Argentina Hatches Peugeot Segredos-Flagras

Novo Peugeot 208 deve chegar com motor Puretech 1.2 aspirado e turbo

Novo Peugeot 208 deve chegar com motor Puretech 1.2 aspirado e turbo

De acordo com o site argentino Autoblog, o Novo Peugeot 208 chegará ao mercado regional com motor Puretech, que hoje só se encontra em sua versão aspirada com 84 cavalos na gasolina e 90 cavalos no etanol, disponível na versão brasileira, enquanto o país vizinho usa a versão a gasolina com 82 cavalos.


Além desse propulsor de três cilindros, o Novo 208 deverá chegar também com a versão turbinada, que tem injeção direta de combustível e entrega 130 cavalos com 20,4 kgfm. De acordo com a fonte do site, o câmbio será automático, assim como opção na versão intermediária, que manterá o 1.6 16V EC5M de 115 cavalos na gasolina.

Novo Peugeot 208 deve chegar com motor Puretech 1.2 aspirado e turbo

Aqui, este propulsor dispõe ainda de 118 cavalos no etanol, tendo torque único de 16 kgfm. O 1.2 oferece 12,2/13,0 kgfm, respectivamente, tendo apenas câmbio manual. Por lá, ainda se espera por versão elétrica, diesel e GTi, esta com prováveis 200 cavalos, mas devendo ser importado da Europa.


O Novo Peugeot 208 é feito sobre a plataforma modular CMP e já foi mostrado na Europa, onde a versão elétrica tem 75% das reservas. Por ora, não se sabe até que ponto a PSA está disposta a investir nessa configuração aqui. Esta opção tem motor elétrico de 136 cavalos e 26,5 kgfm, além de baterias de lítio com autonomia de 340 km no ciclo WLTP.

Novo Peugeot 208 deve chegar com motor Puretech 1.2 aspirado e turbo

Os carros elétricos ainda são bem caros e um investimento agora pode não compensar, nem para o fabricante e muito menos para o consumidor. A produção será em El Palomar, que recebeu milhões de dólares em investimento para modernizar a linha de montagem.

O próximo Peugeot 2008, que compartilha estilo e plataforma com o Novo 208, também será feito nas proximidades de Buenos Aires. A pré-produção ainda não começou e os carros de testes são todos fabricados na França. Provavelmente o novo e o velho conviverão algum tempo no mercado nacional, algo que talvez se repita no caso do 2008, pois, o próximo parece maior.

[Fonte: Argentina Autoblog]

 

Novo Peugeot 208 deve chegar com motor Puretech 1.2 aspirado e turbo
Nota média 5 de 6 votos

  • Domenico Monteleone

    Não entendo pq carros Franceses quase sempre tem as maçanetas baixas, fica estranho demais.

    • Daniel Astrauskas

      Porque os franceses não tem o costume de banho diário, ai imagina se levantar demais os braços para abrir a maçaneta!!

    • Fellipe Z

      Reparei só depois do seu comentário, realmente tem msm

  • Daniel Astrauskas

    Pq franceses não tem o costume de tomar banho.. ai se levantar o braço demais imagina o cheiro. Hahahaha

  • Schoenfelder

    Ficou muito bacana, esse novo 208. Bonito, um estilo diferente dessa tendência de vidros cada vez menores, para aparentar robustez, com boa motorização e acabamento Só falta saber vender… trocar toda a diretoria da Peugeot no Brasil, pra alcançar números mais consistentes. Acho que a CAOA faria melhor. Tem que ser alguém que conheça o mercado brasileiro, não esses gauleses soberbos, que estão enterrando a PSA no país. É agora ou … “Au revoir”!

    • Eduardo T. Küll

      Sendo este modelo montado na Argentina, quero saber o que vão fazer aqui, cuja fábrica é mais nova, maior e tem unidade de fabricação motores, que lá não tem mais, faz tempo…. Vão nacionalizar o motor 1.2?
      Neste mesmo site te reportagem sobre estudo da ADEFA, a ANFAVEA deles, onde se afirma que está mais caro fazer carro lá do que aqui, então, como justificar a produção lá?

      • oscar.fr

        Provavelmente a linha de entrada da PSA, além de continuar fazendo Citroën C3 e Cactus.

      • Chap

        Família de carros low cost desenvolvidos com a Dongfeng para substituir os atuais C3 e 208.
        O line-up futuramente será:
        Low cost Peugeot/Citroën » 208 argentino » C4 Cactus » 2008 argentino » crossovers médios da Peugeot e Citroën.

        • Ivo Pomarico

          exatamente… famosa linha Smartcar… lembrando que muita coisa foi/é desenvolvida pela TATA também…

      • Cláudio Modesto

        Tava pensando justamente isso. Pq não fazer esse carro aqui? Argentina tá toda lascada, mais que a gente… O incentivo lá deve ser monstro.

        • Gomes

          Simples, a decisão de fábricar um novo modelo se dá 5 anos antes do início da produção. Em 2014 o Brasil estava na M e a Argentina estava melhor (em termos de vendas de automóvel). Isso é o risco de um negócio que demora muito tempo entre a decisão e a fabricação.

      • Schoenfelder

        Os fabricantes franceses sempre venderam bem na Argentina, o Peugeot 208, chegou a estar entre os 3 mais vendidos em alguns meses. Agora, eu acho, que também despencou. Mas a linha goza de um bom conceito com os “hermanos”. Quanto a fábrica brasileira, existem varias suposições. Uma poderia ser a nacionalização da linha comercial, Expert/Jumpy que está vendendo bem, e hoje é montada no Uruguai. Poderia se apostar no novo 2008, inspirado no belíssimo 3008, que faria bastante sucesso no mercado, e vai ser lançado na Europa em breve. Outra alternativa, modelos mais simplórios, estilo Citroen C-Elysée e Peugeot 301 vendidos atualmente na Argentina. Esses modelos seriam correspondentes a linha “Dacia” da Renault, e considerado o sucesso destes.
        A última alternativa, mas que acho pouco provável seria a vinda de algum modelo Opel, recém adquirida pela PSA. Um dos problemas da PSA é a lentidão das decisões entre outros.

        • Rafaelprado

          A PSA tinha que ter se voluntáriado a trazer a OPEL assim que a GM começou com o mimimi…

      • Luciano

        Os carros do projeto Smart Car

      • Rafaelprado

        a fabrica de lá ja estava parada, então mais prático para adequar aos novos produtos… Aqui teriam que suspender a produção para adequar a fabrica a nova plataforma.

      • Edson Fernandes

        O motor 1.2 já é nacionalizado e feito em porto real.

      • Caio Elisei

        A questão é que na Argentina eles compram muito pais Peugeot e Citroen que aqui no Brasil…

        Agora espero que um boato de que montariam Opel por aqui se concretize!!

        Mas a principio, 208 e 2008 atual e C4 Cactus, mantém a produção no Brasil – Produtos com a plataforma CMP sairão da Argentina!

  • Roger

    A diferença entre a PSA (Peugeot-Citroën) e a “renô”, no Brasil, é gritante…

    • Alan

      A “renô” trazendo o Clio 5ª geração teria uma briga acirrada

      • Roger

        A Renault só manda bagaço pra cá. Quem sabe, agora sem aquela praga do Carlos Ghosn, tenhamos alguma chance…

        • Mas foi so depois que Começaram os bagaços que conseguiram aumentar as vendas. Veja o Clio no lançamento com Air bags e acabamento que era similar aos medios da época e não vendia nada. Depois dos modelos Dacia. As vendas catapultaram. Daí dificilmente vai trazer primeira linha pra cá.

          • Edson Fernandes

            E digo mais… olha a posição da Renault no nosso mercado e da PSA….

          • Matuska

            Voce está certo. Enquanto trouxe modelos mais refinados, nunca teve grande presença. Logan e Sandero que salvaram a operação Brasileira.

    • Vitor Meireles

      Você quis dizer: Dacia

    • Rogério R.

      A diferença é grande: Renault top 4, Citroën top 11 e Peugeot top 13. O brasileiro gostou mais dos Renault do leste europeu. É por isso que segundo o AS a PSA do Brasil está trabalhando no projeto Smart Car.

      • Rafaelprado

        Renault 11 modelos
        Citroen 8 modelos
        Peugeot 7 modelos.

        Obiviamente atuando em mais mercado a Renault tem obrigação de vender mais…

        • Rogério R.

          Unidades vendidas no acumulado até mar/19.

          Renault 11 modelos – 51.283 unidades.

          PSA(Peugeot + Citroën) 15 modelos – 11.683 unidades.

          A verdade é uma só, a Renault aprendeu com as 4 montadoras veteranas a vender carros no Brasil. A PSA tem que investir nesse projeto Smart Car, senão a unidade brasileira poderá estar até ameaçada futuramente, o que é uma pena na minha opinião.

          • Itamar

            só complementando, a renault entendeu o mercado brasileiro.
            Não da pra negar que PSA tem carros muito mais bem acabados, porém fora da realidade.
            Ainda rola o famoso preconceito com pagar muito num frances.

            Posso estar errado, mas o unico projeto da Renault aqui no BR que não é Dacia, é a Captur, né?

            • Rafaelprado

              Agora tem o Zoe, e o Sandero RS que é hibrido DACIA/ + mecanica Renault Racing do Brasil. Mas esse é um cagagésimo do portifólio dos Renaults

              • Edson Fernandes

                Só corrigindo: Renault Sport (RS)

            • Rogério R.

              O Sandero tbém tem parte da engenharia brasileira, ele foi projetado em conjunto no Brasil, França e Romênia pelo que já andei pesquisando. O nosso Captur acho que foi projetado em conjunto no Brasil, França e Rússia.

            • Edson Fernandes

              Não, pois usa a plataforma do Duster que originou o Kaptur russo que é o mesmo que o nosso. A diferença real é que o nosso Captur ganhou transmissão CVT no motor 1.6. O Russo tem apenas o 2.0 AT4.

          • Rafaelprado

            Preço inicial dos renaults 32.800 do grupo PSA 47.000.

            Então você quer que a PSA entre na roda de quem faz brasileiro de palhaço a fazer escola e oferecer carros realmente com conteudo? Sem desmerecer mas a Renault traz carros romenos até indianos para o brasil, quis dar uma de Toyota sem ter o poder, vide as melhorias feitas no Etios.

            • Itamar

              muito pelo contrario, brother.
              Concordo que PSA tem muitíssima qualidade, porém não ta acertando nas vendas (talvez falte um planejamento de MKT?).
              Entre 208 e Sandero jamais iria de Sandero.

              Vou muito pra Argentina e Chile, lá você vê PSA a rodo.
              Não e a toa que o 208 sera fabricado na Argentina e não mais no Brasil.

              Na verdade o brasileiro só tem a perder com toda essa historia ai…

            • Rogério R.

              Sandero e Logan ganharam fama de serem carros robustos como tanques de guerra, não saem desmontando por aí e tbém são fáceis de manter, é por isso que as locadoras adoram a dupla, incluindo o Duster na parada. Se a Renault colocar um acabamento decente nos novos Sandero e Logan, creio que muitos vão passar a vê-los com outros olhos.

              • Gabriel França Voitch

                em geral o Duster passa até certo Status não sei bem pq…

  • Fellipe Z

    Em marcas generalistas, pra mim a Peugeot vem dando aula de design. Dá pra incluir até Mercedes Audi e BMW nisso. Pena os preços estarem subindo na mesma proporção…o 208 atual continua bonito, mas esse tá demais

    • vitor henrique

      Na minha opinião o 208 atual e mais bonito do que o novo.

  • Fellipe Z

    Espero que a Peugeot volte aos EUA, eu compraria um desse.

  • tjbuenf

    Eu estou há um tempo sem acompanhar o preço dos carros mas será que o preço do 208 no site da Peugeot está correto? R$ 58 mil o 208 mais barato? R$ 75 mil a versão 1.6? Tudo aspirado? Eu queria estar dormindo agora….

    • Fellipe Z

      é isto msm, rs…e nem é esse modelo novo nao, é esse que ja temos faz um tempo aqui…

    • Zé Mundico

      Em relação a outras marcas até que estão “menos caros”…

    • Rafael Fernandes

      O 208 começa mais caro porque não tem versão pelada de entrada como outros modelos (Argo, por exemplo) possuem. No Argo de entrada, que começa em 48 mil, o motor é o ruim e velho 1.0, com vidros manuais nas portas traseiras, e até o radinho é opcional. O 208 de entrada vem muito mais completo que isso.

      • Piston head

        Vem mais completo que isso, mas não quer dizer que seja muito completo.
        Falta ESP, TC e Sensor de estacionamento por exemplo.

        • Rafael Fernandes

          Completo o suficiente pra custar o valor pedido, e comparado com os demais da categoria.

        • Nicholas Jensen

          Mas isso nem o Cronos completo tem também. Vem até mais pelado que o de entrada do 208.

    • klaus

      na TV tem propaganda do 208 por 47 mil

    • Deadlock

      E o GT sai por 87k, apenas com câmbio manual.

  • Matthew

    Ué, se Polo, Onix, Argo e outroas tranqueiras do gênero têm de preço de médio, por que a PSA seria exceção?

    • Rogério R.

      A versão mais simples do 208 a Active está R$ 57,5 mil e a versão LTZ 1.4 do Onix está R$ 59,2 mil. Mas eu me refiro ao 208 2, se o 1 já não é muito barato imagine o 2, ainda mais que irão conviver juntos aqui. O 208 1 com preços próximos das versões intermediárias de Polo e Argo já vende pouco.

      • Matthew

        São estratégias diferentes de produtos. Por mais simplificado que seja a versão nacionalizada do PUG 208, é o mesmo carro oferecido no mercado europeu até o presente momento. Já o Onix, na origem do projeto, é uma solução doméstica destinada a um mercado emergente como é o Mercosul. Mesmo a LTZ mais completa não tem nenhum grande diferencial em termos de equipamentos, motorização etc.

        O 208 tem teto de vidro, coluna de direção ajustável em altura e profundidade, em alguns anos-modelos o farol tinha projetor de luz, air bags laterais, é um projeto muito mais sofisticado. São decisões que as montadoras tomam. A Renault optou pelos Dacia de baixo custo em detrimento dos modelos compactos europeus muito caros e sofisticados para os padrões do mercado brasileiro. A Volkswagen trouxe o Polo, mas o posicionou quase como um médio quase. Tirando a versão 1.0 MPI que só serve pra fazer propaganda “a partir de”, todas as demais começam nessa faixa do 208.

        • Rogério R.

          Os críticos odeiam, mas sempre foi assim aqui, são os carros com projetos focados aqui que fazem sucesso.

        • Edson Fernandes

          Não tem realmente grandes diferenças num Onix.

          Mas aí começamos a ver produtos como Ka que é um meio termo, uma empresa com mais assistencias no Brasil e vemos pq vende bem tbm.

          O Onix LTZ ou Activ podem chamar mais atenção porque tem itens mais a vista do consumidor como a “telinha”, rodas de liga, entre outros poucos itens que chamam a atenção desss tipo de comprador, ainda que não seja a minha visão. Mas um ponto que é levado demais em consideração nessa faixa de preço é motorização. E fica dificil colocar o motor 1.2 contra o 1.4 do Onix e indo além na faixa de preço onde tem motores 1.5 e 1.6 tbm modernos, economicos e mais potentes. Fica dificil. Sempre digo e vou repetir: O posicionamento da motorização 1.2 está errada. E o motor 1.6 em versão manual também.

          Não entendo porque a PSA ao invés de manter o Allure 1.6 para todas as versões, quis colocar essa ver~soa no 1.2. A versão Sport 1.6 fica perdida em preço e perde para os players mais atuais do mercado.

          E veja que interessante: Se viesse o 1.2 turbo a historia mudaria de figura e novamente, não faria sentido o 1.2 allure tendo o motor 1.6 ou o 1.2 turbo.

      • Rodrigo

        Um Polo completo já encosta no preço do 208 GT. Se for avaliar só motor, beleza e equipamentos nem precisa de muito neurônio pra dizer que o PUG tem um c x b melhor.
        Mas são propostas totalmente diferentes e o Polo leva vantagem por contar com câmbio AT, ter mais espaço, rede maior, etc

  • Razzo

    Com o propulsor 1.2 12v Puretech Turbo se torna desnecessário o motor 1.6 16v EC5.

    Em tempo este câmbio manual de 5 marchas MT5 da PSA (com trambulador João Bobo) já deveria ter sido no lixo há tempo.

  • Mr Tony

    2008 falaram que vai ser só facelit, tá uma zona só, ninguém saber dizer.

    • Rafaelprado

      Estou começando a acreditar que será vendida como outro carro.. 2008 e new 2008…
      Hoje liguei em uma peugeot para saber quando chegaria no mercado a 19/20… A vendedora me disse que a 19/19 vai chegar mês que vem e no final do ano chega a 19/20 mais cara…

      • Mr Tony

        Pois é. A 19/20 vai ser nacional. Falam que a da Argentina vai ser um pouco maior. Vou aguardar, pois peguei um C4 Cactus versão intermediária e tô adorando, anda muito bem. Imagino o “capeta” que deve ser o THP. Eu gostei muito do 2008, só lamentei o tamanho dele. Se vier maior…

  • Erasmo Artur

    Esse puretech 1.2 turbo deve ser excelente, tanto em desempenho, mas especialmente em consumo.

  • Robson Mauricio

    “Essa placa Mercosul não deveria ter caracteres verdes?”…..Isso é no Brasil….cada país tem sua legislação para isso, o que foi unificado foi o caracteres, onde agora tem que ser 4 letras e 3 números, ai cada país membro escolhe a sua forma de combinação e outros detalhes.

    • Caio Elisei

      Nem isso! O Uruguai manteve com 3 letras e 4 numeros, e o Paraguai ainda nem definiu como será o padrão deles.

      A única unificação foi na fonte da letra e no padrão da placa (cores e medidas)

      • Rogério R.

        Rapaz! Ainda tem essa! Não sabia, agora eu tô entendendo o rolo que tá pra unificar o sistema de informação das placas dos países membros do Mercosul.

  • Caio Elisei

    Na teoria sim, mas na Argentina eles acabaram deixando tudo com caracteres pretos mesmo!! Carro, onibus, caminhão, taxi, carro oficial….todos usam a mesma placa por lá

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email