Brasil Chevrolet GM

Onix 2020: GM atualiza fábrica de motores em Joinville (SC)

Onix 2020: GM atualiza fábrica de motores em Joinville (SC)

A General Motors do Brasil (GM) inaugurou nesta terça-feira (22) a nova linha de motores da fábrica de Joinville, em Santa Catarina. Para a implantação, o grupo investiu R$ 1,9 bilhão em tecnologias e edificações.


Considerada uma das fábricas mais sustentáveis da General Motors no mundo, o empreendimento será responsável pela produção da nova linha de motores 1.0 turbo e aspirado de três cilindros dos novos Chevrolet Onix e Onix Plus, ambos produzidos em Gravataí, no Rio Grande do Sul.

“A fábrica de Joinville, que já era uma das mais modernas e sustentáveis da região e do mundo, agora é uma das operações de sistemas de propulsão com maior nível de automação. Isto foi viabilizado com os investimentos recentes”, disse o vice-presidente da GM América do Sul, Marcos Munhoz.

Onix 2020: GM atualiza fábrica de motores em Joinville (SC)


A fábrica possui 90 robôs, 627 novos equipamentos instalados e 512 contêineres recebidos de máquinas e equipamentos. A unidade conta com 46.800 m2 de área construída, equivalente a nove campos de futebol. Com toda essa estrutura, a GM terá capacidade de produzir 410 mil motores por ano. Antes, esse número ficava em 174 mil.

A GM explica que em Joinville muitos processos na nova linha de motores já contam com sistema de automação da indústria 4.0. “Temos, por exemplo, empilhadeiras autoguiadas realizando o abastecimento de componentes usinados e motores finalizados. Cerca de 20% da nossa frota de empilhadeiras são autônomas e as demais são equipadas com uso eficiente de energia limpa”, diz Luiz Fernando Duccini, gerente geral da fábrica de Joinville.

Onix 2020: GM atualiza fábrica de motores em Joinville (SC)

Novos Onix e Onix Plus:

  • Chevrolet Onix 1.0 – R$ 48.490
  • Chevrolet Onix LT 1.0 — R$ 51.590
  • Chevrolet Onix 1.0 turbo – R$ 55.590
  • Chevrolet Onix LT 1.0 turbo – R$ 57.590
  • Chevrolet Onix LT 1.0 turbo automático – R$ 62.890
  • Chevrolet Onix LTZ 1.0 turbo — R$ 60.990
  • Chevrolet Onix LTZ 1.0 turbo automático — R$ 66.290
  • Chevrolet Onix Premier 1.0 turbo – R$ 69.990
  • Chevrolet Onix Plus LT 1.0 — R$ 54.990
  • Chevrolet Onix Plus 1.0 turbo — R$ 58.790
  • Chevrolet Onix Plus LT 1.0 turbo — R$ 61.190
  • Chevrolet Onix Plus LT 1.0 turbo automático — R$ 66.490
  • Chevrolet Onix Plus LTZ 1.0 turbo — R$ 65.790
  • Chevrolet Onix Plus LTZ 1.0 turbo automático — R$ 70.990
  • Chevrolet Onix Plus Premier 1.0 turbo – R$ 73.190

Fonte: GM

Onix 2020: GM atualiza fábrica de motores em Joinville (SC)
Nota média 4.8 de 5 votos

Darlan Helder

Darlan Helder

Darlan Helder, natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011. Além disso, atua com produção de conteúdo para plataformas digitais em agências de comunicação.

  • Matthew

    Acho que não custava nada terem feito uma capinha pra cobrir esse motor turbo que ficou uma pequena joia.

    • Hector Bonilla

      Iria dizer a mesma coisa. O motor é bom, mas sem uma cobertura dá impressão de gambiarra de eletricista.

      • William Maglioni

        Não agrega valor, quantas pessoas abrem o compartimento do motor? alem de um peso adicional por mais leve que seja.

        • Hector Bonilla

          Para mim passa uma maior sensação (ilusória é claro) de confiabilidade no motor.

        • Matthew

          Bom, são esses pequenos caprichos que agregam valor ao carro. Quando o Mobi foi lançado na linha 2017 a versão like era até simpática. Desde então a Fiat foi tirando as maçanetas e espelhos retrovisores pintados na cor da carroceria, o limpador e desembaçador do vidro traseiro, a abertura interna do porta-malas e bocal de abastecimento, a grade do motor vinha em preto brilhante depois passou a fosco, dentre outros detalhes que isoladamente parecem firulas que nada acrescentam ao veículo, mas que somadas deixam a linha 2020 30x mais empobrecida.

          A capa sobre o motor pode não alterar funcionalidade alguma, mas também não comprometeria absolutamente nada e daria um visual mais clean ao cofre do motor. Aumento de peso seria insignificante.

      • Vitor

        Também acho que poderiam ter cobrido, dá uma impressão de um pouco mais de capricho.

        • Murilo Soares de O. Filho

          De organização, até o motor antigo do Onix tinha um aspecto mais organizado.

    • Cardoso (não aquele)

      Eu gosto de ver as entranhas hehe. Não gosto da capa pra ser sincero.

      • Murilo Soares de O. Filho

        Se fosse um V6, V8 ou V12, vá lá, mas um 1.0 três cilindros turbo!

    • Danilo

      Eu já não gosto de capa de motor, ela pode até prejudicar tampando alguma coisa errada que daria pra ver a olho nú. A Toro que eu tinha tinha uma capa imensa, já nas mais novas saíram sem essa capa, sem contar também que é uma peça a menos pra pesar e pra estragar.

    • HENRY ME

      Observei e fiquei pensando sera somente curto custo uma tampa ?

      • th!nk.t4nk

        Sim, sem dúvida. Todo carro melhorzinho tem capa.

    • Lima

      Uma coisa a mais para mecânico ter que tirar e quebrar para fazer a manutenção do motor.

      Troço inútil!

    • Na verdade custa e muito, além de não agregar na parte funcional. Uma capa a mais gera custo adicional da matéria prima, gera custo do ferramental envolvido, custo do manuseio do material e peça (transporte e Pallets), e custo da montagem do item adicional(peças de fixação, e tempo adicional no ciclo de montagem) e muitos outros. Ou seja, uma capinha custa e muito em um processo de grande escala.

      • Matthew

        Justamente por ser em grande escala que o custo é diluído. Pra um modelo produzido em larga escala, como é o caso da família Onix, o custo torna-se irrisório. Até às Merivas exportadas pro México recebiam uma capa sobre o família I de 8 válvulas. Perto de toda a complexidade envolvida na produção de um veículo automotor, uma capinha dessas que na maioria dos casos são afixadas por encaixe é fichinha, tanto do ponto de vista operacional quanto do custo de produção.

      • Danilo

        Se no onix atual nem filtro de ar condicionado vem, uma capa dessas seria quase uma aberração ela ser instalada. É isso que você disse mesmo, uma peça a mais num processo complexo pode ser barata devido a produção em escala, más é cara pra ser instalada devido a todo processo produtivo, más mesmo que ela custasse 20 reais pra GM por exemplo, no ano daria uma pequena fortuna dado o volume de produção do carro se fosse apenas o custo de aquisição da peça considerado.

    • Pior que custa. Vamos supor que essa capa custasse 10 reais para ser produzida. Se fossem vendidos 20 mil modelos por mês (hatch e sedan), seriam 200 mil reais mensais de custo, ou R$ 2,4 milhões por ano. Muitas vezes reclamamos das economias “porcas” que as fabricantes fazem, mas isso representa muito na conta final. É só fazermos as contas.

      • Matthew

        Cara, quanto 10 reais representa num bem cujo valor começa em mais de 50 mil reais? É só encaixar a peça sobre o motor, do jeito que vocês tão falando parece que inviabiliza a linha de montagem instalar um componente desses.

        Que a GM cobrasse 10x mais pela capa, para o consumidor final seria 100 reais a mais no preço final do veículo. Fora que as montadoras vivem depenando os carros a cada troca de ano-modelo e não baixa 1 centavo o preço na tabela. Ford tirou até aquelas teclas de trocas manuais do câmbio automático e só aumentou o preço.

        É por causa dessa mentalidade de justificar todos os absurdos das montadoras que o consumidor brasileiro é esfolado até o osso pelas montadoras. Pela lógica de vocês, não deviam instalar calotas também. O jogo deve custar 30 reais, não tem nenhuma funcionalidade além da estética, aumenta o peso do carro, esquenta o sistema de freios, e é uma peça a mais pro mecânico quebrar quando for mexer. Nada a ver.

        • Isso não é problema de “mentalidade” do consumidor, é questão de meta de lucros que os executivos devem alcançar.

          • Matthew

            Como eu disse, eles poderiam cobrar 10x mais o custo do componente pra não comprometer a margem de lucro. Não seria uma capa plástica dessas que não permitiria fechar a conta.

    • Fernando

      A maioria dos motores que vinham com vistosas capas, perderam as mesmas, seja por um aquecimento maior, seja por mero custo, a questão é que quem gosta de ver motor é mecânico.

  • Cardoso (não aquele)

    Ainda quero ver como o LTZ manual vai se sair.

    • Luís Paulo

      Tenho interesse nesse modelo.
      No interior, com poucas oficinas e concessionárias especializadas, o câmbio automático ainda gera uma certa dúvida.
      Logo, o manual ainda é uma boa opção.

      • marcos rissato

        Idem Luís, com a diferença que vou no “manoel” por gostar de cambiar e pela economia adicional que gera além da não perda de potência em razão de não ter conversor de torque.

  • seichonoie

    Parece Cobalt

  • Eduardo 1981

    Chevrolet Onix LT 1.0 turbo – R$ 57.590

    Deve ter o maior mix de vendas.

  • Zé Mundico

    Essa General Motors é aquela mesma que 1 ano atrás disse que estava pensando em ir embora do Brasil?
    Então tá.

    • Cardoso (não aquele)

      Vai que cola né

    • p3drov

      Pior que não faz nem um ano, rs. Foi em janeiro.

    • Miguel

      Todo mundo achando maravilhoso o Ônix plus vir com um preço tão competitivo e tals (que é ótimo para o consumidor, claro!), mas eu acho mais é uma tentativa desesperada da GM pra aumentar as vendas dos seus outros modelos ou ganhar em escala, e sem perder o mercado. No Brasil nada vem de graça, esse preço não está bom à toa.

  • Danilo

    Também, com a grana ganha com o motor família 1 que deu lucro por décadas dava pra construir meia dúzia de fábricas dessas. As fôrmas dos motores 4 cilindros que sai até hoje nos Joy deve estar até gasta já de tanto que foi usada, e continuará sendo kkkkk.

  • Robôs ainda não se sindicalizam, né? 😬

    • Cesar

      Ainda não. Mas aguarde e verá a revolta dos robôs.

      • Fernando

        Já fomos alertados sobre uma tal SkyNet.kk

  • RKK

    Bom, mas poderia ser melhor se o motor tivesse injeção direta. Além disto, falta trazer para o Brasil a produção do câmbio Warren AT6.

    • Cesar

      Se sem injeção direta já dá uma sova no queridinho. Com injeção seria estupro.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email