_Featured EUA Honda Lançamentos Sedãs

Novo Civic 2017 tem detalhes técnicos e mais imagens revelados

novo-civic-2017-28

A Honda divulgou detalhes técnicos e novas imagens do Honda Civic 2017. O sedã nipônico em sua mais recente geração se apresenta no mercado americano com motores 2.0 i-VTEC e 1.5 i-VTEC Earth Dream Turbo.

novo-civic-2017-26

O primeiro entrega 158 cv a 6.500 rpm e 19,0 kgfm a 4.200 rpm. Ele será oferecido nas versões LX e EX, sendo a primeira com opção manual de seis marchas. Já o motor 1.5 Turbo dispõe de 174 cv a 5.500 rpm e 22,4 kgfm entre 1.800 e 5.000 rpm, tendo uma faixa de torque muito plana.

novo-civic-2017-64

O câmbio automático é CVT e tem modo Sport na versão Turbo. A caixa é de uma nova geração e apresenta melhor distribuição de torque e aceleração linear no motor mais potente, a fim de acompanhar uma performance superior. O consumo médio (EPA) é de 13 e 15 km/litros, respectivamente 2.0 e 1.5T.

novo-civic-2017-35

O Novo Civic 2017 tem o sistema ECON para reduzir o consumo e um novo assistente de manutenção, com mais avisos e alertas. O óleo lubrificante é o 0W20 sintético, já usado pela Honda em seus modelos no Brasil. Para finalizar, a marca japonesa liberou todas as imagens do sedã para os EUA.

Galeria de fotos do Novo Honda Civic 2017:





  • Léo

    Muito bonito, acredito q vá destronar o Corolla

    • V12 for life

      Acho que não chega a tanto, mas também não duvido, se conseguir será ótimo para a Toyota ver que ela não tem nada de melhor que as outras para cobrar tanto.

    • Lucas Mendanha

      Destrona por 3, 4 anos, ai a Toyota lança uma geração nova e toma o posto e por ai vai… como tem sido nos ultimos anos..

      • Ric53

        Realmente é sempre “intercalado” eu não acredito em coincidências rs! deve ser um acordo de cavalheiros pela dominação do segmento.

    • C.A.

      Sei que design automotivo é algo muito polêmico, mas ouço críticas sobre o visual desse novo Civic desde que os primeiros flagras foram revelados. Eu achei que ele ficou muito bem acertado. Até a (criticada) traseira e o interior sem sal… É o tipo de sedã ”médio” que eu adoraria ter em minha garagem.

      • Pedro Rocha

        Frente de Accord e traseira alienígena.

        • C.A.

          É uma questão de referência apenas… A Honda se inspirou em outros carros da casa para fazer a traseira, como no caso do Civic Europeu (o Hatchback) ou o Cr-Z (embora esse último esteja mais distante).

        • Pacheco

          Eu achei no Estilo do Audi A5. Curti.

      • Ainnem Agon

        Nessa cor branca até que fica bom, dá uma suavizada no excesso de linhas da frente.

      • celso

        Principalmente pro mercado americano.
        Não achei o interior sem sal, não. Achei condizente com o carro.

        • C.A.

          Certamente! Quis dizer apenas que ele tem um design menos vanguardista quando comparado com as gerações anteriores, principalmente o da oitava geração, com aquele painel em dois níveis.

    • Fabio Marquez

      O inimigo declarado deste carro no Brasil tem nome: Honda HR-V. Com ele no mercado, é praticamente impossível o Civic aumentar mais suas vendas, já que sua clientela prefere o irmão altinho.

      • Sorrindo_Pra_N_Chorar

        Sei não hein! Acho que o HR-V é para a mulherada! Não cogito de Trocar meu Civic (já estou no 2º), por um HR-V. Esperando por esse aí….Pena ter perdido o painel de dois andares, que eu acho um show, mas é uma questão de costume!

      • Diego

        ???? Desde quando o HR-V tem toda a tecnologia do Civic e até a mesma motorização (ou melhor, render o mesmo que seu irmão menor rende)?

        Públicos diferentes.
        Não é atoa que a Honda capou o HR-V.

        • Hiboria

          É o 1.8 do Civic no HR-V, não?
          Eu não gosto de carros altinhos, acho uma enganação total, pra mim ou é SUV de verdade, proposta Jeep Diesel, ou um bom sedan.

          Mas gosto é gosto!

          • Diego

            Me refiro ao atual 2.0, e não o “old-school” 1.8

          • B_Bunny

            Obs: Suv são veículos montados em cima de chassi. Todos montados sobre monobloco são Crossover.

      • Edson Almeida Soares

        hrv é carro para os modinhas , civic da pau brincando em todos os quesitos , vai vender mais com certeza até pq sedan médio é preferencia internacional

    • Acho uma aposta ousada… quem quer sedã compra… SEDÃ! Essa carroceria meio coupé pode desagradar compradores dessa categoria, que via de regra, costumam ser bem conservadores.
      Mas, também pode ser que revolucione o mercado. Sei lá, vamos esperar pra ver. Mercado é meio complexo para se prever com certeza seus movimentos.

      • Edson Fernandes

        Lembre-se de uma letra no meio da grade… isso também faz diferença.

        Mas me parece que a Honda com esse modelo virá bem mais equipado. Finalmente a Honda largará mão de usar um ar digital de 1 zona, terá uma central e não apenas uma “tela” que servirá de central multimidia e por aí vai.

        Espero que não seja outro carro a perder o ACC qdo chegar aqui (já que esse irá oferecer esse item em outros mercados).

        • B_Bunny

          Provavelmente o terá (ACC) a que custo é o que não sabemos!
          E em termos de letras, nunca se esqueça da maior letra do mundo!
          Abraço

      • Rudson I

        Creio que esses clientes conservadores que você se refere são os brasileiros, mas como é um veículo que vai ser vendido em vários países talvez lá o público seja diferente. Nos EUA mesmo os clientes do civic não são conservadores.

        • Sim, sim. Me referi mais ao caso brasileiro, mesmo. Nos EUA carros do nosso segmento chamado de “médio” são de entrada, mais voltados a jovens. Até por isso o Corolla de lá tem um ar mais jovial que o nosso.

      • B_Bunny

        Veículo totalmente projetado para o mercado americano, aonde os adquirentes são pessoas mais jovens, por este motivo também tenho dúvidas, principalmente em um mercado que prefere estética (mesmo com vida útil curta) e altura a tecnologia (HR-v)!

    • celso

      Nos EUA vai destronar o Camry, mesmo sendo de outra categoria.
      Aqui, pode até destronar o Corolla, mas vai ser difícil.

    • Lucas de Lucca

      Torço demais pra destronar o Corolla…

    • Leozeradf

      Se não caparem o carro, retirando vários dos seus itens tecnológicos, e colocarem um preço realista será um grande concorrente no segmento, inclusive desbancando o Corolla.

    • Joaquim Grillo

      ja destronou em visual o corolla regrediu na minha opinião assim como o atual civic

    • fellipealo

      Olá Léo… faz muitos meses que não frequento o NA.

      Esse novo Civic é muito bonito, é um conceito absurdamente harmonico.
      A american insurance para carros mais seguros, apontará um problema no teste bump desse carro em breve. Tantos o parachoque dianteiro quanto ao traseiro ao serem sujeitadados ao bump, “destronam” os farois. Isso gera custos. Aguardar pra ver se vão corrigir esse problema.

  • LucianoNR

    Gostei internamente e da motorização turbo. Mas na traseira os projetistas poderiam parar de rabiscar uns 5 minutos antes. E na dianteira um pouco menos de cromados. Mas no marcado americano é carro de entrada, de consumidor mais jovem. Para nós devem dar uma amaciada leve no design.

    • B_Bunny

      Duvido que haja alterações no quesito design. Em acabamento acreditaria, mas design não até pq olhando por aqui, é um carro que agradou esteticamente à maioria.

  • Linkera

    Não me encheu os olhos como fizera o New Civic em 2006. Mas de fato é um carro com um visual bem, digamos, peculiar. Ainda não sei se gostei rs

    Esperamos que venha para BRHUE na mesma faixa de preço do atual (que já é caríssimo) e que venha também as opções de motorização turbo num preço condizente.

    • Yuri Ravitz

      Se vier sem perder equipamentos (o que duvido muito) pode ter certeza que vai encarecer à beça. Como acredito que a Honda não dará esse tiro no pé, vai preferir capar de equipamentos como faz com o HR-V (e ainda assim podemos esperar um leve aumento). Vê se o crossover veio com faróis FullLED, dentre outras coisas…

      • Gustavo73

        O HR-V é capado e caro imagine o Civic.

        • Pacheco

          O Civic é mais equipado que o Corolla e custa menos.

          • Gustavo73

            Sim, mas o HR-V custa mais e é menos equipado. Logo ou o Civic vem capado frente ao oferecido lá fora como o HR-V ou vem bem mais caro.

            • oscar.fr

              Pode esperar que com essa versão nova a Honda já corrige o problema e o sedã média passa a custar mais que o compacto altinho.

  • V12 for life

    O 1.5T ficou próximo dos 180cv que eu imaginei, e deve atingir esse número na versão flex no modelo nacional, com essa faixa tão ampla de torque máximo em desempenho o Corolla ta ferrado, agora só falta o preço do brasileiro.

    • Matheus Cavalheiro

      Em compensação, esse torque não ficou baixo? Inclusive a faixa máxima iniciando apenas aos 1800 RPM, quando motores similares conseguem a partir de 1400 +-.

      • V12 for life

        Consideram que os concorrentes 1.4 tem em média 3 kgf/m a mais é um pouco baixo mais 1800 rpm já é a força total a maioria entrega de 80 a 90% do torque máximo abaixo dos 1400 rpm e esse não deve ser diferente, mas para saber se isso será ou não um problema só que quando Civic, Cruze e o Jetta 1.4TSI chegar, pois serão os mais próximo em motorização para dar uma idéia.

        • Raone

          Esqueceu os THP flex.

      • Lucas Mendanha

        Num automatico com conversor de torque, essa faixa de 1000 até quase 2000 rpm é “vazia”, logo, na pratica, acaba nao fazendo diferenca..

        • Edson Fernandes

          Depende. Nos motores THP vc sente a turbina atuando e mantendo o ritmo no carro. Eu rodo com meu carro que não é turbo porém 2.0 16v em 1500rpm numa boa.

          Acho que depende da configuração do motor. Esses carros como o motor THP e os TSI da VW entregam bem cedo a atuação do turbo e logo, os 100% de torque.

          • Lucas Mendanha

            Entao, tbm chego a rodar a 1100 rpm, tanto no corolla quanto no focus.. mas qualquer pisada leve e o motor sobe pra 2000 rpm e só depois disso que o torque produzido pelo motor começa a ser entregue nas rodas…Pelo que ja me informei, isso tem a ver com a velocidade de stall do conversor de torque.

            • Edson Fernandes

              Isso mesmo… se for o cambio de 4 marchas, haverá atuação do conversor que irá subir em 2000rpm mesmo. (o Focus é stall de 2500rpm e o Corolla de 2400rpm)

              Já na PSA o stall é de 2100rpm. Mas dá para manter em algumas situações um giro ligeiramente inferior. Mas a calibração do cambio não ajuda a propiciar o melhor consumo e sim a melhor agilidade. Sentiu que vai ter falta? Reduz marcha e segue com força.

              Para um uso menos ruim, o ideal é usar o sequencial que ainda assim não resolve toda a situação.

              No meu caso que tenho cambio CVT consigo usar em 1500rpm tranquilamente. (devido a polia variavel)

          • Come On!!

            Edson, que ano que é seu Fluence? To tentando convencer meu pai de trocar o Civic dele por um Fluence, mas ele ta de olho no Corolla (to quase convencendo kkkk). Você podia mandar uma “opinião de dono” aqui no NA né?!

            • Edson Fernandes

              O meu é 2011 da primeira fornada… (acredito eu…rs)

              Mas eu estou a menos de 1 mes com o carro, ainda é muito cedo! rs

              Eu não tenho nada a reclamar do carro. Super confortavel, silencioso e espaçoso. Algo que realmente ele não é tão bom, é no consumo. Pisou ele bebe de forma sedenta. Mas se rodar normal tem consumo na média dos rivais. Como eu rodo numa boa é tranquilo, mas agora comecei a usar gasolina e estou avaliando o consumo.

              • Come On!!

                Valeu pelas informações man, serão determinantes na decisão do meu pai. A dúvida é um Fluence 13/14 ou um Corolla 11/11, eu sou muito mais o Fluence, mas o velho já teve 3 Corollas, então fica difícil kkkkk

                • Edson Fernandes

                  Fica dificil mesmo. Quando a pessoa prova qualidade de um determinado produto, fica dificil convencer do contrário. Eu tbm escolheria o Fluence… mas hoje sou até suspeito para dizer…rs
                  Ele não perderá em nada para o Corolla, isso eu posso te garantir.

          • Até o SPE/4 1.4 8V do Onix anda a 1500rpm numa boa. Ele fica nessa faixa de giros rodando dentro da cidade entre 50 e 60km/h em 5ª marcha, se não me falha a memória. Mas é o mínimo pra manter velocidade no plano ou em aclives leves.

      • Lucas de Lucca

        De fato, o torque não é de encher os olhos comparado a motores menores – vide o 1.4 TSI – mas acho bem aceitável, visto que 22,4 kgfm é um bom número, ainda mais a baixos 1800 rpm e indo até os 5000. E torque nunca foi o forte da Honda, ela sempre teve essa característica em seus motores de priorizar a alta com mais potência. O 2.0 atmosférico com apenas 19 kgfm – torque de motor 1.8 – é um exemplo disso. O próprio SI 2.0 antigo de 192 cv era “fraco” em torque.

      • Filipo

        O 1.4T do Golf/A3 com 25,5 Kgfm “mandou um abraço”!
        Sim, o 1.4T da VW tem “apenas” 150 cv, mas a potência máxima vem a partir dos 4.500 rpm, contra 5.500 rpm do Civic.
        Acredito que o Civic top, que terá este motor turbo, deverá custar bem próximo do Jetta Highline (TSi). Sendo assim, 211 cv e 28,5 Kgfm “mandaram outro abraço”.
        Pensei que este motor seria um expoente, mas já vi que não. Deverá ter bom desempenho e ser econômico, mas não terá nenhum apelo esportivo.

        • Lucas de Lucca

          Só uma correção: nesses 1.4 TSI a potência máxima vem aos 4500 rpm. O que vem a partir de 1500 rpm é o torque máximo, e nesse regime de rotação o TSI 1.4 gera em torno de 52,6 cv.

        • Louis

          Certamente a Honda não está interessada em apostar corrida com este 1.5.
          Esportivo, deixa pro SI.

          • Filipo

            Não se trata de apostar corrida, e sim em um desempenho digno do valor que custará. Sabemos que deverá custar mais ou menos o que custa o Jetta Highline (2L TSi), que rende 211 cv e 28,5 kgfm. Só isso!

          • B_Bunny

            Meio esportivo!
            Esportivo é o Type R
            Mas ambos apanham do GTI e R respectivamente.

        • Bruno_O

          A confiabilidade e durabilidade desse motor Honda mandou abraços pra toda linha Das Fumaça.

          • Filipo

            O que tem o problema “dieselgate” dos VW diesel a ver com a durabilidade e confiabilidade de qualquer outro motor VW?
            VW é líder na europa, o Golf é o carro mais vendido há uma década por lá e a VW é a segunda que mais vende carros no mundo. Se a confiabilidade de seus motores fosse baixa, ela não seria o que é.
            Não misture as coisas!

            • Fábio

              E daí? Ninguém lembra de VW nos EUA, e ninguém sente o cheiro de Golf por lá. Confiabilidade da VW já foi pro saco no Brasil a muitos anos atrás, e hj está seriamente arranhada lá fora.
              Quem é dono de confiabilidade hoje em QUALQUER lugar que vc vá no mundo, são os carros japas.

              • Filipo

                Eu não desmereci “os japas”, amigo. Mas “os japas” na europa não vendem muita coisa.
                Não sou fãboy, mas repito: a VW é a segunda em vendas no mundo. Se a confiabilidade dela não fosse elevada, não estaria em ótima posição no mercado.
                E assim como ninguém lembra de VW nos EUA, o mesmo podemos dizer da Honda, que por lá é sinônimo de carro barato.
                Se tem um japa referência por lá, é a Toyota! Esta sim é sinônimo de confiabilidade em qualquer canto do mundo. Camry, Corolla e Prius vendem muito bem por lá, líder de mercado nas respectivas categorias. E ainda há muitos outros, a linha é enorme, bem maior que a Honda.
                Para mim, os Honda inesquecíveis são: Civic Si 95″, Prelude 93″ e NSX.
                Foram carros sensacionais!

                • Edson Fernandes

                  O Civic SI de oitava geração ao menos no Brasil também foi marcante!

                • Renato

                  Depois da trapalhada com os software nos motores e a multa que ela vai levar nos EUA acho que não está com tanta credibilidade não.

              • B_Bunny

                kkkkkkkkkkkkkkk
                USA < Europa < Mundo
                Só p constar.
                A queda nas vendas da VW foram de 4,5% após o Dieselgate
                Só p constar
                A VW continua sendo a 2ª maior do mundo
                Só p constar
                O veículo mais confiável nos USA é o Porsche (grupo VW) e MB (tbm alemã)
                Só p constar
                Quem é visto no USA como premium é MB, BMW, Audi, Jaguar, etc
                Só p constar…
                Alemanha manda abraços ao amigo nipônico

          • Lucas de Lucca

            Sabe nem o que fala. Olha o tanto de prêmios que a linha TSI ganhou na Europa antes de falar bobagens sobre falta de durabilidade/confiabilidade desses motores.
            E não adianta chorar, o Filipo falou um FATO: pelo menos em números, os TSI da VW deram um baile nesse novo Honda.

        • Marco Aurélio Rodrigues

          A EPA nos EUA e a UBA na Alemanha também madaram fortes abraços para a Volks . . .

      • Peter Bishop

        O Golf TSI dá baile nesse Civic. Isso uma carro lançado em 2012! Ou seja um 2012 dando baile num 2017!

        • Jackson A

          Realmente, as vendas do golf já diz tudo.

        • Fábio

          O Golzão com câmbio de Bora e suspensão de Brasília? Kkkkkkkk, vê se tem vaga no Zorra pra vc.

          • Edson Fernandes

            Cambio de bora ainda não pois usa DSG por enquanto. E a suspensão ainda é de “Focus”.

        • Raone

          Golf TSI ta tomando surra do Lounge THP a gasolina, imagine o flex!

          • B_Bunny

            Aonde?
            Fontes por favor…
            Ou pare com o mi mi mi

      • Edson Fernandes

        Lembre que ele utilizará um cambio CVT. Então extrairá bem desse motor.

    • Renato

      Não é só potência que vende o carro! São inúmeros fatores. Senão o C4 Lounge venderia mais do que o Corolla e não é o que acontece.

  • Regina Campos

    Aiaiaia, lindo….. teria lindamente um branco com aerofólio ahah… Tô loka nesse carro

    • Gabriel M. Vieira

      Já vai preparando o porquinho… porque o preço deve vir bem quente!! Eu ainda não sei se acho bonito, ou não, mas a impressão inicial é boa. Nunca tive um Honda, quem sabe no futuro? ;-)

      • Regina Campos

        Eu tive um EXR 2013… melhor carro que já tive na vida, confortável, realmente inquebrável e econômico aonde preciso, na estrada… mas como todo Honda… não é nada barato infelizmente!

        • Gabriel M. Vieira

          Entendo. Eu nunca senti muita vontade de ter um… eu tive um Kia Cerato, depois um Jetta Comfortline e agora tô com um C4L THP Flex. A ideia é ficar com esse último por mais uns 3 anos, não tô afim de botar grana em carro por enquanto. Mas, esse Civic aí se vier com o 1.5T é um bom candidato para uma futura troca. O duro é o nosso $$ que não tá valendo nada!

          • Regina Campos

            Amigo nem eu teria vontade de ficar trocando a todo momento, mas o problema é que rodo 80.000 km por ano, aí já viu… avaliações lá em baixo… penso seriamente neste civic como segundo carro e pra casar mesmo, ficar uns 5, 6 anos… e um carro mais barato para as viagens. Segundo vendedores daqui de Campinas, é certíssimo que vem com o 1.5T

            • Gabriel M. Vieira

              80.000km / ano é insano mesmo!! Caramba rsrsrs

              • Regina Campos

                Pois é… viagens à trabalho, aí já viu…. sempre perco dinheiro nas trocas… :(

                • Gabriel M. Vieira

                  É fato, mas ócios do ofício! Importante é estar trabalhando! ;-)

                  • Regina Campos

                    Nestes tempo de crise… importante mesmo rsrs

            • Junior

              Regina vc sabe quando vai ser o lançamento?

              • Regina Campos

                Segundo os vendedores em maio ou junho/16

                • Edson Fernandes

                  Regina,
                  Será previsto para o primeiro semestre. A Honda está bem adiantada e até no máximo Março.

                  • Regina Campos

                    bacana edson, bom esta história de maio deve ser conversa da cc pra tentar empurrar o atual, mas quero esperar o próximo

                    • Edson Fernandes

                      Talvez, algumas revendas recebam mais tarde os carros produzidos. Eles geralmente vão de inicio para grandes centrso (não desmerecendo Campinas) e talvez chegue um pouco mais tarde.

                      Imagino que é um cronograma possível: Lançamento do produto no começo do ano, apresentação a imprensa, avaliações, primeiros modelos produzidos integralmente na fabrica e estocagem…. em seguida distribuição e checklist das concessionarias (sem contar os modelos para showroom e test drive).

                      Ou seja…. não duvidaria de realmente ver lá por Maio em alguns locais apenas viu.

                    • Regina Campos

                      bem pode ser exatamente isto… em campinas lembro que a hrv chegou já em março e tinha pronta entrega nos primeiros 15 dias… depois…..>

            • tiago

              Campinas eh!? Seria o pessoal da Dahruj? que vende o “SEMINOVO NOVO NOVO” rss

              • Regina Campos

                kkkkkkkkkkkkkkkkk, lá mesmo

          • Yuri Ravitz

            Prefiro esse seu C4 Lounge.. Parabéns pela escolha, é um carraço!

            • Gabriel M. Vieira

              Obrigado Yuri. Por enquanto não tenho nenhuma reclamação, pelo contrário. A versão Exclusive tem tantos “mimos” que te deixa mal acostumado até… a revisão dos 10.000km está agendada pra depois de amanhã, vamos ver se o famigerado pós-venda é ruim mesmo ou não. O da VW era bem safado… Valeu!

              • duhehe

                10.000 km é praticamente 0km, é la pelos 100.000 que o negocio fica tenso !
                Nunca tive problemas com o atendimento da Peugeot no meu caso, o problema era pegar o carro consertado e depois de 10 dias quebrar outra coisa, e depois outra e outra, rs.

                • Gabriel M. Vieira

                  Eu sei como é! Tive 2 PUG 206, mas nunca nada além do normal… O segundo bateu 90mil km e eu vendi rsrs

                  • Pacheco

                    Vendeu quando ele estava pra virar bucha… Ai começam as manutenções ardidas e problematicas. Quando vc encosta na concessionária e o consultor sabe q ganhou um B.O.

                    • Gabriel M. Vieira

                      É justamente por isso que vendi. Concordo com vc. Peguei um Polo de Test drive com 2.200km rodados e fiquei 4 anos com ele, até os 50mil km. Ai fiz a cagada de pegar um Cerato… Na época era moda.

                      No meu ritmo de uso diário levaria uns 6 anos pra chegar nessa kilometragem. Com o C4L pretendo ficar mais uns 3 ou 4 anos e, se nada mudar, ele vai estar com 60mil km… Como eu sou metódico com manutenção, espero não ter dores de cabeça. Mas isso só o tempo vai dizer mesmo.

          • Raone

            TBM to com um THP flex, tenho um grupo no zapp só com proprietarios, quer participar?

        • Lucas de Lucca

          Não questiono o fato de ser um bom carro e ter sim uma boa mecânica. Mas esse papo de inquebrável é irritante… Isso non ecziste.
          Essa “babação” pras japonesas só serve pra eles cada vez mais venderem carros pelados – muitas vezes inferiores a concorrentes diretos – e caros. Pra que trazer do melhor que temos lá fora se vendemos pé de boi com lucro absurdo e com fama de “inquebrável” ainda.
          Menos, bem menos.

          • Regina Campos

            Vc entendeu….. o que seria da língua portuguesa sem as onomatopéias… mas enfim, já tive inúmeros carros, se vc leu acima ou comentários antigos no meu perfil, já tive peugeot, citroen, bmw, fiat, vw… e o único que correspondeu 100% foi o civic, em mecânica e valor de revenda… Isto não é babação, pra mim é fato… A partir do momento que eu trabalho, não nasci na sua família e não te conheço, gasto aonde bem entendo, e a consequência é só minha… me desculpe!

            • Lucas de Lucca

              Calma minha cara. Eu entendi sim. Não estou criticando e muito menos duvidando do fato do carro ter sido o melhor que você já teve.
              Apenas o uso da palavra “inquebrável” pra se referir a uma boa mecânica como a dele que me irrita. Não é o seu caso, pois li que você roda muito, mas o perfil clássico de compradores de Civic e Corolla é de pessoas de meia idade em diante e que geralmente rodam pouco. Ficam com o carro 2 ou 3 anos e não chegam a rodar 30 mil km e já pegam outro. Em um período de 10 anos trocaram 5 vezes e em nenhum deu defeito – afinal nem chegaram ao ponto de começar aparecer – e já começam com aquela clássica: tive 5 Hondas/Toyotas e nunca me deu dor de cabeça. É inquebrável. Blá blá blá. Reforço mais uma vez, não é o seu caso.

              E você deve ter entendido mal, em momento algum falei que você deveria comprar isso ou aquilo ou duvidei da qualidade e satisfação sua em relação ao produto.
              Eu teria um Civic sem problemas nenhum, só peca no nível de equipamentos mesmo.
              E quanto a qualidade mecânica, qualidade na construção em geral e excelente revenda realmente isso é um fato. Num quer dor de cabeça ou perder dinheiro na revenda pode ir sem medo. Isso jamais vou dizer o contrário.

              • Ernesto

                Acredito que você nunca tenha tido um Corolla ou mesmo um Civic. Estou com um há quase 5 anos e sem qualquer problema, somente manutenção básica. Pouco tempo antes meu amigo estava com um Corolla da geração Brad Pitt, 2003. Estava com 175.000 Km sem problemas, sem barulho algum por dentro. E este não é caso isolado. Outro amigo estava com um Civic 2001 com mais de 200.000 Km e sem qualquer problema também. Agora repare se você vê carros de outras marcas no mesmo estado. Até existem, mas você não vê com tanta frequência. Não entendo o porquê questionar algo que os próprios proprietários dizem sobre seus carros. E o seu “menos, bem menos” demonstra claramente que você questiona a veracidade do que a Regina falou. Se fosse mentira o que ela disse, então por que ela cogita pegar outro Civic?

                • Lucas de Lucca

                  Acredito no seu relato. Não coloquei em dúvida a qualidade do carro em momento algum. Se você entendeu desse maneira, releia.

                  E o meu “Menos, bem menos” se refere ao adjetivo de “inquebrável”. Isso não existe nesse mundo. Algo pode ter sim uma durabilidade maior que a outra, mas ainda não inventaram o inquebrável no mundo automotivo. O próprio Civic que apresentou problemas na caixa de direção e embreagem comprova isso. Os freios do Corolla que esfarelam rapidamente ou os problema de folga na caixa de direção nos modelos 2008/2009 são outros exemplos. Todos tem seu calcanhar de Aquiles amigo. Isso de inquebrável é besteira.

              • Regina Campos

                Ah tá, ok, me desculpe então, mas é que ao ler, entendi como uma conotação “levemente ofensiva”, ainda li duas vezes para poder interpretar melhor rsrs… Mas enfim, realmente só comprei o carro após muita pesquisa, após ter infinitas dor de cabeça com peugeot 408, linea, (eu sei rsrs, hoje jamais compraria, mas naquela época não tinha muita informação ainda sobre estes veículos), colher relatos de proprietários enfim… Fiquei surpresa que eram opiniões quase unânimes… e realmente, o carro é f*oda, fantástico… só níveis de equipamentos mesmo, poderia ser um pouco melhor, tipo bancos elétricos, chave presencial e etc…. outra coisa muuuito importante… a manutenção de um honda não é cara…. nunca paguei mais de 450,00 em revisões….

    • Charlis

      O meu atual é branco com aerofólio!
      E como eu não sou fã de cromados, coloquei um adesivo preto na grade (super simples, posso tirar a qlq momento)…
      Só aguardando ele chegar aqui, para repetir os processos, rs!
      Também fiquei maluco neste carro!

      • Regina Campos

        Woohooo… é nóis!!! imagino que deve ter ficado lindo!

        • Charlis

          Agora torcer pra Honda nao abusar do preco do novo neh ?!
          Nos US o aumento foi de 150 dolares… muito pouco!

          • Regina Campos

            Tomara… mas creio que virá ao nível do corolla :(

            • Edson Fernandes

              Acho que a depender do que trouxer de itens, ele virá mais caro viu.

              • Regina Campos

                é comum no civic top vir teto solar e ESP… ou seja 110.000 kkkkk

                • Edson Fernandes

                  Bem… os nossos sedans médios, chegaram em uma situação em que a exigencia por itens de conforto e tecnologicos, forçam as marcas a ofertar algo mais.

                  A Honda possivelmente irá ofertar na versão de topo coisas como um Park Assist, ar dual zone (esperado para o modelo), o motor 1.5 e ainda se cogita ainda que remotamente um cambio de dupla embreagem.

                  Lá fora há ainda led diurnos e lanterna em leds (e prevista para o modelo novo), sem contar sensores de estacionamento com camera de ré, além de um sistema multimidia mais completo.

                  Espero que a Honda lembre tambem de bixenonio na versao de topo. Quando houver o lançamento do Civic, quem sabetenha até opção de ACC… mas nesse lançamento a Toyota vai lá e equipa o Corolla com tudo que ela não fez no lançamento por aqui (ESP e farois em xenonio)

                  • Regina Campos

                    Me garantiram que o câmbio atrelado ao 1.5T é o CVT, nada de dupla embreagem aqui por enquanto. Park Assist, ar dual zone, lanternas em led, acredito que virão… mas faróis em led e ACC, eu pago pra ver…. a honda lança pelado e depois vai incrementando o carro. Seria o maior charme o carro já chegar com faróis em led

                    • Cláudio Moisés

                      Diante dos problemas atrelados aos câmbios de dupla embreagem do Golf e do Focus, até prefiro que seja o confiável CVT, até pela economia de combustível nesse tempo de gasolina a peso de ouro! rsrs. Os CVT’s atuais estão vindo bem mais aprimorados, vide o do Corolla! Só acho que a Honda Brasil poderia fazer como fizeram com o Corolla e manter o paddle shift simulando as marchas! Outra coisa, parece que essa versão americana não tem rebatimento elétrico dos retrovisores. A Honda Brasil também deveria rever isso aí! Até pq até o HR-V tem! Sobre os faróis, também não acredito que o daqui tenha o FULL LED da versão Touring, mas acredito naqueles de projeção elíptica e filetes em LED das demais versões americanas, que também ficaram show de bola! Se a Honda capar os filetes, será um tiro no pé, pois boa parte da concorrência hoje já tem. Enfim, também estou na maior expectativa! Espero que a Honda Brasil não nos decepcione e até nos surpreenda com alguns detalhes, como por exemplo, garantia de 5 anos! Sim, eu recebi uma ligação da Honda onde diziam estar fazendo uma pesquisa e a maioria das perguntas levava a crer que talvez estejam pensando nisso! Sou dono de um Civic EXS 2013.

                    • Regina Campos

                      Sim, eu também sou fã dessa nova geração de cvt´s que surgiram, sobre mantê-lo no civic creio que sim, pois a HRV já possui e é um sistema bem espertinho, mas sinceramente, não vi diferença de desempenho nas borboletas, rsrs, mas enfim…. bom saber que está lá! kkk, ontem novamente a consultora me ligou querendo que eu trocasse num LXR de hoje e tal… recusei prontamente, estou com bastante expectativa no novo. Ela me garantiu que vêm com tudo o que o atual possui (GPS, hospot wifi, teto solar) + rebatimento e faróis full led apenas na top que já é chamada “EXL”… Vamos ver para crer rsrss

                    • Edson Fernandes

                      Acho eu que a Honda não vai oferecer de forma alguma o ACC em nosso mercado Lembrando que o HR-V tem ar dual zone em outros mercados.
                      Sobre a questão do cambio, faz muitosentido utilizar o CVT por conta do uso de apenas um tipo de cambio do que criar na linha de produção dois tipos de cambios possíveis em apenas um produto (sendo o cambio de dupla embreagem unico apenas para o Civic).

                    • Regina Campos

                      também infelizmente creio em tudo o que disse… ausência de acc e etc…

  • CanalhaRS

    Se mantiver o preço do atual e não for depenado, pode tirar o reinado o Corolla.

    • Roberto

      Se nem os chineses continuam com o mesmo preço a Honda vai continuar?
      Ele vai vir no mínimo ao preço do Corolla, se não for maior.

      • CanalhaRS

        Aí é problema da Honda, hehehehe…
        Ou ele tem que ser mais completo ou mais barato que o Corolla, senão vai continuar comendo poeira.

  • Bruno Wendel Marcolino

    minha unica duvida, modelo 2017??????????

    então o ano é 15/16/17?

    o cara vai ter carro 0km por 3 anos kkkkk

    • Bruno Wendel Marcolino

      alias, achei o carro matador!!!

    • Rodrigo

      Já havia alertado o N.A. na notícia anterior, mas vamos lá.

      Nos EUA o Civic X (lê-se 10) está sendo apresentado como MY 15/16. Aqui no Brasil já temos um MY 15/16, que é a atual geração (Civic IX com facelift). Este modelo está previsto para estrear por aqui em 2016, já como MY 16/17.

      • Bruno Wendel Marcolino

        Sim, é a lógica que eu uso ao ler uma noticia dessas, mas achei que só eu tinha percebido essa falha na matéria.

  • Marcos Souza

    Legal que no painel ele mostra a vida útil do óleo. Seria bom se o brasileiro também mostrasse.
    Americanizaram o civic, ficou bom na minha visão, mas tem gente que não vai gostar do painel mais sóbrio.

    • radiobrasil

      Por aqui, Captiva e Fusion tem alerta de vida útil do óleo, e é MUITO ÚTIL.

      • duhehe

        A serie 3 também.
        O problema é que é flexível, quanto mais acelera, mas perto fica a revisão.

        • Thales Sobral

          Isso é ótimo! Não correr risco de andar com óleo velho e nem ter de jogar óleo bom fora, é tudo o que eu quero. Como será que é feita a análise desse óleo pelo carro?

          • Edson Fernandes

            É feita por tempo. Além de existir o aviso por quilometragem. Tecnicamente é simples: É analisado a colocação com o reset da central ao colocar o oleo (da revisão) e ele vai diluindo a vida do oleo considerando o tempo para estragar.

            Mas também considera a quilometragem percorrida e o que chegar primeiro é constatado a necessidade de troca (e vida demonstrada no painel).

            Como eu sei? Perguntei a um engenheiro da Honda (que é sobrinho do meu cunhado)

            • Thales Sobral

              Ih, então é “pega bobo”… Não é nada diferente do que um Palio/Gol tem…

              • Edson Fernandes

                A diferença é que vc não sabe “a vida util”…rs

                Bem, é só uma forma diferente de demonstrar a mesma informação. Eu particularmente prefiro ainda o mostrador digital (ou analogico em carros do passado) de mostrar o nivel do oleo.

                Para mim eu acho uma pena que os atuais carros estão cada vez mais abandonando o indicador de temperatura também.

                • Thales Sobral

                  É, mas o nível do óleo não diz muita coisa, em situações normais. Os carros gastam pouco óleo hoje em dia, então a troca é feita porque o óleo perdeu as propriedades.

                  • Edson Fernandes

                    Sem duvida. Nos meus carros eu costumo trocar por quilometragem, mas realmente não diz nada. Eu sou conservador, trocaria oleo no maximo com 10 meses se fosse por tempo. E ainda assim ficaria de olho, pois se utilizasse apenas no ciclo “dona-de-casa” aí trocaria no maximo com 6 meses.

                    • Thales Sobral

                      Isso é verdade. Agora, é interessante que há 30 anos que se troca óleo de carro a cada 6 meses. Fico me perguntando se os lubrificantes não evoluíram a ponto de aguentar mais tempo. São 30 anos de pesquisa né…

                      PS: Além disso, os combustíveis hoje em dia tem níveis muito menores de enxofre, a queima é muito mais limpa (tanto pelos motores melhor gerenciados quanto pelo combustível).

                    • Edson Fernandes

                      Bem, pelo menos os oleos que eu coloco tem por normalidade ter a garantia de 1 ano de uso. Mas na propria caixa informa que a depender do tipo de uso, há a necessidade de troca em menor tempo.

                      Isso vai de cada tipo de uso. Se o uso demandar muita ação do lubrificante, o desgaste irá mudar a composição do oleo que pode deixar de atuar como um lubrificante e só ferrar com o motor.

                      Eu até imagino que existam oleos de maior durabilidade, porém acredito que devido ao tipo de uso no Brasil, não dê para dar maior longevidade ao produto. É melhor que a fabricante “se salve” de possiveis processos por fabricantes ou consumidores do que correr esse risco.

                      Infelizmente se houver um oleode maior durabilidade, ele tera um preço bem maior… e vamos combinar que eles aqui não querem perder a boquinha que possuem. O oleo no Brasil em sí é muito caro. Mas temos de pagar por isso para rodar adequadamente com os carros (isso para quem realmente cuida, pois uma vez colocava oleo de moto em carro).

                    • Thales Sobral

                      Mas esse é o ponto, esses limites estão aí há mais de 20 anos. Será que os óleos não melhoraram? Ou melhoraram e as especificações é que estão defasadas?

                    • Edson Fernandes

                      Daí é suposição minha, mas para evitar qualquer problema com consumidor ou fabricante, eles mantenham essa garantia para não assumir defeitos que venham a ter no motor por algum problema de lubrificação.

                      Mas sobre sua pergunta de estudos e durabilidade: Sim, os oleos com certeza estão mais avançados e tendo mais ou menos viscosidade, os componentes utilizados permitiriam maior longevidade. Mas essa longevidade é limitada pelas empresas que revendem os oleos.

                      Só a titulo de exemplo: Quem produz a base do oleo não seria uma Total, BR, Selena, entre outrass marcas. É uma empresa que produz a base e os componentes são colocados por essas marcas para atender a especificação do carro.

                      Para vc ter ideia, essa base tem 10 anos de garantia e é garantida em contrato com a fabricante de oleo automotivo. Já pensou em quanto tempo duraria um oleo de motor se fosse feito realmente para durar?

    • celso

      Na minha visão também ficou bom.

    • Lucas de Lucca

      Se eu tivesse um carro com esses motores turbo modernos, independente do uso, trocaria a cada 5000 km óleo e filtros. Sai barato se levar em conta o benefício.

      • Edson Fernandes

        A viscosidade já é maior desse tipo de oleo para motores turbo. Se a fabricante (do oleo e a do carro) dizer que foi homologado para rodar a cada 10000km, pode rodar tranquilo.

        • Lucas de Lucca

          De fato. Se os 10.000 é a recomendação do manual duvido muito que me traga algum problema respeitar esse prazo, desde que não seja com uso severo.
          Mas como eu disse, é mais por “frescura” mesmo rsrsrs.
          O óleo, por melhor que seja, quando vai chegando ao limite da troca vai ficando menos eficiente e contaminado. Não ao ponto de trazer problemas claro, mas que perde algumas propriedades ele perde. Ainda mais nesse caso que onde ele também lubrifica a turbina.
          A troca de óleo e filtros é relativamente barata e por isso, acho que esse cuidado a mais acaba compensando =)

          • Edson Fernandes

            A depender do tipo de uso, eu troco nos 10000km. No C3 quando eu o comprei, só o usava em estrada no inicio. Ele era um carro que eu só trocava com 10000km rodados. Qdo começou a ter um uso maior na cidade, eu trocava com 8000km.

            Quando eu comecei a utiliza-lo intensamente (uso severo) eu cheguei a realizar trocas entre 5000 e 6000km. Em diversas vezes que solicitei averguação do motor, não havia sequer indicios de borra no motor. Ou seja, a pessoa sabe como anda e que condições o carro passa. Vai do cuidado para determinados momentos.

            Meu carro atual tem tido um uso misto entre cidade e estrada. Logo, eu irei trocar a cada 8000km pois estou bem longe de rodar de forma severa com ele.

            Só estou dando meu exemplo de como eu faço… mas cada um sabe o que faz…rs

  • Fábio S

    Achei muito bonito. Acho que pessoalmente será mais legal ainda. Prefiro ainda com os banco escuros. Pena que o 1.5 turbo deve passar fácil de 100 mil. Ô Brasilllllll!!!

    • Rodrigo

      To tentando achar esse New, new Civic bonito mas não consigo.

    • Edson Fernandes

      Olha, eu sempre gostei de interior claro. Mas achei que nesse Civic não combinou esse tom!

      Mas aqui no Brasil a Honda costuma colocar um cinza claro. Creio que fique melhor que esse tom bege.

  • Rodrigo

    To tentando achar esse New, new Civic bonito mas não consigo.

    • Robinho

      eu tbm…

  • Rodrigo

    To tentando achar esse New, new Civic bonito mas não consigo..

  • Tiago Turolla

    22,4 kgfm de torque ?? que droga deveria ter pelo menos uns 26kgfm

  • 2017? Sou muito mais um Corolla 2020, ou um Fiesta 2021 (Sim, ele cresceu e agora virou sedã médio)

    • Paulo Vítor

      Fiesta sedã médio? kkkkk

    • duhehe

      Sou bem mais o Civic 2022 ….

      • Ah sim, o painel holográfico combinou bem com o desenho do interior. Mas esse câmbio de 16 marchas ainda não é confiável.

  • Joildo Dias

    Estou tentando achar algo feio nesse carro e não consigo, sério pra mim o mais top da categoria junto com o novo Cruze, então já juntando os trocadinhos para decidir melhor entre esses dois no próximo ano, acho que ambos chegam, sendo que o Civic chega primeiro, mas que esse carro com motor turbo está tentador há está…..

  • Raphael Pereira

    vai chegar muito caro no Brasil

  • Lucas Mendanha

    Ainda ta devendo 2 kgfm de torque pro Ecoboost 1.5

    Honda sempre pecando no torque…hahaha

    Mas sem duvidas sera mais divertido de guiar que o aspirados 1.8/2.0 da geracao atual..

  • Filipo

    Falta torque neste 1.5T!
    22,4 Kgfm num motor moderno e turbo de 1.500cc é decepcionante. E em compensação, o torque máximo não vem tão cedo. A título de comparação, o motor do Golf/A3 tem 25,5 Kgfm a partir de 1.500 rpm, contra 1.800 rpm no Civic (parece turbo da década passada como os Tjet). Já em potência, o Golf/A3 têm agora “apenas” 150cv, mas a 500 rpm mais cedo que a potência máxima do Civic (174cv).
    O Civic 1.5T terá menos torque que Altima e Fusion 2.5 (4 cilindros sem turbo) e pouca coisa a mais que o 2.0 do C4 Lounge.

    • Marcos Oliveira

      Filipo, acredito que a Honda preferiu abdicar de um pouco de potência e torque em favor da economia de combustível, as médias estão muito boas (se for verdade mesmo) para o seguimento.

      • Gustavo73

        Não entendi a potência até está alta para a cilindrada. Mas o torque está abaixo.

        • Filipo

          Pois é, e comparativamente com o 1.4 TSi que agora rende 150 cv, os 24 cv a mais do Honda só aparecem 1.000 rpm após os 150 cv do VW.
          Ou seja, é um motor turbo que precisa “girar mais” para entregar potência e torque, tal como o Tjet da Fiat, de concepção ultrapassada.

          • Gustavo73

            Nem estou julgando o motor. Mas os números realmente não empolgam. E esperava uma potência menor justamente pela economia de combustível. Os fabricantes tem sua linha e já se sabia do torque, mesmo na versão com 200cv. Mas achei que o toque chegaria antes. Se falam em um lag mesmo que pequeno no TSI e THP.

        • Thales Sobral

          Então vem um platô enorme de torque…. 1800 a 5000, realmente alto. O motor vai ser muito elástico.

          • Gustavo73

            Igual aos outros turbo injetados, maso torque chega um pouco acima dos TSI por exemplo.

  • Fudencio

    O visual externo não acompanhou o interno que é bem comum… Uma pena que vai chegar aqui custando uma pequena fortuna, com péssimas condições de financiamento.

  • Bikudin

    Mudou bastante, bonito

  • Marcos Oliveira

    Na época do lançamento eu não tinha gostado muito do desenho externo (o interior é um espetáculo), mas olhando esse Civic nessa cor branca eu calo a minha boca e me recolho à minha ignorância…kkkkk tá lindo demaaaaaaais!!!!!

  • Diego Mello

    Forte candidato para ser meu próximo carro.

  • Rodrigo Queiroz.

    Esta traseira definitivamente não ficou legal. A traseira do Si ficou muito melhor, mesmo tirando o aerofólio:

  • Louis

    Matador.
    Só espero que a Honda não coloque um farol monoparábola por aqui (como fez com o HR-V)…

    • Gustavo73

      Com o HR-V capado do jeito que está vendendo. Ou o Civic vrm na mesma batida ou vem muito mais caro.

      • Thiago

        Também acho a mesma coisa, já tem gente falando que vai vir a 120 mil, mas achei um pouco exagerado esse valor para a versão top. Mas acima de 100 mil é certo.

        • Gustavo73

          Hoje custa 90 mil sem motor turbinado e alguns equipamentos como faróis xenôn ou os full led mais caros. Imagine o novo se vier equipado com o americano.

  • Gran RS 78

    Ficou espetacular, e com cara de modelo de categoria superior. O que dá medo é quanto que a Honda irá cobrar desse novo modelo no Brasil.

  • Murilo Soares de O. Filho

    Ainda bem que mudaram o painel, agora ficou lindo, não gostava do anterior. Frente ao Corolla, ficou lindo.

  • Marcus Vinicius

    O Novo Civic ficou com a traseira referente aos carros da Volvo em especial ao Volvo S60 só que o Honda é maior !

  • Paulo Henrique

    Japoneses mostrando que realmente são talentoso

  • afonso200

    versao top 119mil, e vai ter fila de espera

    • Ernesto

      Versão top de Civic (ou mesmo Corolla) nunca foi a versão mais vendida.

  • Charlis

    Muita gente reclamando do torque.
    Realmente não é surpreendente, longe disso.
    Agora tem certas criticas “não construtivas” por aqui, que fica claro que o ser é um “Haterzinho”.
    A Honda fez esse motor literalmente pra ser econômico, inclusive, para ao que tudo indica nem teremos a versão hibrida na linha do Civic.
    O que adianta um motor chamar “Ecoboost” (muitos utilizadam este exemplo por aqui), ter 35 kgfm de torque, mas fazer menos de 10km/l de gasolina na estrada?
    Ainda exemplifico com 2 sonhos de consumos, que tem menos torque que este Civic:
    Audi A3 1.4T: 122cv e 20,4 kgfm
    BMW 116i: 136 cv e 22,4 kgfm

    • Freaky Boss

      Concordo. E pensando no Brasil, CIVIC querendo ou não é sedã médio e aqui é carro de família. Se o carro tem 22 ou 28 de torque não deve ser fator decisivo para a compra de muitos, pelo contrário, minoria vai deixar de comprar pelo torque. Já o consumo está cada dia mais em foco.

    • Peter Bishop

      Onde que Ecoboost faz menos de 10 na estrada, ainda mais com gasol? Na cidade ok, o meu AWD fazia 8, na estrada 14-15, numa média de 100 por hora. Claro que se fosse bem ajustado deveria fazer era uns 11 na cidade e 18 na estrada, mas aí é outra história.

      • Charlis

        O meu eh o FWD… consigo 12kml viajando a 90 por hr, sem acelerar em nenhum momento.
        Indo a 120kmh com uma conducao mais normal fica em 10kml.
        E todos os testes dele, os numeros sao esses.
        Se vc faz isso no seu, parabens.

        • Peter Bishop

          São fatores diversos. Tipo notei isso com 2 ocupantes e ar desligado. Vai variar.

        • Lucas de Lucca

          Com Podium? E também ele pesa quase 1600 ton. Esse consumo de 12 km na estrada acho até aceitável pelo porte e categoria dele. Mas claro que podia ser melhor.

          • Charlis

            Com gasolina comum cara.
            Eu tbm acho aceitavel, ja q ele pesa mais que 1600 kg…
            Nao seo se me expressei bem, na verdade nao estou reclamando, comprei o carro sabendo disso, e nao me arrependo nao. Muito pelo contrario, a cada acelerada eh um sorriso.
            Mas… nao colaria o adesivo de ECO no carro rs…
            Comparando com o Civic… eu ja fiz 17.6 km por l na estrada… isso eh ser Eco rs…

            • Lucas de Lucca

              Sim sim, o Civic é muito econômico, e olha que o câmbio AT de 5 marchas não é dos mais modernos. Imagine com um CVT ou DCT.

              Gostaria de ver os Ecoboost 1.0 e 1.5 por aqui. Acho que esses sim merecem mais o Eco no nome sem esquecer do “boost” rsrsrs
              Você já deve ter testado ele com Podium, acha que vale a pena em ganho de consumo e desempenho pelo preço?

              • Charlis

                No caso do Civic, o meu é o manual (a versão mais básica), e já com o cambio de 6 marchas.
                Então, possivelmente ele é bem mais econômico que o AT5.
                E fiquei mais feliz, com o dinamômetro da Fullpower, declarando que ele tem 151cv (contra 140cv do docmento) na roda, rs.
                Sobre o Fusion, eu já abasteci com Podium umas 2 vezes, mas nunca completei o tanque…

                E também não medi consumo não, apenas desempenho, que realmente fica mais esperto sim.
                Quando eu fizer uma viagem curta com ele, eu faço o teste exato com a podium.
                Com o Civic, como eu lhe disse, meu record foi esse, uma viagem de 200km mais ou menos no interior de SP. https://uploads.disquscdn.com/images/70957200bad85e5bc8b5da66bf2aeca4bfdb4988ae4001865e281a7902af4733.jpg

                • Lucas de Lucca

                  A sim, realmente o MT6 é bem econômico e esperto. E ganhar mais potência do que você compra é sempre bom rsrsrsrs. No teste lá da Full Power ficou claro como o conversor rouba potência do 2.0

  • GPE

    Muito fraco esse torque de 22. Tem carros turbo com potência inferior e torque superando os 25 e ainda vindo em rotações mais baixas

    • carlos rodrigues

      Também achei pouco torque pra um 1.5 turbo…

  • Peter Bishop

    Perae. Curva de torque plana é péssimo pro desempenho. E esse consumo médio de 15 km/l tem nada de excepcional. Ficou bonitinho copiando Audi, Ford, GM e etc., mas é decepcionante. Melhor será o Jetta TSI 2017 com o desenho novo por dentro e por fora, porque o que mata esse carro é o espaço atrás (que vai aumentar 7 cm) e a caretice do desenho, a ser resolvido na próxima geração.

    • Thales Sobral

      “Curva plana” é ruim pro desempenho? Por que?

    • André Flandres

      Curva de torque plana é péssima? Cuma?

  • Jackson A

    Eita que minha garagem já está te esperando !

  • JULIS

    Minha opinião , corolla so vende mais que civic pq brasileiro é burro . o toyota atual não é nem de perto melhor que o civic atual aqui no Brasil . e mais ; não vale 102 mil reais a a versão altis nem que a vaca tussa nem 80 pra um carro com diversos itens a menos que o civic exr , esse novo civic então é um banho de tecnologia ,design ,que a meu ver vai colocar a toyota no seu devido lugar . pq aqui no Brasil a toyota rola em cima dos brasileiros burros . Basta pensar um pouco vamos tirar o civic da jogada . pega um jetta TSI de entrada que custa 95k . é 7mil mais barato e oferece muuuuuuiiiiittttttoooooo mais que a bosta do corolla altis . se pegar um Jetta top com xenon banco elétrico e tudo mais custa 105 mil ai que os espanco é maior ainda . Eu quero mais que a toyota que faz meu pais de idiota se exploda . que venha o novo Civic . e muito Obrigado dona honda por ser uma montadora que pelo menos olha mais para nosso pais de terceiro mundo . A ia me esquecendo . um CIVC EXR Muito Melhor que TOYOTA cornolla Altis custa 87K .

    • Ernesto

      KKKKKKKKK!!!

  • DTF

    Qdo lançar aqui, disparado, será o melhor sedan médio do Brasil, isso pelo menos até chegar o Cruze que também está bastante moderno….os demais ficaram jurássicos na minha humilde opinião….
    Qto ao design do carro, não me acostumei com o desenho destes farois de full led…até prefiro os de canhão….

  • PedroHMC

    A briga vai ficar ainda melhor com a chegada da nova geração do Cruze, que vai chegar mais ou menos junto com o Civic aqui no brasil, com motor 1.4 turbo e DCT, esses carros tem tudo pra jogar o corolla pra terceiro lugar, veremos se nosso mercado é esperto ou se vão falar que o corolla é melhor já que “tem motor 2.0 e não esses 1.4 fraquinho”. Se tudo der certo terei um dos dois na minha garagem ano que vem!

    • Fred Fuchs

      Já estou vendo a fila que vai dar para pegar um desses…! Estou torcendo para que venha com os faróis em LED da versão Touring dos EU… E com paddle shifters.

  • Adriano Tochio

    Essa grade que não me desse, agora esse 1.5 é uma teteia em !!!

  • CyberSilvio

    …………………..100mil?

  • Blessa

    Belo carro, porem esperava pelo menos 25 de torque no motor turbo.

  • Antonio

    Lanternas inigualáveis, ate que em fim trazeira do Civic será nova por mais 10 anos, lindiíssimas, e realmente novo, pena que mudou o modelo do carro todo, pesaram a mão, mataram o estilo flecha aero dinãmica do carro

  • Vitor Yohan Casaes

    Só achei que a 1.5 turbo poderia ter mais torque.

  • Thiago Sz

    Grande chance de ser meu próximo carro, me atende em tudo. Achei só engraçado os marcadores de combustível e temperatura que parecem o mesmo formato da montana/agile.

  • Zézão Villopoto

    Toyota e seus 105,000.00 no Altis Horroroso estão com dias contados.!
    Finalmente a Honda veio com força!

  • Whering Alberto

    Carrão… O painel, apesar de mais bem resolvido, parece ainda frágil. No mais, uns retoques aqui e ali deixariam-no mais harmônico.

  • Matheus Lelis

    Alguém sabe me explicar porque os motores honda sempre tem torques menores que geralmente concorrentes oferecem? 19 kgfm pra um motor 2.0 é meio ruim, não? Esse 1.5T também, tendo em vista o 1.4 tsi e o t-jet. Não que os dois sejam ruins, mas acho que podia melhorar nisso ai

    • Edson Fernandes

      Mas esse motor responde antes com a atuação do turbo (e torque). Isso faz uma diferença consideravel perante o T-Jet. Já a VW oferta mais torque assim como os THP.

      Mas a calibragem parece ser claramente voltada ao menor consumo. Por isso foram digamos… conservadores nessa questão.

  • Henrique

    QUE COISA HORRÍVEL…. ME LEMBROU DO GOLFSAURO 4,5, ALIAS TA AI UMA COISA QUE HONDA E TOYOTA NUNCA FARÃO MELHOR QUE OS ALEMÃES….. DESIGN….. COISA QUE ATE OS COREANOS JÁ FAZEM MELHOR.

  • gustavo soares d’avila Ramos

    sei não. ainda acho uma melhor compra o jetta tsi 2.0, mais com toda certeza vai dá muito trabalho pro corolla

  • jkpops

    essa traseira não fará sucesso por aqui não lanternas muito exageradas acho que pra cá vira algo menos chamativo ….

  • AT87

    Esse visual está SEN-SA-CIONAL!

  • shdn2010

    Ficou muito show, so acho que merecia uma caixa de dupla embreagem como opcional para ficar mais esportiva a tocada. Provavelmente a honda ira mudar esses farois dianteiros, mantendo formato mas deixando eles mais simples, e logico tirando alguns itens, quase sempre fazem isso para o brasil.

  • Aires Jone

    Não sou fã do Civic, mas esse tá uma tentação. Esses vincos cairam bem

  • Edson Fernandes

    Para mim eu visualmente penso como muitos: Ainda acho controverso. Mas é legal da Honda a ousadia nas formas.

    Espero que a fabricante mantenha a funcionalidade como primeiro plano. O interior claro pelo menos nessa combinação não me agradou. Ainda que ela tenha abandonado o painel de 2 niveis, acho que ficou ainda interessante, pois manteve a informação de velocidade digital.

    No Brasil? Só gostaria que flexibilizassem melhor a suspensão multilink do Civic, pois o do atual é muito dura e nem precisa ser tanto para ter a dita estabilidade.

  • Fabio Guilherme Lima

    Não gostei. Ta uma mistura de fusion 2° geração com lamborghini. Suas curvas dao imprensao das partes estarem mal encaixadas. Essa grade da frente parece a tiara da sailor moon e com entradas de ar em cima e em baixo. O interior eu gostei. Deram uma boa consertada em comparação a geração atual…

  • Vattt

    No Brasil, cil, cil, altas capadas poderemos esperar. Para que o Honda chegue o mais próximo de uma carroça. E assim o povinho ter o gostinho de ter um lindo carro “nacional” e caro que é pra mostrar pro vizinho (@ @)
    …………………………….. ,_,

  • Essa traseira ficou muito esquisita…

  • LuiGui

    O que eu mudaria nele era colocar a abertura da tampa do porta-malas abrindo junto com o vidro traseiro igual ao do Escort ou como no Skoda Superb.

    • Cláudio Moisés

      Engraçado que a Quatro Rodas de agosto, afirmava com uma certeza que não sei de onde buscaram que iria ser dessa forma! Cada vez mais essas revistas dão palpites fora! Eu que já vinha acompanhando no CivicX e outros sites americanos o desenvolvimento desse carro ainda comentei com minha esposa esse absurdo de informação improcedente e irresponsável! Depois que descobri sites como esse aqui, quase não pego mais na revista (sou assinante) e assim que terminar minha assinatura, não renovo mais!

    • Mauro Schramm

      Eu lembro do Passat 3 portas.

  • Alex

    Eu quero!!!!

  • Wolfpack

    Perdeu o paddle shift? Não acredito! Sem as borboletas atrás do volante, eu não acredito que a honda fez isso.

    • RafaCtba

      É que agora usa caixa CVT, que não exige troca de marchas. Se fosse uma caixa automática convencional (igual aos dos nossos LXR e EXR) teria os paddle shift no volante.

  • Miguel

    Eu não gosto de sedã, mas esse dai com certeza vem pra acabar com Corola. Tá bem bonito e agressivo. O motor 2.0 pelo jeito deve estar nas versões intermediárias né? Quanto ao 1.5 deve vir no modelo top, por apenas uns 110.000!!!
    Obrigado Honda! Kkkkk

  • Silas Coul

    Rolo compressor na categoria! Estou simplesmente apaixonado por essa maquina. Não vejo a hora de chegar ao Brasil e comprar o meu 15 turbo!

  • Kadu Bentley

    Gostei mais do painel que do exterior, a traseira é muito pesadona e rebuscada.

  • predadordemarea .

    A Honda como sempre economizando torque vide o Civic Si.
    1.5 T e 22.4 kgf de torque, sendo que o Golf 1.4 T tem cerca de 25 kgf de t orque e o New Cruze vem com motor 1.4 T e cerca de 25 kgf de torque.

  • Wolfpack

    O Corolla é equipado com caixa CVT e trouxe o paddle shift “borboleta atrás do volante” para troca entre as marchas simuladas no CVT. A Honda e suas reduções de custos. Um absurdo!

  • Wolfpack

    Outro ponto que a Honda não melhora, a chave, controle tem um desenho muito pobre, fácil. Os caras não entendem que a chave acompanha o dono para todos os ludares e eles não dão atenção a este detalhe. Muito antiquada.

  • Diego Mello

    Quanto mais eu vejo as fotos mais apaixono

  • Mauro Schramm

    Será que, finalmente, colocaram sistemas descentes para travas e vidros elétricos?

  • Pedro Cunha

    É realmente bonito, tem bem destacada a identidade da Honda, mecânica bem atualizada, etc….
    Minha observação fica num detalhe que talvez muita gente não se atente: Esse lubrificante 0w20. Daqui uns 3~4 anos, quando eles começarem á cair na seção de usados/seminovos, a galera vai começar á pôr 10w40, 15w40, 5w30 e bem provável que até o velho SJ20w50 em alguns casos… e, naturalmente muitos reclamando de “motor batendo”, “barulho estranho”, “motor vagabundo”, etc etc….

  • Franklin

    Eu tenho um civic 2012 1.8 automático que já tem sérios problemas na relação de marchas, deixando o carro paralitico em segunda marcha com baixo giro e andei no HRV da minha filha e achei mais paralítico ainda. Descartei a compra por enquanto O Civic pode ter Eon, modo S e o que for, mas a relação de marcha não ajuda.

  • Henrique12

    Que retrocesso esse painel, mas por fora ficou muito bom, apesar da brecha entre as chapas estarem gritando ali, padrão Chery de construção…

  • Fauri Angelo

    É bonito, apesar da traseira de carro eletrico.

  • Rodrigo Queiroz.

    Ah se tivesse a traseira do Si…

  • rooxst

    Só eu achei ele suuuuper inspirado no VoLvO S60? Mto bonito, vai subir a régua dos sedans do mesmo nível. Estranhamente no Brasil acho que as pessoas com poder aquisitivo proporcionais à este carro, terão de escolher entre civic, corolla, jetta E BMW e Mercedes de entrada. Será que em algum outro lugar do mundo isso ocorre também?

  • Marcos Wild

    Olhando a lateral desse novo civic de longe, percebe-se que ele foi baseado no novo Ford Fusion, por ser desenvolvido com o mesmo formato de carroceria, a “Fast Back” e não um sedã, formato de carroceria também presente no Audi A7.

    Essa carroceria deixa o carro grande, parecendo uma balsa.

  • Marcos Wild

    Olhando a lateral desse novo civic de longe, percebe-se que ele foi baseado no novo Ford Fusion, por ser desenvolvido com o mesmo formato de carroceria, a “Fast Back” e não um sedã, formato de carroceria também presente no Audi A7.

    Essa carroceria deixa o carro grande, parecendo uma balsa.

  • Marcelo Alves

    Agora a Toyota toma vergonha na cara e coloca controles de tração e estabilidade no Corolla e mesmo assim, vai ter que rebolar muito para se manter em segundo…

    • Freaky Boss

      sei não hein….acho que ESP no corolla só na próxima geração desse..lá por 2017/2018. Mas vai continuar vendendo bem…Talvez caia para 2o quando o novo civic vier, mas estarão satisfeitos ainda..

  • Rodrigo

    O carro é lindo! Se mantiver os mesmos equipamentos presentes no mercado americano será líder, dependendo do preço. Nos EUA, a versão turbo top de linha custa 26.000 dólares.

  • Roger Rosato

    Lindíssimo… mas podiam colocar um teto solar mais moderninho, né?

  • José Caio

    Achei muito Bonito, melhor acertado que esse atual nosso, porém, aquele design impactante que conseguiram em 2006 nunca mais, até hoje aquela traseira desbanca muito carro atual, me lembro como se fosse hoje, tinha 10 anos quando lançaram, o carro parecia uma nave espacial comparado ao vectra que na época era o top da parada, ultimamente sinto saudades de grandes lançamentos aqui no Brasil que da pra gente comprar, o último foi a Evoque, mas ainda não tenho condiçoes rsrsrs…

  • Marcelo Ceno Dutra

    Honda ouça o clamor dos consumidores brasileiros não escaldam o carro deixando ele pelado.

  • Eduardo

    Tive um civic LXL 2010,carro excelente e econômico,adorava,troquei por um jetta highline zero km 2014,os dois tem prós e contras,mas….. a potência do jetta é simplesmente apaixonante,voltar a ter um motor menos potente que o do jetta é ter a sensação de regressão…

  • Eduardo

    A favor do civic uma posição de dirigir sem igual,demorei me adaptar no jetta,e a favor do jetta alem da potência,a deliciosa estabilidade em altas velocidades ,e um freio sensacional



Send this to friend