Comprando e Vendendo Marketing/Propaganda Mercado Montadoras/Fábricas

O que são carros premium? O que é uma marca premium?

Mercedes-Benz-GLA-2018-16-1024x682 O que são carros premium? O que é uma marca premium?

Nesse final de semana estive lendo a coluna de James May onde ele definia o verdadeiro carro de luxo. E isso me fez pensar no mercado brasileiro e as marcas denominadas “premium”.



O que vem a ser uma marca premium? Aquela que vende carros para ricos, com centenas de mimos e que dá status ao motorista?

Hyundai, Mitsubishi, Kia, Citroën, Honda, Toyota, Nissan e Peugeot são vistas no Brasil como marcas diferenciadas  (porém acessíveis). Isso provavelmente se deve ao fato de não terem em sua gama modelos populares, baratos, espartanos ou mesmo ultrapassados.

Mas carros premium são de marcas superiores, como Audi, BMW, Mercedes, Volvo, Jaguar, e assim por diante.

Ajuda também a oferta de carros atualizados, bem equipados e alguma sofisticação desejada pelo seu público alvo.

Mas não é somente com bancos de couro e computadores de bordo que se faz uma marca premium. Também não são convites para coquetéis e eventos fashionistas que constroem essa imagem. Há um outro ponto de vista: todo produto industrializado está sujeito a falhas de produção, um Rolex ou um celular chinês. Com Civics, C3 e Corollas não poderia ser diferente, e é nessa hora que se conhece a verdadeira marca premium.

Ela está interessada na satisfação do cliente, está preocupada com o que estão falando dela e, principalmente, quer que os seus clientes tenham orgulho de ser seus clientes. Se o camelô da esquina trabalha dessa forma, ele também está oferecendo atendimento “premium”.

Todo consumidor que já precisou contactar um fabricante para solucionar um eventual problema com sua aquisição (e não falo de carros) sabe que algumas empresas simplesmente não se importam com seus consumidores.

Ninguém sabe o que leva a empresa que investiu dinheiro em publicidade, em desenvolvimento de produtos, em padronização de lojas, capacitação de funcionários e, principalmente, em estrutura de atendimento, a simplesmente ignorar ou não se esforçar para resolver um problema que mancha sua reputação e afasta novos clientes.

Não sei se acreditam que somente um produto de qualidade e investimentos em propaganda são bastantes para vender seu carro. Alguns até apelam para os publieditoriais – a propaganda com cara de reportagem veiculada nos meios de comunicação – e parecem não saber que o cliente “premium” sabe quanto vale cada centavo pago pelo carro e por que paga o valor cobrado. É para ter a certeza de que a marca valoriza a sua escolha e é grata por ter sido a escolhida entre as concorrentes que o cliente está disposto a pagar mais caro.

Esqueça os dados de consumo, os cavalos de potência, o perfume do ar condicionado, a camera de ré, o prazo longo da garantia. Na hora de comprar um carro zero, pergunte aos seus amigos como eles são tratados pela marca. Procure na internet opiniões de proprietários. Descubra como a fabricante agiu na hora de solucionar uma eventualidade.

Perder tempo no PROCON não é premium. E não existe nada pior para o consumidor do que a sensação de arrependimento.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend