Hatches Lançamentos Volkswagen

Novo Golf nacional é apresentado pela Volkswagen – Preços começam em R$ 74.590

novo-golf-nacional-1-700x466 Novo Golf nacional é apresentado pela Volkswagen - Preços começam em R$ 74.590

O Novo Golf agora é nacional e chega com algumas novidades em relação aos anteriores germânico e mexicano. Disponível nas versões Comfortline, Highline e GTI, o hatch médio da Volkswagen pretende partir para cima dos rivais feitos na região. Os preços começam em R$ 74.590.



Feito novamente em São José dos Pinhais/PR, o modelo chega com motor EA 211 1.6 16V Flex de 110/120 cv a 5.750 rpm e 15,8/16,8 kgfm a 4.000 rpm na versão Comfortline. Na versão manual, o Novo Golf 1.6 MSI vai de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos e tem velocidade máxima é de 188 km/h (dados com E100). Já na versão automática, a velocidade máxima de 184 km/h é alcançada em quinta marcha e a aceleração de 0 a 100 km/h é realizada em 11,6 segundos (dados com etanol).

novo-golf-nacional-1-700x466 Novo Golf nacional é apresentado pela Volkswagen - Preços começam em R$ 74.590

Outra opção é o 1.4 TSI Flex de 150 cv a 4.500 rpm e 25,5 kgfm a 1.500 rpm (gasolina/etanol) na Highline. Assim, ele acelera de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos e alcança 209 km/h de velocidade máxima (dados com etanol). Com a transmissão automática, os números (também com E100) são de 8,6 segundos e de 204 km/h, respectivamente.

Por fim, o EA888 2.0 com 220 cv a 4.500 rpm e 35,7 kgfm a 1.500 rpm para o esportivo GTI, que assim faz de 0 a 100 km/h em 7,2 segundos e tem velocidade máxima de 237 km/h. A transmissão pode ser manual de cinco ou seis velocidades, respectivamente Comfortline e Highline, além de automática Tiptronic de seis marchas nas duas versões. O GTI usa de série a dupla embreagem DSG, também com seis marchas.

novo-golf-nacional-1-700x466 Novo Golf nacional é apresentado pela Volkswagen - Preços começam em R$ 74.590

De série, o Novo Golf nacional vem com sete airbags, controles de tração/diferencial/estabilidade, assistente de partida em rampa, frenagem pós-colisão, IOsofix, farol de neblina com função curva, entre outros. Destaque também para as multimídias opcionais com Car Play, Android Auto, MirrorLink e AppConnect.

A Composition Media tem tela de 6,5 polegadas e está disponível de série nas versões Comfortline e Highline, que opcionalmente podem ter a Discover Media com AppConnect e navegador com MapCare (também oferecida no GTI). Já a Discover Pro tem tela de 8 polegadas, DVD e HD de 60GB, sendo oferecida opcionalmente apenas no Highline e GTI.

novo-golf-nacional-1-700x466 Novo Golf nacional é apresentado pela Volkswagen - Preços começam em R$ 74.590

Confira abaixo versões e preços do Novo Golf brasileiro:

• Golf Comfortline 1.6 MSI – R$ 74.590
• Golf Comfortline 1.6 MSI Tiptronic – R$ 79.990
• Golf Highline 1.4 TSI – R$ 91.290
• Golf Highline 1.4 TSI Tiptronic – R$ 96.690
• Golf GTI 2.0 DSG – R$ 117.690

novo-golf-nacional-1-700x466 Novo Golf nacional é apresentado pela Volkswagen - Preços começam em R$ 74.590

Confira abaixo os itens de cada versão do Novo Golf brasileiro:

Comfortline – Direção elétrica, ar-condicionado, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico e função “um toque”, sistema de infotainment “Composition Media” com tela sensível ao toque de 6,5”, travamento central por controle remoto e rodas de liga leve de 16”, freio de estacionamento com o sistema “Hill Assist”, sensores de aproximação de obstáculos na dianteira e na traseira (“Park Pilot”) e retrovisores externos com ajuste elétrico, aquecíveis, com luz de seta integrada (side blinker) e função “tilt down”.

novo-golf-nacional-1-700x466 Novo Golf nacional é apresentado pela Volkswagen - Preços começam em R$ 74.590

Highline – Ar condicionado digital Climatronic (com duas zonas de resfriamento), bancos de couro, lanternas de LED, volante multifuncional com controles do computador de bordo e dos sistemas de som e telefonia, sensores de chuva e de luminosidade com “Coming Leaving & Home”, modos de condução: Eco/Normal/Sport/Individual, Start-Stop e paddle shifts na versão automática. Entre os opcionais, destaque para faróis bi-xênon, sistema de proteção Pró-Active (acionamento de vidros e cintos em capotamento), ACC Front Assist (controle de cruzeiro adaptativo), City Emergency Brake (frenagem automática de emergência), FLA (faróis adaptativos) e Park Assist 2.0 (entra e sai de vagas paralelas ou perpendiculares).

novo-golf-nacional-1-700x466 Novo Golf nacional é apresentado pela Volkswagen - Preços começam em R$ 74.590

GTI – Itens do Highline mais pinças de freios exclusivas na cor vermelha e lanternas traseiras com iluminação em LED, assim como ponteira do escapamento, (uma à direita e outra à esquerda) com “design GTI”. Também de série no Golf são as rodas de liga leve aro 17 – “Brooklin” com pneus 225/45 R17.O esportivo ainda tem como novidades as novas rodas aro 18 com pneus 225/40 R18 diamantadas e opção de som Fender com subwoofer e 400 watts de potência.

novo-golf-nacional-1-700x466 Novo Golf nacional é apresentado pela Volkswagen - Preços começam em R$ 74.590

De série também é o acabamento em tecido Xadrez Clark (grafite). O ESC Sport é um item a mais, que permite mais liberdade do motorista em condução esportiva, desativando não só o controle de tração, mas logo em seguida o de estabilidade. Tudo feito no menu CAR. Entre os opcionais, o pacote Sport inclui bancos em couro Vienna, rodas aro 18 e banco do motorista com ajustes elétricos.

Galeria de fotos do Novo Volkswagen Golf 2016:

COMPARTILHAR:

292 Comentários

Clique aqui para postar um comentário
      • O pé de boi é sofrível mesmo. O GTi ainda dá um disfarçada com os faróis mais bonitos

        • Sim, falo do basicão da matéria. Mas não nego que mesmo ele é uma opção razoável dependendo do preço a ser praticado nas concessionárias.

        • O GTI tem os mesmos faróis do pé de boi, pra ti ter o faróis mais bonitos tu tem que colocar pacote de opcionais e ai, a facada é profunda.

          • Eu achava que tinha aquele farol lindo com os LEDs, então é tudo com farol de gol mesmo.

            • Farol baratim de 15k…isso se não sofreu aumento. o GTI já custa 118k com mais 15k de farol…. 133k para não ter um GTI com cara de Gol

              • Fanjos, eu estou por fora dos assuntos mas ví um GTI 2015 numa concessionária do DF por R$150.000,00.

    • Golf Comfortline 1.6 MSI Flex (Manual) – R$ 74.590 (era R$ 76.790 com 1.4 TSI)

      Golf Comfortline 1.6 MSI Flex (Aut.) – R$ 79.990 (era R$ 83.290 com 1.4 TSI e DSG)

      Golf Highline 1.4 TSI Flex (Manual) – R$ 91.290 (era R$ 85.790, a gasolina)

      Golf Highline 1.4 TSI Flex (Aut.) – R$ 96.690 (era R$ 92.290, a gasolina e DSG)

      Golf GTI 2.0 TSI (DSG) – R$ 117.690 (era R$ 114.990)

      • Golf 1.6 com preço de 1.4 TSI….bom negócio, é um 1.6 e nao um 1.4…(ironic mode on)

      • Eu lembro quando o Golf 7 foi lançado no Brasil, o 1.4 TSI custava R$ 67.000,00 e pouco.

        • Highline alemão! E eu já achava caro. Como pode não tem limite a cara de pau nesses preços. E como povo continua comprando?!

    • Não, peraí, para tudo!
      Golf com motor 1.6 aspirado, câmbio manual, eixo de torção na traseira, bancos de pano comum, sem teto, sem xenon, sem vários outros itens, por quase 75 MIL REAIS???
      Endoidaram? Quem vai comprar isso?

        • Faz sentido a tática da VW. Enquanto os carros populares diminuem as vendas (principalmente os VW), os carros com preços nessa faixa vendem bem, como o Corolla, Renegade e HR-V, porque os consumidores da classe que compram esses veículos estão sofrendo menos com a crise.

        • Hahaha não vai mesmo! O segmento dos hatchs está sendo engolido pelos Suvs compactos e a VW me apronta uma merda dessas? Vai vender nada!

      • Caro pra caramba. Mas fui olhar o Focus, e a versão de entrada é mais pelada que o Golf de entrada… Não é só a VW, todas estão subindo bastante o preço dos carros. Energia subiu mais de 50%, o dólar praticamente dobrou… É isso aí, não tem como ficar barato não.

      • O mesmo tipo de pessoa que compra o Focus SE plus capado em segurança por 77 ou o Renegade por 75 também capado em segurança.

    • Não acho. Basicamente, é só o motor/câmbio, que, inclusive, é montado no A3 2.0. A base do carro é a mesma. Sei q tem mudança no tamanho dos discos de freio e carga dos amortecedores, mas é basicamente isso a grande diferença.

        • Depende de como os DSG vão se comportar, se realmente forem problemáticos, vão virar bombas como o finado 1.6 SR que já equipou o Golf.

          • Por que o 1.6 SR virou bomba?
            A manutenção era praticamente a mesma do 1.6 EA111, sem contar que era um motor bem mais econômico (tive os 2).

            • Não estou dizendo que o 1.6 SR é ruim. Bomba ou PT, também, é gíria para carro ruim de vender e o povo não gosta desse motor, pelo menos aqui no Goiás.

              • Entendi.
                As unicas coisas que achava melhor no EA111 (em comparação ao SR) era o câmbio mais macio, a frente mais alta e um pouco mais de força em baixa. De resto, considerava o 1.6 SR um pouco melhor: mais rápido, consumo melhor (há que considerar que não era flex), motor mais silencioso e girador. Se não me engano, havia uma diferença de volume de óleo que ia no motor (acho que era 5L no SR contra 4L no EA111), mas tal diferença era mínima…

            • Simplista demais seu argumento. O motor com bloco de em alumínio e quase todas as suas peças são de origem alemã ou seja, uma bomba em caso de uma manutenção mais profunda hoje em dia. Não dá para comparar com a família EA 111.

              • Por causa de comentários como o seu que a VW coloca motor 1.6 aspirado no lugar do 1.4 T, câmbio automático no lugar do DSG, suspensão de eixo de torção no lugar da multilink e, apesar disso tudo, ainda aumenta o preço. Parabéns consumidor padrão VWB! Aplausos!

                  • É, realmente tem gente que se contenta com pouco né, fazer o que.
                    O Golf trocou o 1.6 SR (r/l de 0,22) pelo EA111 (r/l 0,31), mesmo motor que Gol, Polo, Fox e Saveiro, acha que foi pensando em melhor eficiência ou pra reduzir custo? Se fosse por eficiência o A3 1.6 nacional teria mudado também mas não foi o que aconteceu…
                    Vendi meu Golf 1.6 SR 2001 (com Airbag duplo e ABS de série) com 130 mil km e sem nenhum problema no motor. Deu problema em acabamento e suspensão, mas motor e câmbio estavam intactos.

              • O 1.6 16 v é feito no Brasil. A maioria de suas peças não são imoortadas assim vomo as do TSi também não.

        • Carro nenhum valoriza, muito menos um usado. O que pode acontecer é ele ter uma melhor aceitação e, se for o caso, perder valor menos rapidamente.

          • Esqueceu quando a Tracker subiu mais de 10k em um intervalo de meses e possibilitou a quem comprou antes do aumento, revender a pick-up por um preço acima do que comprou?

            • Anomalias de mercado podem acontecer, mas não é a regra. De qualquer modo se a pessoa vendesse a Tracker dela e quissesse comprar uma nova, ela teria que desembolsar mais pela nova em relação ao preço de venda de sua velha.

  • Bom, a lista de equipamentos ta bem completa e o desempenho do 1.6 (pelo menos no 0-100km/h) é bom. Ta até melhor do que eu esperava.

    • A versão com câmbio manual o desempenho deverá ser satisfatório, mas com câmbio automático deve ficar devendo.

    • Como carro de entrada não deve ser ruim mesmo não, mas tudo depende de uma coisa: preço.
      Vai custar menos que 70 mil?

        • Golf Comfortline 1.6 MSI Flex (Manual) – R$ 74.590 (era R$ 76.790 com 1.4 TSI)
          Golf Comfortline 1.6 MSI Flex (Aut.) – R$ 79.990 (era R$ 83.290 com 1.4 TSI e DSG)
          Golf Highline 1.4 TSI Flex (Manual) – R$ 91.290 (era R$ 85.790, a gasolina)
          Golf Highline 1.4 TSI Flex (Aut.) – R$ 96.690 (era R$ 92.290, a gasolina e DSG)
          Golf GTI 2.0 TSI (DSG) – R$ 117.690 (era R$ 114.990)

    • Olhe..eu nao acredito muito nesses números da VW. Tem médios com motor maior, mais potência e torque pesando o mesmo quase, que nao fazem esse 0 a 100. Também há até alguns compactos bem mais leves que nao chegam nessa marca divulgada. Há que esperar os testes de revistas

      • Se até o Blog dos doentes por VW falou que é uma decepção total( mas pelo menos não leva multa de excesso de velocidade, segundo eles!!) é porquê a coisa tá feia..

    • Amigo, esses dados de desempenho são da VW, eu só vou acreditar quando realmente testarem ele.

        • O Fox chega em 10s no álcool, mas tem 120kg a menos que o Golf. O Golf 1.6 deve ficar por volta de 11s no álcool e 12s na gasolina (12s é tempo de Uno 1.4), mas a experiência do motor do carro vai ficar mais perto de um Gol/Uno do que de um médio, pois o carro só anda acima de 4000rpm. Reduções no Golf, agora só de marchas…

    • Vamos aguardar os comparativos com Focus e Cruze..Mas não prevejo boas noticias para esse Golf 1.6( pelo menos contra o Focus, já que o Cruze é meio marmota também)…

    • E vc acreditou nesse 0-100 da VW? Pode ter certeza que será 1,5 a 2s mais lento.

  • O choro nos comentários será grande, mas que o carro continua muito completo mesmo na versão comfortline não há dúvidas. E o melhor, não houve retirada de itens de segurança. A substituição do conjunto motriz não nessa versão mais básica alinha com as opções existentes no mercado. EU não deixaria de levar um Golf por isso, se fosse comprar um hatch médio desse valor.

    • Qual valor? 80 a 90 mil? Era esse preço com câmbio dsg, motor tsi e suspensão independente

      • Esperemos sobre os valores oficiais. Mas não se esqueçam de contar com a perda de poder de compra da moeda. 70000 há dois anos não são 70000 hoje.

        • Sim, tem isso, mas também temos que levar em consideração que quando ele foi lançado, ele pagava imposto de importação, IPI cheio, e além disso tinha o custo do frete da Alemanha para cá.
          Hoje não há imposto de importação, não há custo de transporte entre os países, e nem o super IPI, então fica difícil justificar um aumento por exemplo no TSI manual de 67990,00 para 91291,00, é um aumento de 34% em cima do preço do lançamento.
          Sem falar que perdeu freio de estacionamento elétrico, suspensão traseira independente e o câmbio mais moderno nas versões automáticas.

          • Não defendo empresa alguma (se me pagassem um bom $ quem sabe…), mas sua conta é deturpada porque o dólar estava pela metade do que hoje quando o Golf alemão foi lançado. Fora isso os custos brasileiros podem ser até maiores que na Europa, dada a nossa baixa produtividade e alta inflação. E sendo um exportado o Golf não pagava impostos na Alemanha, que tributa com o IVA diretamente o consumidor. Enfim, essa discussão não leva a lugar nenhum além do ponto que estamos mais pobres do que antes.

            • Não pagava IVA na Alemanha, mas para a VW importar ela tem que pagar imposto de importação, ou tu acha que existe com a Alemanha um acordo igual tem no mercosul?
              A linha de montagem do novo golf é nova, a própria VW alardeou que a modernizou para aumentar a produtividade, inclusive com diminuição em 30% no consumo de energia.
              E quanto ao dólar, essa é uma variável que deve ser levada em consideração mas não sabemos o quanto, a VW nunca falou que o Golf e o A3 estão sendo feitos em CKD onde as peças são importadas e o carro é apenas montado aqui, então o quanto realmente a variação cambial reflete no valor total do veículo?
              Pra mim é muito simples, quando valia a pena importar, importavam e lucravam (sim lucravam por que o preço que muitos diziam que lá fora era igual o daqui, na realidade era o valor em CC não o de fábrica que é o que a VW BR tinha que pagar quando importava o carro mais os custos de importação), agora é melhor produzir aqui, logo pararam de importar para continuar ganhando, e de quebra tiraram conteúdo do carro e subiram muito o preço.

            • Em 2013, quando o Celer chegou, ele custava 36k, e hoje ele parte de 37k na tabela, tanto que em uma promoção chegou a ser vendido a 35k a pouco tempo. A fábrica é nova e a produtividade ainda é muito baixa. Porquê com o Golf seria/foi diferente !?

              • A Chery não pode se dar ao luxo de aumentar tanto os preços, atualmente ela não pode bater de frente com as marcas já estabelecidas né… Tem que apertar as margens pra tentar ganhar mercado.

                • E a VW não pode ser dar o luxo de deixar a margem de lucro aiir num é mesmo !?… aff…

                  • Isso aí. Se eu fosse o presidente, também não deixaria. Tem nome e market share, não precisa apertar a margem antes dos outros.

            • Apesar de todos esses fatores conjunturais uma empresa como a VWB não está totalmente na mão do câmbio e da inflação. Essa majoração está muito além destes “custos”, estando muito mais relacionada à uma estratégia de posicionamento do produto no mercado. Por mais que os custos de produzir no país sejam supostamente maiores (devemos lembrar que a alta cotação do câmbio faz da nossa mão de obra mais barata), a capacidade que ela terá de absorver lucro será muito maior também. Então não é nenhuma caridade dela.

          • O imposto de.importação e o Suoer IPI foram convertidos em créditos para a VW apkicar aqui. “Benesses” da inovar auto. 67 hoje é preço e Fiesta que aumentou no mesmo padrão é já era nacional. Mas o 1.6 com equipamentos deveria custar 72(economia na suspensão) o Focus SE+ custa 76 e não tem metade dos equipamentos. A diferença entre o Confortline 1.0 e o Highline 1.4 tsi é grande dava para ter outra versão entte os dois.

            • Ou seja, se havia créditos para aplicar aqui, então o lucro da VW era maior ainda.
              Eu não acredito na conversa de alguns de que ela estaria trazendo o carro por menos do que custava para se firmar no mercado, montadora de automóveis não é fabricante de video game que perde na venda do console no lançamento mas que vai recuperar e com folga na venda de games.

              • Perder dinheiro claro que não, nosso dinheiro é que vale menos o mesmo carro que em 2013 custava 68(se não maos ou menos o mesmo valor em conversão direta na Alemanha 28 mil euros. Hoje na mesma conversão seria por mais de 100 mil reais. Por mais que esteja caro frente ao 1.4 Tsi(2 mil de desconto é pouco pela perda do motor e suspensão). Custa menos e é mais equipado que o Focus 1.6SE+. Um grande erro foi não colocar o 1.0TSi com 125 cv no etanol. O impacto negativo seria menor.

              • O lucro não era maior ela recolhia os impostos mas viravam créditos, para a importação de máquinas e afins. Isso aconteceu com todas que nacionalizaram seus.produtos como a BMW e agora a MB. Mas talvez por isso algumas pessoas acharam que ela perdia dinheiro. Isso não existe. Se existisse a concorrência teria processado a VWB.

        • Pelo que entendi na matéria os valores oficiais são os que estão declarados na notícia, já que o carro foi lançado hoje. Haveriam outros preços?

      • Não tem como defender a VW com esses preços:

        Golf Comfortline 1.6 MSI Flex (Manual) – R$ 74.590 (era R$ 76.790 com 1.4 TSI)
        Golf Comfortline 1.6 MSI Flex (Aut.) – R$ 79.990 (era R$ 83.290 com 1.4 TSI e DSG)
        Golf Highline 1.4 TSI Flex (Manual) – R$ 91.290 (era R$ 85.790, a gasolina)
        Golf Highline 1.4 TSI Flex (Aut.) – R$ 96.690 (era R$ 92.290, a gasolina e DSG)
        Golf GTI 2.0 TSI (DSG) – R$ 117.690 (era R$ 114.990)

    • Quase pelo mesmo preço do 1.4 TSi, me ofereceram um VOLVO V40 T3 automático, por cerca de R$ 96.000,00 (pagando imposto de importação, super IPI na cota excedente, etc..), muito mais bonito , exclusivo, etc.. Sem o mimimi de que a revisão e o seguro são caros pois temos em casa um XC60 para comparação, e está na média das SUVs do mesmo porte , inclusive de modelos inferiores da concorrência.. Qual dos dois vc levaria se fosse comprar um hatch médio?

  • o Novo Golf 1.6 MSI vai de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos

    me engana que eu gosto…

    • ué! Falaram a verdade em relação ao desempenho da 1.4 tsi e 2.0tsi, por que mentir na 1.6msi?

      • O 1.4 TSI MT pesa 1218 kg. Bem leve, por ser uma plataforma moderna, ao contrário do Focus que sofre mais com o 1.6 por ser “gordinho”.

        • Nossa, eu achei que ele pesaria aproximadamente uns 1300 , mas é bem leve e não é um carro pequeno, muito bom.

  • Uma coisa não entendi no texto. O GTI vai ter duas versões, Confortline e Highline? Para mudar o câmbio eh isso?

    • GTi só tem um versão, tem outras duas versões confortilne 1.6 e highline 1.4 TSi

    • “…A transmissão pode ser manual de cinco ou seis velocidades, respectivamente Comfortline e Highline, além de automática Tiptronic de seis marchas nas duas versões. O GTI usa de série a dupla embreagem DSG, também com seis marchas….”

      Acho que vc se refere a essa parte, realmente ficou confuso ai, mas quer dizer que manual de 5 na versão comfortline(1.6 16v). Manual de 6 na Highline (1.4tsi) ambas versões com automático de 6 nas duas versões. E na versão GTI(2.0tsi) apenas o DSG com 6

  • Engraçado foi uma “avaliação” em que li que o motor 1.6 é lento, então é “bom para não sofrer multas…” uhauhauhauhauhauhauhauhauhauhauhauhauhauhauha.

    • Esse cara fala muita abobrinha… precisa filtrar muito as coisas que ele fala e o que ele posta no blog dele. Até o freio de mão elétrico do alemão ele deu um jeito de justificar a retirada dizendo que “da muito problema”. Nunca vi tanto fanatismo…

      • Sim..E o mesmo infeliz dono do blog é o tal Carlos não sei o que!! Não engana mais ninguém!!!

    • Já imagino qual site é esse, já até parei de visitá-lo, os caras idolatram a VW e inventam mil desculpas pra defender, engraçado foi eles dizendo que o audi a3 nacional era muito melhor que o importado

    • essa doeu mesmo….tá igual gente dizendo que a lava jato é ruim pois pausa as obras (ora, então deixa roubar???).

      • Pior foi a declaração do demônio de nove dedos: “não há uma alma viva nesse mundo mais honesto que eu”… Essa tem de entrar para a história do mundo como a frase mais hipócrita já dita por alguém..Ou soltem todos os bandidos presos em todas as cadeias do País, pois são injustiçados!!!!

  • Do comfortline de “ontem” (alemão ou mexicano) para o de “hoje” (Brasileiro) é outro carro. Mudou muito (motor, câmbio, suspensão traseira, sem start stop), coisas substanciais. O de ontem era TSI e tinha 25 de torque e o de hoje 16. Outro automóvel.
    Quem tiver o de “ontem”e for vender, vai ter que explicar muito , porque daqui a pouco as tabelas de preço devem botar tudo no mesmo bolo.

    • Sim, sim. É, em termos, outro carro. De uma curta época onde poderíamos desfrutar de carros mundiais, feitos para o primeiro mundo. Mas algo deu errado no éden – pausas para rir – e voltamos ao que nunca deixamos de ser: pobres. A moeda nacional naufragou, tanto no valor perante a morda corrente no mundo (o dólar) quanto nos preços internos.

      • Que continuasse a importar então, já que o 1.6 de 110 cv tá “apenas” 2000 mais “barato” que o antigo TSi…

        • Jurandir, acho que a importação estava sendo “relativamente” subsidiada (menos lucro) numa estratégia de entrar com o carro (leia-se vender) até a chegada do nacional. Então não seria uma operação de longo prazo. Quem comprou o alemão ou mexicano comprou, quem não comprou vai pegar algo um pouco pior e mais caro. (mas não podemos esquecer da inflação, que está encarecendo TUDO no país, e carro não seria diferente)

          • Golf Franciscano(franciscoline) Fiat Mobi, Renault Kwid…Quer dizer, a coisa tá nivelando por baixo( e os preços, por cima!!!)

  • GTi sem DSG?
    É serio isso?
    Acho que tem algo errado ai… Até o 0 a 100 do Golf ta estranho, mais lento que o Jetta TSi.

    • “O GTI usa de série a dupla embreagem DSG, também com seis marchas.”

    • Tá estranho mesmo… era 6,5s o 0-100km/h e máxima 244km/h o alemão e o mexicano. Ou foram as rodas 18″ (era 17″) ou amançaram a ECU para gasolina brasileira.

  • Já tem site divulgando os preços onde a Highline manual sai por R$ 91 mil. Quem “investiu” no Highline quando ele chegou é que se deu bem…

  • 0 a 100 do GTI ficou mais lento? Mais lento inclusive que o Jetta TSI ainda com motor de 200 cv?

    Procede?

    • Ou é um número mais realista ou realmente ficou mais lento, e isso é estranho pois manteve motor e caixa igual ao importado.

      • Mas as velocidades finais ficaram piores por causa da altura de rodagem.

        • O GTI teve alteração na altura? Isso não seria só nos carros que perderam a suspensão independente, tipo no A3, onde o 2.0 continua igual ao importado?

          • GTI manteve Multilink ou nem?
            Nem vou ler o texto para não ficar deprimido….só leio os aumentos para rir

  • Êêêê…. tinha esquecido que tbm iriam capar o DSG do Golf… Tava só focando no A3. A suspensão tbm virou eixo de torção? Em comparação com o mexicano, o HIGHLINE ganhou os bancos em couro de série

    • Sim , multlink e DSG só no GTI, Quanto ao highline “ganhou os bancos em couro…” #SQN, subiu quase 4 mil…

  • GTI tá andando igual ao Jetta? Não tá errado isso?
    E o TSI ficou 0,2s mais lento no AT. Golf TSI pra mim agora só se for manual.

    • Também percebi isso do GTI.
      No Golf TSI DSG7, pelos testes da 4R ele bateu os 8,6s igual a este aparentemente, porém, não lembro o tempo divulgado pela VW. Enfim … acho que o desempenho não será problema não.
      Estranho o Highline ter a opção de câmbio manual, lembro que li que era apenas o Tiptronic.
      Também colocar um câmbio de 5 marchas foi pra acabar hein …

  • Segue os preços:

    Golf Comfortline 1.6 MSI Flex (Manual) – R$ 74.590 (era R$ 76.790 com 1.4 TSI)
    Golf Comfortline 1.6 MSI Flex (Aut.) – R$ 79.990 (era R$ 83.290 com 1.4 TSI e DSG)
    Golf Highline 1.4 TSI Flex (Manual) – R$ 91.290 (era R$ 85.790, a gasolina)
    Golf Highline 1.4 TSI Flex (Aut.) – R$ 96.690 (era R$ 92.290, a gasolina e DSG)
    Golf GTI 2.0 TSI (DSG) – R$ 117.690 (era R$ 114.990)

    • Vale considerar a grande desvalorização do real nos últimos meses(anos). O GTI até que aumentou pouco, tendo boa parte de suas peças importadas.

              • Verdade. Viajei na maionese na hora de escrever. Queria escrever algo no sentido de que outros carros não tiveram um aumento tão grande de preço com essa subida do dólar.

            • Falando assim parece que todas as peças são feitas no Brasil e cotadas em Real. Nosso pão é nacional mas quando tem alta do dólar ele encarece também.

    • Agora que eu entendi, os modelos de entrada com motor 1.4 TSI foram trocados pelos 1.6 MSI…. E só lembrando que a Highline custava 68k quando foi lançado, e ainda perdeu equipamentos…

  • Ontem tavam falando em 15 segundos na gasol pro 1.6at, hoje a VW divulga 11 segundos no etanol!

    mmmmmmmmm

  • Quem comprou,comprou
    Quem comprar agora, só lamento

    Sério isso 80 mil em golf 1.6 que mais parece um gol?

  • Pelo menos se manteve bem completo em segurança. O resto dos cortes ficaram no que vinha sendo anunciado. Curioso para ver os preços e uma avaliação do 1.4 Flex com Tiptronic.

    • Golf Comfortline 1.6 MSI Flex (Manual) – R$ 74.590 (era R$ 76.790 com 1.4 TSI)
      Golf Comfortline 1.6 MSI Flex (Aut.) – R$ 79.990 (era R$ 83.290 com 1.4 TSI e DSG)
      Golf Highline 1.4 TSI Flex (Manual) – R$ 91.290 (era R$ 85.790, a gasolina)
      Golf Highline 1.4 TSI Flex (Aut.) – R$ 96.690 (era R$ 92.290, a gasolina e DSG)
      Golf GTI 2.0 TSI (DSG) – R$ 117.690 (era R$ 114.990)

    • verdade. Em termos de segurança, veio bem completo .
      7 a. bags, ESP/c. tração, etc para um carro de 75mil por aqui não está fora do mercado, pelo contrário, está até bem posicionado (repito, de novo, olhando o mercado)

  • esse farol de gol que já vai ser repaginado no golf, não dar pra engolir sinceramente ….eitha Brasil brasleiro …

  • Não vi na matéria sobre o teto solar, é opcional em todas as versões?

  • Feliz é o brasileiro que comprou o alemão. Um pouco menos feliz, mais ainda feliz é o brasileiro que comprou o mexicano. Quem comprar agora não estará sendo “enganado”, mas pagará muito mais caro, por menos produto. Um Highline com DSG e multilink , teto solar e lanternas dianteiras com DRL e traseiras em led alemão ou mexicano virará um produto bem cobiçado no mercado de usados.

    Acho que só quem pode bancar um GTI não sofrerá tanto. Pagará mais, mas não sofre tanto com o downgrade do produto em relação ao 1.4.

    • Vai ser o único caso que uma pessoa comprar o carro e vender mais caro do que comprou (no caso dos felizes proprietários do alemão)

    • concordo que enganado não está sendo. VW mostra no site o que o carro tem e o preço. Compra quem quer. Enganado seria se a VW mentisse nas especificações técnicas no site, o que não ocorre.

  • Precisa ter muita coragem pra pagar tudo isso num carro. Lembrando que na época de lançamento o Highline custava uns 67~68k

    • Nao é só uma questão de coragem. É também uma questão de receptividade do mercado consumidor. A maturidade dos compradores e seu poder aquisitivo é quem vai ditar as regras. Também não dá pra ser radical ao ponto de querer que o carro que há dois anos, na versão Highline, alemã, custava 69k, hj deveria custar exatamente a mesma coisa. O mais sensato seria considerar uma versão nacionalizada semelhante, 1.4 TSi, DSG, multilink, por no máximo 80k, sem os pacotes de opcionais, considerando a inflação do período, além de uma Confortline 1.0 TSi na casa dos 60k. Se o mercado desse nicho é composto por playboys q entendem de carro e madames, vai micar, pois os primeiros vão procurar outras opções e as segundas vão pros SUV’zinhos no mesmo preço.

  • Ha poucos meses atrás (lembro como se fosse ontem), vcs brincavam que em pouco tempo o Corolla altis e demais sedans medios atingiriam a barreira dos 100 mil. Pois bem, comecem a contagem regressiva para os hatchs medios aspirados 1.6 baterem nos 100k. Meu proximo hatch medio ficou para os planos da minha próxima encarnação.

    • inflação meu caro.
      Com inflação de 3% ao ano os preços de carro já subiam, imagine agora com inflação de 2 dígitos.
      Triste

  • O Golf fabricado no Brasil ficou mais caro e perdeu o DSG e a suspensão multilink. Acho que não preciso falar mais nada a respeito depois disso.

    • GTi acho que o único Golf que tem um preço até equivalente pela potencia e equipamentos

  • Eu prefiro ficar com o meu de 4 anos e deixar se acabar no ferrugem pra ver se aprendem a diminuir esses impostos e o preço desses carros. Agora para quem quer status e comer em casa pão com ovo, vá em frente!

  • Como sempre, brasileiros merecem menos e pagam mais. Viva as multinacionais!

  • caramba…. nacionalizar esse carro e não montar com o DSG é algo péssimo! só o GTI…..
    agora , pagar 80 pilas em um gol MQB com transmissão TIPanos90/2000 ? eu passo!

  • VIVA 50% DE IMPOSTOS APLICADOS SOBRE OS CARROS PELO NOSSO QUERIDO GOVERNO DO PT!

    • Pera que nao foi so o PT que criou os impostos, na vdd sabemos que quem comanda nos bastidores é o PMDB, mas se fosse PSDB acha que seria menos?

      • mas que o PT não moveu uma palha para diminuir os impostos em 13 anos na esfera federal isso não moveu. Pelo contrário, já estão aumentando. (e lutando pela CPMF). Triste.

        • De fato não diminuiu; aliás, pouca gente sabe ou se lembra que para manter a estabilidade do Plano Real foi preciso criar vários impostos logo após a implementação do Plano, no governo FHC. Porém, seria preciso que os impostos incidissem sobre a renda, e não sobre o consumo, mas uma proposta assim nunca será aprovada em Congresso nenhum com eleições nos moldes que temos hoje.

        • Tanto PT quanto PSDB sao partidos ditos “social-democratas” e nao sei se vc sabe uma das filosofias dessa ideologia é que o estado seja grande e banque muita coisa, ou seja, o dinheiro nao cai do ceu pra se manter um estado tao inchado tem de se criar mais impostos. O povo achava que o neoliberalismo que diminuia o tamanho do estado era a raiz dos nossos problemas, agora tao ae vendo o que é…

  • Prefiro juntar uma grana e “turistar” na Alemanha, com 200 Euros eu passo 2 dias em um Cayenne top e conhecendo as Autoban!

  • Essa é a Nação Pão com Ovo! Paga caro em automóvel e fica em casa assistindo filme no Megafilmes de graça pra não sair e gastar dinheiro!

    • Mas so é assim pq o povo aqui quer e aceita, se o povo fosse critico pesquisaria e nao aceitaria ter menos por mais. Mas para o consumidor medio desse carro, ta otimo assim!

      • É o que eu digo em um dos comentários: Se depender de mim o meu vai comer de ferrugem, que o besta aqui so pegaram essa vez!

        • O pior é que vai vender muito pq é um VW Golf querendo ou nao carrega o imaginario do modelo e da marca, e ainda vem revistas especializadas dizer que esse é melhor para o nosso “mercado” e “solo lunar” que o europeu e mexicano, e o povo acredita (como fizeram com o anterior Golf 4,5 comparando com o Golf 6 mundial).

  • Podem me criticar abertamente, mas o Peugeot 308 vale mais a compra, seja 1.6, 2.0 automático ou THP.

    • Problema é que o 308 é 99% argentino e só tem aquele 1% francês…
      Se trouxessem o 308 de nova geração, nem que fosse só o GTI, seria muito, muito bom pra marca Peugeot, que está precisando de mídia pra dar um up…ops…. uma melhorada no mercado brasileiro.

      • É claro que seria bom, mas com tantas transformações mecânicas que este Golf sofreu desde o seu lançamento no brasil enquanto importado da Alemanha, também não podemos chamá-lo de alemão. É um carro com a carcaça europeia e soluções mecânicas tupiniquins.

      • “vale”, “up”…
        vocês estão usando muitos termos relacionados à Volkswagen
        para defender a compra de outra marca, hehe

    • oscar, na hora do custo benefício na hora da compra, na ponta do lápis, o 308 é melhor. Problema é o “day after”: valor de revenda pior (desvaloriza bem mais e isso é $) e confiabilidade/durabilidade que na minha opinião é inferior . abs

      • A desvalorização não tem mesmo o que comentar, isto é fato, tu tens razão. Mas em termos de confiabilidade, a linha atual da Peugeot em nada lembra os modelos mais antigos. Estão muito mais confiáveis e tenho visto muito mais elogios que críticas. Eu mesmo estou muito satisfeito com o meu e, se deus quiser, em breve teremos um segundo Peugeot aqui em casa.

        • pois é…torço pela melhora da PSA mesmo. Não sou fã boy de nenhuma marca (apesar da preferência por carros alemães em geral) e portanto quanto mais boas opções tivermos no mercado, melhor…minha esposa teve um c4 2010 que nos deu muita dor de cabeça. Mas se a marca realmente está evolunido não veria problema algum em ter outro PSA. abs

  • Assombroso o aumento dos preços dos automóveis no Brasil.

    Em abril de 2014, os preços do Golf eram:
    – Comfortline 1.4 TSI – R$ 71.990
    – Comfortline 1.4 TSI DSG – R$ 78.990
    – Highline 1.4 TSI – R$ 71.990
    – Highline 1.4 TSI DSG – R$ 78.990
    – GTI 2.0 DSG – R$ 98.990

    Agora é
    – Comfortline 1.6 MSI – R$ 74.590
    – Comfortline 1.6 MSI Tiptronic – R$ 79.990
    – Highline 1.4 TSI – R$ 91.290
    – Highline 1.4 TSI Tiptronic – R$ 96.690
    – GTI 2.0 DSG – R$ 117.690

    O Brasil é uma tristeza, viu… a palavra é essa: tristeza.
    O Golf é um carro bom e que respeito muito, mas pagar 80k num carro 1.6L aspirado é brincadeira.

    • Em um país com as maiores taxas de inflação do mundo, é muito complicado…

      • Se fosse corrigir pela inflação IGP-M até dezembro passado, o valor do Highline 1.4 TSI manual seria R$ 80.460, o DSG seria R$ 88.283 e o GTI seria 110.600. Ou seja, os aumentos foram muito acima da inflação.

        • Houve também o fim do IPI (O governo dava subsídios, uma vez que a VW tinha investido na produção brasileira), além da disparada do dólar que foi e está sendo muito superior à inflação…

          Acho até que vão aumentar mais ainda ao longo do ano e jogar de vez a pá de cal…Mas como falei, deveria ter sido mais agressiva nos preços para ganhar mercado. Vai quebrar a cara.

        • É a inflação também… Mas todos os impostos subiram, o IPI voltou, a energia dobrou, a água subiu, o dólar sabe-se lá quanto vale, os combustíveis aumentaram… É todo um quadro de aumento forte de custos.

  • Só um comentário: pelo menos não caparam os itens de segurança.

    • sem dúvida. Quem compra carro olhando bastante a segurança não vai ficar mal servido.

    • quem garante que não tiraram pontos de solda da carroceria pra baratear?

  • A grande verdade é que a nacionalização é boa apenas para a EMPRESA!
    Embolsa 98% da economia com o custo e passa 2% pra bugrada…
    Deal with it!

  • Muito bom ver que os itens de segurança (por enquanto pelo menos) foram preservados.
    Os preços assustam mas continuam nivelados com o do Focus Hatch por exemplo.

    • Essa é a questão. E mostra que o Confortline 1.4 TSi é que tinha um ótimo CXB olhando a concorrência.

      • E o pessoal reclamando do preço do highline alemão no lançamento, falando para não comprar que o preço ia cair… :P

  • O Fox higline com Controle de estabilidade esta entre 57k e 59k.
    O Potencial comprador deste modelo deve ser esforçar um pouco mais para pegar o golf 1.6?

    • Sério mesmo que você está cogitando gastar R$59k num Fox?
      Tem um monte de marca por aí, negocie, não fique fechado na VW.

  • A situação que temos aqui é a seguinte: a Volkswagen lançou o Golf alemão no Brasil. Era um carro top, alinhado com os melhores mercados. Chegou a um preço “condizente” com o que o carro entregava em desempenho, tecnologia e segurança. O mercado adorou o produto. Aí os incríveis “visualizadores cegos” de lucro da marca se questionaram: como lucrar mais ainda? A resposta foi o modelo fabricado no México, com custo de fabricação menor e com poucos detalhes a menos. O mercado continuou a gostar do produto, afinal, só perdeu um freiozinho eletronico e um farol que se mexia sozinho… Os carros antigos não tinham nada disso e ninguém reclamava, então pra que reclamar agora? Beleza… Aí aqueles funcionários que ficam dentro da empresa só marcando confraternizações e tal, buscando uma promoção, pensaram? Vamos aloprar ainda mais? Então eis que surge o incrível modelo nacional, com motor ultramoderno de Fox MSI, suspensão top de gol quadrado, um moderníssimo câmbio automático da 4a geração do golf de 1999, e o melhor de tudo: fabricado no Brasil, para reduzir ainda mais os custos!!! Essa empresa merece o prêmio Nobel de visão estratégica em administração.

    O pior sabe o que é? Se agora o mercado virar as costas para o que era um dos melhores produtos que se tinha no mercado, os gênios da VW que analisam o feedback do mercado entenderão que o Golf é um produto que o Brasil não merece, assim como foi com o Polo, e a ação a ser tomada será tirar o carro de linha no nosso país, em vez de criar vergonha na cara e reduzir a ganância, para poder oferecer um produto decente, a preço justo, obter um lucro menor por unidade porém maior em grande quantidade, do que querer extrair o maior lucro possível por unidade e perder no total por pequena quantidade de vendas.

    É, dona Volks… Vc merece umas palmadas, e “Das Auto”…

    • exatamente.
      E digo mais, quando o pessoal “da esquerda” reclama que alguns empresários no BR abusam da livre iniciativa, alguns liberais (me incluo nessa) acham ruim. Tá aí o exemplo…

    • Vim aqui para escrever o teu segundo parágrafo. Isso é algo que me torce as tripas! A impressão que eu tenho é que o canal de comunicação Empresa-Cliente, ou o instrumento que mede a receptividade, baseia-se somente em número de vendas, e não numa análise mais abrangente do mercado, do tipo: “O que o mercado POTENCIAL pede em complementação desse produto? O que falta pra abraçar os clientes que QUEREM, PODEM e AINDA não compraram?”, mas a análise é “Estimamos X unidades, vendemos X-Y%, logo o mercado não recebeu bem. Não deve ser o que o mercado procura. Vamos tentar um novo SUV compacto!”
      Cazzo!!!!

  • O Mais interessanto é que o “melhor” produto VW etá juntamente num segmento que respira por aparelhos.

  • Mesmo muito mais equipada que o Focus SE + e mais barata, esa Confortline deveria custar 72, daria espaço para manter a Confortline 1.4 por 76 . Mesmo ganhando o bancos em couro e modos de conduçãonão há motivos para o aumento de 6 mil no Highline.

  • Pro Golf embalar de novo a VW deveria retomar o subsídio do seguro como feito há alguns anos atrás com certos modelos. No ano passado quando decidi trocar de carro o Golf era uma forte opção, mas diante do seguro alto (cerca de R$7 mil) acabou saindo rapidinho…
    Sei que seguro varia muito de perfil, local, hábitos do motorista, etc., mas em São Paulo é quase unânime que o seguro do Golf é o mais caro entre os médios.

  • Pq a queda de performance no GTI? Os importados faziam o 0 a 100 em 6,5s
    7,2s é o tempo do Jetta, que é mais pesado e usa um motor mais fraco.

    • mas vai andar menos, eu acho. Minha esposa tem um (focus 1,6 SE AT). O carro é bom, mas é meio agarrado para ultrapassar e creio que o motor 1.6 da VW vai ser um pouco melhor (não tem milagre nessa faixa de torque, mas vamos ver esse 1.6 MSI no golf)

      • Olha, outros sites que já testaram o Golf MSI falaram que ele é extremamente letárgico e que anda menos que um up MPI.

      • Sem duvida que na MQB, mais leve, vai dar bom. Mas pra perder a suspensão independe, ar dual zone. E se pegar apenas estradas bem sinalizadas e largas. Acho que não tem problema nenhum andar um pouco menos.
        Agora, se for comum ficar atravessando o país N-S, aí é melhor o 1.4 ou 2.0

        • Também acho que não tem problema andar menos, o duro é andar menos pelo que custa.

    • Focus tem multilink e câmbio de dupla embreagem ainda. Alias, com os 135hp do Focus 1.6, mesmo mais pesado, anda mais que o Golf. Os primeiros testes do Golf foram decepcionantes. Ate o vw car blog se decepcionou.

    • Entre o FOcus 1.6 SE Plus e o Golf Confortline, ambos manuais, a meu ver o golf é mais barato e entrega bem mais equipamentos. Mas daí para a frente não tem jeito, o Golf se torna absurda e inujstificadamente caro. A VW realmente NÃO quer vender o 1.4 TSI.

      • O Focus SE Plus está 75.900, com ar dual zone, motor equivalente, e suspensão independe. 4 AB, e ESP.
        Acho os carros equivalentes, mas ao meu ver, o Focus tem ligeira vantagem.

      • Cara, não tinha lido com atenção. 7AB de série! Não tinha visto isso. E a tela é sensível a toque já.
        É, ficou difícil já.

        • Pois é, acho que nestas versões o Focus oferece mais mimos para o dia-a-dia, e o golf oferece mais segurança. Mas ambos estão muito, muito caros para o que oferecem.

          • Esse lance de preço é complicado, comparado com alguns anos atrás o carro ficou até mais barato, o problema é que não entendemos ainda que o real desvalorizou.

            • Isso com certeza, tudo está absurdamente caro, mas falo mesmo em comparação com os concorrentes, especialmente no caso do motor 1.4 TSI que ficou um ponto completamente fora da curva, partindo de 91.000 na versão manual!

            • Creio que apenas por corte de custos, pois Civic e Focus tem independente há séculos e não tem problemas significativos.

        • A CMM que vem no Comfortline original não tem nem GPS. Vai ter de trocar pela de 8″ da Highline. Nem imagino o quanto será a diferença…

  • E que me desculpem os adoradores, mas agora, a VW acaba de tornar o Golf um péssimo negócio.

    Isso sem contar que, apesar do bom pacote de de equipamentos de série, tudo é opcional, então é possível que o 1.6 chegue a valores próximos de 100k completo, o que seria uma completa piada.

    Trocar o DSG pelo Tiptronic até entendo (apesar de não concordar), mas voltar pro eixo de torção cobrando 10k a mais por isso, não torna o modelo nacional interessante para mim.

    Os usados germânicos e mexicanos serão boas pedidas.

    • Procurando os 10K a mais frentr ao Focus e não achei. Lembrando que esse é capado em segurança.

      • Não vi ele comparar com o Focus. Esse 10k de diferença foi exagero. Mas a versão Highline manual ficou exatamente R$ 5.500,00 mais cara que a versão até então importada do México, e ainda perdeu o DSG e o multilink.

        • O DSG é opcional e custava 7 mil o tiptronic custa 5. O Highline ganhou mais equipamentos a comfirmar o pacote elegance de série e bancos em couro. Sim perdeu a multlink e deveria ter mais equipamentos sem nenhum aumento.

          • É verdade. Esqueci que estava comparando com a versão manual. A versão Highline automática com Tiptronic ficou “apenas” R$ 4.400,00 mais cara que a importada com DSG. Rsrs

  • Acabei de ver no icarros.
    Fiat Bravo 1.8 – 59.900k MT
    Por 15 paus a menos valea pena?

    • Só existe Bravo 1.75l. Eu gostaria de ver mais Bravo nas ruas, porém a versão T-Jet, e não as de entrada e intermediárias. Se vendesssem muitas unidades T-Jet, o mercado de usados teria boas opções desse modelo pra comprar seminovos, com preço muito atrativo.

    • Deve andar mais que o Golf 1.6 MT, mas a diferença de equipamentos (principalmente de segurança) e acabamento é brutal.

  • Foram vários baldes de água fria (pelo menos pra mim).
    1º o preço. Esperávamos uma leve redução ou mesmo deixar no mesmo patamar dos importados, mas aumentou;
    2º o recursos. Retirar o 1.4 TSI da Comfortline e colocar o 1.6 MSI foi um retrocesso, poderiam ao menos introduzir o 1.0 TSI com 120 cv. Fora suprimir suspensão multilink no Highline, falta de freio de estacionamento eletrônico (não dá pra ver pelas fotos, mas parece que realmente tiraram), start-stop que havia na Comfortline, etc.
    3º Aumento de 10 cv no 1.4 TSI flex foi muito modesto. Dava pra chegar a uns 155 cv / 26 kgfm no etanol.

      • Parece que só o GTI ainda a conserva, infelizmente.
        Talvez essa decisão seja fruto de algumas reclamações e trocas em garantia de componentes da suspensão traseira por conta de barulhos em algumas unidades importadas. Bem ao gosto do pragmatismo alemão “se não tem multilink logo não tem mais problemas “.

    • Poderiam ter mantido o 1.4 TSI no Comfortline e criado uma versão Trendline com o 1.6 MSI, menos airbags (uns 4, pelo menos), menos itens de segurança (deixavam só o ESP) etc., para poder fixar numa faixa de preço de R$ 60.000,00 na versão manual…

  • Golf Comfortline 1.6 MSI Tiptronic – R$ 79.990

    Golf GTI 2.0 DSG – R$ 117.690

    Ta ai um upgrade que eu toparia até encarar um carne.

    • Quando você terminar de pagar seu carnê em 60x, eu compro por 30 mil. Na verdade, já vou deixar 15k investidos no CDB.

  • Gostar de Golf no Brasil é a mesma coisa que gostar de algum personagem no Game of Thrones. O autor vai lá e mata.

  • O legitimo alemão 1.4 TSI chegou custando R$ 67.900,00, hoje um carro decapado com o motor de Gol, suspensão e cambio da década de 90 custa R$ 74.590,00, realmente quem compra esse Golf brasileiro só pode ser um grande fã da VW.

    • Câmbio da década de 90? O mesmo usado no 308 alemão o mesmo sobrr a suspensão. Mas pagar 76 no Focus capado em segurança não tem problema…

      • Não acho o Focus capado em segurança. A versão SE Plus tem 4 airbags e custa R$ 75.900,00. O problema é o PowerShift, mas parece que o Focus não está apresentando muitos defeitos nesse câmbio (ou já foram resolvidos, sei lá).

        • Isso é 3 airbags a menos, sem controle do diferencial ou vetorizacao de torque ou o multcolision brake que o Golf, o Focus com o mesmo nível de segurança só o Titanium. O Fovus contra ataca com bancisem couro, arcondicionafo digital dual zone e rodas 17. O Golf tebate com uma CMM. E nas versões 1.6 que tem desempenho bem no laço a multilink que é superior (nem que seja em custos) não faz muita diferença

          • Bem lembrado. É, realmente no quesito segurança o Golf mais barato é melhor que as versões mais baratas do Focus.

            • Mas vou te falar, adotaria ver a Ford colcar os airbags a mais no SE Plus sem aumentar o valor por uns 2/3 meses só pra ver a VWB suar. A inflação e a alta do dólar está aí. Mas acho que dava para lancar o Golf 1.6 por 72 com o 1.4 Tsi(de preferência coma multlink ) por 77, o Highline por 85. E baixar os preços do pacotes de opcionais.

  • nighline Nacional mais caro que importado. 4 mil a mais. banco de couro de serie caaaro esse heim?
    nem se deram trabalho de deixar roda 17 de serie no highline pra diferenciar do comfortline que tem a mesma roda aro 16, que por sinal se parece muito com a do fox highline.

    Pra justificar os 96mil , tinha que vir com xenon, partida no botao roda 17 pra chegar no focus titanium que eh o unico que ta ali no pareo. Dai com valor de 5mil do teto solar chegava no titanium plus que ainda assim oferece algumas coisas a mais.

    ta certo que motor do golf eh melhor e tal, mais nao justifica. Acho que galera da VW ta que nem aquelas meninas de high school bonitas: jogaram muita flor em cima falando que sao bonitas e tal (e realmente sao) dai agora se acham. A VW ta assim com Golf ” custo caro mesmo, quem quiser compra quem nao quiser to nem ai”

    devem estar pensando assim kkkkkkkkkkk

  • Preços assustadores… mas o que me chama atenção é….
    Quando o carro é lançado com um pacote de segurança abaixo do esperado, as reclamações vão a mil… ai a VW lança um Golf com um belo pacote de segurança (7 air bags e controle de estabilidade) desde a versão de entrada (mesmo que caríssima)…. e NINGUÉM FALA DISSO !!!
    Realmente o mais importante é reclamar

    • SE o Comfortline custasse o que custa mas mantivesse o motor 1.4 TSI, com os mesmos equipamentos de agora, pode apostar que o povo não estaria reclamando. Imagine a Ford trocar o motor do Fiesta Titanium pelo 1.5 mantendo preços e equipamentos? Óbvio que todos reclamariam.

    • Também vejo isso… Mais ou menos como o LatinNCap que era Deus, e depois que o Up foi bem não vale mais nada.

      • O que não justifica é o aumento de preços e a retirada de equipamentos em relação à versão importada, quando o correto era baixar de preço. A versão Comfortline com motor 1.6 virou piada.
        É um bom carro? É, foi e sempre será. O problema é que os preços estão completamente fora da realidade…

        • É complicado. O Golf 1.6 16v custa menos e oferece mais que o FOcus 1.6. Inclusive dá a opção de câmbio automático que o focus só dá na 2.0, que custa bem mais caro.
          Daí temos o caríssimo Golf TSI manual por 91.000, que assusta. Mas um Bravo T-Jet também manual com os mesmos airbags que o golf fica em quase 90.000… Bem menos equipado e bem menos sofisticado e bem mais antiquado. O 308 com face-lift para tentar disfarçar sua idade e projeto antigo na versão THP com automático custa menos e parece uma barganha, 85.000, mas tem que levar junto a péssima fama da peugeot e a baixa rede de concessionárias. Tem o FOcus powershift, que tem motor 2.0 aspirado e não turbo e acaba de sofrer recall por problemas no câmbio… E o prestes a mudar Cruze, que já está nos últimos suspiros.
          No fim são propostas bem diferentes, mas analisando friamente, com os concorrentes diretos e equipados similares, entendemos o posicionamento de cada marca e como precifica.

  • Os preços são irreais, ridiculamente viajandões para carros produzidos localmente. É enfiar a faca e torcer dentro dos consumidores. (que se submetem a isso) – Na crise violenta que estamos, é impraticável.

  • Não entendi nada, nacionalizaram o carro, tiraram alguns itens, e ele ficou mais caro??? Quase 100 mil num Highline???

    • Excesso de patriotismo dos funcionários da Volks do Brasil para conosco, sabe como é. Tipo esse povo que elege o Maluf por zoeira – e com isso prejudica todo mundo. (citei Maluf por ser o mais famoso bandido brasileiro no mundo, rsrs)

  • Se o fox com o motor 1.6 16V tem cambio de 6 marchas, porque o golf não tem? Poderia ter tido um melhor escalonamento oferecendo melhor consumo e desempenho.

  • É sério mesmo?
    Caparam ele, colocaram um motor 1.6. E custa 75 mil?!!!!!
    Ha

  • rindo muito… tanto dos cortes na suspensão, quanto os preços… e tinha gente aqui doido pra esse dia chegar… resta saber se vai pagar a conta hehehe… É um Gol com F hehehe…

  • Eu não acredito que a VW tirou o Golf Comfortline 1.4 TSI de linha pra colocar o Golzão bombado 1.6 MSI ridículo!

  • FOCUS. OBRIGADO POR VOCÊ EXISTIR !!!!!!!!!!!!!! EU TE AMO, MAS COMO ESSES PREÇOS JÁ VAI E TARDEEEEEEEEEEEE

  • A Toyota entrega um sedã médio com motor 1.8 140cv automático por 69.000 e a VW quer vender esse Gol anabolizado com cambio manual e motor 1.6 de 120cv a partir de 75.000? Putz! tem que ser muito estúpido pra comprar um produto desses…

  • Dona VW, e a opção do motor 1.4TSI na versão comfortline!!!
    Detesto ”PRETO PIANO” do Highline….fiquei sem opção de compra do motor 1.4TSI….pois me recuso a pegar um Golf com esse motor 1.6MSI.
    Será que vocês tem OLHEIROS, que acompanham sites relacionados à carro, para analisar as opiniões dos futuros compradores de sua marca!!!
    Antes o comfortline tinha a opção do motor 1.4TSI, agora NÃO!!!

  • Gostaria mesmo de ver o golf 1.0 tsi, mas se estão cobrando esse preço no 1.6 flex, o 1.0 tsi custaria 3000 a mais e encostaria no 1.4.

  • Um carro de 1300 kg com um motor 1.6 de 120 cv e 16.7 kgfm de torque acelerando em 10 segundos??

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    …não, pera…

    HAHAHAHAHAHA

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email