Ford Hatches Recalls Segurança

Novo Ford Ka enfrenta o primeiro recall e já tem três correções

Novo-Ford-Ka-Hatch-700x437 Novo Ford Ka enfrenta o primeiro recall e já tem três correções

O Novo Ford Ka acaba de ser chamado para seu primeiro recall. O compacto global da marca americana – fabricado em Camaçari/BA – já ganha três correções em seu início de carreira. A montadora está chamando os proprietários para substituição do tambor de ignição, cilindros da fechadura da porta do motorista e as chaves principal e reserva.



Os veículos envolvidos foram produzidos entre 6 e 14 de agosto e os números de chassis vão de F8121717 a F8128826. Ao todo são 219 unidades do Novo Ford Ka que deverão passar pela correção, que pode ser feita em qualquer concessionário da marca a partir de amanhã (26).

A Ford explica em seu comunicado que o tambor da ignição tem baixo torque específico, significando que durante a condução, a chave pode passar da posição 2 (motor ligado) para 1 (apenas contato e equipamentos). Com isso, o propulsor será imediatamente desligado, o que pode provocar um acidente, já que direção, freios e airbags seriam afetados.

Galeria de fotos do Novo Ford ka:

  • ObservadorCWB

    Seria um recorde de tempo entre produção e recall ? Imagine a qualidade da peça se o defeito JÁ apareceu ?

    • Paterson

      Tudo bem que o carro foi lançado a pouco, mas, antes a Ford cobrir a
      cara e chamar para correção, do que fingir que o problema não existe e
      acarretar problemas maiores no futuro. Certamente seria pior se ela soubesse do problema e fingisse desconhecer.

      • JPaulo10

        “Certamente seria pior se ela soubesse do problema e fingisse desconhecer”.
        Como ela fez com os limpadores de parabrisa do ecosport, por exemplo?
        Enfim, não há projeto novo que não necessite de ajustes/correções.

        • MauroRF

          Ou como faz com os vários câmbios PowerShift dando problemas a rodo nos News Fiestas, principalmente nos 13/14. Acesse o New Fiesta Clube e verá. Tem muitas reclamações no Reclame Aqui também.

          • Chicão

            Não considero o reclame aqui como parâmetro pra algo. Como o nome sugere, é um site de reclamações.

            • MauroRF

              Sim, pode ser, mas se você acessar o New Fiesta Clube, verá que tem um tópico, algo como “powershift trepidando ao mudar da 3a para 2a” com mais de 111 páginas. Dá uma conferida lá. Pelo que comentam, a maioria esmagadora dos problemas no PS está nos modelos 13/14, vamos ver, aqui em casa, temos um 14/15 que, ainda bem, nenhum problema até agora em seus 6500 km. Tomara que nunca dê problema, mas compramos o NF agora justamente por aquela coisa de aguardar um ano pelo menos após o lançamento. Ainda assim, corri e corro o risco de o problema no câmbio não estar totalmente solucionado, mas, após um ano do lançamento, é certo que os riscos diminuem.

              • Chicão

                Sim. Quanto ao NF vc está certo. Eu já li todas as paginas desse tópico. Mas isso é outra história, tanto que não citei o fórum, citei apenas o reclame aqui.

              • Rafael Neves

                Mauro vc sabe se os NF Sedans mexicanos também estão enfrentando este mesmo problema?? estou aguardando a entrega do meu..

                • MauroRF

                  Me parece que sim, Rafael, houve poucos casos no New Fiesta Clube, mas houve sim do mexicano, os 13/14. Espero sinceramente que já tenham corrigido porque eu gostei muito do câmbio (acho que você vai gostar também no dia a dia, é muito confortável em situações de trânsito pesado).

                  • Rafael Neves

                    Obrigado pela resposta Mauro. Agora é aguardar a segunda feira quando recebo o meu. Já que é 14/15 é torcer pra que não venha com problemas!

                    • MauroRF

                      Vamos na fé! Tomara que nenhum de nós tenhamos mais problemas, rs. Ah, no começo, você poderá achar o carro amarrado, mas é normal isso do Sigma. Não tenha medo e acelere, dê umas boas puxadas. O meu soltava um cheiro meio forte no começo, lembra muito o cheiro de embreagem queimando, mas na verdade é um revestimento que aplicam no motor. Esse cheiro você sentirá quando ele estiver novo e exigir mais do carro, por exemplo, pisar mais fundo, esticar marchas etc., e vai durar uns 2 meses (ou vai depender do seu uso, no meu caso, em 2 meses sumiu). E você vai notar uma boa melhora no desempenho entre os 1000 e 2000 km. Eu usei sem dó no começo, esticava marchas, pegava estrada e acelerava sem dó, e desamarrou bem. Agora, tá andando muito bem. Como o seu é o mexicano, desfrutará de um acabamento melhor do carro. Boa sorte com o brinquedo novo!

                    • Rafael Neves

                      Obrigado mais uma vez pelas dicas muito uteis que me deste. Com certeza esta é a verdadeira motivação do forum
                      é rir o brinquedo!!

            • Engano seu.
              Reclame Aqui me trouxe respostas e soluções mais rápidas do que acionar o PROCON. Questão de bom senso e saber se o motivo da reclamação faz sentido dentro dos seus direitos.
              Acho que não pode generalizar, depende da empresa em questão. A ferramenta é muito eficiente!

          • Lucas de Lucca

            O problema do PS já está sendo reparado na surdina. É só ligar na Ford, reclamar disso que eles te mandam na CSS. Lá eles verificam e trocam tudo, inclusive o kit de embreagem se o óleo do câmbio tiver contaminado os discos.
            Acho isso uma puta sacanagem, já que não divulgam. Famoso recall branco.

            • Gustavo73

              Isso acontece muito e em todas as fabricantes. Inclusive Honda e Toyota.

              • Lucas de Lucca

                Eu sei Gustavo, mas não deixa de ser uma sacanagem né.

                • Gustavo73

                  Claro que é. O consumidor tem o direito de ser informado e o direito e o dever de levar o carro para o recall. Fazendo na surdina não dá para sabyse todos os carros firam atendidos. A css simplesmente pode ignorar o serviço. Se com recall tem muita gente que não faz. Imagina assim.

                • Sacanagem é dar problema na garantia e não cobrirem.
                  Se trocam e fica tudo bem, não tem sacanagem!

                  • Lucas de Lucca

                    Lógico que é sacanagem recall branco.
                    E se meu carro já saiu da garantia e não faço mais revisões na autorizada? Vou ficar sem saber do defeito até que realmente aconteça um problema? E se for algo mais grave que possa ocasionar um acidente? Você realmente pensa que não é sacanagem nesse caso?

                    • Se você compra um DVD e ele falha, você leva à assistência técnica e peças são trocadas. Você realmente vai solicitar o direito de saber exatamente que tipo de defeito ocorreu e o porquê no seu DVD player?
                      Isso só é cobrado no produto “carro” devido ao valor agregado.
                      Se fosse o caso de gerar acidente, com certeza haveria uma notificação alarmante vindo da montadora, ou você acha que eles não se preocupam em evitar processos na cabeça deles?

            • MauroRF

              O que eles precisam resolver (e devem ter resolvido) é por que vaza óleo para as embreagens. Seriam retentores ruins? Pelo que li de um usuário lá no New Fiesta Clube, o excesso de calor gerado pela transmissão “força” os retentores, que não aguentam, se rompem e aí cai óleo na embreagem. Resta saber se realmente corrigiram isso e quando. O meu New Fiesta é 14/15, já rodei 6500 e tudo perfeito, tomara que nunca dê nada porque gostei muito do câmbio, trocas rápidas, imperceptíveis, muito bom. Mas esse problema do câmbio sempre deixa aquele receio. Pelo que li, teve muito New Fiesta 13/14 PS dando problema de trepidação até mesmo com 4, 5 mil km. Vamos ver, mas que essa história de recall branco é uma sacanagem, disso não temos dúvida, e é sacanagem das grandes.

              • CharlesAle

                O câmbio PS é um produto novo,que logicamente apresentará problemas nas mais diversas situações.Ele está evoluindo e sendo sanado defeitos,creio que em 1 ou 2 anos,estará bem robusto e já livre de alguns defeitos…

            • Edson Fernandes

              Mas tem exatamente o que ocasiona o problema eo que soluciona? Porque se o “solucionar” for a reparação completa do cambio trocando que tem direito, no futuro quando esses carros sairem da garantia e principalmente sem reparação, o custo ficará inteiro para o comprador.

              • MauroRF

                O problema, pelo que li, são os retentores, que com o tempo deixam vazar óleo, que contamina a embreagem e aí começa a trepidação. Resta saber se é só esse o problema, se realmente o corrigiram e quando o corrigiram. Pelo que algumas pessoas comentaram no New Fiesta Clube, os 14/15 estariam já resolvidos. O pessoal do Clube, em sua maioria, teve a embreagem trocada (junto com os retentores). Em alguns casos, trocaram o câmbio todo. A grande maioria dos que trocaram não teve mais o problema, mas, se não me engano, já vi dois casos de gente que trocou e voltou ou está voltando a trepidação. Há proprietários que suspeitam também de que a embreagem possa não ter sido trocada (apesar de o carro ter sido deixado na concessionária para esse serviço) ou que foram trocadas menos peças do que deveria (teve gente que não recebeu a Nota Fiscal dos serviços, pagos pela Ford, claro). Vamos aguardar, só o uso mesmo para saber. E como a garantia é de 3 anos, o cara que roda pouco poderia, em tese, ter o problema depois disso, já pensou? Por esse motivo e pelo conforto do câmbio, decidimos aqui em casa a “usá-lo sem dó”, ou seja, todas as viagens e deslocamentos no ABC são feitos na maioria das vezes com o Fiesta. Hoje, está com exatos 6532 km (foi tirado no começo de junho) e funcionando normalmente.

                • Edson Fernandes

                  Olha…. eu acho que problemas de uso podem ocasionar sendo pouco ou muito usado. Pouco usado pelo tempo de durabilidade da lubrificação e muito usado pelo tempo de durabilidade do cambio (e embreagem).

                  Não acredito que vc poderá dar. Acredito que se fosse aparecer, já teria aparecido. Além disso, vejo muito poucas pessoas respeitarem o manual na questão de uso diario dos primeiros km rodados. Meu cunhado mesmo pagou caro com uma BMW 320i que quis acelerar forte quando já pegou. Por pouco nao foi o motor inteiro.

        • Thiagusss

          com o alarme tbm…com a tampa de combustível tbm…

        • Paterson

          Justamente, meu caro, concordo contigo. Não estou defendendo a marca, mas achei interessante a postura adotada pela mesma. E, sobre os limpadores da Eco, também não consigo entender uma marca que resolve um problema (Recall da matéria), e ignora outro ( limpadores problemáticos, como você mencionou). Abraços.

        • KevinGR

          limpador de para brisa? até hoje eu não vi uma ecosport sequer que estivesse com a porta do porta-malas alinhada, aliais o vão entre o a porta e a carroceria é inaceitavelmente grande (pelo menos em todos que –EU– vi)

          • daneloi

            Todas as que todo mundo viu! Os vãos nas chapas da ecosport e new fiesta brasileiros são vergonhosos! Fora os milhares de problemas relatados pela internet e durante o teste de longa duração da quatro rodas. Como eles mesmos disseram, erros primários que a industria automotiva já resolveu há tempos ainda persistem na nova eco…

      • Magnus Cordeiro

        Concordo com vc mas se fosse uma montadora chinesa tenho certeza que você e mais a maioria aqui que frequenta o NA não seriam tolerantes desse jeito e ja estariam praticando bullyng até contra a empresa!!!hehehe

        • Paterson

          Não tenho razões para tal, meu caro. Se é certo, é certo, se é errado, é errado. Todos devem ser cobrados por suas atitudes, sejam chines ou sejam americanos. Penso que responsabilidade é para todos e, se uma determinada marca tem fama ruim, ela é quem está construindo sua imagem no mercado. Haters sem argumentos, que criticam por criticar, não valem a pena receber atenção.Forte abraço, hehehe.

      • Pomarola

        E com certeza o prejuízo financeiro por substituir 219 peças é bem menor do que substituir 10000 daqui uns meses…

        • Paterson

          Sem dúvidas.

    • edbil

      Você desconsidera os recalls brancos. Muitas montadoras não alertam os consumidores mas nas revisões efetuam trocas de peças defeituosas sem avisar. Algum leitor que já trabalhou em concessionária pode até te detalhar melhor o processo.

      • Robson

        É a chamada CAMPANHA INTERNA. A montadora identifica algum item problemático, mas que não interfere em nada na questão da segurança. A medida que esses carros vão passando pela CCS, seja para revisão ou qualquer outra passagem, a item é substituido, sem ao menos o cliente ser informado.

    • FILIPE DA ROCHA MOTTA

      A WW está até hj na justiça para não fazer o recall do Gol e Voyage .Pelo menos a Ford está fazendo .Mas essa fabrica da Ford na Bahia é um lixo ,todos carros de lá saem com problemas .

      • ALEX_BHZ

        Tenho um Fiesta Rocam comprado em 27/11/2014 e já tive que fazer um recall no sistema de freios.

        • iFuel

          Vc comprou o carro no futuro e já teve recall? Caramba…

          • Gustavo73

            Rsrsrs, deve ser mês 01. Ou ano 2013…

          • TiagoNA

            Isso tb já aconteceu com o meu Fusion que comprei em 2015.

          • Zoran Borut

            Ele deve ter comprado um GM, aqueles que sofrem recall antes de sair da prancheta do projetista.

            • Yury Martins

              hahahahahah boa!

      • Gustavo73

        Você está falando dos motores 1.0. Um amigo comprou o G5 no lançamento e fez o recall. Trocando o óleo do motor e outros cono o da lanterna de freio.

      • João Martini

        Só a da Bahia?

    • Leandro1978

      O Novo Palio teve um “recall” antes mesmo de chegar às lojas em 2011, por um problema nos espelhos retrovisores laterais.

      https://www.noticiasautomotivas.com.br/exclusivo-novo-palio-ja-tem-seu-primeiro-recall/

    • Lucas de Lucca

      A qualidade é a mesma dos outros, afinal quem não vem passando por recall nos últimos anos? Até mesmo as incomparáveis Honda e Toyota vem sofrendo. Só que pelo que vi todas vem informando e arrumando.
      Já existem outras por aí, que seus motores fundiam com 5 mil KM rodados e ninguém sabia de nada. Até culpa no coitado do óleo de fábrica colocaram… Os poucos que conseguiram trocar seus motores, foram por meio da justiça. Os outros, só prejuízo. E olha que não foi pouco motor hein… Mas hoje isso já é coisa do passado, ninguém se lembra mais disso né… A moda agora é sentar a lenha em quem divulga e faz o recall…

    • Davi Reis

      Recorde eu acho que não, mas talvez quase! Me lembro que em 2011 a Chevrolet convocou o Cobalt acho que ainda durante seu lançamento pra imprensa e também teve o Chery S-18, que sofreu um recall antes mesmo de começar a ser vendido, ou algo do tipo (se é que isso faz algum sentido, haha).

    • Andrew B.

      Acabei de ligar para uma css,ninguém sabia do recall.

  • Felipe Porazzi

    É, produzir um carro não é uma tarefa facil, pois é um conjunto de varios fatores que contribuem para a qualidade do mesmo. Se quiser um preço menor, terás menos qualidade, já se quiser mais qualidade, compre um toyota.
    O ka simplesmente revolucionou, os carros “populares” do Brasil estão ficando bons, mas recall até os carros mais caros sofrem. Acredito que esse post nao tera muitos comentarios, visto que é da ford. Já se fosse um chines.kkkkkkkkk

    • Raphael

      pow….sinceramente, o ford ka revolucionou em que o segmento?!é um grande exagero da sua parte, falar que ele revolucionou, e digo mais, foi um carro que demorou 4 anos pra ser lançado, e em tão pouco tempo já aparece um reccal desse tipo, sinceramente não acho normal. Isso suja um pouco a credibilidade do carro, ainda mais sendo lançamento.

      • Felipe Porazzi

        faltou eu colocar revolucionou em “segurança ativa” entao, por 40k que carro 0km da pra pegar com esp? só o ka
        o REVOLUCIONOU era pra ser nisso mesmo

        • Raphael

          eu acho que ele não chegou a revolucionar, mas com certeza foi uma inovação legal, espero que outras montadoras “copiem” ele nesse quesito…….eu fico revoltado com esse lance de reccal, e não acho certo acharmos normal, até pq pelo preço que pagamos nos carros, deveria ser obrigação não ter esse problema. Outra coisa seria uma multa para cada reccal feito, e uma multa 100 x maior caso não realizassem um reccal, mesmo sendo necessário, como aconteceu com a stilo soltando rodas por exemplo.

          • Leandro1978

            Acho que, no caso, “inovação” é uma palavra melhor que “revolucionar”. Revolucionar, para mim, seria colocar não somente o esp em todas as versões, como também colocar sete airbags, Ecoboost, cambio de dupla embreagem e ainda manter o preço cobrado. Aí, sim revolucionaria o segmento.

            • É. Pra revolução falta muito.

              • Mazembe 2X0

                Pra mim ta mais para evolução .

        • Leandro1978

          Mas só em uma versão, a top, que, geralmente, não é a mais vendida. A Ford tem méritos por isso, sem dúvidas, mas teria sido mais interessante se todas as versões tivessem esp.

          • Corvo

            Pois é..um 20 % dos Ka vão ser com esp só. Até parece que a versão top vai ser a mais vendida. Em carros de entrada até mil reais fazem diferença para o comprador.
            A grande maioria da população que compra nem sabe o que é isso, e mais se tratando de um popular. O pessoal também fala como se o esp seja a salvação do mundo. É um item importante e obrigatório em paises desenvolvidos, mas nao faz milagre.

            • Leandro1978

              Inclusive, se a pessoa achar que será “salva” de qualquer coisa devido ao esp, pode se dar mal…

              • Gustavo73

                É melhor ter do que não ter. Assim como as 5 estrelas do Up. Mas mas nada é 100%. Nem um Volvo pode te salvar 100% das vezes de um acidente.

              • Edson Fernandes

                Se depender do passado e estatisticas dos comentadores do NA, pode ter certeza, ESP chega até a evitar amassados na lataria !

          • Gustavo73

            O engraçado é que se alguém falar que o Up revolucionou com 5 estrelas no carro mais barato que ela vende, e em todas as versões . Você será chamado de fanboy. Eu acho que é um grande passo. Mas revolução seria comocar múltiplos Airbags e sopa de letrinhas em todas os carros e versões. Ou lançar modelos híbridos ou elétricos a preço de carros somente movidos a motor a combustão.

            • Edson Fernandes

              Mas é aí que está. O pessoal vem falar que o Ka é melhor.

              Eu já discordo veemente pois ele veio para tirar 4 estrelas em um teste que sinceramente não chega perto dos mais exigentes e também, só a versão de topo que tem o ESP. Ou seja, nas outras o up devidamente equipado por igual eu considero melhor compra.

        • Gustavo73

          Hoje só o Ka, mas o 500 chegou custando menos de 40 mil e tinha esp de série. Claro que colocar esp mesmo que na versão top é melhor que não ter. Mas acho que é uma evolução.

          • Edson Fernandes

            E ainda motor 1.4 que para ele, anda muito bem.

        • CharlesAle

          Pode ser uma revolução dentro da linha Ford,pois nunca produziu um carro de moderno motor 3 cilindros aqui no Brasil.Mas perante o mercado,é um novo produto bem interessante…

      • Anderson Lemos

        Discordo de você… Ache para mim um compacto de entrada com ESP,TCS, Hill Holder e Sistema que alerta o SUS. Se encontrar eu passo a concordar com vc que a Ford não revolucionou o segmento… Vou dar um desconto pra você. Me aponta um Corolla de 90k com estas inovações e eu desconsidero meu comentário…

        • Edson Fernandes

          Tá…. me fale qual carro de R$35000 0km que tem ESP?

          Agora começamos a falar de outros fatores que então incluem o Ka com o ESP.

          E na faixa de R$90000 temos concorrentes o suficiente para não precisar colocar o Corolla na comparação. Por isso não revolucionou o mercado.

          Quer ver oque fez uma revolução no mercado? Corsa (em 1994), por ter um interior bem superior, mais ergonomico e um carro com um desenho moderno…. i30 (2010) com motor 2.0, air bag duplo, ABS, suspensão multilink e ainda rodas aro 17″ em qualquer versão. Preço? R$52000. Nem mesmo o afamado Focus ofertava o motor 2.0 e ainda assim era mais “careca” no conteudo que só veio a ficar de igual quando tiraam a versão GL.

          Além disso o proprio i30 tinha um interior muito melhor que vários players de mercado da epoca. Ou seja, veio mais completo, potente, melhor acabado e superior aos demais modelos custando menos. Isso revoluciona o mercado.

          Querendo ou não, foi o mesmo com o JAC J3, que forçou de fato a redução de preço de alguns modelos com certo tempo de mercado e indicando uma mudança para o consumidor: Que ele deseja sim carros mais bem equipados e que não quer mais carros sem nenhum item, nem que isso seja comprar um carro chines sem exatamente uma garantia futura de comercialização. (e também me refiro a revenda que é sofrida por ser uma marca nova no nosso mercado).

          • Anderson Lemos

            Quem estipulou este teto de 35k??? Como não colocar o líder dos médios e, concorrentemente, líder do descaso nesta comparação?
            Interior moderno e exterior com design arrebatador são exemplos de revolução para voce, mas ESP,TCS,Hill Holder em um popular não é????? Nosso assunto para por aqui…
            Em off: Rodas 17 afff, forçou a amizade… Eu aqui falando de aparatos eletrônicos que podem, reafirmo; podem, salvar vidas e vc me falando de rodas 17, daqui a pouco vai citar os decalques wolverine do bravo como revolução…

            • Edson Fernandes

              Eu falei sim de rodas aro 17″ porque isso para o mercado e principalmente para os hatches médios significava uma diferenciação do que existia. E não me ofenda porque até agora eu não o fiz contigo e é contra o NA.

              Quem estipulou não…. eu acredito que quando vamos comparar carros, temos que ser justos em ver oque o mercado oferece e vc mesmo cita o ESP do ka e compra um sem. Eu não vou te criticar por isso pois vc sabe da sua parte financeira e onde o buraco fica nesse aspecto. O que eu quero dizer: É bonito sim falar de um carro que tem tal item e otimo para o mercado, mas ainda está longe de ser uma repercussão perante o consumidor principalmente em carros de entrada onde qualquer valor adicional fará a diferença. E isso não e´diferente com o KA.

              E eu citei os médios justamente pela resposta do Corolla de R$90000 sem ESP.

              Eu só acharei revolução quando isso for oferecido desde o modelo de entrada. Caso contrário é apenas uma evolução tão cara quanto outros carros no mercado. Porque se formos contar com isso, logo mais vc compra um Fox 1.6 Highline também com um preço interessante considerando motorização. Mas enfim, o que eu estou tentando dizer que inclusive o proprio Fox que agora tem esse opcional na variante mais cara também não revoluciona, apenas evolui que é o passo natural, seja para um facelift (Fox) ou seja para uma nova geração (Ka).

              • Anderson Lemos

                Mostra no meu comentário onde foi que eu te ofendi. Está usando seu poder de moderador para cercear meu direito? Muito democrático o site hein… Se vc acha que rodas 17 e interior bonitinho são revoluções e assistentes eletrônicos não são, legal para você, mas me sinto no direito de discordar e argumentar contra… Abraços…
                FOX de 50 mil com preço interessante a VW agradece…

                • Edson Fernandes

                  Em 2010 quando o i30 apareceu, os unicos carros hatches que tinham ESP eram… i30!

                  Nesse mesmo periodo, nenhuma marca ofertou a tal rodas aro 17″ que para mim não diz nada, mas para o consumidor isso foi um prato cheio (ainda que eu diga para vc que eu prefiro rodas menores simplesmente pelo conforto, que prezo muito), mas perante Golf, Vectra, entre outros modelos qual era um dos melhores acabados? i30. Qual possuia um conjunto que conseguia deixar mais completo que os rivais ? i30.

                  Não estou falando que ESP é desnecessário, estou dizendo que o mercado daquele periodo era bem desatualizado a ponto de um carro como o i30 ser diferencial para a epoca.

                  Perto de muitos modelos ainda daquele periodo, o i30 tinha um salto tecnologico bem maior, além de um motor 2.0 que sempre respondeu bem seja ele manual ou automatico.

                  Sobre ser moderador? E preciso disso para pedir respeito com minha pessoa? só pedi respeito pois estou te respeitando.

          • A parte da JAC eu já não concordo integralmente, pois na época em que o JAC J3 foi lançado com seu motor 1.3 (fantasiado de 1.4), pelo preço de R$ 37.900, ele só revolucionou por ser o único a ter rodas de liga leve e garantia de seis anos, pois o Renault Sandero 1.6 Expression com tudo que o JAC tinha, a exceção das rodas já custava R$ 39.990 (sem freios ABS e airbags R$ 37.990), ou seja, era um carro com mais motor e com mais confiabilidade, mas que não contava com um marketing tão agressivo como a JAC teve no lançamento. A JAC apenas forçou a Ford a baixar o preço do Fiesta Rocam e a Fiat a lançar o Siena EL, mas não foi aquela revolução que se esperava no mercado.

            Talvez a JAC tenha incentivado que isso se tornasse cultura em nosso país, pois ninguém fazia questão dos carros com ABS e airbag, e de uma hora para outra tornaram-se imprescindíveis.

            • Edson Fernandes

              A partir do momento de vendas da JAC, as demais marcas ficaram preocupadas pelo seguinte fato: Era mais facil achar um carro completo (onde som era de série mesmo que ruim, ar condicionado, sem negociação, ABs, Air bag, motor moderno e ainda com “cavalaria” alta) e isso fez a cabeça de muita gente a repensar sobre a preferencia em carros.

              A Ford só aproveitou isso para conseguir melhorar as vendas do Fiesta que não andavam boas perante os concorrentes diretos.

              O proprio Sandero na epoca sofria de um interior criticado (e incrivelmente comparado ao JAC e pelas reportagens falando ainda que o chines era superior) que fez parte do seu insucesso de epoca.

              Enfim, o Sandero pelo que era esperado vendeu porque tniham mais opções a preços melhores, mas do mix de vendas das versões 1.6 eram bem menores.

              Mas acredito que foi isso mesmo, disseminou que o termo completo não se referai apenas a ar condicionado e direção hidraulica, além de ter um motor 1.4 no lugar de muitos modelos 1.0 que na epoca chegavam proximo sem ter muita coisa a mais.

              (e eu já vi dono de Celta que pagou R$42000 porque comprou com acessorios “esportivos” na Chevrolet).

      • Me diga que veículo levou menos de 4 anos para ser desenvolvido e lançado.

        • Raphael

          Rodrigo, sinceramente não sei quanto tempo levou cada carro do mercado para lançamento, e se voce tiver essa informação, por favor me fale, mas acredito eu que 4 anos é tempo suficiente para desenvolver um veículo normal, independente de marca, e após esses 4 anos o veículo vim com erro tão grotesco, que seria facilmente identificado em períodos de testes, acho inadimissível, o cliente quando compra um veículo 0km ele tem na mente, que só vai abastecer e fazer as revisões periodicamente sem ter dor de cabeça, aí ganha essa surpresa, não acho normal, e se ficarmos com essa mentalidade que é normal, e nunca reclamar, vai continuar acontecendo isso.Dois bons exemplos disso é o Tão criticado VW up! e o hyundai hb20, dois ótimos produtos sem nenhum reccal ate o momento.

          • O desenvolvimento de um carro leva em torno de 4 anos.
            O carro VIR com defeito é uma coisa, fazer um recall de precaução é outra.
            Ou você acha que todos os outros 5000 carros que já foram distribuídos têm um projeto diferente dos 200 e poucos chamados para o recall?

            • Raphael

              podem até não apresentar o problema cara, mas pra uma fábrica convocar um Recal, é certeza de falha de projeto, se fosse casos atípicos não teria reccal…..nesse caso fica mais barato convocar agora do que mais tarde após acionamento na justiça…..não é pq a ford é boazinha não….rsrs…

  • Brenno Fernandes

    Já começou bem o carro! Mal tem um mês de lançamento e já esta passando por recall. Qualidade de fabricação e montagem exemplar.

    • CharlesAle

      As peças são fornecidas por fornecedores,então muitas vezes são eles que pisam na bola,tanto que eles é que arcam com os gastos.A Ford está fazendo o correto ao meu ver,sanando pequenos problemas sem afetar a imagem do carro.Pior foi a VW e seus motores que fundiam precocemente…

      • Raphael

        cara….voce só pode ser fanboy, não é possível, voce quer apagar um erro, apontando pra de outro concorrente……os dois estão errados, e voce defendendo só esta prejudicando a si mesmo, que é o real consumidor!!!!!

  • Lucas de Lucca

    Problema crônico dos últimos tempos em lançamentos. E isso em todas as marcas. Infelizmente os primeiros a comprarem acabam sendo as “cobaias” de testes.

    • Luis Henrique

      Tava muito disposto a comprar no final do ano, mas já pensava também em esperar mais exatamente pq lançamento sempre apresentam problemas no início. Depois dessa, só no meio de 2015 eu acho que trago esse novo KA pra garagem!

      • Anderson Lemos

        Comprei um esta semana chega amanhã. Serei um cobaia bastante ativa por aqui e totalmente imparcial.

        • Luis Henrique

          Pois faça uma análise dele após algum tempo de uso e nos conte o relato! Por sinal, qual a versão que tu comprou? Como foi a negociação? Ganhou algo?

          • Anderson Lemos

            Dei 20k de entrada e o restante em 24x de 780… Juros de 1,29%. Comprei a versão SE (de entrada). Só fechei porque gostei da taxa de juros, tendo em vista que estão cobrando até 1,7% por ai… Ando num hb20 1.0 comfort plus da família e vou traçar um paralelo entre ambos!! Ah!! Ganhei o peito de aço…

            • Luis Henrique

              Bacana. Minha pretensão é dar 20k de entrada também, mas quero pegar a versão top SEL. Já fiz uma simulação com um vendedor numa css aqui em Fortaleza, mas foi dando 15k de entrada e 48x de 700 e alguma coisa. Taxa de juros era 1,37%.
              Vou esperar até 2015 pra começar a negociar com eles.

              • vin_cius_carvalho

                ja pensou em fazer um consorcio? Com esses 20 mil de entrada, usa de lance e a prestação vai ficar muito menor!!!!

            • vin_cius_carvalho

              ja pensou em fazer um consorcio? Com esses 20 mil de entrada, usa de lance e a prestação vai ficar muito menor!

              • Anderson Lemos

                Na teoria funciona, mas na prática as taxas administrativas do consórcio superam a equivalência de juros de 1% ao mês, não pegam seu carro como entrada e quando pegam avaliam menos que a Ford. No fim das contas a prestação sai 30 reais a menos e as dificuldades 50% a mais… Esta foi minha experiencia anterior, o que não significa que deva ser a mesma sua…

                • Luis Henrique

                  Extamente, tava avaliando, não compensa muito o consórcio! O que mais na frente vou brigar muito com os vendedores será a taxa de juros no financiamento!

                  • Anderson Lemos

                    Então Luis, ano que vem, quando o furor do lançamento tiver passado, acredito no surgimento de taxas como 0,99% em 24x! Mas já te antecipo uma má notícia; o vendedor me afirmou que agora em outubro o de entrada vai para 36k.

                    Em 48x você tem que analisar, com bastante perícia, a taxa, Pois, cada décimo de porcentagem faz grande diferença no resultado final. E analise bem o valor “embutido” da TC e IOF para não te enganarem.

                    • Luis Henrique

                      Putz, são uns ladrões msm, já vão aumentar o valor!

                      Quanto a essas taxas ai não sabia, depois que você falou aqui eu vou dar uma lida sobre o assunto, ter que ficar com o olho bem aberto e pedir o detalhamento de todas as taxas embutidas no preço final!

                    • Se a Ford não colocar taxa zero, a Nissan, Renault e Hyundai com o plano 50% e taxa zero em até 36 vezes toda hora em vigência, em especial no final do ano e entre janeiro/fevereiro, vão se dar melhor nas vendas.

                • vin_cius_carvalho

                  Achei que teus 20 mil de entrada seriam em dinheiro mesmo, não no seu carro. Por isso achava mais interessante.

  • Bruno Lindolpho de Oliveira

    Pensando pelo lado bom, antes o Recall do que “Característica do carro”…

    • Luis Henrique

      boa boa! KKKKKKKKKKKKK

    • edbil

      kkkkkkkk, pior.

    • Mazembe 2X0

      Perfeito.

  • João Martini

    Esse é o problema da Ford. Eles, na euforia de entregar o carro logo, acabam vendendo o produto antes da produção ter estabilizado e corrigido falhas. Veja o Fiesta e o Focus quando saíram, tinham falhas de montagem grotescas. Hoje eles tem falhas normais da Ford, mas não mais grotescas como antes.

    • ObservadorCWB

      E o que falar dos TOPS ? Fusion e Edge vinham com sistema de navegação commapas para Canadá e EUA. Era o “acessório inútil mais caro” de que tenho notícias até hoje.

    • MauroRF

      E antigamente a Ford era reconhecida pelo bom acabamento. Até os anos 90, foi assim, depois, aderiu ao coro e faz igual às outras. Eu tive um Fiesta Street vendido com mais de 150 mil km, que, sério, não fazia um ruído de acabamento dentro, tudo perfeito, o motor estava redondinho. Agora, repare que já tem dono de New Fiesta reclamando de ruídos internos. Nós temos um, ainda não faz nenhum ruído, mas digo “ainda” porque certamente fará, mais cedo ou mais tarde.

      • Lucas de Lucca

        Meu New Fiesta mexicano está com 2 anos de uso, quase 50 mil KM rodados e tem vários barulhinhos e grilos por dentro sim. Se o seu ainda não faz não se anime, logo irá fazer! rsrsrsrs
        Pelo menos de resto nada a reclamar, nenhum problema mecânico nem nada do tipo até agora.

        • MauroRF

          Eu sei, rsrsrs, só estou esperando, vou fazer minhas apostas, rsrsrs. Mas é dose a gente pagar caro por esses péssimos acabamentos de praticamente todo carro nacional (vou te dizer que vi um 208 e achei o acabamento caprichado, só precisa ver ser vai ficar tudo batendo ou não com o tempo).

    • Sérgio Niski Junior

      Eu acho, só acho, que isso é uma característica da cultura americana. Ouvi falar bastante disso na empresa em que eu trabalhava que era uma multinacional que dava cursos sobre diferenças culturais, o negocio deles é entrega primeiro, corrige defeitos depois, diferente do alemão ( o verdadeiro não to dizendo sobre a vw do brasil ou nada assim ) que só entrega alguma coisa quando acha que esta em um nível bem aceitável de qualidade. Sei lá só minha opinião, sem pedradas por favor kkk

  • Boris

    Recall tão rápido pra mim é falta de esmero no projeto.
    Até parece que são novatos em produçao de carro……

  • Antonio De Julio

    No fim das contas, acho que meu sogro quem tem razão: carro lançamento é melhor esperar um ano para comprar…

    • MauroRF

      Ele tem total razão, sem dúvida. Aqui em casa, esperamos 1 ano para comprar um New Fiesta. Minha esposa tinha adorado no lançamento e quis que comprássemos um, eu disse “espera até esta época do ano que vem”. O nosso, por exemplo, veio tudo alinhadinho e com a pintura normal.

      • Edson Fernandes

        E o seu se eu não me engano é azul né ?

        • MauroRF

          Isso mesmo, é o azul, adoramos a cor, e para nós ela não cansa, pelo contrário, estou gostando muito (minha esposa, idem). E sabe o que é interessante? Como tem poucos dessa cor, onde você passa acaba atraindo mais olhares. E se você for a cidades do interior, aonde vamos com certa frequência, mais olhares ainda, rsrsrs. Parece que o carro é lançamento. Não costumo cruzar com esses azuis com frequência. Por outro lado, já cruzei três vezes com o Sandero novo azul (do qual também gostei), isso porque o carro acabou de ser lançado.

          • Edson Fernandes

            É que foi uma cor de boa recepção para o modelo da Renault e a mesma fez como estrategia um numero maior para avaliar o interesse.

            Sobre o Fiesta, eu acho lindo nessa cor! Pena considerar um carro tão caro.

  • Vattt

    Muito sério isso!!! E acredite, vai ter gente que não vai fazer essa correção.

  • Leandro1978

    Depois reclamam de carro que demora para ser lançado…

    • Junoba

      Pois é… o novo Celer já está sendo produzido aqui no Brasil, e só será lançado em Dezembro. Talvez estão tentando encontrar erros, pra chegar as lojas em ´´perfeitas“ condições.

      • Leandro1978

        Imagine se o lançam e tem que ser feito recall semanas depois…

        • A Chery já não pode se dar deste luxo, depois de tê-lo feito com o S-18 e ter um histórico pouco positivo no país. Ou faz bem e muito bem feito pra emplacar e se consolidar no país ou a fábrica virará polo de exportação.

  • Chicão

    Chevrolet é você?

  • Sérgio Niski Junior

    Quanto mais recall melhor, nenhum carro é perfeito e recalls significam que eles estão trabalhando para melhorar a qualidade do produto ao contrario do que as pessoas ficam dizendo que é porque foi mal feito, até pode ser, mas pelo menos estão trabalhando para melhorar recall deveria ser visto como uma coisa boa.

  • Mr. Car

    Está inaugurada a era do recall “três em um”. Começou bem.

    • CharlesAle

      Se não faz,reclamam,se faz,reclamam também.Se eu fosse dono de um novo KA,ficaria contente que estão sanando pequenos defeitos antes que gerem aborrecimentos…..

      • Mr. Car

        Ter que levar um carro praticamente 0km para sanar três defeitos já é em si, um aborrecimento. Contente eu ficaria se comprasse um 0km sem defeitos.

  • oloko

    A ford demooora para trazer os carros, aí quando lança meio rápido, ta aí o resultado hahaha

  • FFSB

    Irresponsáveis!!! Sem um pingo de respeito pela vida humana.

  • Quanto ao recall, normal. Faz parte do jogo. E foram só 219 unidades, o que mostra que o controle de qualidade está afiado (perceberam a falha rapidamente).
    Mas, aproveitando que o assunto é o Ka, vi um pessoalmente hoje. Olha, não gostei. Acabou de vez com a “personalidade” do carro. A proposta original não existe mais. É apenas mais um na multidão, agora. Um New Fiesta de entrada. A segunda geração, que desvinculou o projeto brasileiro do europeu, já tinha “matado” muito da proposta original do carrinho, que foi mantida com méritos na evolução européia. Esta terceira sepultou de vez.
    Não que o carro seja feio, longe disso. Mas no mínimo deveria estampar um novo nome na traseira. Como Ka, ele não convence.

    • Gustavo73

      Ele veio na verdade para substituir o Fiesta Rocam. O Ka na proposta não tem substituto.

    • Mazembe 2X0

      Mas quando o Ka era um carro cheio de estilo ninguém quis.Para não cometer o mesmo erro ela fez um compacto de linhas tradicionais.

      • Ok. Mas então que desse outro nome pro carro. O Ka mesmo não existe mais. Esse está mais para “New Fiesta Rocam”.

  • julio

    Essa notícia vem confrmar o que eu tinha comentado dos problemas dos carros da Ford quando do compartivo com o HB20 (o HB20 é melhor em mtos aspectos). Teve uma pessoa q. postou um comentário me criticando bastante. A resposta está nesta notícia. Abr

    • Marcos Z

      Procure no google e verá que há mais de um abaixo-assinado pedindo o recall da suspensão do HB20. Minha irmã é uma das que sofrem com este problema no HB20 dela.
      Honestamente, prefiro a postura da Ford que reconheceu de imediato um problema e convocou o recall.

      • Eu que tenho um HB20S desde novembro do ano passado, não tenho nada a reclamar. Claro, peguei após um ano do lançamento.

        Todavia, sinceramente, a suspensão do HB20 nos modelos 12/12, 12/13 e 13/13 não é ruim (sei pois já dirigi todos), apenas tem um curso menor, o que não é bom para nossas vias lunares, pois é comum sentir o mais forte o impacto de um buraco. Parece que não pensaram nisso na hora de tropicalizar o projeto. E o fato de ter menor curso, quando o carro está em plena capacidade de carga faz com que seja mais desgastante a viagem. Isso não é motivo de recall, mas de fato característica do produto, pois o sistema funciona plenamente dentro de sua especificação, que infelizmente inicialmente não era tão acertada para o Brasil.

        Ao adquirir o meu, a primeira exigência foi que verificassem a suspensão (curso) e etc, pois se o carro batesse suspensão, eu devolveria, e o concessionário me garantiu que isso não aconteceria com o meu, pois a linha 2014 já vinha dotada de kits brasileiros (as iniciais vinham da Coreia do Sul, com perfil esportivo), e de fato não tenho reclamações, mesmo meu carro tendo rodas aro 15. Ela é mais firme, mas não dá a sensação de bater em seco, nem “arria” em plena carga.

        • Marcos Z

          Dimithri, como não sou proprietário do carro não tenho maiores detalhes sobre problema. O que sei pela minha irmã bate com o que você disse, só que a reclamação dela vai além de um simples maior desgaste na viagem.

          De toda forma, se há um número considerável de reclamações e se a própria Hyundai do Brasil reconheceu o problema, solucionando-o nas versões mais recentes, seria uma boa postura convocar os primeiros compradores para realizar a troca do kit de suspensão. É injusto que apenas eles sofram com as anteriores “características do produto”.

          Isso só reforça a ideia de que a maioria dos carros apresenta alguns problemas nas primeiras fornadas, e isso não é exclusividade da Ford, como sugeriu o Julio. O HB20 é um projeto desenvolvido para o Brasil, foi exaustivamente testado, e mesmo assim apresentou um problema que seria fácil de prever e está desagradando vários consumidores.

          • A Hyundai não reconheceu como problema, mas sim como característica de “não tropicalização”, haja vista que ela não tinha um fornecedor local homologado para produzir a suspensão da linha HB20 por aqui. Como estava no plano de metas do inovar auto, era certo que a suspensão após um período passaria a ser produzida aqui e ganharia características mais adequadas as nossas estradas.

            Eles sabiam desde o início que a primeira suspensão que é a mesma adotada no i10 e no i20 tinha pouco curso tendo característica mais esportiva e por isto não consideraram um problema, porém como não agradou tanto, então quando foi nacionalizada, teve mudanças em suas características, o que é normal após um tempo de mercado.

            A VW mudou a característica da suspensão do primeiro Novo Gol em relação ao Gol atual, pois reclamavam que a suspensão era “seca” e nem por isso ela fez recall convocando os antigos para a substituição do kit, pois não há a necessidade haja vista ser uma característica do modelo, percebida em qualquer test drive. Comprou o HB20 com a antiga suspensão quem quis. Eu demorei mais um pouco e só peguei depois de ter evoluído, como é natural em todo carro, evoluir após o lançamento.

            Sim, de fato todo modelo de carro lançado sempre acaba tendo que ser ajustado após um tempo de mercado, pra se adequar as exigências de seu consumidor final. Os adquirentes da primeira leva sempre serão as “cobaias”. A diferença entre a Hyundai e Ford nesse caso, é que as mudanças do HB20 precisaria sofrer não ensejavam recall das versões de lançamento, pois além de não influírem na segurança, não impedem o carro do lançamento de rodar, logo não há porquê fazer convocações. Se o proprietário não gostou da característica do produto de lançamento que era uma suspensão menos robusta, hoje ele tem a opção de mudar a suspensão, porém arca com os custos. Isso acontece com toda montadora.

            • Marcos Z

              É, eu confesso que tenho dificuldades para entender a falta de tropicalização de um produto desenvolvido para o Brasil. Mas no final das contas, o que concluo é que a Hyundai sabia que a suspensão não seria a mais adequada e como não tinha um fornecedor local homologado, optou por lançar o carro assim mesmo, certa de que depois ela adequaria o carro às nossas condições. Ainda que os problemas dos carros sejam bem distintos (realmente o problema da suspensão não impede o carro de rodar), não considero uma atitude muito honesta com os primeiros compradores. Principalmente porque, como você mesmo ressaltou, as condições em que o problema se apresenta não são fáceis de se reproduzir em um test drive (ninguém faz test drive com o carro cheio, que eu saiba). É o tipo do problema que se mostra com o uso, e incomoda muito.

              Aliás,não encaro isto como uma mera característica de produto (expressão que curiosamente as montadoras adoram utilizar), caso contrário a Hyundai não se importaria em modifica-la tão rapidamente. E, o que é pior, segundo foi divulgado em um grupo da qual minha irmã participa, alguns compradores conseguiram realizar a troca na garantia, enquanto outros tiveram o pedido negado!

              Enfim, não consigo enxergar a diferenciação que alguns tentam fazer entre a Hyundai do Brasil e as demais montadoras.

              Respeito a sua, mas esta é a minha opinião.

  • shdn2010

    Não adianta, quando lançam um carro tem que esperar um tempo consideravel antes de querer comprar…. sempre vai aparecer algum erro de projeto ou alguma peça de fabricação defeituosa.

    • vin_cius_carvalho

      Mas pra que fazer 1 ano e meio de testes então? Acho tão estranho que testam, testam, testam.. e 30 dias depois o carro apresenta problemas.

      • Mazembe 2X0

        Falha na linha de montagem, essa sim vai começar a ser testada.

        • vin_cius_carvalho

          Mas não é apenas um carro que sai da linha de montagem para os testes. São vários. Um dos problemas é muito simples para não ser visto em testes anteriores.

      • shdn2010

        É meu querido, se o homem fosse a prova de erros, não existiria tanta coisa errada nesse mundo, por isso sou a favor de esperar comprar um lançamento.

        • Claudecir Mees

          E basico saber que qualquer coisa produzida em massa apresenta erro de fabricação.

  • Thiagusss

    não é um caso muito parecido com o da GM? estão pagando indenizações milionárias…

    http://economia.ig.com.br/2014-09-25/escandalo-da-gm-fundo-de-indenizacao-faz-primeiras-ofertas-a-vitimas.html

  • Guilherme Batista

    Enquanto isso, nada do recall do Fiesta

  • Junoba

    Se fosse chines, eles iriam descer a lenha dizendo que o carro era uma porcaria.

  • Informecar

    Esse é o preço que se paga em avançar e pular etapas de produção, principalmente ignorando o controle de qualidade, para lançar o quanto antes o produto no mercado altamente concorrido.

    Porém, o que pode se tornar um sucesso, acaba ganhando destaque negativo com notícias como essa. Uma pena. Isso é BraZil!

  • Leandro Santos

    os caras tão levando a sério essa parada de bater record. como se n bastasse quem faz mais recalls, agora tem quem o faça mais rápido após o lançamento.

  • CorsarioViajante

    Tem concessionária que nem recebeu o carro ainda e já tem recall?

  • Tosca16

    KaKaKaKaKa …. mas se não é novidade + um recall é interessante a postura da FORD, logo no lançamento se preocupou e chamou as unidades… já outras entram na justiça para não fazer !

  • pedro rt

    tirando isso o carro ta vindo com boa parte do acabamento externo e interno mal feito, as lanternas traseiras fazem barulho de mal encaixe ao se encostar nelas, os paralamas e tampa traseira vem com um mal encaixe grotesco q da pra ver de longe, o capo vem todo desregulado no encaixe tmb…o acabamento da porta do motorista incha quando o vidro desce todo.

    • Claudecir Mees

      Para de ler o car blog vai ficar cego pela VW.

  • Thiago K. Galiza

    Comprar o carro no ano do lançamento sempre é tiro no escuro, é quase ser ” cobaia ” sempre aparece um probleminha aqui, outro ali.. As montadoras começam a corrigir esses problemas pontuais ao decorrer dos proximos anos. Uma colega de trabalho comprou um Onix no lançamento, e o marcador de combustivel vive dando pau, pelo que me parece o sensor é instalado proximo a roda trazeira, e com a trepidação natural de uso acaba dando problemas.

  • A Ford tem que olhar sua política de qualidade. Toda primeira leva de seus modelos tem problema de montagem ou acabamento…

  • RTEC30

    Passo longe das primeiras fornadas da Ford

  • Bikudin

    Nem esquentou as ruas, mas melhor agora do que daqui a 2 anos.

  • Rogério R.

    Isso porque foi uma verdadeira novela para lançar esse carro. Daria muito tempo de terem visto o que tinha de certo e de errado.

  • mariostefa

    Mas já??

  • Vinicius Cecheto

    Não quero mais o carro, obrigado! :D

  • afonso200

    cade a luz de troca de marchas ????

  • julio

    O KA antigo é famoso por incendiar (veja no reclameaqui tão citado). A revisão dos Ford, até pouco tempo, era a cada 6 mil KM, onerando o proprietário, sem falar no incômodo. Basta um pouco de isenção e olhar a opinião dos donos nos “sites” especializados sobre os carros da Ford e seus problemas. Leia, também, sobre os proprietários de Hyundai e sobre o desmonte do HB20 na Revista 4 Rodas e verás que ele é MUITO BOM. Tive uma Tucson da Hyundai por 5 anos (garantia q, a Ford não tem coragem de dar) sem nenhum problema e com a mnt muito barata. Todos os especialista automotivos que testaram o HB20 fizeram considerações elogiosas acerca do veículo, com ressalvas a suspensão trazeira, mas jamais afirmado ser o caso de recall. Carros para não dar defeito (opinião de quem teve todas as marcas como eu) é Toyota, Honda e Hyundai. Espero ter colaborado. Abr

    • Clayton Martins

      Sou obrigado a discordar do colega em diversos pontos:
      1 – Tive um Ka de 2008 a 2011, era membro dos maiores fórums e grupos de discussão desse veículo e nunca vi reclamações referentes a incêndio. As maiores reclamações a respeito do modelo eram sobre o reservatório do líquido de arrefecimento, consumo elevado, defeitos na válvula termostática e barulhos provenientes dos pneus, durante a rodagem;
      2 – A Ford nunca teve revisões a cada 6 mil km. Até o primeiro semestre desse ano, suas revisões deveriam ser efetuadas a cada 6 meses ou 10 mil km. Os modelos 2015 seguem a política de que primeira revisão continua a ser feita aos seis meses e a segunda aos 12 meses, ou 10.000 km (o que ocorrer primeiro), ambas com mão de obra gratuita. As outras duas são programadas aos 24 meses (ou 20.000 km) e aos 36 meses (ou 30.000 km).;
      3 – O desmonte da Revista Quatro Rodas não segue nenhum rigor científico, não podendo ser referência para aprovar ou reprovar nenhum veículo. Qualquer profissional minimamente sério sabe que uma análise baseada em amostra de uma unidade num universo de de dezenas de milhares de veículos é desprezível do ponto de vista estatístico. Tomemos como exemplo a elogiosa aprovação de um dos piores veículos vendidos no mercado nacional, o JAC J3, reconhecidamente criticado por seus proprietários em fóruns, blogs e redes sociais. Ainda segundo a aludida revista, o GM Cruze foi o melhor carro avaliado até então, em todos os tempos. Tomando por base que o senhor falou que somente Toyota, Honda e Hyundai não dão defeito, fica aqui o contrassenso, pois o GM superou japoneses e coreanos;
      4 – A garantia de 5 anos da Hyundai não é total, exatamente por isso há uma enxurrada de questionamentos judiciais por propaganda enganosa;
      5 – O HB20, como qualquer veículo, tem seus defeitos característicos e problemas de pós-venda, consoante reclamações de proprietários, com destaque para: suspensão (como já mencionado); barulhos no painel e nas portas; demora na reparação do veículo por falta de peças em estoque das concessionárias; e ausência de cobertura durante o período de garantia;
      6 – Toyota e Honda, embora tenham justificada fama de bons carros, são as mais negligentes do mercado nacional no que se refere aos quesitos segurança, conforto e comodidade. Os modelos top de linha vendidos no Brasil não tem os itens que um modelo de entrada da Europa ou EUA possui, deixando claro que a vida dos consumidores brasileiros valem menos.

  • Esse recall nada mais é do que alteração de especificação, temendo que ocorra nos Ford o mesmo que ocorreu na GM dos EUA.
    Melhor se garantir do que passar por problemas futuros!

  • julio

    Discordo do “colega” em TODOS os pontos:
    1- O KA POSSUI PROBLEMA ELÉTRICO NO CHICOTE, COMO FOI DESCRITO FARTAMENTE NA IMPRENSA ESPECIALIZADA E POR PROPRIETÁRIOS NO SITE RECLAMEAQUI (basta ler);
    2- A FORD TEVE, A POUCO TEMPO, REVISÕES A CADA 6 MIL KM, TANTO QUE, RECONHECENDO O EXAGERO, MUDOU RECENTEMENTE. PORTANTO, SUA ALEGAÇÃO NÃO PROCEDE;
    3- A REVISTA 4 RODAS É MAIS ANTIGA E IDÔNEA NA ÁREA AUTOMOBILÍSTICA. DUVIDAR DISSO PODE SER DEMOCRÁTICO, MAS NÃO ESTÁ APOIADO EM FATOS. INCLUSIVE A ALUDIDA REVISTA, APÓS MUITOS ANOS TESTANDO VEÍCULOS DE INÚEMRAS MARCAS, REPROVOU O ECOSPORTE QUE, NÃO POR COINCIDÊNCIA, É DA FORD;
    4- A GARANTIA DA HYUNDAI É DE CINCO ANOS (BEM MAIOR DO QUE A DA FORD), TOTAL, E A REVISÕES BARATAS (NO SITE TEM OS PREÇOS). PALAVRA DE QUEM TEVE UM HYUNDAI POR CINCO ANOS E PODE ATESTAR COM FATOS E NÃO SOMENTE COM PALAVRAS;
    5- SEGUNDO A REVISTA AUTOESPORTE (ESPERO QUE ESTA REVISTA SEJA ACEITA), A HYUNDAI É MARCA COM MAIOR ÍNDICE DE SATISFAÇÃO NO BRASIL, SENDO O HB20 DESTAQUE EM VENDAS. NÃO DEVE SER RUIM, NÃO É?!
    6- TOYOTA E HONDA SÃO AS MELHORES MARCAS, TANTO QUE COBRAM CARO POR SEUS PRODUTOS E O BRASILEIRO PAGA. ALÉM DISSO, AS MNT, POR EXEMPLO DA HONDA, SÃO BARATAS, COMO PODE-SE VERIFICAR EM SUAS TABELAS. POR EXEMPLO, O NOVO CRV DÁ UM BANHO NOS OUTROS SUV’S EM EM TERMOS DE PREÇO DE MNT E NADA DEVE EM SEGURANÇA NA VERSÃO TOP EXL (6 airbag’s, controle estabilidade, etc..), SÓ NÃO VENDE MAIS POR Q. É IMPORTADO DO MÉXICO, COM PEQUENAS COTAS;
    7- Em tempo: não participo de nenhum “Clube/Forum” de determinado carro, não sou sócio ou funcionário da Hyundai e meu interesse apenas é de, com isenção, dar minha opinião no sentido de colaborar com os demais, e vou continuar assim. Abraço

    • Clayton Martins

      Julio, ao contrário de muitos aqui, uso esse sítio e outros blogs e fóruns de discussão com o intuito de trocar ideias, de forma educada, madura e equilibrada.
      Meu intuito ao discordar de seu comentário não foi e não é o de convencê-lo de que você está errado. Pela total ausência de conhecimento sobre o mercado e sobre a paixão evidente em suas palavras, ficou claro que se trata de mais uma opinião passional e desarrazoada, pra não dizer pueril.
      Quanto a seus últimos comentários, vou respondê-lo, sucintamente:
      1- Defeito em chicote elétrico é necessariamente causa de incêndio? Então o HB20 precisa de recall, pois no próprio reclameaqui, por você citado como referência, constam inúmeros relatos de defeito no chicote elétrico. ou você só pesquisa os defeitos do carro que você quer queimar (literalmente)?;
      2- A garantia da Ford exigia revisões a cada 6 meses e não a cada 6.000km rodados. Uma pesquisa de 3s numa ferramenta de busca é suficiente para obter essa informação;
      3 – Nenhum produto fabricado em série, aos milhares, está livre de defeitos. Qualquer criança alfabetizada é capaz de compreender isso. Logo, por inferência, não é aceitável que a análise de uma unidade sirva para qualificar um grupo de milhares de itens. Tomo por exemplo a minha irmã, proprietária de um Honda Fit que apresentou em menos de 40.000 km rodados: defeito na caixa de direção, defeitos nos rolamentos traseiros, desalinhamento das portas do lado do motorista e barulhos internos. Imagine que ao invés de minha irmã a Revista Quatro Rodas tenha pego esse carro para fazer seu inquestionável teste de longa duração. Poderia a Quatro Rodas “reprovar” o Fit?
      4 – Com relação à garantia da Hyundai, segue cópia literal do Termo de Garantia disponibilizado no sítio do citado fabricante:

      VI – Condições Restritivas na Cobertura da Garantia
      A. Para as peças de manutenção normal, a Hyundai concede uma garantia de
      acordo com os períodos abaixo identificados, contados a partir da data da venda
      do veículo ao primeiro proprietário e desde que o defeito apresentado pelo
      componente seja comprovadamente decorrente de falha de material.

      1. Cobertura de 1 (um) ano ou até 20.000 (vinte mil) km, o que
      ocorrer primeiro para:

      Componentes como buchas de borracha, bieletas;
      Coxins de motor e câmbio;
      Lonas, pastilhas, tambores e discos de freio;
      Platô, disco e rolamento de embreagem;
      Palhetas do limpador de para-brisa;
      Lâmpadas em geral;
      Bateria (a peça de reposição terá a garantia do próprio fabricante);
      Velas e fusíveis em geral,
      Correias (dentada, ar condicionado, distribuição, alternador e direção
      hidráulica);
      Elementos filtrantes;
      Defeitos de pintura;
      Para-brisa, desde que o defeito apresentado seja comprovadamente decorrente
      de acomodação no alojamento da carroceria do veículo;
      Carga de gás.

      2.Cobertura de 2 (dois) anos ou 40.000 (quarenta mil) km, o que ocorrer primeiro para:
      Rádio, CD, MP3, DVD;
      iPod, Bluetooth;
      Alto-falantes, twitter;
      Amplificadores;
      Disqueteira;

      /b>Cobertura de 3 (três) anos sem limite de quilometragem para:
      Amortecedor, molas, batentes e bandejas;
      Sistemas de escapamento: silencioso, catalisador, coletor de escape, etc;
      Estofados e revestimentos internos;
      Vidros (exceto para-brisa)

      Entendeu agora por que tanta gente está entrando com ação judicial contra essa mentira?

      Com relação aos demais pontos, nego-me a refutá-los, tamanha é a “apaixonite”demonstrada nos comentários.
      Encerro aqui aconselhando ao colega que procure ler e se informar antes de postar bobagens na internet. A leitura ajuda o ser humano a desenvolver seu senso crítico.

      • Claudecir Mees

        Clayton, estava entre o HB20 e Ford ka 1.0 depois de ler o termo de garantia vou de KA.
        Obrigado pelo bom senso.

        • Clayton Martins

          Disponha, amigo. Seria ótimo que as pessoas usassem o fórum para trocar informações confiáveis, ao invés de perder tempo escrevendo falsas verdades.

  • Thiagusss

    por acaso não é o mesmo recall que a GM deveria ter feito e agora está pagando indenizações milionárias?

    http://economia.terra.com.br/carros-motos/fundo-de-indenizacao-da-gm-faz-primeiras-ofertas-a-vitimas,6a6baba2a1da8410VgnCLD200000b1bf46d0RCRD.html

  • Thiagusss

    por acaso não é o mesmo recall que a GM deveria ter feito e agora está pagando indenizações milionárias?

  • Alexandre Maciel

    Um fato incontestável: controle de qualidade passa longe e muito da Ford. Como proprietário de veículo da marca, vejo claramente que eles preferem desovar os veículos fabricados e minimamente inspecionados, ao passo que os problemas das unidades devem ser resolvidos pelas concessionárias ou aceitos passivamente pelos clientes.

    A marca tem bons veículos mas esse tipo de postura não fideliza o cliente. Não tenho queixas contra a concessionária onde faço revisão. Aliás, não fosse ela eu já teria me desfeito do carro. Mas a Ford, em si, pouco se incomoda com a opinião do cliente. Um caso bem recente é o alarme do New Fiesta, problemático, inservível e, até então, ponto de um problema absolutamente desprezado pela marca.

    Na próxima eu permaneço na Honda (usado como meu veículo anterior).

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Send this to a friend