Governamental/Legal

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?

Saiba o que é exame toxicológico. Cabelo detecta quanto tempo?

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?


O sistema de habilitação no Brasil é composto por cinco categorias: A, B, C, D e E. Cada uma com as suas especificações e regras. Para obter cada uma delas é necessário passar por avaliações e etapas diferenciadas.

A fim de atestar se o motorista está apto para dirigir em vias públicas, todos os condutores precisam passar por exames com profissionais médicos credenciados ao Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Os mais comuns deles são exames médicos e psicológico ou psicotécnico. O indivíduo será submetido a uma avaliação onde será analisado sua coordenação motora, visão e daltonismo.


O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?

Ainda terá de enxergar letras de tamanho e distância diferentes, cores, principalmente a de um semáforo: verde, amarela e vermelha. Esse exame leva cerca de 10 minutos.

Já o psicológico/psicotécnico é outra análise muito importante para conhecer a pessoa e se ela se encontra em boas condições mentais para dirigir automóveis em sociedade.

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?

Aqui ele passará por avaliações de memória, teste de lógica e avaliação de figura. O médico examinará traços importantes do cidadão como: comportamento emocional, de ansiedade e estabilidade.

É muito importante destacar que eles devem ser feitos em clínicas credenciadas ao Detran.

O que é e como é feito o exame toxicológico?

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?
O exame toxicológico tem como finalidade a detecção de ingestão de substâncias tóxicas como drogas.

Antes de apresentar os detalhes desta avaliação médica, devemos conhecer as substâncias que são conhecidas como tóxicas e que produzem alterações nos sentidos de uma pessoa ou motorista.

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?
Podemos considerar três: as depressivas, que dificultam o processamento e entendimento de informações no cérebro humano e redução da atividade cerebral; as alucinógenas atuam gerando alucinações e perturbações; por fim, as estimulantes, elevam o nível de percepção e atividade pulmonar da pessoa, além de reduzir a fadiga.

— Depressivas: bebidas alcóolicas, heroína, morfina, lança perfume, barbitúricos, ópio, diluentes, inalantes (cola de sapateiro) e clorofórmio.

— Alucinógenas: maconha, LSD, ecstasy, espécies de cogumelos, DMT e haxixe.

— Estimulantes: crack, cocaína, cafeína, anfetaminas, metanfetamina.

Exame toxicológico para motoristas

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?
Motoristas que possuem Carteira Nacional de Habilitação C, D e E (veículos com carga supera a 3,5 mil kg) são obrigados a realizar o exame toxicológico no momento de renovação ou de aquisição do documento.

Ele é muito importante para condutores que executam funções como transporte de passageiros, no entanto, desde 21 de junho de 2016 o exame passou a ser obrigatório até mesmo para aqueles que não exercem atividades remuneradas.

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?

O teste fará a detecção se o condutor chegou a usar alguma substância num período de 90 dias antes de ir à clínica médica.

O exame toxicológico mais famoso que todos conhecem é o de teste do bafômetro que, geralmente, acontece em blitz policiais.

Já o de drogas é realizado em clínicas especializadas. Os médicos poderão recolher e identificar via queratina (pelos e cabelo), urina, saliva e sangue. São realizadas duas amostras – a segunda serve para outra análise caso o paciente não concorde com o resultado apresentado na primeira avaliação.

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?

O cabelo consegue detectar o uso de drogas de até seis meses atrás, por isso é muito utilizado na hora da avaliação. A saliva traz informações de 12 a 24 horas. A urina de 2 a 4 dias atrás.

Após a realização, o resultado pode sair em até cinco dias e enviado diretamente para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). A pessoa também pode ter acesso ao resultado.

Se houver positividade no exame, o indivíduo ficará impedido de obter a CNH das categorias C, D ou E, contudo, ela poderá fazer um novo pedido após um período de três meses.

Quanto custa para realizar o exame toxicológico?

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?
O valor pode variar de acordo com a clínica e o estado, porém, o preço não deixa de ser alto. Em média é cobrado cerca de R$ 200 – algumas delas disponibilizam o parcelamento.

Em São Paulo achamos consultórios cobrando R$ 190,00; no Rio de Janeiro: R$ 195,00; Porto Alegre: R$ 220,00; Salvador: R$ 210,00; Vitória: R$ 220,00; Belém: 200,00; Belo Horizonte: R$ 220,00; Fortaleza: R$ 200,00; Natal: R$ 230,00; Maceió: R$ 230,00; Manaus: R$ 250,00; Cuiabá: R$ 200,00; Palmas: R$ 215,00.

Multa para quem é flagrado dirigindo sob efeito de substâncias tóxicas

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?
Assim como na Lei Seca, a punição para quem dirige sob efeito de substâncias tóxicas (drogas) não é branda. Confira o que diz a lei 11.705 de 19 de junho de 2008 Art. 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB):

“Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência:

Infração – gravíssima;

Penalidade – multa (cinco vezes) e suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses;

Medida Administrativa – retenção do veículo até a apresentação de condutor habilitado e recolhimento do documento de habilitação.”

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?

“Recusar-se a ser submetido a teste, exame clínico, perícia ou outro procedimento que permita certificar influência de álcool ou outra substância psicoativa, na forma estabelecida pelo art. 277:

Infração – gravíssima;

Penalidade – multa (dez vezes) e suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses;

Medida administrativa – recolhimento do documento de habilitação e retenção do veículo, observado o disposto no § 4º do art. 270.

Parágrafo único. Aplica-se em dobro a multa prevista no caput em caso de reincidência no período de até 12 (doze) meses”

Isto quer dizer que, se flagrado nestas condições, o motorista estará cometendo infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e mais sete pontos na CNH. Entretanto, poderá ter a multiplicação da multa podendo chegar até a R$ 2.934,70 e mais 12 meses de suspensão do direito de dirigir.

Redução no número de acidentes nas rodovias brasileiras

O que é o exame toxicológico? Cabelo detecta quanto tempo?
Após a realização do exame passar a ser obrigatória, em 2016, os seis primeiros meses da implantação já trouxeram ótimos números: com redução de 38% no número de acidentes nas rodovias federais.

Outro estudo da Polícia Rodoviária Federal (PRF) também mostrou que a 3 anos atrás, de março a julho, o número de caminhões envolvidos em acidentes também diminuiu de 18 para 11 mil.

Ainda assim, segundo apuramos, o Brasil está muito longe de ser um dos países com o trânsito mais seguro do mundo. Estamos em 4º lugar entre os que mais cometem imprudência no Continente Americano, perdendo apenas para: Belize (América Central), República Dominicana (América do Norte) e Venezuela (América do Sul).

A cada hora, cinco pessoas morrem nas ruas e rodovias brasileiras; cerca de 60 ficam inválidas. Só em 2015 o trânsito matou 42,5 mil brasileiros, deixando 515,7 mil feridos.

Entre os automóveis pesados, que representam 4% da nossa frota nacional, estão envolvidos em 51% dos acidentes fatais. Desse número, 43% estão envolvidos os caminhões e 8% dos ônibus.

Darlan Helder

Darlan Helder

Darlan Helder, natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011. Além disso, atua com produção de conteúdo para plataformas digitais em agências de comunicação.

  • Ricardo

    Ohrra! Não posso nem mais fumar um baseado ou cheirar um raio antes de dirigir! Hehe. Estou brincando hein!

    • Rodrigo

      Apesar da ironia, isso não é algo raro.
      Canso de ver gente fumando seu baseadinho ENQUANTO dirige. E posso dizer que pelo menos uma vez por semana vejo algum motorista fazendo isso. Na hora que isso começar a valer para categoria B Vai ser um pega-pra-capar.

  • Precisei fazer esse ano para poder renovar pois minha categoria é C. Apesar do custo acho super válida toda e qualquer ação que vise diminuir acidentes de trânsito, mesmo porque é mais que sabido que grande parte de motoristas brasileiros só aprendem que existem leis de trânsito quando são penalizados.

  • Ganso

    Devia ser obrigatório para todas as categorias de habilitação.

    • Acredito que isso deva acontecer um futuro próximo, e pior, sendo anual.

      • Augusto

        Deveria ser de 6 em 6 meses! Pq o pêlo e cabelo mantém a substância positiva, quando usada, durante 6 meses! Aí eu queria ver! Claro que este valor do exame teria que cair, pra viabilizar!

  • leitor

    O caminhoneiro dirige na estrada todo dia e tem uma plantação de boró ali perto. Um belo dia tem uma queimada que pegou uma parte e não deu tempo de fechar a janela. Ficou no cabelo se tiver. Se fizer o exame, perdeu.

  • Raul Cotrim de Mattos

    Essa imagem ilustra muito bem a diferença de segurança entre um carro compacto e uma caminhonete fabricada sobre chassi… Eu é que não pego estrada com um troço desses.

  • Ronaldo Prado

    Francamente acho injusto com a pessoa que fuma seu baseado depois do trabalho, por exemplo. A maconha fumada as 19h em nada vai atrapalhar os sentidos do cara as 9h do dia seguinte.

  • Vinicius

    Vai ter nego raspado feito ovo!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email