*Featured Avaliações Troller

Novo Troller T4 2015: confira as primeiras impressões

novo-troller-t4-2015-21-700x393 Novo Troller T4 2015: confira as primeiras impressões

A Ford decidiu reinventar a Troller. E isso inclui não só uma nova geração do produto único da marca, o jipe T4, como também a reforma da fábrica em Horizonte, no Ceará, que duplicou a capacidade de produção para cerca de 300 veículos mensais. Na verdade, uma coisa tem muito a ver com a outra. Atualmente, sem exposição ou maiores investimentos em marketing, o modelo emplaca em média 100 unidades/mês. E mesmo que a partir de agosto o novo T4 chegue ao mercado até 15% mais caro que o atual – deve custar algo em torno de R$ 110 mil, contra R$ 96 mil –, a Ford imagina que possa até dobrar as vendas.



Uma das razões para este “otimismo” é que não há no mercado brasileiro um rival com características semelhantes. Os mais próximos seriam os importados Land Rover Defender e Jeep Wrangler, que custam bem mais. Se fossem separados em um segmento, o Troller teria nada menos que 80% do nicho. Segundo o marketing da Ford, um dado dá alento em relação ao potencial do T4: o número de fãs no Facebook.

Eles são em torno de 140 mil, ou 10 internautas para cada Troller vendido na história – foram pouco mais de 13 mil unidades desde que o T4 foi criado, em 1999. Para a marca, o novo T4 ganha em poder de atração para converter parte dessa admiração em vendas no mundo real.

novo-troller-t4-2015-12-700x1045 Novo Troller T4 2015: confira as primeiras impressões

Exatamente para não espantar os “curtidores” do modelo, o design criou um tema de engrenagem estilizada, que é repetido em diversos itens. Mas buscou criar vínculos entre os T4 da nova e da antiga geração. Todos, basicamente, referências visuais, já que pouco sobrou do modelo anterior – 1.700 das 2 mil peças do utilitário são novas.

Na dianteira, esta conexão é feita pelos faróis principais redondos e a grade com grandes aberturas, na cor cinza. Esta grade se une à parte central do para-choque para formar um enorme “T”. Atrás, as lanternas quadrangulares buscam conservar o estilo anterior. Os para-lamas também se mantiveram bastante proeminentes. Uma novidade interessante é que os para-choques ganharam módulos nas extremidades que podem ser retirados para encarar trilhas mais pesadas.

Mecanicamente, o novo T4 importa diversos elementos da picape Ford Ranger. A começar pelo motor, que é o mesmo 3.2 litros turbodiesel de cinco cilindros e 20 válvulas, que rende 200 cv de potência e 48 kgfm de torque. Em relação ao T4 anterior, que usava um propulsor Maxion, este tem 32 cv e 9 kgfm a mais. O motor é gerenciado por uma transmissão de seis marchas. A tração 4X4 tem reduzida e é distribuída por dois diferenciais, sendo que o traseiro com escorregamento limitado.

novo-troller-t4-2015-31-700x393 Novo Troller T4 2015: confira as primeiras impressões

A aplicação de um trem-de-força tão poderoso em um veículo com pouco mais de 2.100 kg evidencia a preocupação da Ford em preservar as reconhecidas capacidades off-road do T4. O novo chassi em longarina, desenvolvido especialmente para o modelo, ficou mais robusto. O jipe manteve a configuração com duas portas, quatro lugares – na verdade, um 2+2 – e tampa traseira pivotada, mas o ângulo de saída passou de 36º para 50º e o entre-eixos passou de 2,41 para 2,59 metros. Perdeu 5º para inclinação lateral – agora é 40º –, mas foi de 75 para 80 cm a profundidade para travessia.

A construção da carroceria também foi aprimorada. Ela ainda é feita com uma massa, chamada de compósito, formada por fibra de vidro com aço, semelhante à usada no Chevrolet Corvette. Só que agora ela é moldada a quente em prensa – e não mais manualmente. Isso aumenta a produtividade e dá melhor padrão de acabamento.

De fato, a Ford teve a intenção de tirar do Troller o ar de veículo adaptado, que o modelo anterior ostentava, com comandos e peças evidentemente aproveitadas de outros modelos da marca. Agora, consoles, painéis, instrumentos e todos os detalhes internos se harmonizam com a mesma lógica do design externo. Depois de oito anos de domínio sobre a marca cearense, a intenção da Ford com o T4 é trocar de vez a imagem de jipe improvisado pela de um respeitável off-road.

novo-troller-t4-2015-41-700x462 Novo Troller T4 2015: confira as primeiras impressões

Primeiras impressões – Quanto mais tosco melhor

Vinhedo/SP – A Ford diz que o Troller T4 não é para ser o segundo, mas sim o terceiro carro da família. Inclusive porque não é um jipinho de fino trato. Para começar, acessar os assentos da frente já exige esforço, enquanto os de trás quase requer contorcionismo. A suspensão aguenta o tranco, mas não filtra absolutamente nada. A Ford até aumentou a espessura da espuma dos bancos, mas não foi de grande ajuda.

Achar uma posição confortável de dirigir é complicado, pois o volante só tem regulagem de altura, os ajustes dos bancos são esparsos. É o motorista que se adapta ao carro, e não o contrário. As marchas são duras e imprecisas. O comportamento dinâmico não inspira a menor confiança e parece que o T4 vai tombar na primeira curva. Enfim, a Ford fez tudo para agradar os consumidores potenciais de um carro como o T4, que costumam considerar refinamento um sinal de fraqueza.

novo-troller-t4-2015-51-700x393 Novo Troller T4 2015: confira as primeiras impressões

Aliás, força é o que não falta ao novo T4. O motor de 200 cv e 48 kgfm de torque não demonstra o menor esforço para lidar com o jipão de 2.100 kg, seja morro acima ou pirambeira abaixo, quando o freio-motor dispensa até o uso do freio convencional. Os pneus 255/65 R 17 ultrapassam costelas, lombadas e erosões sem dificuldade. A carroceria que torce bastante e a suspensão de curso longo facilitam contato com o solo, mesmo em desníveis acentuados.

Apesar de ser um veículo absolutamente bruto, nesta nova geração do Troller houve até uma pequena condescendência por parte da Ford. O T4 anterior tinha roda livre manual, daquelas que obrigavam o motorista descer e travar o eixo dianteiro para utilizar a tração 4X4. Agora, o acoplamento é elétrico, mas o sistema ainda é totalmente mecânico. Nada de ABS “pinçando” a roda que gira em falso e nada de bloqueio manual de diferencial. Apenas o diferencial traseiro tem escorregamento limitado.

novo-troller-t4-2015-61-700x984 Novo Troller T4 2015: confira as primeiras impressões

Deve-se reconhecer que há ainda outros confortos a bordo, como ar-condicionado, trio elétrico, direção hidráulica, som com Bluetooth etc. Mas é o que se considera, hoje em dia, como o mínimo indispensável. Nem mesmo airbag o T4 tem – para isso, se vale de uma norma específica para veículos off-road.

Nesta geração, saiu de cena o clássico teto rígido, que podia ser desaparafusado e guardado. Agora o modelo vem com um duplo teto solar. O espaço interno, mesmo com o ganho de 18 cm no entre-eixos, melhorou pouco. Atrás, dois adultos vão com algum desconforto – embora existam cintos de segurança para três passageiros.

novo-troller-t4-2015-71-700x468 Novo Troller T4 2015: confira as primeiras impressões

novo-troller-t4-2015-81-700x468 Novo Troller T4 2015: confira as primeiras impressões

novo-troller-t4-2015-91-700x393 Novo Troller T4 2015: confira as primeiras impressões

Ficha Técnica – Troller T4

Motor: Diesel, dianteiro, longitudinal, 3.198 cm³, cinco cilindros em linha, turbo, quatro válvulas por cilindro e sistema de abertura variável de válvulas. Injeção direta e acelerador eletrônico.

Transmissão: Câmbio manual com seis marchas à frente e uma a ré. Tração integral por acionamento elétrico e reduzida. Não oferece controle de tração.

Potência máxima: 200 cv a 3 mil rpm.

Torque máximo: 48 kgfm a entre 1.750 e 2.500 rpm.

Diâmetro e curso: 89,9 mm X 100,7 mm. Taxa de compressão: 15,5:1.

Suspensão: Dianteira e traseira por eixo de torção com barra estabilizadora e barra Panhard. Molas helicoidais e amortecedores de dupla ação. Não oferece controle de estabilidade.

Pneus: 255/65 R17.

Freios: Discos ventilados na frente e maciços atrás, com ABS e EBD.

Carroceria: Utilitário com carroceria em compósito sobre chassi de longarinas, com duas portas e cinco lugares. Com 4,10 metros de comprimento, 1,98 m de largura, 1,96 m de altura e 2,58 m de distância entre-eixos. Não dispõe de airbags.

Peso: 2.140 kg com 420 kg de carga útil e 750 kg rebocáveis.

Capacidade off-road: 51º de ângulo de entrada e de saída, 45º de inclinação de rampa com reduzida, 40º de inclinação lateral, 80 cm de capacidade de imersão e vão livre para o solo de 31,1 cm entre os eixos e de 20,8 com sob o diferencial traseiro.

Capacidade do porta-malas: 134 litros/558 litros com os bancos traseiros rebatidos.

Tanque de combustível: 62 litros.

Produção: Horizonte, Ceará.

Lançamento: Agosto de 2014.

Itens de série: Ar-condicionado, trio elétrico, computador de bordo, ABS, roda de liga leve de 17 polegadas, direção hidráulica e rádio/CD com Bluetooth.

Preço estimado: R$ 110 mil.

Por Auto Press

5.0

  • Master_731

    Apesar de ser um carro pra trilha, é incrível que os jipes no Brasil custem tão, mas tão caro!

    • Bruno

      custa caro por causa do motor diesel e da tração 4×4.

      • Gran RS 78

        Mas só por isso não justifica pagar 110 mil reais.

        • eu

          mais ainda assim é mais “barato” que os seus concorrentes Land Rover Defender e Jeep Wrangler

          • ObservadorCWB

            MAs e o super IPI ?? Não conta ? Quase 1/3 do carro apenas no novo IPI, fora II, IPI antigo, e outros.

    • Rômulo M.

      Como o próprio texto diz não existe concorrência, o T4 é rei do seu nicho e como realeza pode fazer o seu próprio preço e haverão compradores suficientes pra comprar a produção da marca (que não é tão grande assim), dessa forma lucra se o máximo possível em unidade vendida, já que não tem como lucrar em quantidade devido a capacidade de produção limitada

      • Master_731

        Putz, agora que me toquei que o carro não tem AirBag. Santa misericórdia, esse mercado automotivo do Brasil é uma m####

        • Paulo Reis

          santa misericórdia mesmo, brasileiro não sabe ler, apenas sai falando o que uns falam, como papagaio. Se tivesse lido, teria visto isso “Nem mesmo airbag o T4 tem – para isso, se vale de uma norma específica para veículos off-road.” Em trilhas pesadas, a bolsa iria inflar. Segue a dica, leia, amadureça o tom seu tom crítico…

          • Lem0nade

            O ideal seria que tivesse AirBags sim, mas com desligamento manual para uso em trilha.

            • beto

              Sim, mas certamente seria esquecido e o resultado trágico.

          • ObservadorCWB

            O comportamento dinâmico não inspira a menor confiança e parece que o T4
            vai tombar na primeira curva. Enfim, a Ford fez tudo para agradar os
            consumidores potenciais de um carro como o T4, que costumam considerar
            refinamento um sinal de fraqueza = LEIO ASSIM: Nossos engenheiros não conseguiram fazer melhor. Nem colocar dois Air bags que TODOS os CONCORRENTES conseguem. Então fomos ao governo e criamos uma brecha legal, que é mais fácil.

            • eu

              que eu saiba o Jimmy também não tem air bag

              • ObservadorCWB

                E o que a falha de UM justifica a falha do OUTRO ?

              • Benjamin Breeg

                Sabe de nada. Jimny tem airbags desde 2013.

        • eu

          Não é obrigatorio em veiculos off road

          • ObservadorCWB

            Então o fabricante pensa assim: se for obrigatório coloco, se não for que o comprador se dane ? A propósito: também NÃO SÃO obrigatórios: Ar condicionado, vidros e travas elétricas, sistema de som…..aliás, nem pára brisa é obrigatório. Acho que é por exigirmos pouco, pagarmos o que as montadoras pedem e não analisarmos a compra que temos o mercado ridículo como é. Onde um FIT chega a custar 70k. Onde uma Ford não consegue colocar AirBag num lançamento. Onde saem Meriva e Zafira para entrar uma Spin. Onde uma FIAT aplica adereços plásticos e diz se tratar de uma nova versão. Onde uma VW não produz nada minimamente atualizado emsolo brasileiro. Amarok e o excelente Golf são importados. E por aí vai….brasileiro parece que PRECISA DE LEI na cabeça mesmo. A história de “ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer algo senão em virtude de lei” Acho que é o artigo 5º da CF é levado muito ao pé da letra.

      • Ramom Alencar

        já tem o suzuki jimmy, apesar de nunca ter visto um, e de guentar menos o tranco que esse troller kkkkkk

    • Tosca16

      se eu fosse a Renault faria um sub-nicho , traria o LADA 4×4 com um motor da Renault aqui do Brasil e venderia por menos da metade deste … para quem quer começar na trilha até um fusca serve, quanto mais um carro que precisa de poucos ajustes para ser bom em todo tipo de terreno . Uns 40 e pouco mil num LADA 4×4 com um motor 1.6 mesmo que a gasolina da Renault não seria nada ruim.

    • Giovane Fortuna

      Caro é pagar 65 mil numa strada adventure…um veiculo com dois eixos rigidos, motor diesel de ultima geraçao, 4×4 e outras tantas coisas o minimo que se espera é um valor semelhante ao de uma ranger intermediaria! Um wrangler não sai por menos de 150 mil e é a gasolina ;)

  • Teodoro Pelizzaro

    Sempre quando ouço o ronco de um desses dá vontade de pegar e colocar na terra. Deve ser divertido dirigir.

  • Erico Kutz

    Será que faltou mencionar airbag nos items de série? Só pode, pois agora é lei. 110k? Não vale 60.

    • paulo

      Pra veículos off road não é obrigatório.

    • Bruno

      você deve ser daqueles que só olha. leia amigo, assim encontrará a parte que fala sobre os airbag.

      • Erico Kutz

        Realmente eu só lí por cima. Lí agora que para off-road não aplica a tal da lei.

    • João Guilherme Fiuza Lima

      Baseado em que o carro não vale 60? Concordo que 110k é caro, mas 60?

    • Rômulo M.

      Está no texto que a Troller se valeu de uma brecha legal que não obriga os offroads a adotarem air bag duplo.

      Trecho de uma reportagem que li a respeito na Autoesporte:
      A Troller apelou para o artigo 4º da Resolução 311 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Burocracia à parte, a lei obriga os automóveis novos no Brasil a sairem com airbag duplo. O quarto artigo exime os fora de estrada da exigência e a Troller aproveitou a deixa. A marca apenas diz que não colocou airbags “por se tratar de um veículo voltado a atividades off-road e sujeito impactos constantes”. Pode até atender ao que diz a lei, porém isso depõe contra no uso rodoviário, justamente onde a marca diz ter mais investido. Além disso, a pancadaria off-road nunca eximiu o concorrente Jeep Wrangler de incorporar as bolsas, nem o Suzuki Jimny.

      • Haggardbr

        Exatamente… e se o comprador apenas gosta do visual “brucutu” do veículo e quer usar na cidade / estrada?
        Ao meu entender, se um veículo é, pela burocracia, somente off-road, ele não pode rodar em vias normais (acho que é o mesmo caso dos quadriciclos)… sendo assim, não me entra na cabeça quem seria tão besta o bastante para dar R$ 110 mil em um carro apenas para off-road.
        Se for assim mesmo sem esses itens básicos de segurança, prefiro eu, juntar mais e comprar um Wrangler, que os tem de sobra.
        Uma pena, eu gostei desse novo T4.

        • eu

          imagine você dirigindo em um trcho off road, e sem ter acontecido nenhum acidente aquela bolsa de ar explode na sua cara, não seria agradavel concorda comigo?

          • Guest

            Para isso existe um interruptor / chave para se ligar e desligar o air-bag.

      • Filipo

        Pois é, uma vergonha isso! Como se quem tivesse um Troller não trafegasse em pavimentos urbanos, digo cidade e rodovias. Até parece que todo Trolleiro leva seu Troller numa carreta até a trilha.
        E como já foi dito, Wrangler e até o Jimny (bem mais barato) têm airbags. E atualmente até populares tem airbags.
        Para mim além da falta de pelo menos duplo airbag, a Ford/Troller pecou em não oferecer uma central multimídia com um volante igual ao da Ranger XLT (de couro com comandos do som).
        Poucos detalhes que deixariam o veículo perfeito, a meu ver. E o volante da Ranger XLT deixaria até o visual mais harmonioso, pois é prateado.
        Vejam: http://www.netcarshow.com/ford/2012-ranger/1280×960/wallpaper_16.htm

        • Paulo Reis

          pelo que a pesquisa de mercado os ensinaram, os potenciais donos: “Enfim, a Ford fez tudo para agradar os consumidores potenciais de um carro como o T4, que costumam considerar refinamento um sinal de fraqueza.” Acho que vc não é um potêncial comprador de um jipe desse, vá de SUV.

          • Filipo

            Uma pena que refinamento seja considerado um sinal de fraqueza. Sinal que um Jeep Wrangler é fraquíssimo, então! (“Sabem de naada, inocentes”).

            • Gabriel

              Um exemplo da fragilidade do Jeep Wrangler, são os eixos Dana 30 que não aguentam quase nada o tranco em trilhas e vivem quebrando, que ver se usar uns pneus maiores que 33″. Já o Troller utiliza o Dana 44, um eixo bem mais resistente. Se vê muitos Wrangler preparados para trilha e que aguentam bem, principalmente nos EUA, só que de orginal só sobrou chassi, carroceria e motor, toda suspensão e eixos são kits vendidos separadamente

          • Rômulo M.

            Uma desculpa muito conveniente pra Ford, afinal de contas deixar de foras esses refinamentos significa uma economia e tanto no custo de produção do carro e ainda gera um marketing positivo o que é ótimo pra qualquer montadora.
            Se refinamento é sinal de fraqueza os Land Rover Freelander 2, Discovery 4 ou Range Rover Sport devem ser lixos no offroad. Sei que são nichos diferentes, mas por mais que se valorize robustez e rusticidade segurança devia ser prioridade caso contrário não faz sentido terem colocado ar condicionado dual zone no T4, isso sim uma perfumaria desnecessária pra proposta do carro.

          • Mazembe 2X0

            Então pra vc o Classe G é carro fraco

        • eu

          imagine você dirigindo em um trcho off road, e sem ter acontecido nenhum acidente aquela bolsa de ar explode na sua cara, não seria agradavel concorda comigo

          • Filipo

            Você acredita nesse mito ou nessa desculpa?
            Você acha que um Jeep Wrangler, que vem com airbags, é mais utilizado no asfalto?
            Você já ouviu falar de algum caso de explosão de airbag por impacto no off-road, de veículos como Wrangler, os Land Rover ou qualquer pick-up ou SUV 4×4?
            Reflita!

    • Rafael

      Porque você afirma que deveria custar 60? Conhece os custos para fazer o carro?

  • Bruno

    sinceramente, gostei da nova geração, mas a antiga me agrada mais, tedo visual mais robusto e mais estilo off-road.

  • Vitor

    O Trolher é um veiculo ótimo para trilha com esta modernização deve ter ficado melhor ainda ainda mais com o novo motor de 200 cv e torque máximo: 48 kgfm. Modernizando o veiculo por dentro o que eu não entendo e estes retrovisor de Kombi num veiculo deste porte e com este preço

  • Willian Quadros

    75 mil estava bem pago!

  • Ricardo Souza

    Só para lembrar que este carro não tem Air Bags !!! É uma brecha da Lei que não obriga os carros off road a usá-los. Num carro tão caro, isso é imperdoável.

  • Rafael Meyrelles

    Troller ainda é brasileira? jaguar ainda é inglesa? mini é inglesa? quando outro país compra a marca, ela perde a “origem”??

    • Não perde a nacionalidade do país de origem não.
      A Saab por exemplo, continua sendo sueca, mesmo com um grupo chinês em seu comando. Do mesmo jeito, a Troller continua sendo brasileira, já que surgiu aqui.

    • ultimate_rr

      Origem jamais é perdida. Uma marca só é criada uma vez.

  • Ricardo Souza

    Apesar dos pesares, se minha conta guentasse, eu teria um só para ir à uma praia ou fazer umas trilhas, deve ser legal um jipe desse com 200cv e a diesel. Mas por 110 mil…

  • pedro rt

    acho melhor pagar 155k e levar o wrangler pra casa

    • Master_731

      Nem compare a manutenção, desvalorização, seguro, peças, etc de um Wrangler com uma Troller!

      • Robinho

        Com certeza.

      • ultimate_rr

        Nem a qualidade de montagem, durabilidade das peças, conforto, tecnologia. Wrangler é um carro global. Se tiver condições, é um carro superior ao T4. Não acho o “brasileiro” um carro ruim, pelo contrário. Mas é inferior queiramos nós ou não.

    • Bruno

      o fato é que a wrangler vem com motor a gasolina e o t4 a diesel.

    • Alfredo Araujo

      Boa… 45 mil reais a mais…
      Mesma coisa q comparar um Toyota Corolla com um Fiat Uno

    • Se for assim, prefiro uma Freelander diesel já em sua versão intermediária, muito mais conforto e segurança.
      Problema é a manutenção auhhuauha

  • Duda

    Não tem nada que justifique a ausência do Air bag a não ser economia ridícula da Ford. Sem blá blá blá que e de off road, pq pro carro chegar na lama vai ter que pegar estrada e tem dezenas de off road com Air bag.

    • José Eduardo D’Acampora Guazzi

      Seria melhor se valer de um botão que desativa o mesmo.

    • ultimate_rr

      A Ford acha que o carro será teletransportado para um trilha assim que for ligado na garagem…

  • Milton Quadros

    Sem air bag e sem ABS?. Brochei :-(

    • ultimate_rr

      “Freios: Discos ventilados na frente e maciços atrás, com ABS e EBD”.

      • Milton Quadros

        Ok, obrigado. O “nada de ABS” me pegou.

  • Haggardbr

    Só acho bem “engraçado” um veículo desse valor sem air-bags, ainda mais que agora é lei ter no mínimo air-bag duplo.
    E nem adianta vir com desculpa que eles podem acionar acidentalmente no off-road dona Ford, basta colocar uma chave / botão para desligar os mesmos quando em off-road… tantos carros mais baratos por aí que possuem o equipamento, também tem uma chave / botão para desligar o air-bag do carona caso o mesmo seja uma grávida.

  • FranciscoAdrianoSilva

    No quesito segurança, a mancada da Ford é gigante, quanto a estabilidade, não tem segredo, ou melhora a suspensão ou reduz a altura, o que no caso de um jeep não seria muito bom, mas ao menos na traseira poderiam ter reduzido a altura.

  • Gustavo

    putz, eu até curto a proposta, o estilo e design. Mas acho que o conforto e a segurança são fundamentais…

  • Paulo Eduardo

    Quando soube que a Ford havia assumido a Troller pensei: Pronto, acabou. Vão transformar um verdadeiro off-road num Ecosport melhorado. Felizmente parece que eu estava errado. A montadora americana soube modernizar o veículo mantendo a rusticidade, marca registrada do modelo.

    • Robinho

      tive o msm pensamento que o seu…e quando vi este modelos aqui no NA, mudei de ideia.

    • Essa compra da troller pela ford, ocorreu a 7 anos atras . e nao fizeram nada pela marca , e sim matarm a pick up pantanal para nao concorrer com as Rangers
      Agora vendem a ideia de um produto novo, remodelado e reprojetado , porem sem air bag dianteiro .
      Quantos anos para aprovarem essa lei da obrigatoriedade do ABS e Air Bag, para voltarmos no tempo.
      Custe o preço que custar , itens de segurança devem vir em primeiro lugar, pelo consumidor e por uma empresa que preze pela segurança de seus clientes.
      Crash test nem pensar ……deve haver outra brecha na legislação nesse paragrafo
      Como li anteriormente o concorrente mais proximo esta na faixa de 150 mil
      e o T4 teria 80% do mercado .
      Brasil acorda pelo maor de deus.
      PS – Fui proprietario de Troller durante 6 anos , gostaria de comprar um novo mas com essa abordagem da ford para o produto , nunca vou comprar .

  • Tosca16

    Sei lá mas o visual a cada dia mais me decepciona, a dianteira ficou
    legalzinha mas essa traseira é horrorosa, além do mais do eixo traseiro
    para o fim do carro parece que não tem nada, visualmente ficou com ar de
    menor e tal. Mecanicamente tem ficado bacana, não perdeu nada só ganhou
    mas ainda sou o espartano(mais que este) Marruá .

  • Comment

    Baita motorização, ficou bonito…pra quem quer brincar no off road é uma escolha muito acertada.

  • Mateus Astolfi

    Ainda nenhum site falou sobre a assistencia técnica. Antes era feita pelas concessionarias e algumas famigeradas oficinas, será que agora será feita pela Ford?

    • ultimate_rr

      E isso está deixando os Trolleiros preocupados também: a relativa complexidade do conjunto mecânico atual.

  • Roger Rosato

    Se eu precisasse de um carro TÃO bruto, e tivesse tinheiro pra torrar, compraria um Marruá. Aquilo sim, passa por cima de qualquer coisa.

  • Marcio Lima

    Vai cobrar caro assim lá no Brasil. Não vale 70 mil. O brasileiro precisa protestar contra essas margens incríveis e impostos absurdos que incidem sobre os veículos.

  • Giovane Fortuna

    Só vejo um monte de gente que não entende nada de veiculos offroad dando opinião….na boa galera…se o seu conhecimento não alcança um determinado nicho simplismente ignore e vá para a proxima noticia! Pra quem conhece do ramo chega ser hilario ver o povo reclamar aqui nos comentarios…

    • Antônio Luiz

      Até posso aceitar sua opinião. Mas, diga onde os comentários estão errados. O preço está muito caro. A própria Ford admite, pois não tem concorrência. Não tem AirBags e o painel, tipo Fiesta Rocam.

      O design anterior, para mim, mais bonito.Cheguei a cogitar em adquirir um, mas em conversas com proprietários, falaram no desconforto para o uso diário. Somente para quem é realmente trilheiro.

      • Giovane Fortuna

        Exatamente…é pra uso em trilha e offroad…se a ford diz que melhorou a parte urbana não quer diZer q o t4 virou um evoque…quer dizer que é menos ruim de voce usa-lo na cidade…todo mundo sabe que eixo rigido não combina com trepidação no asfalto porque quica muito e acaba desviando a trajetoria….
        Se vc quer fazer uso diario pode ate comprar mas fique ciente que é um carro mais visceral e com menos conforto…mas não deixa de ser gostoso de pilotar…rs

        Tenho uma ranger cs 4×4 2011 que diria que é até menos confortavel que um troller t4 mas eu gosto muito dela e curto o estilo mais bruto mesmo andando na cidade…na lama ou no chão melhor ainda

    • Paulo Reis

      pior, respondi alguns aqui, chega a ser hilário: “Enfim, a Ford fez tudo para agradar os consumidores potenciais de um carro como o T4, que costumam considerar refinamento um sinal de fraqueza.” O pessoal que comenta essas pérolas aqui deviam ir de SUV, ou, mudar de página como sugeriu.

      • Giovane Fortuna

        O negocio é que o pessoal não sabe separar o uso de nenhuma categoria de carro! Já vi milhares de comentarios de gente comparando pickup com hatch premium…hot hatch com coupe…e por ai vai….povo é muito sem noção!

        E tem outra…é só entrar num troller mesmo do antigo, abrir o capô…entrar embaixo dele…só prestar atenção que já vão entender o motivo de custar mais caro e de ser tão diferente de um carro normal…
        se pegar um land rover evoque e ir pro pantanal e entrar no rio com agua até no parabrisa e provavelmente ela não vai se sair nada bem…do mesmo jeito que um troller não vai ser a ultima palavra em conforto pra dar um rolé na cidade com a namorada….

  • David Dias Todão

    Já tive um Wrangler 1993, modelo do qual o antigo troller copiou. Por mim a Ford teria mudado apenas o interior, o modelo é um clássico “imexível”, ocupando a lacuna deixada pela Jeep quando substituiu a geração TJ em 2006/2007…

  • johnnyburanelo

    Bruto Rustico e sistemático
    uahuahauhauhauh

  • Filipo

    Até o Jimny vem airbags! Que vergonha, Troller/Ford. Além disso, pelo preço, deveria vir com uma central multimídia com tela touchscreen, e comandos do som no volante. E o volante e a manopla do câmbio forrados em couro, assim como os bancos. Apenas nisso o novo Troller pecou. Segurança e itens de série.

    • Alessandro Lagoeiro

      Não sei, mas acho que tela touchscreen não combina muito com off-road. Mas só acho.
      Quanto a segurança, concordo contigo.

      • Filipo

        Pode ser, mas no Wrangler vem. E pelo valor cobrado, central multimídia não é nada.

      • JPaulo10

        Tempos atrás, a VW recusou-se a consertar em garantia a multimídia de uma Amarok, alegando “uso severo do veículo”….
        Touchscreen não combina com off-road.

  • Robinho

    Eu achei o maximo, se tivesse grana teria uma amarela facil, facil…alias sempre gostei do Troller.

  • Felipe Vinicius

    Lembra uma tr4 , principalmente a traseira .

  • Marcelo

    Sem airbag? Por favor né, isso existe ainda? Beleza, um trilheiro que paga +100mil reais num carro não tem direito de ter um pouquinho de segurança. Entre uma trilha e outra se bater o carro morre. Simples assim.

  • Paulo_Lustosa

    O propulsor antigo era o Maxxforce 3.2H, que era um MWM Sprint 4.07 TCE de S10 com cabeçote DOHC e diâmetro x curso aumentado, não o Maxion que saiu de cena no início dos anos 2000.

  • Giovane Fortuna

    Povo ta achando incrivel não ter airbag ou ta achando caro…

    Caro é uma strada adventure por 65mil! Um troller desses com a capacidade offroad que ele tem, motor diesel que já custa só ele 30mil reais, transmissao 4×4, eixos rigidos, e por ai vai! Façam as contas e vão ver q no final o valor de aproximadamente 120 mil é justo se pensarmos na nossa realidade

    Nem comparem wrangler com troller, é um mundo bem diferente, gasolina, poucas css, desvalorizaçao maior, mercado de peças, etc…

    Pensem como se fossem trilheiros e não como se fossem usar um t4 pra ir no shopping! Se o cara quisesse conforto ele pegava esse dinheiro e comprava um belo de um sedã! Mas como a propria troller citou, o t4 é pra ser o terceiro carro da familia, ou seja, somente pra lazer!

  • MeyeCafe

    110mil e não tem airbag. podia ser um aparador de grama! por 110mil tinha que ter no minimo um airbagzinho para o jardineiro.

  • edilson

    não se esqueçam do Tac Stark.

  • Magnus Cordeiro

    Fantástico , virou meu novo sonho de consumo . . . é pra quem gosta mesmo . . . .

  • Eng Turbo

    Existe concorrente sim, chama-se Agrale Marruá, porém o preço assusta….148k

  • Renato Alves

    E aquele Tac Stark, também é um concorrente e custa R$94.480,00 e tem caracteristicas parecidas com o T4

    • Giovane Fortuna

      Motor dele é otimo…mas suspensão independente e outras tecnologias voltadas para conforto que estão presentes nele nem sempre são boas pra uso intenso em trilhas, lama, dunas…

      Talvez o Stark seja muito bom mas pro pessoal realmente offroad a receita é eixo rigido, caixa de redução e motor com bastante torque….

  • MarcioMaster

    MEO DEUS, todo mundo aqui tem carro com 6 airbags

  • Vinicius Bonelli

    Pra quem esta com duvida, uma copia do artigo 4 da resolucao 311 do contran, uqe trata da obrigatoriedade do aribag (abs é a 312):

    Art. 4º Estão dispensados do atendimento aos requisitos desta Resolução os

    veículos fora-de-estrada, os veículos especiais, definidos pela norma NBR 13776 da Associação

    Brasileira de Normas Técnicas e os de uso bélico

    Obviamente o governo tinha que ter dado alguma brecha.

    Link para a resolução:

    http://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/RESOLUCAO_CONTRAN_311_09.pdf

  • Rui

    Puuuuta carro,
    trilha pesada compre um jimmy, ou samurai, ou um J5
    Esse é pra fazer expedicao , trlha leve, travessia…da dó enfira 120mil na lam , doe o bolso, mas aguenta tudo

  • Guest

    Pessoal tá falando muito mal pelo fato de não ter air-bag e tals.
    O publico-alvo do Troller são os off-roaders, quase a maioria dos proprietários de Troller, o utilizam para trilhas leves e pesadas, rally, jeep-raid e afins. Onde por exemplo o air-bag viria a ser um inconveniente, imagina você no meio de uma competição ou trilha e de repente por causa de alguma erosão ou salto o air-bag abre, e ai como fica?
    O publico-alvo de verdade da Troller não está nem ai se tem air-bag ou não, eles estão mais preocupados se continuará sendo resistente e potente, se ainda dará conta de enfrentar as trilhas, de correr as etapas da Copa Troller, etc.
    Para que vocês acham um absurdo não ter air-bag, acham caro, sem conforto, sem segurança e sem luxo, é porque não tem o espirito off-road, ou seja, você não é um potencial comprador, comprem um sedã ou SUV.

  • Gran RS 78

    Olha, sei que o Novo Troller teve inúmeras mudanças em relação ao antigo, mas acho que tem que ter coragem de pagar 110 mil reais nele. Mas gosto é gosto mesmo.

  • Gabriel

    Pessoal tem falado muito de air-bag e tals, mas esquecem que existe um coisa chamada publico-alvo, onde o da Troller são off-roaders de verdade, e não esses que ligaram uma vez o 4×4 de sua SUV, pick-up, Ecosport ou Duster para andar na grama ou na areia e já acham que são jipeiros.
    Quase a maioria dos proprietários do T4, o utilizam para rallys, trilhas leves e pesadas, jeep-raid e afins. Onde o air-bag viria a ser um inconveniente, se imagine na situação onde você está no meio de um rally ou trilha e por causa de alguma erosão ou salto o air-bag abre, e ai como fica?

    Vocês que estão achando um absurdo não ter air-bag, acham caro, desconfortável, sem luxo, etc, é por que não possuem o espirito off-road, ou seja, vocês não são os potenciais compradores ou publico alvo da Troller. Comprem um sedan ou SUV e sejam felizes.

    Geral fala muito sem se informar antes

  • Tiago

    podia ter saido com pneus Off Road na minha opiniao

  • Tiago

    trocam de motor todo ano, isso nao é bom no futuro.

  • Bartolomeu

    Se colocar Air Bag só se for para andar no asfalto. Na trilha pesada eles vão explodir no primeiro impacto ao entrar em uma cratera e vai arrancar fora a cabeça, braço do motorista ou passageiro e vai junto o painel e direção. Pelos comentários querem comprar o Troller com Air Bag para ir ao shopping center, vai de Adventure ou XCross que enganam bem.

  • André Martani

    Quanto aos air bag,s… Se a Ford achar que tem público prá uso urbano, ela lança um modelo cheio de penduricalhos e segurança ativa e as dondocas poderão ir ao shops!!…hehehe

  • kikofar

    Jabiraca feia hein?!!! Sobre o preço eu me nego a tecer qualquer comentário.

  • Antonio Sergio

    Depois de ler tudo o que escreveram sobre a falta dos “air-bags”, devo entender que o novo Troller está ABSOLUTAMENTE proibido de transitar por ruas e rodovias. É isso?

  • euller souza

    Na lei diz que em veículos FORA DE ESTRADA não é obrigatório Airbag, só que para a legislação FORA DE ESTRADA são tratores, escavadeiras e máquinas agrícolas. JIPE, qualquer que seja, é veículo utilitário e como tal anda em rodovia e cidade, portanto tem que ter Airbag sim. Quem comprar este carro sem Airbag e quiser andar na cidade ou estrada, poderá ter o veículo apreendido por falta de EQUIPAMENTO OBRIGATÓRIO.

  • Salim Mahmood

    esse lixo e muito feio

  • Thomas

    Pura diversão, compraria sem medo.

  • euller souza

    Na lei diz que em veículos FORA DE ESTRADA não é obrigatório Airbag, só
    que para a legislação FORA DE ESTRADA são tratores, escavadeiras e
    máquinas agrícolas. JIPE, qualquer que seja, é veículo utilitário e como
    tal anda em rodovia e cidade, portanto tem que ter Airbag sim. Quem
    comprar este carro sem Airbag e quiser andar na cidade ou estrada,
    poderá ter o veículo apreendido por falta de EQUIPAMENTO OBRIGATÓRIO.

  • eu

    Spo sei que o carro esta fazendo o maior sucesso em blogs internacionais, tem gente ate pedindo pra Troller exportar o carro

  • Abade

    Pelos comentários dá pra ver que muitos não sabem como o Airbag funciona, falando que ele poderia ser acionado durante uma trilha. Creio que seria muito interessante o Noticias Automotivas publicar uma matéria explicando o uso do Airbag, como ele é acionado, os riscos e os mitos.

  • Paulo Eduardo

    É a volta do velho Jeep.

  • Pedro Paulo ()

    Pena que não tenho grana para comprar um desses.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend