*Destaque Esportivos Europa Hatches Renault Tecnologia

Novo Renault Mégane R.S. 2018 terá dois chassis e quatro rodas direcionais

renault-new-megane-rs-2018-1 Novo Renault Mégane R.S. 2018 terá dois chassis e quatro rodas direcionais

O Novo Renault Mégane R.S. 2018 chegará ao mercado europeu com várias opções para os amantes de hot hatches. O bólido francês terá duas opções de chassi, duas de transmissão e direção nas quatro rodas.



A Renault vai oferecer o Novo Mégane R.S. nas versões Sport e Cup, sendo a primeira focada no conforto e no uso diário, enquanto a segunda será totalmente voltada para as pistas, o que significa que terá modificações extensas em direção, suspensão, rigidez torcional, freios, entre outros.

renault-new-megane-rs-2018-2 Novo Renault Mégane R.S. 2018 terá dois chassis e quatro rodas direcionais

Além disso, o Novo Renault Mégane R.S. 2018 terá opção de câmbio manual ou de dupla embreagem, satisfazendo assim tanto puristas quanto aqueles que preferem uma condução com respostas mais rápidas, presentes nesse tipo de caixa, que deve receber preparação, assim como equivalentes das alemãs M, AMG e RS.

Por fim, o interessante é que a Renault decidiu-se pelo uso do sistema 4Control, que consiste na direção ativa das rodas traseiras, dando assim ao Novo Renault Mégane R.S. 2018 quatro rodas com capacidade de convergência, algo que em esportivos é visto apenas no Porsche 911.

renault-megane-4control Novo Renault Mégane R.S. 2018 terá dois chassis e quatro rodas direcionais

Com isso, ele será o primeiro hot hatch com essa tecnologia, mas isso significa que sua suspensão traseira terá eixo de torção, um contraste enorme para com os rivais da categoria, mas que logicamente não deve trazer inconvenientes ao modelo, caso contrário, nem teria sido cogitado para um Novo Renault Mégane R.S. 2018, que acabaria com um multilink sem esse sistema.

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

  • Ricardo

    Os Hot Hatchs estão virando cada vez mais esportivos de verdade, bom para quem não tem condições de comprar uma Ferrari!

  • Filipo

    O sistema de 4 rodas direcionais não implica na utilização de eixo de torção. Pelo contrário, o Laguna Coupé 2012 vinha com este sistema e tinha suspensão multilink na traseira.
    De qualquer modo, teremos um possível novo recordista em sua classe em Nürburgring.
    Eu adoro um Golf GTi, mas sempre preferi o Mégane RS! Sempre mais belo, com melhor chassis e mais rápido em retas (que os respectivos GTi).
    Que venha o novo Mégane RS com seus 300 cv e suas 4 rodas direcionais!

    • Newton Freitas

      O Talisman também possui o sistema 4control

      • 82_BD

        Esse Talisman chama muita atenção, principalmente a luz diurna. Achei top demais. Tanto exterior quanto interior.

    • fschulz84

      Também acho que a versão Cup provavelmente será a nova recordista… RenaultSport nunca brinca em serviço!

  • Celso

    Talvez esse conjunto traseiro eixo-de-torção/direção traseira tenha melhor custo/benefício que o multi-link traseiro, principalmente para um esportivo de pista.

  • Diogo Augusto

    Não é por nada não mas eu acho que com esses sistemas o Megane R.S vai conseguir bater um recorde de FWD em Nürburgring…

  • cefaf

    Queria ver esse sistema de rodas traseiras direcionais em sedãs e SUVs comuns. Seria MUITO útil para ajudar a manobrar em lugares apertados no dia-a-dia.

    • Luis Burro

      A delphi tava desenvolvendo um,só não sei se lançou!

  • EDUARDOTEIXEIRA KULL

    Fazer o quê? Mais um modelo que NUNCA veremos por aqui, considerando a política de não importação da Renault. Depois a marca, que se tornou por sua própria lavra, sinônimo de carro barato, de carro “por metro”, não pode reclamar quando modelos que, em tese, são algo mais do que produz, tipo o Captur, não vende.

  • Luis Burro

    O multilink no eixo traseiro nao possibilita ser autodirecional?Mas e como q na frente nao tem problema?

  • Leandro

    Europa: novo Megane RS com dois chassis e quatro rodas direcionais.
    Brasil: novo Sandero RS Racing Spirit com motor 2.0 do Duster e detalhes vermelhos na carroceria e interior.
    Depois a quatro rodas, se eu não me engano, diz que os europeus sentem inveja da gente por termos o Sandero RS, ah tá….

    • oscar.fr

      Essa notícia do Sandero saiu em várias mídias franceses. O carro causou, de fato, um desejo forte na França.

      • Leandro

        Lá na Europa eles têm esportivos para vários gostos e bolsos, o Sandero RS seria só mais um dentre vários.

    • FocusMan

      O Sandero é muito bem visto na Europa, Considerando o preço base de um Sandero 0.9 turbo, um RS por aqui custaria o preço de um Fiesta mid level, o que levou a muito entusiastas sem dinheiro a perguntarem: WHY NOT!?

  • FocusMan

    Acho que a parte que fala que para ter eixo traseiro direcional é obrigatório ter eixo de torção ao invés de multilink foi algum erro de interpretação de inglês.

    Talvez eles tenham dito que o eixo direcional ficou tão bom que eles podem economizar dinheiro no projeto fazendo a suspensão com eixo de torção.

    Vai ser um mimimi danado o assunto. Particularmente, para pista de corrida o eixo de torção dá conta do recado sem sombra de dúvida. Nas ruas a conversa já é diferente, é muito mais trabalhoso encontrar uma calibração que alie conforto e estabilidade usando eixo de torção, do que usando multlink.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend