Europa Hatches Preços Volkswagen

Novo Golf 2020 parte de 27.510 euros na Alemanha

Novo Golf 2020 parte de 27.510 euros na Alemanha

O Novo Golf 2020 chegou ao mercado europeu. O hatch médio da Volkswagen, agora em oitava geração, começou a ser vendido na Alemanha com preços a partir de € 27.510, o que é equivalente a R$ 125.992.


Esse é o preço da versão Life com propulsor EA211 1.5 TSI de 130 cavalos e 20,4 kgfm. O Novo Golf terá preços ainda mais baixos, começando antes de € 20.000, o que dá em torno de R$ 91,6 mil.

Deve-se lembrar que o Golf 8 tem motorização a partir do 1.0 TSI de 115 cavalos, mas ainda assim, numa conversão direta para o real, ele parece bem próximo da proposta de preço que tinha por aqui.

Acima da versão Life, a Volkswagen vende as opções Style e R-Line, porém, de série, o Novo Golf dispõe de vários itens de conforto e segurança, bem como cluster digital.


Novo Golf 2020 parte de 27.510 euros na Alemanha

Faróis e lanternas em LED, serviços online e pacote de segurança completo chegam de fábrica. O VW Golf 2020 ainda apresenta tecnologias avançadas, como a Car2X, que permite ao carro se conecta ao sistema de gerenciamento de tráfego das cidades, recebendo informações sobre o movimento do trânsito e o fechamento de semáforos.

Nessa versão Life, o Golf alemão vem com rodas de liga leve aro 16 polegadas, multimídia Discover Media, leitor de placas, comandos de voz, volante e alavanca em couro, Google Android Auto e Apple CarPlay via wireless, carregamento indutivo de smartphone, faróis adaptativos, entre outros.

Além dos motores EA211 1.0 TSI de 115 cavalos e 1.5 TSI de 130 cavalos, o Novo Golf 2020 tem ainda opção de 1.5 TSI com 150 cavalos e 25,5 kgfm, bem como diesel 1.5 TDI com 115 cavalos. As propostas possuem câmbio de dupla embreagem DSG de sete marchas, além de manual com seis.

No próximo anos, a Volkswagen começa a vender a versão R-Line com propulsão híbrida plug-in, que tem o mesmo conjunto motriz do Golf GTE anterior, que é vendido no Brasil por R$ 199.990. O novo GTE tem 245 cavalos ante 204 cavalos atuais.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • L.M.

    Como não tem mais o que inventar em design, parece que a moda agora é criar desenhos controversos, do tipo ame ou odeie.

    • MarcosGojira

      Acredito que a única que vai na contramão dessa teoria (por enquanto) é a Kia.

  • El Gato!

    Então o 1.0 TSI não será vendido na Alemanha? Será apenas para outros mercados? Ou chega depois por lá? O texto não deixa isso claro.

    • Alfredo Araujo

      “O Novo Golf terá preços ainda mais baixos, começando antes de € 20.000, o que dá em torno de R$ 91,6 mil.Deve-se lembrar que o Golf 8 tem motorização a partir do 1.0 TSI de 115 cavalos”
      .
      Só faltou ler o texto… rs

      • El Gato!

        O primeiro parágrafo menciona um país, já o segundo não menciona nenhuma região específica, proporcionando a dúvida.
        Como não agregou nada, seu comentário foi irrelevante.

    • Natán Barreto

      Vai chegar depois. Tão lançando as versões top e intermediária antes. Geralmente se faz isso pra que as vendas das versões mais básicas não ofusquem as vendas da top. Só lançam o de entrada quando os outros já estão mais estabelecidos. Aqui tbm acontece isso

  • Joao Victor

    Salário minimo na Alemanha é de 1.500 euros, um golf é mais barato para os alemães do que um mobi sem ar é para os tupiniquins, esse país não tem jeito…

    • Matthew

      Hahahaahhaha tinha CERTEZA que ia aparecer um comentário desses. Sim, na Alemanha até vendedor de salsicha pode comprar o Golf, afinal as finanças domésticas das pessoas em qualquer lugar do planeta se resume ao automóvel.

      • th!nk.t4nk

        Bom, pra ser franco o dono do Kebab perto de casa tem um Q7 hehe. Mas como você disse, tem que considerar o custo de vida total do sujeito. Moradia, por exemplo, é muito mais caro na Alemanha. Pago o equivalente a mais de 7 mil R$ por um apartamento de 70 m², fora da região central. Carro e supermercado são bem acessíveis. Imposto de renda é alto. Imposto sobre produtos é baixo. E assim vai. Depende muito do estilo de vida de cada um.

        • A título de curiosidade, você que mora na Alemanha, um trabalhador que ganha 2000 euros tem quanto descontado de impostos? Já vi vídeo no YouTube informando que um salário de 1500 possui desconto na faixa de 600 euros. Salário bruto nem sempre corresponde a realidade.

          • th!nk.t4nk

            Varia com o estado, se é casado, se tem filhos, etc. No meu estado (Bavaria), pra alguém que ganha 2000 paga 400 € de imposto de renda se for casado, e 600 € se for solteiro. Tem que lembrar outra coisa: na Alemanha dá pra pedir muito retorno de impostos, dependendo da sua profissao. Exemplo: se você usa o carro pra trabalhar, pode pedir de volta todo o imposto que pagou com combustível durante o ano. Outra coisa é que educação é universal (“gratuita”) desde a creche até um doutorado, e o plano de saúde do governo é excelente (nao precisa pagar nada à parte, nem medicamentos). Recebe também dinheiro por cada filho que tem (aqui na Bavaria são quase 500 € de ajuda do governo durante os 2 primeiros anos de vida da criança, e depois 200 € até teu filho terminar a faculdade ou completar 18 anos). Colocando tudo na balança, sai um pouco mais barato do que o custo de vida no Canadá, segundo meus colegas que são de lá (sempre um bom exemplo porque é um país altamente semelhante em termos de qualidade de vida). Só tem que ver bem os salários, porque em algumas regioes é mais baixo (ex: na antiga parte oriental do país). Em Munique por exemplo chegam a pagar em torno de 50% mais em relação a Berlin, dependendo da área. Stuttgart e Frankfurt também têm ótimos salários.

            • Sino Weibo

              Que IR alto, mas tem alguma faixa que é isenta? Ou isso non ecxiste por ae?

              • th!nk.t4nk

                Até 750 €/mês é isento. É recolhido alguma coisa na fonte, mas eles devolvem tudo no acerto do IR depois.

            • MarcosGojira

              Onde moro, em Toronto, o custo de moradia também pesa demais no bolso, quando pagava aluguel era 1600 CAD por 50m2.
              Os serviços públicos e alimentação são bem em conta. Gasolina fica o ano todo a média de 1 dolar per galon e etc.
              Recentemente dei meu velho Infinity Fx50 em um Lincoln Navigator pagando o restante em 36 sem juros.

            • Junio Tavares Silva

              Muito esclarecedor seu comentário, se for colocar na ponta do lapis, você acaba recebendo o imposto pago em benefícios, como saúde, educação e infraestrutura, e essas coisas são caras né!

    • Certa vez vi um vídeo no YouTube e se não me falha a memória o trabalhador que ganha 1500 euros na Alemanha deixa mais de 600 euros para o governo, lógico que saúde e educação é gratuita, mas salário bruto nem sempre é o que de fato é.

    • Samuel Jesus de Sousa

      Kkkkkkk poxa vida como os alemães que ganham tudo isso só não andam de Porsche, BMW? Por que será que tem muitos que possuem carros muito velhos?

      • th!nk.t4nk

        Curiosidade: moro numa das maiores cidades do país e as marcas mais vendidas aqui são, na ordem: BMW, Mercedes e Audi. A VW só aparece em quarto lugar. Agora, Porsche é outro nível. Tem bastante, mas não é pro bico de qualquer um. Outro detalhe: nem sempre os modelos premium são super equipados. Tem muito Audi com banco de tecido e motor 1.5. Tem Mercedes que anda com roda de ferro no inverno (os de frota geralmente, pra facilitar a troca por rodas com pneus de inverno, assim o carro não fica parado mais do que alguns minutos).

      • Sino Weibo

        Os carros muito velhos alemães são exatamente BMW, Mercedes e Porsche kkkk

  • Penso que o título deveria ser corrigido, pois na verdade parte de 20 mil euros, se o de 27 mil euros será entregue antes, ai é outra história.
    Bacana é o pacote oferecido desde a versão de 20 mil euros.
    Uma pena essa frente tão feinha.

  • Achei caro até para o padrão europeu.

    • th!nk.t4nk

      Preço de lançamento é sempre assim. Num par de meses as versoes de entrada vão estar disponíveis na mesma faixa do antigo (18-19 mil €). Mas daí com certeza sem faróis adaptativos de LED, carregamento indutivo, com acabamento mais simples, motor 1.0 TSI, etc. O que sei que vão manter é a comunicação C2X (veículo-a-veículo e veículo-a-infraestrutura). Isso é algo que até então era restrito aos veículos premium, e vai ajudar a melhorar bastante o trânsito. Exemplo: se acontece um acidente logo após uma curva, o veículo acidentado começa imediatamente a mandar um sinal eletrônico de sinalização. Os carros que se aproximam recebem este sinal e já fazem pré-carga do freio, dão alertas visuais e sonoros pro motorista, e se necessário iniciam frenagem automática (o ACC vai reduzindo progressivamente a velocidade na aproximaçao, tal como se fosse um cruzamento ou rótula). Agora imagina: o Golf é o carro mais vendido no continente, logo o potencial pra melhorar a segurança ativa em larga escala é enorme. É esse tipo de “detalhe” que deveria interessar até mais que a mudança no desenho do carro, mas passa batido nos fóruns porque tá todo mundo só interessado em falar do formato do farol.

      • Alexandro Vieira Lopes

        não se esqueça de alugar um golf g8 e falar as impressões ao dirigir, acabamento, equipamentos, ….

  • Vinicius

    Está com cara de face lift.

  • Junio Tavares Silva

    Achei o golf 7 mais bonito, claro que gosto não se discute ne!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email