*Destaque *Featured Ford Híbridos Lançamentos Sedãs

Novo Ford Fusion Hybrid 2017 chega com preços a partir de R$ 159.500

ford-fusion-hybrid-2017-NA-9 Novo Ford Fusion Hybrid 2017 chega com preços a partir de R$ 159.500

Um mês após o lançamento da linha 2017 do Fusion, a Ford anunciou a chegada da versão Hybrid do sedã ao mercado brasileiro. Trata-se da configuração mais cara da linha do modelo, que estará disponível nas concessionárias a partir de novembro por R$ 159.500, e que também oferece a maior quantidade de recursos tecnológicos, sobretudo pelo conjunto mecânico que combina um propulsor a gasolina com um a combustão.



“O Fusion Hybrid é uma vitrine de tecnologia da marca no Brasil e no mundo. Ele é um exemplo dos avanços da Ford em eletrificação, sustentabilidade, segurança e conforto. Tem um alto conteúdo de inovação e, não por acaso, é um dos produtos com os clientes mais satisfeitos do nosso mercado”, diz Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

Assim como as variantes convencionais, o novo Ford Fusion Hybrid recebeu alterações no visual, melhorias no acabamento interno, novos equipamentos de segurança, conectividade e sistemas de assistência ao condutor.

ford-fusion-hybrid-2017-NA-6 Novo Ford Fusion Hybrid 2017 chega com preços a partir de R$ 159.500

Ford Fusion Hybrid 2017 – visual

A nova linha do Ford Fusion Hybrid segue praticamente o mesmo visual da gama anterior, mas com formas mais modernas e dentro dos padrões da montadora norte-americana. O modelo recebeu uma nova grade frontal de formato hexagonal, com filetes e moldura cromados, além de faróis dianteiros com novo sistema de iluminação Full LED e recorte mais moderno, para-choque redesenhado com detalhes cromados, novas rodas de liga-leve de 18 polegadas, lanternas traseiras em LED cortadas por uma nova barra cromada e novo para-choque traseiro.

Por dentro, o destaque vai para o painel com acabamento “soft”, que exibe ao centro a tela de alta resolução do sistema SYNC 3, além do seletor rotativo E-Shifter do câmbio, que substitui a alavanca convencional, sistema de iluminação em LED com sete opções de cores e controle de intensidade e duas combinações de cores para o acabamento: preto com molduras em prata fosco ou a nova Soft Ceramic, com bancos e detalhes das portas em tom mais claro, esta disponível apenas nas carrocerias branco Sibéria e preto Astúrias.

Há ainda uma série de recursos para garantir o silêncio interno, como para-brisa e vidros laterais dianteiros acústicos e um sistema de cancelamento de ruídos, que monitora a cabine com três microfones de captação e atua em tempo real, gerando ondas através dos alto-falantes para cancelar ruídos indesejados.

ford-fusion-hybrid-2017-NA-15 Novo Ford Fusion Hybrid 2017 chega com preços a partir de R$ 159.500

Ford Fusion Hybrid 2017 – equipamentos

Entre os equipamentos, há aerofólio traseiro e capa dos retrovisores na cor da carroceria, aplique preto na coluna das portas, faróis Full LED com acabamento cromado, faróis de neblina em LED, grade dianteira cromada, luzes diurnas em LED, lanternas traseiras com luzes de LED, maçanetas com inserto cromado, régua do porta-malas cromada, teto solar elétrico, volante com ajuste de altura e profundidade, retrovisores externos e banco do motorista com memória, bancos dianteiros com ajuste elétrico em 10 posições, banco do motorista com ajuste lombar elétrico, descansa braço central integrado ao banco traseiro, descansa braço integrado ao console central, entre outros.

Há ainda ar-condicionado automático e digital com controle individual de temperatura para motorista e passageiro e saídas de ar para o banco traseiro, banco traseiro bipartido e rebatível, bancos dianteiros refrigerados e com aquecimento, bancos revestidos em couro, luz ambiente com sete cores, três tomadas 12V, tapetes em carpete, tomada de 110V, volante em couro, faróis com acendimento automático, computador de bordo, controle ativo da grade frontal, retrovisores eletrocrômicos, destravamento das portas e partida do motor sem chave, farol alto automático, partida remota e controle de cruzeiro adaptativo com Stop & Go.

A lista inclui ainda painel de instrumentos com duas telas coloridas de 4,2 polegadas, sistema de entretenimento SYNC 3 com tela sensível ao toque de oito polegadas, Apple CarPlay, Android Auto, navegador GPS, AppLink e Assistência de Emergência, sistema de som Sony Premium com oito alto-falante e quatro tweeters e câmera de ré.

Na segurança, a lista também é grande: oito airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e de joelhos para motorista e passageiros), cintos de segurança traseiros laterais infláveis, abertura das portas por código (Keypad), alerta de colisão com assistente autônomo de frenagem, assistente autônomo de detecção de pedestres, controles de estabilidade e tração, assistente em frenagem de emergência, assistente de partida em rampas, freios ABS com EBD, ganchos de ancoragem e fita para segurança de cadeiras de crianças (LATCH), chave My Key programável com funções de segurança, sistema Ford Anti-furto (PATS), retrovisores externos com indicador de direção, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, sistema Alerta Pós Acidente, sistema de estacionamento automático de segunda geração (estacionamento paralelo, perpendicular e saída de vagas paralelas), monitoramento de ponto cego com alerta de tráfego cruzado, sistema de permanência em faixa, entre outros.

ford-fusion-hybrid-2017-NA-2 Novo Ford Fusion Hybrid 2017 chega com preços a partir de R$ 159.500

Ford Fusion Hybrid 2017 – mecânica

A versão híbrida do sedã topo de linha da Ford é equipada com um motor 2.0 litros de ciclo Atkinson a gasolina, com comando independente variável de válvulas, que consegue entregar 143 cavalos de potência, a 6.000 rpm, e 17,8 kgfm de torque, a 4.000 rpm. Há ainda um bloco elétrico, alimentado por uma bateria de íons de lítio, mais leve e otimizada, com capacidade de 1,4 kWh, que é autorrecarregável e não necessita de carregamento em rede externa de energia – o componente tem garantia de 8 anos oferecida pela Ford. Juntos, eles entregam potência combinada de 190 cv.

A transmissão é uma automática continuamente variável e-CVT, com o novo seletor rotativo E-Shifter, que substitui a alavanca de câmbio convencional. Há novas funções, como o modo Low (acionado por um botão no console), que ajuda a segurar o carro em descidas usando o freio-motor. Ele mantém a velocidade selecionada pelo motorista e otimiza o carregamento da bateria, atuando como uma marcha reduzida. A lista inclui também uma função de segurança: quando a porta do carro é aberta, o comando da transmissão entra automaticamente no modo de estacionamento (P).

A bateria é alimentada também pelo sistema de freios regenerativos, que atua de forma modulada, simulando o freio-motor (marcha reduzida) (marcha reduzida) no primeiro estágio para desacelerar o veículo suavemente. Já nas frenagens bruscas funciona como os freios convencionais, sem regeneração.

A grade dianteira tem controle ativo, que se fecha automaticamente quando não há necessidade de refrigerar o motor para reduzir o arrasto de ar, aumentando a eficiência aerodinâmica e a economia de energia.

Para auxiliar na condução, o Fusion Hybrid tem painel interativo com “Ecoguide”, com informações como nível de carga da bateria, consumo de combustível e autonomia. O Ecoguide sinaliza quando o motorista está dirigindo de modo mais sustentável, com aceleração suave e sem freadas bruscas, com desenhos de folhas no painel de instrumentos. Há também o Ecoselect, ativado por meio de um botão no console, que prioriza o consumo de combustível e a redução de emissões, tornando as acelerações mais suaves e otimizando a carga da bateria pelo sistema de frenagem.

O Ford conta ainda com o modo EV+, um sistema inteligente que reconhece os destinos mais frequentes por meio do GPS integrado ao SYNC 3 e prioriza o uso do motor elétrico e a economia de combustível. Para processar os registros e otimizar as rotas, reconhecendo a topografia e velocidade de cada trecho, o sistema leva de duas a quatro semanas.

Segundo dados da marca, o Fusion Hybrid pode entregar autonomia de até 885,6 quilômetros. Já o consumo é de 16,8 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada com gasolina.

ford-fusion-hybrid-2017-NA-33 Novo Ford Fusion Hybrid 2017 chega com preços a partir de R$ 159.500

Ford Fusion Hybrid 2017 – preços

Confira abaixo os preços da linha 2017 do Ford Fusion:

Ford Fusion SE 2.5 Flex 2017: R$ 121.500
Ford Fusion SEL 2.0 2017: R$ 125.500
Ford Fusion Titanium 2.0 FWD 2017: R$ 138.000
Ford Fusion Titanium 2.0 AWD 2017: R$ 154.500
Ford Fusion Titanium 2.0 Hybrid 2017: R$ 159.500

O Ford Fusion Hybrid 2017 está disponível nas cores Branco Sibéria, Preto Astúrias, Azul Belize, Vermelho Vermont, Cinza Moscou, Prata Dublin e Prata Sevilla.

A versão híbrida também dispõe de revisão com preço fixo. As revisões anuais previstas durante operíodo de três anos de garantia têm um custo total de R$ 95, com os seguintes valores: 1ª revisão, aos 12 meses ou 10.000 km: R$ 160; 2ª revisão, aos 24 meses ou 20.000 km: R$ 360; e 3ª revisão, aos 36 meses ou 30.000 km: R$ 432.

O cliente tem ainda a opção dos planos Ford Protect, que incluem mais uma ou duas revisões e ampliam a garantia de fábrica para quatro ou cinco anos, respectivamente.

O plano Advanced adiciona uma quarta revisão, aos 48 meses ou 40.000 km, pelo valor total de R$2.760, e amplia a garantia de fábrica para quatro anos. Já o Premium soma uma quinta revisão, aos 60 meses ou 50.000 km, com preço total de R$3.220, e eleva a garantia para cinco anos. Nos dois casos, esse valor pode ser financiado pela Ford Credit.

Desde seu lançamento no mercado brasileiro, em 2010, o Fusion Hybrid já registrou 1.800 unidades vendidas. “Quando foi lançado no Brasil, o Fusion Hybrid era usado principalmente como veículo executivo, por empresas que queriam associar sua imagem à sustentabilidade. Com o tempo, tornou-se também um objeto de desejo e hoje tem 70% das vendas concentradas no varejo”, destaca Fernando Pfeiffer, gerente de produto da marca.

ford-fusion-hybrid-2017-NA-21 Novo Ford Fusion Hybrid 2017 chega com preços a partir de R$ 159.500

Novo Ford Fusion Hybrid 2017 – Ficha técnica

Motor

Combustível: Híbrido (gasolina/elétrico)
Motor a combustão: 2.0 HEV iVCT Atkinson
Número e disposição dos cilindros: 4 em linha
Cilindrada: 2.0 L (1.999 cm3)
Diâmetro do cilindro: 87,5 mm
Curso dos êmbolos: 83,1 mm
Potência: 143 cv @ 6.000 rpm
Torque: 17,8 kgfm @ 4.000 rpm
Rotação de marcha lenta: 1.160 rpm
Rotação máxima: 6.000 rpm
Relação de compressão: 12,3:1
Potência combinada: 190 cv

Consumo (km/l):

Cidade: 16,8
Estrada: 15,1

Bateria

Íons de lítio
Capacidade (kWh): 1,4

Transmissão

Automática continuamente variável e-CVT
Relação final: 2,57:1
Comando: Eletrônico E-Shifter com modo Low

Direção

Com assistência elétrica (EPAS)

Rodas

Liga leve 18”x 8,0”

Pneus

Radiais 235/45 R18

Suspensão

Dianteira: Independente tipo MacPherson
Traseira: Independente Control Link

Freios

De serviço: A disco nas quatro rodas com ABS e distribuição eletrônica de frenagem. Sistema de regeneração para recarga da bateria
Estacionamento: Elétrico com comando no módulo do ABS

Medidas (mm)

Comprimento: 4.871
Largura com espelho: 2.121
Largura com espelho dobrado: 1.911
Largura sem espelho: 1.852
Distância entre-eixos: 2.850
Altura: 1.480

Capacidades

Peso do veículo em ordem de marcha (kg): 1.670
Capacidade de carga (kg): 386
Peso bruto total (kg): 2.056
Tanque de combustível (L): 52,7

Novo Ford Fusion Hybrid 2017 – Galeria de fotos

 

 

COMPARTILHAR:
  • Robinho

    olha não digo que é barato, pois nada aqui é, mas esperava que seria bem mais caro, interessante…melhor compra da categoria.

    • ObservadorCWB

      “Graças” ao Inovar Auto, super IPI (IPI+30 pp) ….. a época da mínima concorrência passou. Uma pena.

      • Deadlock

        O Fusion é importado sem os 30 pp, porque cada montadora tem uma quota de importação que varia de acordo com a produção nacional. Poderia ser vendido mais barato (o custo de produção no México é incrivelmente baixo), mas há a quota e eles fixam os preços no máximo levando em conta a quantidade que podem trazer e o que o mercado pode absorver.

        • Tosoobservando

          Mas se os concorrentes nao hibridos tao passando de 160 mil, pq a Ford iria colocar esse modelo mais barato?

          • Deadlock

            Porque os concorrentes têm mais pedigree, mas vendem menos e fazendo assim a Ford lidera com folga o segmento.

            • Tosoobservando

              Onde um Passat ou um Accord, Camry, ou um Azera tem mais “pedigree” que o Fusion? Todos são concorrentes aqui e no resto do mundo.

    • Matheus

      Sim. A diferença de preço dele pra versão Titanium AWD diminuiu consideravelmente.
      Antes a conta do Fusion Hybrid não fechava de jeito nenhum, agora quem roda bastante em cidade a diferença se paga rapidamente.

      • Cristiano_RJ

        Único problema: um sedan com essas dimensões não é o carro ideal para quem roda bsstante em cidade.

        • Peninha

          Possuo um nunca tive problemas

          • Cristiano_RJ

            Reafirmo o que disse: “um sedan com essas dimensões não é o carro ideal para quem roda bastante em cidade”; especialmente grandes cidades, onde o espaço para estacionar é limitadíssimo e muitos prédios possuem garagens apertadas, tornando o dia-a-dia de quem conduz um sedan dessas dimensões um transtorno. Especialmente antes do face lift (dizem que esse novo Fusion veio com maior altura em relação ao solo),o contato com o chão é frequente, raspando a frente e até o assoalho com facilidade. São fatos inegáveis.

            PS. Você mora no Rio?

            • Edson Fernandes

              Isso é verdade. O Fusion para minha necessidade se tornaria um problema. A frente dele é bem baixa mesmo.

              PS: Meu tio tem um antes desse facelift. Para se ter ideia, para sair de algumas lombadas ele raspa e o do meu tio tem o parachoque dianteiro todo raspado. É um lindo branco e que faz na cidade incriveis 17,7km/l.

  • Compro Vidro de Perfume Vaziou

    Essa potencia da conta de levar essa Banheira? não me entendam mal, acho Fusion um carrão mas 1.6 tone com apenas 190CV !!

    Poderia ter colocado algum motor Turbo 1.4 ou 1.5 derivado do Ecoboost 1.0 + Elétrico pra melhorar a potencia e consumo quando for usar a combustão !!

    • Ailton Junior

      Os motores elétricos são bem mais fortes (torque) que os a gasolina

      • Compro Vidro de Perfume Vaziou

        Sei que os toques do motores elétricos são ótimos, mas na noticia não fala nada do Torque combinado ai fica dificil ter uma ideia !!

        • Cristiano_RJ

          O torque de motores elétricos já é máximo desde 1rpm. Isso faz toda a diferença. Pela potência combinada não deve ter uma velocidade final impressionante (e nem é essa a proposta), mas deve ter acelerações e retomadas dentro do aceitável.

          • Edson Fernandes

            BEM aceitavel!

            Para se ter ideia, apesar de não ser o melhor sedan para comparar, o hibrido do meu tio anda MUITO mais que o meu Fluence. Agora o que me chamou atenção é que o do meu tio é declarado como um motor 2.5 agregando um motor eletrico junto.. e esse está dizendo que se trata de um motor 2.0.

            A disposição do motor eletrico no arranque impressiona pelo fato dos numeros não serem tão convincentes. O mais legal é que se subir muito mais o giro, ele vem com o motor a combustão. Mas no eletrico ao menos dentro da cidade é praticamente 80% do tempo.

    • GPE

      Anda como um 2.0 animadinho. 0 a 100 entre 9 e 10s. E retomadas boas em razão do motor elétrico

      • radiobrasil

        Anda o mesmo que o 2.5 entao!

        • GPE

          Provavelmente. É mais forte só que tbm é mais pesado

    • radiobrasil

      Eu tenho um 2.5 2016 com 170 e poucos cv com 24 de torque e o carro anda mais que os sedans 2.0 aspirados (Corolla, Civic).
      Esse hybrid tenho curiosidade de testar…

    • Ubiratã Muniz Silva

      foco dos híbridos é redução de poluentes e economia de combustível, não desempenho (em que pese o torque instantâneo dos motores elétricos).

    • Matheus Conrado

      Na Europa ele tem tem até versão 1.0, Então esses 190 devem andar bem..

      • radiobrasil

        1.0T né…. não esquece de mencionar isso…

  • GABRIELCSFLORIPA

    Esse carro só é vantajoso para quem roda exclusivamente na cidade.

    • cefaf

      Acho que nem pra esses, visto que raspa em tudo quanto é lugar.

      • Ernesto

        E não é só questão de raspar, tem também o problema do tamanho dele. Aqui em São Paulo é cada vez mais complicado achar lugar para estacionar. Imagine então um carro desse tamanho!

  • Rafael

    Mas aí é como comparar um Focus com um Ka. O Ka é mais eficiente, mas menos confortável e com menos itens e espaço.

    • Rafael

      Eu na verdade não critico quem compra carro algum. Cada carro tem suas vantagens e cada pessoa sua prioridade. No mais, nem sei direito qual foi a negociação que a pessoa conseguiu.

      Mas enfim, entendi sua opniao: se fosse pra comprar um híbrido – afinal, quem compra um híbrido quer eficiência – iria economizar e pegar um Prius que é mais eficiente que o Fusion.

      O legal do Fusion é que consegue consiliar um pouco de luxo com eficiência. Na prática, eu também ficaria com o Prius. E no caso do Fusion, se estivesse procudando o modelo, ficaria com o Ecoboost mais barato.

      • GPE

        De boa, nem cogitaria um Prius. Carro feio, esquisito, com acabamento e itens a menos. Ok q é mais barato, mas se o dinheiro permitisse os 2, sem dúvidas iria no Fusion

      • Victor Hugo

        De boa, eu critico quem compra o MOBI.

        • Rafael

          Eu particularmente também nao gosto do Mobi simplesmente porque o Uno justifica mais.

          Mas enfim, se o cara precisa de um carro barato ele terá poucas opções. Com promoções e desconto as vezes um Mobi equivalente pode ser uns 3000 ou 5000 mais barato que um up (que eu considero o melhor na categoria), o que nessa categoria significa pagar um seguro e ipva, ou seja, é diferença considerável. Aí o cara chega com um Ford Ka para dar na troca. A Fiat paga 2000 ou 3000 a mais que a VW, por exemplo. Aí da pra entender porque o cara pega o Mobi. Por isso acho que não dá pra julgar. Nunca sabemos como foi a negociação.

      • Edson Fernandes

        DEPENDE. Quem compra um Prius e não olhou um Fusion certamente não sabe das boas medidas que o Fusion possui a favor. O cara que dirige entende que é um carro muito superior, mas também terá preço bem superior.

    • th!nk.t4nk

      O Prius é um carro bem pequeno e sem mimos, feito pra ser simples e barato. É só pra percursos diários mesmo e olhe lá. Pessoalmente é um carrinho que desaponta bastante pelo tamanho reduzido, apesar de ser bem eficiente sim.

    • Tosoobservando

      Melhor entao um Lexus CT200H. É hibrido, de marca premium, e bonito. E mais barato que esse Fusion tambem. https://uploads.disquscdn.com/images/45d98b0c9aac2f30120482bbd42d81891a101b3d65fc67f68d3a252031892e5e.jpg

  • Sergio

    perdeu awd?

    • Thales Sobral

      Tinha AWD no híbrido? Que eu lembre era só FWD mesmo…

  • celso

    A Ford poderia ter caprichado mais no interior, especificamente o painel.
    Não ficou ruim, mas o desenho é simplório.

    • Jurandir Filho

      é o que eu acho, esse volante e painel são muito “simples”

  • xyzR2

    O que diabos é “códigos de acesso na coluna B” ? O cara digita uma senha igual no fusion “normal” so que na coluna B e não mais na maçaneta? Pelas fotos não parece ter nada de especial na coluna B.

    • Arthur
      • Fanjos

        O_____O

    • GPE

      Essa geração sempre teve os códigos na coluna B

    • radiobrasil

      Os numeros só ficam visíveis qdo se passa o dedo… codigo com 5 numeros, não é inutil.. uso muito em casa, esqueco a chave e preciso abrir o carro, só digitar e pronto. E tambem pressionando simultaneamente o 7 e 9 ele trava o carro… tem outra combinação que abre o porta malas (só que não me lembro).

      • DaniloRHF

        Ir na academia, correr, jogar bola, na praia e simplesmente poder deixar tudo dentro do carro

      • Andrew B.

        Você digita o código e abre apenas a porta do motorista.Apertando 3-4,abre todas as portas,código + 5-6 ,abre porta malas.

        • radiobrasil

          Isso mesmo, testado e aprovado kkk Agora nao vou esquecer mais…

  • Fanjos

    Achei barato demais, pensei que chegaria a 200 mil…essas isenções de impostos para elétricos são chatas…mas ainda tenho esperança que as outras versões cheguem.

  • Daniel

    Ainda sinto falta do painel do carros mais inventivos como o da primeira geração do Focus.. ainda o mais bonito disparado..

  • Brasileiro

    Um belo carro, um belo Cenário!

  • oloko

    Acho que as médias estão trocadas né? Deve fazer 16,8 na estrada, e a bateria é recarregada pela energia dos freios?

    • GABRIELCSFLORIPA

      Estão corretas, esse carro consome menos na cidade.

      • radiobrasil

        Exato, consome menos na cidade pois utiliza na maior parte do tempo o elétrico.

  • GABRIELCSFLORIPA

    Fusion SEL custa o mesmo que o Civic Touring.
    Mas o Civic anda mais, consome menos, é mais equipado, tem manutenção mais em conta e menor desvalorização.

    • radiobrasil

      Discordo, em todas as avaliações que li, e comparando os carros pessoalmente, acho q o Ford ESPANCA o Civic em quase tudo… design, tecnologia, conforto, espaço interno, porta-malas, acabamento, segurança (8 airbags + 2 cintos traseiros infláveis).
      Civic só ganha no consumo e pouca coisa mais rapido … veja no Acelerados que o 1.5t foi pouca coisa mais rapido que o Fusion 2.0t antes do facelift, lembrando que agora o 2.0T ganhou 15cv!

      • GABRIELCSFLORIPA

        Todos os itens que vc citou só estão disponíveis no Fusion em sua versão top que custa 30 mil a mais que o Civic Touring.

        Alguns itens que o Civic Touring tem e o Fusion SEL *não*: faróis full led, chave presencial e com partida remota, teto-solar, sensor de chuva, retrovisor com câmera, sensor de estacionamento dianteiro, etc…

        Contra números não há argumentos:

        Civic Touring
        0 a 100 – 7,6
        40 a 100 – 5,5
        80 a 120 – 5,1
        Cidade – 12,0 km/l
        Estrada – 14,6 km/l

        Fusion Titanium AWD
        0 a 100 – 7,7
        40 a 100 – 6,5
        80 a 120 – 6,1
        Cidade – 8,0 km/l
        Estrada – 11,2 km/l

        Fonte Carplace

        E tb foi mais rápido que o Fusion AWD na pista do Acelerados.

        Resumindo: Civic anda mais, consome menos, é mais equipado, tem manutenção mais em conta e menor desvalorização.

        • radiobrasil

          A versão FWD é mais leve e com o upgrade no motor em 2017 deve andar mais que o Civic, visto que a diferença do AWD pro Honda é pouca…

          • GABRIELCSFLORIPA

            AWD sempre leva vantagem nas arrancadas quando comparado ao FWD. Nesse quesito a vantagem do Civic foi pouca em relação ao Fusion AWD.
            Nas retomadas o FWD pode até ter vantagem sobre o AWD por ser um pouco mais leve, mas a diferença foi de 1 segundo, oq não é pouca coisa quando se fala de retomadas, por isso duvido muito que o Fusion FWD consiga superar o Civic.

    • Alessandro Rodrigues

      Quais equipamentos fora os faróis em fullLED o touring tem a mais? E o desempenho, aguardo o vídeo comparativo, pois tu é o primeiro que aparentemente tem.
      Pergunto isso porque todos os números de aceleração e retomada do Fusion são mais baixos que o Touring e a lista de equipamentos continua muito maior, ainda mais consideração a capação que foi feita na versão brasileira, que deixou até sem ACC, park assist para vagas perpendiculares, sistema de monitoramento de faixa e claro, sequer um difusor traseiro para o ar condicionado. Ainda na comparação faltam-lhe dois airbags perante ao rival maior além de cintos infláveis, TCS, sistema de alerta pós acidente, retrovisores externos com aquecimento, sistema decente de áudio (porque 125k em 4 auto falantes e 4 tweeters é piada), abertura da porta por código, aquecimento dos bancos, enfim, aguardo sua resposta, grato.

      • Alexandre Maciel

        Acho que a comparação nem deveria ter sido feita já que o Fusion, a meu ver, está em outra categoria de veículo. Por mais esticado que façam o Civic, na minha opinião não tem como dizer que ele é um concorrente desse sedã da Ford.

        • radiobrasil

          Tem gente que acredita que é… kkkk

          • Edson Fernandes

            Vontade de querer provar só por uma vertente… sabe como é né…

            Agora… se ele falasse Focus…. mas ainda assim o Focus tem tido promoção das versões Titanium e Titanium Plus que salta aos olhos (o Plus está sendo vendido por R$89900 e é interessante esse preço perante o mercado, pena que ao contrário do Fusion, o Focus é minusculo por dentro).

        • Alessandro Rodrigues

          Não deveria mesmo, mas em questão de preço, estão concorrendo e fica óbvio e muito claro a superioridade do sedã grande da Ford. E vemos em coisas simples como difusores traseiros de ar que sequer isso é oferecido pela Honda. Fora os acessórios mais tecnológicos como ACC que a Honda cortou no Brasil (porém cobra mais caro que a versão americana totalmente equipada).

      • GABRIELCSFLORIPA

        Todos os itens que vc citou só estão disponíveis no Fusion em sua versão top que custa 30 mil a mais que o Civic Touring.

        Alguns itens que o Civic Touring tem e o Fusion SEL não: faróis full led, chave presencial e com partida remota, teto-solar, sensor de chuva, retrovisor com câmera, sensor de estacionamento dianteiro, etc…

        Contra números não há argumentos:

        Civic Touring
        0 a 100 – 7,6
        40 a 100 – 5,5
        80 a 120 – 5,1
        Cidade – 12,0 km/l
        Estrada – 14,6 km/l

        Fusion Titanium AWD
        0 a 100 – 7,7
        40 a 100 – 6,5
        80 a 120 – 6,1
        Cidade – 8,0 km/l
        Estrada – 11,2 km/l

        Fonte Carplace

        E tb foi mais rápido que o Fusion AWD na pista do Acelerados.

        Resumindo: Civic anda mais, consome menos, é mais equipado, tem manutenção mais em conta e menor desvalorização.

        • Alessandro Rodrigues

          Respondi no comentário acima, veja lá!

      • radiobrasil

        Esqueceu das memorias dos bancos, uso MUITO… E são elétricos 10 posições para motorista e 6 para passageiro (na versão basica)… tambem tem parabrisa e vidros dianteiros laterais SoundShield (acústicos).

        • Alessandro Rodrigues

          Eu ia citar isso mas tinha esquecido o nome dessa tecnologia. Simplesmente magnífico! Eu realmente acho que a compra do Touring é coisa de doido frente ao concorrente que ele tem (na questão de preços, pois equipamento, espaço, tecnologia, desempenho e segurança, não chega nem a ser uma competição).

          • radiobrasil

            O que NUNCA me faria comprar o Civic dessa geração, nem se custasse 100k: o design. Pra mim extremamente poluído e nunca vou conseguir gostar da traseira do carro.

            • Alessandro Rodrigues

              Confesso que não achei a traseira desagradável. Porém o fato dele ser um mini Accord (assim como a GM transformou o Cruze em um mini Malibu) é extremamente desagradável. Parece que tu comprou um Accord, lavou e ele encolheu…
              O Fusion mantém-se como melhro CxB abaixo dos 200k (e é de certo modo triste, considerando que em poucos anos o carro foi de 115k na versão top para 160. Mas estamos no Brasil, quando é que esse mercado manteve os preços estáveis algum dia, afinal?).

  • BillyTheKid

    Bem que poderiam trazer o Fusion Energi (plug-in com bateria maior) pra cá também. Mesmo com apenas uns 30km de autonomia elétrica, já seria o bastante pra maior parte dos dias no meu caso.

  • Alexandre Maciel

    Há menos de 3 anos o preço do SE quase comprava o Titanium AWD. É um carro excepcional, entrega muito do que se deseja num veículo. Acho que é dos poucos veículos da Ford que lembram os antigos carros da marca em termos de capricho no acabamento, conforto e silêncio.

  • Leo

    Eu amo essa banheira! É um dos poucos sedans que tenho vontade de ter! :D

  • Buscapé

    Galera, e quando acaba a vida útil da bateria? Temos que pagar os R$ 36k? A Ford não tem nenhum programa de incentivo de troca de bateria?

    • Edson Fernandes

      Na verdade hoje não existe esse tipo de plano.

  • Mr. Car

    Se eu tivesse 160 mil moedinhas de R$ 1,00 para dar em um carro (tivesse mesmo, sem ter que passar fome para bancar aparência, como muita gente faz), eu estaria me lixando para quanto ele consome, e aí…comprava um Fusion comum mesmo. Carro “sustentável” para mim é aquele que eu consigo sustentar, he, he!

    • Edson Fernandes

      Olha… pode parecer meio absurdo, mas a ideia de como esse carro roda, vc entende que o 2.0 turbo não tem a menor necessidade. Meu tio tem um.

      Depois que eu fiz 16,5km/l na cidade, vi o quanto esse carro anda incrivelmente bem eu te digo: Se pudesse eu teria a versão hibrida. E olha que eu era avesso até dirigir e ver que não precisaria do motor 2.0 turbo.

  • francis

    **um propulsor a gasolina com um a combustão**…. ué… estagiário… cade vc!!!!!

    • Rodrigo Ribeiro

      Kkkkk…

      Foi a primeira coisa que vi, e parei de ler o resto. Mas deduzi que o “combustão” se referia ao elétrico.

  • Rodrigo Ribeiro

    Um cara com esse carro pode dar adeus ao mecânico de confiança. Vai comer na mão da CSS ad eternum.

  • afonso200

    Azera V6 2011 TOP(com imposto) 84mil ……… Fusion 2.5 (4cil) 2011 (sem imposto, mexico) 82mil …… alguem me explica isso. Motor V6 e mais barato na epoca…… e fusion V6 na epoca era 107mil…….. como isso. Ford ganha muitoooo

  • Ricardo Blume

    Fiquei curioso em saber o desempenho deste modelo. Seus quase 1700 kg empurrados por um motor com quase 18 kgfm a 4000 RPM.

    • radiobrasil

      Deve ter mais torque, nos dados só informa a potencia combinada, mas o torque só é informado do motor a gasolina… deve ter pelo menos uns 24, 25kgmf…
      Eu tenho um 2.5 2016 e tanto uso urbano quanto estrada estou plenamente satisfeito, muito superior ao antigo Captiva 2.4 4m que tinha.

  • Luis Burro

    O Mondeo Vignale tbm tem variante hibrida?E SW vignale hybrid?

  • pedro

    Este Fusion é muito show, pena que subiu ainda mais de preço.

  • Lzu

    … E tem que ainda ache mais vantagem andar de ‘premium’ de entrada.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email