_Destaque Crossovers Kia Mercado

Novo Kia Sportage aumenta vendas da marca coreana no Brasil

kia-sportage-2017-NA (15)

Apresentado no final de junho, o novo Kia Sportage já registra boas vendas no mercado nacional. A nova geração do crossover teve 602 unidades emplacadas em julho, sendo responsável por 47,1% dos emplacamentos da montadora sul-coreana no período. Devido a isso, a fabricante registrou o melhor mês em desempenho comercial no ano 2016, com 1.276 veículos vendidos, o que representa uma alta de 58,1% em comparação a junho.

“O novo Sportage superou todas as nossas expectativas. Os dois primeiros lotes do veículo que chegaram, respectivamente de 605 e 400 unidades, no início da segunda quinzena de junho e na primeira semana de julho, encontram-se na rede de concessionárias – 224 unidades – ou já com os proprietários – outras 781 unidades”, anuncia José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil.

kia-sportage-2017-NA (17)

Até junho, o melhor mês para a Kia no mercado brasileiro tinha sido o de janeiro, quando a marca registrou 1.032 vendas. Já o pior desempenho foi registrado em abril, com 760 veículos, que de acordo com o executivo foi “coincidentemente o ápice da crise política e, por consequência, da economia”. Ainda segundo ele, a empresa não consegue “manter esse ritmo de vendas porque a cota mensal sem os 30 pontos percentuais no IPI é de apenas 400 unidades”.

“Por isso, a Kia Motors solicita ao Governo Federal o fim dos 30 pontos percentuais adicionais do IPI, medida que dará fôlego à marca, possibilitando sobretudo voltar à normalidade operacional da importadora e da rede de concessionárias, o que significa mais recolhimento de impostos e mais geração de empregos”, afirma Gandini.

kia-sportage-2017-NA (5)

O novo Sportage está disponível em duas versões, com preços de R$ 112.990 e R$ 137.990, ambas com motor 2.0 litros flex aspirado de quatro cilindros, que rende até 167 cv, e transmissão automática de seis velocidades.





  • Rbs

    Queimou minha língua, achei que não fosse vender bem.

    • Linkera

      Tá vendendo enquanto o pão ainda tá quente

      • !Marcelo Surf!

        Sem dúvida, pois esse carro é ostentação de emergente, ou porsche de pobre.

        • Pacheco

          Pior que parece um Porsche mesmo… mas de pobre.

          • Edson Fernandes

            Dureza né…. um produto precisar se parecer com outro para dar a falsa impressão de algo caro para os outros comprarem…

            • Pacheco

              Mas esse carro sempre vendeu bem… desde que mudou daquela geração clone de Tuscon.

              • Edson Fernandes

                Vendeu por preço. Hoje em dia vende pouquissimo. (e olha que ele é lindo na geração anterior).

                Ao contrário do pessoal, não acho ele de performance ruim, mas reclamo na realidade é do preço que colocam nele.

                • Pacheco

                  O anterior era caro e vendia muito. Era um carro de status e que tinha um publico fiel.

                  Acho que o povo se arrependeu qndo chegou as revisões.

                  • Edson Fernandes

                    Mas o fato é que o Sportage sofre uma depreciação altissima também.

  • Cléber_V

    Ontem vi duas só no meu bairro aqui em Floripa, uma prata e uma vermelha.
    Pessoal da ostentação tá que tá…

    • !Marcelo Surf!

      pura ostentação mesmo (beleza diferente) pois motor não tem.

    • Fabio Marquez

      Eu vi uma BH estes dias, não é de toda feia, mas fiquei triste ao constatar que era da versão mais simples, que se Kia pudesse, colocaria apena um farol, um retrovisor e tiraria os cintos de segurança para lucrar mais…

  • Gustavo73

    Não vi nenhuma ainda. Mas se superou as expectativas da Kia o valores não devem parar no primeiro aumento já aplicado.

  • Lucas086

    Vi 2 em Aracaju e ainda da top, pessoal aqui gosta da novidade, pq estão vendendo a 115 e a top a 140.

  • Ramon Oliveira

    Versão de entrada só tem 2 air-bargs e não tem controle de estabilidade e sai por ‘apenas’ 115 mil. MUITO (mas é muito mesmo) mais negócio levar o Citroen C4 Picasso no mesmo preço, mesmo não sendo uma SUV. O único motivo que eu vejo pra comprar isso é a ostentação (grandes bostas, o C4 é muito mais bonito e completo).

    • Edson Fernandes

      Além de mais espaçoso é superior em performance. Eu nem pensaria duas vezes em ir no Citroen. (se eu falasse em ir no Picasso já viu né? rs)

    • Guilherme Batista

      Concordo totalmente. O pior é saber que para SUV esse preço e nível de equipamentos é normal, veja o ix35, é tão ruim quanto

  • Maycon Farias

    Um carro extremamente lindo. Se esse carro tem a metade da marca, então o restante se divide entre Cerato e Picanto? Jurava que essa marca vendia mais.

    • EuMeSmObYmYsElF

      morreu depois do mega IPI

  • DTF

    já subiu o preço?????

  • Bruno Alves

    Em uns 2 anos essa marca vai acabar tendo o mesmo fim que a Ssangyong teve no Brasil…

  • afonso200

    tirando esse imposto , vai vendr mais, e vai recolher mais imposto, seja na venda, seja nas revisoes(cada filtro tem imposto de venda) e etc…. esse governo é uma mafia com as montadoras daqui

  • afonso200

    falta MOTOR

    • Colocar um 2.0 turbo não ia mal, pois passando de 2.0 paga-se mais imposto.

      • Ernesto

        Lá fora esse novo Sportage não é oferecido com motor 1.6T?

      • Gran RS 78

        Lá fora o Sportage usa um 1.6 GDi turbo com mais de 170 cv e quase 26Kg de torque, mas infelizmente no Brasil a Kia ainda utiliza o velho 2.0 dohc de sempre.

  • Marcos

    Sentimento de vergonha e revolta quando leio este tipo de matéria! Depois reclama das montadoras e suas politicas de preços, ao invés de boicotar, incetiva!

    • Eduardo Alves

      Nao precisa se envergonhar, 602 pessoas nao representam uma nação.

  • LPolezi

    hotweels.

  • Hugo Henrique Silva Lange

    so de olho nos chorões que diziam q nao venderia e que virou fiasco.

  • Leonel

    Realmente, esses 30% de IPI agregam em absolutamente nada a população brasileira…

  • Pacheco

    Ontem vi uma na rua e parece menor que a anterior… coisa do design.

  • Peuooo

    então, quer dizer, que se o governo tirar esses 30% do IPI, ele vai acabar custando 80 mil na basica e 100 mil na completa? é isso? Ai conseguimos ver o quanto esses pseudos SUV emergentes estão custando muuuuuito caro!

    • Edson Fernandes

      Na verdade eles podem trazer até 400 veiculos por mês importados sem o acrescimo do percentual de IPI. ENTRETANTO, na pratica a KIA sempre vendeu os produtos mais caros que os seus rivais (mesmo sem o percentual, exceto Cerato, Soul e Picanto em epoca).

      Depois que o proprio Picanto foi atualizado, não vendiam por menos de R$40000 (onde um Fiesta 1.6 completo [Rocam] custava R$33000) e foi aí que começou o boicote. Além de não existir até então planos de revisão, a KIA foi com sede ao pote.

      O proprio Cerato depois da epoca de promoção (que foi ANTES da redução de IPI) ficou caro. Um carro que custou em tempos aureos foi de R$49900… pulou para R$57000 sem explicação alguma. Só valendo dizer que o c4 Pallas em epoca custava R$55000 (comercializado facilmente por R$52000) com mais itens de série… isso citando ele também já existente no mercado, além de considerar 408, Fluence, entre outros que custavam respectivamente R$54000 e R$60000 (comercializado por R$56000) sempre nas versões automaticas.

      Ao fim do IPI, o Cerato pulou para R$62000 (versão de topo por R$68000) e na chegada do novo (com IPI já com percentual majorado) por R$72000.

      Ou seja… não é “só” culpa do percentual de IPI. As margens realmente ficam apertadas atualmente, mas antes a mesma foi com sede ao pote.

      Lembra do Tucson que tinha como concorrente direto o Sportage? Pois bem… esse mesmo Sportage que NÃO TINHA NADA de superior ao Tucson em epoca, custava bem mais. Precisa dizer o que a atual geração fez com o produto? O mesmo caminho do Cerato (esse ainda pegou parte do percentual não majorado de IPI)

      • Peuooo

        entendi, neste caso, creio que o Brasil, nunca mais voltara atras com este super IPI, pois acabaria fazendo com que essas empresas, não diminuam mesmo o valor dos carros, ficando desta forma e aumentando absurdamente o lucro deles. enfim… me parece, e não sendo um entendedor de economia, temos mais uma boa herança deixada pelo grande partido chamado PT.

        • Edson Fernandes

          Bem… eu prefiro não pensar em “nunca”, porque uma hora em que o dinheiro apertar, não irão rejeitar o que vier do exterior.

          Uma hora o dinheiro acaba e isso parece chegar proximo de um problema no governo que terá de arrumar novas formas de arrecadação. Certamente não será aceito um aumento do imposto porque já pagamos um imposto muito pesado no dia a dia.

          • Peuooo

            exato!

  • Tadeu GF

    Duvido que se o governo tirasse esses 30% a mais de IPI, esse carro baixaria de preço.

    • Rafael Neves

      Com a lógica do mercado nacional a Kia SUBIRIA os preços mesmo depois do governo retirar a alíquota…

  • Pedro Evandro Montini

    Repararam com tudo gira em torno dos impostos? Ah, se não existissem os governos para atrapalhar…



Send this to friend