizados barulhentos e problemáticos. Muita gente mete o pau no coitado sem ao menos terem guiado o modelo. Haters são o grande mal das redes sociais. São experts em tudo, falam pelos cotovelos e, muitas vezes, não tem um p*to no bolso pra comprar uma bike. Quem pode falar é quem conhece ou tem. O Cruze nunca me deixou na mão, ao contrário de um VW “premium” de dupla embreagem que me deixou a pé várias vezes, enquanto o respaldo da VW foi nota zero.

      • carloscomp

        Henrique, já percebi como funciona isso a tempos, posto ainda como uma forma de publicar minha real experiência e ajudar de certa forma para quem realmente tem a mente aberta e bom senso.

        Um exemplo das tendências dos “experts” nos foruns de carros é sempre falar mal de Honda e Toyota e enaltecer a Ford. Nesta ideia que comprei o Focus e me ferrei bonito, achei que os “experts” sabiam de tudo mas me enganei e paguei o prejuízo, mas foi só essa vez, não caio mais na onda, e quero que outras pessoas também não caiam.

        • Alessandro

          O expert em ford teve um problema com seu suposto Focus aos 50 mil km rodados e agora sai falando que a marca é ruim e que a boa é GM com seu Cruze que faz 5km/l. heuaheuhau!

          • Andre Resende

            que cruze faz 5km/l? meu 1.8 aspirado fazia 7.5 isso pq moro em cidade de morro e tenho pé pesado, o meu novo 1;4 turbo faz 8.5-9, para um carro desse tamanho ta ótimo, tenho amigo com voyage que bebe igual bjs amigao

            • Vitor Barcellos

              meu amigo tem uma Saveiro 1.6 e não faz muita diferente disso não rs

      • Leandro

        Verdade, sempre tento defender isso aqui, tem que comentar com propriedade se já dirigiu ou teve o carro. Tem gente que entra aqui bancando o dono da verdade só por que leu uma avaliação de revista.

      • Adriano Lius II

        tenho um sport6 2014 lt, aut. tirado zero, esta com 42 mil agora, só troquei pastilha de freio dianteiro e os pneus, até dava para andar um pouco, mas teve uma promoção de pneus da pirelli, aproveitei e troquei, e ainda vendi os usados a 100 cada um, sai no lucro. Meu carro faz 10, no etanol na rodovia andando a 100 (LIMITE MÁXIMO AQUI) , NA CIDADE faz em média 6,5 a 7 , Quando fui ao Rio, abasteci com gasolina pq lá o etanol é mais caro que a gasolina, e fiquei surpreendido, na DUTRA a média é de 80 a 100, eu ia respeitando os limites para não dar mais dinheiro ao governo corrupto, foi fazendo média de 15,5 na rodovia e 9 na cidade, lembrando que é automático , mas ando bem de boa( na cidade eu uso o modo manual pq ele demora muito pra mudar as marchas, no manual consigo médias melhores na cidade) e sem o ar e 90% das vezes sozinho.
        Pessoal falava tanto mal, que quase fui de focus, mas hj sou feliz por ter escolhido o cruze, adoro ele, meu carro cheira novo ainda, como sou solteiro, ngm fuma dentro dele, ngm come, nem bebe, e quando saio raramente fica exposto ao sol, fica sempre no estacionamento coberto. Sempre limpo, pretinho. Hoje em dia é difícil ter algo top nesse país, e como não sou rico, tenho cuidado para numa futura revenda, ter um valor melhor pela conservação.
        Se Deus permitir, ano que vem troco o meu atual por um desse modelo novo. abraços

        • Vitor Barcellos

          Bom demais, quem dera se todo mundo tivesse o mesmo cuidado que você

          • Adriano Lius II

            Rapaz, pelo menos eu que trabalho horrores, e sei o quanto é dificil comprar algo nesse país entupido de impostos, corrupção etc… o jeito é cuidar para manter o mais ” novo” possível. Já recebi propostas nele, mãs não acho outro igual, só venderei para comprar um modelo mais novo, duro é que esta quase o dobro, ai não é pra mim, esse esta de bom tamanho. abração

    • GPE

      Pezinho pesado… andando a 110km/h em pista duplicada eu fazia entre 12,5 e 13 num LT auto

    • Cristiano_RJ

      Realmente, um 1.8 fazer 10,5 km/l com gasolina na estrada é péssimo. Meu carro é um 2.0 turbo, na estrada não faço menos de 12,5 / 13,0 km/l nunca. Já quando ando na maciota, com o modo Eco acionado, chego aos 15,0 km/l ou até um pouco mais.

  • Lucas de Lucca

    Será que vai ter opção com câmbio manual de 6 marchas?

  • João R

    Obaaaa… até que fim um Chevrolet Cruze querendo se parecer a um Opel Astra, hehehe Acho que daqui a uns 5 anos, começaremos a ter preços similares aos colocados na Europa

    • Gustavo73

      É o mesmo carro. Já temos preços similares o que falta são equipamentos no mesmo padrão.

  • Leandro

    Vamos aguardar a divulgação dos preços, mas chuto uns R$ 88 mil na versão LT.

  • ALVIN_1982

    Não vai vender nada… muito caro e parece um ovo de páscoa… o anterior tinha bem mais originalidade no desenho… me lembrou um Chery Cielo essa traseira…

    • Andre Resende

      voce que parece um ovo de pascoa amigão

      • Adriano Lius II

        raxei, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Vinicius

    Que carro lindo. Parabéns GM por trazer esse carro. Espero que venda bem e ressuscite o segmento !

  • Rafael Straus

    Carro lindo, mas vai vender ainda menos que o finado Vectra GT.

    Porque, em tempos de modinha de SUV e decadência de hatches médios, pouquíssimos terão coragem de gastar mais de 90 mil num Hatch médio e ainda virá a inevitável comparação de preços porque a GM insiste em vender o Hatch tão ou mais caro que o sedã (mesmo equívoco do Vectra G, cuja época era favorável ao segmento)

    • Leandro

      Equívoco algum. Um hatch não é menos carro que um Sedan. Nos EUA tem focus hatch mais caro que Focus Sedan. É o mesmo carro, com porta-malas menor. O custo de fazer um porta malas maior não é relevante.

      • Rafael Straus

        Seu argumento é verdadeiro, mas aqui no Brasil, CULTURALMENTE, o hatch sempre foi mais barato que o sedã e o brasileiro se acostumou a isso, acabando por rejeitar quando algum fabricante altera essa prática.

        Pode pesquisar. HOJE, sedã acaba custando mais caro que o Hatch (é só verificar as linhas Focus, Ônix/Prisma, Gol/Voyage, March/Versa por exemplo). Acho que o único caso que rompeu a escrita é Golf/Jetta, mas este último aparentemente deixou de ser sedã do GOlf para ter vida própria.

        • BillyTheKid

          Uma correção: o Focus hatch recentemente subiu de preço, e custa mais que o sedã.

        • Henrique de Campos

          Antes dos SUVs, sedans eram a preferência nacional. O brasileiro acreditava (ainda há quem acredite) na falsa sensação de maior status, coisa que foi repassada aos SUVs, mesmo os pequenos e mal equipados. Um povo que abraçou o lema “comer presunto e arrotar peru” merece um mercado distorcido como o nosso. HR-V é uma opção à falta de um hatch na linha Honda. É um carrinho alto com um preço pra lá de injustificável, assim como o Eco, Kicks, etc.

          • Adriano Lius II

            Morei na Europa há anos, lá eles sequer passam pretinho nos pneus, ele se preocupam com segurança, com melhor custo beneficio, aqui é como vc disse, o povo compra carro para os outros, por status, e não para sí, por isso esta do jeito que esta.

        • Leandro

          Entendo seu ponto de vista. Mas cultura muda. Veja, por exemplo, o Focus Hatch Titanium Plus está mais caro que o Sedan (R$ 109.400,00 Hatch, R$ 107.390,00 sedan). Eu sei que no Brasil sedan está atrelado a um certo status, um carro “de patrão”, um carro de quem subiu na vida etc. O meu ponto de vista é que trata-se do mesmo carro. Poderiam ter até o mesmo preço. Acredito que o Cruze Hatch está mais caro em função do Teto solar, não disponível na versão sedan. . Abçs.

  • Gabriel

    Sistema de estacionamento semiautomático é aquele mesmo ja visto no sedan, Focus etc?

  • Lindão! Bom seria se a Honda também se animasse a trazer o Civic hatch para cá…

  • RKK

    Nenhuma informação quanto ao volume do porta-malas ? Há especulações de que teriam reduzido o bom porta-malas do Cruze Hatch anterior…

  • marcosCAR

    Linda frente e a traseira sem graça… Vamos aguardar na concessionária para ver se muda a impressão e a opinião.

  • Douglas

    Será que vem com câmbio manual?

    • Fanjos

      Duvido, mataram o manual até na versão anterior

      • Douglas

        O Civic também tinha matado o câmbio manual na geração anterior e voltou a ter.

        • Fanjos

          Sei não, se custasse uns 80k no manual iria lá e assinava o cheque

  • Victor Hugo

    Ninguém vai chamar de Onixzão?! Igual chamam o Golf de Golzão?

    • Alessandro

      Se olhar pelo lado do acabamento é um Onixzão mesmo….

    • IPZ.4

      Não, não vamos.
      Porque não tem nada a ver.

      Paz

  • alex

    Teto solar?????

  • RKK

    Melhoraram a mecânica do Cruze Hatch, mas acabaram com o bom porta-malas do Cruze Hatch anterior, caindo de 400 litros para 290 litros !

    • Vitor Barcellos

      330 litros

      • RKK

        O que tem 330 litros ?

  • Done Bardam

    E o preço ?

  • leomix leo

    Alto Luxo…
    Não sei como vão fazer isso em um Hatch Médio. ..

  • Rodrigo Cherigatto

    qUERO VER ESSE azul petroleo!

  • Adriano Lius II

    Se diamantar essas rodas fica mais legal, e tb é uam pena que ele seja tão alto. Mas devido a qualidade do nosso asfalto, alias, como li em uma postagem, asfalto lunar, tem que por rodas menores e deixar alto pra aguentar as crateras brasileiras. Mas ficou top, pena não ser para meu bolso.

  • kravmaga

    Ficou muito bonito e com certeza será um ótimo carro.

  • Vitor Barcellos

    Alguém consegue me explicar o porque do sport6 ter teto solar e no sedan não ser oferecido nem como opcional?!!!

  • NaoFaloComBandeirantes

    Já nasce morto.

    Como cliente fico feliz de ver um Hatch médio sendo lançado.

    Como estratégia, acho que a turma do marketing na Chevrolet dorme em frente aos números de mercado. Esse segmento acabou.

  • Será que vai rolar uma versão manual desse Sport6?

  • FocusMan

    Uma pena que a potencia do motor não combina com o sobrenome Sport…

  • Danilo

    Esse sensor na lateral, próximo a roda é do Park Assist não é não?

  • Mauro Schramm

    Para quem quer um hatch médio 1.4T “moderno” sem pagar mais de R$ 100 mil, este Cruze LT parece ser a única opção. Particularmente acho o Golf mais carro, porém é mais caro.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email