Novo Duster 2024 será híbrido na Europa, mas continuará barato

Novo Duster 2024 será híbrido na Europa, mas continuará barato

A próxima geração do Duster será eletrificada na Europa. O SUV compacto da Dacia, ainda assim, continuará sua missão de ser um carro acessível que pode ir para o fora de estrada sem problemas.


O próximo Duster surgirá em 2024 e será um equivalente Dacia do Lada Niva 2024, dado que as duas marcas seguirão juntas de agora em diante. Contudo, o novo produto não trará inovações, além disso.

Segundo Julien Ferry, chefe do projeto Duster, o Novo Duster será o “mesmo” carro, mas não com o mesmo estilo. Primeiro, ele terá a plataforma modular CMF-B como padrão, mas com design inspirado no Bigster.

É importante frisar que o Bigster não será o sucessor do Duster, mas um carro de nível acima, no segmento médio, porém, com baixo custo e preço. Para nossa realidade isso parece estranho, mas a Renault terá de empurrá-lo para a faixa do Compass.

Lá na Europa a coisa difere, pois, a missão do Bigster é ficar abaixo de carros como o SUV da Jeep ou um VW Tiguan, por exemplo. Mais ou menos como o ix35 ainda tenta fazer por aqui, atuando no segmento médio, mas na faixa dos SUVs compactos mais caros.

Aqui, o Novo Duster 2024 ocuparia o lugar do Captur 2022 hoje, mas em 2024, este deverá ser trocado por um equivalente que realmente compense o preço e só existirá um, o próprio Bigster.

Mas, de volta ao Duster 2024, a hibridização seguirá o Jogger que, conforme já falamos, será eletrificado em 2023 com a tecnologia E-Tech. Aqui, o SUV compacto deverá utilizar o motor 1.6 SCe flex com essa tecnologia, diferente da Nissan com seu e-Power Flex 1.0.

Ainda não se sabe, mas é provável que o Novo Duster 2024 encontre uma versão PHEV, mas o custo preocupa a Dacia. Ele precisa se manter barato.

Outro problema a resolver é a tração 4×4, não compatível com a E-Tech. Na Renault, o R5 usará um segundo motor elétrico na versão de desempenho, montado no eixo traseiro. Essa pode ser a solução. Aqui, não será necessário.

[Fonte: Autocar]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.