O que é xenon?

Você sabe o que é xenon?

Bem, desde o tempo em que veículos puxados a cavalo, carruagens e charretes estavam entre nós, já tínhamos sistemas de iluminação para auxiliar os seus condutores.


É claro que o equipamento não era tão avançado e sofisticado como hoje, onde temos faróis não somente convencionais, mas também de LED, xenon e outros. Naquele tempo era bem diferente, os faróis eram a base de vela, do tipo parafina.

O xenon é famoso e comum nos países da Europa, em veículos luxuosos como Mercedes-Benz, Audi e BMW (apesar de lá, modelos de entrada dessas marcas terem faróis convencionais).

No Brasil, muito dos automóveis que têm o farol de xenon são bem caros. Mas, com um público cada vez mais exigente, alguns carros não tão luxuosos já oferecem essa tecnologia aos seus compradores, é o caso do novo Ford Focus.

Com o passar dos anos, os faróis foram avançando e ganhando melhorias, novidades tecnológicas e cada vez mais importância nos trânsitos pelo mundo. Hoje, por exemplo, temos um sistema de acendimento automático dos faróis, ele trabalha com sensores, acendendo quando a iluminação do ambiente está fraca.

Mas o que é xenon?

O xenon ou xenônio é um elemento químico, que está presente na tabela periódica (Xe). Ele foi descoberto em 1898 por dois químicos, William Ramsay, de origem escocesa e Morris Travers, que é inglês.

O que é xenon?

Não é novidade para ninguém como o farol de xenon é popular e muito utilizado na indústria automobilística.

Isso acontece pelo fato dele proporcionar grandes benefícios na iluminação, até mesmo sendo melhor que os faróis tradicionais.

Funcionamento dos faróis de xenon / xenônio

O que é xenon?

Todo o seu funcionamento é químico, o xenônio nada mais é do que um gás. Estes gases são inseridos em um tubo, que, ao receber descarga elétrica, se excitam e emitem uma iluminação de cor azulada ou branca.

O xenon / xenônio não é um elemento tóxico, no entanto, vale o alerta de que alguns de seus componentes são tóxicos por conta das fortes propriedade de oxidação, por isso deve-se tomar cuidados.

Ele também pode ser guardado em recipientes de vidro, selados e mantenha-o em temperatura ambiente.

Há também benefícios, no Brasil os faróis mais utilizados são os de halogênio, outro elemento químico. Enquanto o xenônio consome 35 Watts a 3.200 grau Kelvin, o convencional halogênio gasta mais, 55 Watts, atingindo uma temperatura de 5.000 grau Kelvin.

Por que os faróis de xenon (instalados por terceiros) são proibidos no Brasil?

Mas com tantos benefícios, por que os faróis de xenon são proibidos no Brasil?

Muitos não sabem desta regra, porém, a instalação de xenon / xenônio realizada por terceiros está proibida como mostra a resolução Nº 384 do Conselho Nacional de Trânsito (CTB).

O que é xenon?

Há penalidades para quem descumprir a regra, segundo o CTB, desrespeitar o que a resolução informa, gera multa de R$ 127,69 e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Existe uma “exceção” para que você tenha o acessório instalado no seu carro, os veículos que saem de fábrica com xenon estão livres para rodar sem nenhum problema. O mesmo vale para a inclusão do projeto original do carro.

A instalação pode ser legalizada, mas deve passar por uma inspeção, e caso receba a aprovação, o documento do automóvel precisa constar a informação de modificação.

O que é xenon?

A proibição nada mais é para garantir a segurança dos motoristas. A iluminação do veículo serve para auxiliar no trajeto e mantê-lo em segurança. A luz de xenon é capaz de ofuscar e dificultar a visão de outros condutores a sua frente ou no sentido contrário, podendo resultar em graves acidentes.

Nos modelos que vêm de fábrica, estes são equipados com controle automático para não ofuscar a visão. São sensores inteligentes com capacidade para identificar outros veículos, por exemplo, direcionando a luz para não atrapalhar os condutores.

Diferenças entre Faróis Xenon e Bi Xenon

O que é xenon?

O Bi Xenon não chega a ser mais potente ou forte, nada mais é do que uma expressão dada para o modelo H43 que possui função tanto na luz alta como na baixa. Já a H42 tem função diferente porque ao invés de ter as duas com xenônio, ela só tem no facho baixo.

O modelo H42 Xenon conta com duas lâmpadas no mesmo encaixe, uma halógena e outra xenon. Na prática, ao acender a luz baixa, a de xenônio é acionada, e ao ligar a luz alta, a lâmpada halógena é ligada.

O H43 (Bi Xenon), possui único filete e uma capa de metal faz a luz baixa e alta. Ligando o farol baixo, automaticamente ele aciona o xenon. Quando for necessário utilizar a luz alta, a lâmpada se mexe liberando mais iluminação para a lente do farol.

Pontos negativos dos faróis de xenon?

O xenon já é muito conhecido pelos apaixonados por tuning, mesmo com muitos benefícios, é necessário ficar esperto com alguns pontos. Ter um farol de xenon instalado no seu veículo requer alguns cuidados, é preciso fazer constantemente a limpeza das lentes. Com ela suja, poderá afetar a visão de outros motoristas no sentido contrário.

Por utilizar reatores de potência alta, as lâmpadas geram Raio UV (Radiação ultravioleta), que são prejudiciais à saúde humana. Os carros que já vêm de fábrica são equipados com filtros contra essa radiação.

Por isso, não é recomendada a instalação por conta própria.

O que é xenon?

Além de todos esses pontos apresentados, há a proibição por lei que impede os que estão querendo obter o xenon no seu carro de instalá-lo.

É importante ressaltar que as lâmpadas têm vida útil, geralmente, elas duram cerca de seis meses. Se comparado com os outros modelos, a de xenon dura pelo menos três vezes mais.

No Brasil, além da proibição, ainda há as burocracias e contradições da lei vigente. Em países como os Estados Unidos, Japão, Austrália e Inglaterra, a modificação é livre, porém, o proprietário precisa ter instalado equipamentos certificados por entidades oficiais.

Não existe a obrigação de procurar o departamento de trânsito antes, basta apresentar o documento que atesta a originalidade da peça instalada.

Outro tipo de modelo que vem fazendo sucesso no mercado é o LED, sigla que significa Light Emitting Diod. Os automóveis equipados com ele possui iluminação intensa, que são produzidas por pequenas lâmpadas.

Quando comparado com outros sistemas de iluminação veicular, o LED chega a ser mais econômico, atingindo 74% e sua vida útil tem em média 5 mil horas.

Quais são os carros mais baratos com xenon?

Entre os carros mais baratos do Brasil com farol xenon de fábrica estão: Ford EcoSport Titanium 2.0, sendo o mais em conta por R$ 94.990.

Em seguida Citroen C4 Lounge Exclusive 1.6 THP, por R$ 99.790, Jeep Renegade Limited 1.8 Flex, por R$ 99.990, Ford Focus Titanium Plus 2.0 (veja aqui opinião de dono sobre Focus Titanium Plus 2015), por R$ 100.990 e Ford Focus Fastback Titanium Plus 2.0, por R$ 107.500.

Veja a nossa reportagem com os carros mais baratos com xenon.

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011