Argentina Hatches Peugeot

Novo Peugeot 208 começa a ser produzido na Argentina

Novo Peugeot 208 começa a ser produzido na Argentina

O Novo Peugeot 208 começou a ser produzido em El Palomar, na Grande Buenos Aires. O hatch médio da francesa inicia uma nova fase em que a montadora passa a produzir veículos sob o conceito modular CMP.


No mercado nacional, o Peugeot 208 2021 chegará com motorização 1.6 Flex e propulsão 100% elétrica na versão e-GT, que deverá vir importada da França. Além disso, trará um design diferenciado, i-Cockpit 3D e pacote de segurança ADAS, que incluirá controle de cruzeiro adaptativo.

Patrice Lucas, Presidente Brasil e América Latina e membro do Comitê Executivo do Groupe PSA, diz: O Novo Peugeot 208 é fruto de um intenso trabalho de nossas equipes com o setor automotivo e o sindicato. Este lançamento marca uma nova fase para o Groupe PSA na América Latina, reafirmando nosso compromisso com o país, com os parceiros sociais e com os colaboradores. Neste sentido, continuamos investindo para oferecer aos clientes uma família de produtos cada vez mais modernos e tecnológicos. O nosso compromisso é sempre de longo prazo, com o futuro”.

Novo Peugeot 208 começa a ser produzido na Argentina

VEJA TAMBÉM:

Para produzir o novo carro, El Palomar recebeu US$ 320 milhões desde 2016 para modernização e reequipamento da linha de montagem e outros setores envolvidos diretamente no conceito modular de fabricação.

O projeto de integração do novo carro à região envolveu 600 pessoas no América Latina e Europa, exigindo 8 mil horas de treinamento de equipes de produção e 620 mil horas de desenvolvimento, além de 1,5 milhão de quilômetros rodados em diversos países do mundo.

Jean Mouro, Vice-Presidente Sênior de Operações Monozukuri América Latina do Groupe PSA, diz: “A transformação no Centro de Produção de Palomar permitiu uma otimização e a renovação de muitos dos nossos processos, incrementando os níveis de qualidade que a nova plataforma CMP demanda. Também foi possível trabalhar com um maior número de fornecedores locais em nossa fábrica, alcançando ainda mais eficiência em nossas operações e logística”.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Eskarmory .

    Se esse carro fosse um estouro de vendas, hipoteticamente e sem piadinhas, quantos carros poderiam ser importados sem pagar tarifa?

    • MARCELO TAVARES DE BARROS

      MERCOSUL

      • Eskarmory .

        Eu sei amigo, mas achei que tinha cotas, li há pouco tempo que Brasil e Argentina só terão comercio livre de entraves em 2028.

    • Lucrécio ECOBOOST

      Mas é um estouroooo msm kkkkkkkkkkkkkk

  • omaisbanidodona

    PSA da sono !! sempre assim so patina patina !!

  • esmori

    Poderiam parar de usar a foto do 208 europeu na imprensa brasileira. É propaganda enganosa. O 208 argentino-brasileiro vai ser totalmente depenado, por dentro e por fora.

    • Mr. Pereba

      Talvez você não tenha percebido na matéria, mas a versão elétrica vem importada da Europa, então não seria propaganda enganosa. Com relação à versão fabricada na Argentina, sabe dizer o que exatamente será depenado por fora? Pelas fotos que vi de análises de versões pré-série, achei as versões de topo visualmente idênticas às européias. Por dentro realmente tem algumas coisas, como retirada de freio de estacionamento elétrico. E obviamente a principal ausência estará no cofre do motor.

      • Carlos H. Ferreira

        Manopla de câmbio não será a mesma.

  • vicegag

    Lançar uma geração nova na minha opinião, mereceria um motor novo, entendo que o investimento seria grande, mas este puretech turbo vai ser utilizado noutros modelos no futuro e mais cedo ou tarde a Peugeot terá que oferecer algo semelhante à concorrência e esta seria uma excelente oportunidade, que está sendo perdida, mas algumas empresas preferem dar evoluções a conta gotas para tentar manter vivo o interesse do público sem gastar muito.

    • Fábio Francisco

      Especula-se que venha o motor turbo da Fiat posteriormente para este carro, o mesmo que vai equipar o Argo a partir do próximo ano. Mas concordo que lançar com o 1.6 antigo mina o produto, veremos se irão ser agressivos no preço para atrair o público desta forma.

    • Rodrigo

      Poderiam ao menos ter mantido o 1.2 Puretech aspirado Flex, já que é um dos mais econômico do mercado nacional.
      Pra mim esse carro é igual a um cisne: lindo de se ver, mas não nada bem, não voa bem,…

  • Vae Victis

    Parece um modelo antigo.

  • th!nk.t4nk

    Esse carrinho não ficou lá grande coisa e ainda o depenaram no Brasil (a ausência do motor 1.2 turbo é imperdoável), mas se a Peugeot usar uma política agressiva de preços pode comer uma boa fatia de mercado do Onix.

    • Raul Pereira

      foi assim com o 208 da minha mãe. Não é um carro para uso intenso ou grandes viagens, foi barato (versão PCD 44 mil) e trouxe os equipamentos que outros hatches em uma faixa de preço maior traziam. Tudo depende da proposta e da curvade custo benefício que oferece

  • Rodrigo

    Hatch medio?

    Assisti o vídeo de avaliação do João Anacleto (a Roda) ele mal coube no carro. Ficou nítido o semblante de insatisfação dele.

    • Aristeu Junior

      Não ganhou nada além da passagem e hospedagem pra ir gravar o carro. ;)

    • Jackson

      Youtubers foram convidados a testar o carro em fevereiro na Argentina, antes da pandemia. Somente agora a Peugeot liberou que eles divulgassem as impressões.

    • Eng. Mecânica 2014

      O cara tem 2 metros de altura, não reflete a realidade da estatura média do brasileiro. Aliás, esse maluco deve ter dificuldade pra se encaixar na maioria dos carros compactos e até em alguns médios vendidos no Brasil.

      • Rodrigo

        No C4 Cactus e no Fit ele ficou super bem.

  • Mayck Colares

    Falta mais do que isso:

    – Câmbio 8 marchas c acionamento eletrônico como no 3008
    – Piloto automático adaptativo com stop e GO (mais avançado que o do Nivus)
    – Park assist (estacionamento automático, mais avançado que o do Onix que controla aceleração e frenagem)
    – Monitorização de atenção do motorista
    – Alerta de saída de faixa com correção na direção (parece q o nosso não vai atuar na direção)
    – sensor de ponto cego com correção da direção.
    – Acabamento das portas diferente com puxador
    – Acabamento soft touch c costura aparente
    – Modos de condução eco, Sport.

  • Aristeu Junior

    Se fosse ter tudo isso aí seri carro pra 90~100k.

    • Resendemaster

      Se vier completo com igual 2008 europeu com acabamento premium e motor 1.2 turbo ,90~100k seria bem justificado. Essa versão BR vai vim peladão

  • Hypotenuso

    vai ter aquela versao aventureira escapeido?

    • Lucrécio ECOBOOST

      Escapeido msm! Êta bomba!

  • Jackson

    Entra no site da Peugeot na França e verá que a versão básica não tem o acabamento preto na caixa de rodas. Olha o interior, tem opção 360 graus e verá que a versão básica é bem básica, uma multimída de fazer inveja a um Mobi. Aliás os dentes do básico são dentes pretos, ou seja, não tem led.

    • esmori

      O carro que os youtubers mostraram é o que deve ser a versão top por aqui. Acho que com o dólar atual deve passar dos R$ 80 mil tranquilamente, mesmo com toda essa depenação.

  • Freaky Boss

    Design é muito bonito, para meu gosto . Pena que ainda vem com o motor 1.6 velho

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email