Citroen Eventos Hatches Lançamentos Matérias NA

Novo Citroën C3: Impressões ao dirigir o hatch francês (168 fotos)

Novo-Citroen-C3-073 Novo Citroën C3: Impressões ao dirigir o hatch francês (168 fotos)

Na capital federal conhecemos o Novo Citroën C3, modelo com estilo mundial da marca francesa e que chega com visual renovado, conforto e segurança. O modelo está disponível nas versões Origine, Tendance e Exclusive, bem como com motor 1.5 flex de até 93 cv e 1.6 VTi Start Flex com até 122 cv, este último apenas na versão mais sofisticada.



A recente geração do Novo Citroën C3 passa ótima impressão visual. Detalhes cromados, especialmente na grade e teto Zenith, LEDs diurnos incorporados ao para-choque, faróis e lanternas com desenho harmônico e formato equilibrado.

As duas opções de rodas de liga leve (aro 15 e 16) do Novo Citroën C3 possuem desenho moderno e atraente. A versão Exclusive é mais valorizada com a nova pintura Rouge Rubi, que destaca mais os cromados adicionais da versão.

Mesmo assim, a versão Tendance não fica muito atrás, oferecendo também bom visual, mas especialmente na cor Branco Nacré. Totalmente equipadas, as duas versões foram oferecidas aos jornalistas apenas nestas duas cores, novas na linha C3.

Novo-Citroen-C3-011 Novo Citroën C3: Impressões ao dirigir o hatch francês (168 fotos)

Zenith

As duas versões estavam equipadas com para-brisa Zenith, um dos principais destaques do Novo Citroën C3. A peça com 80 graus de ângulo permite observar muito além do para-brisa comum, até mesmo o que está acima do veículo. Ele vai até a posição da cabeça do condutor, pouco além da coluna C.

O vidro inteiriço (com degradê na parte superior) tem apenas em seu centro o retrovisor (eletrocrômico no Exclusive) e um guia para o para-sol retrátil. Este exigiu algum esforço em uma das versões testadas, mas no geral tem acionamento leve. Ele contém dois para-sóis moveis de plástico duro, mas sem espelhos.

Já a iluminação interna foi deslocada para trás do banco traseiro, onde termina a capa que abriga o para-sol retrátil. Aliás, esse suporte no teto também diminui a altura interna. Um adulto de 1,80 ou 1,90 pode encostar a cabeça no teto.

Apesar disso, a excelente visibilidade do Zenith permite visualizar melhor placas e semáforos, especialmente aqueles muito próximos da faixa branca. Ele também permite fazer boas fotos do interior do veículo.

Novo-Citroen-C3-190 Novo Citroën C3: Impressões ao dirigir o hatch francês (168 fotos)

Acabamento

O estilo interior lembra muito o C3 Picasso, desde a instrumentação (com boa iluminação na cor branca) até os comandos eletrônicos de climatização. Os instrumentos podem ser bem visualizados, mas com sol forte, pode-se ter dificuldade no medidor de combustível e computador de bordo, por causa do reflexo de luz.

O material do painel é plástico duro, mas de boa textura. Os difusores de ar cromados dão destaque no visual e cumprem bem seu papel, inclusive com o central podendo ser direcionado ao banco traseiro.

O volante tem boa empunhadura e visual, mas poderia ter comandos eletrônicos na própria peça e não na coluna da direção. As alavancas de direção e limpador são simples e funcionais. Os sistemas de áudio e climatização também possuem fácil operação.

O console possui tomadas 12V e acendedor de cigarros, além de um espaço para pequenos objetos. Os porta-copos/garrafas estão nas quatro portas, mas há um espaço para pelo menos mais dois copos/garrafas entre os bancos dianteiros. O porta-luvas apresenta excelente espaço, além de iluminação e refrigeração. Há mais dois porta-copos na tampa.

As portas possuem desenho agradável e comandos bem à mão. Vidros/retrovisores podem ser facilmente acessados pelo condutor. Os puxadores possuem visual prateado. Os alto-falantes possuem desenho integrado ao conjunto e há tecido/couro no apoio de braço. Falando nisso, há apoios centrais individuais nos bancos dianteiros.

Novo-Citroen-C3-185 Novo Citroën C3: Impressões ao dirigir o hatch francês (168 fotos)

Os bancos, por sua vez, apresentam novo acabamento e estilo. No centro, tecido malhado e nas laterais em couro (Exclusive). O banco do condutor tem regulagem de altura, mas não há tal opção para os cintos de segurança. A Exclusive ainda conta com pedais de alumínio e volante com detalhe prateado, bem como paddle shifters e console cromado na versão automática. As maçanetas internas são cromadas.

O espaço interno é bom para quem vai na frente e apenas razoável atrás. Especialmente por causa da altura do teto (com Zenith pelo menos) e pelo entre eixos “conservador” de 2,46 metros. O porta-malas tem bom espaço com seus 300 litros, que podem virar 1.000 com o banco rebatido.

Tapetes e carpetes também ajudam na boa impressão do interior. Já os vidros amplos na parte frontal e lateral dianteira ajudam muito nas manobras e sensação de bem estar. Atrás, a visibilidade é apenas mediana.

A ergonomia geral é boa, não exigindo esforços ou contorcionismos dos ocupantes ou condutor, apesar deste ter que lidar com o velho e conhecido comando na coluna de direção. No entanto, o item tira a possível distração do motorista ao lidar com o sistema de áudio comum, por exemplo.

Os bancos dianteiros são confortáveis e seguram razoavelmente bem o corpo nas curvas. O banco traseiro apresenta conforto relativo por causa da posição do encosto. Um quinto passageiro terá que lidar com o túnel central, mas conta com apoio de cabeça regulável em altura. Por fim, falta falar do desempenho em cada versão de motor. Então vamos lá.

Novo-Citroen-C3-068 Novo Citroën C3: Impressões ao dirigir o hatch francês (168 fotos)

Novo Citroën C3 1.5 BVM

Este novo motor nos causou surpresa quando recebemos a informação de forma exclusiva. Afinal, não há nenhum motor 1.5 da PSA conhecido. Pelo menos não sendo feito atualmente. No entanto, a proposta de um bloco mais potente que o 1.4 usado até então no C3 foi mais do que acertada.

O 1.5 BVM dá um fôlego maior às versões de entrada (Origine e Tendance) do Novo Citroën C3, apesar de oferecer 89 cv com gasolina e 93 com etanol. O modelo se comportou de forma razoável, graças ao maior torque em relação ao 1.4 e mais disposição no trânsito de modo geral.

Nas subidas mais íngremes é necessário reduzir e pisar mais para poder imprimir um desempenho melhor. É nesse ponto que o 1.5 mostra a falta de disposição de um bloco maior, mas não fará o proprietário se aborrecer no dia a dia.

Em velocidade de 80 km/h, a rotação se manteve em 2.100 rpm. Já em 100 km/h, o ponteiro estava em 2.900 rpm. O nível de ruído agradou, bem como as trocas de marchas eficientes e macias. As retomadas de velocidade foram razoáveis. Com longas e largas avenidas, Brasília favoreceu a média de 11 km/litro de etanol.

Os freios atuaram de forma eficiente, mas sentimos mais o balanço da carroceria nesta versão, especialmente em mudanças rápidas de faixa ou em curvas mais fechadas. O Novo Citroën C3 1.5 BVM conta com rodas aro 15 e pneus 195/60 R15.

Novo-Citroen-C3-121 Novo Citroën C3: Impressões ao dirigir o hatch francês (168 fotos)

Novo Citroën C3 1.6 VTi 120

Disponível apenas na versão Exclusive, o Novo Citroën C3 1.6 VTi 120 conta com novo motor 1.6 16V VVT com sistema de partida a frio Start Flex, 115 cv com gasolina e 122 cv com etanol. Além disso, ele possui opção de transmissão automática com quatro marchas e opção manual, que não foi testada pelo NA.

Com transmissão manual, o Novo Citroën C3 1.6 VTi 120 mostra o vigor do novo propulsor da marca francesa, que responde rapidamente ao pedido do condutor. As retomadas são muito melhores que no 1.5 e conduzindo em terceira marcha no trânsito do centro de Brasília, foi possível manter excelente desempenho em quase todas as situações.

Rodando a 100 km/h, o Novo Citroën C3 1.6 VTi 120 marcava 2.800 rpm no conta-giros. Não foi possível chegar aos 120 km/h, mas acreditamos em algo próximo a 3.300 rpm. O silêncio a bordo foi melhorado pelo menor esforço do 1.6 em produzir força nas acelerações e retomadas.

Novo-Citroen-C3-198 Novo Citroën C3: Impressões ao dirigir o hatch francês (168 fotos)

O consumo chegou a 8,7 km/litro. As frenagens foram mais eficientes, assim como a estabilidade em curvas fechadas e mudanças rápidas de direção. O Novo Citroën C3 1.6 VTi 120 entusiasma mais por seu melhor desempenho.

Enfim, tanto o 1.5 quanto o 1.6 apresentaram desempenho geral de acordo com suas pretensões, sem nada fora do comum no segmento. Ambos atendem bem aos consumidores que querem mais economia ou melhor desempenho.

O Novo Citroën C3 chega para ampliar a briga no segmento de compactos Premium, que já conta com os recentes New Fiesta Hatch e Chevrolet Sonic Hatch. Com preços entre R$39.990 e R$53.990, o modelo está no mesmo patamar dos rivais. A briga promete ser boa, apesar dos rivais não contarem com opções na faixa abaixo dos 100 cv.

Galeria de fotos do Novo Citroën C3:

Viagem a convite da Citroën.

4.0

  • Henrique

    Chegou atrasado demais, Sonic e New Fiesta além de serem mais atuais tbm são mais bonitos.É um bom carro mas não é a melhor opção.

    • _Hofmann_

      O Fiesta eu concordo, é mais bonito e você leva mais por menos a partir do pacote intermediário, que já oferece ESP e o Sync por exemplo, o primeiro indisponível e o segundo sem sistema similar no C3. Se formos comparar Fiesta SE Top com C3 Exclusive manual, o francês fica devendo e muito na segurança: faltam o ESP, os 5 airbags a mais e o sensor de ponto cego, enquanto o Fiesta fica devendo os sensores de chuva, crepuscular, retrovisor eletrocrômico e o parabrisa panorâmico (na minha opinião, só os dois últimos são realmente interessantes e úteis). O motor do Fiesta é equivalente ao do C3. Nessa versão, o Fiesta é um pouco mais caro, mas oferece muito mais. Logo, o Fiesta é, de fato, superior, comparando as versões manuais. Falta ao Fiesta o câmbio automático e ao C3, praticamente que também, pois o oferecido é tão ruim que é quase nulo.

      No caso do Sonic, já não acho que seja superior ao C3. O motor é equivalente, os itens são praticamente equivalentes – se o Sonic não tem parabrisa panorâmico, por outro lado tem um câmbio automático de qualidade, ao contrário do combalido AL4/AT8 do C3 – e até o preço é bem parecido. No visual, um carrega o estigma de "carro de mulher" (bem menor que no C3 anterior, diga-se de passagem) e o segundo tem visual controverso, do tipo ame-ou-odeie (depende de cada um, mas eu particularmente acho o Sonic horrível). Então, pra mim estão no mesmo nível, abaixo de Fiesta e Punto (mesmo reestilizado, não é novidade há algum tempo, mas oferece maior variedade de motores, versões e equipamentos, abrange a vontade de mais consumidores, é um carro interessante ainda).

      • jcperes

        Acho que essa geração do C3 perdeu totalmente a cara de carro de mulher em comparação com a geração anterior em que isso era muito evidente. Ponto positivo pra Citroen, que com isso vai atrair o público masculino que tinha perdido na geração anterior desse modelo.

      • lucasranyel

        Excelente análise, falou tudo o que eu pensei. Nunca fui fã do C3 pelo design, apesar de conhecer seus pontos fortes, e posso dizer que este novo design me agradou, retirou bastante o estigma de "carro de mulher". O para brisa panorâmico Zenith também é muito interessante mas não gostei do design interno, aquelas três saídas de ar logo acima do console central são horríveis, o painel também remonta a carros antigos bem como a falta de tecnologia e segurança bem mais presentes em carros da mesma categoria. Outra coisa, ta certo que tem comandos de som na coluna de direção, mas por favor, a falta destes no volante em um carro desta categoria é imperdoável, quando até mesmo Gol, Voyage, Palio e Grand Siena ja vem com estes comandos no volante.

        • Sias

          A questão dos comandos no volante já foi alvo de discussão por aqui.

          Eles estão lá, mas por uma escolha do fabricante eles são por comandos satélite, não diretamente no volante. Eu (e não só eu) prefiro eles assim, e não os botões no aro. São bem mais práticos de usar, na minha opinião.

          • expresso222

            Também prefiro os comandos na coluna. São mais intuitivos e por isto distraem menos. É só questão de hábito e logo se acostuma com ele.

          • F_F_

            eu prefiro 1000 vezes o comando no volante, principalmente se estiver na parte de trás do volante! é muito mais cômodo e prático de usar… e como fica na parte de trás vc não tem a tentação de olhar para o botão e se distrair.

            O 500 tem comandos na parte da frente e na parte de trás do volante. O da parte da frente são os botões do blue & me e do piloto automático, na parte de trás ficam os comandos do rádio. Achei muito acertada essa disposição pois eu uso bem mais os comandos do rádio (que ficam na parte de trás)

    • jcperes

      Realmente, gosto cada um tem o seu… mas cara, acho que muitos aqui vão concordar que o seu é horrível!
      O design do C3 é muito superior ao do Sonic, é tudo proporcional, detalhes de bom gosto, frente e traseira compatíveis.
      O Sonic tem aquela grade de caminhão péssima [totalmente desproporcional], logotipo da GM no lugar errado (se fosse colocado no centro da parte de cima da grade de caminhão, dava outra cara à frente), faróis sem capa protetora … se bater alguma coisa ali e quebrar, vc vai ver que "baratinho" vai sair um novo (economia desnecessária), traseira que destoa totalmente da frente (no caso do hatch e um pouco no sedã também). [Ironic Mode: ON] No interior temos o "maravilhoso e luxuoso" painel com velocímetro digital de motocicleta (bom gosto sem limites!) [Ironic Mode: OFF].

    • rogerw31

      Pra mim nem o fiesta é mais bonito, a traseira dele é horrível.

      Pra mim o segmento ficou assim, na ordem, c3, seguido do fiesta ( pra mim é MUITO pequeno e apertado, não compraria, mas vai de cada um ) sonic, punto e por último o polo.

      • Sias

        O Fiesta é apertado mesmo, não é pegação….Uma colega de trabalho comprou um, que carrinho apertado no banco traseiro, sem contar que é estreito.

    • Sias

      Preferências a parte, também acho o C3 bem mais bonito que o Sonic….Se é que dá pra chamar o Sonic de bonito.

      • victorporto87

        Não cara, não dá..

        • AutoIng

          O Sonic é o mais feinho do segmento… Aquela traseira de Ford Ka antigo não dá pra encarar não.

          • nightwishjp

            Acho o sonic HORRÍVEL

    • Diego

      Cada um tem o seu gosto, mas esse gosto é questionável, e existe algo que se chama senso comum. Não acredito que as pessoas comprem o Sonic e/ou o Cobalt pelo design. No geral, eu até entendo o desenho dos dois, mas a dianteira de ambos é de mau gosto.

      • odirrr

        Concordo com o seu comentário em relação a senso comum, mas discordo que o Sonic seja um caso.

        Particularmente gosto muito da dianteira do Sonic. A traseira não que eu ache feia, mas acho que não acompanha a agressividade da dianteira.

        Mas pelo que leio, de fato parece um design controverso. Ou vc gosta, ou odeia.

  • AventadorMan

    Acho q pra start das vendas a versao de entrada um 37.990 era justo nao? E outra coisa o cambio aut continua com 4m tao de sacanagem ne

  • Leandro1978

    Me parece ser uma boa opção dentro do segmento. Tenho uma dúvida, a versão de entrada, Origine, não possui o para-brisa Zenith, desta forma, o dele é "normal" como nos demais modelos? O seu visual é muito diferente? Gostei do amarelinho…rs…

  • brnmilk

    Gostaria de saber quanto custa o parabrisa Zenith, para caso quebre eu não tome um susto na hora de trocar como acontecia com o Tigra que custava mais de 5 mil reais. hehehe

    • fredklamt

      Li que será subsidiado pela marca, ao preço de 1450…

      • RafaSprenger

        exatamente, como consta nas imagens do slide da fábrica, será o mesmo preço do modelo vendido atualmente

        • Long_life_tobigcars

          O modelo atual era possível encontrar até por R$ 33 mil. Esse parte com preço inicial de R$ 39 mil. Seis mil reais é uma boa diferença.

          • RafaSprenger

            parceiro, me referi ao preço do para-brisa caso seja necessário uma reposição

            • Sias

              Mas com um seguro que tenha cobertura de vidros a situação fica tranquila. No meu a franquia é de 90,00 para parabrisa e nenhuma para os demais.

              • Edson Roberto

                No meu C3, fica no vlaor de R$65,00 para a troca de parabrisa. (ou qualquer outro vidro).

            • Long_life_tobigcars

              Você não entendeu! Estou falando do preço do C3 atual e o modelo novo.

              • Edson Roberto

                Mesmo assim Long. O preço do C3 sempre foi de R$37990. Só no "fim de carreira" que ele passou a custar R$34990. Entretanto, o C3 1.4 Exclusive (que eu possuo inclusive) custava a partir de R$42000 (no fim de carreira R$40000), e só ofertava air bag duplo.

                Esse modelo de entrada já oferta inclusive ABS. Ele é competitivo no modelo de entrada. Eu deixaria de lado um Punto 1.4 para ter um C3 1.5. Entretanto, não posso dizer o mesmo em relação aos demias rivais quando começa a ficar mais caro. Até mesmo o Punto 1.6 dualogic, passa a ser mais interessante que a versão exclusive do C3 manual. (e olha que aqui, dá para colocar 6 air bags no Punto além do Dualogic).

    • pauloferrer

      vc até ta certo, mas quem compra um carro desses e nao põe no seguro ta de sacanagem né!!! digo isso pois eles oferecem franquia pra vidros q fica em torno de 60 reais cada, mesmo q esse custasse 200 valeria a pena!!!

      • AutoIng

        Existe alguém que compra carro zero km hoje em dia e não coloca no seguro? Será?

        • pauloferrer

          com certeza tem, mas quem tem bala pra comprar um citroen desses ae novinho tem q no minimo pensar nisso!

      • RicardoSuroieck

        A franquia para vidros não necessariamente faz parte da apólice. Dependendo do carro, a mera diferença entre cobertura para vidros ou não cobertura para vidros pode passar dos mil reais no seguro. Dessa forma, o preço da peça é relevante sem dúvida alguma, até porque é ele que vai ser considerado na hora da seguradora calcular o valor da franquia.

        • Sias

          Tive um Aircross e o parabrisa dele é tão grande quanto este, apesar de não avançar no teto. O seguro ficava em 1500,00 com 90,00 de franquia nos parabrisa.

          • RicardoSuroieck

            O seu carro tinha baixo índice de sinistro, para sua sorte.
            O meu carro por exemplo (Passat) não é novo, mas tem motor turbo, além das peças de reposição serem relativamente caras, meu perfil ser ruim e o CEP de onde eu trabalho ser em local afastado, na periferia. O meu seguro sem a franquia de vidros ficava 3600, com a franquia ficou em 4200. Mesmo com a diferença acabou valendo a pena colocar, porque um mero retrovisor na autorizada não sai por menos de mil reais, e em São Paulo, com carro largo, já viu né.

            • Sias

              Namorei as duas Variant (Passat e Jetta) e com o carro que tenho hoje conseguiria ter comprado uma destas (Sorento) mas é por estas e por outras que acabei desistindo. Sempre faço uma cotação do seguro e o delas ficava muito alto. Paguei 3 mil na Sorento e a franquia também ficou baixa, mas chegaram a me pedir 6 mil no seguro.

              E sem seguro não dá, imagina uma batidinha qualquer já passa da franquia rapidinho.

              • RicardoSuroieck

                Realmente, é o único senão do carro. O conforto e dirigibilidade são ótimos, eu não trocaria por nada atualmente (a não ser que repentinamente eu ganhasse na mega-sena).
                Eu comprei um usado bem cuidado e não tenho tido problemas, só o seguro é que é triste mesmo, mas é como você falou, a gente já compra sabendo a facada que vai levar. Faz parte do jogo, rs.

                • Edson Roberto

                  Pode relatar um pouco a respeito da manutenção do Passat? Preço de peças? Pois foi um carro que cogitei pegar em um futuro para substituir meu segundo carro.

                  • RicardoSuroieck

                    Comprei o carro usado (2008) mas relativamente bem cuidado e ainda pouco rodado, então nunca tive que fazer grandes manutenções não, só troca de óleo e filtros de oleo/combustivel, o que consigo fazer por cerca de R$ 350 a 450. Mas se precisar de peças após um sinistro, sei que tudo é bem caro porque pesquisei na época, é mais caro até que a manutenção de um A4 do mesmo ano. Do tipo farol de 2 mil reais, parachoque de 2 mil reais, amortecedor de 1500 reais, retrovisor de 1500 reais, e por ai vai. Nada é menos do que mil reais. Se você não fizer questão de peças originais, os paralelos são bem mais baratos, cerca de 1/3 a 1/8 dos preços, dependendo da peça.
                    Eu recomendo fortemente o carro, é uma das melhores experiências de direção que eu já tive (e eu já dirigi Classe C e BM 318) e um custo benefício relativamente bom (para os usados pelo menos) , o motor e cambio respondem bem e são inacreditavelmente economicos para a potência.
                    Se você fizer o seguro (que é caro) com boa cobertura e comprar um carro de procedência, não vai gastar horrores com manutenção corretiva, o carro é bem resistente (desde que, é claro, seja bem cuidado e tenha manutenção preventiva em dia o que aliás, vale para qualquer carro). O único ponto que outros colegas que também tem o carro a mais tempo comentam é que a suspensão não dura tanto dependendo das características de onde você more, porque realmente as nossas ruas não são as melhores para esses carros alemães. Mas a minha ainda está 100%, e meu carro já tem quase 60 mil km rodados.
                    Então é isso. O que você tem que considerar mesmo é o preço do seguro e saber que as peças de reposição são caras sim. Essa é a parte ruim do carro. Mas pelo menos para mim a parte boa se sobressaiu tanto que eu pago feliz tudo o que for necessário para continuar com ele. Como segundo carro eu já não sei, ai depende das suas necessidades, se quer ou não um sedã grande como segundo carro e da parte financeira também. Seja como for, eu aposto que se você comprar um Passat como segundo carro, após dirigi-lo algumas vezes, você vai começar a utiliza-lo como primeiro carro e vai colocar o outro para escanteio, rs, o carro é muito bom mesmo, eu adoro como você pode perceber. Um abraço.

              • Edson Roberto

                Sias, seria possível relatar preços de manutenção do seu Sorento? Seguro, peças e mão de obra?

                Pois tenho vontade de um futuro um pouco distante, de ter um carro superior aos meus atuais. Entretanto, fico nessa… se pego um Sedan ou Perua atuais, ou se parto para um Crossover que pode me ofertar o que espero dele com um custo de manutenção ou os demais pontos, em um valor menor.

                Infelizmente aqui no Brasil, o pessoal tá querendo andar em tanque de guerra para agredir o carro alheio (não falo de você, pois sei que vc gosta de carros altos, mas no meu condominio o pessoal tem sacaneado o vizinho de vaga).

                • Sias

                  Edson, mão de obra propriamente dita ainda não precisei pois faço tudo, só se me faltar alguma ferramenta (e mesmo assim se não for muito cara eu compro pra fazer o serviço).

                  Só fiz manutenção preventiva até agora e peças eu já comprei em ccs e em lojas importadoras. Os valores ficaram na média: R$25 no filtro de ar, R$300 nos dois jogos de pastilhas de freio, R$80 no filtro de combustível, R$300 no óleo do motor (8 litros), R$60 no filtro de óleo. MAS…..sei que se precisar de alguma coisa que vá depender só de ccs o preço sobe. O cabeçote do filtro de combustível custa a bagatela de R$1700…. Mas acho que o prazer que ela me dá compensa.

                  Um "casal" que me agradaria ter em casa é uma C4 Picasso e este novo C3…….. Em vagas de condomínio (e nas apertadas em geral) a situação fica ruim, mas se tem coisa que não gosto é de estacionar apertado, sempre paro longe dos outros.

                  O seguro: ficou em 3mil…mas chegaram a pedir 6mil.

  • eduardoribeiroo

    Na boa, sei que não é nem da mesma categoria, mas eu prefiro muito mais ir de Gol Power que é mais barato e tem motor 1.6 do que apostar em um carro recém lançado com um motor desconhecido.

    • pauloferrer

      oh god why….

      • eduardoribeiroo

        Tem que saber interpretar heim cara
        Não disse que gol é mais carro que c3 ou vice versa. Muito menos disse que o gol é o melhor carro do mercado.
        Simplesmente rebaixei o c3.

        • AutoIng

          É de perder a fé no consumidor brasileiro mesmo… "Prefiro um Gol" é de lascar!

        • Edson Roberto

          Eduardo, então vamos com calma: Esse C3 é uma nova geração em cima de uma plataforma consagrada do produto. Ele melhorou nos aspectos que ele precisava mudar para ser um carro atual. Visto por isso, ele não deixa ainda de ser um C3. Como qualquer produto novo no mercado, é claro que peças, vão ficar mais caras…. mas ganhando tempo e vendas, tende tudo a ficar conhecido, distribuido em auto peças e normalizar preços.

          Sobre o motor 1.6 16v, ele é velho conhecido 1.6 que já equipa diversos modelos da Citroen. Ele só ganhou comando de valvulas variavel. Ou seja, é um motor relativamente barato de se manter.

          E sinceramente, pelo preço do C3 citado (que é o 1.6) dá para se pensar no Polo se vc for ficar na VW. Mas sinceramente? Pelo preço ficaria entre Fiesta e Punto. (com possibilidades inclusive de pegar o Punto Sporting).

    • macaense

      0p, primeiro comentário, troll detected

    • Long_life_tobigcars

      Poxa cara! Você comparou uma ogiva atômica com esse carro?

    • Ph4ntomf4

      Pai, perdoa-lhe! Ele não sabe o que está falando!

      • jcperes

        Não Pai, não perdoa não! Castigue esse infeliz por falar uma besteira dessas!!! hahahaha

        • rogerw31

          Ele vai ser, pois quando puder comprar… VAI COMPRAR UM GOL !!!!!

          • AutoIng

            Se fosse só ele… Mas a grande maioria dos brasileiros pensa assim infelizmente.

            • Edson Roberto

              A grande maioria compra Gol deentrada e não o topo de linha.

              Além disso, depende de onde a pessoa mora. De nada adianta ter um Citroen se a concessionaria cobra absurdos e ainda é ruim. Nesse caso, eu pensaria em um Punto, Polo, entre outros do segmento.

              Acho que cada local, tem uma concessionaria distinta que possuam bom atendimento. Entretanto, a falta de padronização do atendimento é o que matam as concessionarias e por conseguinte a marca.

    • silvio_Brito

      haah
      Que isso? Poderia ter dito polo, golf (ate mesmo usado) mas não tem comparação.

    • danieldourado_2

      heheheh, boa piada!…. ou não…

    • Sias

      Gol???????? mas nem se fosse o modelo mais completo.

    • victorporto87

      É por isso q é o carro mais vendido do Bracil..
      O povo não enxerga o quanto o carro é ruim,
      mas se tem um motor 1.6, tá valendo, mesmo que custe quase 50k..

    • mjprio

      Mas nenhum dos dois motores é desconhecido. O 1.6 só perdeu o tanquinho de gasolina e o 1.5 é o mesmo 1.4 da PSA com cilindrada aumentada… se for assim o 1.0 tec então e outro motor

    • Oba_

      Eu trocaria pelo HB20 1.6 versão TOP com praticamente tudo que o C3 intermediário tem menos o para-brisa, luz diurna por LED, 3 cintos e apoio de cabeça traseiro porem bem mais barato, a CARRO HOJE disse que custará 38 ou 40mil essa versão TOP mas jamais trocaria pelo GOL POWER. Mesmo que eu pirasse.

  • MrBotton

    Se não fosse o ágio aqui em Curitiba, seria uma boa opção… Sonic tem acabamento horrível, e o manual só pra 9076578979 dias. Fiesta também não me agradou… O problema é atrás do C3. Tenho 1,80 e encostei a cabeça no teto…

    • RafaSprenger

      pois é parceiro, moramos na mesma cidade, e o problema em toda capital é famoso ágio extremo, assim foi com o lançamento do c4 pallas, com o ds3 e com esse c3, se pagam, isso vai sempre continuar, eu como possuo uma estatura menor, 1.72 teria um conforto razoável neste modelo, em minha opinião, o c3 e o punto são as melhores opções do segmento…

  • msbiel13

    N.A , quando rola a avaliação completa desse novo C3 ???

  • macaense

    A diferença do consumo nos dois motores foi muito grande. No geral gostei do carro, mas o design é muito arredondado pro meu gosto.

    • Marcelo_B

      Tbm achei… Imagino que o pessoal tava "testando" mais o 1.6 rsrs
      Mas de qualquer forma o consumo do 1.6 ta bom e do 1.5 ta excelente pra ta andando no álcool

      • macaense

        O do 1.6 não está bom, lembrando que o teste foi feito em Brasília, e deu 8,7 km/l de etanol!

        • Edson Roberto

          Lembrando ainda, que a culpa disso eu posso atribuir trnaquilamente ao cambio. Ele é beberrão com esse cambio mesmo.

  • Ander33x

    Em relação ao ÁGIO descarado aqui em SP e ABC na versão topo chega a dar 9, 10 mil reais a mais, e ridículo um preço deste num
    carrinho desse, até o irmão maior PSA C4 e 308 ficam mais interessantes nesses preços sendo 2.0 AT.
    Eita Brasil vergonha!!!

  • oliveirajc

    Não tem nem alças no teto…

    • silvio_Brito

      Pra que elas servem mesmo?
      Acho que são realmente uteis em pickups

      • AutoIng

        Nunca na minha vida usei as alças do teto, mas já vi no interiorzão o povo segurando ali durante o trajeto e achei bem engraçado. Só vejo necessidade de algum apoio em carros muito altos, como pick-ups e vans.

      • Edson Roberto

        Para que? Em uma colisão com passageiros, eles terem apoio onde se segurar?

        • silvio_Brito

          KKK
          deve ajudar muito mesmo neste caso!
          kkk

    • Sias

      O que não achei legal for não ter regulagem de altura nos cintos.

      • aprs

        Putz, que lixo. Esse ajuste do cinto eleva muito o custo, espero que não vire moda.

        • Sias

          São uns detalhes bobos, mas fazem diferença. Se o problema for estrutural até se compreende, mas o Aircross tem regulagem.

          • oliveirajc

            Parece que o New Fiesta também não tem alças de teto, não tenho certeza. O consumidor brasileiro também nem sabe o que é… Dureza!

          • Edson Roberto

            Revoltante. E pensar que meu C3, tem tudo isso sem frescura…

  • Long_life_tobigcars

    O antigo tinha um Q maior de tecnologia por possuir instrumentos digitais.

    A propósito! Esse modelo veio completar a gama da linha Citröen ou substituir o antigo C3?

    • Marcelo_B

      Parece que o antigo fica até o final do ano… Depois vai ser só esse…

  • renatogca

    Testei já o 1.5 em estrada, e posso falar, esse motor é animal, anda muito bem e sobe serra tranquilamente, acho que a reportagem não testou de forma correta, pois entre esse 1.5 e o 1.6 atual (não o VTi) o 1.5 anda mto melhor mesmo com menos potência

    • aprs

      Menos. Difícil esse 1.5 ser melhor que o antigo 1.6.

      • renatogca

        Falo isso pq eu tenho o 1.6 antigo e já andei nesse carro em cidade e rodovia…. te garanto, o 1.5 é f… e o 1.6 novo está muito bom! Não lembram em nada os antigos e dão um baile em tecnologia e desempenho, com economia e confiabilidade

        • Rafa_el

          Esse novo 1.6 VTI deve ser um foguetinho.

          Poxa, porque não ofereceram um aerofoliozinho?

          Iria ficar mais interessante aquela traseira.

        • aprs

          Entendo sua opinião, só acho o 1.6 novo bom. Já esse 1.5 é bem sobrevida, mais ou menos o que a Renault fez com o 1.6 8v.

          • Edson Roberto

            Ainda que tiveram que aumentar o tamanho da camisa pois ao que parece o modelo anterior (motor 1.4) não aceitou aumento de potencia sem aumento de tamanho (em que talvez fosse possivel manter a economia).

            Entretanto, se conseguiram diminuir o lag entre o "acelerar" e o "responder" realmente fará diferença entre os dois propulsores, além do torque.

  • rfsjparj

    Achei muito bonito esse Novo C3, na minha opinião não tem veiculo superior ao C3 nesse segmento , ja entrei num aqui na minha cidade, acabamento de muito qualidade, espaçoso, para brisa panorâmico muito interessante, eu acho que nao fica devendo em nada para o europeu.

    Infelizmente aqui no Brasil as pessoas nem ao menos conhecem o produto e já vai falando mal, só sabem colocar defeitos….
    é a cultura do Brasileiro!

  • epicentro01

    Gostei do visual do carro, bem melhor do que o anterior. Mas o consumo não é aquilo tudo, especialmente pela propaganda que fizeram sobre os itens para reduzir o consumo, um câmbio AT decente ajudaria. E tem ainda o fato do teto ser baixo como já falaram, e ainda os cintos dianteiros sem regulagem de altura. Isso tudo parece que deixa o carro meio limitado à um público de uma altura muito específica…rsrsr. Se o cara for muito alto vai bater a cabeça no teto caso sente no banco de trás, se for muito baixo e sentar na frente, o cinto vai raspar no pescoço? Só estou colocando os pontos que li por aqui, não vi o carro ao vivo, mas me parece que pecaram em alguns pontos.

  • rogam2010

    Pagaria 35k, nada mais
    Não vamos comprar com ágio!

  • rogerw31

    O 1.5 já anda bem, a diferença de desempenho deles não é TÃO grande, já que o 1.5 tem câmbio mais curto justamente para isso.

    • Rafael4lves

      Pela avaliação acima, o câmbio do 1.5 é mais curto mas mantêm uma relação próxima do 1.6, aos 100km/h o 1.5 marcava 2.900 rpm enquanto o 1.6 na mesma velocidade marcava 2.900rpm, somente 100 rpm de diferença. Então acredito que o mérito seja pelo fato do motor ser 8 válvulas o que garante um bom desempenho em baixas é médias rotações.

      • rogerw31

        Isso na QUINTA MARCHA, as outras a diferença deve ser maior, a diferença de tempo na aceleração não passa de 1 seg.

    • Rafael4lves

      Corrigindo:…" o 1.6 marcava 2.800 rpms"

  • rafaellz

    Eu particularmente acho um absurdo carro hoje em dia que não vem com 2-Din

  • guiramos10

    Amigos, tenho um Astra 2011/2011 e estou querendo trocar. Vocês acham que esse novo C3 seria uma boa opção?

    • Marcola

      Vale a pena. Mas acho seu carro muito novo !

    • pessimista2011

      Qual o problema do Astra? A não ser que esteja tendo muita dor de cabeça com o carro, vai gastar dinheiro a toa.

      • guiramos10

        O carro esta fazendo muitos ruidos internos e tambem não gosto do design

        • rogerw31

          Apesar do astra ser o astra, antigo e ruim, tentaria trocar por outro médio mais barato, como focus e 308.

        • Rafa_el

          Pega um New Fiesta cara.

          Deduzindo pelo fato de vc ter um Astra, vai combinar mais com seu estilo do que o C3.

          Ou então vai de Focus 1.6.

          Adianto que peguei esse Focus num autódromo e me surpreendi com o desempenho do motor.

        • PauloPGomes

          O Astra no geral é superior ao C3, inclusive com relação à custo de manutenção
          O C3 só deve ser superior mesmo é no quesito consumo, de resto, perde feio para o Astra.

          Se a sua necessidade for justamente melhorar o consumo, vá no 1.5 mesmo, até porque, considerando o excelente torque do Astra, você não vai gostar muito do motor 16v, por ser bem mais fraco em baixas rotações

          • Edson Roberto

            Opa, perai.

            Custo de manutenção maior no C3? Vamos lá: Comprei o conjunto de amortecedores dianteiros do C3 por R$300. Com mais R$50, comprei os batentes também. Só UM amortecedor do Astra é R$250. Sem contar o batente. Os pneus do Astra 2011, são aro 16" os do C3 são 15" com opção para 16". Custo menor para o C3 de inicio.

            O C3 tem o custo de pastilhas de freio a R$40. Os do Astra são R$80 e considere ainda, que o Astra tem disco nas 4 rodas. A embreagem de um C3 custa por volta R$500. A de um Astra custa por volta de R$800. Tem certeza mesmo que o Astra tem custo de manutenção mais em conta?

            Além disso, ele é notadamente um carro superior. Então não espere um custo de manutenção tão baixo quanto diz.

        • Edson Roberto

          Qual é o valor que pretende inteirar além do valor do seu Astra? Tem quantos quilometros rodados seu Astra?

          Abraços

          • guiramos10

            Queria pegar algo em torno da tabela FIPE mesmo. Tem 20 mil

  • Egadieri

    Tenho um automatico antigo, o carro supre minhas necessidades, uma coisa que eles trocaram que eu acho sofrivel na versao antiga é a posicão dos botões do vidro que na versão antiga são no console central, outro ponto é o ar condicionado que ficava numa posicao ruim agora foi para cima do radio, um ponto que me chamou atenção é o radio não ser 2 din, eles querem vender a telinha em cima do painel como nos outros citroen. Eu trocaria o meu por este se o preço fosse menor por este preço não dá

    • Edson Roberto

      Bem… mas é ai que está. Eles arrumaram algumas coisas e pioraram outras. O caso da abertra dos vidros: Ele saiu e foi para a porta. Mas vc viu a posição? Ainda continua baixo, e nesse caso, muitos destros terão dificuldade.

      Eu possuo um C3 1.4 Exclusive. O ar condicionado ao menos para mim, era satisfatorio. Pois era na mão, esse ficou mais alto, mas viu onde foi parar os botões de destravamento de portas e pisca-alerta?

      Olha, não é desfazendo desse C3, mas me pareceu um carro que piorou em detalhes… ao inves de diversos modelos em que a ergonomia foi pensada em primeiro lugar.

  • Felix_BSB

    Uma das piores coisas no ato de dirigir é fazê-lo no início da manhã e no fim da tarde, com o sol à frente (ou ao lado). Sorte que esse período é curto… exceto se você tiver um para-brisas desses do C3: você só não terá o sol na cara entre 11 e 13h (e sem pára-sol)!

    • Rafael4lves

      Ele tem guia retrátil justamente para isso, proteger do sol, e no guia também tem para-sol, ou seja, esse problema que você citou é fácilmente resolvido.

      • Oba_

        Na verdade este problema nem existe por conta dele ser retrátil. Muito show esse pará-brisa, difícil entender como alguém não gostaria de ter um desses no carro que possui, isso porque não é necessário pagar nenhum centavo a mais para te-lo.

        • Edson Roberto

          Sabe o que é pior? Vai ter gente dizendo que não comprou ele com esse para-brisa, porque achou que ele lembra "homem calvo". Ou seja, o cara abre mão de uma funcionalidade por IGNORÂNCIA. (se for esse o pensamento do cara, pois tem gente que não agrada mesmo ter o para-brisa sobressalente assim).

  • fabio_augusto

    Se o 1.5 fazer de 0-100 em menos de 13s já ganha uma moral, pq o 1.4 do C3 é mais fraco que um 1.0 da Chevrolet e VW.

    • rogerw31

      Claro né, o c3 antigo pesa quase 1100kg, que popular pesa isso ? pesam as vezes menos de 900kg. Isso não torna o motor FRACO, e ao mesmo tempo não faz o 1.0 FORTE, é cada uma…

      • Edson Roberto

        Sabe o que é pior? Quando pego uma serra com meu C3 1.4, nenhum 1.0 me acompanha… para vc ver como o 1.4 é fraco…

  • tbc_

    Não entra em minha cabeça pagar mais de 50k em um carro desses se temos bravo, i30, focus, 308 e até o próprio golf na mesma faixa de preço.
    Totalmente sem noçao.

  • AmmmmmP

    E aí, pessoas? gostaram de Brasília e da pracinha principal, o Pontão? Realmente temos avenidas largas de 7 faixas e tal.. mas do que adianta? a velocidade nela é de 60 km/h e está repleta de sinais.

    Na hora do rush dá até raiva de ficar entalado numa avenida tão larga….

    E o parabrisa esticado é legal, mesmo, mas o retrovisor sozinho no meio do vidrão ficou esquisito… mas fazer o que, neh?

    • josevaldop

      Mas a cidade é linda, com 2 ou 7 faixas, Brasilia a uma primeira impressão é feia, mas ao viver nela , passa a ser uma das cidades mais bonitas do pais. Mas se não controlar a velocidade a 60km/h ali na torre de tv e no estadio, nego passa voando baixo, imagina com radar e sinais, volta e meia passa um maluco a 100-120km/h, sem então …

      • Rafa_el

        Humm, Civic Si + Avenidas da Torre de TV e Estádio….

    • Edson Roberto

      É realmente bonito.

      Em relação ao retrovisor, apesar do C3 atual não ser assim, ele também fica desse jeito, isolado entre o para-brisa e o teto.

  • AlexMa

    A briga entre C3, Fiesta, Gol, Polo, Sonic, Celta, Ka, 207, Clio, March, Fox, etc vai esquentar.

    O problema é que sempre falta alguma coisa em algum modelo.
    Um tem ESP mas não tem sensor de chuva, Outro tem sensor de luminosidade mas não tem ESP.

    Será que é tão difícil para uma montadora colocar todos os itens em um carro? Sensores não são complexos, nem pesados e não são tão caros.

    Seria legal ter o carro realmente completo. (por um preço justo, é claro).

    • rogerw31

      Celta ? ka ? clio ? faltou o QQ então.

      • Edson Roberto

        Sim. Porque ele entendeu que o C3 é um compacto.

        Ou seja, deveria na bem da verdade, todos disputarem o mesmo nicho. Só aqui no Brasil mesmo para que ele custe mais por conta do que oferece.

    • GreatU2

      Faltou o Cielo e a Tiguan

    • Rzonta

      Sensor de chuva, cara?? O que é sensor de chuva perto de ESP? Só falta dizer que prefere ar digital a 7 air bags hahaha

      • Edson Roberto

        Ele fez um contraponto do que agradaria em ter no carro. Porque não ter os itens? Porque vc sempre é obrigado a mudar de marca porque ela não te oferta tais itens?

        Alias, vamos aumentar a reação, porque os compactos do Brasil não podem ofertar ESP como opcional? Porque temos que ficar no básico sendo 2 air bags, ABS?

        Eu gostaria também de ter um compacto com tais itens. Mas se reparar, nenhum deles oferta esses itens. E ai, vc é obrigado a comprar um hatch médio. Entretanto, se vc quissesse um carro menor por ser mais pratico no dia-a-dia, ou vc compraria um subcompacto importado (500, Mini, Audi A1…etc) ou ficaria na mão. Porque não temos compactos com os itens citados. E assim como ele, eu tbm gostaria que tivessem todos os itens citados mesmo como opcional.

  • GUILAVINA

    Interior do sandero 2012 com back piano e o som original 2DIN ficou mais bonito que esse careiro carro..
    antes que me chinguem falei somente do interior

    • AutoIng

      O atual não é tão ruim assim, mas perde pro C3 sem dúvida. E apesar de gostar do 2DIN, abriria mão dele nesse caso.

    • josevaldop

      O 2011 pode até ser, o 2012 melhorou muito, eu duvido um carro de 30.000 ter um interior igual ao do sandero

    • GUILAVINA

      Cara, eu to falando do 2012 como eu disse melhorou muito, concordo com voce que o até 2011 é ridiculo pra um carro desse porte…
      Mas enfim voce nao concorda mas tem gente que concorda comigo..

      e so aceito o teu chingamento a partir do momento que voce entrar num e olhar os detalhes..
      se nao nem adianta chingar

  • rogeriulima

    Realmente ficou bem interessante. A versão 1.6 seria meu número se custasse até uns 38k, por 50 mil já se encontra o 308 1.6 Allure.
    Eber, o som não vem com entrada USB? Pra mim qualquer carro que seja lançado hoje em dia que não tiver entrada usb já sai perdendo.
    O leitor de CD já pode ser eliminado se o aparelho tiver entrada usb, auxiliar e talvez bluetooth.
    Fora isso o carro ficou show e concerteza vai continuar brigando pela liderança do segmento junto com o Punto e New Fiesta. O Sonic talvez deslanche quando começar a vir do México e o Polo… aguardamos a nova geração.

    P.S: O Polo além de ser o mais velho da turma com 10 anos de mercado e ser mais caro que a média também tem a cesta de peças mais cara… Parabéns Volks por mostrar como se mata um bom produto, parece até a Ford com a antiga geração do Focus

    • Sias

      O aparelho que aparece nas fotos é o mesmo do Aircross possui USB e bluetooth, aliás com ótima qualidade de funcionamento. Dá pra acessar a agenda do celular e passar som via streaming (A2DP).

      • rogeriulima

        Duvida sanada, mais 2 pontinhos pro C3 :-)

    • fortal1990

      esse som eh igual ao do meu 207 , tem usb, bluetooth, auxiliar , cd e radio, pode ver q a usb fica em frente ao cambio, no console

  • carlosteelers

    Uma dúvida: em algumas fotos de outras matérias, aparece uma espécie de faixa preta que vai do retrovisor interno até o teto, atravessando o para-brisas. Nas fotos acima não vi esse detalhe. Aquilo é alguma espécie de sensor crepuscular e/ou de chuva, disponível apenas como opcional ou eu estou ficando louco mesmo?

    • Sias

      Sim, é a fiação dos sensores de chuva/crepuscular.

  • josenum

    Por o preço da top, prefiro golf aut que é 2 mil mais caro que a versão top.

  • JADERSONLEMAO

    Não vou comprar, mesmo.

  • Vitão

    Achei o carro bonito e preços até q competitivos comparando-se com a concorrência…..

    Ficaria mto tentado a comprar, mas ainda tenho um certo "preconceito" em relação a carro francês, principalmente por causa do pós-venda…..

    Mas meu lema é não comprar carro em 2012, vou aguardar até o ano que vem em que obrigatoriamente todos os carros virão com os equipamentos de segurança de série (AB2 + ABS)….

    Fora q os lançamentos deste ano estarão com preços mais realistas (diga-se sem ágio)….. Levando-se em consideração de q após 1 ano começam a aparecer os defeitos q serão meio q solucionados na fábrica….. Pois quem comprou qdo lançou é praticamente um cobaia…..

  • Rafa_el

    A embreagem desse carro é hidráulica?

    Gostei desse novo C3 .

    Muito elegante.

    • Sias

      Cara…acho que nem tem mais embreagem com comando por cabo. O C3 antigo já era com comando hidráulico.

      • AutoIng

        Sim, é tudo hidráulico, tirando um ou outro modelo popular. E outras coisas como direção elétrica já viraram padrão também, dessa categoria pra cima.

        • Edson Roberto

          E olha que eu sinceramente, prefiro todos os comandos por cabos. Pelo menos eles eram mais precisos e o acelerador era mais rapido nas respostas.

  • loucoporcarro

    Bonito, so achei o painel central muito simples da versão intermediaria e a de entrada.

  • Guilherme

    Curti esse c3 :)

  • SonataRio

    Na média. Porém peca em detalhes, que eu não considero bobos. Alça de teto, as vezes, ando com alguns idosos e eles sempre se seguram na alça para não ficarem sambando. Iluminação e espelho no tapa-sol, até Gol tem isso, é essencial pra quem tem mulher, fora que as vezes, se usa para olhar mesmo, ver se tem meleca, se o dente tá sujo, quanta gente já fez isso no meu carro, haha. Partindo para o fundamental, falto airbags, e na versão top um preço mais realístico.

    • Sias

      O para-sol sem espelho é uma vacilada….gostaria de saber o motivo de não ter, já que os demais modelos da marca tem e iluminados.

      • Edson Roberto

        Exceto o C3 anterior que apesar de ter os espelhos não é iluminado. Ponto fora mesmo da Citroen. Sem qualquer sentido isso.

  • bedotRJ

    Custo benefício bom na versão de entrada Origine e muito bom na versão intermediária Tendance. Acho que haveria espaço para um Tendance 1.6 16v, conjugando o motor mais potente com a versão mais bem precificada (nos R$ 6mil de diferença entre o Tendance 1.5 e o Exclusive 1.6 16v, matando qualquer vantagem que tenham os concorrentes da faixa entre 45 e 50k).

    O Exclusive, seja em que versão for, já não está tão bom. Invade a faixa de carros médios que, mesmo se igualando em potência e perdendo em equipamentos, têm aquela vantagem em espaço interno e porte que sempre se refletem em uma dirigibilidade superior. Eu não deixaria, por exemplo, de comprar um 308 Active para comprar um C3, mesmo o Citroën tendo mais equipamentos, pois o Peugeot já tem todos os equipamentos que considero importantes, além de ser mais espaçoso e confortável.

    De qualquer forma, na competição do segmento, o C3 se sai bem sim.

    • Edson Roberto

      É bem como vc disse. E bem levantada a opção para o motor 1.6. Além disso, antes existia para o C3 na versão GLX, ou seja, poderia existir justamente como vc bem pontuou o motor mais forte em uma versão mais abastada.

      Entretanto, quem opta pelo modelo Exclusive deve ser por conta de já ter mais de um carro em sua garagem. Entretanto, como bem pontuado, acredito que essa mesma pessoa procura além de praticidade, pontos de conforto que talvez o C3 falhe onde um médio faz a diferença. Isso sem conta ruido interno, qualidade dos equipamentos do interior.

      E pensar que o C3 custa R$53990 na versão Exclusive e que a pessoa possivelmente pega opcionais a mais, ela parte para modelos até maiores e com mais motor. Caso do 308 Allure 2.0. Até mesmo é possível pensar com carinho no C4 que é superior em tudo em relação ao C3.

  • BrunoMulsane

    Não sei, mas o acabamento parece ser um pouco inferior ao modelo antigo. E o design perdeu a originalidade e elegancia. Hoje no segmento ficaria com o new fiesta. Ele tem o espaço curto atras, mas é o que possui melhot acabamento e prazer ao dirigir do segmento. Fora o design que é super elegante e agressivo.

  • diegoandrade1

    é melhor esperar 2 anos e comprar um, porque pelo preço que tao oferecendo é uma palhaçada.

  • Punto

    Este Zenith, visto por fora, é bem tosco… Não faz o "chevron" de forma competente e avança apenas em parte no teto, não combinando om qualquer outra linha do carro. Sua única vantagem é a melhor visualização de semáforos (que infelizmente muitos municípios estão fazendo o favor de trocar do lado oposto da rua para junto da faixa de segurança, provavelmente pelo fútil e tosco motivo do motorista vindo pelo lado não furar o semáforo sabendo que está fechado para um lado…). Deve esquentar MUITO sob o sol, já que as coberturas não isolam o habitáculo.

  • Nasckar

    Só vejo mulher dirigindo C3. rsrsrsrs!

    • Edson Roberto

      Sou dono de um C3 e com muito orgulho durante 4 anos. E sou homem.

      • Oyama Almeida

        Hoje eu comprei meu terceiro C3 e a caravana passa………..

  • Jorge_Armado

    Ficou legal, mas 2,46m de entre-eixo é osso…

    • Edson Roberto

      Gol, Polo também possuem 2.46cm de entre-eixo.

      E o Punto com seus 2,51cm não consegue aliar o maior espaço aos ocupantes como no Polo. Tudo tem que ser analisado pelo lado da ergonomia.

  • Mandabala

    Boa, esperar esvaziar o estoque do antigo C3 e aguardar um reenquadramento de preços. Gostaria de um Tendence com motor 1.6, pena que este está restrito a vesão Exclusive.

  • Edson Roberto

    Eu particularmente, considerei diversos retrocessos no C3. Apesar dos comandos de vidro irem para a porta, a posição ficou tremendamente baixa! Considerei inclusive pior que no atual modelo. Imagina ter que abaixar para a esquerda para quem é destro… achei ruim.

    Além disso, a unica coisa que eu concordei em ergonomia, foi o ajuste elétrico do retrovisor, acima dos botões do vidro, ficou em uma posição boa, pois do atual C3 fica a esquerda do painel necessitando tirar o corpo da posição de direção para ajustar. Nessa situação, já se imagina que o C3 se necessita ajustar e olhar, ajustar e olhar, bem chato (apesar de rapido).

    Outro ponto BEM negativo, são os botões de destravamento de portas e pisca-alerta. Ainda que, melhor na minha opinião que na parte superior da direção, o modelo atual deixava abaixo da saida de ar condicionado. Entretanto, passaram-se para a parte inferior… horrivel.

    Ele perdeu algo que o C3 tinha e que sempre foi muito bom: Alça de teto. Um contrasenso. As luzes de leitura são HORRIVEIS e já prevejo como única forma de solução aplicar luzes em LED para ter boa iluminação. Como as fotos mostraram apenas de um lado e esse é do motorista, o passageiro vai ter dificuldade em ler um livro, ou até mesmo precisar dar algum toque ao motorista. Citroen, na boa, poderia ter pensado nisso? Que burrice!

    Agora, um item de conforto retirado também do novo, é o espelho no para-sol. Sério mesmo que isso convenceu a nova versão? Poderia até capar do lado do motorista, mas dos DOIS lados? absurdo. Apesar de ter ganho ergonomia nos comandos do ar condicionado, mais itens de serie e ganhado um gosto para homens, não aprovei o modelo POR FOTOS. Preciso ve-lo pessoalmente. Acho que o banco ficado menos grosso surtiu efeito no espaço interno. A analisar.

    • Sias

      Edson, uma observação pessoal sobre a localização dos botões do pisca-alerta e destravamento: são idênticos ao Aircross e são práticos de usar. Nas fotos não parece, mas no cotidiano (e era assim no Aircross) era só esticar o dedo e acionar os botões, a mão já estava ali na alavanca do câmbio.

  • Oyama Almeida

    Comprei o meu hoje aqui em Salvador pelo preço que foi divulgado por este site. O carro é muito mais do que eu pensava ! Na verdade, parece um carro da linha DS, poderia muito bem ser chamado de DS2 !. E mais: já está disponível, não tem isso de esperar um mês !

  • tsayao

    Fiz o test drive hoje, achei muito bom o carro. A única coisa é que os freios não funcionavam bem, ao contrário do que diz a matéria.
    Eu fiz o test drive de um sonic, mal encostava do freio o carro parava, freava até d+. No C3 enfiei o pé no freio e o carro demorou muito para parar…
    Alguém teve a mesma impressão?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend