Híbridos Japão Lançamentos Sedãs Toyota

Novo Toyota Mirai: segunda geração amplia eficiência com hidrogênio

Novo Toyota Mirai: segunda geração amplia eficiência com hidrogênio

A Toyota, desde o fim dos anos 90, foca seus esforços nos carros híbridos, tanto é que a marca é líder mundial nesse tipo de veículo. Agora, o fabricante japonês fazer o mesmo com as células de combustível usando hidrogênio. O caminho é difícil, já que o combustível ecológico requer uma infraestrutura específica e cara para manter a segurança.


Ainda assim, a Toyota confia que esse é o futuro e por isso acabar de lançar a segunda geração do Mirai, seu primeiro carro movido por hidrogênio a ser comercializado em massa. O novo carro surge como um sedã executivo elegante com quase cinco metros e plataforma TNGA.

Com a tecnologia FCEV, o Novo Toyota Mirai será exibido no Salão de Tóquio, em novembro, mas a marca revela boa parte de seus detalhes agora. O modelo tem 4,975 m de comprimento, 1,885 m de largura, 1,470 m de altura e 2,920 m de entre eixos, tendo tração traseira e cinco lugares.

Novo Toyota Mirai: segunda geração amplia eficiência com hidrogênio


De acordo com a Toyota, a eficiência energética do Mirai evoluiu 30% em relação ao modelo atualmente à venda na Califórnia e Japão. Isso foi obtido com o aumento da capacidade de hidrogênio a bordo, ampliando assim o alcance, mas a marca não revelou ainda esses dados.

Apesar do tamanho, o Novo Toyota Mirai tem uma carroceria em estilo cupê com vigias grandes nas colunas C e tampa do porta-malas curta. Com capô longo e nariz proeminente, o sedã chama atenção pela enorme grade frontal e conjunto ótico full LED com lentes duplas. Atrás, as duas lanternas de LED são unidades por um feixe de luz.

As rodas de liga leve em forma de turbina têm aro 20 polegadas, enquanto o interior chama atenção pelo acabamento preto com tons de azul e duas telas digitais de 12,3 polegadas para cluster e multimídia.

Novo Toyota Mirai: segunda geração amplia eficiência com hidrogênio

O painel estranhamente tem difusores e alavanca de câmbio em moldura voltada para o passageiro, enquanto o conjunto de instrumentação e infotainment é bem elevado. A pintura externa é especial e chamada Force Blue Multiple Layers. Até agora, 10.000 unidades do Mirai antigo foram vendidas, sendo produzidas apenas no Japão e em fábrica exclusiva. Virá? Não, por motivos óbvios…

Toyota Mirai 2020 – Galeria de fotos

Novo Toyota Mirai: segunda geração amplia eficiência com hidrogênio
Nota média 3 de 5 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • RKK

    Ficou bonitão !

    • Ducar Carros

      Acredito que o caminho dos elétricos não urbanos, incluindo carros de passeio, passa pelas células de combustível. Enquanto não se resolvem os gargalos tecnológicos, o melhor é ir aperfeiçoando os híbridos.

      • Luis Burro

        Sei ñ, o hidrogênio parece ser promissor qnto a ideia mas tem mtos mais desafios como o arrefecimento… na vdd acho q os hibridos deviam ser o futuro mas tbm deviam educar as pessoas a usar meio de transporte mais alternativos, com o transporte público europeu nem sei como as pessoas lá compram tanto automóvel!

        • Ducar Carros

          Na verdade, como o colega Rkk apontou, acredito nas células de combustível a etanol/metano, e não hidrogênio. Creio que o desafio é menor do que os da bateria elétrica. Mas vai levar um longo tempo ainda, que deve ser preenchido pelos híbridos.

          Na Europa tem muita cidade pequena e média, o carro ainda garante maior autonomia e liberdade nesses lugares.

  • Guilherme Martins

    Resumindo: a Toyota sabe fazer carro bonito, faz feio pq qr!

  • Cardoso (não aquele)

    Demais o carro. Botaram um dos designers da Lexus emprestado.

    Quanto ao combustível, eu não vejo hidrogênio ficando popular. Não é como gasolina (ou etanol) que qualquer fim de mundo consegue armazenar com segurança, então não é uma tecnologia que pode se espalhar pelo mundo.

    Agora se fossem células de etanol… Combinaria baixa emissões com facilidade de abastecer.

    • Ducar Carros

      A tecnologia que usa etanol também é de células de combustível, elas apenas passam a retirar o hidrogênio do etanol. O metano, que pode ser obtido do gás natural e da decomposição de resíduos orgânicos urbanos e agrícolas, seria uma outra possibilidade.

      Essas formas combinariam a facilidade de abastecer sem ter os riscos e o custo do hidrogênio puro.

  • Toyo_Highlander fan

    Qual será a autonomia desse tipo de carro?

  • leomix leo

    Que carro lindo, e nessa cor azul então 😍😍😍

  • Sino Weibo

    Por quais motivos óbvios?

    • Cristiano Moreira

      Ué, vc conhece algum posto de hidrogênio aqui pra poder abastecer o carro?

      • Sino Weibo

        Vcs realmente acham que ele se abastece assim com hidrogenio? Seria uma explosão so hein

  • Luis Burro

    Ele me parece um pouco o q a Ford fez com o Taurus passando ele pra China, ficou um trambolho gigante!

  • Fellipe Z

    ta bem melhor, a primeira versao parece uma assombracao, toda hora que vejo aqui acho que eh um prius que sofreu mutacao toxica, kkkkkkkkkkkk

  • Giuseppe

    Medonho!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email