Sedãs Segredos-Flagras Toyota

Novo Corolla 2017 será lançado no Brasil nos próximos meses

toyota corolla 2017 1

O Novo Corolla 2017 vem aí. Para se armar contra as novas gerações do Chevrolet Cruze e Honda Civic, o atual Toyota Corolla passará por suas primeiras mudanças no Brasil. Segundo o presidente da marca no País, Koji Kondo, a versão reestilizada do sedã médio será introduzida no mercado nacional ainda neste ano, provavelmente durante o Salão do Automóvel de São Paulo, entre os dias 10 e 20 de novembro – com vendas para os primeiros meses de 2017, já que o carro estreou recentemente a linha 2017.

O Novo Corolla 2017 nacional vai seguir a linha do modelo europeu, com direito a faróis afilados e com LEDs, grade com novo formato, para-choque dianteiro mais agressivo, lanternas traseiras com pequenas mudanças no layout interno e iluminação por LEDs e novo para-choque traseiro, além de rodas com novo desenho. O interior não deverá passar por mudanças.

toyota corolla 2017 2

Além disso, o Novo Corolla 2017 vai passar a oferecer novos equipamentos, como controle eletrônico de estabilidade (ESP) e controle de tração (TCS), seguindo a linha dos demais carros do segmento. Os motores 1.8 e 2.0 flex e os câmbios manual e automático do tipo CVT devem seguir sem alterações.

toyota c hr 2016

Crossover C-HR

Mostrado na última edição do Salão de Genebra, o novo Toyota C-HR seria um bom modelo para se integrar à linha brasileira da marca. No entanto, segundo Kondo, o crossover compacto tem espaço interno e capacidade do porta-malas aquém da realidade dos brasileiros, o que impediria sua chegada por aqui. Por outro lado, a própria marca admite “estuda-lo” para o nosso mercado.

O executivo revelou ainda que a marca planeja um novo modelo para até 2020 no Brasil. Ainda não se sabe, porém, se trata do próprio C-HR ou até mesmo um novo compacto para substituir o Etios.

[Fonte: O Estado de Minas]





  • leomix leo

    Externamente, não tenho do que reclamar do Corolla, mais seu interior com aquela multimídia e o relógio de delrey são de matar. Ainda bem que agora vão colocar ESP.

    • Marciofilho Santos

      pô gosto tanto do relógio do meu Del Rey! kkkk foi uma marca na época.

      • leomix leo

        Meu pai teve uma Belina vinho, tinha esse relógio. Mais na época era lindo e ficará no teto, junto com a luz de leitura.

      • André

        Pois é, esse pessoal não sabe respeitar o reloginho do Del Rey, rsrsrsrs

    • André

      Qual seu problema com o relógio do Del Rey, hein? É tão fantástico que até Corolla tem, 30 anos depois. rsrsrs

    • Marcelo Ceno Dutra

      o corolla é um baita carro. Só acho que a Toyota deveria corrigi-lo em três pontos: Incluir o ESP, aumentar o tamanho da dela da central multimídia e melhorar o software para ser mais rápida e a suspensão ser um pouco mais rígida.

    • Rude Voleur

      Acho chique relógio no centro do painel. Mas só se for analógico, como no Fusion G1

    • ViniciusVS

      Pior que não vejo problemas no relógio. poderia ser no painel de instrumentos na tela central ou na central multimídia claro mas não vejo nada de negativo na posição do relógio.

      O que acho que deveria mudar é tirar aquela alavanca do piloto automático que parece ( na verdade é) aqueles pilotos automáticos universal de carro antigo, e mudar o material dos botões no volante…

  • Mauro Schramm

    Modelo 2017,5?

    • Bruno Wendel Marcolino

      vai ser 17/17 certamente, já que vão começar a vender em janeiro.

      • Impala_67

        Ele não pode ser modelo 17/17. Ele poderá ser apenas 17/18 no começo do ano que vem. Pois já cadastraram algum modelo como 17.. e o primeiro número só fala da fabricação.

        • lheu

          Não há problema algum haver dois modelos diferentes no mesmo ano.

          O Voyage (modelo antigo) passou a ser 12/13 em abril, mas foi reestilizado em julho e novamente lançado como 12/13

          • Lucas Oliveira

            Lembro que deu rolo pra VW nos dois modelos 12/13 negociados do Gol e Voyage…

        • Bruno Wendel Marcolino

          É que geralmente no inicio de cada ano os modelos são 17/17, mas realmente pode ser isso mesmo, ser 17/18.

      • PEDAORM

        E quando chega o Civic?

        • Bruno Wendel Marcolino

          esse ano, provavelmente como 16/17.

        • Gran RS 78

          Provavelmente será lançado em Novembro, logo depois do Salão do Automóvel.

      • Mauro Schramm

        Mas a matéria diz que o modelo 2017 já foi lançado…

        • Bruno Wendel Marcolino

          Sim, porém é 16/17, como o novo começara a ser vendido em 2017, pode ser que as unidades sejam 17/17 ou até 17/18.

          • Lucas Oliveira

            Será 17/18, em fevereiro deste ano a Toyota já comercializava o Corolla 17.

  • Louis

    Melhorou hein! Agora já não tenho tanta certeza da liderança do Civic.

    • PEDAORM

      Eu já não tinha essa certeza mesmo antes do facelift. Acredito que o Civic será um carro superior, mas nosso mercado não entende isso.

      • Cláudio Moisés

        Que será superior, isso não tenho dúvida alguma! O problema poderá ser o preço cobrado pela Honda! Ou seja, a Honda poderá atrapalhar a própria Honda!

        • PEDAORM

          Tem que valer a diferença de preço.

        • ViniciusVS

          O melhores funcionários da Toyota são os Diretores da Honda…

          1- Colocam Honda City custando o mesmo que o Corolla GLI

          2- Tiraram o Civic do programa PCD e “entregaram” todos seus clientes de graça para a Toyota.

          3- Existe boato que vão “subir” o Civic para ele brigar com marcas Premium entre R$ 90.000 e R$ 130.000 ( O que será uma piada se tomar essa posição de fato)

          Se o foco é vender Crossover de Fit com margem de lucro monstruosa e vivendo da imagem do pós venda que tinham 15 anos atrás ( antes do Boom de vendas do New Civic e da chegada do primeiro FIT), nesse caso então preciso aplaudir de pé pois estão fazendo direitinho.

          Acho pouco provável Civic pegar a liderança, mesmo porque são propostas diferentes e a Honda já perdeu a mão (não tem o mesmo mercado) com o publico mais tradicional.

          • Rafael Jandre

            Tenho visto muitos Corolla GLi rodando no Rio.

            • Edson Fernandes

              Em SP eu tbm tenho visto um numero maior dessa versão.

          • Lucas Oliveira

            “2- Tiraram o Civic do programa PCD e “entregaram” todos seus clientes de graça para a Toyota.”

            Muito bem observado, e isso faz uma diferença querendo ou não…

        • Gran RS 78

          Concordo com vc. De que adianta a Honda lançar um Civic super futurista e moderno se a marca for cobrar valor de sedan premium. A GM já mencionou que irá lançar o Novo Cruze com os preços do modelo atual, mesmo ele sendo muito mais sofisticado e com uma motorização moderna. Espero que a Honda tbm reveja essa tabela de preços com o Novo Civic.

        • O_Domador_d_Xana

          Galera, nem sempre lucro se mensura pela quantidade, tem que verificar a margem de lucro em cima de cada produto. A princípio quem lucra mais é quem vende mais, ok. Ao meu ver a honda, no caso do civic, tá mirando maximizar a margem de lucro, assim como ela conseguiu com o HRV. O custo de produção do HVR é muito próximo do Fit, pois utilizam a mesma plataforma, sendo que o primeiro chega a custar um pouco mais de 30 mil reais comparando as versões equivalentes. Então digue lá o lucro monstruoso que a honda tem em cima da venda de cada HRV. A honda ta tentando fazer agora a mesma coisa é com a dupla CITY e CIVIC, ela está, aos poucos, trazendo o City pra zona de preços que antes era ocupada pelo Civic e tá conseguindo. Isto é, o objetivo da Honda é com a venda de um lucrar o que ela lucrava com a venda de dois, isso se comparando a um passado próximo. Lucro este que é otimizado devido menor gasto com mão de obra, matéria prima, equipamentos, energia…

          Observem o valor da versão top de linha do novo civic, certeza que a honda vai tá lucrando no mínimo o dobro o que a toyota lucra na venda de um corolla. Porque só o motor turbo não justifica essa diferença absurda, taí o novo cruze pra comprovar.

          Eu fiz um teste no novo civic turbo, e não a nada ali que justifique o valor cobrado. Eu utilizei de parâmetro o meu civic 2013 LXR. Nada mesmo que justifique a diferença de aproximadamente R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) de uma geração pra outra. É um tapa na cara dos consumidores conscientes. Já os consumidores leigos esses nem sabem o que tão fazendo.

      • leitor

        Há pouco tempo li que o Elantra vendia mais no mundo que o Civic. Categoria igual ou semelhante, preços aproximados.

        • PEDAORM

          Até esse Civic que acabou de chegar, Elantra vendeu bastante em sua nova geração (que ainda não chegou no Brasil), mesmo assim o dado me espanta. Fontes?

    • Newton Freitas

      O civic terá preços altíssimos e a versão completa competirá cok BMW série 3 e Mercedes Classe C. Provavelmente o Corolla mantenha-se na liderança.

      • fbl

        Que isso… Aonde que vai brigar com classe c e serie 3, claro que nao rsrs vai fk ali por cima do corolla altis mesmo. A margem é essa.

        • D01S

          Algumas previsões dizem que o Civic top pode passar de 130k…

          • fbl

            Olha, essas “algumas previsões”, precisa saber que fez e serem confirmadas. Uma coisa é certa, o Civic, Corolla e cia nunca foram concorrentes de classe C, Serie 3 e A4 nem nunca serão, nao é a estratégia da Honda. Ate pq, se o civic custar 130k, é bem provavel que a faixa basica do c180 ja bata os 150k. Sao publicos diferentes, status diferentes e por mais que um ou outro talvez pense em economiar e levar o civic top, quem compra uma marca premium nao costuma estar disposto a olhar pelas marcas comuns. Em lugar algum civic, corolla, focus, jetta, etc brigam com os sedan medios (que nem sao mais tao medios assim) alemães.

          • Rodrigo

            A partir de R$115 mil a versão 1.5 Turbo gasolina CVT.

            • Ítalo Figueirôa

              Só vai ter uma versão mesmo. Então não vai ser “A partir”…

              • Rodrigo

                A versão 1.5 Turbo sim. As demais serão motor 2.0 flex, desde a de base.

                • Ítalo Figueirôa

                  Me referi a turbo, e só vai ter uma turbo. O resto todo mundo já sabe. Só citei o “A partir” que você citou. Não será a partir na turbo pois só terá uma versão.

                  • Rodrigo

                    Entendi errado então.

                    • PEDAORM

                      Parece bem realista, de onde você tirou essas informações? Ou são suposições?

                    • Rodrigo

                      Participei de uma oficina/ pesquisa da Honda sobre o novo carro.

                    • Edson Fernandes

                      Mas quando o Ítalo diz “a partir de” é que não haverá na versão de R$115000 um pacote inicial e vc pode adicionar opcionais. Será “versão 1.5 turbo de R$115000” e só. E não a partir porque não há o que ficr mais caro, claro… sem contr as cores metalicas.

        • Newton Freitas

          Em relação aos preços a Honda está preparando uma versão que esteja no patamar dos carros que afirmei, porém ainda existe o accord. Civic poderá até competir com o irmão maior.

      • Rodrigo

        Fontes seguras me disseram que a versão topo de linha, vai custar a partir de R$115 mil. Não sei se já inclui agio ou a inflação prevista para o segundo semestre. Não será flex.
        A intermediária com motor 2.0 abaixo da barreira psicológia dos R$100 mil.
        Tem BMW e Mercedes custando isso?

        • Newton Freitas

          A versão completa terá o motor 1.5 turbo, e estará competindo em relação a preço com o a3 sedan também.

          • Rodrigo

            Já viu o valor de seguro e manutenção de um A3 sedã? Na boa, quem vai comprar um Civic ou Corolla pode até cogitar um sedã de marca premium, mas muda de idéia rapidinho quando vê o custo de manter. Podem competir em preço, mas a versão básica desses premium deixa a desejar em equipamentos e o tais custos.

      • PEDAORM

        Vai brigar em preço com Jetta Highline, e ainda vai dever desepenho.

        • Cláudio Moisés

          E o Jetta vai dever em consumo, itens de série e segurança, linhas mais modernas, com direito a lanternas e farois Full LED e espaço interno! Ou seja, tudo será questão de prioridades! Acreito que com qualquer um dos dois o consumidor estará bem servido!

          • PEDAORM

            Sem dúvidas estará. Só me pergunto sobre esses itens de segurança a mais do Civic, esperar ver o pacote local, Highline já é bem completo em segurança.

            • Cláudio Moisés

              Realmente, o histórico da Honda Brasil é terrível com relação a capar as versões nacionalizadas! Mas, a promessa é que esse novo Civic seja global! Vamos torcer que mantenha!

          • Gustavo73

            Quais itens de segurança o Jetta irá dever?

        • Newton Freitas

          Com o A3 1.4 flex.

        • fbl

          Exato

    • Leonel

      O Civic não será líder porque só vai oferecer a 1.5T na versão topo de linha e com um preço absurdo. Quem eu vejo nesse segmento sendo muito impulsionado nas vendas (se os recentes rumores forem verdadeiros) é o Cruze, oferecendo a motorização 1.4T desde a versão de entrada e não alterando os preços atuais.

      Por fim, será muito moderno, bem equipado e etc, que, em minha opinião, supera o Corolla na versão atual e nessa que está por vir (afinal, vão colocar um ESP que deveria constar a muito tempo e alterações visuais).

  • Cláudio Moisés

    Ficou legal este tapa no visual externo! Legal também a adoção (finalmente) do ESP (tomara que seja verdade!), mas, voltando a falar de estética, o ponto mais crítico do carro não foi mexido, o horroroso painel! Dá nojo ver aquilo! Uma pena! Agora, impressionante como a Toyota copia detalhes do Civic! Depois de copiar (mal copiado) o volante, agora foi a vez do detalhe cromado invadindo a parte superior dos farois, bem parecido com o do próximo Civic!

  • Bruno Wendel Marcolino

    Era certo que a Toyota faria algo com o Corolla após lançamento do Civic, de repente perca vendas em uns 3 a 4 meses, mas com esse facelift já equilibra as vendas novamente.

    Não vai ser fácil pra Honda bater o Corolla, principalmente porque pelo visto, vai começar bem mais caro do que o já muito caro Corolla, outra coisa é as revisões a preço fixo que não existem na Honda e ultimamente vejo relatos de preços caros, coisa que o Corolla ganha até de compactos.

    Enfim, a briga vai ser boa pela liderança e acho que o Cruze vai comer pelas beiradas.

    • PEDAORM

      Após a adoção do motor turbo, pensei que viria Jetta ao menos brigando pela terceira colocação em vendas, esse mercado é doido, perde para o hoje defasado Cruze, é triste. Capaz do Corolla continuar líder isolado.

      • Cláudio Moisés

        Com aquele visual pra lá de cansado e sem graça do Jetta, fica muito difícil competir apenas com conjunto mecânico!

        • PEDAORM

          Esse é o comentario clássico hoje contra o sedan da VW, mas eu não deixaria de levar um carro superior e discreto para casa, para levar um bonitinho ordinário, preferências de cada um. É sem graça, mas não chega a ser feio, particularmente gosto.

          • Jackson A

            É o que sempre digo, o mercado gosta é de um carro confiável com bom pós-venda, o Jetta não entra ai.

            • PEDAORM

              Ótima analise, porém pessoalmente eu acho que outros pontos também devem ser considerados na compra.
              Ainda pergunto, pós venda e confiabilidade da Chevrolet são tão superiores a VW assim? Que preferem um produto defasado, prestar a mudar, a um carro que tem conjunto superior?

              • Jackson A

                É aquele negocio, as revisões / manutenções do Jetta são caro, ai o comprador já olha torto.
                Depois ver que o carro não vai ter uma revenda boa pq não tem equipamentos de serie, e sim pacote disso e daquilo, ai ele já imagina que vai perder uma boa grana…
                No final ele acaba fugindo, pois grande maioria não faz questão de motor turbo, tem é medo de desvalorizar.

                Obs: to falando o que eu acho ser a opinião de uma pessoa “normal”, não a minha.

              • Cláudio Moisés

                Um dos erros cruciais da VW é ainda manter um plano de revisões a cada 6 meses e ainda caro. Eu mesmo não compro mais carros com essa obrigatoriedade de 6 em 6 meses (meu último foi um Focus). Outra coisa é que um comprador de sedã médio normalmente quer uma marca que não remeta tanto a carro popular! Talvez isso explique a tríplice liderança japonesa! Outra coisa que pra mim atrapalha as vendas de um sedan médio é o fato de ter uma derivação hatch (Cruze e Focus por exemplo). Conheço gente que diz que não compra um sedan com cara de hatch. Repare mais uma vez nos líderes (nenhum tem derivação hatch no Brasil).

                • Ivan Grego Lemos

                  Ia comentar isso agora, a diferença é muito grande entre fazer revisões de 6 em 6 meses e 12 em 12, principalmente que os valores são quase os mesmos na pratica (entre Chevrolet, VW e Ford).

                  • Cláudio Moisés

                    Sem contar que é mais tempo perdido em concessionária! No nosso cada vez mais corrido dia-dia não podemos mais nos dar a esse “luxo”.

                    • Ivan Grego Lemos

                      Eu estou nesse dilema, até quero trocar meu prisma por um Up TSI, por causa da economia de combustível e ser um carro que desenvolve melhor na estrada, já que utilizo todos os dias, mas desanima quando vejo o plano de manutenção a cada 6 meses, perde-se o dia inteiro por causa da revisão, é praticamente inviável.

                    • Cláudio Moisés

                      Pois é, são coisas que parecem pequenas, mas que podem fazer enorme diferença na escolha de um carro! Detestei essa experiência com o Focus e coloquei realmente em minha cabeça que não quero mais carro que tenha esse plano “caça níqueis”! Só se eu me apaixonar de verdade por um modelo e ver que não tem concorrente a altura! Mas, farei de tudo para evitar!

                    • Ivan Grego Lemos

                      Faz bem, sinceramente, nem faz sentido ter esses planos, porque se for revisões pela KM, é o mesmo na VW, Chevrolet e Ford, então, porque pelo tempo também não é igual?

                    • dogmarley

                      pra mim indifere, pois rodo 10k km antes de dar 6 meses. hahaha xD

                    • Ivan Grego Lemos

                      Realmente indifere, roda muito mesmo kkkkkk vai ter que parar pelo menos 2 vezes por ano na concessionária, mas acredito que para uma grande parte, faz a diferença ser de 6 em 6 ou 12 em 12, eu rodo 12k em 12 meses, minhas revisões nunca foram por tempo.

                • PEDAORM

                  Bem lembrado, estou argolado nessas revisões da Ford, de 6 em 6 meses, e estenderam para 5 anos a garantia do meu Focus, vão me sangrar muito ainda.
                  Design é de questão pessoal, mas essa onda de derivação hatch pega mesmo no Brasil.

                • kravmaga

                  Que frescura. Quam anda na cidade, com trânsito pesado, se não trocar o óleo a cada 6 meses vai é desgastar a toa o carro. Essas revisão semestrais nos primeiros anos são basicamente troca de óleo.

                  Você pode até reclamar do preço das revisões, mas eu acho fraco o argumento de descartar a compra de um modelo só por causa disso.

                  • Cláudio Moisés

                    Frescura não, cara! Respeite minha opinião! Por causa de pensamentos ridículos como o seu que algumas concessionárias e montadoras deitam e rolam! Onde já se viu, apoiar essa coisa tosca de revisão a cada 6 meses? Por um acaso as outras estão erradas em fazer a cada 12 meses? Será que os carros delas estão mais desgastados por conta disso? Se você tem tempo de sobra para parar o carro mais tempo dentro de uma concessionária ou mesmo, tanto dinheiro assim para dizer que economia de 200 ou 300 reais não é nada, parabéns! A bolinha vermelha no nariz não me cabe!
                    Até posso concordar que 200 ou 300 reais para quem compra um carro desses não é nada! O que não concordo é gastar esse dinheiro em vão! Ou seja, não é pq não vale nada que vou gastar com NADA! Revisão a cada 6 meses é empurroterapia para analfabetos automobilísticos!

                    • kravmaga

                      Eu não disse que apoio, só que mesmo que não fosse obrigatório eu acabaria fazendo a troca de óleo a cada 6 meses porque todo mundo fala em trocas a cada 5 mil km no caso de uso severo (pego muitos engarrafamentos).

                      Mas eu não deixaria de comprar carro nenhum por causa da revisão semestral. É apenas um custo que vc tem que pesar para ver se vale o custo benefício. Como eu disse, tem gente que paga de 5 a 10 mil de sobrepreço num Corolla relação a concorrentes até melhores para depois economizar 300 reais por ano. Não tem sentido.

      • Bruno Wendel Marcolino

        O Jetta pra mim é carta fora do baralho, a VW precisa descer do salto pra poder vende-lo mais, primeiro revisões semestrais e além disso são caras, sem contar o seguro um pouco acima do padrão como todo VW.

      • kravmaga

        Os preços do Jetta 1.4 TSI estão exagerados demais na minha opinião. O carro é bom mas a VW está cobrando demais.

        Além disso, ele foi lançado sem mudança de visual e não é flex, o que afasta muita gente, apesar de eu achar que esses argumentos são fracos para descartar a compra de qualquer carro.

  • Robinho

    Melhorou…mas quanto vai custar isso?

    • Ivan Grego Lemos

      Espero que não mude, mas como isso é quase impossível para a dona Toyota, então espero que não suba tanto.

  • Que rápido… certamente mira dar um ar de novidade ao modelo frente à chegada do novo Civic, para dar uma amenizada no fator novidade do rival.

  • TijucaBH

    Sinceramente, nao acredito que lancem no final do ano. A Toyota já lançou a linha 2017 do Corolla, entao o facelift tem que ser modelo 2018. Como é que no final de 2016 teríamos um modelo 2016/2018? O que eles devem fazer é esperar e lançar lá pra Março do ano que vem.

    • Fabio Marquez

      As japonesas são muito rápidas com a atualização de suas linhas de montagem, já que inteligentemente enxergam que uma linha de montagem padronizada no mundo todo é mais barato de se manter, por isso não duvido muito que o Corolla debute durante o Salão do Automóvel.

      • TijucaBH

        O problema nao é a mudança na linha e sim na questao ano modelo. Como disse o Luiz Felipe, pode ser que mostrem o carro no salao do automovel mas comecem a vender somente em 2017 como modelo 17/18. Mesmo assim acho dificil porque à partir da hora que mostrarem o carro no salao, as vendas vao cair, pois todo mundo vai querer esperar o modelo “novo”.

        • Ernesto

          Mas aí tem a estratégia de promoção dos modelos 2016/2017, o mesmo que a Toyota fez para desovar as Hilux antigas, quando a nova foi lançada.

    • Luiz Felipe Mello

      Eles podem muito bem mostrar o carro no Salão e só iniciar as vendas no começo de 2017 já como linha 2017/2018.

  • Fabio Marquez

    O Renegade vende tão bem tendo um porta malas menor que o do meu Up!, talvez o o espaço interno que seja ruim demais, pois se for apenas porta malas, não vejo como o CH-R dar errado, já que é um carro muito bonito, diferentemente do Etios. Mas vai saber o que se passa na cabeça do pessoal da Toy, já que até hoje não se cogitou sequer a ideia de lançar um motor turbo para substituir o 1.8 e 2.0 da linha.

  • fbl

    Pelo bem da concorrência de mercado e do mimimi da galera eu gostaria de pedir a Toyota que nao instale o ESP e o TCS. Pelo menos nao apelem pra uso de turbo nem de injeção direta. Obrigado. Ah! E mantenham o relóginho de belina. Assim dá espaço pras outras fábricas também.

  • Jurandir Filho

    Prevejo quando 120k na versão Altis….

  • carroair33

    Vai vender igual agua no deserto!! mesmo com essa crise!!

  • Roberto

    Civic é superior motor turbo carroceria nova, mas vai vir com preço de Acoord aí vai complicar pra honda, mas se vier mais barato que o líder vorolla vai vender muito, só vai dar FIT,HR-V e Civic, vão matar o CR-V de vez

  • DTF

    ESP já estava mais do que na hora mas mesmo assim continuará defasado em comparação ao novo Cruze mas principalmente o novo Civic….muitos dos mimos desses certamente não virão no Corolla como , freio de estacionamento elétrico, rodas de 17″, piloto automatico adaptativo, alerta de ponto cego, etc….fora o painel horrivel que certamente não será alterado até a próxima geração.

  • Lucas086

    Praticamente, só farol mudou. Xei e altis devia vim rodas 17′ e teto solar.

  • Ric53

    Já falei e vou repetir, depois que lançarem o Civic, o Toyota continuará vendendo e figurará no 2º lugar do segmento mas apostará no custoxbenefício .. Corolla, custo benefício? Jamais! Vocês devem estar pensando, mas lembrem que o Jetta é Volkswagen e hoje ele tem um custo benefício bem melhor que Cruze, Focus, Corolla e até o antigo Civic.

  • Guilhe

    Em 2017 a briga entre os médios vai ser boa, espero que o consumidor saia ganhando com preços mais justos.

  • sigma7777777

    Poderiam melhorar o painel interno e acho que não seria nada complicado. Eu particularmente acharia melhor um painel preto ou ao cinza e estou me referindo àquela peça clara.
    Além disso poderiam utilizar o “relógio do Del Rey” para uma nova funcionalidade ou exibição de informação.

  • oloko

    Po aleluia esp e tcs no corolla ein? Só poderiam dar uma mudada no painel pra tirar aquele relógio de monza la, de resto ta tudo certo

  • IRA

    O problema é que além do preço que se paga, corre-se o risco de, em pouco tempo, estar com um carro defasado esteticamente. Nem bem acostumei com o atual modelo e pah!, aparece essa nova frente (bem bonita por sinal). Terrível, ainda bem que não tenho dinheiro para gastar com esses carros (!).

  • Wellington Myph13

    Então em Janeiro de 2017 já teremos Corolla 17/18 ou vai ser 17/17?

  • Os tiozão pira.
    óbvio que não lançariam esse crossover, o HR V tá vendendo igual à água no deserto, e ainda tem o CR-V… onde posicionariam esse cross over? acima do CR-v?

    • Jurandir Filho

      Mas esse crossover não é da Toyota? e o hrv e crv da honda?

      • Tem razão, misturei Toyota com Honda…
        Esses carros com nomes de sigla induzem ao erro!

  • Leonel

    Bom, finalmente o ESP, só espero que não seja exclusivo da versão Altis, o que seria RIDÍCULO, porém, vindo da Toyota não duvido de nada. Penso que o interior poderia sofrer melhorias, mesmo que pontuais, para diferenciar da versão atual.

    Por fim, alguém aposta que farão igual os rumos da GM que o novo Cruze (NOVO mesmo, completamente) manterá o mesmo patamar de preços ou esse Altis com essa super ESP vai para uns R$110 mil para competir os também rumores do Civic 1.5T superando os R$115 mil ?

    P.s: algum dia nessa vida a Toyota vai começar a cogitar motores turboalimentados para nós ou nos contentamos com esses 1.8 e 2.0 aspirado mesmo ? Daqui a pouco não tem mais sedan medio aspirado e a Toyota não faz nada…

  • Rodrigo

    O que não faz o medo do novo Civic não é mesmo?

    Até algum tempo atrás a versão oficial da Toyota (e toyoteiros) era que o carro não precisava de ESP porque era estável. Agora vai ter. E provavelmente vai aumentar uns R$5 mil cada versão.

    #coerencia

  • RKK

    Muito bonito o C-HR, mas merecia um câmbio automático AT6 (RAV4) ao invés do
    CVT, assim como um motor 2.0 ao menos com injeção direta e, com certeza,
    controle de estabilidade ESP !
    A mesma recomendação também ao Corolla, que merecia era uma reestilização interna (do painel à moda do Toyota Avensis) e não externa.

  • Marcos Andrew

    Quero que o civic e cruze acabem com o reinado do corolla . Tá mto caro pelos equipamentos que ele oferece . O civic atual e mais completo . Porém ficou mto legal essa frente ..

  • Racelogic

    ESP será muito bem vindo.

  • Gian

    Essa frente do Corolla ficou top.

    Já o C-HR é perfeito.

  • Ítalo Figueirôa

    Hoje em dia, você vai numa concessionária comprar um Corolla e os vendedores dizem que “não precisa de controle de estabilidade e tração” hahaha… essa notícia é boa pra esfregar na cara desses enrolões.

  • Iran Borges

    Vixe.. com esp e controle de tração, agora é que ninguém mais encosta no Corolla!

  • Fabão Rocky

    Sinceramente acho o Corolla americano mais bonito q o nosso. Mas esse Corolla aí ficou mto bonito c/ a frente bem imponente e esportiva, mas a traseira merecia uma reestilização também. Se for p/ reestilizar, reestiliza logo o carro todo, não a metade do carro.

  • leitor

    Quem pode ter um Jaguar pode até não curtir o Corolla com certa razão. Mas tem gente que desfaz do carro, cada comparação surreal, com carro popular ou que saiu de linha há 20 anos, vamos cair na real? Brasil, terceiro mundo, a China está bem na frente neste caso. O problema mesmo aqui é outro.

  • GPE

    Rumo aos 100mil do XEI e 110 do Altis

  • The Monster Man

    E quem comprou o novo só para mostrar para o vizinho e está com o carne inteiro no porta malas estará de carro velho em 3, 2, …

  • Sergio

    COMO PODEM ACHAR QUE O C-HR É PEQUENO?? OLHA QUANTOS CRV, ECOSPORT E RENEGADE VENDEM… O C-HR SERIA UM SUCESSO!!
    O COROLLA COM TODAS AS LIMITAÇÕES TECNOLOGICAS QUE TEM VENDE IGUAL “PÃO QUENTE”MESMO NESTES TEMPOS SOMBRIOS SO PELO FATO DE SER RESISTENTE E CUSTO VERDADEIRAMENTE BAIXO DE MANUTENÇÃO.

    OUTRO FATO É O PRIUS… PORQUE NAO TROUXERAM O AURIS HIBRID….. ALEM DE UM BELISSIMO É… BELÍSSIMO,… JA O PRIUS…. ALUGUEI UM FORA DO BR E RODEI MAIS DE 2000 KM. FANTASTICO..

    NAO ENTENDO ALGUMAS ATITUDES DE ALGUMAS MARCAS… REMAM CONTRA A MARÉ AS VEZES.

  • Robert

    Carroçarolla, otimo carro mas esse painel quadrado de carro lada,afff, só louco pra comprar um carro feio desse.

  • Victor Porto

    Agora surge a dúvida: Se antes ele não vinha com ESP pq não tinha necessidade, virá agora pq? A estabilidade do carro piorou a ponto de precisarem implementar um controle eletrônico para o motorista não perder o controle do carro???

  • Paulo Siqueira

    O relogio vai continuar no 2017, eu acho bom, afinal é super pratico , e nao incomoda em nada.O modelo xei é muito agradavel de dirigir e responde rapido, dá para usar por mais de dez anos tranquilamente.Esp nao faz falta. Na verdade eu queria era ajuste eletrico do banco bo modelo xei.



Send this to friend